You are on page 1of 4

O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA BE: METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO (CONCLUSÃO

)

Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das BE, em Relatórios de avaliação

Relatórios 2006/07 2007/08 2008/09
Agrupa
mentos
Escola Secundária Infanta D. Escola Secundária Agrupamento de Escolas Cidade de
Maria (Coimbra) São Lourenço (Portalegre) Castelo Branco
Campos
de análise

Referências explícitas à BE Referências explícitas à BE Referências explícitas à BE

1- Contexto e “A escola está dotada de uma “No prédio principal está localizada a “A biblioteca, integrada na Rede das
Caracterização pluralidade de espaços que propiciam Biblioteca/Centro de Recursos…” Bibliotecas Escolares, é um espaço
Geral da Escola boas condições de trabalho, entre as agradável, funcional e dotado de recursos…”
quais se destacam, … biblioteca/centro
de recursos”

2-Projecto “A biblioteca, integrada na Rede das
Educativo Bibliotecas Escolares, é um espaço
agradável, funcional e dotado de recursos,
tendo um programa de acção adequado aos
discentes dos dois níveis de educação e
ensino.”

1
3- Organização e “… Estão previstas iniciativas de “A Biblioteca / Centro de Recursos “…Organização de actividades direccionadas
Gestão da Escola formação contínua no âmbito das sofreu obras de melhoramento. A ligação ao desenvolvimento das aprendizagens
tecnologias de informação e de duas salas permitiu o aumento da matemáticas (Plano de Acção da
comunicação e das bibliotecas área ocupada, embora continue a ser Matemática) e da Língua
escolares.” exígua, atendendo ao cervo documental Materna (Plano Nacional do Ensino do
“De realçar… a participação da Escola existente e ao número se utilizadores. Português e Plano Nacional de Leitura).”
no Programa Nacional da Rede de Também, os computadores disponíveis,
Bibliotecas Escolares, no projecto com vários anos, não viabilizam a
CRIE…” execução de trabalhos que implicam a
“A gestão de recursos humanos pesquisa na internet. A sua localização,
realizada garante o funcionamento dos em andar superior, dificulta a
diversos serviços de apoio escolar acessibilidade de alunos com mobilidade
(biblioteca, cantina…) e responde às condicionada.”
necessidades dos utentes.” “Nos espaços específicos
“O centro de recursos, dotado de (Biblioteca/Centro de Recursos, sala de
meios informáticos e materiais Informática e Laboratórios), os alunos
adequados… contam com o são acompanhados por professores e
acompanhamento e orientação de por auxiliares de acção educativa.”
professores.” “Todavia, o uso efectivo dos
“Os responsáveis escolares equipamentos e das novas tecnologias
procuram… melhorar os recursos de comunicação ainda não se
pedagógicos da escola (p.ex. generalizou. Na realidade, os
candidatura aos projectos CRIE e à computadores existentes na
REDE de Bibliotecas Escolares.” Biblioteca/Centro de Recursos estão
desactualizados, não respondendo às
necessidades dos utentes.”
4- Ligação à
Comunidade
5- Clima e
Ambiente
Educativos
6- Resultados “Face a problemas persistentes de
aprendizagem e insucesso, o Agrupamento
aderiu, em particular, ao Plano Nacional de
Leitura…”

2
Estes relatórios revelam claramente que ainda há muito caminho a percorrer para que a Biblioteca
Escolar seja valorizada a nível interno e externo. Na generalidade dos relatórios não se faz referência ao
impacto da BE nos resultados académicos, havendo apenas um relatório que reconhece a associação
entre o PNL (coordenado pela BE) e o combate ao insucesso. Os relatórios não fazem referência a
actividades da BE (PABE) que interfiram no Clima e Ambiente Educativos e que promovam a Ligação à
Comunidade. Apenas um relatório refere que a Biblioteca tem “um programa de acção adequado aos
discentes dos dois níveis de educação e ensino”, o que de algum modo revela a sua integração nas
estratégias e planos de acção da Escola (Projecto Educativo).

Todos os relatórios mencionam a existência da BE, mas apenas dois fazem uma brevíssima
caracterização desse espaço, ficando muito aquém na resposta aos “Tópicos descritores dos campos de
análise”, no campo de análise “Contexto e Caracterização Geral da Escola”

É no campo “Organização e Gestão da Escola” que aparecem mais referências à BE,
nomeadamente aos equipamentos, espaço e recursos humanos. Um relatório refere a Formação no
âmbito das BE e outro a organização de actividades direccionadas ao desenvolvimento das
aprendizagens, ambos superficialmente. Era neste último domínio que residiam as minhas expectativas,
pois, não desfazendo na organização da BE, parece-me muito mais importante que se integre nestes
relatórios a importância da BE em domínios como “ Apoio ao Desenvolvimento Curricular”, “ Leitura e
Literacia”, “Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade” e “Gestão”.

3
No meu entender, a avaliação da IGE e as questões envolvidas não favorecem a referência ao papel
e função da BE (nos domínios mencionados anteriormente), relegando-a indirectamente para segundo
plano no que ao valor dos órgãos de gestão intermédia da Escola diz respeito. Não tenho dúvidas que a
maioria das Bibliotecas Escolares do nosso país muito teriam a referir nos campos de análise de
desempenho da IGE, pois a sua dinâmica vai muito para além da simples organização. Além do mais, é
fundamental para as Bibliotecas Escolares que a valorização que se deseja ver reconhecida dentro das
escolas, comece pelo ME (como já aconteceu com a criação da carreira de professor-bibliotecário).

Maria da Saúde da Rosa Machado

13 de Dezembro de 2009

4