You are on page 1of 23

O YouTube é uma ferramenta Web onde as pessoas têm a possibilidade

de partilhar e visualizar, por meio da internet, vídeos originais em formato
digital.
Apesar de esta ferramenta Web ter sido fundada em Fevereiro de 2005
por Steve Chain, Chad Hutley e Jawed Karim, da empresa PayPal, apenas foi
lançado em Dezembro de 2005, sendo que o principal objectivo da empresa foi
criar uma ferramenta que ultrapassasse a dificuldade existente na troca de
vídeos na internet.
Em Novembro de 2006, o YouTube foi vendido ao Google Inc., por 1,65
biliões de dólares transformados em acções, mas continuou a operar
independente do Google, de modo a preservar a marca e o sucesso criados até
então.
Os vídeos do YouTube são todos em formato Adobe Flash Video, com
extensão de arquivo .flv. No entanto, os utilizadores podem descarregar os
seus vídeos em vários formatos, pois o YouTube converte-os automaticamente
quando um utilizador está a carregar o seu vídeo. Desta forma, podem ser
utilizados vídeos nos formatos QuickTime (.mov), Windows Media Player
(.wmv), Audio Visual Interleave (.avi) e Moving Pictures Expert Group (.mgp).
Para visualizar os vídeos os utilizadores terão que ter instalado nos seus
computadores o Macromedia Flash Player 7.0 ou uma versão superior, sendo
que este é gratuito.
Desde Março de 2006 que os vídeos do YouTube estão limitados a dez
minutos de duração, não podendo ocupar mais que 2 Gigabytes e só podendo
ser enviados dez vídeos de cada vez. Todavia, os utilizadores que possuam
contas criadas antes desta data conseguem enviar vídeos mais longos do que
o permitido. Esta imposição deveu-se basicamente ao facto de os utilizadores
fazerem plágio de programas de televisão e vídeos não autorizados.
Para aceder a esta ferramenta digite na sua página Web:
http://www.youtube.com.

YouTube na Educação
Podemos dizer que esta ferramenta pode ser utilizada no contexto
educativo sob várias perspectivas, necessitando para isso, que o professor
tenha objectivos claros e bem definidos e, que estejam relacionados com os
conteúdos a serem abordados em determinada área ou disciplina.
O YouTube é bastante útil para a educação, pois existem diversas
vantagens associadas a esta ferramenta, tais como, uma grande quantidade e
diversidade de informações disponíveis, uma grande variedade de programas
temáticos, educativos e documentários, os quais ao serem utilizados no
processo de ensino – aprendizagem provocam não só uma enorme curiosidade
e entusiasmo dos alunos, mas também os motivam para um maior
aprofundamento das matérias.
Todos os vídeos estão disponíveis de uma forma gratuita, tendo como
principal vantagem a facilidade de acesso por parte dos utilizadores, na medida
em todos podem visitar, comentar, bem como inserir os seus próprios vídeos.
Apesar de existir no YouTube um grande número de vídeos não
educativos, este possui, no entanto, muitos documentários, entrevistas,
apresentações e debates que podem ser utilizados nas actividades didácticas,
fazendo com que haja um enriquecimento no processo de ensino -
aprendizagem.

Manual

Para entrar nesta ferramenta, basta aceder ao site www.youtube.com, (cf.
Figura 168).
Ao entrar no site, tem logo a possibilidade de visualizar todos os vídeos,
note-se que para visualizar vídeos não é necessário estar registado, somente
se quiser adicionar vídeos é que já terá que se registar.
A maior parte dos visitantes dos sites não possuem contas, mas
interessam-se pelos vídeos que os outros adicionam.
Figura 168 – Página inicial YouTube

Para começar terá que criar a sua conta no YouTube. Clique em “Criar
Conta” no canto superior direito, (cf. Figura 169).

Figura 169 – Criar conta no YouTube
Em seguida irá aparecer um quadro onde terá que introduzir os seus
dados pessoais, para o YouTube poder identificar a sua conta, (cf. Figura 170).

Figura 170 – Criar conta no YouTube

Depois de aceitar as condições de uso do YouTube terá duas opções
para criar a sua conta, ou através de uma conta do Google que já possua, (cf.
Figura 171), ou através de uma conta de e-mail diferente, (cf. Figura 172).
Caso já tenha uma conta Google, bastará introduzir o seu e-mail e a
senha que entra directamente na sua conta do YouTube, assumindo este, as
suas credencias como as da sua conta. Por outro lado, se for através de uma
conta de e-mail diferente, já terá que escolher e confirmar a sua senha e fazer
a verificação das palavras para poder criar a sua conta.
Figura 171 – Criar conta do Google no YouTube

Figura 172 – Criar nova conta no YouTube

Quer de uma maneira quer de outra, o resultado será sempre o mesmo,
isto é, independentemente do e-mail utilizado para criar a sua conta, esta terá
sempre o mesmo aspecto, (cf. Figura 173).
No canto superior direito tem um pequeno menu onde poderá fazer todas
as operações permitidas no YouTube, como enviar vídeos, ver a sua conta, o
seu histórico, as suas inscrições e sair da sua conta.
Também aquando da criação da sua conta poderá visualizar os detalhes
da mesma, nomeadamente, o nome do usuário e o endereço de e-mail
correspondentes.

Figura 173 – Página inicial da conta no YouTube

Ao clicar no seu utilizador irá visualizar a configuração da sua conta, em
que numa primeira fase aparecerá a visão geral, onde tem acesso aos seus
vídeos, redes, canais, gestão de passwords, (cf. Figura 174).

Figura 174 – Visão geral da sua conta no YouTube
Neste espaço tem a possibilidade de alterar a sua foto, que será
visionada por todos aqueles que visualizarem os seus vídeos, (cf. Figura 175).

Figura 175 – Alterar imagem da sua conta no YouTube

Na secção “Meus vídeos” pode gerir tudo o que tem a ver com os seus
vídeos, nomeadamente, “meus vídeos”, “vídeos enviados”, “favoritos”, “listas de
reprodução”, “histórico”, entre outros, (cf. Figura 176).

Figura 176 – Meus vídeos no YouTube
Ao entrar em “Vídeos enviados”, tem a possibilidade de, caso já tenha
vídeos adicionados, excluir esses vídeos e/ou adicioná-los aos favoritos, listas
de reprodução ou lista rápida, (cf. Figura 177).

Figura 177 – Adicionar vídeos no YouTube

Também neste item tem a possibilidade de adicionar os seus vídeos,
através da opção “Comece a enviar um vídeo agora”.
Sempre que entra na sua conta tem disponível no canto superior direito o
botão “Enviar”, onde a qualquer momento e seja qual for a parte em que se
encontra na sua conta poderá adicionar vídeos, (cf. Figura 178).

Figura 178 – Enviar vídeos no YouTube
Ao clicar em “Enviar”, terá que seleccionar o vídeo em questão, mas
antes disso poderá visualizar no lado direito uma mensagem que explica quais
os tipos de vídeos que não serão aceites, nomeadamente, programas de
televisão, videoclips, espectáculos musicais ou comerciais sem permissão, a
não ser que os conteúdos sejam da sua própria autoria, (cf. Figura179).

Figura 179 – Informação acerca dos vídeos no YouTube

Existem três formas de adicionar um vídeo.
A primeira é adicionar um vídeo que tenha guardado no seu computador,
o qual terá de procurar na pasta onde se encontra e seleccioná-lo para envio,
(cf. Figura 180).

Figura 180 – Envio e informações sobre vídeos no YouTube
A segunda forma é através de uma webcam ligada ao seu computador,
onde poderá fazer um vídeo no mesmo instante em que o está a adicionar, (cf.
Figura 181).

Figura 181 – Gravar vídeos da Webcam no YouTube

Por fim, a terceira forma de adicionar um vídeo é através do seu
telemóvel, clicando em “Enviar do seu celular”.
Tendo já criado o vídeo no seu telemóvel, irá enviá-lo para a sua conta do
YouTube através do endereço que lhe é fornecido, o qual serve de contacto no
seu telemóvel, (cf. Figura 182, 183).

Figura 182 – Enviar vídeos do telemóvel no YouTube
Figura 183 – Enviar vídeos do telemóvel no YouTube

No menu “Minha conta”, que corresponde à configuração da conta, vamos
começar por ver a configuração do perfil, onde poderá alterar a sua imagem,
preencher os seus dados pessoais e interesses. Terá sempre a possibilidade
de guardar as alterações em “salvar alterações” quer no inicio quer no fim de
cada item, (cf. Figura 184).

Figura 184 – Configuração do perfil no YouTube
De seguida entramos no item “Personalizar a página inicial”, onde poderá
escolher o que deseja que seja visualizado na sua página, (cf. Figura 185).

Figura 185 – Personalizar a página inicial no YouTube

No item “Configurações de reprodução” tem a possibilidade de escolher a
configuração padrão para exibição dos seus vídeos, como por exemplo, a
qualidade do vídeo, a rapidez da ligação e também permitir anotações nos
seus vídeos, (cf. Figura 186).

Figura 186 – Configurações de reprodução no YouTube
Nas “opções de e-mail” tem a possibilidade de alterar o seu e-mail actual,
o idioma preferido, escolher a forma como o YouTube pode enviar-lhe e-mails e
permitir que o YouTube lhe envie e-mails de actualizações, produtos, entre
outros, (cf. Figura 187).

Figura 187 – Opções de e-mail no YouTube

No item “Privacidade” poderá restringir a pesquisa do seu contacto,
configurar a publicidade que lhe possam enviar e também os dados estatísticos
dos seus vídeos, (cf. Figura 188).

Figura 188 – Privacidade no YouTube
No item “Compartilhamento” poderá permitir que um conjunto
seleccionado de actividades possa ser exibido e partilhado através do Feed de
actividades, tendo a possibilidade de o partilhar com o Facebook, Twitter ou
Google Reader, (cf. Figura 189).

Figura 189 – Compartilhamento no YouTube

No item seguinte, “Configurações de blog”, poderá adicionar os vídeos da
sua conta do YouTube no seu blogue, bem como visualizar todos os vídeos
que já adicionou aos blogues que possui, (cf. Figura 190).

Figura 190 – Configurações do blogue no YouTube
No item “Configuração do celular”, como foi visto anteriormente, poderá
enviar vídeos através do seu telemóvel para a sua conta do YouTube,
mediante um endereço fornecido pela sua conta, (cf. Figura 191).

Figura 191 – Configuração do telemóvel no YouTube

Por fim, temos o item “Gerenciar conta”, que lhe permitirá gerir a mesma,
nomeadamente no que se refere à alteração da sua password, excluir a sua
conta ou verificar se esta está em boas condições, (cf. Figura 192).

Figura 192 – Gerir conta no YouTube
Ao clicar novamente no seu nome do utilizador, no canto superior direito
da página, tem a opção de entrar na sua “caixa de entrada”, que corresponde à
gestão de uma caixa de e-mail normal. Aí poderá criar, excluir, adicionar
contactos, neste caso “amigos” do YouTube, entre outros, (cf. Figura 193).

Figura 193 – Mensagens – Caixa de entrada no YouTube

Junto ao botão de enviar vídeos, existem dois botões muito particulares,
sendo um deles “Inscrições”.
Neste item poderá inscrever-se em qualquer lugar no YouTube e sempre
que os seus canais favoritos enviem novos vídeos eles serão exibidos neste
item. Isto quer dizer que se poderá inscrever em diversos temas,
disponibilizados pelo YouTube, e quando alguém pertencente a esse tema
adicionar um vídeo, este passará automaticamente para o item “Inscrições”,
onde o poderá visualizar sem ter que andar à sua procura, (cf. Figura 194,
195).

Figura 194 – Inscrições no YouTube
Figura 195 – Inscrições no YouTube

O outro botão é o “Histórico”, que lhe permitirá analisar tudo aquilo que já
fez no que respeita aos seus vídeos, isto é, poderá ver o histórico dos vídeos
exibidos e também o histórico dos últimos vídeos partilhados, mas para que tal
aconteça terá que ir a configurações de “compartilhamento activo” e activar
esta opção, (cf. Figura 196, 197, 198).

Figura 196 – Histórico no YouTube

Figura 197 – Histórico de exibições no YouTube
Figura 198 – Histórico do Compartilhamento activo no YouTube

No item “Canais”, que se encontra junto a “Vídeos” e “Página Inicial”,
poderá procurar os vídeos que pretende de uma forma rápida, através de
categorias ou outro tipo de critérios, (cf. Figura 199).

Figura 199 – Canais no YouTube
Ao lado do item “Canais”, encontra o item “vídeos”, no qual poderá
também fazer a sua pesquisa, pois este possui categorias e critérios de
escolha para agilizar a pesquisa, como por exemplo os vídeos mais populares,
os mais vistos, os que têm melhor definição e também a altura em que foram
adicionados, (cf. Figura 200).

Figura 200 – Vídeos no YouTube

Em qualquer altura poderá voltar à sua página inicial, bastando para isso
clicar em “Página inicial”, a qual terá um aspecto idêntico a este, (cf. Figura
201).
Figura 201 – Voltar à sua página inicial no YouTube

Para sair da sua conta no YouTube tem sempre ao seu dispor, no canto
superior direito da sua página, o botão “Sair”, para terminar a sua sessão.

Figura 202 – Sair da sua conta do YouTube
Referências

Site oficial do YouTube.
Disponível em:
http://www.youtube.com

Wikipédia
Disponível em:
http://pt.wikipedia.org/wiki/YouTube

Globo.com, “Revista Time elege YouTube a melhor invenção do ano”
(Novembro 2006).
Disponível em:
http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,AA1340903-6174-363,00.html

Globo.com, “Google Compra site YouTube por US$1,65 Bilião” (Outubro 2006).
Disponível em:
http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,AA1304481-6174,00.html

Globo.com, “Conheça a história do site de vídeos YouTube” (Outubro 2006).
Disponível em:
http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,AA1306288-6174,00.html

Caetano, S. & Falkembach, G., “YouTube: uma opção para uso do vídeo no
EAD” (2007).
Disponível em:
http://www.cinted.ufrgs.br/ciclo9/artigos/3aSaulo.pdf

Dias Comuns, “O que é o YouTube” (Junho 2006).
Disponível em:
http://www.schoollibraryjournal.com/article/CA632382.html
Julio Preuss, Wnews.uol.com, “Tutorial: Compartilhamento de vídeo com o
YouTube” (Julho 2007).
Disponível em:
http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia_especial.php?id_secao=17&id_co
nteudo=269

Bottentuit Júnior e Clara Pereira Coutinho, “Desenvolvimento de vídeos
educativos com o Windows Movie Maker e o YouTube” (Abril 2009).
Disponível em:
https://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/9019

Eliana Santana, Bottentuit Júnior e Clara Pereira Coutinho “O Contributo do
vídeo na educação online” (Setembro 2009).
Disponível em:
https://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/9593

Slideshare, “Tutorial YouTube” (Março 2009).
Disponível em:
http://www.slideshare.net/taisrg/tutorial-youtube-1145063

Slideshare, “YouTube Tutorial” (2006).
Disponível em:
http://www.slideshare.net/oynavy04/youtube-tutorial

Joseane Cíntia Piechnicki, Geocities, “Tutorial YouTube”
Disponível em:
http://br.geocities.com/piechnicki/tutorial_youtube.html

Zalida Coirano, Questão de Classe, “Vídeo do YouTube na escola – Tutorial”
(Maio 2009).
Disponível em:
http://questaodeclasse.wordpress.com/2009/05/28/video-do-youtube-na-escola-
tutorial/
Jaime Leitão, Duplipensar.net, “YouTube, um site espectacular” (Agosto 2006).
Disponível em:
http://www.duplipensar.net/artigos/2006-Q3/youtube-um-site-espetacular.html

Jonathan Strickland, HowStuffWorksI, “Como funciona o YouTube” (Dezembro
2007).
Disponível em:
http://informatica.hsw.uol.com.br/youtube.htm

Mariliee Soffa, Vanderlei Santos, Marilda Behrens, “Mudança paradigmática no
uso das tecnologias na educação” (2008).
Disponível em:
http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2008/anais/pdf/335_297.pdf