Ifá o Òrìsà do Destino - Introdução

Òrúnmìlà-Ifá, ocupa uma posição única no panteão africano, através dele podemos decifrar o
código secreto espiritual de qualquer ser humano, comunidade ou Nação, pois nele está inciso o
poder da criação.
Na ordem divina de Olódùnmarè o espírito é eterno, e através de Òrúnmìlà-Ifá conseguimos
obter a soma total de nossa eist!ncia, a nossa ligação com o "niverso, e o destino que
escolhemos para voltar a vida quando nascemos. #le é o diagnóstico de nosso Elédà $mente
superior%, sabendo tudo o que aconteceu no passado, está acontecendo e qual será o nosso
futuro. Òrúnmìlà-Ifá é a tradução da sabedoria infinita de nosso &eus criador, aquele que tudo
sabe, tudo v!, é o verdadeiro elo de ligação entre o homem e o criador.
Na 'ultura Yorùbá são os elementos da nature(a que dão condição de vida no planeta, a água, o
fogo, o ar, e a terra. #stes se apresentam de inúmeras formas que se multiplicam primeiro em
de(esseis, sendo o número dos primeiros Òrìsà primordiais, que vieram para a)udar a construção
do planeta sob todas as formas de vida, ou os de(esseis Odù, a tradução literária de todos os
problemas do homem, e neles estão contidos toda a sabedoria da criação.
Ifá transmite sua palavra através dos de(esseis Odù, e estes são a epressão da nature(a que é
a fonte de energia que movimentará e determinará a personalidade da pessoa. #stes Odù,
multiplicados por mais de(esseis perfa(em *+, tipos de divindades diferentes entre si, com
atributos próprios e cada um conterá uma compleidade de inúmeros caminhos ao qual servirão
para auílio da raça humana.
#m nosso princípio ancestral, todos nascemos da terra, ve)a a composição de seu organismo que
é composto de água, minerais, ferro, e assim por diante, portanto é natural que para encontrar o
equilíbrio de nossa vida também façamos uso dos elementos que saem da própria nature(a.
-oda a criação &ivina tem uma função determinada para auiliar a sobreviv!ncia em equilíbrio
entre as forças negativas e positivas.
Templo de Ifá em Ilé-Ifá, Nigéria - África
Na tradição africana, por tudo o que )á foi dito, Ifá é um Órìsà muito venerado. #m sua terra
$Ilé-Ifá% eiste um templo muito antigo onde todas as setas.feiras as pessoas vão re(ar para a
pa( no planeta. 'omo nada será feito de importante sem antes consultá.lo, quando um beb!
nasce, entre o terceiro e quinto dia após seu nascimento ele é levado ao Bàbáláwò para que se
faça uma consulta a fim de saber qual será o destino desta criança, recebendo tratamento para
que o rumo de sua vida se)a o melhor possível.
/ualquer caso de saúde, casamentos, financeiro, amoroso, depressão é revelado através de
divinação, que além do problema apresentará as possibilidades de melhorar a situação
determinando o que poderá ser feito para atrair a sorte, a pa( e a felicidade de cada um.
Festa Popular
0 'ulto a Ifá envolve as oferendas, proteç1es que são feitas com as magias, e a cada novo ano
ele será consultado para saber o futuro da comunidade. 2ua import3ncia é tanta que será
através da consulta ao Òrìsà que um novo rei será eleito, uma ve( que pode conhecer a pessoa
ideal para ocupar qualquer cargo tanto como um líder, ou outro tipo de ocupação, estas são
marcas que )á tra(emos de nosso espírito ancestral.
2e após a consulta for determinada a reali(ação de algum sacrifício para um Òrìsà, não se pode
esquecer a parte dedicada a Èsù, pois ele é a energia que transformará a sua necessidade,
enquanto matéria, em energia sutil a fim de que seu pedido chegue a Olódùnmarè.
#le é simboli(ado por trinta e dois caroços de um tipo especial de palmeira de dend!, os quais
apresentam tr!s ou mais 4olhos4, ao invés de apenas dois, como nas palmeiras comuns. 5ntes
de serem servidos ao Òrìsà, os caroços deverão ser preparados especialmente no bosque de Ifá,
para só depois serem manipulados pelo 2acerdote de Ifá para fins de divinação, e só podem ser
etraídos por homens.
/uando uma leitura não favorece o consulente, não é necessário ficar em desespero, pois Ifá
poderá ser consultado novamente para informar qual o melhor procedimento para eliminar o
obstáculo que lhe entravam a felicidade. 0 animal necessário para o sacrifício só será
determinado através da divinação, e após ser efetuado, o consulente deverá apresentar.se mais
uma ve( perante o Òrìsà a fim de saber se ele se satisfe(.
#ntre nós, os Yorùbá, os 2acerdotes dedicados a Ifá pedem sua benção todos os dias pela
manhã, e uma ve( por ano promovem uma festa em sua homenagem.
Cerimônia do Obì Abata
Obì, é um fruto sagrado também considerado Òrìsà, e o de quatro gomos são suficientes para o
seu culto diário. -odas as manhãs o 2acerdote colocará um Obì dentro d6agua e começa a bater
no Opon-Ifá, com o Iro!-Ifá"
#nquanto bate recitará um Or#ì $evocação% a Ifá como abaio descrito em lingua Yorùbá
Ti a ba ji a we´wo toni, a we´se kasin owuro
Ti a ba ji, a tun wa fi aso toki bo`ra
Mo ni Òrúnìlà, o ji re loni
!la, o ji´re loni
Moro"untolu, Mosiakara#ba, oo erin nfon #u l´alo
Oo e ekaa owo ko jékun ara abe
Oo abeto winniwinni b´eji ro $´oo akunnu
Oo olobe to fi ori o o%i uo juo
Oa jire loni o
O ji re loni tokun-tokun
O ji loni ti%e-ti%e
O ji bi oloto ti nji nile A%o
O ji biurinrin ti nji lo%e owo
O ji bi $ee$ee ti nji lo%o Asin
O ji bi Olosunta ti nji lo%e Ikere
O ji bi ala ti nji lo%e A%o &Ibini'
O ji bi oro #i%i#ba ti nji lo%e Isele
O ji bi (bebe ti nji lo%e A)o
O a jeki oni san i o
7ogo após a evocação o Bàbáláwò parte o 0bì, que se for do dese)o poderá ser )ogado para
saber se o culto foi bem aceito, e esta água levada a Èsù. 2e aceito o Obì cairá com dois gomos
virados para baio e dois gomos virados para cima $imagem da dualidade macho e f!mea% caso
o resultado se)a $láàf%a, ou se)a os quatro gomos virados para cima, Ifá terá aceito o Obì,
quando então o 2acerdote dividirá o Obì entre todos as pessoas que irão consultar com ele
iniciando os trabalhos do dia.
Na comemoração anual de 8fá, o sacerdote oferece em sua homenagem9 màrìwò, frango, peies,
cabra, &'b#n $caracol%, inhame, os(a om(, pedaço de tecido e Obì. 0 os(a om(, será colocado
sobre a imagem de Ifá )unto com tr!s inhames amarrados, e assim o Bàbáláwò pronunciará as
palavras do culto que em Yorùbá são9
Ifá, o $e o
Òrúnìlà, o $e
!la o $e, oo o)i#i
Òrúnìlà o $e
!t*eti ke #b*ure
Aa)a olu$e, uu$e re ire o
Aa)a olu$e uu$e re ire o
Aa)a olu$e, $e re ire o
A$eje a$eu
A$e ni #bo#bo %ukia ninu o%un )i
+i o ni a$awisi ioni
+i o ni uwere a nise
+i o ni wonran niboju ti no
+i o wa #bo"un awo loni
5pós encerrar esta evocação o Bàbáláwò re(a para todos os presentes na festa e partirá o Obì
aceito por Ifá, distribuindo pequenos pedaços a cada um. 'omo oferenda será imolada uma
cabra em cu)o sangue ficará na imagem de Ifá até o dia seguinte.
/uando chegar ao quinto dia, o Bàbáláwò consultará Ifá, a fim de obter as previs1es do ano, e
de acordo com o resultado serão oferecidos novos sacrifícios e oferendas de ob)etos, conforme a
resposta do Òrìsà, para que tudo transcorra da melhor forma possível.
No sétimo dia o Bàbáláwò oferece uma festa, na qual se come e bebe encerrando desta forma o
'ulto anual a Ifá.
:oderíamos falar muito mais sobre Ifá, mas deio aqui meu e.mail para que entre em contato
através do qual darei mais informaç1es e orientaç1es seguras e verdadeiras sobre este Òrìsà.
s Iniciados no Culto a Ifá
:ara aqueles que receberam em seu Or#, a mão de Ifá, após passarem pelos rituais de iniciação,
podem ser considerados portadores de um bem inestimável, com ele reencontrarão o caminho
de seu destino primordial, puro, limpo de todas as ma(elas que adquirimos durante a vida; é um
reencontro com nossa transcend!ncia. <as, é necessário esclarecer que para fa(er )u( a este
direito também será preciso uma alt!ssima reconsideração de suas atitudes perante a vida, pois
este ser não fará mais parte daquilo que chamamos do inconsciente coletivo que prevalece na
raça humana, a partir de então passará a ser ele um indivíduo único, diferenciado, o qual terá de
cumprir suas obrigaç1es em relação a Ifá com respeito e dignidade a fim de poder receber o
verdadeiro )s! e como conseq=!ncia assumindo perante a si próprio responsabilidades muito
grande, que se não cumpridas poderão tra(er graves conseq=!ncias.
"ntendendo o Or,#
/uando nascemos, o Or# $cabeça%, é o primeiro >r?s@ que recebemos, nele tra(emos as
impress1es que estão gravadas no inconsciente, a nossa origem no universo. 7igados a ele por
nosso Elédà, $mente superior%, e fonte da intelig!ncia para a sobreviv!ncia no $%*é $-erra%, e
dele $Or#%, geramos toda a força propulsora que nos condu( em nossa )ornada não somente para
a vida em si mas também na saúde, prosperidade e equilíbrio, o qual está diretamente ligado ao
Òr(m $'éu%, portanto aquele que conhece o próprio destino, da mesma forma que nos condu(irá
na passagem do mundo físico ao espiritual, Iú $a morte%.
5ssim, Or# A origem do ser A Elédà $ mente superior%, está ligado ao Òr(m, e ao mesmo tempo
ligado @ -erra $$%*é%, sobrevivendo após a morte para transmutar a morte física para a vida do
espírito, e desta forma guardando em sua memória as marcas de sua origem.
40 pensamento provoca a ação4, 4a ação provoca a reação4, e todos os frutos colhidos serão a
resposta de nossa conduta, de nosso equilíbrio tanto mental como emocional, e isto é ter bom
Or#, que saudaremos Olor%r!, e para aqueles com um mau Or# diremos Olor% B(rúú, aquele de
cabeça ruim, fraca.
Olódùnmarè, nosso &eus maior nos deu a perfeição, deiando conosco a sabedoria
transcendente, a qual somente poderá ser compreendida com um bom Or#, assim di( o Or#ì
$re(a%, 4Nada se fa( sem um bom 0r#,4 nem mesmo nosso corpo tem comando, não anda, não
prospera, não tem alegrias, não tem saúde.
Ifá em nossa $ida
Ifá, é a soma da sabedoria suprema, a cosmogenia e a cosmologia, a vida e a morte, o
nascimento da nature(a, a visão total do mundo e da eist!ncia estabelecendo normas éticas
que irão comandar as sociedades e os homens, e assim determinando uma conduta nobre diante
de todas as forças que se formam contra o bem da humanidade, a força que condu( a
sustentação do planeta vivo.
Neste processo tão poderoso, aquele que for iniciado em seu 'ulto estará agregando a si uma
permissão para obtenção de um poder muito maior perante Olódùnmarè, assim eistindo a
necessidade por parte dos 2acerdotes conhecedores plenos da etensão deste mesmo poder
avaliarem o candidato com muita clare(a e assim permitindo ou não esta iniciação.
Nem todos estão habilitados a carregarem em seu Or#, esta força que liga o ser com o sagrado.
2eus 2acerdotes, apoiados nos conhecimentos milenares, carregados por uma cultura de
tradiç1es em bot3nica, mineralogia, (oologia conseguem unir os elementos da nature(a @
energia vital de cada indivíduo procurando o equilíbrio entre as forças espirituais e materiais de
cada um, esta união da ci!ncia com o mundo espiritual precisa de mentes sãs.
% Conduta dos Fil&os de Ifá
Bica assim muito claro que para estes filhos a conduta é de suma import3ncia, e que haverá a
necessidade de muito domínio de suas emoç1es onde a &umildade, a paci'ncia, o car(ter, a
dignidade, a sa)edoria, deveram ser superiores a qualquer tipo de $aidade, prepot'ncia,
arrog*ncia, am)ição, sendo estas últimas características que poderão ser usadas
indevidamente a fim de obter proveito próprio mas que sem dúvida serão cobradas pela lei
universal de ação e reação.
/uando se fala que o >r?s@ castiga, é uma inverdade, pois na realidade a maior parte do
sofrimento é fruto do desequilíbrio entre a emoção e a ra(ão humanas, e conforme as atitudes
tomadas perante seus semelhantes as forças que irão reagir em sua vida tanto poderão ser
positivas como negativas, conquanto serão um fruto do seu bom ou mau Or#, a resposta daquilo
que voc! é.
#m nosso mundo 0cidental achamos que o valor do homem está na obtenção somente de bens
materiais, e para o consumo destas necessidades não se mede esforços nem os meios de
alcançá.los, mesmo que muitas ve(es as formas usadas se)am totalmente incompatíveis com as
7eis 2uperiores. Não há respeito nem pela nature(a, nem com seus semelhantes.
Na Cfrica, no entanto eiste em seu povo a Consci'ncia Plena dos compromissos que eistem
entre as forças da nature(a e os homens, e que o verdadeiro bem não está em usar estes
poderes de uma forma inconseq=ente, eplicando.se assim sua simples forma de vida, os
verdadeiros valores do homem não estão em sua conta bancária, mas em seu Elédà, no uso da
sabedoria adquirida não somente para o bem de si próprio mas para manter o equilíbrio do
planeta.
5 terra é a sustentação da vida, todo o mundo físico está sobre ela, carros, asfaltos, prédios ,
plantação ou qualquer outra coisa, isto tudo fa( parte da ilusão do homem, sua maior rique(a
está na nature(a, sem ar ele não vive, sem terra ele não anda, sem fogo ele não tem progresso,
e sem água ele não nasce.
0 ser humano vive obcecado dentro de suas ilus1es, por isto ele adoece, trapaceia, chora, e ri,
deiando.se levar por valores que não são dele mas da condição de uma sociedade, a sua
origem pura está perdida em meio a tudo isto e o desequilíbrio se instala em seu Or#, gerando a
inve)a, a ansiedade, a impaci!ncia, a depressão, ele é um ser desconectado de seu #u interior
$Elédà%, sem isto não consegue ouvir sua própria consci!ncia e chegar verdadeiramente a &eus.
/uanto mais nos aprofundamos conseguindo entender a grande(a da sabedoria divina, mais
distantes estaremos das banalidades, uma ve( que a rique(a )á está codificada dentro de nossa
alma, é uma força sutíl que nossa sensibilidade grotesca não consegue perceber, e como
resultado não temos pa(, felicidade e prosperidade.
5ntes de qualquer compromisso com Ifá, esta pessoa deve estar informada e preparada para
assumir esta conduta.
5 lealdade com o princípio &ivino, estará acima de tudo.
% Transformação dos fil&os Iniciados em Ifá#
No momento da iniciação o destino vivido por esta pessoa até então, estará sendo limpo,
enterrado, dela serão tiradas todas as forças contrárias, e haverá uma mudança no tra)eto até
então vivenciado, fa(endo com que seu Or# encontre o destino do momento de sua concepção,
apagando as imperfeiç1es conseq=entes de sua vida refletida pela sociedade onde nasceu,
cresceu e vive para reencontrar a sua origem perfeita.
<as para que esta força de fato venha adentrar em seu Or# e passe a fa(er parte de sua
eist!ncia estes novos filhos deverão procurar além de cumprir leis, entender, estudar o sentido
desta filosofia para que a magia desta iniciação prevaleça neste Or#, sendo ela independente de
seu Órìsà Duardião.
Ifá, é um culto tradicional considerado a fonte de todas as outras formas de adoração, é um livro
de orientação, um roteiro, que trata voc! como indivíduo único e através do qual receberá suas
regras de conduta pessoais Ewos, $leis% de acordo com sua origem ancestral, leis estas que irão
levá.lo a obtenção da reali(ação de sua felicidade de acordo com sua própria história e missão.
5qui não pode haver a alimentação de sonhos que não fa(em parte de seu destino, mas a leitura
daquilo que voc! sempre foi, desde os primórdios e a busca de seu aprimoramento através das
soluç1es apresentadas nos )ogos divinatórios de Ifá. 5ssim em nada se parece a qualquer
religião, associaç1es ou fraternidades que eistem, onde todos são tratados como massa
independendo da intelig!ncia, e onde seu #u 8nterior não é respeitado.
0 aprendi(ado correto da forma de sua cultuação requer um grau elevado no domínio de seu
comportamento )á cheio de vícios de personalidade este é o verdadeiro )s!, o nascer novamente
com a maturidade e a consci!ncia adquirida e poder reformular sua vida de forma a satisfa(er
sua vida.
+itual de Iniciação em Ifá#
:rimeiro o candidato será apresentado ao sacerdote, que )ogará então o Op!l!-Ifá, e através
dele terá a visão plena das condiç1es necessárias para que este Or# possa receber esta iniciação.
Eamais esta avaliação será feita através do )ogo de bú(ios como é de costume aqui no Frasil.
"ma ve( aceito, esta preparação será feita com um m!s de antecedencia, quando então o
sacerdote irá para a floresta sagrada @ procura das sementes também sagradas, o I%n, e então
passadas por rituais que somente os Bàbáláwò podem eecutar.
#stas sementes são dotadas de tr!s ou mais olhos $G.H olho, Iwa Y%, o olho do caráter%, e serão
escolhidas para cada pessoa de acordo com os Odú que caíram durante o )ogo, não podemos
esquecer que Ifá tradu( a sua individualidade.
&urante o ritual iniciático, enquanto estão sendo batidas as sementes de %%n, o sacerdote estará
recitando os versos $I+an% dos I, Odú principais, mais Odú-Ifá Os!+(rá, que representa a
criação da diversidade no "niverso, e assim a visão dos inúmeros caminhos tradu(idos pelos
Odú, dando a Òrúnmìlà o nome de El!r%p%n $5 2emente da 'riação%.
#stas sementes re(adas individualmente será o Ibá-I%n-Ifá, elemento que fará a ligação de seu
Elédà com sua origem &ivina o qual estará relacionado aos primeiros I, Odú, os Órìsà
primordiais, e a multiplicação destes. 5 sua matri( de origem estará sendo invocada para dar
sentido a sua vida aqui na terra.
!s--Ifá
5 ilusão nos causa impress1es de que algo visto de perto pareçam simétricas, e quando vistas @
distancia terão um novo foco, assim vice e verça. :artindo deste princípio tudo depende do modo
como se 4olha4, assim a )ustiça, ou a in)ustiça, o bem e o mau, assim como é importante as
pessoas terem em conta que muitas ve(es aquilo que lhes fa( bem ho)e, com o tempo pode não
ser, da mesma forma que aquilo que ho)e é ruim, amanhã poderá ser muito bom.
:ara a cultura Yorùbá, Èsù é o )ustiçeiro &ivino, aquele que olha tudo, que leva a Olódùnmarè os
anseios do homem e o trás de volta em forma de benefício, Jse ou não.
-udo o que eiste tem sua polaridade, e Èsù será aquele que nos dará a pista de qual o caminho
tomar, ele tradu( a linguagem densa de nossa crosta terrestre para chegar no divino, gerando
caminhos $Odú%, portanto ele é a primeira semente geradora.
/uando voc! conversa com a nature(a e isto lhe trás benefício é Èsù que tradu(iu o seu código
mental para a energia pura, tra(endo de volta em forma de pra(er interior.
2e o I%n-Ifá é a mente, para cada inciciado será então plantado um Èsù, pois ele é quem vai
transformar os dese)os interiores no seu mundo paupável, a mente é a ra(ão, e Èsù o gerador,
aquele que fa( conceber, nascer, criar e tornar possível os frutos desta ra(ão.
#le será plantado em uma pedra na qual os sacerdotes invocarão um espírito, e daí por diante
voc! deverá criar uma afinidade de tal forma que tudo o que faça possa com ele dialogar, em
todos os momentos, todos os dias e horas, se não fisicamente, mentalmente, criar uma
simbiose. Borças são energias vivas que não podem ficar paradas, se voc! não tem este contato,
com o tempo se vão, e aí voc! perderá novamente este elo de ligação, e só lhe restará uma
pedra.
Ikin-Ifá e .s--Ifá
:or conclusão, quando o iniciado recebe estes elementos sagrados o seu equilíbrio espiritual será
completo, representando a unidade entre aquilo que se pensa e aquilo que se fa(.
5quele que vive somente dentro da ra(ão concentra na parte central do seu corpo esta energia,
e viverá sempre tenso, dores de cabeça, mau humorado, é um ser nervoso.
/uando ao contrário a pessoa se agita muito mais do que fa(, serão aqueles que não sabem
nem o que fa(em, nem para onde ir, e vivem se debatendo de um lado para o outro sem sentido
ou ob)etivos.
0 equilibrio está em pensar, e fa(er. 0 Or# cria ob)etivos, os pés correrão o mundo, e as mãos
farão o que precisa.
5 manutenção deste enorme bem recebido terá que ser cumprido, sob muitas formas9 5o se
levantar de manhã, em )e)um sem falar com ninguém deverá orar para eles. -odas as setas.
feiras fará sua oferanda da semana. 5 cada GK dias, sua oferenda de m!s. # a cada ano será
feita festa em sua homenagem. -odos os preceitos, oferendas ou qualquer coisa que fará
sempre será sob a orientação de um Bàbáláwò, nenhum outro grau hierarquico dentro de nossa
religião está apto para dar orientação sob a conduta e procedimento para os filhos de Ifá. L bom
que se diga que na Cfrica, Bàbáláwò não são possuidos pelos El!'(ns, e este um título é usado
no Frasil indiscriminadamente por pessoas que não conhecem a profundidade de seus reais
fundamentos.

Related Interests