You are on page 1of 6

1

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM







Programa de
DIDÁCTICA DA HISTÓRIA E
GEOGRAFIA




CURSO DE
Mestrado em Ensino do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico


ANO LECTIVO: 2013/2014



2º ANO
1º SEMESTRE


DOCENTES: GEORGE CAMACHO e LUIS VIDIGAL


2

Introdução

Este programa de Didáctica da História e Geografia foi definido para ser leccionado no
âmbito do curso de mestrado em Ensino do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico.
Naturalmente que, atendendo ao limitado tempo disponível – 30 horas de formação -,
não irá ser possível abordar com igual grau de profundidade todos os tópicos. No
entanto, por uma questão de coerência e de sequência programática, não deixaremos de
fazer referência a todos eles, aprofundando apenas os que forem mais de encontro às
reais necessidades dos alunos.

Objectivos

Constituem objectivos deste módulo de formação:
- reflectir sobre a importância da didáctica da história e da geografia na
construção dos valores, conhecimentos, capacidades e competências do âmbito
da história e da geografia;
- trocar experiências e conhecimentos sobre os procedimentos de natureza
didáctica que melhor se adequam aos diferentes processos de
ensino/aprendizagem;
- adquirir conhecimentos e desenvolver competências específicas na área da
didáctica da história e da geografia.

Conteúdos programáticos

Introdução
- Importância e objectivos da História e da Geografia

Geografia

1 - Objectivos e valores da educação geográfica
- Percepção do espaço
- Correntes do pensamento geográfico
- Raciocínio geográfico
- Objectivos da educação geográfica
- Valores relacionados com conceitos e capacidades geográficas

2 - Capacidades e competências em geografia
- Capacidades e competências básicas
- Capacidades e competências complementares
- Definição de um perfil de competências

3 - Metodologias, estratégias e técnicas
- Metodologias e estratégias em sala de aula
- Metodologias e estratégias fora da sala de aula
- Técnicas essenciais em estudos geográficos

4 - Materiais e recursos didácticos
- Materiais didácticos em sala de aula
- Materiais e recursos didácticos fora da sala de aula
- Centro de recursos da escola - constituição e gestão

3

História

1 – História e Didáctica da História
1.1-Conceitos Básicos
1.2-História e Ciências da Educação
1.3-A Historiografia e a “Nova História”
1.4-A Função Social da História
1.5-A História como área curricular: dos objectivos às competências
1.6-Uma nova profissionalidade: Formar Professores de História (e Geografia)
de Portugal

2 – Metodologias do Ensino da História
2.1-Os conceitos de Tempo e de Tempos Históricos: Acontecimento, Conjuntura
e Estrutura
2.2-História Narrativa e História Conceptual: uma Pedagogia da Memória
2.3-A Identidade Nacional redescoberta: Fontes, Factos e Figuras
2.4-Experiências de Aprendizagem
2.4.1-Métodos cronológico, comparativo, regressivo, de descoberta, história
oral
2.4.2-Técnicas de trabalho em sala de Aula e não só
2.5-Técnicas de Avaliação


Metodologia

Atendendo ao reduzido número de alunos que frequentam esta unidade curricular, as
sessões são organizadas em regime de seminário, partindo-se sempre das vivências e
realidades socioprofissionais de cada um dos participantes para as necessárias
conceptualizações e teorizações. Pretende-se, deste modo, que os temas abordados
sejam portadores de significado para todos os participantes. Por outro lado, procura-se,
também, gerar uma dinâmica de trabalho em equipa.


Avaliação

A avaliação basear-se-á num trabalho individual a realizar após a conclusão da unidade
curricular. O trabalho terá necessariamente de estar centrado sobre os conteúdos
programáticos desta unidade curricular e terá em consideração as necessidades, as
possibilidades e as motivações dos alunos. Assim, cada trabalho será definido
individualmente entre cada um dos alunos e o professor.

Bibliografia

A-Geografia

Alexandre, Fernando; Diogo, José (1993), Didáctica da Geografia – contributos para
uma educação no ambiente, Lisboa, Texto Editora.
Bailey, Patrick; Fox, Peter (1996), Geography Teacher’s Handbook, Sheffield (U.K.),
The Geographical Association.
4

Boardman, David (1986), Handbook for Geography Teachers, Sheffield, The
Geographical Association
Brito, Raquel Soeiro de; Poeira, Mª de Lourdes (1991), Didáctica da Geografia,
Lisboa, Universidade Aberta
Corney, Graham; Rawling, Eleanor (1985), Teaching slow learners through
geography, Sheffield, The Geographical Association
Frew, Jennifer ( 1993), Advanced Geography Fieldwork, Walton-on-Thames (U.K.),
Nelson
González, Xosé M. Souto (1998), Didáctica de la Geografia, Barcelona, Ediciones del
Serbal
Graves, Norman (1982), New Unesco source book for geography teaching, Paris,
Longman/The Unesco Press
Graves, Norman J.; Naish, Michael (1986), Profiling in Geography, Sheffield, The
Geographical Association
Gurevich, Raquel; Blanco, Jorge; Caso, Mª.Victoria F.; Tobío, Omar (1995), Notas
sobre la enseñanza de una geografía renovada, Buenos Aires, Aique
Harte, Jeff; Dunbar, Christine (1994), Skills in geography, Cambridge, Cambridge
University Press
Jiménez, António Moreno; Gaite, Mª de Jesus Marrón ( 1995), Enseñar Geografia - de
la teoria a la práctica, Madrid, Editorial Síntesis
Law, Norman; Smith, David (1993), Problem-solving geography – analysis in a
changing world, Cheltenham (U.K.), Stanley Thornes
Law, Norman; Smith, David (1994), Decision-making geography, Cheltenham (U.K.),
Stanley Thornes
Martin, Fred; Butler, John (1988), Geography Skills – for GCSE and Standard Grade,
London, Hutchinson
Masachs, Roser Calaf (1991), L’ensenyament de la geografia a l’escola, Barcelona,
Barcanova
Masachs, Roser Calaf; Casares, Mª Ángeles S.; Férnandez, Rafael Menéndez (1997),
Aprender a enseñar geografía, Barcelona, Oikos-Tau
May, Stuart; Cook, Julia (1993), An Enquiry Approach, Sheffield, The Geographical
Association
May, Stuart; Richardson, Paula; Banks, Val (1993), Planning Fieldwork, Sheffield,
The Geographical Association
Mérenne-Schoumaker, Bernadette (1999, ed. Portuguesa), Didáctica da Geografia,
Porto, Asa.
Mills, David (1991), Geographical work in primary and middle schools, Sheffield, The
Geographical Association
Powell, Andrew (1997), Handbook of post-16 Geography, Sheffield (U.K.), The
Geographical Association
Sendro, Joaquim B.; Aguine, Constancio C.; Munõz, Mª Angeles D.; Martinez,
Francisco J. E. (1992), Práticas de geografia de la percepcion y la actividade
cotidiana, Barcelona, Oikos-Tau
Thomas, Tony; May, Stuart (1994), Managing out-of-classroom activities, Sheffield,
The Geographical Association.

B-História

Barca, Isabel, Bastos, Mª Cristina e Carvalho, Jorge Brandão (1998). Formar Opinião
na Aula de História. Lisboa: APH.
5

Bárcia, Paula (1990). Manual de História ao Vivo, Lisboa: GTMEPCDP.
Best, F., Cullier, F. e Le Roux, A. (1983). Pratiques d’eveil en histoire et geographie à
lécole élémentaire. Paris : Armand Colin-Bourrelier.
Black, Mª Luísa de Bivar (1997). Reflexões sobre os Currículos de História na União
Europeia. Lisboa: APH.
Botão, Mª de Fátima (1999). Particularismos do Regime Senhorial no Algarve
Medievo. Para uma abordagem pedagógica da história local. Lisboa: APH.
Brusa, Antonio (1991a). Il Programma di Storia. Firenze: La Nuova Italia.
Brusa, Antonio (1991b). Il Manuale di Storia. Firenze: La Nuova Italia.
Canário, Rui (org.) (1991). Inovação e projecto educativo de escola, Lisboa: Educa.
Cavaco, Maria Helena (1993). Ser Professor em Portugal, Lisboa: Ed. Teorema.
*Citron, Suzanne (1990). Ensinar a História Hoje. A memória perdida e reencontrada.
[tradução de Guida M.A. de Carvalho e Luis Vidigal] Lisboa: Livros Horizonte.
Chaffer, John e Taylor, Lawrence (1984). A História e o Professor de História.
Lisboa: Livros Horizonte.
Coltham, Jeanette B. e Fines, John (1982). Objectivos Educacionais para o Estudo da
História. Lisboa: APH.
Connerton, Paul (1993). Como as Sociedades Recordam, Oeiras: Celta Editora.
*Fabregat, Clemente Herrero e Fabregat, Mª Herrero (1988). Como preparar uma
Aula de História. Rio Tinto: Edições ASA.
Felgueiras, Margarida Louro (1994). Pensar a História, Repensar o seu Ensino. Porto:
Porto Editora.
Gagne, R. (1981). Como se realiza a aprendizagem. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e
Científicos.
Giolitto, P. (1986). L’enseignement de l’Histoire aujourd’hui. Gunning, Paris : Armand
Colin-Bourrelier.
Gunning, Dennis (1983). The Teaching of History. London: Groom Helm.
Le Goff, J. (1984). “História” in Enciclopédia Einaudi, vol.I. Lisboa: INCM.
Masachs, Roser Calaf (1994). Didáctica de las Ciencias Sociales: Didáctica de la
Historia. Barcelona: Oikos-tau.
Mattoso, José (1999). A Função Social da História no Mundo de Hoje. Lisboa: APH.
Moniot, Henri (coord.) (1984). Enseigner l’Histoire. Des manuels à la mémoire.
Berne : Peter Lang.
Niemeyer, Ana Maria (1994). Desenhos e Mapas na Orientação Espacial. Campinas:
IFCH/UNICAMP.
Neves, Mª Apparecida Mamede (1985). Ensinando e Aprendendo História. S.Paulo:
EPU.
Neuenschawander, John (1976). Oral History as a Teaching Approach, Washington.
Pendry, Anna e Husbands, Chris (1998). History Teachers in the Making. Professional
Learning. Buckingham-Philadelphia: Open University Press.
Pinheiro, Moreirinhas, A Formação de Professores - uma experiência pessoal numa
Escola do Magistério, Santarém: E.S.E.S./Cadernos do Projecto Museológico, nº11.
*Proença, Mª Cândida (1989a). Didáctica da História. Lisboa: Universidade Aberta.
*Proença, Mª Cândida (1989b). Didáctica da História. Textos Complementares.
Lisboa: Universidade Aberta.
*Proença, Mª Cândida (1990). Ensinar/Aprender História. Questões de Didáctica
Aplicada. Lisboa: Livros Horizonte.
Roldão, Mª do Céu (1987). Gostar de História, um desafio pedagógico. Lisboa: Texto
Editora.
6

Santos, Boaventura Sousa (1987). Um Discurso sobre as Ciências, Porto:
Afrontamento.
*Thompson, Paul (1978). The Voice of The Past. Oral History, Oxford: Oxford
Univ.Press, 1992. [trad.portª, A Voz do Passado, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992]
Topolsky, J. (1982). Metodologia de la Historia. Madrid : Ed.Cátedra.
Tournier-Bonazzi, Chantal de (dir.) (1990). Les Témoignage Oral aux Archives. De la
collecte à la communication, Paris: Archives Nacionales.
Vidigal, Luis (1993). História Oral, Santarém: E.S.E.S./Cadernos do Proj.
Museológico, nº16.
Vidigal, Luis (1994a). História Oral e Projectos Pedagógicos, Santarém: E.S.E.S./
Cadernos do Projecto Museológico, nº19.
Vidigal, Luis (1994b). A Entrevista: o que é preciso saber para originar testemunhos
orais, Santarém: E.S.E.S./Cadernos do Projecto Museológico, nº20.
Vidigal, Luis (1995). “História Oral, Experiências de Aprendizagem e Enraizamento
sociocultural –um Projecto em curso”. Campinas: in Educação & Sociedade,
Papirus, Ano XVI.Dezembro, pp.474-503.
*Vidigal, Luis (1996a). Os Testemunhos Orais na Escola. História Oral e Projectos
Pedagógicos, Porto: ASA.
Vidigal, Luis (2000a). Museologia e Animação de Espaços Museológicos, Santarém:
E.S.E.S./Cadernos do Projecto Museológico, nº61 e 62.
Vidigal, Luis (2000b). Museologia da Infância e da Educação, in Boletim da
Associação Portuguesa de Museologia, Lisboa: APOM (III Série, 1/2), p.41-47, e
Santarém: E.S.E.S./Cadernos do Projecto Museológico, nº 84.



FICHA DE LEITURA (escolher uma obra das seguintes)
Citron, Suzanne (1990). Ensinar a História Hoje. A memória perdida e reencontrada.
[tradução de Guida M.A. de Carvalho e Luis Vidigal] Lisboa: Livros Horizonte.
Fabregat, Clemente Herrero e Fabregat, Mª Herrero (1988). Como preparar uma Aula
de História. Rio Tinto: Edições ASA.
Proença, Mª Cândida (1989a). Didáctica da História. Lisboa: Universidade Aberta.
Proença, Mª Cândida (1989b). Didáctica da História. Textos Complementares. Lisboa:
Universidade Aberta.
Proença, Mª Cândida (1990). Ensinar/Aprender História. Questões de Didáctica
Aplicada. Lisboa: Livros Horizonte.
Thompson, Paul (1978). The Voice of The Past. Oral History, Oxford: Oxford
Univ.Press, 1992. [trad.portª, A Voz do Passado, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992]
Vidigal, Luis (1996a). Os Testemunhos Orais na Escola. História Oral e Projectos
Pedagógicos, Porto: ASA.

 ATÉ FINAL DE JANEIRO 2014