CHILE

DADOS BÁSICOS

NOME OFICIAL República do Chile
CAPITAL Santiago
ÁREA 756.946 km2
POPULAÇÃO (est. 2010) 17 milhões
IDIOMA Espanhol
PRINCIPAIS RELIGIÕES Cristianismo: 85,1% (católicos, 70%; evangélicos, 15,1%);
outras religiões, 4,4%; sem religião, ateus ou agnósticos:
8,3 %
SISTEMA DE GOVERNO República presidencialista
CHEFE DE ESTADO E DE GOVERNO Sebastián Piñera
MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Alfredo Moreno
PIB NOMINAL (2010, FMI) US$ 199,1 bilhões
PIB PPP (2010, EST. FMI) US$ 257,5 bilhões
PIB PER CAPITA (2010, EST. FMI) US$ 11.587
PIB PER CAPITA PPP (2010, EST FMI) US$ 14.982
ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO
(2010, PNUD)
0,783 (45º)
EXPECTATIVA MÉDIA DE VIDA (2010,
PNUD)
Mas. (75,5) Fem.(81,5)
ÍNDICE DE ALFABETIZAÇÃO (2010, PNUD) 96,5 %
COMUNIDADE BRASILEIRA RESIDENTE
(2010, EST. SGEB)
10.600
UNIDADE MONETÁRIA Peso chileno
EMBAIXADOR DO BRASIL EM SANTIAGO Frederico Cézar de Araújo
EMBAIXADOR EM BRASÍLIA Jorge Montero

BALANÇA COMERCIAL BILATERAL (em US$ mi): Fonte: MDIC
BRASIL⇒
CHILE
2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011
(jan-set)
Intercâmbio 2.708 3.955 5.370 6.780 7.726 8.744 5.332 8.361
(+ 56,8%)
7.460
Exportações 1.887 2.556 3.624 3.914 4.264 4.792 2.657 4.258
(+ 60,3%)
3.924
Importações 821 1.399 1.746 2.866 3.462 3.952 2.675 4.103
(+53,4%)
3.536
Saldo 1.066 1.157 1.877 1.048 802 840 -18 155 388


CRONOLOGIA DAS RELAÇÕES BRASIL-CHILE

1836 - Estabelecimento de relações diplomáticas.
1837 - Apresentação de credenciais do primeiro representante diplomático brasileiro
no Chile, Manuel de Cerqueira Lima.
1838 – Assinatura, em 1º de setembro, do primeiro tratado bilateral entre os dois
países (Tratado de Amizade, Comércio e Navegação).
1884-1886 - Brasil é escolhido para presidir, com voto de desempate, os tribunais
arbitrais que julgaram as reclamações dos países neutros na Guerra do Pacífico contra
o Chile.
1915 - Assinatura do Pacto ABC (Pacto de Não-Agressão, Consulta e Arbitragem),
entre Argentina, Brasil e Chile, não referendado pelo Parlamento chileno.
1922 - Elevação das Legações dos dois países à categoria de Embaixadas.
1964-1973 - Expressivo número de militantes de esquerda brasileiros busca asilo no
Chile.
1976 - Chile se retira do Pacto Andino.
1996 - Chile torna-se membro associado do MERCOSUL. Entra em vigor o Acordo
de Complementação Econômica nº. 35 (ACE-35).
2004 - Brasil e Chile iniciam participação nas operações da Missão das Nações
Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH).
2006 - Chile retorna ao Pacto Andino, na qualidade de Estado associado, condição
compartilhada com Brasil.
2007 - Visita do então Presidente Lula ao Chile, em abril.
2007 - Encontro Trilateral Brasil-Chile-Bolívia, em La Paz, em dezembro, para
discutir o corredor rodoviário bioceânico Santos-Arica.
2008 - Em maio, na Cúpula da UNASUL realizada em Brasília, é assinado o Tratado
Constitutivo do organismo e fica acordado que o Chile exerceria sua Presidência Pro-
Tempore por um ano.
2009 - Visita da então Presidente Michelle Bachelet a São Paulo, em 20 de julho.
2010 - Visita do ex-Chanceler Celso Amorim a Santiago, em 12 de fevereiro, na
qual foi instalada a Comissão Bilateral Brasil-Chile e assinado Memorando de
Entendimento de Cooperação na Área da Televisão Digital Terrestre.
2010 - Visita do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Santiago, em 1º de março,
para prestar solidariedade no contexto do terremoto do dia 27 de fevereiro.
2010 - Visita do Presidente Sebastián Piñera a Brasília, em 9 de abril, ocasião em que
foi assinado Memorando de Entendimento sobre Cooperação Esportiva.
2010 - Visita do Chanceler chileno Alfredo Moreno a Brasília, em 17 de agosto,
quando realizou-se a I Reunião da Comissão Bilateral Brasil-Chile
2011 – Visita do Senhor Ministro de Estado ao Chile, em 1 de abril. Na ocasião,
realizou-se a II Reunião da Comissão Bilateral Brasil-Chile.




CRONOLOGIA HISTÓRICA DO CHILE

1520. A serviço da Espanha, Fernão de Magalhães cruza o estreito que leva seu
nome e chega ao Chile.
1541. Pedro de Valdivia funda Santiago do Chile.
1817. O Exército Libertador, dirigido por O´Higgins e San Martín, entra no Chile e
vence a Batalha de Maipú, em 5 de abril.
1818. O'Higgins assina a Ata de Independência. Proclamação da República.
1861. José Joaquín Pérez é eleito Presidente. Ascenção ao poder do Partido Liberal,
que o conservará até a Revolução de 1891.
1879. Militares chilenos ocupam o porto boliviano de Antofagasta. Tem início a
Guerra do Pacífico.
1884. Fim da Guerra do Pacífico. Inicia a exploração de salitre nas áreas tomadas de
Peru e Bolívia.
1891. Revolução de 1891. O Presidente constitucional José Manuel Balmaceda
é derrotado por tropas favoráveis ao Congresso Nacional. Tem início o
Parlamentarismo.
1925. Promulgada a Constituição de 1925, que estabeleceu um sistema
presidencialista.
1927. Carlos Ibáñez del Campo toma o poder e instala ditadura de inspiração fascista.
1931. Sob os efeitos da crise de 1929, Ibáñez del Campo renuncia.
1939. Começa sucessão de governos do Partido Radical, que permanecerá no poder
até 1952.
1952. Carlos Ibáñez del Campo chega outra vez à Presidência, desta vez por via
eleitoral.
1964. Eduardo Frei, do Partido Democrata Cristão (PDC), inicia reforma agrária.
1970. Salvador Allende é eleito Presidente do Chile. Primeiro socialista eleito, em
seu governo nacionaliza mineradoras norte-americanas.
1973. General Augusto Pinochet lidera golpe de estado. Salvador Allende morre no
Palácio La Moneda.
1976. Chile se retira do Pacto Andino.
1978. Bolívia rompe relações com o Chile (ainda não houve reatamento formal).
1980. Promulgada a Constituição de 1980, aprovada por plebiscito.
1985. Controvérsia entre Chile e Argentina a respeito da soberania sobre o Canal de
Beagle submetida à arbitragem do Papa João Paulo II.
1988. Pinochet é derrotado em plebiscito sobre sua permanência, previsto pela
Constituição, e deixa o poder.
1990. O democrata-cristão Patricio Aylwin toma posse como Presidente. Constituição
de 1981 permite a Pinochet manter-se até 1998 à frente do Exercito e nomear 9
Senadores.
1994. Eduardo Frei Ruiz-Tagle (filho do ex-Presidente Frei), da coalizão de centro-
esquerda Concertación, é eleito Presidente.
1998. Pinochet deixa o comando do exército e assume cadeira vitalícia no Senado -
prerrogativa garantida pela Constituição. Em outubro é preso em Londres, a pedido
da Justiça espanhola, que solicita sua extradição para julgá-lo por "crimes contra a
humanidade"
1999. Reino Unido autoriza extradição de Pinochet para a Espanha, mas o general,
com 84 anos, é libertado por ser considerado incapaz fisicamente de enfrentar
julgamento.
2000. Ricardo Lagos Escobar, da Concertación, é eleito Presidente por estreita
margem. Primeiro socialista a governar o país desde Allende manteve política
econômica liberal.
2002. Pinochet renuncia ao cargo de Senador vitalício.
2003. Assinado Acordo de Livre Comércio com os EUA. Chile torna-se o primeiro
país na América do Sul a faze-lo.
2006. Michelle Bachelet, da Concertación, é eleita Presidente. Pinochet morre em
dezembro.
2010. Sebastián Piñera é eleito presidente, em 17 de janeiro, no segundo turno,
pela “Coalición por el Cambio”, coligação de centro-direita. Toma posse em 11 de
março.
2010. Terremoto de 8,8 graus na escala Richter, com epicentro em Concepción
(centro-sul) em 27 de fevereiro.
2010. Grupo de 33 mineiros passa mais de 3 meses soterrado, após deslizamento
de terra na mina de cobre e ouro de San José, na cidade de Copiapó. Todos foram
resgatados com vida.



DADOS BÁSICOS
Nome oficial República do Chile
Superfície 756.946 Km
2
Localização América do Sul
Capital Santiago
Principais cidades Santiago, Bío-Bío, Valparaíso, Los Lagos,
Maule, La Araucanía, O'Higgins
Idioma oficial Espanhol
PIB a preços correntes (2010: estimativa EIU) US$ 196,8 bilhões
PIB "per capita" (2010) US$ 11.509
PIB PPP (2010: estimativa EIU) US$ 257,6 bilhões
PIB "per capita" (2010) US$ 15.056
Moeda Peso Chileno
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do EIU - Economist Intelligence Unit, Country Report March 2011.
INDICADORES SOCIOECONÔMICOS 2 0 0 6 2 0 0 7 2 0 0 8 2 0 0 9 2 0 1 0
(1)
População (em milhões de habitantes) 16,4 16,6 16,8 16,9 17,1
Densidade demográfica (hab/Km
2
) 21,7 21,9 22,2 22,3 22,6
PIB a preços correntes (US$ bilhões) 146,8 164,3 170,9 163,3 196,8
Crescimento real do PIB (%) 4,6 4,6 3,7 -1,5 5,2
Variação anual do índice de preços ao consumidor (%) 2,6 7,8 7,1 -1,5 3,0
Reservas internacionais (US$ bilhões) 19,4 16,8 23,1 25,3 27,9
Dívida Externa Total (US$ bilhões)
(2)
48,0 56,5 64,2 73,5 88,0
Câmbio (Ps/US$)
(3)
534,43 495,82 629,11 506,43 479,76
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do EIU - Economist Intelligence Unit, Country Report March 2011.
(1)2009: Estimativa EIU
(2) 2008: estimativa
(3) 2009: dado real.
DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES
ECONÔMICO-COMERCIAIS
CHILE





2005 2006 2007 2008 2009
COMÉRCIO EXTERIOR
(1)


( US$ milhões )
2 0 0 52 0 0 62 0 0 72 0 0 82 0 0 9 2 0 10
Jan-set
Exportações (fob) 39.544 57.299 67.498 66.466 53.736 48.334
Importações (cif) 32.735 38.406 47.164 61.903 41.364 41.819
Balança comercial 6.809 18.893 20.334 4.563 12.372 6.515
Intercâmbio comercial 72.279 95.705114.661128.36995.100 90.153
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do FMI - Direction of Trade Statistics, CD jULY 2010.
(1) Os dados não coincidem, necessariamente, com aqueles apresentados no Balanço de Pagamentos em razão das diferentes metodologias de cálculo.
DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES
ECONÔMICO-COMERCIAIS
CHILE



(US$ milhões)
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do FMI - Direction of Trade Statistics, CD jULY 2010.
COMÉRCIO EXTERIOR DO CHILE
2005 - 2009
0
20.000
40.000
60.000
80.000
100.000
120.000
140.000
2005 2006 2007 2008 2009
Exportações (fob)
Importações (cif)
Balança comercial
Intercâmbio comercial

DIREÇÃO DO COMÉRCIO EXTERIOR % % % %
(US$ milhões) no total no total no total no total
EXPORTAÇÕES: (fob)
China 9.980 14,8% 9.275 14,0% 12.486 23,2% 11.718 24,2%
Estados Unidos 8.420 12,5% 7.947 12,0% 6.063 11,3% 5.124 10,6%
Japão 7.091 10,5% 6.397 9,6% 4.942 9,2% 4.687 9,7%
Coréia do Sul 3.849 5,7% 3.608 5,4% 3.138 5,8% 2.593 5,4%
Brasil 3.356 5,0% 3.849 5,8% 2.725 5,1% 2.810 5,8%
Países Baixos 3.909 5,8% 4.122 6,2% 2.048 3,8% 1.794 3,7%
México 2.368 3,5% 2.211 3,3% 1.458 2,7% 1.344 2,8%
Itália 3.455 5,1% 3.292 5,0% 1.394 2,6% 1.642 3,4%
França 2.391 3,5% 2.197 3,3% 1.240 2,3% 821 1,7%
Canadá 1.201 1,8% 1.387 2,1% 1.192 2,2% 1.149 2,4%
Alemanha 1.661 2,5% 1.670 2,5% 1.129 2,1% 568 1,2%
Índia 2.211 3,3% 1.377 2,1% 1.102 2,1% 1.020 2,1%
Espanha 1.338 2,0% 1.738 2,6% 1.074 2,0% 924 1,9%
Peru 1.034 1,5% 1.297 2,0% 1.066 2,0% 822 1,7%
Bélgica 755 1,1% 781 1,2% 854 1,6% 963 2,0%
Venezuela 866 1,3% 1.210 1,8% 752 1,4% 413 0,9%
Argentina 877 1,3% 983 1,5% 720 1,3% 669 1,4%
Reino Unido 679 1,0% 699 1,1% 613 1,1% 497 1,0%
Colômbia 617 0,9% 705 1,1% 547 1,0% 505 1,0%
Austrália 279 0,4% 492 0,7% 431 0,8% 660 1,4%

SUBTOTAL 56.338 83,5% 55.237 83,1% 44.973 83,7% 40.724 84,3%
DEMAIS PAÍSES 11.159 16,5% 11.228 16,9% 8.762 16,3% 7.610 15,7%
TOTAL GERAL 67.498 100,0% 66.466 100,0% 53.736 100,0% 48.334 100,0%
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do FMI - Direction of Trade Statistics, CD July 2010.
Países listados em ordem decrescente, tendo como base os valores apresentados em 2009.
DIREÇÃO DO COMÉRCIO EXTERIOR % % % %
(US$ milhões) no total no total no total no total
IMPORTAÇÕES: (cif)
Estados Unidos 7.294 19,0% 10.845 23,0% 7.130 11,5% 7.152 17,1%
China 4.886 12,7% 6.649 14,1% 4.997 8,1% 5.762 13,8%
Argentina 4.347 11,3% 5.052 10,7% 4.605 7,4% 3.446 8,2%
Brasil 4.501 11,7% 5.265 11,2% 2.847 4,6% 3.307 7,9%
Coréia do Sul 3 0,0% 3.132 6,6% 2.144 3,5% 2.511 6,0%
Alemanha 1.574 4,1% 1.883 4,0% 1.514 2,4% 1.498 3,6%
Colômbia 883 2,3% 2.128 4,5% 1.363 2,2% 984 2,4%
Japão 1.614 4,2% 2.615 5,5% 1.316 2,1% 2.138 5,1%
México 1.350 3,5% 1.748 3,7% 1.181 1,9% 1.448 3,5%
Reino Unido 368 1,0% 476 1,0% 1.028 1,7% 771 1,8%
Espanha 847 2,2% 924 2,0% 997 1,6% 678 1,6%
Equador 758 2,0% 1.597 3,4% 937 1,5% 457 1,1%
Itália 737 1,9% 820 1,7% 748 1,2% 689 1,6%
Canadá 979 2,5% 952 2,0% 719 1,2% 547 1,3%
Peru 1.687 4,4% 1.843 3,9% 690 1,1% 847 2,0%
França 793 2,1% 928 2,0% 643 1,0% 567 1,4%
Paraguai 221 0,6% 372 0,8% 420 0,7% 369 0,9%
Suécia 392 1,0% 484 1,0% 358 0,6% 313 0,7%
Índia 208 0,5% 466 1,0% 273 0,4% 243 0,6%
Finlândia 251 0,7% 286 0,6% 240 0,4% 173 0,4%
Austrália 216 0,6% 301 0,6% 219 0,4% 202 0,5%
Suíça 170 0,4% 219 0,5% 208 0,3% 148 0,4%

SUBTOTAL 34.078 88,7% 48.983 103,9% 34.576 55,9% 34.251 81,9%
DEMAIS PAÍSES 4.328 11,3% (1.819) -3,9% 27.327 44,1% 7.568 18,1%
TOTAL GERAL 38.406 100,0% 47.164 100,0% 61.903 100,0% 41.819 100,0%
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do FMI - Direction of Trade Statistics, CD July 2010.
Países listados em ordem decrescente, tendo como base os valores apresentados em 2009.
2 0 0 8 2 0 0 9
2 0 1 0
Jan-Set
DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES
ECONÔMICO-COMERCIAIS
CHILE
2 0 1 0
Jan-Set
2 0 0 7 2 0 0 8 2 0 0 9
2 0 0 7
COMPOSIÇÃO DO COMÉRCIO EXTERIOR
(US$ milhões) Valor Part. %
EXPORTAÇÕES (fob)
Cobre e suas obras 27.278 40,5%
Minérios, escórias e cinzas 14.971 22,2%
Frutas; cascas de cítricos e de melões 3.278 4,9%
Peixes e crustáceos, moluscos 2.529 3,8%
Pastas de madeira ou de outras matérias fibrosas celulósicas 2.398 3,6%
Madeira, carvão vegetal e obras de madeira 1.815 2,7%
Outros 1.696 2,5%
Bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres 1.577 2,3%
Pérolas naturais ou cultivadas, pedras preciosas ou semipreciosas 1.408 2,1%
Produtos químicos inorgânicosisótopos 1.230 1,8%
Carnes e miudezas, comestíveis 671 1,0%
Adubos ou fertilizantes 638 0,9%
Papel e cartão; obras de pasta de celulose 632 0,9%
Subtotal 60.121 89,2%
Demais Produtos 7.304 10,8%
Total Geral 67.425 100,0%
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do UNCTAD/ITC/Trademap.
Divergências nos dados são explicadas pelo uso de diferentes fontes.
COMPOSIÇÃO DO COMÉRCIO EXTERIOR
(US$ milhões) Valor Part. %
IMPORTAÇÕES ( cif )
Combustíveis minerais, óleos minerais e ceras minerais 11.442 21,8%
Caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos 7.171 13,6%
Veículos automóveis, tratores, ciclos 6.370 12,1%
Máquinas, aparelhos e materiais elétricos 4.661 8,9%
Plásticos e suas obras 1.867 3,6%
Ferro fundido, ferro e aço 1.506 2,9%
Obras de ferro fundido, ferro ou aço 925 1,8%
Carnes e miudezas, comestíveis 845 1,6%
Papel e cartão; obras de pasta de celulose 837 1,6%
Borracha e suas obras 828 1,6%
Minérios, escórias e cinzas 817 1,6%
Instrumentos e aparelhos de óptica, fotografia ou cinematografia 808 1,5%
Produtos químicos inorgânicosisótopos 737 1,4%
Subtotal 38.814 73,8%
Demais Produtos 13.746 26,2%
Total Geral 52.560 100,0%
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do UNCTAD/ITC/Trademap.
Divergências nos dados são explicadas pelo uso de diferentes fontes.
2 0 1 0
DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES
ECONÔMICO-COMERCIAIS
CHILE
2 0 1 0
INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASIL - CHILE
(1)
(US$ mil, fob)
Exportações 3.913.549 4.264.400 4.791.703 2.656.794 4.258.362
Variação em relação ao ano anterior 8,0% 9,0% 12,4% -44,6% 60,3%
Part. (%) no total das exportações brasileiras para a América do Sul 14,6% 13,4% 12,5% 9,8% 11,5%
Part. (%) no total das exportações brasileiras 2,8% 2,7% 2,4% 1,7% 2,1%
Importações 2.866.267 3.462.088 3.951.591 2.666.459 4.103.156
Variação em relação ao ano anterior 64,2% 20,8% 14,1% -32,5% 53,9%
Part. (%) no total das importações brasileiras da América do Sul19,2% 18,7% 16,3% 14,0% 15,9%
Part. (%) no total das importações brasileiras 3,1% 2,9% 2,3% 2,1% 2,2%
Intercâmbio comercial 6.779.816 7.726.488 8.743.294 5.323.253 8.361.518
Variação em relação ao ano anterior 26,3% 14,0% 13,2% -39,1% 57,1%
Part. (%) no total do intercâmbio brasileiro com a América do Sul 16,3% 15,3% 14,0% 11,6% 13,3%
Part. (%) no total do intercâmbio brasileiro 3,0% 2,7% 2,4% 1,9% 2,2%
Balança comercial 1.047.282 802.312 840.112 -9.665 155.206
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do MDIC/SECEX/Aliceweb.
(1) As discrepâncias observadas nos dados estatísticos das exportações brasileiras e das importações do país e vice-versa podem ser explicadas pelo uso de fontes distintas e também por diferentes metodologias de apuração.
INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASIL-CHILE 2 0 1 0 2 0 1 1
(jan-fev) (jan-fev)
Exportações 450.766 837.193
Variação em relação ao mesmo período do ano anterior 28,6% 85,7%
Part. (%) no total das exportações brasileiras para a América do Sul 10,3% 13,8%
Part. (%) no total das exportações brasileiras 1,9% 2,6%
Importações 621.565 719.653
Variação em relação ao mesmo período do ano anterior 88,5% 15,8%
Part. (%) no total das importações brasileiras da América do Sul 17,5% 16,2%
Part. (%) no total das importações brasileiras 2,7% 2,4%
Intercâmbio Comercial 1.072.331 1.556.846
Variação em relação ao mesmo período do ano anterior 57,7% 45,2%
Part. (%) no total do intercâmbio Brasil-América do Sul 13,5% 14,8%
Part. (%) no total do intercâmbio brasileiro 2,3% 2,5%
Balança Comercial -170.799 117.540
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do MDIC/SECEX/Aliceweb.
(US$ mil, fob)
DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES
ECONÔMICO-COMERCIAIS
CHILE
2 0 0 6 2 0 0 7 2 0 0 8 2 0 0 9 2 0 1 0
(US$ mil - fob)
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do MDIC/SECEX/Aliceweb.
INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASIL - CHILE
2006 - 2010
-1.000.000
0
1.000.000
2.000.000
3.000.000
4.000.000
5.000.000
6.000.000
7.000.000
8.000.000
9.000.000
2 0 0 6 2 0 0 7 2 0 0 8 2 0 0 9 2 0 1 0
Exportações
Importações
Intercâmbio comercial
Balança comercial
COMPOSIÇÃO DO INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASIL - CHILE % % %
(US$ mil - fob) no total no total no total
EXPORTAÇÕES: (por principais grupos de produtos e principais produtos)
Combustíveis minerais, óleos minerais e ceras minerais 1.504.186 31,4% 521.985 19,6% 1.107.996 26,0%
Veículos automóveis, tratores, ciclos 809.748 16,9% 401.855 15,1% 787.777 18,5%
Caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos 450.565 9,4% 260.526 9,8% 391.080 9,2%
Ferro fundido, ferro e aço 299.835 6,3% 238.739 9,0% 269.236 6,3%
Plásticos e suas obras 376.772 7,9% 128.238 4,8% 238.191 5,6%
Máquinas, aparelhos e materiais elétricos 182.264 3,8% 144.750 5,4% 194.470 4,6%
Papel e cartão; obras de pasta de celulose 12.534 0,3% 24.348 0,9% 124.673 2,9%
Borracha e suas obras 126.808 2,6% 86.040 3,2% 105.788 2,5%
Carnes e miudezas, comestíveis 74.446 1,6% 67.115 2,5% 83.026 1,9%
Preparações alimentícias diversas 632 0,0% 37.662 1,4% 78.607 1,8%
Óleos essenciais e resinóides; produtos de perfumaria ou de toucador 61.839 1,3% 68.283 2,6% 71.858 1,7%
Produtos diversos das indústrias químicas 13.780 0,3% 26.175 1,0% 57.700 1,4%
Produtos farmacêuticos 51.108 1,1% 49.735 1,9% 50.966 1,2%
Produtos químicos orgânicos 55.509 1,2% 45.335 1,7% 46.933 1,1%
Obras de ferro fundido, ferro ou aço 41.335 0,9% 37.077 1,4% 43.375 1,0%
Calçados, polainas e artefatos semelhantes, e suas partes 60.935 1,3% 57.332 2,2% 42.997 1,0%
Subtotal 4.122.296 86,0% 2.195.196 82,6% 3.694.673 86,8%
Demais Produtos 669.407 14,0% 461.598 17,4% 563.689 13,2%
TOTAL GERAL 4.791.703 100,0% 2.656.794 100,0% 4.258.362 100,0%
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do MDIC/SECEX/Aliceweb.
Grupos de produtos listados em ordem decrescente, tendo como base os valores apresentados em 2009.
DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES
ECONÔMICO-COMERCIAIS
2 0 0 8 2 0 0 9 2 0 1 0
CHILE
COMPOSIÇÃO DO INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASIL - CHILE % % %
(US$ mil - fob) no total no total no total
IMPORTAÇÕES: (por principais produtos e grupos de produtos)
Cobre e suas obras 1.804.929 45,7% 973.734 36,5% 1.781.665 43,4%
Minérios, escórias e cinzas 986.760 25,0% 678.185 25,4% 931.061 22,7%
Peixes e crustáceos, moluscos 159.376 4,0% 192.612 7,2% 254.200 6,2%
Produtos químicos orgânicos 221.703 5,6% 99.572 3,7% 170.751 4,2%
Frutas; cascas de cítricos e de melões 73.550 1,9% 87.472 3,3% 132.225 3,2%
Adubos ou fertilizantes 83.459 2,1% 126.734 4,8% 111.240 2,7%
Veículos automóveis, tratores, ciclos 39.441 1,0% 43.578 1,6% 74.806 1,8%
Bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres 51.204 1,3% 61.673 2,3% 73.441 1,8%
Obras de ferro fundido, ferro ou aço 69.348 1,8% 48.522 1,8% 66.557 1,6%
Ferro fundido, ferro e aço 42.222 1,1% 22.700 0,9% 55.442 1,4%
Papel e cartão; obras de pasta de celulose 44.458 1,1% 39.027 1,5% 46.768 1,1%
Subtotal 3.576.449 90,5% 2.373.809 89,0% 3.698.157 90,1%
Demais Produtos 375.142 9,5% 292.650 11,0% 404.999 9,9%
TOTAL GERAL 3.951.591 100,0% 2.666.459 100,0% 4.103.156 100,0%
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do MDIC/SECEX/Aliceweb.
Grupos de produtos listados em ordem decrescente, tendo como base os valores apresentados em 2009.
DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES
ECONÔMICO-COMERCIAIS
CHILE
2 0 0 8 2 0 0 9 2 0 1 0
COMPOSIÇÃO DO INTERCÂMBIO COMERCIAL BRASIL - CHILE 2 0 1 0 % 2 0 1 1 %
(US$ mil - fob)
(jan-fev) no total (jan-fev) no total
EXPORTAÇÕES:
(Principais grupos de produtos)
Combustíveis minerais, óleos minerais e ceras minerais 54.274 12,0% 385.633 46,1%
Veículos automóveis, tratores, ciclos 107.531 12,0% 91.035 10,9%
Caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos 41.410 9,2% 59.908 7,2%
Ferro fundido, ferro e aço 34.657 7,7% 51.376 6,1%
Plásticos e suas obras 25.069 5,6% 35.655 4,3%
Máquinas, aparelhos e materiais elétricos 30.971 6,9% 29.852 3,6%
Papel e cartão; obras de pasta de celulose 14.778 3,3% 15.544 1,9%
Borracha e suas obras 12.209 2,7% 15.379 1,8%
Carnes e miudezas, comestíveis 9.137 2,0% 14.609 1,7%
Preparações alimentícias diversas 5.018 1,1% 12.981 1,6%
Óleos essenciais e resinóides; produtos de perfumaria ou de toucador 12.144 2,7% 11.926 1,4%
Produtos diversos das indústrias químicas 5.252 1,2% 9.836 1,2%
Produtos farmacêuticos 9.525 2,1% 8.153 1,0%
Produtos químicos orgânicos 3.729 0,8% 7.925 0,9%
Obras de ferro fundido, ferro ou aço 6.076 1,3% 6.550 0,8%
Calçados, polainas e artefatos semelhantes, e suas partes 3.710 0,8% 5.478 0,7%
Móveis; mobiliário médico-cirúrgico; colchões 4.159 0,9% 5.067 0,6%
Instrumentos e aparelhos de óptica, fotografia ou cinematografia 3.416 0,8% 4.705 0,6%
Subtotal 383.064 85,0% 771.612 92,2%
Demais Produtos 67.702 15,0% 65.581 7,8%
TOTAL GERAL 450.766 100,0% 837.193 100,0%
IMPORTAÇÕES:
(Principais grupos de produtos)
Cobre e suas obras 247.933 39,9% 295.884 41,1%
Minérios, escórias e cinzas 176.605 28,4% 189.350 26,3%
Peixes e crustáceos, moluscos 38.462 6,2% 53.749 7,5%
Produtos químicos orgânicos 27.890 4,5% 28.809 4,0%
Obras de ferro fundido, ferro ou aço 8.398 1,4% 17.236 2,4%
Frutas; cascas de cítricos e de melões 12.129 2,0% 16.324 2,3%
Veículos automóveis, tratores, ciclos 9.682 1,6% 13.333 1,9%
Adubos ou fertilizantes 15.634 2,5% 12.884 1,8%
Ferro fundido, ferro e aço 5.706 0,9% 10.089 1,4%
Subtotal 542.439 87,3% 637.657 88,6%
Demais Produtos 79.126 12,7% 81.996 11,4%
TOTAL GERAL 621.565 100,0% 719.653 100,0%
Elaborado pelo MRE/DPR/DIC - Divisão de Informação Comercial, com base em dados do MDIC/SECEX/Aliceweb.
Grupos de produtos listados em ordem decrescente, tendo como base os valores apresentados em jan-mar 2010.
DADOS BÁSICOS E PRINCIPAIS INDICADORES
ECONÔMICO-COMERCIAIS
CHILE