1

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES




CINGAPURA
































2
DADOS BÁSICOS

NOME OFICIAL: República de Cingapura
CAPITAL: Cingapura
ÁREA:
692,7 km
2
(menor que o Distrito
Federal)
POPULAÇÃO (2007): 4,5 milhões
IDIOMAS:
Inglês, mandarim, malaio e tâmil
(oficiais)
PRINCIPAIS RELIGIÕES:
Budismo (42,5%), islamismo (14,9%),
taoísmo (8,5%), catolicismo (4,8%),
hinduísmo (4%), outros cristãos 9,8%
SISTEMA POLÍTICO: República parlamentarista
CHEFE DE ESTADO: Presidente S. R. Nathan
CHEFE DE GOVERNO: Primeiro-Ministro Lee Hsien Loong
MINISTRO DOS NEGÓCIOS
ESTRANGEIROS:
George Yeo
UNIDADE MONETÁRIA: Dólar de Cingapura
IDH (2005, publicado em 2007): 0,922, ou 25
º
de 177 países listados
PIB (2007): US$ 161,3 bilhões
PIB per capita (2007): US$ 35.844
PIB PPP (2007): US$ 187,9 bilhões
PIB PPP per capita (2007): US$ 41.754
CRESCIMENTO DO PIB (2007): 7,7%
CRESCIMENTO DO PIB (EST. 2008): 4,0%
CRESCIMENTO DO PIB (EST. 2009): 3,8%
COMÉRCIO EXTERIOR (2007): US$ 554,7 bilhões
EXPORTAÇÕES (2007): US$ 302,7 bilhões
IMPORTAÇÕES (2007): US$ 252 bilhões
PRINCIPAIS PRODUTOS DE
EXPORTAÇÃO:
Componentes eletrônicos, derivados de
petróleo, equipamentos de
telecomunicações, instrumentos
ópticos e científicos

3
PAÍSES DE DESTINO DAS
EXPORTAÇÕES:
Malásia (12,9%), Hong Kong (10,5%),
Indonésia (9,8%), China (9,7%),
Estados Unidos (8,9%), Japão (4,8%),
Tailândia (4,1%)
PRINCIPAIS PRODUTOS DE
IMPORTAÇÃO:
Equipamentos de transporte e
maquinário, petróleo, equipamentos de
telecomunicações, instrumentos
ópticos e científicos
PAÍSES DE ORIGEM DAS
IMPORTAÇÕES:
Malásia (13,1%), Estados Unidos
(12,5%), China (12,1%), Japão (8,2%),
Taiwan (5,9%), Indonésia (5,6%),
Coréia do Sul (4,9%)
EMBAIXADOR DO BRASIL EM
CINGAPURA:
Paulo Alberto da Silveira Soares
EMBAIXADOR DE CINGAPURA
PARA O BRASIL:
Choo Chiau Beng (residente em
Cingapura)
Fonte: The Economist Intelligence Unit, Country Report, outubro de 2008.


INTERCÂMBIO COMERCIAL BILATERAL (em US$ milhões)
BRASIL⇒ ⇒⇒ ⇒
CINGAPURA
2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
2010
(jan-mar)
Exportações 338,19 571,88 844,92 944,77 1.379,21 2.108,58 1.297,44
333,55
Importações 414,72 425,35 815,19 1.188,11 1.208,46 1.745,23 658,37
177,06
Saldo -76,53 146,54 29,73 -243,33 170,75 362,34 639,07 156,49
Corrente de
comércio
752,92 997,23 1.660,11 2.132,88 2.587,67 3.852,81 1.955,82 510,62
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.




4

CRONOLOGIA DAS RELAÇÕES BRASIL-CINGAPURA


1967 Estabelecimento das relações diplomáticas.
1979 Instalação da Embaixada do Brasil em Cingapura.
1999 Criação, por iniciativa cingapuriana e chilena, do Foro de
Cooperação América Latina-Ásia do Leste (FOCALAL). O
Brasil adere no mesmo ano.
1999 Assinatura de Acordo bilateral sobre Serviços Aéreos.
2000 Visita ao Brasil do Primeiro-Ministro Goh Chok Tong.
2001 Visita ao Brasil do Ministro do Comércio e Indústria (atual
Chanceler), George Yeo.
2001 Cingapura inicia investimentos importantes no Brasil, desde
estaleiros no litoral fluminense (Keppel Fels e Jurong
Shipyards) à implantação de fábricas de componentes
eletrônicos em Manaus e no interior paulista.
2004 Visita ao Brasil do então Ministro de Indústria e Comércio,
George Yeo.
Jun. 2005 Visita a Cingapura do Embaixador Araújo Castro, como
Enviado Especial do Presidente da República, para tratar da
reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas.
Set. 2005 Visita ao Brasil do Vice-Primeiro Ministro S. Jayakumar.
Set. 2005 Abertura do Escritório Comercial de Cingapura em São Paulo.
2005 Visita a Cingapura de delegação chefiada pelo Secretário
Estadual de Ciência e Tecnologia do RJ.
2007 Missão a Cingapura da Agência Nacional de Transporte
Aquaviários.
2007 Visita a Cingapura do Ministro da Agricultura, Luís Guedes.
Ago. 2007 Visita ao Brasil do Ministro dos Negócios Estrangeiros
George Yeo, para participar da III Reunião Ministerial do
FOCALAL.
Set. 2007 Assinatura de Memorando de Entendimento sobre cooperação
em comércio e investimentos MERCOSUL-ASEAN.
Out. 2007 Visita a Cingapura do Secretário-Executivo do MDIC, Ivan
Ramalho, para participar do Latin Asia Business Forum (Lab-
07). (A visita estendeu-se a Hanói e Bangkok.)
Fev. 2008 Visita oficial do Chanceler Celso Amorim a Cingapura. (A
visita estendeu-se a Hanói.)
Mar. 2008 Visita ao Brasil do Secretário Permanente do Ministério de
Comércio e Indústria de Cingapura, Peter Ong.

5
Mar. 2008 Visita a Cingapura do Presidente da Comissão de Relações
Exteriores e Defesa Nacional do Senado, Senador Heráclito
Fortes, e dos Senadores Antônio Carlos Valadares, Geraldo
Mesquita Júnior e Adelmir Santana (em seqüência a Hanói,
Jacarta e Díli).
Mar. 2008 Visita a Cingapura do Subsecretário-Geral Político para
África, Ásia/Oceania e Oriente Médio, Embaixador Roberto
Jaguaribe.
Jun. 2008 Visita ao Brasil do Min. de Com. e Indústria, Lim Hng Kiang.
Set. 2008 Encontro entre o Ministro Celso Amorim e o Ministro George
Yeo, à margem da 63
a
Assembléia Geral da ONU.
Set. 2008 Visita a Cingapura do Secretário-Executivo do MDIC, Ivan
Ramalho, para participar do Latin Asia Business Forum (Lab-
08).

6
CRONOLOGIA HISTÓRICA

1824 Cingapura torna-se colônia britânica, mediante tratado assinado
pelo governo britânico com o Sultão de Johor (Malásia).
1942-45 O Japão ocupa a Malásia e Cingapura. Surgem as primeiras
demandas pela independência.
1945 O país se encontra em estado deplorável de pobreza, com alta
taxa de mortalidade, criminalidade e corrupção descontroladas,
bem como severos danos à infra-estrutura.
1946 Cingapura torna-se uma colônia britânica separada da Malásia,
com administração governamental própria.
Década
de 1950
A demanda mundial por estanho e borracha acelera a
recuperação econômica.
1953 Autonomia parcial de Cingapura. Surgem a Frente Trabalhista, e
o Partido de Ação Popular (PAP), que defendem o fim do
colonialismo e a integração com a Malásia.
1959 Cingapura obtém autonomia interna, mas ainda integrando o
Império Britânico. Lee Kuan Yew, do PAP, torna-se Primeiro-
Ministro.
1963 Em seqüência a referendo popular, Cingapura declara sua
independência e junta-se à Federação da Malásia.
1963 Surgem tensões políticas entre o grupo étnico chinês, majoritário
em Cingapura, e o grupo malaio, majoritário na Malásia.
1965 Com receio da influência de Cingapura sobre a Federação e da
escalada da violência entre as comunidades chinesa e
muçulmana, o Governo da Malásia decide excluir Cingapura da
Federação.
1967 Cingapura junta-se a Brunei, Filipinas, Indonésia, Malásia e
Tailândia para formar a Association of Southeast Asian Nations
(ASEAN).
1970 –
1990
Cingapura experimenta notável período de desenvolvimento
econômico (tal como Hong Kong, Coréia do Sul e Taiwan, os
“tigres asiáticos”).
1990 Após 31 anos, Lee Kuan Yew deixa o poder como Primeiro-
Ministro. Assume Goh Chok Tong.
1997 Crise asiática, que não chega a provocar problemas mais graves
à economia cingapuriana. O país permanece como a mais
próspera nação na região.
2004 Goh Chok Tong passa o cargo de Primeiro-Ministro para Lee
Hsien Loong, filho de Lee Kuan Yew. Os dois ex-Primeiros
Ministros permanecem no poder, como Ministro-Mentor (Lee
Kuan Yew) e Ministro-Sênior (Goh Chok Tong).

7

ATOS BILATERAIS


Promulgação
Título
Data de
celebração
Entrada
em vigor
Decreto

Data
Acordo sobre Serviços Aéreos 28/10/1997 19/07/1999 3162 02/09/1999
Memorando de Entendimento
para Cooperação em Ciência e
Tecnologia
25/11/2008 25/11/2008
Memorando de Entendimento
para o Estabelecimento do
Comitê Conjunto de
Promoção Comercial e de
Investimento
25/11/2008 25/11/2008




8
DADOS ECONÔMICO-COMERCIAIS



9





10




11



12



13