TRANSMISSÃO DA VIDA

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CIÊNCIAS
NATURAIS
9º ANO
Prof. Mª João Serra
2011/2012
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
FUNÇÕES BÁSICAS

•Génese de gâmetas ovócitos.
•Transporte de gâmetas e local de
fecundação
•Receção de esperma
•Desenvolvimento de novos seres.


SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
MORFOLOGIA
Órgãos internos Órgãos externos
Tipo Designação Função
Gónadas Ovários Produção de ovócitos e de hormonas
Vias genitais
Trompas de Falópio
Condução dos ovócitos ao útero; local de
fecundação
Útero
Desenvolvimento do novo ser até ao
nascimento
Vagina
Receção de espermatozoides durante a
cópula
Órgãos genitais
externos
Vulva
Orifício genital – saída de fluxo menstrual, e
do bebe
Orifício urinário – expulsão de urina
Clitóris – sensibilidade sexual
Lábios – proteção do conjunto
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
MORFOLOGIA Funções
ESTRUTURA DO OVÁRIO
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Anatomia do ovário
Têm o tamanho de
amêndoas

Gónadas
femininas:
Produzem células
sexuais
(ovócitosII)

Segregam as
hormonas sexuais
femininas:
Estrogénio
Progesterona
ESTRUTURA DO OVÁRIO
Os ovários são glândulas de forma
ovoide com cerca de 5cm de
comprimento.
A zona medular – mais interna –
apresenta uma vascularização
intensa
A zona cortical – periférica,
apresenta numerosos folículos em
diferentes estádios de
desenvolvimento.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Anatomia do ovário
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Anatomia das trompas de Falópio
 Canais com 10 a 12cm
de comprimento.

 Conduzem o ovócito II
ou o ovo (se tiver ocorrido a
fecundação) até ao útero.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Anatomia do útero
 Quando ocorre a
gravidez, é aqui que
decorre o
desenvolvimento do
embrião.

 A parte inferior do
útero denomina-se
colo do útero.
Prof. Teresa Condeixa 08/09 10
 Na altura do nascimento
existem 2 milhões de
células percursoras de
ovócitos em estruturas
especializadas os folículos
ováricos

 Desde o nascimento até à
puberdade parte dos
folículos degeneram
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Células sexuais femininas – gametas - ovócito
Prof. Teresa Condeixa 08/09 11
Células sexuais femininas - OvócitosII
 Na altura da puberdade
restam em cada ovário
cerca de 400 000 folículos

 Destes apenas 400 a 450
irão desenvolver-se até à
menopausa.
Prof. Teresa Condeixa 08/09 12
 Mensalmente e até à
menopausa um ovócito II é
expulso do ovário.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
ovulação
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Ovogénese
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Ovogénese
CICLO OVÁRICO
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Fases da ovogénese
OVOGÉNESE
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Fases da ovogénese
OVOGÉNESE
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Fases da ovogénese
1ª fase - MULTIPLICAÇÃO Formação de novas oogónias ( 46, XY) por
mitoses sucessivas
2ª fase - CRESCIMENTO Formação de oócitos I (46, XY) , pela síntese e
acumulação de reservas nutritivas
3ª fase - MATURAÇÃO Formação de oócitos II e 1º glóbulo polar
(23X ou 23Y) pela meiose
Formação de óvulos e 2º glóbulo polar, em
caso de fecundação
Ovogónia
Ovócito I
Folículo primordial com
células foliculares
Ovócito I
Ovócito I
Ovócito I
Folículo terciário
Folículo secundário
Folículo primário
Mitoses sucessivas
Início do desenvolvimento do
folículo na puberdade
Durante a vida fetal
Início da meiose I
Folículo de Graaf
Meiose suspensa
EVOLUÇÃO DO FOLÍCULO OVÁRICO
Os folículos ováricos podem ser classificados segundo o seu grau de
desenvolvimento:
Folículos primordiais – constituídos por uma célula germinativa
oócito I rodeado por células foliculares achatadas
Folículos primários – a partir da puberdade, aproximadamente
1 vez por mês, o folículo primordial começa a crescer dentro de
um dos ovários. O oócito I aumenta de volume e ocorre uma
proliferação das células foliculares.

Folículos secundários – o folículo primário continua a crescer.
A camada de células folículares fica mais espessa – a
granulosa. Entre o oócito I e a zona folicular forma-se uma
camada acelular - a zona pelúcida e surge outra camada a
rodear o folículo– a teca

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Evolução Folicular
DESENVOLVIMENTO FOLICULAR
Folículo terciário – o oócito I continua a aumentar de
tamanho e as células da camada granulosa continuam a
proliferar. Esta camada pode apresentar várias cavidades
preenchidas por liquido. A teca diferencia-se me teca
interna e em teca externa.
Folículo maduro ou de Graaf – as cavidades existentes
aumentam e fundem-se numa só – a cavidade ou antro
folicular. A zona granulosa é reduzida a uma fina camada
que rodeia a cavidade folicular. Conclui-se a primeira
divisão da meiose, com formação do ovócito II e do primeiro
glóbulo polar.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Evolução Folicular
OVULAÇÃO
Na ovulação ocorre o rompimento
do folículo maduro e libertação do
oócito II para a Trompa de
Falópio.
Após a ovulação:
As células foliculares do folículo de
Graaf, carregam-se de um pigmento
amarelo intenso – o corpo amarelo ou
corpo lúteo, com função hormonal.
Se não ocorrer fecundação esta estrutura
degenera.

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
Evolução Folicular
Espermatogénese / Ovogénese
 Tem a
duração
média de 28
dias.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO
 Têm a duração de cerca de
14 dias.

 Desenvolvimento de alguns
folículos ováricos.

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO – FASE FOLICULAR
 Geralmente apenas um
folículo conclui a
maturação.

 Os outros folículos
degeneram.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO – FASE FOLICULAR
 Os foliculos produzem
hormonas:
 Estrógénios (principalmente).

 Termina na ovulação.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO – FASE FOLICULAR
 Ocorre ao 14º dia.

 Rompimento da parede do
folículo maduro.

 Expulsão do ovócitoII para a
trompa de Falópio.

 Nesta altura a mulher pode
engravidar


SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO – OVULAÇÃO
 Inicia-se após a ovulação.

 Tem a duração de 14 dias.

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO – FASE LUTEÍNICA
 Formação e evolução do
corpo amarelo ou corpo
lúteo.

 Esta estrutura forma-se a
partir das células foliculares
que permaneceram no
ovário após a ovulação.

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO – FASE LUTEÍNICA
 O corpo amarelo produz
hormonas
 estrógénios e progesterona.

 Se não ocorrer fecundação:
 o corpo amarelo regride e
degenera;
 inicia-se um novo ciclo.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO – FASE LUTEÍNICA
A – Folículo maduro
B – Ovócito II
C – Corpo amarelo
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO
O ciclo ovárico tem uma duração média de 28
dias. Divide-se em fase folicular (14 dias);
ovulação e fase luteínica ( 14 dias).
Fase folicular - desenvolvimento de 6 a 12 folículos ováricos que iniciam
mensalmente o seu processo de maturação. Apenas um dos folículos
conclui a maturação, degenerando todos os outros. Esta fase termina com
a ovulação. As células foliculares produzem estrogénios.
Fase luteínica – formação, evolução e regressão do corpo amarelo. Este
segrega essencialmente progesterona.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO OVÁRICO
 O útero é revestido
internamente por uma
mucosa muito vascularizada,
o endométrio.

 Um ciclo corresponde em
média a 28 dias.

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO UTERINO
Prof. Teresa Condeixa 08/09 35
 Tem a duração de cerca de
5 dias.

 Corresponde à escamação
da parte superficial do
endométrio.

 A hemorragia resulta do
rompimento dos vasos
sanguíneos que irrigam o
endométrio
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO UTERINO – FASE MENSTRUAL
 Tem a duração de cerca de
9 dias.

 Corresponde à
reconstituição dos vasos
sanguíneos e do
endométrio
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO UTERINO – FASE PROLIFERATIVA
 Tem a duração de 14 dias.

 As glândulas e os vasos
sanguíneos desenvolvem-se.

 O endométrio atinge a sua
espessura máxima (7 a 8
mm).
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO UTERINO – FASE SECRETORA
 O útero encontra-se
preparado para receber o
ovo, caso tenha havido a
fecundação.

 Se não houver fecundação o
endométrio degenera, inicia-
se um novo ciclo sexual.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO UTERINO – FASE SECRETORA
Paralelamente ao ciclo ovárico, ocorre o ciclo uterino com alterações no endométrio (revestimento
uterino). Estas alterações são produzidas por hormonas ováricas, ocorrem em ciclos de 28 dias e
dividem-se em:


Fase menstrual – desagregação parcial do endométrio, por contracção e
rompimento dos vasos sanguíneos, ficando reduzido a 1 mm de espessura. As
hemorragias juntamente com os restos da mucosa constituem o fluxo menstrual. Ocorre a
degeneração do corpo amarelo que deixa de produzir progesterona e estrogénios.
Fase proliferativa – proliferação de células do endométrio que se regenera e
vasculariza. Desenvolvimento de glândulas. Ocorre entre o 5º e o 14º dia do ciclo.
Coincide com a fase folicular do ciclo ovárico. O crescimento do endométrio é
estimulado pela progesterona.
Fase secretora – O endométrio atinge a máxima espessura – 8mm – e
vascularização. As glândulas apresentam actividade secretora produzindo muco rico
em glicogénio. Coincide com a fase luteínica do ciclo ovárico e é estimulada pela
acção conjunta dos estrogénios e da progesterona.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
CICLO UTERINO

Submeteram-se 4 lotes de ratos fêmeas a diferentes condições experimentais
Lote A
Condições Experimentais:
Os ovários foram mantidos na
sua posição normal.

Observações:
Desenvolvimento normal
do endométrio.
Existe uma relação entre os ciclos
ovárico e uterino?
Lote B
Condições
Experimentais:
Os ovários foram
extraídos.
Observações:

O endométrio não se
desenvolveu.

Lote C
Condições
Experimentais:
Os ovários foram extraídos e
de seguida reimplantados
sob a pele.
Observações:

O endométrio
desenvolveu-se de modo
normal.
Lote D
Condições
Experimentais:
O útero foi extraído.
Observações:

Os ovários mantiveram
o seu funcionamento
normal.
Prof. Teresa Condeixa 08/09 42
Estimula o
desenvolvimento dos
folículos
Estimula a ovulação.
Formação do corpo
amarelo.
Complexo
Hipotálamo-Hipófise
FSH LH
•Regeneração do endométrio •Espessamento da parede do endométrio
preparando-o para uma possível nidação.
•Manutenção deste espessamento nas
primeiras semanas de gravidez.
Estrogénio
Progesterona
Ovário
Útero
Desenvolvimento dos
caracteres sexuais
secundários
Cérebro
Prof. Teresa Condeixa 08/09 43
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
REGULAÇÃO HORMONAL
ESTROGÉNIOS
1. produzidos pelas células foliculares
2. máxima concentração antes da ovulação
3. induzem a proliferação do endométrio.

PROGESTERONA
1. produzida pelo corpo amarelo
2. máxima concentração na fase luteínica
3. induz a secreção das glândulas uterinas

A descida simultânea das duas hormonas provoca a desagregação do endométrio – fase
menstrual.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
REGULAÇÃO HORMONAL – Hormonas ováricas
Regulação do funcionamento ovárico

O complexo hipotálamo-hipófise produz gonadoestimulinas – FSH e LH.

FSH – a hormona foliculoestimulina provoca
o desenvolvimento dos folículos ováricos que
vão produzindo estrogénios.


LH – a hormona luteínica determina a
formação do corpo amarelo que vai
produzir progesterona e alguns
estrogénios.

SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
REGULAÇÃO HORMONAL
•Uma concentração moderada de estrogénios faz baixar a FSH por retroacção negativa.
•Uma concentração elevada de estrogénios faz aumentar a FSH e a LH por retroacção positiva.
•Esta descarga hormonal provoca a ovulação
•O aumento dos estrogénios e da progesterona induz o complexo hipotálamo –hipófise a inibir a
produção de gonadoestimulinas provocando a degeneração do corpo lúteo.
•A diminuição das hormonas induz a produção de gonadoestimulinas, iniciando um novo ciclo.
SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
REGULAÇÃO HORMONAL
Hipotálamo
GnRh
Hipófise anterior
FSH LH
Ovário
Estimula desenvolvimento folículos Estimula a ovulação
Estimula a formação do corpo amarelo
Estrogénios
Progesterona
Útero
Regeneração da parede do endométrio Espessamento da parede do endométrio

Caracteres sexuais secundários