You are on page 1of 27

O Facebook é uma rede social lançada em 4 de Fevereiro de 2004 e que

tem mais de 250 milhões de utilizadores registados neste momento.


Sendo a maior rede social online foi alvo de um investimento da empresa
DST1, fixando o seu valor de mercado em cerca de 4,61 mil milhões de euros.
A popularidade do site está vinculada ao controlo dos utilizadores sobre o
que os outros membros podem ver. É gratuito e gera receitas através de
publicidade, incluindo banners e grupos patrocinados. Permite publicar fotos,
notícias, ver novidades dos seus amigos e publicar vídeos.
Os utilizadores criam perfis que contêm fotos e listas de interesses
pessoais, trocando mensagens privadas e públicas entre si e participantes de
grupos de amigos. A visualização de perfis dos membros é restrita aos
membros da mesma rede ou amigos confirmados.
O fundador Mark Zuckerberg2 criou o Facebook com o objectivo de ajudar
alunos de escolas e faculdades dos EUA a trocarem informações e manterem
contacto com amigos.
No início, o Facebook tinha uso limitado apenas para os alunos da
Harvard University, onde estudava o seu fundador, Mark Zuckerberg.
Progressivamente, a rede alargou-se a outras universidades, acabando
por chegar a muitos estudantes universitários (uma audiência muito apetecível
para publicidade). Mais tarde, o site acabou por permitir que qualquer pessoa
pudesse criar um perfil.
A facilidade do serviço para compartilhar mensagens, vídeos e
indicações de leituras, além da possibilidade de adicionar funções à página
pessoal de cada usuário, garantiram o sucesso do Facebook nos EUA.
O Facebook tem ganho terreno a nível mundial e é já há algum tempo a
rede social da moda. Portugal não é excepção: segundo um estudo da O'Reilly,
(uma empresa americana especializada em tecnologia) baseado em dados

1
Digital Sky Technologies – Grupo russo gerido pelo magnata russo Yuri Milner, conhecido pelos seus
investimentos em grandes empresas de Internet, ficará com uma participação de 3,5 por cento no
Facebook através de um investimento de 6,5 mil milhões de dólares. Já em Maio passado o grupo russo
tinha investido na rede social 200 milhões de dólares.
2
Mark Zuckerberg - ex-estudante de Harvard. Inicialmente, a adesão ao Facebook era restrita apenas
aos estudantes do Harvard College, esta rede social era voltada somente para estudantes e professores
cujo acesso só era permitido se a instituição de ensino estivesse registada.
oficiais, há 390 mil utilizadores activos do Facebook em Portugal, sendo o país
europeu onde a taxa de adesão mais cresceu nos últimos tempos.
Mark Zuckerberg explica que este é um sinal das inúmeras ligações que
todos os utilizadores têm feito, aliado ao facto de a sua ambição ser que a sua
equipa continue a desenvolver o Facebook, no sentido de servir o maior
número possível de pessoas no mundo e da maneira mais eficaz.
Entre outras coisas, a equipa do Facebook está a testar novas
ferramentas informáticas que possibilitem aos seus utilizadores um maior
controlo sobre os dados pessoais que colocam online, sendo o objectivo fazer
com que os mais de 250 milhões de utilizadores possam definir exactamente
que amigos ou grupos podem aceder a determinadas mensagens, fotografias e
vídeos.
Em relação a outros websites de redes sociais, como o “Orkut” e o
“MySpace”, por exemplo, existem vantagens assinaláveis para utilizar o
Facebook, tais como3:
Velocidade do sistema excelente;
Envio de fotos ilimitado;
Criação de grupos públicos, privados e/ou secretos;
Opção de seleccionar quem tem permissão para ver o seu perfil;
Serviço de mensagens internas;
Criação de eventos;
Importação do conteúdo de um blogue para dentro de um perfil;
Desactivar e reactivar a conta quando quiser.
Existe também no perfil do utilizador um mecanismo chamado “Mini-
Feed”, onde mostra as dez últimas acções que o mesmo fez dentro do
Facebook, ou seja, se entrou para um grupo, adicionou um amigo ou adicionou
uma foto, ficará indicado no “Mini-Feed” detalhadamente como se fosse um
histórico das suas acções.
A visualização do perfil é esteticamente agradável, pois consegue
encontrar tudo o que precisa num único lugar e de uma forma fácil e rápida.

3
“Facebook Liberado para o público”, disponível em: http://www.meiobit.com/meio-
bit/internet/facebook-liberado-para-o-publico
Existe também o sistema denominado “Badges”, que é a customização do
seu perfil para ser exposto no seu blogue ou site. Basta colar o código no seu
blogue para que todos possam ver o seu perfil, sendo esta opção actualizada
automaticamente, conforme for modificando os seus dados no Facebook.
O Facebook também disponibiliza a sua própria API (Application
Programming Interface), onde poderá criar os seus próprios projectos,
estendendo as suas funcionalidades.

Manual

Pode-se dizer que o Facebook é muito simples de utilizar e muito intuitivo


em relação aos passos necessários para a sua configuração.
Entre na página do Facebook, www.facebook.com (cf. Figura 35), e faça
em primeiro lugar o seu registo no site, preenchendo os campos pedidos.

Figura 35 – Página Inicial do Facebook


Figura 36 – Conta de e-mail errada

Depois de preencher os campos obrigatórios, terá que fazer a verificação


das palavras e clicar na caixa onde diz “Regista-te”, para concluir o seu registo,
(cf. Figura 37).

Figura 37 – Início do Registo no Facebook


Numa primeira fase, poderá através do seu e-mail encontrar amigos no
Facebook, isto é, ao digitar o seu e-mail, o Facebook vai procurar nos seus
contactos amigos que se tenham registado no site, (cf. Figura 38 e 39).

Figura 38 – Introdução do E-mail e senha para procura de amigos

Figura 39 – Conclusão da pesquisa de amigos com a sua conta


Poderá também, procurar amigos através de outras contas de e-mail que
possua, nomeadamente contas de Windows Live Hotmail, Aol, Yahoo! Mail e
GMail, (cf. Figura 40).

Figura 40 – Iniciar a pesquisa de contactos com outra conta de E-mail

Após a verificação dos contactos dos seus e-mails, o registo propriamente


dito está criado, (cf. Figura 41).

Figura 41 – Registo criado no Facebook


Realizada a criação da sua página no Facebook, receberá as boas vindas
do mesmo, onde mais uma vez terá a possibilidade de “encontrar pessoas que
conheces”, mas desta vez através da digitação do e-mail do amigo em questão,
(cf. Figura 42, 43, 44 e 45).
Além desta opção, deverá configurar o seu perfil em “ver e editar o perfil”,
(cf. Figura 42 ou 46).

Figura 42 – Pagina inicial após criação do seu Facebook

Figura 43 – Procurar Amigos no Facebook


Figura 44 – Encontrou o Amigo no Facebook

Figura 45 – Confirmar com a Verificação de Palavras


Figura 46 – Ver e Editar Perfil

Ao entrar no “ver e editar perfil” , no separador “Info” começa por definir


as suas informações básicas, (cf. Figura 47), devendo no final clicar em
“guardar alterações”, mudando automaticamente para o separador seguinte.

Figura 47 – Editar Info do Perfil (Informações Básicas)


O separador seguinte é o das “Informações pessoais”, onde vai preencher
com as suas preferências culturais (musica, televisão, cinema, etc.), (cf. Figura
48), devendo no final clicar em “guardar alterações”, mudando
automaticamente para o separador seguinte.
.

Figura 48 – Editar Info do Perfil (Informações Pessoais)

O próximo é o separador das “Informações de contacto”, (cf. Figura 49) no


qual também deverá no final clicar em “guardar alterações”, mudando
automaticamente para o separador seguinte.

Figura 49 – Editar Info do Perfil (Informações de Contacto)


Por fim tem o separador respeitante à Formação e Trabalho, (cf. Figura
50) ”, no qual também deverá no final clicar em “guardar alterações”, mudando
automaticamente para o separador seguinte.

Figura 50 – Editar Info do Perfil (Informações Formação e Trabalho)

Após o preenchimento, ou não destes campos, pois não é obrigatório o


preenchimento dos mesmos, pode dar a edição por concluída, (cf. Figura 51).

Figura 51 – Concluir Edição do Info do Perfil


Passamos então à configuração dos restantes separadores, onde poderá
inserir fotos, vídeos, notas. Além de poder acrescentar mais aplicações para a
sua página no Facebook pode também configurar o seu “Mural”.
O “Mural”, é uma espécie de estado de espírito da pessoa, onde pode
através dele expressar pensamentos, comentários, citações que considere
convenientes e apropriadas para o momento, (cf. Figura 52, 53, 54, 55, 56, 57,
58 e 59).
A configuração destes separadores é muito simples e intuitiva.

Figura 52 – Mural do seu Perfil

Figura 53 – Fotos no seu Perfil


Figura 54 – Eventos no seu Perfil

Figura 55 – Vídeos no seu Perfil

Figura 56 – Notas do seu Perfil

Figura 57 – Procurar novas aplicações para o seu Perfil


Figura 58 – Aplicações disponíveis para o seu Perfil

Figura 59 – Separador Definições

Figura 60 – 3 Tipos de Definições

Nas “definições” de conta, poderá através de vários separadores definir


as configurações da sua conta no Facebook, tal como o nome, e-mail, palavra-
chave, pergunta de segurança, entre outros, bastando para isso clicar em cada
uma destas opções, (cf. Figura 61).
Figura 61 – Definições de Conta

Dado que o Facebook é constituído por várias redes, cada uma baseada
à volta de uma região, cidade, universidade, local de trabalho ou escola,
poderá aderir a uma dessas redes através deste separador, para isso basta
preencher o campo “Nome de Rede” com uma rede existente no Facebook, (cf.
Figura 62).

Figura 62 – Definições de Rede

Nas “notificações” poderá ser notificado por correio electrónico sempre


que ocorrer algo que diga respeito à sua página do Facebook, para isso cada
aplicação tem as suas próprias definições de notificação, bastando para isso
clicar em “ligado” se deseja receber a notificação ou “desligado” se não a
deseja receber, (cf. Figura, 63,64 e 65).
Figura 63 – Notificações

Figura 64 – Notificações (cont.)


Figura 65 – Notificações (cont.)

No separador “Telemóvel” poderá receber no seu telemóvel mensagens


com actualizações da sua página do Facebook, como por exemplo,
notificações de pedidos de amizade, mensagens, publicações no mural e
actualizações das páginas dos seus amigos, bastando para isso registar-se no
SMS do Facebook e esperar que receba um código de confirmação no seu
telemóvel para esta aplicação puder ser utilizada, (cf. Figura 66).

Figura 66 – Telemóvel
No separador “Idioma”, irá definir a língua principal que deseja utilizar na
sua página do Facebook, (cf. Figura 67).

Figura 67 – Idioma

O separador “Pagamentos” serve para ter a possibilidade de comprar


anúncios, presentes, entre outros através de cartão de crédito. Para isso terá
que preencher os dados do seu cartão de crédito onde diz “gerir” e também
poderá seleccionar a moeda que deseja para as suas transacções, em
“alterar”, (cf. Figura 68).

Figura 68 – Pagamentos
O segundo tipo de Definições que o Facebook apresenta é o de
“Privacidade”, que contém 4 separadores, “Perfil”, “Pesquisar”, “Feed de
notícias e Mural” e “Aplicações”, (cf. Figura 69).

Figura 69 – Definições de Privacidade

No que respeita ao “Perfil”, poderá controlar quem pode ver as várias


secções do seu perfil, no separador “Básico”, enquanto no separador
“Informações de Contacto”, poderá controlar quem pode ver os seus contactos,
(cf. Figura 70, 71).

Figura 70 – Definições de Privacidade – Perfil (Básico)


Figura 71 – Definições de Privacidade – Perfil (Informações de Contacto)

Depois de guardar as suas alterações entre novamente em “Privacidade”


e em “Pesquisar”, onde poderá controlar quem o pode procurar, o que podem
ver e como podem entrar em contacto consigo, mas os seus amigos poderão
sempre encontrá-lo quando desejarem, (cf. Figura 72).

Figura 72 – Definições de Privacidade - Pesquisar


Passamos agora para o “Feed de Notícias e Mural”, onde poderá optar
por mostrar publicações ou não. Ao escrever no Mural de alguém poderá
aparecer na Página de Novidades dos seus amigos em comum, isto no que
respeita às acções dentro do Facebook, (cf. Figura 73) e poderá também dar
permissões aos seus amigos para verem os anúncios do Facebook existentes
na sua página, (cf. Figura 74).
Resumindo é aqui que poderá escolher que tipo de actividade é que fica
visível no seu perfil e nas páginas dos seus amigos.

Figura 73 – Definições de Privacidade


Figura 74 – Definições de Privacidade

Nas “Aplicações” poderá controlar que informação está disponível nas


aplicações que utiliza no Facebook.
Pode ter uma visão geral de como as aplicações interagem com a sua
informação, (cf. Figura 75) e poderá definir o que os outros utilizadores podem
ver através da Plataforma do Facebook, (cf. Figura 76 e 77).

Figura 75 – Definições de Privacidade – Aplicações (Visão Geral)


Figura 76 – Definições de Privacidade – Aplicações (Definições)

Figura 77 – Definições de Privacidade – Aplicações (Definições) cont.


Por fim, no que respeita às definições temos as “definições de aplicação”,
onde poderá visualizar as aplicações utilizadas recentemente ou adicionadas à
sua lista ou ao seu perfil, autorizadas a publicar e garantidas permissões
adicionais. Poderá editar essas definições e ver quais dos seus amigos utilizam
essas mesmas aplicações, (cf. Figura 78).

Figura 78 – Configurar Aplicações

O Facebook também disponibiliza a sua própria caixa de correio, onde


poderá enviar e receber mensagens, notificações e actualizações, (cf. Figura
79 e 80).

Figura 79 – Entrar na Caixa de Entrada


Figura 80 – Caixa de Entrada

Voltando ao seu “Perfil” tem sempre a possibilidade de adicionar a sua


foto para completar a sua página no Facebook, (cf. Figura 81), para isso tem
duas opções, sendo a primeira carregar uma foto que esteja no seu
computador (cf. Figura 82) ou caso tenha uma webcam ligada ao seu
computador poderá tirar uma foto e adicioná-la automaticamente ao seu perfil,
(cf. Figura 83).

Figura 81 – Foto no seu Perfil

Figura 81 – Carregar foto do seu computador


Figura 83 – Tirar uma foto através da sua Webcam para o seu Perfil

Sempre que desejar sair da sua página do Facebook, tem disponível no


canto superior direito da sua página a opção “Sair”, (cf. Figura 84).

Figura 84 – Sair
Referências

Site oficial do Facebook.


Disponível em:
http://www.facebook.com

Wikipedia. Facebook.
Disponível em:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Facebook

Globo.com, (Abril 2008). O que é: Facebook.


Disponível em:
http://g1.globo.com/Noticias/0,,MUL394773-15524,00.html

Supletivo Digital, (Janeiro 2009). Facebook – Video Documentário da Discovery


Channel.
Disponível em:
http://www.supletivodigital.com/facebook-video-documentario-da-discovery-
channel/

açores.com, (Maio 2009). www.facebook.com o que é oFacebook?


Disponível em:
http://www.acores.com/?page=art_det&ida=1202

Meio Bit, (Setembro 2006). Facebook liberado para o público.


Disponível em:
http://www.meiobit.com/meio-bit/internet/facebook-liberado-para-o-publico

Público, (Julho 2009). Grupo russo Digital Sky Technologies começa a


comprar acções do Facebook.
Disponível em:
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1391694