You are on page 1of 9

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área Biblioteca escolar

Aspectos críticos
que a Literatura Desafios. Acções
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças
identifica a implementar

O Professor -Conseguir
Bibliotecário responder às
deve: -Abertura à -Possibilidade de exigências da
-ter capacidade de mudança formação no grande e nobre
liderança âmbito das BEs , missão da BE
-desempenhar um -Vontade de no sentido de
papel muito aprender implementar o -Adquirir
importante na Modelo de auto- competências a
aprendizagem dos -Dinamismo avaliação como nível das TIC e
-Pouca formação -Relutância de
Competências do alunos regulador de todo das BEs
no âmbito das alguns docentes
professor bibliotecário (transformar -Conhecimento da o trabalho
BEs e das TIC face à mudança
informação em realidade da desenvolvido -Implementar o
conhecimento escola e das metas Modelo de Auto-
deve ser a sua de aprendizagem -Pertencer ao PTE Avaliação da BE
principal traçadas por nível e poder
prioridade/preocu e disciplina desenvolver -Contribuir para
pação) projectos na área mudar
-conhecer as das TIC mentalidades no
metas de que diz respeito
aprendizagem ao papel da BE e
Conhecimento na área Biblioteca escolar

traçadas pela do Professor


escola de modo a Bibliotecário no
intervir de forma processo de
activa, directa, ensino-
concreta e aprendizagem
enriquecedora
-ter competências
a nível
tecnológico e
informativo e pô-
las ao serviço da
construção do
conhecimento dos
alunos
-Recolher
sistematicamente
evidências que
permitam de
forma
fundamentada
decidir sobre o
rumo da BE de
modo a melhorar
-Ser prospectivo
Conhecimento na área Biblioteca escolar

-Valorização da
BE pelos órgãos
de gestão e pela
-Desenvolvimen-
comunidade em -Espaço exíguo
to de estratégias
geral para criar áreas
de gestão e de
funcionais mais
integração da BE
-Existência de definidas -Preparar a
na escola e no
uma equipa -Poucos mudança para o
desenvolvimento
multidisciplinar colaboradores novo espaço que
curricular -Representativi-
-Horário da BE com vai albergar a BE
-Recolha dade da BE no
cobre todo o competências na -Aquisição do
sistemática de Conselho
período lectivo área das TIC e módulo de
evidências de Pedagógico
sem interrupção das BEs -A intervenção do circulação e
Organização e Gestão da modo a avaliar a
-Presença de uma -Catalogação PE ir além do empréstimo e
BE pertinência/ -A mudança da
funcionária a informática tempo previsto formação sobre o
qualidade dos BE para um novo
tempo inteiro incompleta mesmo
serviços prestados espaço depois de
-Estatísticas -Inexistência de -Divulgação
-Prestação de uma intervenção
mensais de um módulo de através do site da
serviços de do PE
utilizadores,requi- circulação/requi- BE das
qualidade que
sições, sição actividades
produzam
actividades -Falta de apoio e desenvolvidas
impacto e
desenvolvidas conhecimentos
marquem a
-Referência à BE para organizar um
importância da
no Regulamento catálogo
BE
Interno e no
Projecto
Educativo
Conhecimento na área Biblioteca escolar

-Adquirir e
implementar os
-Pouca formação
módulos de
dos colaboradores
pesquisa
na área de -Possibilidade de
-Disponibilizar -Actualização
tratamento adquirir mais
recursos de constante do
documental,o que material não livro
informação em fundo documental
torna este -A colaboração
diferentes -Organização em -Implementar
processo moroso dos
suportes e livre acesso uma “Biblioteca
-Nem toda a Departamentos
ambientes, -Qualidade do Digital” (
Gestão da Colecção colecção está com vista a
actualizados,com fundo documental conjunto de
informatizada adquirir fundo
qualidade e (material livro) materiais
-A colecção documental que
adequados às -Reforço de verba produzidos pelos
digital é pequena vá ao encontro
necessidades dos do PNL docentes de
-Ausência de das necessidades
utilizadores diversos
módulo de e interesses da
departamentos
pesquisa comunidade
para o Quadro
-Inexistência de escolar
Interactivo)com o
um orçamento
apoio da
próprio
Coordenadora
PTE
A BE como espaço de -A BE deve ser -Trabalho - A equipa -O cansaço e a -A BE continuar a
conhecimento e um espaço de colaborativo e -Fraca articulação multidisciplinar desmotivação de ser reconhecida
aprendizagem. Trabalho construção de articulado com com o Grupo da BE permite alguns docentes como um local
colaborativo e articulado conhecimento e professores de Disciplinar de uma articulação e para levar a cabo privilegiado no
com Departamentos e não apenas um diferentes Matemática um trabalho uma articulação e que respeita
docentes. local onde se Departamentos, colaborativo com um trabalho aprendizagem e a
Conhecimento na área Biblioteca escolar

disponibiliza A.P e os diversos colaborativo con- aquisição de


informação Coordenadores Departamentos tínuo conhecimento
- Deve formar dos D.T. -Alguns docentes
para as literacias, -Dinamização do não conhecem o
contribuindo de projecto proposto trabalho
forma pela BE ” Eu, tu, desenvolvido pela
colaborativa e nós…no Mundo” BE, não a
articulada com os que vai ao considerando,
docentes para o encontro dos assim, sua
desenvolvimento conteúdos e parceira no
de competências competências processo de
que suportam as desenvolvidas nas ensino-
aprendizagens e a diferentes aprendizagem
construção do disciplinas
conhecimento -Promoção de
actividades que
consolidam e
enriquecem
aprendizagens
adquiridas nas
diferentes
disciplinas e áreas
disciplinares

Formação para a leitura e -A BE deve -Promoção de -Equipamento -Promoção de -Os alunos -Trabalho
para as literacias desenvolver muitas informático algumas consideram que articulado da BE
competências de actividades insuficiente e não actividades que percebem muito com as outras
Conhecimento na área Biblioteca escolar

leitura e um ligadas à leitura muito actualizado permitam o de informática, no escolas do


programa de (concursos, Hora desenvolvimento entanto não Agrupamento no
literacia da do Conto, de literacias da sabem como âmbito da
informação encontros com informação pesquisar, promoção da
integrado no escritores…) seleccionar e leitura e literacia
desenvolvimento -Grande -Protocolo de tratar informação da informação
curricular,só participação dos itinerância de
assim poderá alunos nas livros destinados -Rápido desgaste
contribuir de uma actividades de às escolas do 1º e desactualização
forma activa e promoção da ciclo do dos equipamentos
construtiva no leitura Agrupamento e recursos
que diz respeito -Serviço de informáticos
aos objectivos requisição
traçados pela domiciliária
escola ao nível da muito procurado
aprendizagem -“Oficina da
Leitura”-Oferta
de Escola
-Pouca formação
- Alteração de -Implementação
de alguns
práticas e -Existência da do Plano
colaboradores da -Falta de tempo
modelos de Plataforma Tecnológico
BE na área das para uma -Participação da
BE e os novos ambientes trabalho Moodle -A BE vai ser
TIC actualização BE na Plataforma
digitais. -Formar os alunos -Existência de contemplada com
-Não ter um permanente no Moodle
para o uso uma Página da equipamento
professor de âmbito das TIC
correcto das BE tecnológico pelo
Informática na
tecnologias PTE e pelo PE
BE
Conhecimento na área Biblioteca escolar

-Implementar de
-Aferir,através da
forma eficiente o
recolha
Modelo de Auto-
sistemática de -Avaliação,
Avaliação
evidências , se as embora -Formação
-Dificuldades -Reflexão com
práticas diárias da insipiente, de -Pouca proporcionada
inerentes à base nas
Gestão de evidências/ BE vão ao algumas experiência na pela RBE no
implementação do evidências
avaliação. encontro das actividades e recolha de âmbito do
Modelo de Auto- recolhidas que
necessidades dos serviços evidências Modelo de Auto-
-Avaliação permitirá um
alunos e se estão promovidos pela Avaliação da BE
melhoramento na
a ter os efeitos BE
acção da BE junto
desejados no seu
da comunidade
desempenho
escolar
Conhecimento na área Biblioteca escolar

Gestão da mudança
SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias

É importante redefinir o
papel da BE
numa época de mudança
e de grandes desafios para
os nossos alunos.
Transformar informação
em conhecimento deve ser
a sua principal prioridade.
Deve, também, ser
entendida como um
-A ideia de que a BE é apenas um
espaço de conhecimento e -Uma atitude prospectiva da equipa -Dar visibilidade ao trabalho da BE,
lugar que disponibiliza informação
de aprendizagem que da BE transformando-a num espaço
forma para as diferentes privilegiado de construção do
-Fraca aposta na formação de
literacias. O professor conhecimento.
competências na área das TIC
bibliotecário com
competências a nível
tecnológico, informativo,
pedagógico e didáctico
pode contribuir para o
sucesso educativo de
forma activa e construtiva.
É também fundamental
que se aposte num
trabalho colaborativo e
Conhecimento na área Biblioteca escolar

articulado com os
docentes de diferentes
áreas disciplinares com o
objectivo de desenvolver
competências que
suportam as
aprendizagens e a
construção do
conhecimento.
A avaliação é um
elemento fundamental no
processo de gestão da BE,
pois permite aferir a
eficácia dos serviços
prestados e o impacto na
comunidade escolar. Uma
recolha sistemática de
evidências permitirá
ajuizar e decidir de forma
fundamentada o rumo da
BE, no sentido de
melhorar.