Música gospel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Música Gospel (do inglês, "Gospel"; em Português, "boas novas") é
uma composição escrita para expressar a crença individual ou de uma
comunidade com respeito a vida cristã, assim como, de acordo com seus
gêneros musicais variados, também oferece uma alternativa, ao povo
cristão, à msica secular convencional! "omo outros gêneros de msica
cristã, a criação, a performance, a in#uência, e até mesmo a de$nição
de msica gospel varia de acordo com a cultura e o contexto social! %
música gospel é escrita e executada por muitos motivos, desde o
pra&er estético, com motivo religioso ou cerimonial, ou como um produto
de entretenimento para o mercado comercial! "ontudo, o tema principal
na maioria das msicas gospel é o louvor e adoração a 'eus, "risto,
e(ou o )sp*rito +anto!
Índice
[esconder]
• 1 Etimologia da palavra gospel
• 2 A história da música gospel
o 2.1 Origens
o 2.2 O desenvolvimento do Gospel
o 2.3 O gospel no mercado comercial moderno
• 3 Elvis Presley e o gospel
• Gospel no !rasil
o .1 "a música sacra no !rasil
o .2 "o mercado comercial
• # Alg$ns artistas da música gospel %rasileira
• & Alg$ns artistas da música gospel internacional
• ' (eit$ra recomendada
• ) Organi*a+,es pro-issionais
• . /er tam%0m
• 11 2e-er3ncias
Etimologia da palavra gospel
)m inglês, "gospel", derivada do ,nglês antigo "-od.spell" /ue signi$ca
good tidings, ou -ood 0e1s, em Português, "boas novas," aludindo ao
)vangel2o 3*blico /ue nos narra as "boas novas ao mundo"...ou se4a, a
vinda de "risto ao 5undo..., pelos livros dos )vangel2os "an6nicos de
5ateus, 5arcos, 7ucas e 8oão! 9ma tradução liter:ria da palavra grega,
euangelion para o ,nglês eu- "good", -angelion "message", que signifca
em Português, boa mensagem"! ;riginalmente, no -rego "l:ssico,
angelion referia.se a gor4eta /ue se dava ao mensageiro /ue entregava
uma (eu < boa) mensagem ("o antigo correio"), mas 4: dos anos de
"risto a palavra se cun2ou no signi$cado de "mensagem"! % palavra
grega, euangelion é também a fonte do termo "evangelista"! ;s autores
dos )vangel2os "an6nicos "ristão são con2ecidos como os evangelistas!
-eralmente, nos )9%, o termo Gospel é uma referência a trabal2os do
gênero de literatura cristã antiga!
=>?
%ntes do primeiro evangel2o ser escrito (5arcos, c@A.BC d")
=D?
, Paulo, o
%pEstolo, usou o termo euangelion /uando ele lembrou ao povo da
,gre4a de "orintoF ...o evangelho que vos anunciei... (, "or*ntios >AF>)!
=G?

Paulo asseverou /ue eles estavam sendo salvos pelo )vangel2o, e ele
caracteri&ou nos termos mais simples, enfati&ando a aparição de "risto
apEs a +ua Hessurreição (>AFG.I)!
=G?
; uso extensivo mais cedo de "euangelion" (gospel) para indicar um
gênero espec*$co de escrever datas ao +éculo ,,F o 3ispo 8ustino 5artJr,
por volta do ano >AA d", em "> %pologia 7KL,," escreveuF
"... os Apóstolos, nas suas memórias escritas por eles, a qual são
chamada de Evangelhos."
=M?
0a ntrodu!ão ao "elho #estamento de NenrJ 3arclaJ +1ete, p:ginas
MA@
=A?
.MAB,
=@?
di&F
")uangelion no 7KK ocorre somente no plural, e talve& somente no
sentido cl:ssico de uma recompensa pelas $oas not%cias" & 'am. ()*+,
*-).+, *-).., *-)./-.0
102
e 3eis 0)4.
1-2
5o 5ovo #estamento o termo
aparece apropriadamente as circunst6ncias das $oas novas 7essi6nica
&7arcos *)*, *)*(8,
142
provavelmente derivando este novo signifcado do
uso )uangelion em sa. (+)4, /.)0, 9+)9 e 9*)*.
1*+2
0o 0ovo Oestamento, o "evangel2o" signi$cava a proclamação do poder
da salvação de 'eus através de 8esus de 0a&aret2, ou da mensagem do
Pgape proclamada por 8esus de 0a&aret2! )ste é o uso no 0ovo
Oestamento original (por exemploF 5arcos >F>M.>A
=Q?
ou , "or*ntios >AF>.
Q;
=G?
ve4a também "-DCQI de +trong")
=>>?
! % palavra ainda é usada neste
sentido!
A história da música gospel
%inda /ue o termo, "5sica Gospel", possa abranger um campo da
5sica muito vasto, seus estilos, embora com nomes variados, possuem
todos uma mesma essência e rai&...a msica cristã negra nos )stados
9nidos da %mérica! Oalve& um dos vel2os estilos da msica negra /ue
realmente se aproximou do Gospel, foi o 5egro 'pirituals (em Português,
as cançRes 2armoniosas dos ")spirituais dos 0egros")!
; foco desta breve 2istEria é a msica /ue #uiu da igre4a %fro.americana
e inspirou uma cornucópia de corais modernos, artistas do mercado
H2Jt2m S 3lues, e o atual Gospel contemporTneo, além de outros estilos
musicais do gênero!
%limentado pela gigantesca indstria multi.bilion:ria de gravação
musical nos )9%, o "pe/ueno infante" da msica Gospel pulou do seu
berço 2umilde e cristão e atravessou as mural2as da igre4a para um
mercado bem diferente do mundo atual! ), o Gospel continua a crescer!
'e acordo com a revista 0orte.americana, Gospel #oda:, dentre DCCG e
DCCI, sete gravadoras criaram divisRes especiais somente para lidar
com artistas Gospel; as estat*sticas da mesma publicação indicaram /ue
os selos independentes cresceram ACU, e o rendimento das vendas sE
de msica Gospel c2egou a triplicar nas ltimas décadas, de 9+V>IC
mil2Res de dElares em >QIC a 9+VACC mil2Res em >QQC!
=>D?
Origens
O2omas %! 'orseJ (>IQQ.>QQG), compositor de sucesso tipo #here ;ill
<e Peace in the "alle:, é considerado por muitos, O Pai da Música
Gospel! 0o in*cio de sua carreira ele era um importante pianista de
<lues, con2ecido ali:s por eorgia !om! )le começou a escrever
Gospel depois /ue ouviu "2arles %! OindleJ (>IA>.>QGG) numa
convenção de msicos na Wiladél$a, e depois, abandonando as letras
mais agressivas de outras cançRes, não abandonou, contudo, o ritmo de
=a>> tão parecido com o de OindleJ! % ,gre4a inicialmente não gostou do
estilo de 'orseJ e não ac2ou apropriado para o santu:rio, na época! )m
>QQM, apEs o seu falecimento, a revista 0orte.americana, 'core,
publicou um artigo com o t*tuloF #he ?ather o@ Gospel 7usic (em
português, "; Pai da 5sica Gospel"); neste artigo a revista declara /ue
/uando 'orseJ percebeu, no in*cio de sua carreira com o Gospel, /ue
muita gente estava brigando contra a msica Gospel, ele estava
"determinado para carregar a bandeira" a favor do Gospel, bem
entendido! %ssim ele fe&! )le investiu em ACC cEpias da canção dele, @
:ou 'ee 7: 'aviour (em português, "+e Locê Ler o meu +alvador") e
enviou para diversas igre4as do pa*s! 7evou /uase três anos para ele
conseguir mais pedidos da msica e ele /uase retornou a tocar o <lues!
5as 'orseJ não desistiu e com a4udas de outros bons msicos ele foi em
frente! Orabal2ou com as cantoras, +allie 5artin (>IQ@.>QII) e Xillie
5ae Word +mit2 (>QCM.>QQM), escreveu centenas de msicas Gospel e
testemun2ou a sua msica su$ir no plpito das igre4as..aonde, uma ve&,
recusaram ela de subirY 'orseJ fundou a "onvenção 0acional de "orais
Gospel nos )9% , em >QGD, uma organi&ação /ue ainda existe até 2o4e!
=>D?
O desenvolvimento do ospel
5uitos outros novos nomes apareceram! talve& fossem "prisioneiros de
uma velha corrente, mas agora estavam salvos" prontos para alimentar
a nova corrente do Gospel, como 5a2alia 8acZson, "lara Xard e 8ames
"leveland!
Mahalia "ackson (>Q>>.>QBD) foi convidada para cantar no
televisionado )d +ullivan +2o1, minutos antes do eterni&ado discurso
prE.liberdade negra de 5artin 7ut2er [ing, /ue ele disse as palavras
certas na 2ora certaF have a dream (em Português, ")u ten2o um
son2o")! 5a2alia acabou sendo a convidada para cantar durante a
cerim6nia do funeral do Hev! [ing; talve&, como num to/ue de m:gica,
ela escol2eu uma canção de 'orseJF #aAe 7: Band, Precious Cord (em
Português, "+egure a min2a mão, %mado Pai")!
#lara Ward (>QDM.>QBG) 4unto ao #he ;ard 'ingers, foi uma artista com
presença e substTncia! +ua canção 'urel: God is A$le foi comentada
como o primeiro disco de platina apEs a +egunda -uerra 5undial! 5as
esta informação não pode ser con$rmada pois a H,%% mantém /ue
)d1in Na1Zins +ingers foi o primeiro vencedor do disco de ouro com um
-ospel, em >Q@I, com o famoso sucesso, Dh, Bapp: Ea:, desde /ue a
H,%% começou a manter as estat*sticas nas vendas dos discos, mas Xard
in#uenciou muitos artistas com seu estilo, incluindo nomes como 7ittle
Hic2ard e %ret2a WranZlin, /ue mantém /ue Xard era seu *dolo!
=>D?
"ames #leveland (>QGD.>QQ>)F se 'orseJ foi aclamado, por muitos da
indstrias e seus seguidores, como o pai da mFsica Gospel, o cantor
"leveland foi coroado, pelos seus admiradores, "#he Ging o@ Gospel" (em
Português, "; Hei do -ospel")! )le recebeu nada menos do /ue /uatro
-H%55\s, incluindo um pEstumos pelo seu :lbum Baving Hhurch! %ssim
como "lara Xard, 8ames "leveland tin2a muita presença com sua
audiência! )le não teve uma reputação de ter uma boa vo&, mas ele
conseguia agradar a todos /ue o ouvia! ; seu grande feito foi fundar sua
organi&ação, em >Q@B, Gospel 7usic ;orAshop o@ America, considerada
a maior convenção de Gospel do mundo, 2o4e, com mais de >IA
escritErios de representaçRes distribu*dos pelos )9%!
=>G?
O gospel no mercado comercial moderno
; Gospel Moderno em sua forma original era geralmente interpretado
por um solista, acompan2ado de um coro e um pe/ueno con4unto
instrumental! -randes intérpretes da msica norte.americana
começaram assim, como cantores de Gospel nas igre4as! ] o caso de
5a2alia 8acZson, 3essie +mit2 e %ret2a WranZlin, além de HaJ "2arles! ;
Gospel foi também se in#uenciando, assumindo formas às ve&es
surpreendentes em se tratando de msica religiosa! ] o caso dos
/uartetos Gospel, surgidos apEs a +egunda -uerra 5undial, com suas
msicas gritadas, suas danças c2eias de sacole4os e roupas
extravagantes! "0esta fonte foi beber", o 3ocA dos anos AC, desde "3ill
NaleJ e seus "ometas", passando por 8errJ 7ee 7e1is, até )lvis PresleJ
nos anos da década de >Q@C!
"omercialmente e na forma /ue tem, atualmente, a msica cristã
estourou nos )stados 9nidos a partir dos anos BC! ; rocZ, em mais uma
volta da 2istEria, passa a ser o carro c2efe da msica cristã! Oodavia,
outros ritmos como o funZ e o reggae também são por ela adotados!
3andas como +trJper (2eavJ metal), de 7os %ngeles, tocam msica
cristã, ou -ospel! -randes espet:culos se organi&am por todo o pa*s e
cada ve& mais emissoras de r:dio criam programaçRes gospel! No4e o
prêmio -H%55\, considerado o ;scar da msica, inclui a categoria
Gospel, além da msica cristã para premiar seus talentos com o Prêmio
'ove %1ards!
0a msica cristã internacional destacam.se atualmente 5ic2ael X!
+mit2, os grupos LineJard, Nillsong 5usic %ustralia, [irZ WranZlin; e nos
anos QC, os ministérios NosannaY5usic, 5aranat2a; as bandas Petra,
-uardian, 3ride; as cantoras %mJ -rant, "rJstal 7e1is, entre outros!
%inda na vertente metal, surgiram bandas comoF Oourni/uet e
5orti$cation /ue elevaram o "metal gospel" à categoria, segundo seus
fãs, de grande /ualidade!
; cen:rio do "rocZ cristão" teve como grande nome e desta/ue a banda
Petra, dos )stados 9nidos, umas das pioneiras do estilo em todo o
mundo!
Elvis Presle$ e o gospel
+em dvida )lvis PresleJ foi um dos maiores divulgadores desse gênero
musical durante todo o século DC! )lvis adorava esse tipo de msica,
inclusive, tanto /uanto rocA, $lues, 3I<, countr: e msica erudita!
'esde a década de AC ele 4: incorporava em seus :lbuns e cançRes
algumas in#uências desse gênero tipicamente americano! "omo
exemplo podemos citar, o acompan2amento vocal do grupo gospel "O2e
8ordanaires", logo depois, no $nal da década de @C até o começo da
década de BC, vieram os "O2e ,mperials" e durante a mesma década os
"O2e +tamps", com a participação de 8!'! +unmer e até mesmo um
grupo vocal feminino de nome "+1eet ,nspirations" e de outra cantora
c2amada "[at2J Xestmoreland"!
)lvis lançou /uatro :lbuns gospel; Peace n #he "alle: em >QAB, Bis
Band in 7ine em >Q@C, BoJ Great #hou Art em >Q@B, considerado um
dos "divisores de :guas" em sua carreira e Be #ouched 7e em >QBD!
Para se ter a real noção do /ue )lvis representou para o gospel
americano, ele gan2ou três -H%55\s por suas interpretaçRes gospel,
em >Q@B, >QBD e >QBM! 8: em DCC> ele entrou para o "Ball da @ama" do
gospel, deixando para sempre marcado o seu nome nesse gênero
musical americano tão importante e in#uente!
)ntre os seus sucessos gospel estão, "Peace in the "alle:", "Hr:ing in
the Hhapel", sucesso mundial em >Q@A, "BoJ Great #hou Art" entre
outras! 5uitos o consideram um dos maiores intérpretes desse gênero
tipicamente sulista nos )9%!
ospel no %rasil
&a música sacra no %rasil
%inda no +éculo K,K, durante o alge do movimento dos revivalistas,
5oodJ, +purgeon, OorreJ e outros, os Ninos )vangel*sticos (Gospel
B:mns) 4: foram surgindo! "omposiçRes de v:rios autores c2egaram ao
3rasil para o "ulto )vangélico! ;bras de P2ilip Paul 3liss; 8ames
5c-rana2am; ,ra 'avid +anZeJ; -eorge +tebbins; WannJ "rosbJ e outros
mais! %s msicas claramente não eram as mesmas tradicionais dos
grandes corais da tradição Protestante; eram mais simples, mas eram
msicas voltadas para uma audiiência grande, em grandes galpRes ou
até mesmo praças pblicas!
=>M?
"om a vinda de mission:rios estrangeiros, principalmente batistas e
presbiterianos americanos! %s igre4as protestantes então adotaram
muitos destes 2inos de origem estrangeira, alguns com a in#uência
americana do "gospel"! Nin:rios inteiros foram tradu&idos e editados,
como o "+almos e Ninos" , "Narpa "ristã" e ""antor "ristão"! % partir do
$nal da década de @C, grupos nacionais como Lencedores por "risto
(LP"), entre outros, começaram treinamentos de formação de msicos e
viagens para divulgação, começando então a in#uenciar o estilo de
msicas de todas as igre4as evangélicas do 3rasil!
% msica -ospel no 3rasil se populari&a comercialmente no $nal da
década de IC, /uando entram em evidência ministérios de louvor como
[oinonJa, [atsbarnea, Lo& da Lerdade, Lencedores por "risto, entre
outros!
&o mercado comercial
0o 3rasil, o termo Gospel passou a remeter genericamente a toda
expressão musical da fé evangélica...não sE especi$camente ao
tradicional gênero estadunidense do mesmo nome..., saindo fora,
portanto, bastante do gênero tradicional con2ecido como Gospel!
'iversas msicas /ue deveriam simplesmente ser c2amadas de rocZ
cristão ou msica cristã contemporTnea são generali&adas, no 3rasil,
como msica gospel, causando uma grande confusão para o ouvinte
leigo /uando se trata do )stilo musical -ospel!
] importante notar /ueF apesar de /ue a palavra gospel signi$ca
"evangel2o", /uando se referindo a estilos musicais, um rocA, um post-
grunge, um "pop contemporTneo", um metal, ou, etc, são estilos
distintos e não são o estilo con2ecido como música gospel! )stes
outros estilos falam também do evangel2o, possivelmente, ou de "risto
e da salvação, ou ainda de outro aspecto da vida "ristã, mas texto,
academicamente falando, por si sE, não é 5sica! ; texto colabora, em
muitos estilos musicais, na distinção do gênero, mas ele tem pouca
relevTncia numa an:lise musical /uando se falando de msica somente!
Oexto é um complemento a msica e não é msica por si! 7ogo, se
extra*mos o texto de uma msica, o /ue temos é a essência do estilo,
4unto com a forma musical, e é nisto /ue realmente pode.se distinguir
um gospel de um rocA cristão! 9ma guitarra, com uma bateria e um
baixo so&in2os, por exemplo, tocando um rocA, sem um texto /ual/uer,
podem até estar em plena comun2ão "ristã, mas não podem ser
de$nidos como o estilo musical gospel, por/ue não 2: praticamente
nada no estilo tradicional do rocA para se di&er tradicional do gospel!
; termo Gospel ressurgiu no 3rasil no mercado comercial nos anos IC
pela -ravadora -ospel Hecords! )stevam Nernandes Wil2o é o
patentiador desta marca em territErio nacional com todos os direitos
sobre a marca da gravadora Gospel...mas não implicando /ue se4a dono
do estilo tradicional estadunidense de mesmo nome!
8: na década de >QQC se destacam os grandes grupos de louvor como
Henascer Praise e 'iante do Orono!
7ogo surgiram as primeiras gravadoras evangélicas no 3rasil /ue fe&
com /ue a onda Gospel crescesse mais rapidamente pelo 3rasil!
'iferente de outros pa*ses, a msica gospel no 3rasil não é tão
con2ecida no mundo secular, $cando praticamente restrita a cena
evangélica! +ão poucos os artistas /ue se pro4etaram fora do pblico
evangélico! 0os ltimos anos, msicas cristãs de origem evangélica
passaram a também fa&er parte do repertErio de grupos e cantores
catElicos, como o Pe! 5arcelo Hossi (/ue utili&ou msicas como ?ico ?eli>
de %line 3arros)
Alg'ns artistas da música gospel (rasileira
D$s.) o trecho seguinte estK "compactado" de modo a despoluir visualmente o
conteLto da pKgina toda.
• Eyshila
• 2ose "ascimento
• 4trios do 2ei
• 56 Alpiste
• Gerson 7reire
• Apocalipse 1&
• 7(G
• 2ai* 8oral
• Ara$tos do rei
• 9e'e
• 8icero "og$eira
• "ovo 9om
• Alessandra 9amadello
• /anilda !ordieri
• /o* da verdade
• :le%er ($cas
• 7r$to 9agrado
• O-icina G3
• :hor$s
• ;etal "o%re
• 8assiane
• 7ernanda (ara
• Aline !arros
• 8ristina ;el
• ;arina de Oliveira
• 7ernanda !r$m
• 2esgate
• ;arcelo Ag$iar
• 2enascer praise
• "<vea 9oares
• 6o=o Ale>andre
• 6amily
• ;attos "ascimento
• ?ra*endo a arca
• 5avid @$inlan
• ?oA$e no Altar
• "<vea 9oares
• 5iante do ?rono
• ;ara (ima
• 7ernandinho
• Pastor 7eliciano Amaral
• 6. "eto
• Andr0 /alad=o
• 2o%inson ;onteiro
• PG BmúsicoC
)editar* Alg'ns artistas da música gospel
internacional
D$s.) o trecho seguinte estK "compactado" de modo a despoluir visualmente o
conteLto da pKgina toda.
• Dolanda Adams BGospel "orteEamericano tradicionalF "egro e $r%ano al0m de
rhythm G %l$esC.
• 8harles ;c8allon Ale>ander BGospel tradicionalC
• /anessa !ell Armstrong BGospel tradicionalC
• ?he !lind !oys o- Ala%ama B9o$l gospel tradicionalC
• ?he !rooHlyn ?a%ernacle 8hoir Bgospel EEEcoroC
• ?he 8aravans B%anda de gospelC
• :$rt 8arr BGospel contemporIneoC
• 6ohnny 8ash Bprimeiramente countryF mas tam%0m GospelC
• ?he 8larH 9isters BGospel contemporIneoC
• 6ames 8leveland Bcantor Gospel soulJ o primeiro artista Gospel a rece%er $ma
estrela na cal+ada da -amaC em KollyLood
• Andra0 8ro$ch Bcantor GospelJ se$ primeiro conM$nto incl$ia o mem%roF !illy
Preston. O$tros cr0ditos de cola%ora+,es incl$iJ ;ichael 6acHsonN ;adonna BLike a
Prayer), Quincy Jones, Diana Rosss, Elton John e Rick Ashley.)
• ?homas A. 5orsey BO pai da música GospelC
• Aretha 7ranHlin BA Rainha do Soul cantora tam%0m de GospelC
• :irH 7ranHlin
• Amy Grant E BvOrios estilos crist=osF incl$indo Gospel contemporIneoC
• Al Green Bcantor Gospel e de 9o$lC
• !essie Gri--in BGospel tradicionalC
• 7red Kammond BGospel contemporIneoC
• EdLin KaLHins BpianistaF regenteF e compositor de GospelC
• ?he 5i>ie K$mming%irds BA$arteto de GospelC
• ;ahalia 6acHson Bcantora Gospel tradicionalC
• 5orothy (ove 8oates Bcantora de GospelC
• ;ississippi ;ass 8hoir Bcoro de GospelC
• 5onnie ;c8l$rHin
• Elvis Aaron Presley Bprimeiramente 2ocHF mas tam%0m GospelC
• Pilliam Everett Preston BvOrios al%$ns de GospelEEEconhecido como Q!illy
PrestonQF s$a -ama cresce$ m$ito A$ando toco$ $m órg=o %em no estilo gospel em
Let it e dos !eatlesC
• ?he 9tatler !rothers BGospel do 9$lC
• ;ichael P 9mith BGospel rocHC
• ?aHe & E B%anda de Gospel comtemporIneoC
• ?on0>
• Al%ertina PalHer BcantoraF compositoraF prod$tora de GospelC
• 8lara Pard E Bcantora de Gospel tradicionalC
• 5ionne ParLicH Bcantora de vOrios estilos incl$indo GospelF no in<cio de s$a
carreiraC
• KanH Pilliams Bco$ntry gospel %l$esC
• ;ichelle Pilliams BGospel popC
• ;arcos Pitt BGospel latinoC
• An%erlin B%anda estad$nidense de rocH alternativoC E em%ora hO controv0siasF
m$itos -=s e a m<dia a considera sendo crist=
• Phitecross B%anda estad$nidense de Keavy ;etal 8rist=o
• Paya%le on 5eathEP.O.5. B%anda de rocH 8rist=o
• Petra B%anda de rocH Gospel E 1R !anda de 2ocH Evang0lico da Kistória 1.'1.
• Killsong SnitedB%anda A$straliana de rocH 8rist=o
)editar* +eit'ra recomendada
As p$%lica+,es a%ai>o se encontra na (<ng$a inglesa
• !lacHLellF (ois. !he "ings o# a Do$e% !he Story o# Gospel &usic in A'erica.
"or-olHJ 5onningF 1.').
• !oyerF Korace 8larenceF (o) S)eet the Sound% !he Golden Age o# Gospel Elliott
and 8larHF 1..#F T9!" 1E2#2E1&)''E'.
• !ro$ghtonF /ivF !oo *lose !o (ea$en + !he ,llustrated (istory -# Gospel &usicF
;idnight !ooHsF 1..&F T9!" 1E.11#1&E11E
• Al%ert E !r$mley G 9onsF !he est o# Al.ert E ru'ley, Gospel 9ongsF 1.&&F
T9!" naEpaper%acH Ama*ing Grace
• 5ardenF 2o%ertF People Get Ready% A /e) (istory o# lack Gospel &usic
8ontin$$m Tnternational P$%lishing Gro$pF 211#F T9!" 1E)2&E1'#2E3.
• Keil%$tF ?onyF !he Gospel Sound% Good /e)s and ad !i'es (imelight EditionsF
1..'F T9!" 1E)'.11E13E&.
• ;c"eilF P. :.F Ed. Encyclopedia o# A'erican Gospel &usic. 2o$tledgeF 211#.
T9!" 11#.1'.2.
• 9tevensonF Arth$r (. !he Story o# Southern (y'nology. 2oanoHeF /AJ 9tone
Printing and ;an$-act$ringF 1.31.
• UoltenF 6erryF Great God A0 &ighty1%!he Di2ie (u''ing.irds + *ele.rating !he
Rise -# Soul Gospel &usic, O>-ord Sniversity PressF 2113F T9!" 1E1.E#1#2'2E'.
)editar* Organi,a-.es pro/ssionais
3ire.ird Arts Alliance E Tncentiva todos gr$pos 0tnicos e todas religi,es para se
tornarem mem%rosN
Gospel &usic Association E 2econhece todos os estilos de ;úsica GospelN
Southern Gospel &usic Association E 8onhecida pelo Southern Gospel Bem
Port$g$3sF O Gospel do 9$l dos ESACN
Gospel "ire E Principalmente 4r.an *onte'porary Gospel B(Português) F
QGospel contemporIneo $r%anoQF o$ QGospel de negroQCN
)editar* 0er tam(ém
• Protestantismo
• TgreMa Evang0lica
)editar* 1e2er3ncias
1. V Peter 9t$hlmacherF ed.F Das E$angeliu' und die E$angelienF ?W%ingen 1.)3.
5ispon<vel em Tngl3sJ Peter 9t$hlmacherF !he Gospel and the GospelsF Eerdmans
P$% 8oF 1..1F T9!"J .')1)12)3&))#.
2. V KarrisF 9tephen (.F Q4nderstanding the i.leQF ;cGraLEKill 8ollegeF edi+=o
Tl$stradaF 2112F T9!"J .')1'&'2.1&1.
3. V
3F1

3F1

3F2
O (ivro de Primeiro 8or<ntiosF !<%liaEEE"ova /ers=o Tnternacional
B"/TCEEE BOnlineF arA$ivo em P57F em port$g$3sC.
. V 5 Apology, L67, de 6$stino ;artyr Bem Tngl3sC
#. V 9LeteF Kenry !arclayF ,ntrodu89o ao 7elho !esta'ento F página 456 F Online Bem
Tngl3sC.
&. V 9LeteF Kenry !arclayF ,ntrodu89o ao 7elho !esta'ento F página 457 F Online Bem
Tngl3sC.
'. V O (ivro de 9eg$ndo 9am$elF !<%liaEEE"ova /ers=o Tnternacional B"/TCEEE
BOnlineF arA$ivo em P57F em port$g$3sC.
). V O (ivro de 9eg$ndo 2eisF !<%liaEEE"ova /ers=o Tnternacional B"/TCEEE BOnlineF
arA$ivo em P57F em port$g$3sC.
.. V
.F1

.F1
O (ivro de ;arcosF !<%liaEEE"ova /ers=o Tnternacional B"/TCEEE BOnlineF
arA$ivo em P57F em port$g$3sC.
11. V O (ivro de Tsa<asF !<%liaEEE"ova /ers=o Tnternacional B"/TCEEE BOnlineF arA$ivo
em P57F em port$g$3sC.
11. V !l$e (etter !i%le. Q5icionOrio e PalavrasF %$scandoJ euaggelion B9trong em
21.)CQ. !l$e (etter !i%le. 1..&E211). 2 ;ay 211) BpOgina em Tngl3s e GregoC
12. V
12F1

12F1

12F2
PetrieF PhilF !he (istory o# Gospel &usic F OnlineF em Tngl3s. /isitado 1
de ;aio de 211).
13. V A maior Organi*a+=o do GospelF a de 6ames 8leveland BOnlineC (em inglês).]
1. V !ragaF KenriA$eta 2osa 7ernandesF Q;úsica 9acra Evang0lica no !rasil
B8ontri%$i+=o a s$a KistóriaCQF pOgina 2'F (ivraria :osmos EditoraF Erich Eichner
G 8ia. (tdaF 2io de 6aneiroE9=o pa$loEPorto AlegreF 1.&1.]
O%tido em QhttpJXXpt.LiHipedia.orgXLiHiX;Y83Y!AsicaZgospelQ
8ategoriasJ ;úsica dos Estados Snidos da Am0rica [ Gospel [ ;úsica religiosa [ ;úsica
crist= [ G3neros m$sicais