___________________________________________________________

_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
1


Manual de Operação







107TD47
DSI – Dispositivo Supervisor de Isolamento
com supervisão do transformador de separação












___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
2

NOTAS:


 Este manual de operação é propriedade da firma Dipl. Ing. W. Bender GmbH & CoKG
(Alemanha);

 Tradução para o português: RDI Representações e Distribuição Industrial Ltda. (São
Paulo/ Brasil);

 Este manual somente poderá ser usado por cliente que tenha adquirido o dispositivo
do fabricante através do representante distribuído no Brasil;

 Este manual não poderá ser reproduzido.






© 2005 BENDER Alemanha
Fabricante:
Dipl.-Ing. W. Bender GmbH & Co. KG













REPRESENTANTE, DISTRIBUIDOR E AGENTE PARA O BRASIL

RDI Representações e Distribuição Industrial Ltda.
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga
06230-098 - Osasco – SP
Tel.: 3602 6260
E-mail: contato@rdibender.com.br
Internet: www.rdibender.com.br


Todos os direitos reservados
Reprodução sujeita a autorização do editor.
Sujeito a alterações!















___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
3

Como usar este manual corretamente
Avisos de utilização
Este manual descreve o dispositivo supervisor de isolamento
107TD47. Destina-se a profissionais da área eletrônica e
eletrotécnica e, especialmente, a projetistas, instaladores da
área elétrica.
Antes do uso do equipamento, por favor, leia este manual, o
folheto complementar "Recomendações técnicas de segurança
para produtos BENDER", bem como, as instruções que
acompanham os componentes do sistema antes da utilização
dos dispositivos. Mantenha este manual junto ao equipamento
para consulta.
Caso ainda existam dúvidas, entre em contato com nosso
representante. Também oferecemos suporte técnico no local,
mediante consulta ao nosso departamento de assistência
técnica.
O presente Manual foi elaborado com o máximo esmero.
Contudo, falhas ou erros não podem ser totalmente evitados.
A BENDER não assume nenhuma responsabilidade por danos
pessoais ou materiais, resultantes de falhas ou erros contidos
no presente manual de operação.

Pessoal qualificado
Somente pessoal qualificado deverá manusear os dispositivos
BENDER. O termo "qualificado" significa estar familiarizado
com a montagem, comissionamento e operação do produto e
ter recebido treinamento adequado quanto a sua utilização.
A equipe precisa ter lido este manual e entendido todas as
advertências relativas à segurança.
Recomendações gerais sobre segurança
Os equipamentos BENDER são concebidos de acordo com o
que há de mais avançado em relação a técnicas e medidas de
segurança. Todavia, durante sua utilização, poderão ocorrer
riscos corporais e à vida do usuário ou de terceiros, bem como
danos aos equipamentos BENDER ou em outros bens.
 Dispositivos BENDER devem ser utilizados somente:
- para a finalidade prevista;
- em perfeitas condições técnicas quanto à segurança;
- observando-se as regras e normas de prevenção de acidentes
no local da instalação;
 Elimine todas as falhas que possam interferir em aspectos
de segurança;
 Não faça modificações não autorizadas e utilize apenas
peças de reposição e acessórios vendidos ou
recomendados pelo fabricante. A inobservância destas
recomendações pode ocasionar incêndios, descargas
elétricas e ferimentos;
 As placas de aviso sempre devem estar bem legíveis.
Placas danificadas ou ilegíveis devem ser substituídas
imediatamente;







Garantia e responsabilidade
Ficam excluídos direitos de garantia e responsabilidade
relativos a danos pessoais e materiais, caso sejam atribuídos a
uma ou mais das seguintes causas:
• Utilização inadequada;
• Montagem, colocação em serviço, operação e manutenção
inadequados;
• Utilização de equipamentos com dispositivos de proteção e de
segurança com defeito ou instalados incorretamente;
• A inobservância das recomendações contidas neste manual e
no folheto "Recomendações importantes de segurança para
produtos BENDER", relativas a transporte, armazenagem,
montagem, colocação em serviço, operação e manutenção;
• Modificações construtivas arbitrárias;
• Inobservância dos dados técnicos;
• Reparos efetuados de maneira inadequada e utilização de
peças de reposição ou acessórios não recomendados pelo
fabricante;
• Catástrofes provocadas por ação de corpos estranhos ou
força maior.
Garantia
A BENDER oferece garantia de 12 meses, a partir da data de
entrega, contra defeitos de fabricação e de material para
aparelhos utilizados em condições normais de armazenagem e
operação.
Esta garantia não cobre serviços de manutenção de qualquer
espécie.
A garantia vale apenas para o primeiro comprador e não se
estende a produtos ou peças individuais que tenham sido
utilizadas incorretamente ou modificadas. A garantia se
extingue se os aparelhos forem operados em desacordo com
as instruções ou utilizados em condições anormais.
A responsabilidade da garantia se limita ao conserto ou
substituição de aparelhos que forem remetidos a BENDER no
prazo de validade da garantia. É pré-requisito que a BENDER
reconheça o produto como defeituoso e o defeito não tenha
sido originado por utilização incorreta, modificação ou condição
anormal de operação.
Toda e qualquer garantia se extinguirá se forem realizados
reparos ou modificações nos aparelhos por pessoal não
autorizado pela BENDER. As condições de garantia acima
valem exclusivamente e substituem as demais obrigações de
garantia contratuais ou legais, inclusive, mas não limitado a
elas, a garantia de comercialização, adequação ao uso e
utilidade para uma aplicação específica.
A BENDER não responde por danos concomitantes ou
consecutivos imediatos ou indiretos, independente do fato de
eles serem atribuíveis a ações legais, ilícitas ou de qualquer
outra natureza.








___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
4

Uso Previsto
O DSI 107TD47 é um dispositivo multifuncional para supervisionar sistemas IT quanto à:
resistência de isolamento;
sobrecarga de transformadores;
superaquecimento de transformadores.
O DSI 107TD47 é concebido para uso na supervisão do fornecimento de energia em recintos médicos conforme DIN VDE 0100-710
(VDE 0100 parte 710): 2002-11, IEC 60364-7-710:2002-11 e ABNT NBR 13534.

Informação de segurança específica do dispositivo


Somente um dispositivo supervisor de
isolamento deve ser usado em cada sistema
interconectado. Quando forem aplicados testes
de resistência e tensão o dispositivo deve ser
isolado do sistema durante o período dos
mesmos.

Funcionamento
Supervisão do isolamento
O DSI 107TD47 supervisiona circuitos IT CA monofásicos ou
trifásicos que podem também conter componentes em
corrente contínua (CC). A adaptação à capacitância de fuga
do sistema é automática (Max. 5 μF).
Supervisão da corrente de carga
Em circuitos CA a corrente de carga é supervisionada através
de um transformador de corrente STW2; em circuitos 3 CA
são necessários três transformadores STW2 e um adaptador
trifásico LSD470. Em circuitos trifásicos somente o valor mais
alto da corrente de carga é avaliado.
Supervisão da temperatura
A temperatura no enrolamento do transformador é medida
através de termistores PTC ou contatos NC (normalmente
fechados).
Avaliação
Caso um dos valores medidos ultrapasse o valor limite
ajustado, tem início um alarme (alarme multifuncional).
O LED ALARM acende, o relé de alarme comuta e uma
mensagem é exibida no display. Esta mensagem de alarme é
transmitida a outros dispositivos Bender, como por exemplo,
um anunciador de alarme e teste, através de uma interface
RS 485 (protocolo BMS).
Conversor de sinal (opcional)
A resistência de isolamento de focos cirúrgicos é
frequentemente supervisionada por outro DSI, que ativa com
contato de relé em caso de alarme. A mensagem de alarme é
gravada pelo 107TD47 e transferida via barramento BMS
(interface para dispositivos de medição Bender) para outros
dispositivos Bender, como por exemplo, um anunciador de
alarme e teste.







Elementos de operação


Legenda dos elementos de operação

1 Display de texto retroiluminado ( 2 x 16 caracteres)
2 LED “ALARM” (amarelo) acende quando o valor de
resposta é ultrapassado.
3 Setas de rolagem
No modo de exibição: sem função
No modo menu: usada para navegação no menu e
para alteração de parâmetros.
4 Botões “MENU/ENTER”
Para mudança entre os modos de exibição e menu.
No modo Menu: o botão ENTER confirma o ponto
selecionado do menu ou confirma a alteração de um
parâmetro.
5 Botão “TEST”
No modo de exibição: se pressionado, ativa a
função TEST (autoteste).
No modo Menu: se pressionado, provoca o retorno
à tela de exibição a partir de qualquer posição.
Caso seja pressionada durante uma alteração de
parâmetro, a última alteração não será gravada.








___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
5

Instalação e Conexão

Certifique-se de que o sistema esteja desligado
antes da instalação e antes que qualquer
serviço seja executado nos cabos de conexão.
O descumprimento desta informação de
segurança pode causar choque elétrico a
pessoas, substanciais danos á instalação
elétrica e destruição do dispositivo.
Instalação
O dispositivo é adequado para:
 Montagem em painéis de distribuição standard em
conformidade com a DIN 43871:1992-11;
 Montagem em trilho DIN em conformidade com a
IEC 60715:1995-10;
 Ou montagem com parafusos.
Dimensões

Conexão
Conecte o dispositivo como ilustrado no esquema de fiação.
O torque de aperto para terminais de parafuso é: 0,5...0,6 NM
(4.3...5.3 lbin).
1 Tensão de alimentação
Conecte o dispositivo à tensão de alimentação Us
adequada (vide etiqueta de identificação). Deve ser
prevista proteção contra curto circuito (para todos os
polos caso a tensão de alimentação tenha origem em
circuito IT.
2 Supervisão de um circuito IT CA
Conecte o dispositivo ao circuito IT CA a ser
supervisionado. Caso a tensão de alimentação tenha
origem no circuito CA a ser supervisionado, conecte os
terminais respectivos. Utilize dois cabos separados ao PE
na conexão dos terminais E e KE.
3 Supervisão da temperatura e da carga
Conecte a supervisão da temperatura do transformador.
Caso não haja supervisão da temperatura execute uma
ponte entre os terminais Z1 e Z2.
Conecte o transformador de corrente STW2 para a
supervisão da corrente de carga. Para supervisão de
circuitos trifásicos são necessários três transformadores
de corrente STW2 e um adaptador trifásico LSD470. Caso
não haja supervisão da corrente de carga, conecte um
resistor 20...50 Ω (recomendado 30 Ω) entre os terminais
K e I.


4 Interface
Conecte o dispositivo a outros dispositivos Bender com
capacidade de comunicação em rede, tais como o
anunciador de alarme e teste, conforme as instruções do
barramento BMS.
5 Relé de alarme
Conecte os dispositivos a serem ativados em caso de
alarme aos terminais de saída do relé K.
6 Outros dispositivos periféricos
Caso aplicável, conecte o botão TEST externo e o contato
de alarme para supervisão do foco cirúrgico ao
dispositivo. Caso não haja supervisão do foco cirúrgico
execute uma ponte entre os contatos T1 e IN.
Legenda do esquema de fiação
F Fusível 6 A, proteção contra curto circuito para
tensão de alimentação.
STW2 Transformador de corrente para supervisão da
sobrecarga (acessório pedido separadamente).
δ Termistor PTC – ESO107 – (ou contato NC,
normalmente fechado) nos enrolamentos do
transformador. Responde em caso de
sobreaquecimento no núcleo do transformador.
Não devem ser conectados em série mais do que 6
termistores PTC.
LSD470 Adaptador trifásico para supervisão da sobrecarga
em circuitos 3 CA.
K Relé de alarme sem memória da falha para
indicação de falhas de isolamento, condição da
sobrecarga, superaquecimento ou erro no
dispositivo.
MK Anunciador de alarme e teste remoto MK2418 ou
painéis de operação TM.
A1, A2 Conexão da tensão de alimentação Us
L1, L2 Conexão ao sistema a ser supervisionado
Z1, Z2 Conexão da supervisão da temperatura
k, I Conexão da supervisão da corrente de carga
E, KE Duas conexões ao PE
T1 Tensão de alimentação para T1 e 1N1
T2 Botão externo opcional para teste da supervisão de
isolamento (teste de resistência 42 Ω) e do circuito
de medição quanto a corrente de carga e
temperatura.
IN Entrada que possibilita a exibição da mensagem
“Insulation fault operating theatre light” ou seja, falha
de isolamento no foco cirúrgico. A mensagem é
gerada através de um contato NC (normalmente
fechado) do dispositivo supervisor de isolamento
correspondente.
A, B Interface RS485 (protocolo BMS)
11,12,14 Conexão do relé de alarme K





___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
6
Conexão de circuitos monofásicos


Conexão de circuitos trifásicos



___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
7

Comissionamento

1. Verifique a correta conexão do dispositivo antes do
comissionamento.
2. Ligue a tensão do sistema
3. Adapte os ajustes no modo menu às condições de suas
instalações (ex. endereço no barramento, LSD470 on/off).
Faça também os ajustes necessários em todos os
dispositivos conectados ao 107TD47 (ex. MK2418...:
endereço de alarme).
4. Recomenda-se conduzir um teste funcional utilizando uma
falha a terra real, através, por exemplo, de uma
resistência apropriada.



Operação e programação
O 107TD47 realiza um autoteste depois de ligada a tensão de
alimentação mudando então para o modo de exibição padrão.

1 Mensagem do status
2 Tipo de falha
3 Falha de isolamento em Ω
4 Corrente de carga em %
_____________________________________________________________________________________________________________
Mensagens no modo de exibição
Linha de status Descrição Cha.*
****IT-SYSTEM*** Operação normal, nenhuma mensagem de falha -
Insulation fault Resistência de isolamento < valor de resposta Ralarm 1**
Overload Corrente de carga > valor de resposta Ialarm 2**
Overtemperature Temperatura do núcleo do transformador > 120 °C 3**
System connect. Conexão L1/L2 ao sistema interrompida 4**
PE connect. Conexão E/KE ao PE interrompida 5**
Short circuit CT Curto circuito k/l ao CT STW2 6**
CT connect. Conexão k/l ao CT STW2 interrompida 7**
Op. light fault Falha de Isolamento no foco cirúrgico (T1/IN) 8**
Device error Erro (falha) interna no dispositivo (vide tabela abaixo) 9**
Insulation ok. Resistência de isolamento OK 1***
Load ok. Corrente de carga OK 2***
fault location Localização da falha de isolamento em andamento -
****Self test**** Auto teste em andamento -
* canal no barramento BMS ** Mensagem de alarme no barramento BMS *** Mensagem de operação no barramento BMS

Erros (falhas) no dispositivo
Resultantes do autoteste interno do 107TD os seguintes erros do dispositivo
podem ser exibidos


Erro no dispositivo No. Descrição
Device error 1 Erro após autoteste 42 kΩ
Device error 2 Erro no circuito de medição da temperatura
Device error 3 Erro no circuito de medição do isolamento
Device error 4 Erro na medição da corrente após autoteste
Device error 5 Erro na medição da temperatura após autoteste
Device error 6 Erro na tensão de alimentação
Device error 7 Erro na memória dos valores ajustados
Device error 8 Erro na memória de dados
Device error 9 Erro na memória do programa

Tipos de
falhas
Descrição
R
Falha de isolamento em CA ou
falha CC simétrica
R+
Falha de Isolamento com
componente CC positivo
R-
Falha de Isolamento com
componente CC negativo


___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
8
Programação no modo Menu
Passos de operação a serem adotados:

1.

Ative o modo Menu com a tecla

2. Navegue entre os submenus com as teclas

3. Alguns menus têm várias possibilidades de ajustes.
Nestes casos:
- selecione o parâmetro com as teclas

- e confirme com a tecla

4. Altere os parâmetros com as teclas

e confirme com a tecla

Após a gravação do parâmetro alterado o cursor
retorna à linha do submenu respectivo.
5.
Para sair de um submenu ou menu
pressione a opção EXIT ou a tecla

Outros pontos a serem considerados:
 A pressão da tecla TEST possibilita retorno automático ao
modo de exibição a partir de qualquer submenu. Alterações
de parâmetros não confirmadas não serão gravadas.
 Se nenhuma tecla for pressionada por mais de 100
segundos no modo Menu (com exceção do modo teste), o
107TD47 muda automaticamente para o modo de exibição.
Submenus
Os seguintes submenus estão disponíveis para ajustes no
dispositivo:

1. EXIT
Para deixar o modo menu e voltar ao modo de exibição
2. ALARM VALUE (valores para alarme)

1. EXIT – retorne ao menu principal
2. R alarm: Ajuste do valor de resposta para
resistência de isolamento.
Faixa de ajuste: 50...500 kΩ
3. I alarm: Ajuste do valor de resposta para corrente
de carga. Faixa de ajuste: 5...50 A



Ajustes para medição da corrente de carga:

Transformador Ialarm 1~ Ialarm 3~
3150 VA 14 A 8 A
4000 VA 18 A 10 A
5000 VA 22 A 13 A
6300 VA 28 A 16 A
8000 VA 35 A 20 A
10 000 VA 45 A 25 A
Exemplo:
Alterando o valor de resposta Ralarm de 50 kΩ para 100 kΩ
1.

Ative o modo Menu com a tecla

2. Selecione o submenu ALARM VALUE com
Este será exibido após pressão da tecla
3. Selecione o parâmetro Ralarm com as teclas
Confirme com a tecla
4. Altere os valores de alarme de 50 kΩ para 100 kΩ
com as teclas
e confirme com a tecla
O novo valor está gravado e o cursor retorna à linha
“R Alarm” no submenu.
5. Saia do submenu e do menu pressionando EXIT
ou a tecla

3. RELAY MODE (modo operacional do relé de alarme)

1. EXIT – retorne ao menu principal
2. Ajuste do modo operacional do relé de alarme.
12-11 14: N/O operation (normalmente aberto)
12 11-14: N/C operation (normalmente fechado)
4. BUS ADDRESS (endereço no barramento BMS)

1. EXIT – retorne ao menu principal
2. Ajuste do endereço no barramento. Certifique-se de
não determinar o mesmo endereço duas vezes.







___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
9
5. OPTION (conexão a dispositivos opcionais)

1. EXIT – retorne ao menu principal
2. Selecione “On” quando o adaptador trifásico
LSD470 estiver conectado e “Off” quando este
estiver desconectado.
3. EDS mode: o relé de saída comuta somente em
caso de falha de isolamento.
6. LANGUAGE (idioma de exibição)

1. EXIT – retorne ao menu principal
2. Selecione se os menus e mensagens devem ser
exibidos em alemão ou inglês.
7. TEST COM (teste de comunicação)

1. EXIT – retorne ao menu principal
2. Mensagens que são detectadas pelo 107TD47 (vide
tabela “mensagens no modo de exibição”), são
avaliadas no barramento BMS.
O 107TD47 pode simular estas mensagens para
testar a reação correta de todos os dispositivos
conectados na rede BMS.
O 107TD47 simula uma falha de isolamento se a
primeira mensagem for ativada com a pressão da
tecla . Esta mensagem deve ser sinalizada
pelos dispositivos conectados (ex. MK2418). Outras
mensagens podem ser selecionadas pelas teclas
. Durante os testes todos as funções de
medição são desabilitadas. Saia do menu
pressionando a tecla .
8. INFO


Informações relativas ao tipo do dispositivo, fabricante, versão
do software, última atualização e endereço n barramento
BMS.





Ajustes de fábrica
Menu Parâmetro Ajuste
ALARM
VALUE
R alarm
I alarm
50 KΩ
5 A
RELAY MODE Contact
12-11 14
(N/O operation)
BUS
ADDRESS
Bus addr. 3
OPTION
LSD470
EDS-Mode
Off
Off
LANGUAGE Text German
Teste
Conduza testes funcionais periódicos pressionando a tecla
“TEST” levando em consideração os intervalos indicados nas
normas e resoluções vigentes.
Normas
• DIN EN 61557-8 (VDE 0413 Teil 8):2007-12
• IEC 61557-8:2007
• EN 61557-8:2007
• DIN VDE 0100-710 (VDE 0100 Teil 710): 2002-11
• ÖVE-EN7-1991
• ASTM F 1207 1996-00
• IEC 60364-7-710: 2002-11
• ABNT NBR 13534

Certificações


Dados para pedido
Tipo
Tensão nominal
Un do sistema
Tensão de
alimentação Us
107TD47 AC 230 V,
50 ... 60 Hz
AC 230 V,
50 ... 60 Hz
107TD47-133 AC 127 V,
50 ... 60 Hz
AC 127 V,
50 ... 60 Hz
Opcionais
Tipo Descrição
LSD470 Adaptador trifásico
STW2 Transformador de corrente CA 50 A/50 mA
ESO107 Termistor PTC







___________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
Rua Vicente Rodrigues da Silva, 973 Piratininga - 06230-098 - Osasco - SP - Tel.: 3602 6260
www.rdibender.com.br
M201002_20080910
10
Dados técnicos 107TD47
Coordenação de Isolamento conf. IEC 60664-1
Tensão nominal............................................................ 250 V CA
Tensão nominal de impulso/grau de poluição................. 4 kV / 3
Faixas de tensão
Faixa da tensão nominal Un .................. vide dados para pedido
Frequencia nominalfn............................. vide dados para pedido
tensão de alimentaçãoUs....................... vide dados para pedido
Faixa de operação Us ...................................... 0.85 ... 1.15 x Us
Consumo Máx.......................................................................3 VA
Circuito de medição
Supervisão do isolamento:
Resposta .................................................................50 ... 500 kΩ
Erro percentual relativo................................................0 ... +10 %
Tempo de resposta (tan) a RF = 0.5 x Ran e Ce = 1 μF……..3 s
Histerese.............................................................................. 25 %
Tensão da medição Um.....................................................≤ 12 V
Corrente da medição Im max. (a RF = 0 Ω).................... ≤ 50 μA
Impedância interna CC RI ............................................. ≥ 240 kΩ
Impedância ZI a 50 Hz .................................................. ≥ 200 kΩ
Tensão estranha CC Ufg máxima ...................................≤ 375 V
Capacitância de fuga do sistema Ce máxima ....................≤ 5 μF
Supervisão da corrente de carga:
Valor de resposta...........................................................5 ... 50 A
Histerese.................................................................................4 %
Influência da temperatura....................................... < 0.15 % / °C
Supervisão da temperatura:
Valor de resposta..................................................................4 kΩ
Valor de restabelecimento.………………………………......1.6 kΩ
Termistores PTC conf. DIN 44081 .....................max. 6 em série
Displays
Display (iluminado)...................................................................LC
Caracteres.......................................................... 2 x 16 (3,5 mm)
Faixa de exibição,faixa de medição................ 10 kΩ .... 5000 kΩ
Erro operacional..............................................conf. IEC 61557-8
Entradas
Tecla "TEST"............................................................. contato NO
Mensagem de alarme
"Insulation fault operating theatre light"..................... contato NC
Comprimento máx. dos cabos das entradas........................10 m
Elementos de comutação
Relé de alarme .............................................1 contato reversível
Modo operacional...................... ajustável, operação N/C ou N/O
Ajuste de fábrica.................................................... operação N/O
Vida elétrica, número de ciclos.......................................... 12000
Classe do contator........................................IIB (IEC60255-0-20)
Tensão nominal do contator.......................CA 250 V / CC 300 V
Capacidade de ligação............................................... CA/CC 5 A
Capacidade de desligamento a CA 230 V, cos phi 0.4...........2 A
Capacidade de desligamento a CC 220 V, L/R=0.04 s .......0.2 A









Dados Gerais
Imunidade eletromagnética..................................conf. EN 61326
Emissão eletromagnética.....................................conf. EN 61326
Resistência a choque IEC60068-2-27
(dispositivo em operação).......................................... 15 g/11 ms
Trepidação IEC60068-2-29 (durante transporte) ........ 40 g/6 ms
Resistência a vibração IEC 60068-2-6
(dispositivo em operação)................................1 g / 10 ... 150 Hz
Resistência a vibração IEC 60068-2-6
(durante transporte) .........................................2 g / 10 ... 150 Hz
Temperature ambiente
(durante operação)............................................ -10 °C ... +55 °C
Temperatura de armazenagem......................... -40 °C ... +70 °C
Classe climática conf.DIN IEC60721-3-3 ..............................3K5
Modo de operação......................................... operação contínua
Montagem......................................................... qualquer posição
Conexão............................................... terminais com parafusos
Torque de aperto,
Terminais com parafusos............. 0.5 ... 0.6 NM (4.3 ... 5.3 lb-in)
Conexão rígida, flexível.........................0.2 ... 4 / 0.2 ... 2.5 mm2
Conexão flexível com luva de conexão,
sem/com luva plástica........................................ 0.25 ... 2.5 mm2
Tamanhos dos condutores (AWG) .................................... 24-12
Classe de proteção
Componentes internos (DIN EN 60529) ...............................IP30
Terminais (DIN EN 60529)....................................................IP20
Fixação por parafusos....................................................... 2 x M4
Fixação em trilho DIN conf ..........................................IEC 60715
Classe de flamabilidade................................................. UL94V-0
Peso aprox...........................................................................400 g