You are on page 1of 18

ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 1º GRUPO - ESQUEMA

AMOSTRA
Ag
+
Pb
++
Hg
2
++
íons de outros
grupos
Solução 1
Contém íons de
outros grupos
mas, pode
conter ainda
Pb
++
Precipitado 1
AgCl PbCl
2
Hg
2
Cl
2
3 e
HCl-6M
E ©
1 e
HCl-6M
©
Solução 2
Rejeitar ou
Guardar para o
2º Grupo
Precipitado 2
PbCl
2
Obs: Se tiver
juntar ao ppt 1
Lavar c/ HCl-6M
diluído 1:10
10 e de H
2
O
quente E ©
Soluçao 3
Pb
++
Cl
-
PbCl
+
Precipitado 3
AgCl
Hg
2
Cl
2
PbCl
2
10 e H
2
O
Solução 4
Pb
++
Cl
-
Precipitado 4
Hg
2
Cl
2
AgCl
OBS: ppt livre
de Pb
2 e
K
2
CrO
4
-0,5M
6 e
NH
3
-15M
E ©
Precipitado 5
Hg
0
HgNH
2
Cl
(cinza)
Solução 5
Ag(NH
3
)
2
+
Cl
-
©
e
HNO
3
-6M
ppt 6
AgCl
(branco)
até pH
ácido
E ©
OBS: Se houver
formação de Precipitado
Amarelo, repetir a
lavagem do ppt 4 e
testar novamente c/
K2CrO4. Somente
adicione NH3 ao ppt4
quando este teste
apresentar apenas uma
pequena turvação.
1 e
CH
3
COOH-6M
5 e
K
2
CrO
4
-0.5M
Precipitado 7
PbCrO
4
(amarelo)
Pb
++
Ag
++
Hg
2
++
Legenda: E = Agitar, e = Gota, = Aquecer, © = Centrifugar
1º GRUPO: Ag
+
Pb
++
Hg
2
++
Adicione aproximadamente 1mL da solução amostra em um tubo de ensaio, o qual chamaremos de tubo amostra. A este tubo adicione cinco gotas de HCl -6M e agite. A
formação de precipitado indica a presença de cátions deste grupo. Continue adicionando HCl -6M até não se formar mais precipitado, porém, evite um grande excesso.
Agite durante um ou dois minutos para dar tempo a lenta precipitação do PbCl
2
(Cloreto de Chumbo). Centrifugue, lembrando de colocar na centrífuga em posição
simétrica, um outro tubo de ensaio com o mesmo volume de água para equilibrá-la.
Retire o máximo da solução sobrenadante, entornando o tubo amostra em outro tubo limpo. Esta solução chamaremos de solução 1. Adicione a esta solução, 2 gotas de
HCl-6M e verifique se ainda há formação de precipitado, se isso ocorrer cen trifugue e junte este precipitado 2 ao precipitado 1.
Solução 2: Esta solução contém íons de grupos posteriores, incluindo Pb
+2
, H
+
e Cl
-
. Rejeita-se esta solução se soubermos que ela contém somente cátions do 1º grupo.
Lave o precipitado 1 obtido anteriormente com algumas gotas de HCl diluído que você poderá preparar misturando em um tubo de ensaio 1 gota de HCl -6M para 10
gotas de água.
Precipitado 1: AgCl (branco), Hg
2
Cl
2
(branco), PbCl
2
(branco). Adicione 10 gotas de água destilada quente. Aqueça em ba nho-maria e agite periodicamente durante
alguns minutos. Centrifugue e rapidamente separe a solução 3 do precipitado 3.
Solução 3: Pb
+2
, PbCl
+
, Cl
-
. Adicione 1 gota de CH
3
COOH-6M (Ácido acético) e 5 gotas de K
2
CrO
4
-0.5M. A formação de um precipitado amarel o (PbCrO
4
) indica a
presença do Chumbo (Pb).
Precipitado 3: AgCl (branco), HgCl
2
(branco), PbCL
2
(branco). Se for encontrado Pb da solução 3, repita a lavagem do precipitado 3 com água quente, centrifugue,
separe a solução 4 do precipitado 4 e adicione 2 gotas de K
2
CrO
4
-0.5M à solução 4. Se ainda houver a formação de um precipitado amarelo (PbCrO
4
), efetue nova lavagem
do precipitado 4 até que a solução 4 apresente fraca turbidez com K
2
CrO
4
-0.5M.
Ao precipitado 4 (branco) isento de Pb, adicione 6 gotas de NH
3
-15M (amônia). Use um bastão para agitar. Centrifugue. Transfira a solução 5 para um tubo de ensaio.
Precipitado 5: HgNH
2
Cl (branco), Hg
0
(preto), (AgCl, Ag). Um resíduo cinza é, comumente uma indicação suficiente da presença de mercúrio (Hg).
Solução 5: Ag(NH
3
)
2
+
, Cl
-
. Acidifique esta solução com HNO
3
-6M (verifique a acidez utilizando o papel de pH). A formação de um precipitado branco indica a presença de
prata (Ag).
1º GRUPO - PERGUNTAS
01. Quais são os cátions do 1º grupo ?
02. Qual é o reagente do 1º grupo ?
03. Sob que forma os cátions do 1º grupo são precipitados e separados dos demais cátions na análise sistemática ?
04. Escreva as fórmulas dos cloretos dos cátions do 1º grupo.
05. Não havendo pptação, por ocasião da adição do reagente do 1º grup o à solução submetida à análise sistemática, quais são os cátions deste grupo que estão definitivamente
ausentes e qual cátion que ainda pode estar presente ?
06. Por que é aconselhável um pequeno excesso de HCl na pptação do grupo ?
07. Por que devemos evitar a adição de um grande excesso de HCl à solução submetida à análise?
08. Que propriedade do PbCl
2
é utilizada para separá-lo do AgCl e do Hg
2
Cl
2
?
09. Qual a função desempenhada pelo ácido acético no teste de identificação do Pb
++
pelo CrO
4
=
?
10. Por que o ppt constituído por AgCl e Hg
2
Cl
2
deve está livre de Pb
++
antes da adição da solução 15M de NH
3
?
11 O que acontece com Hg
2
Cl
2
quando tratado pela amonia ?
12. Por que na análise sistemática de cátions usa -se solução de HCl para precipitar o 1º grupo em vez de usar solução de NH
4
Cl ou outro cloreto solúvel
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 2º GRUPO - (SUBDIVISÃO) - ESQUEMA
AMOSTRA
Hg
++
Pb
++
Cu
++
Cd
++
Bi
+++
As(III)
Sb(III)
Sn(IV)
íons de outros
grupos
pH 0.5
3 e TA
· ©
Solução 1
Esta solução
pode ainda
conter cátions
deste grupo.
1 e
NH
3
-6M
2 e TA
· ©
Solução 2
O Cd
++
ainda
pode estar
presente nesta
solução
Tome 10 e
desta
solução
Adicione 20
e de H2O +
2 e de TA
©
Solução 3
Rejeitar ou Guardar para
o 3º Grupo
Precipitado 3
Juntar ao precipitado 1
Precipitado 2
Juntar ao Percipitado 1
Precipitado 1
HgS
PbS
CuS
Bi
2
S
3
CdS
As
2
S
3
SnS
2
Sb
2
S
3
Lavar c/ 20
e H
2
O + 1 e
de NH
4
Cl
©
Solução 4
Solução de Lavagem.
Rejeitar
Precipitado 4
HgS
PbS
CuS
Bi
2
S
3
CdS
As
2
S
3
SnS
2
Sb
2
S
3
10 e
KOH-0.5M
©
Solução 5
AsS
3
-3
AsO
3
-3
SbS
3
-3
SbO
3
-3
SnS
3
-2
SnS
2
OH
-
Precipitado 5
HgS
PbS
CuS
CdS
Bi
2
S
3
© se necessário
Solução 6
Solução amarela lípida.
Analizar seguindo esquema da
seçãao do Arsênio
Precipitado 6
Rejeitar
Lavar c/ 20
e H
2
O + 1 e
de NH
4
NO
3
0.2M
©
Solução 7
Rejeitar
Precipitado 7
Analisar Seguindo Esquema da Seção do Cobre
Legenda: E = Agitar, e = Gota, = Aquecer, © = Centrifugar, · 5
minutos
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 2º GRUPO - (SEÇÃO DO COBRE) - ESQUEMA
SEÇÃO DO
COBRE
HgS
PbS
CuS
CdS
Bi
2
S
3
10 e
HNO3-6M
©
Precipitado 1
HgS
Lavar c/
10 e H2O
Precipitado 2
HgS
Solução 2
rejeitar
10 e de
água-régia
©
Solução 3
HgCl
4
-2
Precipitado 3
rejeitar
Transferir p/ cadinho, evaporar
20 e H2O - voltar p/ o tubo de
ensaio e ©se necessário
Abandonar o ppt se houver
Solução 4
HgCl
4
-2
¼ de esp.
SnCl2
Precipitado 5
HgCl
2
e Hg
0
(Cinza)
Hg
++
Solução 1
Pb
++
Cu
++
Cd
++
Bi
+++
3 e
H2SO4-18M
Evaporar até
liberação de SO3.
Resfriar, adicionar
5 e de H2O,
friccionar e
transferir p/ tubo de
ensaio. Lavar a
caçarola c/ 10 e de
H2O e juntar ao
tubo.
©
Solução 5
Bi
+++
Cu
++
Cd
++
NH3-15M
até alcalino
©
Solução 7
Cu(NH
3
)
4
++
Cd(NH
3
)
4
++
Solução Azul
Cu
++
Na2S2O4
¼ de esp.
· ©
Precipitado 8
rejeitar
Solução 8
Se a solução
ainda estiver
azul, repetir o
tratamento com o
Na2S2O4 até a
solução tornar-se
incolor
Livre de Cu
Cd(NH
3
)
4
++
4 e
HCl-6M
3 e TA

ppt 9
CdS
(amarelo)
Cd
++
Precipitado 7
Bi(OH)
3
Estanito de Sódio
3 e SnCl2-0.2M + 9 e NaOH-6M
Precipitado 10
Bi
(preto)
Bi
+++
Precipitado 5
PbSO
4
lavar c/
10 e H2O
Precipitado 6
PbSO
4
Solução 6
rejeitar
5 e
CH3COONH4-3M
©
Precipitado 11
rejeitar
Solução 11
Pb(CH
3
COO)
3
-
1 e
CH3COOH-6M
5 e
K2CrO4-0.5M
Precipitado 12
PbCrO
4
(amarelo)
Pb
++
Legenda: E = Agitar, e = Gota, = Aquecer, © = Centrifugar, · 5
minutos
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 2º GRUPO - (SEÇÃO DO ARSÊNIO) - ESQUEMA
MM = Mistura Magnesiana:
Mg(NO
3
)
2
.6H
2
O + NH
4
NO
3
+ NH
3
SEÇÃO DO
ARSÊNIO
AsS
3
-3
AsO
3
-3
SbS
3
-3
SbO
3
-3
SnS
2
OH
-
SnS
3
-2
HCl-2M até
acidificar
2 e de TA
©
retirar ao
máximo o
sobrenadante
Solução 1
rejeitar
Precipitado 1
As
2
S
3
SnS
2
Sb
2
S
3
E · ©
Solução 2
SnCl
6
-2
SbCl
4
-
Transferir
p/ cadinho.
Evaporar
até a
metade do
volume
20 e de
H2O
Dividir em 2
tubos
Solução A
Teste para Sb
Solução B
Teste para Sn
¼ de esp.
de H2C2O4
3 e de TA
©
Precipitado 3
Sb
2
S
3
(laranja)
Sb(III)
Adicione 1
pedaço de
Alumínio.
10 e HCl-6M.
Até consumir
todo o
alumínio.
©
Precipitado 4
Sb
0
(manchas negras)
Solução 4
Sn
+2
Dilua c/ igual
volume de
H2O e
adicione
rapidamente
3 e
HgCl2-0.1M
Precipitado 5
Hg
0
+ Hg
2
Cl
2
(cinza)
Sn(II)
Precipitado 2
As
2
S
3
13 e de
HCl-12M
Lavar c/ 5 e de
HCl-6M ©
desprezar a
solução. Adicione
NH3-15M até
dissolver o ppt.
Adicione 2 e
H2O2-3%
©
Desprezar
qualquer
precipitado
Solução 3
AsO
4
-3
5 e de
MM
E ©
Desprezar
a solução
Precipitado 6
NH4MgAsO4.6H2O
Lavar c/
10 e H
2
O
desprezar a
solução.
Adicionar
2 e de
CH3COOH-
6M
Solução 8
H
2
AsO
4
-
5 e de
AgNO3
0.2M
Precipitado 9
Ag
3
AsO
4
(marrom)
As(III)
Legenda: E = Agitar, e = Gota, = Aquecer, © = Centrifugar, · 5
minutos
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 2º GRUPO (Subdivisão)
Hg
++
Pb
++
Cu
++
Cd
++
Bi
+++
As(III) Sb(III) Sn(IV)
Tome aproximadamente 1mL da amostra a ser analisada e verifique o pH. Se o pH estiver na faixa de 0,5 a 1,0 adicione 3 gotas de TA -13%
(tioacetamida) e aqueça durante 5 minutos em banho -maria. ATENÇÃO: Após efetuar o aquecimento, aguarde que esta solução esfrie na capela, pois há
liberação de gases tóxicos provenientes da reação.
Centrifugue e transfira a solução 1 para outro tubo de ensaio.
Nesta solução 1 adicione 1 gota de NH
3
-6M e duas gotas de TA-13%. Aqueça durante 5 minutos. Centrifugue se aparecer mais precipitado e junte es te
precipitado 2 ao precipitado 1.
Dilua em seguida 10 gotas da solução 2 transparente em 20 gotas de água, adicione 2 gotas de TA -13% e aqueça novamente. Caso haja formação de
precipitado 3 reuna este com o precipitado 1.
A solução 3 possui íons de grupos posteriores HCl, NH
4
Cl, H
2
S e TA. Rejeitar se a amostra contiver apenas íons do 2º grupo.
Lave o precipitado 1 com 20 gotas de água contendo 1 gota de NH
4
Cl-6M (cloreto de amônia). Centrifugue.
Precipitado 4: HgS (preto), PbS (preto), Bi
2
S
3
(marrom), CuS (preto), CdS (amarelo), As
2
S
3
(amarelo), Sb
2
S
3
(laranja), SnS
2
(amarelo), S (amarelo).
Adicione a este precipitado 10 gotas de KOH-0.5M e aqueça brevemente em banho -maria. Centrifugue e transfira a solução 5 para um tubo de ensaio.
Precipitado 5: HgS, PbS, Bi
2
S
3
, CuS, CdS. Lave o precipitado com 20 gotas de água quente contendo 1 gota de NH
4
NO
3
-0.2M (nitrato de amônia).
Centrifugue e analise o precipitado 7 obtido seguindo o esquema da seção do cobre.
Solução 5: AsS
3
-3
, AsO
3
-3
, SbS
3
-3
, SbO
3
-3
, SnS
3
-2
, SnS
2
OH
-
, (HgS
2
-2
), KOH. Centrifugue se houver traços de precipitado e transfira a solução 6 amarela
transparente para um tubo de ensaio e analise seguindo o esquema da seção do arsênio.
PERGUNTAS: PRECIPITAÇÃO E SUBDIVISÃO
01. Quais são os cátions do 2º grupo ?
02. Qual o reagente do grupo ?
03. Sob que forma os cátions do 2º grupo são precipitados e separados dos demais cátions na análise sistemática ?
04. Escreva as fórmulas dos sulfetos dos cátions do 2º grupo ?
05. Qual deve ser o valor do pH da solução s ubmetida à ação da tioacetamida ?
06. Por que existe este importante controle de pH da solução na precipitação deste grupo ?
07. Como está subdividido o 2º grupo de cátions ?
08. Qual o critério de subdivisão dos cátions do 2º grupo em 2 seções ?
09. Por que o pH da solução submetida a análise baixa após a adição da tioacetamida ?
10. Justifique a operação da diluição a que é submetida a solução destinada a análise na etapa de precipitação do grupo depoi s de sucessivas adições de
solução de tioacetamida.
11. Por que os sulfetos precipitados são lavados com solução quente de NH
4
Cl ?
12. Escreva a equação de hidrólise da tioacetamida.
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 2º GRUPO (Seção do Cobre)
HgS PbS CuS CdS Bi
2
S
3
Ao precipitado 6 (esquema da subdivisão): HgS, PbS, CuS, CdS, Bi
2
S
3
, adicione 10 gotas de HNO
3
-6M. Aqueça em banho-maria, agitando
ocasionalmente, até ocorrer a reação. Centrifugue. Lave o precipitado 1 com 10 gotas de água. Rejeite o líquido de lavagem.
Precipitado 2: Após efetuar a lavagem ant erior teremos então neste precipitado HgS (preto), HgS.Hg(NO
3
)
2
(branco). Acrescente 10 gotas de água régia,
aqueça e centrifugue.
Despreze o precipitado 3.
Transfira a solução 3 para um cadinho e evapore até haver redução de volume (não até à secura). Adicione aproximadamente 1 mL de água (20 gotas)
ao cadinho, transfira para um tubo de ensaio e centrifugue se houver precipitado. Despreze o precipitado se houver e adicione a solução 4, ¼ de espátula de
SnCl
2
(cloreto de estânio II). A presença de um precipitado 5 branco, Hg
2
Cl
2
, tornando-se cinza, Hg + Hg
2
Cl
2
, indica a presença do mercúrio (Hg).
Solução 1: Pb
+2
, Bi
+3
, Cu
+2
, Cd
+2
, H
+
, NO
3
-
. Transfira esta solução para uma caçarola e adicione 3 gotas de H
2
SO
4
-18M (ácido sulfúrico). Evapore até a
liberação de fumaça densa de SO
3
. Resfrie. Com muito cuidado acrescente 5 gotas de água. Friccione as paredes e o fundo da caçarola e transfira para um
tubo de ensaio. Lave a caçarola com 2 porções de água (5 gotas cada) e junte ao tubo de ensaio esta solução. Centr ifugue. Separe a solução 5 e lave o
precipitado 5 com 10 gotas de água.
Ao lavar o precipitado 5 você obterá o precipitado 6. A este precipitado contendo PbSO
4
adicione 5 gotas de CH
3
COONH
4
-3M (acetato de amônia).
Centrifugue se houver resíduo e abandone o precipitado. Acrescente a solução 11, uma gota de CH
3
COOH-6M e 5 gotas de K
2
CrO
4
-0.5M. A formação de um
precipitado 12 amarelo forte, PbCrO
4
indica a presença de chumbo (Pb).
Solução 5: Bi
+3
, Cu
+2
, Cd
+2
. Adicione NH
3
-15M até a solução ficar alcalina (faça o teste com o papel de pH). Centrifugue mesmo que não veja precipitado.
A formação de uma solução 7 azul Cu(NH
3
)
4
+2
, indica a presença de cobre (Cu).
Precipitado 7: Bi(OH)
3
. Acrescente solução de estanito de sódio que você pode preparar adicionando 3 gotas de SnCl
2
- 0.2M (cloreto de estânio) + 9
gotas de NaOH-6M. A imediata mudança da cor para preto indica a presença de bismuto (Bi).
Solução 7: Cu(NH
3
)
4
+2
, Cd(NH
3
)
4
+2
. Se a solução não for azul, adicione 3 gotas de TA -13% e aqueça. A formação de precipitado 9 amarelo indica a
presença de cádmio (Cd).
Caso a solução 7 seja azul, adicione ¼ de espátula de Na
2
S
2
O
4
(ditionito de sódio). Aqueça durante 5 minutos e centrifugue. Despreze o precipitado 8.
Repita o tratamento com o Na
2
S
2
O
4
até a solução 8 tornar-se incolor. Feito isto, ajuste o pH da solução 8 livre de cobre adicionando 4 gotas de HCl -6M.
Adicione então 3 gotas de TA e aqueça. A formação de precipitado amarelo indica a presença de cádmio (Cd).
SEÇÃO DO COBRE
1. Qual o reagente que é usado para s eparar o HgS dos demais sulfetos da seção do cobre?
2. Que é água régia e qual a finalidade do seu uso na identificação do mercúrio ?
3. Mostre a(s) reação(ões) que ocorre entre o íon HgCl
4
=
e SnCl
2
na etapa de identificação do mercúrio.
4. Que reagente é usado para separar o contaminante (BiO)
2
SO
4
do PbSO
4
?
5. Como é feita a identificação do cátion cúprico ?
6. Qual a natureza do ppt obtido pelo tratamento de uma solução que contém Bi
++
, Cu
++
, Cd
++
pela solução de NH
3
em excesso ? Mostre a reação.
7. Mostre através de reação o que ocorre com o Bi(OH)
3
branco, quando tratado pelo estanito de sódio.
8. Como é feita a identificação de Cd
++
em uma solução que contém Cd(NH
3
)
4
++
e Cu(NH
3
)
4
++
?
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 2º GRUPO (Seção do Arsênio)
AsS
3
-3
AsO
3
-3
SbS
3
-3
SbO
3
-3
SnS
2
OH
-
SnS
3
-2
À solução 6 (esquema da subdivisão): AsS
3
-3
, AsO
3
-3
, SbS
3
-3
, SbO
3
-3
, SnS
2
OH
-
, SnS
3
-2
, KOH, (HgS
2
-2
) adicione 2 gotas de TA-13% e cuidadosamente
HCl-2M só até que a solução fique ácida (testar com papel d e pH). Centrifugue, retire ao máximo a solução sobrenadante e rejeite -a.
Precipitado 1: AsS
3
(amarelo), Sb
2
S
3
(laranja), SnS
2
(amarelo), HgS (preto a vermelho). Adicione a este precipitado 13 gotas de HCl -12M. Agite com
bastão e aqueça em banho-maria só até ocorrer a reação, aproximadamente 5 minutos. Centrifugue.
Transfira a solução 2 para uma caçarola e evapore até a metade do volume. Adicione aproximadamente 1 mL de água (20 gotas) a caçarola e divida a
solução em dois tubos Solução “A” e Solução “B”.
Solução A - Teste para Sb: Acrescente ¼ de espátula de H
2
C
2
O
4
sólido (ácido oxálico) e 3 gotas de TA-13% e aqueça. A formação de um precipitado
laranja forte, Sb
2
S
3
, indica a presença de antimônio (Sb).
Solução B - Teste para Sn: Adicione um pedaço de alumínio metálico a esta solução e adicione 10 gotas de HCl -6M. Aqueça em banho-maria até todo o
alumínio ser consumido. Centrifugue. Manchas negras indicam a presença de antimônio e devem ser rejeitadas.
Solução 4: Sn
+2
, Al
+3
, HCl. Dilua a solução com igual volume de água e rapidamente acrescente 3 gotas de HgCl
2
-0.1M (cloreto de mercúrio). A formação
de precipitado 5 branco, Hg
2
Cl
2
, passando a cinza, Hg + Hg
2
Cl
2
indica a presença de estânio (Sn).
Precipitado 2: As
2
S
3
. Lavar o precipitado com 5 gotas de HCl -6M, desprezando a solução de lavagem.
Adicione ao precipitado, NH
3
-15M até dissolvê-lo completamente. Adicione então 2 gotas de H
2
O
2
-3% (água oxigenada) e aqueça brevemente.
Centrifugue e rejeite o precipitado se houver.
Adicione à solução 3, cinco gotas de MM (mistura magnesiana), atritando as paredes internas do tubo com um bastão de vidro. Centrifugue, rejeite a
solução.
Lave o precipitado 6: (MgNH
4
AsO
4
.6H
2
O) uma vez com 10 gotas de água, desprezando o líquido de lavagem. Adicione ao precipitado, duas gotas de
CH
3
COOH-6M até dissolve-lo. Adicione a esta solução 8, cinco gotas de AgNO
3
-0.2M. (nitrato de prata). A formação de precipitado 9 marrom Ag
3
AsO
4
indica a presença de arsênio (As).
SEÇÃO DE ARSÊNIO
1. Qual o reagente usado para separar As
2
S
3
do Sb
2
S
2
e SnS
2
?
2. Como atua e qual a composição da mistura magnesiana ?
3. Qual o papel desempenhado pelo ácido oxálico no teste do antimônio pela tioacetamida ?
4. Explique como se dá a separação do Sb e Sn pela adição de Al e HCl
2
antes da identificação do Sn. Mostre as reações.
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 3º GRUPO – ESQUEMA 1
AMOSTRA
Fe
++
Ni
++
Co
++
Mn
++
Zn
++
Al
+++
Cr
+++
6 e
NH4Cl-6M
NH3-15M
até alcalino
4 e TA
· ©
Solução 1
rejeitar ou
guardar p/ o
4º grupo
Precipitado 1
CoS
NiS
FeS
ZnS
MnS
Al(OH)
3
Cr(OH)
3
lavar c/
10 e H2O
quente +
1 e
NH4NO3
0.2M
©
rejeitar a
solução
Precipitado 2
CoS
NiS
FeS
ZnS
MnS
Al(OH)
3
Cr(OH)
3
10 e
HNO3-16M
até
dissolver o
ppt.
©
Precipitado 3
rejeitar
Solução 3
Co
++
Ni
++
Fe
+++
Zn
++
Mn
++
Al
+++
Cr
+++
Transferir p/
caçarola.
Evaporar à
secura e
adicionar 10 e de
HNO3 16M
Repita este
processo mais 2
vezes
adicione alguns
cristais de KClO3
. Adicione 10 e
de HNO3-16M
Transferir p/ um
tubo de ensaio.
Lavar a caçarola
c/ 5 e de H2O.
©
Solução 4
Co
++
Ni
++
Fe
+++
Zn
++
Al
+++
Cr
2
O
7
-2
NaOH-6M
até alcalino + 5 e
em excesso
1 e H2O2-3%
©
Precipitado A
Hidróxidos
Básicos
Fe(OH)
3
Co(OH)
3
Ni(OH)
3
Solução B
Hidróxidos
Ácidos
CrO
4
-2
Al(OH)
4
-
Zn(OH)
4
-2
Precipitado 4
MnO
2
Lavar o
precipitado c/
10 e H2O ©
Solução 5
rejeitar
Precipitado 5
MnO
2
5 e HNO3-6M
5 e H2O2-3%
Solução 6
Mn
++
NaBiO3
¼ de
espátula
Solução 7
MnO
4
-
(solução
violeta)
Mn
++
Legenda: E = Agitar, e = Gota, = Aquecer, © = Centrifugar, · 5
minutos
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 3º GRUPO - ESQUEMA 2
Precipitado A
Hidróxidos Básicos
Fe(OH)
3
Co(OH)
3
Ni(OH)
3
Solução B
Hidróxidos Ácidos
CrO
4
-2
Al(OH)
4
-
Zn(OH)
4
-2
Lavar c/ 10 e de H2O + 2 e NaOH-6M
© Desprese a Solução. Adicione 5 e de HCL-
12M até dissolver o precipitado. Adicione 10 e
de H2O e divida a solução em 2 tubos.
Teste para
Níquel
Fe
+++
Ni
++
Co
++
NH3-15M até
alcalinizar. ©
Rejeitar o
Precipitado
Solução 8
Ni (NH
3
)
6
++
Co(NH
3
)
6
++
5 e de D.M.G.
©.
Precipitado 9
Ni(C
4
H
7
O
2
N
2
)
2
(vermelho)
Ni
++
Teste para
Ferro e
Cobalto
Fe
+++
Ni
++
Co
++
adicione alguns
cristais de
NH4SCN
Solução 10
Fe(SCN)
++
Co(SCN)
4
-2
(Vermelho Sangue)
Fe
+++
adicione cristais de NaF até
desaparecer o vermelho e
em seguida 10 e NH4SCN
em álcool-éter
Solução 11
FeF
6
-3
Co(SCN)
4
-2
(Camada Superior Azul)
Co
++
Dividir em 2 Tubos
Teste para
Alumínio e
Zinco
CrO
4
-2
Al(OH)
4
-
Zn(OH)
4
-2
Teste para
Cromo
CrO
4
-2
Al(OH)
4
-
Zn(OH)
4
-2
Adicione CH3COOH-6M
até acidificar.
Adicione 5 e de
Pb(CH3COO)2-0.2M. ©
Precipitado 12
PbCrO
4
(Amarelo)
Al
+++
Adicione HCL-6M até
acidificar. Adicione 5 e de
NH4Cl-6M e NH3-15M até
básico. ©.
Solução 13
CrO
4
-2
Zn(NH
3
)
4
+2
5 e de BaCl2-0.2M. ©.
Rejeite o precipitado
Precipitado 13
Al(OH)
3
Solução 14
Zn(NH
3
)
4
+2
3 e de TA
©
Precipitado 15
ZnS
(Branco)
Legenda: E = Agitar, e = Gota, = Aquecer, © = Centrifugar, · 5
minutos
Zn
++
adicione HCl-6M
até dissolver o
precipitado
Solução 16
Al
+++
2 e de Aluminon. 5 e de CH3COONH4-
3M e 2 e de NH3-15M
Precipitado 17
Al(C
22
H
13
O
9
)
3
(Vermelho
Gelatinoso)
Cr
+++
3º GRUPO: Fe
++
Ni
++
Co
++
Mn
++
Zn
++
Al
+++
Cr
+++
A aproximadamente 1.5mL da solução amostra adicione 6 gotas de NH
4
Cl-6M. Torne a solução
alcalina com NH
3
-15M (teste com o papel de pH). Adicione em seguida 4 gotas de TA e aqueça por
aproximadamente 5 minutos em banho-maria. Centrifugue.
A solução 1 contém íons dos grupos posteriores. Deveremos então rejeita-la ou guarda-la para o 4º
grupo.
Efetue a lavagem do precipitado 1 utilizando 10 gotas de água destilada quente contendo 1 gota de
NH
4
NO
3
-0.2M. Centrifugue e rejeite a solução de lavagem.
Precipitado 2: CoS (preto), NiS (preto), FeS (preto), ZnS (branco), MnS (rosa), Al(OH)
3
(incolor),
Cr(OH)
3
(verde). A este precipitado adicione 10 gotas de HNO
3
-16M (ácido nítrico) e aqueça até dissolver o
precipitado. Centrifugue e abandone qualquer resíduo de precipitado se houver.
Solução 3: Fe
++
Ni
++
Co
++
Mn
++
Zn
++
Al
+++
Cr
+++
: Transfira esta solução para uma caçarola,
evapore à secura e adicione 10 gotas de HNO
3
-16M. Evapore novamente à secura e adicione mais 10 gotas
de HNO
3
-16M. Evapore à secura e adicione novamente 10 gotas de HNO
3
-16M.
Adicione aos poucos alguns cristaisde KClO
3
(clorato de potássio). Aqueça brevemente e observe a
formação de um precipitado marrom. Adicione 10 gotas de HNO
3
-16M e transfira para um tubo de ensaio.
Lave a caçarola com 5 gotas de água. Centrifugue. (precipitado 4 e solução 4)
Solução 4: Fe
++
Ni
++
Co
++
Zn
++
Al
+++
Cr
2
O
7
-2
: Neutralize o ácido adicionando NaOH-6M até o pH
se tornar alcalino. Adicione 5 gotas em excesso. Adicione 1 gota de H
2
O
2
-3%, aqueça e centrifugue.
(precipitado A e solução B)
Precipitado 4: MnO
2
. Lave o precipitado com 10 gotas de água. Centrifugue e rejeite a solução de
lavagem. Adicione a este precipitado 5 gotas de HNO
3
-6M e 5 gotas de H
2
O
2
-3%.
A esta solução 6 obtida, adicione ¼ de espátula de NaBiO
3
(bismutato de sódio). A formação de
uma solução 7 púrpura indica a presença de manganês (Mn).
PRECIPITADO A: Hidróxidos Básicos. Fe(OH)
3
, Co(OH)
3
, Ni(OH)
2
: Lave este precipitado com 10
gotas de água contendo 2 gotas de NaOH-6M. Centrifugue e despreze a solução de lavagem. Adicione 5
gotas de HCl-12M e aqueça até dissolver o precipitado A. Adicione então 10 gotas de água e divida aa
solução em 2 tubos de ensaio.
1 - TESTE PARA FERRO E COBALTO: Adicione alguns cristais de NH
4
SCN (tiocianato de amônia).
A formação de uma solução 10 vermelho sangue indica a presença de ferro (Fe).
Adicione à solução 10, alguns cristais de NaF (Fluoreto de Sódio) até desaparescer o vermelho
intenso e em seguida adicione 10 gotas de NH
4
SCN em álcool-éter. A formação de uma solução 11
contendo uma camada superior azul indica a presença do cobalto (Co).
2 - TESTE PARA NÍQUEL: Adicione NH
3
-15M até alcalinizar (teste com papel de pH). Em seguida
centrifugue e rejeite o precipitado.
Solução 8: Adicione 5 gotas de D.M.G. (dimetilglioxima). Centrifugue. A formação de um precipitado
vermelho escuro indica a presença do níquel (Ni).
SOLUÇÃO B: Hidróxidos Ácidos: CrO
4
-2
, Al(OH)
4
-
, Zn(OH)
4
-2
: Dividir esta solução em 2 tubos de
ensaio.
1 - TESTE PARA ALUMÍNIO E ZINCO: Adicione HCl-6M até acidificar. (tester com papel de pH).
Em seguida adicione 5 gotas de NH
4
Cl-6M e torne a solução básica utilizando NH
3
-15M. Centrifugue mesmo
que não veja precipitado. (precipitado 13 e solução 13)
Solução 13: Adicione 5 gotas de BaCl
2
-0.2M (cloreto de bário) e centrifugue. Rejeite o precipitado.
Adicione à solução 14 três gotas de TA-13%, aqueça e centrifugue. A formação de um precipitado 15
branco indica a presença de zinco (Zn).
Precipitado 13: Adicione HCl-6M até dissolver o precipitado. Em seguida adicione a esta solução
16 obtida, 2 gotas de Aluminon, 5 gotas de CH
3
COONH
4
-3M e 2 gotas de NH
3
15M. A formação de um
precipitado 17 vermelho gelatinoso indica a presença de alumínio (Al).
2 - TESTE PARA CROMO: Adicione CH
3
COOH-6M até acidificar (testar com o papel de pH). OBS:
Por se tratar de um ácido fraco o papel de pH se tornará somente levemente rosa quando a acidez for
atingida. Em seguida adicione 5 gotas de Pb(CH
3
COO)
2
-0.2M. Centrifugue. A formação de um precipitado
12 amarelo indica a presença de cromo (Cr).
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS
3º GRUPO - PERGUNTAS
01. Quais são os cátions do 3º grupo ?
02. Qual o reagente usado para precipitar o 3º grupo e sob que forma precipitam os cátions deste grupo ?
03. Qual é o reagente usado para dissolver os sulfetos e hidróxidos dos cátions deste grupo e como atua
este mesmo reagente na referida solubilização ? Mostre as reações.
04. Por que o Mn
++
e o Cr
+++
devem ser removidos na etapa inicial da análise do 3º grupo ? De que forma
isto é feito ?
05. Por que o cloreto deve estar ausente na etapa de separação do manganês e como é feita a remoção
deste ânion ? Mostre a reação.
06. Mostre a reação de identificação do Mn
++
.
07. Que mistura de reagentes é usado para separar os hidróxidos ácidos e básicos ? Qual a função de H
2
O
2
nesta separação ?
08. Como se dá a identificação do ferro ? Mostre a reação.
09. Como é feita a identificação do cobalto na presença do ferro ?
10. Como é feita a identificação do níquel ?
11. Como é feita a identificação do alumínio ?
12. Como é separado o Zn(NH
3
)
4
++
do CrO
4
=
e por que é feita esta separação ?
13. Por que na identificação do alumínio pelo aluminon o pH deve ser regulado entre 5 e 7,2 ?
14. Como é confirmada a presença do cromato na solução ? Mostre a reação.
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 4º GRUPO - ESQUEMA
AMOSTRA
Ca
++
Sr
++
Ba
++
adicione 1 e
de NH4Cl-6M
NH3-15M até
alcalinizar e
5 e de
(NH4)2CO3-
2M
· ©
Solução 1
rejeitar ou
guardar p/ o
5º grupo
Precipitado 1
BaCO
3
SrCO
3
CaCO
3
adicione
CH3COOH-
6M até
dissolver o
precipitado
© se
necessário.
Abandone o
precipitado
Solução 2
Ba
++
Sr
++
Ca
++
adicione 5 e de
CH3COONH4-3M
10 e de H2O e
6 e de
K2CrO4-0.5M
E ©
Precipitado 3
BaCrO
4
Lavar com 10 e
de H2O.
Desprezar a
solução de
lavagem.
Adicione HCl-6M
até dissolver o
precipitado.
Adicione
20 e de H2O.
Solução 4
Ba
++
adicione
alguns
cristais de
HNH2SO3
·
Precipitado 5
BaSO
4
(branco)
Ba
++
Solução 3
Sr
++
Ca
++
CrO
4
-2
Adicione NaOH-6M até alcalino, 6
eNa2CO3 preparado na hora (1/4 de
espátula de Na2CO3 + 20 e de H2O.
©. Desprezar a solução. Lavar o
precipitado c/ 5 e de H2O , ©.
Desprezar a solução de lavagem.
Precipitado 6
SrCO
3
CaCO
3
Adicione HNO3-6M até dissolver o
precipitado. Transferir para caçarola,
evaporar à secura, resfriar. Adicione 5 e de
HNO3-16M. Transfira para um tubo de ensaio,
lavar a caçarola com 5 e de HNO3-16M. E,
deixar em repouso por 5 minutos. ©.
Solução 7
Ca
++
adicione 20 e de
H2O, NH3-15M
até levemente
alcalino e 5 e de
(NH4)2C2O4-0.2M
Precipitado 8
CaC
2
O
4
(branco
esfumaçado)
Ca
++
Precipitado 7
Sr(NO
3
)
2
adicione 10 e de
H2O e NH3-15M até
levemente alcalino.
Adicione 5 e de TEA
e 5 e de (NH4)2SO4-
1M
Precipitado 9
SrSO
4
Sr
++
Legenda: E = Agitar, e = Gota, = Aquecer, © = Centrifugar, · 5
minutos
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 4º GRUPO
Ca
++
Sr
++
Ba
++
Se a solução amostra for proveniente da análise do 3º Grupo de Cátions, proceda antes a
eliminação do excesso de sais de amônio, caso contrário inicie a precipitação do grupo.
REMOÇÃO DO EXCESSO DE SAIS DE AMÔNIO: Adicione 5 gotas de HNO
3
-6M a
aproximadamente 1 mL da solução amostra em uma caçarola. Aqueça e evapore à secura. Resfrie.
Coloque 10 gotas de HCl-6M e friccione as paredes e o fundo da caçarola para trazer o resíduo para
solução. Dilua com 10 gotas de água e transfira para um tubo de ensaio. Lave a caçarola com 5 gotas de
água e reuna ao tubo.
Centrifugue e abandone o precipitado se houver.
PRECIPITAÇÃO DO GRUPO: Adicione 1 gota de NH
4
Cl-6M à solução amostra. Em seguida
adicione NH
3
-15M até tornar a solução alcalina (testar com papel de pH). Adicione 5 gotas de (NH
4
)
2
CO
3
-2M
(carbonato de amônia). Aqueça durante cinco minutos e centrifugue.
Solução 1: Esta solução pode conter Mg
++
, K
+
, NH
4
+
e NH
3
. Rejeite ou guarde-a para o 5º grupo.
Precipitado 1: BaCO
3
(branco), SrCO
3
(branco), CaCO
3
(branco). Dissolva este precipitado num
mínimo de ácido acético 6M. Se restar resíduo insolúvel, centrifugue e abandone o precipitado.
Adicione a Solução 2, contendo (Ba
++
, Sr
++
, Ca
++
), 5 gotas de CH
3
COONH
4
-3M e 10 gotas de água
e 6 gotas de K
2
CrO
4
-0.5M. Agite e centrifugue.
Precipitado 3: Lave este precipitado contendo (BaCrO
4
e SrCrO
4
), com 10 gota de água. Despreze
a solução de lavagem. Em seguida adicione HCl-6M até dissolver o precipitado. Adicione 20 gotas de água.
Solução 4: Adicione ¼ de espátula de HNH
2
SO
3
(ácido sulfâmico), evite excesso. Aqueça durante 5
minutos. A formação de um precipitado cristalino branco (BaSO
4
) indica a presença de bário (Ba).
Solução 3: (Sr
++
, Ca
++
, CrO
4
-2
). Torne a solução alcalina com NaOH-6M e adicione 6 gotas de
Na
2
CO
3
preparado na hora com (¼ de espátula de Na
2
CO
3
e 20 gota de água). Aqueça e centrifugue. Lave
o precipitado com 10 gotas de água, centrifugue e despreze a solução de lavagem.
Precipitado 6: (SrCO
3
, CaCO
3
). Adicione HNO
3
-6M até dissolver o precipitado. Transfira para
caçarola e evapore à secura. Resfrie e acrescente 5 gota de HNO
3
-16M. Friccione a caçarola com um
bastão de vidro e transfira a solução para um tubo de ensaio.
Lave a caçarola com mais 5 gotas de HNO
3
-16M e junte ao tubo.
Introduza um bastão limpo e seco e friccione as paredes do tubo. deixe em repouso por 5 minutos.
Centrifugue.
Solução 7: Ca
++
. Adicione 20 gotas de água e NH
3
-15M até tornar a solução levemente alcalina. Em
seguida adicione 5 gotas de (NH
4
)
2
C
2
O
4
-0.2M. A formação de um precipitado branco enfumaçado (CaC
2
O
4
)
indica a presença de cálcio (Ca).
Precipitado 7: Sr(NO
3
)
2
, Ca(NO
3
)
2
. Adicione 10 gotas de água e NH
3
-15M até tornar a solução
levemente alcalina. Adicione então 5 gotas de TEA (trietanolamina) e 5 gotas de (NH
4
)
2
SO
4
-1M. A formação
de um precipitado cristalino branco (SrSO
4
) indica a presença de estrôncio (Sr)
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS
4º GRUPO - PERGUNTAS
01. Por que as separações analíticas na análise sistemática dos cátions do 4º grupo são muito difíceis?
02. Quais os solutos existentes no “Reagente de Grupo” do 4º grupo de cátions?
03. Sob que forma os cátions do referido grupo são precipitados?
04. Qual a vantagem de se precipitar o 4º grupo sob a forma de carbonatos em vez de oxalatos ou sulfetos?
05. Por que deve-se fazer a remoção do excesso dos sais de amônio antes da precipitação do grupo na
análise sistemática?
06. De que maneira estes sais de amônio são removidos ?
07. Que solução é usada para separar o Ba
++
do Ca
++
e Sr
++
?
08. Qual o procedimento analítico que confirma a presença do bário depois que ele é precipitado como
cromato ?
09. Por que utiliza-se o ácido sulfâmico na reação com o bário ?
10. Escreva a reação de hidrólise do ácido sulfâmico.
11. Qual a função da trietanolamina na separação do Ca
++
do Sr
++
?
12. Sob que forma é identificado o Sr
++
?
13. Sob que forma é identificado o Ca
++
?
14. Por que é de importância crítica a obtenção de uma separação perfeita na análise dos cátions deste
grupo ?
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 5º GRUPO - ESQUEMA
AMOSTRA
Na
+
K
+
Mg
+
NH
4
+
Teste para:
NH
4
+
Teste para:
Mg
+
Teste para:
Na
+
e K
+
adicione NH3-15M até
alcalino, 1 e NH4Cl-6M, 5 e
Na2HPO4-0.5M.
E, friccione as paredes do
tubo e deixe em repouso ·.
©, despreze a solução
Precipitado 1
MgNH
4
PO
4
.6H
2
O
adicione
HCl-6M até
dissolver o
precipitado
Solução 2
Mg
++
adicione 2 e
reagente S.O. e
NaOH-6M até
alcalino. © Precipitado 3
Mg(OH)
2
(azul)
Mg
++
Adicione 10 e HNO3-16M.
Evaporar à secura. Resfrie.
Adicione 10 e H2O, raspar o
interior da caçarola com
bastão e transferir tudo para
um tubo de ensaio. ©.
Trnasfira para uma caçarola e
evapore à secura. Resfrie.
Precipitado 4
Desprezar
Solução 4
Na
+
e K
+
Teste para:
Na
+
Teste para:
K
+
Dividir em 2 tubos
adicione 15 e de Acetato
de Magnésio e Uranila.
Friccione com bastão e
deixe em repouso ·
adicione alguns cristais de
NaNO2. . Resfrie.
Adicione 10 e
Na3Co(NO2)6-0.33M
Precipitado 5
NaMg(UO
2
)
3
(C
2
H
3
O
2
)
9
.9 H
2
O
(amarelo esverdeado)
Precipitado 6
K
2
NaCo(NO
2
)
6
(amarelo)
Na
+
K
+
¨
Em um vidro de relógio
coloque um pedaço de papel
de pH umedecido de forma
que ele fique aderido a parte
interna do vidro.
C
A seguir adicione outro
pedaço de papel de pH a
uma caçarola. Adicione sobre
o papel 1/3 de sua amostra e
em seguida NaOH-6M até o
papel de pH tornar-se azul.
C
Cubra imediatamente a
caçarola com o vidro de
relógio com o papel de pH
voltado para dentro da
caçarola.
©
O desprendimento de NH3 da
solução atinge o papel de pH
umedecido do vidro de
relógio e torna-o azul.
NH
4
+
Legenda: E = Agitar, e = Gota, = Aquecer, © = Centrifugar, · 5
minutos
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS - 5º GRUPO
NH
4
+
Na
+
K
+
Mg
++
TESTE PARA O ÍON AMÔNIO: Este teste deve ser feito com a amostra original. Em um vidro de relógio
adicione 1 gota de água e coloque um pedaço de papel de pH em contato com a água de forma que ele fique
aderido à parede do vidro. Em seguida adicione outro pedaço de papel de pH a uma caçarola e sobre o papel pH
adicione 15 gotas de sua amostra original. Adicione então à caçarola contendo a amostra e o papel de pH NaOH-
6M até que o papel de pH que está imerso na amostra torne-se azul.
Cubra imediatamente a caçarola com o vidro de relógio com o papel de pH voltado para dentro do
cadinho. O desprendimento de NH
3
^ da solução atinge o papel de pH umedecido do vidro de relógio e torna-o
azul. Essa mudança de cor caracteriza a presença de íon amônio (NH
4
+
).
TESTE PARA MAGNÉSIO: À solução amostra adicione NH
3
-15M até torná-la alcalina, em seguida
adicione 1 gota de NH
4
Cl-6M e 5 gotas de Na
2
HPO
4
-0.5M (fosfato ácido de sódio). Agite e friccione as paredes
internas do tubo com bastão de vidro e deixe em repouso por 5 minutos.
Centrifugue e despreze a solução.
Ao Precipitado 1 (MgNH
4
PO
4
.6H
2
O - branco) obtido adicione HCl-6M até dissolver o precipitado.
À Solução 2 adicione 2 gotas de reagente S. e O.-0.05% (P-nitrobenzenoazo-resorcinol) e NaOH-6M até
alcalinizar.
A formação de uma Solução 3 azul (Mg(OH)
2
indica a presença de magnésio (Mg).
TESTE PARA SÓDIO E POTÁSSIO: Transfira sua amostra para uma caçarola e evapore à secura.
Resfrie. Adicione 10 gotas de HNO
3
-16M e evapore novamente à secura. Resfrie e adicione 10 gotas de água.
Raspe o interior da caçarola com um bastão e transfira tudo para um tubo de ensaio. Centrifugue e
despreze o precipitado 4.
Solução 4: (K
+
e Na
+
) Divida esta solução em dois tubos de ensaio.
TESTE PARA SÓDIO: Adicione a amostra 12 gotas de acetato de magnésio e Uranila. Friccione com
bastão e deixe em repouso por cinco minutos. A formação de um precipitado 5 cristalino, amarelo-esverdeado
(NaMg(UO
2
)
3
(C
2
H
3
O
2
)
9
.H
2
O) indica a presença de sódio (Na).
TESTE PARA POTÁSSIO: Adicione a amostra alguns cristais de NaNO
2
(nitrito de sódio). Aqueça.Resfrie
e neutralize com NaOH-6M. Adicione 10 gotas de Na
3
Co(NO
2
)
6
-0.33M (cobaltonitrito de sódio). A formação de um
precipitado amarelo indica a presença de potássio (K).
ANÁLISE SISTEMÁTICA DE CÁTIONS
5º GRUPO DE CÁTIONS - PERGUNTAS
01. Quais os cátions do 5º grupo ?
02. Como é feito o teste para o íon amônio ? Mostre a reação.
03. Qual o procedimento usado na identificação do magnésio ? Mostre as reações.
04. Por que é feita uma eliminação dos sais de amônio ?
05. De que maneira estes sais são eliminados ? Mostre a reação.
06. Qual a reação de identificação do íon Na
+
?
07. Qual a reação de identificação do íon K
+
?
08. Qual a função do nitrato de sódio usado no teste para potássio ?