FACULDADE DOCTUM IPATINGA

CRISTIANE EVANGELISTA DOS SANTOS
ELAINE CRISTINA MATHIAS

JOGOS MATEMÁTICOS
COMO RECURSO DIDÁTICO

IPATINGA
2014

CRISTIANE EVANGELISTA DOS SANTOS ELAINE CRISTINA MATIAS JOGOS MATEMÁTICOS COMO RECURSO DIDÁTICO Monografia apresentada como requisito parcial para obtenção de graduação em Matemática da Faculdade Doctum. sob orientação da professora Neuza Maria Cechetti IPATINGA 2014 .

1 Geral ------------------------------------------------------------------------------------------7 1.1 PROBLEMA-------------------------------------------------------------------------------------5 1.3.SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO------------------------------------------------------------------------------------4 1.2 Especifico -----------------------------------------------------------------------------------7 2 REFERENCIAL TEÓRICO-----------------------------------------------------------------------8 3 METODOLOGIA-----------------------------------------------------------------------------------9 4 CRONOGRAMA-----------------------------------------------------------------------------------10 5 BIBLIOGRAFIA------------------------------------------------------------------------------------11 .2 HIPÓTESE---------------------------------------------------------------------------------------6 1.3.3 OBJETIVOS--------------------------------------------------------------------------------------7 1.

a interpretação. O jogo possibilita um ambiente agradável. A motivação para este trabalho é tornar a Matemática mais atraente aos alunos e transmitir o conteúdo de maneira mais lúdica. 1. o levantamento de hipóteses. motivador. que incentiva a aprendizagem de várias habilidades e ajuda no processo ensino-aprendizagem. a organização de dados.4 1 INTRODUÇÃO / JUSTIFICATIVA Com o mundo repleto de tecnologias e transbordando informações a todo instante e preciso criatividade para preparar os alunos para a vida e não apenas para o acúmulo de informações. a tomada de decisão.1 PROBLEMA . como a imaginação. no desenvolvimento de habilidades do pensamento. o trabalho em equipe. a criatividade.

1. e isto prejudica o seu aprendizado. A sua compreensão requer empenho do aluno que às vezes se encontra desmotivado ou pedido nas aulas.A matemática é muito ampla.2 HIPÓTESE . com varias matérias contendo muitas fórmulas e teoremas.

de forma a levá-lo a pensar e encontrar alternativas que leve a alcançar o objetivo com os conceitos matemáticos. torna a aula atrativa de fácil compreensão com a participação de todos os alunos. .O jogo como recurso didático nas aulas de Matemática.

1. no ensino da Matemática. 2 REFERENCIAL TEÓRICO .1 Geral O objetivo geral é demonstrar que o jogo é um recurso didático que possibilita o aprendizagem de forma agradável. a organização de dados.3 OBJETIVOS 1.3.3. incentivando a criatividade.2 Espeífico: O objetivo específico é incentivar a aprendizagem da Matemática de forma lúdica através dos jogos. o lógico-matemático. o trabalho em equipe e o convívio impessoal. 1.

(BORIN. 1996. onde é impossível uma atitude passiva e a motivação é grande. mas como simplificador. auxiliando para trabalhar as barreiras que os estudantes mostram em relação a determinadas matérias matemáticas.Os jogos podem ser empregados como é um recurso didático para incorporar e amadurecer conteúdos e auxilia o aluno a assimilar os conteúdos trabalhados. apresentam tembém um melhor desempenho e atitudes mais positivas frente a seus processos de aprendizagem”. notamos que. “Outro motivo para a introdução de jogos nas aulas de Matemática é a possibilidade de diminuir bloqueios apresentados por muitos de nossos alunos que temem a matemática e sentem-se incapacitados para aprendê-la dentro da situação de jogo. Eles devem ser selecionados e preparado com atenção para auxiliar o estudante a absolver conceitos matemáticos.9) . ao mesmo tempo que os alunos falam de matemática. Não deve utilizá-los como material recreativo na sala de aula.

Para isso. 4 CRONOGRAMA . Faremos a aplicação de atividades lúdicas em uma sala e em outra não para observar a diferença. bem como a introdução dos jogos e suas contribuições nesse processo. Serão coletados dados sobre o ensino da matemática nas escolas. haverá seleção de literatura. fichamentos e sínteses críticas. através da aplicação de jogos e a analise dos dados.3 METODOLOGIA A metodologia adotada na elaboração deste trabalho inicia-se com uma abordagem qualitativa sobre o ensino da matemática nas escolas. para a preparação da fundamentação teórica.

Setembro Outubro Novembro Dezembro Leitura x x Fichamento x x Pesquisa de campo x Elaboração x x Apresentação x 5 BIBLIOGRAFIA .

Jogos e resolução de problemas: uma estratégia para as aulas de matemática. São Paulo: Ed Scipione.MUNIZ. Piaget: O diálogo com a criança e o desenvolvimento da raciocínio. Ana Lúcia Sícoli e PASSOS. Belo Horizonte: Ed Autêntica. Porto Alegre: Artmed. Lino. PETTY. Os jogos e o lúdico na aprendizagem escolar. BORIN. 2005. SEBER. MACEDO. 1997. Norimar Christe. . 2010. São Paulo: IME-USP. Cristiano Alberto. 2004. Brincar e jogar: enlaces teóricos e metodológicos no campo da educação matemática. Maria da Glória.