“ O turismo é uma universidade em que o aluno nunca se gradua, é um

templo onde o suplicante cultua mas nunca vislumbra a imagem de sua
veneração, é uma viagem com destinos sempre à frente mas jamais atingido.
Haverá sempre discípulos, sempre contempladores, sempre errantes
aventureiros”
Lord Curzon
(Governador Geral da Índia 1859 - 1925)
AGRADECIMENTOS
A Deus, por iluminar os nossos caminhos.
Aos nossos pais e amigos, pelo apoio moral.
A comunidade de Imbassaí, pela colaboração para o levantamento das
informações necessárias para esse trabalho.
Aos nossos professores: Wilka Carvalho Souza (Agência de Turismo), Antônia
Reis Barbosa (Organização do Tempo Livre e Lazer) Thaís Gualberto (Elaboração
e Avaliação Projetos), Sandra Aparecida da Silva Pereira (Serviços de
Acomodação), Mariana Lacerda (Práticas de Planejamento), Flávia Souza da
Silva (Sistema de Transportes) e Agnelo Rocha(Técnicas de Comunicação
Publicitária), pela orientação, ajuda e paciência incondicional ao longo de todas
as etapas desse projeto.
APRESENTAÇÃO
Este trabalho foi solicitado pelos professores do 7º semestre da Faculdade
Integrada da Bahia – FIB, do curso de Turismo, sob a supervisão da professora
Mariana Filha, para a avaliação do semestre contemplando AVI e AVII.
A primeira etapa da realização deste projeto consta na elaboração do
inventário da localidade de Imbassaí, distrito de Mata de São João. Essa etapa
é pré-requisito para a segunda etapa que consta na análise da demanda, na
elaboração do diagnóstico, prognóstico, diretrizes e programas ou projetos de
implementação de políticas que promovam a atividade turística.
Essas duas etapas foram realizadas inicialmente através de pesquisas de
gabinete seguidas das pesquisas de campo incluindo aplicação de questionários
com moradores e turistas. Esse estudo propiciou um conhecimento prévio da
localidade, constatada como uma região com potencial para atividade turística
que, até então, encontra-se explorada de forma ainda amadora.
A etapa final deste trabalho é junção das duas etapas antecessoras que
consta na elaboração completa de um planejamento turístico da localidade
que, através do estudo do diagnóstico e prognóstico, propõe melhorias para o
desenvolvimento do turismo em Imbassaí.
OBJETIVOS
Objetivo Geral
Elaborar um plano de ação para o desenvolvimento as atividade turística
em Imbassaí de maneira sustentável maximizando suas potencialidades turísticas
e minimizando os impactos negativos que a atividade pode proporcionar.
Objetivos Específicos
Examinar os problemas da comunidade que atuam como ponto negativo
para a atividade turística;
Inventariar os equipamentos turísticos existentes na localidade;
Elaborar diagnóstico levantando pontos fortes e fracos do distrito de
Imbassaí;
Elaborar prognóstico, traçar diretrizes e levantar propostas para o
desenvolvimento sustentável do turismo em Imbassaí.
JUSTIFICATIVA
O Turismo é uma atividade que vem crescendo ao longo das últimas
décadas como um importante setor da economia nacional e continua em fase de
expansão, apresentando altos índices de crescimento.
As regiões turísticas recebem significantes benefícios sociais e
econômicos. Empregos são gerados, uma infra - estrutura de lazer é implantada
melhorando a qualidade de vida dos moradores.
Porém, quando não exploradas de forma bem planejada, essas regiões
sofrem impactos sócio-ambientais que podem ser irreversíveis. O crescimento
desordenado da atividade leva ao processo de declínio no ciclo de vida da região.
Com o objetivo de minimizar os impactos causados pelo turismo, se faz
necessário o estudo da sustentabilidade da atividade na região turística,essa
sustentabilidade implica numa política e estratégia de desenvolvimento econômico
e social contínuo, respeitando o meio ambiente e seus os recursos naturais.
Portanto trata-se de um desenvolvimento global: social,
econômico,ecológico, espacial, político e cultural. Um planejamento turístico é
indispensável para o desenvolvimento de qualquer região que venha a ser
explorada pelo turismo.
Ele se dá através da identificação e implementação de diferentes etapas
por meio da elaboração de planos e projetos turísticos baseados nos princípios da
sustentabilidade, com base na análise dos aspectos ambientais, do estudo da
demanda e oferta turísticas que possibilitam avaliar o potencial existente e as
viabilidades de transformá-lo em produto.
As ações do planejamento, por sua vez, devem ser executadas de forma
integrada entre os setores envolvidos: Estado, Município, Comunidade e
Empresas Privadas
DADOS DO MUNICÍPIO
Município Sede: Mata de São João
CEP: 48.280.000
DDD: 71
Voltagem: 110 V
Distância de Salvador: 67km
Sede Mata de São João:
Praia do Forte: 13 km
Costa do Sauípe: 10 km
Rodovias de acesso: BA-099
População Urbana: 780 habitantes
População total: 33.197
Temperatura mínima: 26ºC
máxima: 33ºC
média anual: 27ºC
Clima: Tropical
Superfície: 698 km² (Mata de São João) 3 km² ( Imbassaí)
Período chuvoso: meses de Maio, Junho e Julho
Relevo: Acidentada com rochas siliciclásticas predominante vulcânica
sêlsicas
Tipos de solo: Terrenos Granuliticos
Vegetação: Mata aberta, cajueiros e coqueirais
Altitude: 0 ( em relação ao nível do mar)
Prefeitura Municipal de Mata de São João: Praça Barão Açu da Torre, s/
n, Mata de São João. Tel: 71-635-1310
Prefeita: Márcia Carneiro Dias
Secretaria Municipal de Turismo:
Secretária de Turismo: Leda Lessa
PARTE I
CARACTERIZAÇÃO GERAL
1. CARACTERIZAÇÃO GERAL
1.1. HISTÓRICO
A localidade de Imbassaí, nome Tupi que significa “caminho das águas”
devido aos rios e corredeiras lá existentes, há mais de 50 anos atrás, era formada
por uma grande fazenda de cocos cujos residentes eram caracterizados como
posseiros, ou seja, pagavam um arrendamento à Companhia Inglesa - empresa
privada proprietária daquela área na época - para residirem no local.
Na década de 50 um incêndio no Moinho da Bahia, local onde estava
instalado o escritório da Companhia Inglesa, destruiu toda a documentação
provocando sua falência. Esse fato tornou as terras de posse do Estado,
caracterizando-as como terras devolutas.
O posseiro Aquilino Dias de Carvalho, que residia no local naquela época,
mediante conhecimento político, aliou-se ao Estado para que os posseiros
residentes na localidade deixassem de ser rendeiros e passassem a ser donos
efetivos da terra através de inscrições no INCRA. De 1952 a 1976 Aquilino,
juntamente com o Estado, recebeu o pagamento das terras dos antigos posseiros
– fato esse que revoltou os residentes locais.
Em 1976, Aquilino Carvalho vendeu as terras arrendadas aos posseiros à
Casa Imobiliária LTDA, que nomeou o local de Loteamento Praia de Imbassaí.
Essa imobiliária, mediante acordo com os moradores, os indenizou pelas
terras que eles residiam obrigando-os a procurar uma nova moradia, poucos foram
os que permaneceram em suas moradas.
Foi a partir daí, com a aprovação do loteamento da área, que a localidade
de Imbassaí começou a despertar para o turismo, pois até então a faixa litorânea
do distrito sempre foi utilizada pelas elites locais das sedes dos municípios de
Mata de São João e Entre Rios como local de veraneio e descanso nos finais de
semana.
Mas foi mesmo com a pavimentação da BA-099, a Linha Verde, que o
crescimento do turismo mostrou-se bastante significante para o local.
Hoje, é bastante notável a influência do turismo em Imbassaí para a
economia local. Isso pode ser percebido com a quantidade de meios de
hospedagem, restaurantes e a intensa presença de turistas nos finais de semanas
e feriados.
1.2. LOCALIZAÇÃO E LIMITES
O distrito de Imbassaí, pertencente ao Município de Mata de São João, está
localizado na área litorânea da Apa Litoral Norte. Partindo de Salvador pela BA-
099, a conhecida Linha Verde, em direção ao norte do Estado, está localizada à
direita da pista, a 65km do Aeroporto Internacional de Salvador, a entrada para o
vilarejo em uma estrada sem pavimentação que dá acesso à vila.
Situado entre Praia do Forte, apenas a 13km, e Costa do Sauípe, apenas
a 10km, a localidade está próxima aos vilarejos de Santo Antônio, Diogo, Areal e
Sauípe, possuindo limites geográficos ao Norte com a localidade de Sauípe, ao
Sul com Açu da Torre, estando o Oceano Atlântico e o Rio Imbassaí em seu lado
Leste e a Linha Verde ao Oeste.
1.3. CARACTERIZAÇÃO SÓCIO-DEMOGRÁFICA
Segundo dados do IBGE (2000), Mata de São João, sede a qual pertence a
localidade de Imbassaí, possui uma população com 32.568 habitantes, sendo
16.382 homens e 16.186 mulheres e uma densidade demográfica de 47,66 hab/
km2. Do total de residentes do município, 21.450 são pessoas alfabetizadas,
sendo constados 11.912 matrículas de ensino fundamental e 1.651 matrículas de
ensino médio. O número total de eleitores é de 23.002. Foram constatadas 391
empresas com CNPJ atuantes e 4.734 de pessoal ocupado.
Na localidade de Imbassaí foram aplicados questionários diretamente com
a comunidade receptora para identificar o perfil de seus residentes. Do total de
entrevistados, a maior parte dos residentes, 31%, pertencem à faixa etária entre
26 e 33 anos de idade, seguido de 21% que está entre 18 e 25 anos de idade, o
restante encontra-se distribuídos igualmente entre 34 e 41 anos, 42 a 49 anos e
50 anos ou mais. Desse total de entrevistados, 58% da população pertence ao
sexo masculino e o restante feminino. A maioria, 53%, possui residência fixa
morando no local há mais de nove anos.
Em geral, as famílias não são muito extensas, 47% dos entrevistados
moram com apenas de 1

a 3 membros de família, tendo normalmente 2 membros
trabalhando. Quanto à renda mensal da família, 8% ganham até um salário
mínimo, 64% ganham de 1 a 3 salários mínimos e apenas 10% ganham mais de 7
salários mínimos.
Quanto ao grau de escolaridade apenas 11% da população possui 2º grau
completo e 32% com 1º grau incompleto.
Do total de entrevistados, 91% afirma que o turismo proporcionou emprego
para a localidade, apenas 9% discordam. Além disso, 95% dizem ficar satisfeito
em ver o número de turistas aumentando.
1.4. CARACTERIZAÇÃO ECONÔMICA
Mata de São João já teve como principal atividade econômica o petróleo,
sendo atualmente explorada em pequena escala. O forte da economia do
município está voltado para a agricultura, pois é considerado um grande produtor
baiano de coco-da-baía e limão; a pecuária, com rebanhos de bovinos, eqüinos,
suínos, asininos, bubalinos e muares. Identifica-se também um setor industrial
(ocupando o 44º posição no estado da Bahia) e comercial (ocupando o 68º
posição) em desenvolvimento. No setor de bens minerais possui uma produção
significante apenas de argila.
Na localidade de Imbassaí as principais atividades econômicas
desenvolvidas são a pesca, que notavelmente supre a gastronomia local à base
de frutas do mar, abastecendo bares, restaurantes, hotéis e pousadas local; o
turismo, que se desenvolveu na localidade a partir da década de 90 com a
expansão da atividade turística na Praia do Forte; e o artesanato ( com fabricação
em artigos em palha de coqueiro), que surge para atender a uma demanda
significante de turistas no local.
1.5. INFRA-ESTRUTURA BÁSICA
1.5.1. Saneamento básico
O distrito não possui rede de esgoto e, por isso, o mesmo é
despejado no lençol freático. A maior parte das casas possui fossas
cépticas, outra parte possui fossas negras lacradas. A limpeza dessas
fossas é feita por um carro limpa fossa particular que cobra o valor de
R$300,00, valor custeado pelos moradores. Há indícios de que o Rio
Imbassaí é local de despejo de esgoto de algumas casas e pousadas
localizadas nas suas proximidades.
1.5.2. Coleta de lixo
A coleta de lixo é realizada diariamente por um caminhão da
Prefeitura. Tentou-se implantar à dois anos a coleta seletiva de lixo, mas o
trabalho não foi concluído.
1.5.3. Abastecimento de água
A localidade não possui sistema de abastecimento de água. A
maioria das casas e pousadas utilizam poços artesianos, algumas casas
ainda utilizam cisternas com profundidade de 12m. A Embasa iniciou há um
ano o trabalho para implantação de água encanada, que não foi concluído
por razões desconhecidas. Alguns moradores reclamam que casas e
pousadas das proximidades do Rio Imbassaí utilizam o mesmo para seu
abastecimento de diário de água.
1.5.4. Serviço de iluminação
A rede elétrica da localidade é operada pela Coelba, no entanto a
iluminação pública é precária, o que torna o local pouco iluminado durante
a noite. A Alameda das Amendoeiras, principal rua da localidade, conta
com apenas 11 postes de luz, e os 51 restantes dividem-se entre as demais
ruas.
No ano de 2004 foram identificados em Imbassaí 307 consumidores
na classe residencial que possuem energia elétrica instalada pela Coelba;
62 consumidores na classe comercial; 2 consumidores na classe industrial;
e 5 na classe poder público local (COELBA, 2004).
1.5.5. Comunicação e telefonia
Correios (localização)
A localidade não dispõe de correios, apenas de uma caixa postal
para recebimento de correspondência localizada na Delicatessen Coco
LoKo. ( Alameda das Amendoeiras).
Telefonia móvel/celular
A localidade dispõe de cobertura para todas as companhias
de telefonia móvel, possuindo duas torres de celular na rua Al. das
Amendoeiras.
Telefonia fixa
A localidade não dispõe de posto telefônico, apenas uma central
telefônica da Telemar para serviços de manutenção dos telefones públicos
e residenciais. 32 orelhões são disponibilizados para uso de moradores e
turistas, sendo 09 identificados na rua principal.
1.5.6. Agências Bancárias/Casas Lotéricas
Inexistente
1.5.7. Estação Rodoviária
A localidade não dispõe de estação rodoviária
1.5.8. Educação
A localidade dispõe de apenas uma escola cujo nível escolar
oferecido é da 1ª a 4ª série. Para cursar o 2º grau os moradores devem se
deslocar para a escola mais próxima, Escola Dr. Alaor Coutinho, localizada
em Praia do Forte.
Escola Dr. José Seixas Filho
Endereço: R. Alameda das Amendoeiras, Qd. 5, Lt 31.
Nível escolar oferecido: 1ª a 4ª série.
Número de alunos matriculados: 120
1.5.9. Saúde
A localidade dispõe de apenas um posto de saúde que dispõe de
01 clínico e oferecem serviços como planejamento familiar; programa de
diabete, hipertensão e pediatria; curativos, exames, preventivo, odontologia;
realização de palestras sobre drogas, sexo e DST. O Hospital mais próximo
é o Menandro de Farias localizado em Lauro de Freitas, mas também não
atende serviços de emergências.
Posto de saúde: Programa Saúde da Família de Imbassaí
Endereço: Al. da Amendoeiras, Qd 5, Lt 31.
Horário de Funcionamento: segunda a sexta das 08hs às 16hs
1.5.10. Segurança pública
A localidade dispõe de um posto policial que funciona 24hs. Estão
sempre no posto dois policiais, mas o quadro é composto por quatro, que
realizam o revezamento do plantão.
Posto Polícia Militar da Bahia
Endereço: Al. das Amendoeiras, Qd. 5, Lt. 29
Tel: 71-677-1190
Viaturas: 01 disponível
1.6. INFRA – ESTRUTURA DE APOIO
1.6.1. Estabelecimentos Comerciais / Serviços
Academia Mantendo a Forma
End: End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
Aluguel de casas para temporada
Tel: 71-677-1312 / 9966-7768 / 9134-7768
Advocacia: Emílio Cezar Melo – Advogado
End: Rua Al. Buganvilles, s/n
(Em frente a Pousada Vila Imbassaí)
Balaio de Gato Artesanato: venda de barro, colares, bolsas e
bijuterias.
End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
Coração de Imbassaí: moda praia, presentes, bijuterias e
cosméticos.
End: Praça Beira Rio, s/n
Delicatessen Coco Loko
End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
Escritório de Contabilidade ASCACOM
End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
Farmácia Tia Carmen
End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
Massagem chinesa Luz do Sol
End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
Tel: 71-8826-6174
Mercadinho e Farmácia Tend Tudo
End: Rua Beira rio, s/n
Tel: 71-677-1118
Mercadinho Lisboa
End: Rua Al. dos Cajueiros, 20
Padaria e Delicatessen Doce Vida
End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
Salão de Beleza Marinalva Batista
End: End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
Salão de Beleza Point do Cabelo
End: Rua Al. do Ibisco, 11
Sonho de Mar Moda Praia
End: Rua Al. das Amendoeiras, 20
SOS Açougue: carnes e frangos
End: Rua Al. das Amendoeiras, s/n
PARTE II
ASPECTOS TURÍSTICOS
2. ASPECTOS TURÍSTICOS
2.1. RECURSOS NATURAIS
A localidade de Imbassaí é composta por uma vasta área de riqueza
natural composta por rio, praia, corredeiras e cachoeira. Por estar localizada na
Apa Litoral Norte, ainda é composta por uma área verde ainda não ocupada pela
expansão urbana.
2.1.1. Patrimônio Natural
Praia de Imbassaí
Caracterização: Os 6km de praia em mar aberto com ondas fortes
e areias brancas e finas, são margeados por dunas e coqueirais.
Algumas partes são compostas de pedras, sendo sua maior
concentração na Barra de Imbassaí (encontro do rio com o mar).
Localização / Acesso: A Praia de Imbassaí está localizada a leste da
Vila e do rio Imbassaí. Seu acesso só é permitido para pedestres,
visto que o Rio Imbassaí, que corre paralelo ao mar, forma uma
barreira natural impedindo o acesso de carros. Para se chegar a
Praia de Imbassaí, basta sair da Vila, de carro ou caminhando, em
direção ao rio através de três acessos:
Rua da Igreja: a travessia do rio pode ser feita de jangada ou,
em maré baixa, a pé por dentro do rio;
Praça Beira Rio: a travessia pode ser feita, após atravessar
uma ponte de madeira, de jangada ou a pé pelas pedras que
dão acesso às dunas;
Barraca do Braz: o acesso só pode ser feito a pé por dentro
do rio.
Turistas: em alta temporada o maior fluxo de turistas é de
procedência nacional de fora do estado, em baixa temporada o fluxo
restringe-se a turistas locais, principalmente Salvador e adjacências.
Lazer e entretenimento: apenas algumas horas são suficientes
para conhecer o atrativo. Além de caminhada, é possível alugar
cavalos para uma cavalgada a beira mar, bem como passar o tempo
tomando sol nas barracas e apreciando bebidas e petiscos.
Rio Imbassaí
Caracterização: O Rio Imbassaí, cujo nome oficial é Rio Barroso,
nasce em Itanagra, pertencente ao município de Entre Rios. De
águas escuras devido à presença de materiais húmicos, o rio se
divide em Imbassaí Grande, localizado mais próximo à localidade
de Areal, e Imbassaí Pequeno, localizado mais próximo a Vila de
Imbassaí. É o Rio Imbassaí Pequeno que desemboca no mar,
despertando curiosidade dos turistas. Seu curso, que possui
profundidade máxima de 5m, é entrecortado por pedras formando
corredeiras e pequenas quedas d´águas.
Localização / Acesso: O Rio Imbassaí está localizado a leste da
Vila, mais precisamente entre a Vila e o oceano. O acesso pode ser
feito de carro ou a pé, saindo da Vila Imbassaí na direção Oeste,
tendo como ponto de parada para veículos a Praça Beira Rio, a Rua
Beira Rio, a Rua da Igreja e a Barraca de Braz. A concentração de
barracas fica na margem oeste do rio, o que obriga os banhistas a
atravessarem de jangada ou a pé (em caso de maré baixa).
Turistas: em alta temporada o maior fluxo de turistas é de
procedência nacional de fora do estado, em baixa temporada o fluxo
restringe-se a turistas locais, principalmente Salvador e adjacências.
Lazer e entretenimento: apenas algumas horas são suficientes para
conhecer o atrativo. É possível alugar caiaque e fazer um passeio
de uma hora ao longo do curso do rio Imbassaí Pequeno, bem
como passar o tempo tomando sol nas barracas que beiram o rio
apreciando bebidas e petiscos.
Impactos: o rio serviu, por muito tempo, de aporte de pedras para
construção imobiliária, o que diminuiu sua profundidade bem como a
altura das quedas d´águas. Além disso, algumas casas e pousadas
instaladas nos arredores, utilizam o rio como abastecimento de água.
É perceptível o acúmulo de lixo em algumas áreas de sua margem.
Cachoeira Dona Zilda
Caracterização: A Cachoeira está localizada numa área de
propriedade privada da Família Feitosa, uma antiga família da
localidade. Dona Zilda Feitosa, atual proprietária da área que
está localizada a cachoeira, morava em Paripiranga quando seu
esposo faleceu em 1966, quando resolveu comprar a fazenda de
40.000m2 onde está localizada a cachoeira. Atualmente, D. Zilda
fica parte do tempo em Salvador e parte do tempo em Imbassaí,
numa casa localizada em frente a entrada da cachoeira que é de
onde administra a entrada de turistas no atrativo com a ajuda dos
filhos.A cachoeira encontra-se numa área cercada, cuja entrada
de turistas é feita mediante pagamento de taxa de R$ 1,00 para a
manutenção da mesma. O atrativo, que possui águas razas e claras
e quedas d´aguas é propícia a banho. Encontra-se em bom estado
de conservação e limpeza, dispondo de seis baldes de lixo nas
áreas de banho. São necessárias algumas horas para conhecer o
atrativo. Dispõe de uma barraca à margem do rio que serve água,
refrigerantes e bebidas em geral.
O atrativo está aberto para os visitantes todos os dias exceto às
quintas-feiras por ser o dia de folga do porteiro.
Localização / Acesso: A cachoeira está localizada a 1,5Km da Vila
e 2Km da praia O acesso pode ser feito a pé (20minutos) ou de
carro (3minutos) partindo da Vila Imbassaí, em continuação a rua
da Igreja, em uma estrada de barro que passa por um túnel sobre a
Linha Verde. A cachoeira disponibiliza um estacionamento gratuito
para visitantes.
Turistas: a maior freqüência é de turistas nacionais
Lazer e entretenimento: não há atividades desenvolvidas no atrativo,
apenas a presença de uma barraca serve bebidas em geral.
Impactos: O atrativo apresenta-se em bom estado de conservação,
não sendo perceptível o acúmulo de lixo nos arredores. No entanto,
uma construção à margem do rio, muito próxima ao curso das águas,
pode provocar danos ambientais futuros com relação a ocupação
territorial.
Lagoa Jauara
Caracterização: O nome Jauara significa Altar dos Deuses, em tupi
guarani. A lagoa possui águas escuras e é cercada de pequenas
dunas, sendo considerada propícia a banho. Sua estrutura lembra
muito a Lagoa do Abaeté, em Salvador. Os passeios só podem ser
feitos durante o dia, devido a falta de iluminação nos dois acessos a
lagoa.
Localização / Acesso: A Lagoa está localizada dentro da fazenda
Santa Helena. Existem duas formas de acesso, são elas: uma pelo
mirante, que é possível ir de carro por uma estrada de barro, até uma
parte do caminho (devido a má qualidade da estrada) e o restante
deve ser seguido a pé.
A outra pela praia de Imbassaí, que pode ser feita a pé
ou a cavalo. A cavalo juntamente com um guia o percurso é de 10
minutos e custa R$15,00 meia hora, ou a pé ao longo da praia, em
uma caminhada de 40 minutos.
È recomendável à presença de um nativo, que conheça a região pois
não existem placas sinalizadoras ao longo do caminho. Guias locais
só aparecem só estão disponíveis em alta estação.
Turistas: A maior freqüência é de turistas nacionais, mas há uma
pequena freqüência de turistas internacionais na alta estação.
Lazer e entretenimento: o atrativo é propício ao mergulho
Impactos: Não existe nenhum tipo de infra-estrutura de apoio,
nem cestos de lixo no local, os próprios nativos se encarregam de
despertar a consciência ecológica dos turistas.
Mirante Imbassaí
Caracterização: O Mirante Imbassaí é um local construído pela
Prefeitura de Mata de São João para que os visitantes que trafegam
pela Linha Verde possam apreciar a bela vista propiciada pela
paisagem natural composta de plantações de coco e cordões de
dunas, já que está situado num local alto. Possui um pátio com
cobertura de palha e bancos. Ao lado, dispõe de seis quiosques
(sendo apenas quatro funcionando) que vendem água de coco,
artesanato em palha e cocadas da região.
Localização / Acesso: O Mirante está localizado a 3Km de Imbassaí,
entre Praia do Forte e Imbassaí, próximo ao acostamento da Linha
Verde, em sua porção leste. O acesso só pode ser feito de carro. Há
espaço para estacionamento de veículos.
Turistas: A maior freqüência é de turistas nacionais
2.2. RECURSOS HISTÓRICO-CULTURAIS
Imbassaí apresenta uma riqueza histórico-cultural a ser explorada por
turistas e visitantes no que tange arquitetura religiosa, manifestações populares,
artesanato e gastronomia.
2.2.1. Patrimônio Histórico-cultural
ARQUITETURA RELIGIOSA
Capela Nossa Sra. Das Dores
Caracterização: A capela foi erguida por Sr. Aquilino, grande
proprietário da fazenda de cocos, hoje atual localidade Imbassaí,
em homenagem a sua mãe, que era devota de Nossa Senhora das
Dores. Foi construída para ser a capela da fazenda, onde apenas
a família do proprietário tinha acesso. Após a morte de Sr. Aquilino,
sua esposa doou a igrejinha a comunidade local de paroquianos,
que atualmente ajuda no seu processo de manutenção através das
doações feitas pela própria comunidade. Igreja simples, sem nenhum
apelo arquitetônico, com capacidade para 60 pessoas. Seu interior
é devidamente iluminado e possui inúmeras imagens de santos
católicos e uma grande imagem central de Nossa Senhora das
Dores, padroeira de Imbassaí.
Localização / Acesso: Rua de igreja ou rua principal s/nº. Seu acesso
se dá no início da segunda entrada principal da localidade.
Funcionamento: missa às segundas, quartas e sextas-feiras às
18:00hs.
Pároco: Padre Arnaldo Silvestre
MANIFESTAÇÕES POPULARES
Festa São Sebastião
Caracterização: Missa e procissão em devoção ao santo. Foi a
primeira manifestação popular da localidade, bem antes da festa da
padroeira. Na verdade essa festa era promovida pelo Sr. Aquilino,
antigo proprietário da fazenda que era a vila de imbassaí, antes de
ser loteada, em devoção ao seu santo padroeiro. Sua devoção ao
santo era tamanha que ele fazia questão de comemorar o dia do
seu padroeiro com uma festa imensa. Além disso, mandou fazer
uma imagem de São Sebastião, e a colocou dentro da capela da
sua fazenda. Após a morte de Sr. Aquilino essa festa perdeu a
ênfase, mas mesmo assim ainda se celebra uma missa especial em
comemoração ao dia do santo.
Data da comemoração: 20 de janeiro
Local: Igreja Nossa Senhora das Dores
Imbafolia
Caracterização: O Imbafolia é uma espécie de micareta local que
ocorre na mesma época do carnaval nacional. Os foliões saem em
forma de cortejo, animados por carro de som e tocadores locais, da
Praça Beira Rio e passam pelas ruas principais.
Local: Principais ruas de Imbassaí.
Data da comemoração: Data móvel de acordo com o carnaval
nacional
São João
Caracterização: O São João e festejado por uma semana (até o dia
de São Pedro) com bandas provenientes da sede de Mata de São
João e até mesmo de fora do município. Barracas são armadas na
praça com vendas de bebidas e comidas da época
Local: Praça Beira Rio
Data da comemoração: 23 a 29 de Junho
Festa de Nossa Sra. das Dores
Caracterização: Suas festividades se iniciam no mês de setembro,
sendo que de 11 a 18/09 é realizada a novena e no dia 18/09 se
realiza a festa da padroeira. A festa da padroeira se inicia com a
procissão, onde a imagem da santa percorre as ruas principais da
vila e após o seu retorno à capela inicia-se a festa. È uma festa
simples, bem típica, onde se encontram barracas de comidas, bazar
e jogos para as crianças. Essa festa da padroeira acontece todos os
anos.
Data da comemoração: 11 a 18/09
Local: ao lado da Igreja Nossa Senhora Das Dores
São Cosme e Damião
Caracterização: A festa de São Cosme e Damião é fornecida por
moradores devotos que oferecem carurus aos santos.
Local: acontece nas casas dos próprios moradores
Data da comemoração: acontece principalmente no mês de
setembro, mas podem variar de setembro a dezembro.
Samba de Roda
Caracterização: O Samba de Roda era sempre organizado por dona
Idália , mas o deixou de fazer após se tornar evangélica. Embora
hoje esteja em uma pequena escala, as antigas moradoras da vila
ainda dançam o samba de roda, principalmente na festa de São
Cosme e Damião.
Local: geralmente acontece nas casas de moradores antigos
Data da comemoração: não tem data fixa
Natal
Caracterização: O Natal é festejado com festas residenciais além de
acontecer festa com Banda na praça Beira Rio onde são armadas
barracas com comidas típicas e bebidas
Local: Nas residências e na Praça Beira Rio.
Data da comemoração: 24 de Dezembro
Festa de Reveillon
Caracterização: O Reveillon é festejado com banda na Praça Beira
Rio onde são armadas barracas com comidas e bebidas.
Local: Praça Beira Rio
Data da comemoração: 31 de Dezembro
ARTESANATO
Fabricação, em pequena escala, de produtos em palha tais como:
chapéu, bolsa, tapete etc. Esse artesanato é normalmente vendido no
comércio local, sendo uma pequena parte fornecida para Costa do
Sauípe. Outro tipo de artesanato local, são as esculturas feitas de
areia e esculpidas a mão com ajuda de um material desenvolvido pelo
próprio artesão.
GASTRONOMIA
Os pratos gastronômicos em Imbassaí são baseados em frutos do mar.
Há uma grande variedade na culinária à base de siris, caranguejos,
camarões, peixes, bem como a combinação de diferentes culinárias com
esses ingredientes.
2.3. EQUIPAMENTOS TURÍSTICOS
2.3.1. Alimentos e Bebidas
Bar Ilha Bela
Localização: Rua das Dunas
Mesas: 06
Quantidade de Funcionários: 02
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite.
Pagamento: Dinheiro ou cheque, não aceita cartão de crédito.
Cardápio: em Português
Possui música ao vivo.
Barraca de Praia Arte em Areia
Quantidade de Funcionários: 01
Oferece: Bebidas e tira gostos variados. Frutos do mar, peixe,
camarão, lagosta, caranguejo, siri catado.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite.
Pagamento: Dinheiro ou cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio em dois idiomas.
Possui música ambiente.
Observação: A barraca tem um ateliê de obras esculpidas em
areia para venda, além de telas pintadas a mão.
Barraca Cuba Libre
Localização: Praia
Mesas: 06
Quantidade de Funcionários: 02
Oferece: Bebidas, tira gosto variados, comidas (prato feito) e café
da manhã.
Funcionamento: Verão.
Pagamento: Dinheiro ou cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em Português.
Não possui música ambiente.
O Pescador Beach Bar
Localização: Praia
Mesas: 30 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 02 fixos. Na alta estação contrata
mais dois funcionários.
Oferece: Bebidas, tira gosto variados, caldos e peixes.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender somente à parte que está voltada para o rio.
Pagamento: Dinheiro ou cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em 2 idiomas (Português e Inglês).
Possui música ambiente.
Barraca Lua Mar
Localização: Praia
Mesas: 10 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 02 fixos e 01 diarista.
Oferece: Bebidas, tira gosto variados, caldos, caranguejo e
peixes.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender somente à parte que está voltada para o rio.
Pagamento: Dinheiro ou cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em 2 idiomas (Português e Inglês).
Possui música ambiente.
Barraca Por do Sol
Localização: Praia
Está em reforma, com previsão de reabertura no verão.
Barraca Porto do Céu
Localização: Praia
Mesas: 22 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 05 (incluindo os proprietários).
Oferece: Bebidas, tira gosto variados, caldos e peixes.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro. Não aceita cartão de crédito, nem cheque.
Não possui música ambiente.
Barraca Boa Sorte
Localização: Praia
Mesas: 30 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 05
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro. Não aceita cartão de crédito, nem cheque.
Possui música ambiente.
Barraca Estrela do Mar
Localização: Praia
Mesas: 30 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 02
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Somente em Português.
Quiosque da Baiana
Localização: Praia
Oferece: Acarajé, abará e cocadas.
Quantidade de Funcionários: 02. Na lata temporada contrata mais
uma ou duas pessoas.
Barraca do Santana
Localização: Praia
Mesas: 30 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 04
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em 2 idiomas (Português e Inglês).
Possui música ambiente.
Barraca Bonita
Localização: Praia
Mesas: 20 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 02 fixos. Na alta estação contrata
mais dois funcionários.
Oferece: Bebidas, frutos do mar e tira gosto variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite.
Funciona para atender a parte que está voltada para o rio e para
o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: em Português.
Possui música ambiente.
Barraca Quiosque do Leal
Localização: Praia
Mesas: 25 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 04 fixos. Na alta estação contrata
mais três funcionários.
Oferece: Bebidas, frutos do mar e tira gosto variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em 2 idiomas (Português e Inglês).
Barraca do Baixinho
Localização: Praia
Mesas: 32 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 05 fixos. Na alta estação contrata
mais dois funcionários.
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em 2 idiomas (Português e Inglês).
Barraca do Bacana
Localização: Praia
Mesas: 30 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 03 fixos. Na alta
estação contrata mais quatro funcionários.
Oferece: Bebidas, frutos do mar e tira gosto variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto a noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Somente em Português.
Possui música ambiente.
Barraca Mar e Rio
Localização: Praia
Mesas: 20 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 03 fixos. Na alta estação contrata
mais quatro funcionários.
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro. Não aceita cartão de crédito, nem cheque.
Cardápio: Somente em Português.
Possui música ambiente.
Barraca Rosa dos Ventos
Localização: Praia
Mesas: 25 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 04
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em 2 idiomas (Português e Inglês).
Possui música ambiente.
Barraca Canto da Pedra
Localização: Praia
Mesas: 14 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 03 fixos. Na alta estação contrata
mais dois funcionários.
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em 3 idiomas (Português, Alemão e Inglês).
Possui música ambiente.
Barraca Paraíso
Localização: Praia
Mesas: 25 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 04 fixos. Na alta estação contrata
mais dois funcionários.
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Somente em Português.
Possui música ambiente.
Barraca Praia Bela
Localização: Praia
Mesas: 64 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 04 fixos. Na alta estação contrata
mais dois funcionários.
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto à noite.
Funciona para atender a parte que está voltada para o rio e para
o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Em 2 idiomas (Português e Inglês).
Possui música ambiente.
Barraca Santo Antônio
Localização: Praia
Mesas: 24 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 04 fixos. Na alta estação contrata
mais quatro funcionários.
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto a noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro. Não aceita cartão de crédito, nem cheque.
Cardápio: Somente em Português.
Barraca Cascatinha
Localização: Praia
Mesas: 20 (cada mesa com capacidade para 04 pessoas)
Quantidade de Funcionários: 02 fixos. Na alta estação contrata
mais quatro funcionários.
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Funcionamento: Todos os dias, exceto a noite. Funciona para
atender a parte que está voltada para o rio e para o mar.
Pagamento: Dinheiro e cheque. Não aceita cartão de crédito.
Cardápio: Somente em Português.
Jerimum Café
Localização: Alameda Principal / Vila Amescla
Oferece: Massas, cafés, tortas, sucos e salgados.
Capacidade: 30 pessoas
Pagamento: Dinheiro e cartão de crédito (Mastercard e Visa).
Pizzaria Nega Fulô
Localização: Alameda Principal / Vila Amescla
Oferece: Pizzas, lasanhas, filés e frangos.
Capacidade: 16 pessoas
Pagamento: Dinheiro e cartão de crédito (Mastercard e Visa).
Bar Delícias Caseiras
Localização: Largo a Beira do Rio
Oferece: Ensopado, moqueca de peixe e camarão.
Horário de Funcionamento: 7:00 às 19:00 hs
Capacidade: 30 pessoas
Bar Ilha Bela
Localização: Rua das Dunas
Bar Encontro dos Amigos
Localização: Rua Principal, S/N
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Possui máquinas de jogos.
Barracão
Localização: Rua Principal, nº 18 A
Oferece: Sanduíches e sucos.
Horário de Funcionamento: Só funciona no verão.
Restaurante da Vânia
Localização: Loteamento Praia de Imbassaí, Nº 10.
Oferece: Comida caseira e frutos do mar.
Horário de Funcionamento: 10:00 às 22:00 hs
Capacidade: 60 pessoas.
Restaurante Ilê Ommi (Fechada para reforma)

Restaurante Coco Loko
Localização: Loteamento Praia de Imbassaí, S/N, lote 1, Qd 8.
Oferece: Sorvetes, pizzas, lanches, comida a quilo e
conveniências.
Horário de Funcionamento: 08:00 às 22:00 hs
Capacidade: 40 pessoas. Possui mais duas mesas para crianças.
Restaurante Vilangelim
Localização: Rua Alameda dos Angelins – Imbassaí Pequeno.
Oferece: Frutos do Mar.
Horário de Funcionamento: 07:00 às 22:00 hs
Capacidade: 40 pessoas
Restaurante Tocha de Fogo
Localização: Rua Alameda dos Cajueiros
Telefone: 677 - 1327
Oferece: Carnes na brasa.
Horário de Funcionamento: Sexta à Dom, a partir das 12:00 hs.
Capacidade: 100 pessoas
No Ar da Graça Restaurante
Localização: Alameda dos Cajueiros
Oferece: Cozinha Internacional.
Horário de Funcionamento: 12:00 às 24:00 hs, sendo que na
baixa estação abre a partir das 14:00 hs.
Capacidade: 60 pessoas
Bucaneiro Bar Pizzaria Grill
Oferece: Pizzas, bebidas e grelhados.
Cucina Italiana É Massa
Localização: Rua Principal, S/N
Oferece: Massas caseiras e lanches.
Restaurante Delícias Caseiras
Localização: Rua da Praça, S/N
Oferece: Comida Caseira
Quantidade de Funcionários: 01
Mesas: 05
Funcionamento: Todos os dias
Proprietária: Etelvina Leal
Pagamento: Dinheiro. Não aceita cartão de crédito, nem cheque.
Barraca do Pastel (Bar)
Localização: Rua da Praça S/N
Oferece: Bebidas e tira gostos variados.
Quantidade de Funcionários: 01
Mesas: 10
Funcionamento: Todos os dias
Proprietária: Sr. ª Marilena
Pagamento: Dinheiro. Não aceita cartão de crédito, nem cheque.
Loja Coração de Imbassaí
Localização: Rua da Praça, nº 13
Oferece: Moda praia, presentes, bijuterias e comércio.
Quantidade de Funcionários: 01
Pagamento: Dinheiro ou cheque. Não aceita cartão
de crédito.
Funcionamento: Todos os dias.
Mercadinho e Farmácia Tend Tudo
Localização: Rua Beira Rio
Telefone: 677-1118
Quantidade de Funcionários: 03
Pagamento: Dinheiro, cheque e cartão de crédito (todos).
Funcionamento: Todos os dias.
2.3.2. Meios de Hospedagem
Pousada Bichelenga
Nome fantasia: Pousada Bichelenga
Razão Social: Martinez Moraes Turismo e Lazer LTDA
Proprietário: Isabel
Informante: Ângela
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
-Suites 1 TPL, APTOS 4 DBL e 2 TPL, Chalés 2 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 85,00
-Alta Estação- R$ 160,00
Permanência Média: 02 dias
Cartão de Credito: Visa
Endereço: Alameda dos Coqueiros, s/nº - Imbassai.
Tel.: (71) 677-1122
Fax: (71) 677-1154
Site: www.bichelenga.com.br
e-mail: bichelenga@svn.com.br
Classificação EMBRATUR:
OBS:
Todos os apartamentos possuem: ar condicionado; tv; frigobar;
varanda com rede; chuveiro elétrico.
Piscina, Sala de TV, Estacionamento.Restaurante,Bar,Copa
de Apoio e Salão de Eventos, música ambiente fazem parte da
pousada.

Pousada Ilê Ommi
(inoperante, em manutenção)
Endereço: Linha Verde, km 10 - Praia de Imbassaí
Tel.: (71) 677-1060
Fax: (71) 677-1059
e-mail: ileommi@costadoscoqueiros.com
Pousada Caminho do Mar
Nome fantasia: Pousada Caminho do Mar
Razão Social: Pousada Caminho do Mar
Proprietário: Regina Michael
Informante: OSNR Araújo dos Santos/ Ivanildes
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Bangalô 13, 52 leitos
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$103,00 DBL, R$ 133,00 TPL
-Alta Estação- R$ 160,00 DBL , RS 200,00 TPL
Permanência Média: 07 dias
Cartão de Credito: Visa, Mastercard e Redeshop
Endereço: Caminho do Mar, s/nº - Imbassai.
Tel.: (71) 677-1177
Classificação EMBRATUR:
OBS:
13 bangalôs com ar condicionado, TV, piscina, parque infantil,
Restaurante, lavanderia, estacionamento, música ambiente e
frigobar.
Pousada Canto de Imbassaí - IMBASSAÍ
Nome fantasia: Pousada Canto de Imbassaí
Razão Social: Pousada Canto de Imbassaí
Proprietário: Carolina Matsremotto
Informante: Cláudio
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Suíte 5 DBL e 3 TPL, Quartos 2 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 35,00 SGL, R$ 50,00 DBL, R$ 65,00 TPL
-Alta Estação-R$ 50,00 SGL, R$ 70,00 DBL, R$ 90,00 TPL
Total de 27 leitos
Permanência Média: 2 dias
Cartão de Credito: Não aceita
Endereço: Alameda dos Buganvilles, Lote 4 - Imbassai.
Tel.: (71) 677-1082
Cel: (71) 9133-9256
Fax: (71) 677-1082
e-mail: cantodeimbassai@terra.com.br
Classificação EMBRATUR:
OBS:
Guia regional, Estacionamento. Todos os quartos com
banheiro,ar-condicionado, tv, frigobar.
Pousada Entre as Águas - IMBASSAÍ
Nome fantasia: Pousada Entre as Águas
Razão Social: Rolf Walter Schafer
Proprietário: Rolf Walter Schafer
Informante: Preta
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
APTOS 5 DBL, Chalés 6 TPL
Total de 22 leitos
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 135,00 DBL
-Alta Estação- R$ 180,00 DBL
Permanência Média: Depende
Cartão de Credito: Visa e Mastercard
Endereço:. Beira da praia, Praia de Imbassaí
Tel.: (71) 677-1028
Fax: (71) 341-1245
e-mail: entreasaguas@ig.com.br
Site: WWW.entreasaguas.com.br
Classificação EMBRATUR:
OBS:
beach volley, barco a remo, caiaque, restaurante, serviços de
praia com sombreiros. Localiza-se a 20 metros da praia.Todos os
chalés possuem frigobar, tv, ventilador e varanda com rede.
Todas os apartamentos possuem ar-condicionado,
tv e varanda com rede. Bar, restaurante, tv no saguão, música
ambiente.
Funcionários: 04 permanentes e 5 temporários

Pousada Imbassaí - IMBASSAÍ
Nome fantasia: Pousada Imbassaí
Razão Social: Hotel Pousada Canto de Imbassaí
Proprietário: Alexandre e Olinda Pina Santos
Informante: Olinda Pina Santos
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 36 TPL, Chalés 9 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação-10% de desconto do DBL, SGL R$ 85,00 DBL,
R$ 110,00 TPL.
-Alta Estação- R$ 90,00 SGL, R$ 100,00 DBL, R$ 135,00 TPL
Total de 32 leitos e 45 camas extras
Permanência Média: 03 dias
Cartão de Credito: Visa, Mastercard e Redeshop
Endereço:. Rua da Igreja, s/nº
Tel.: (71) 677-1313
Cel: (71) 9968-8257 / 9195-9737
Fax: (71) 677-1313
e-mail: imbassai@svn.com.br
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Piscinas, salão de jogos / eventos e parque infantil salão de
jogos, área verde privativa.
Os apartamentos acomodam até três adultos ou um
casal com duas crianças.Todas as acomodações possuem ar
condicionado, tv com circuito interno de video, frigobar, varanda
para rede e banheiro com central de aquecimento.
Pousada Raios di Sol Village - IMBASSAÍ
Nome fantasia: Pousada Raios di Sol
Razão Social: Pousada Raio di Sol
Proprietário: Davi Sarmento
Informante: Jorge Fernando
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 8
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 55,00 DBL, R$ 70,00 TPL
-Alta Estação- R$ 65,00 DBL, R$ 85,00 TPL
12 leitos
Permanência Média: 03 dias
Funcionários: 10 permanentes
Cartão de Credito: Visa, Mastercard e Hipercard
Endereço:. Alameda das Palmeiras, s/nº
Tel/ Fax.: (71) 677-1005
Cel: (71) 9949-9611
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Piscina, Estacionamento, Room Service, bar,
restaurante, lavanderia, musica ambiente, ar condicionado, tv,
banheiro e frigobar em todos os quartos
Pousada Sítio da Fonte
Nome fantasia: Pousada Sitio da Fonte
Razão Social: Pousada Sitio da Fonte
Proprietário: Roberto Pereira Pitombo
Informante: Edna
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 3 TPL, Suítes 3 DBL, Chalés 3 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 70,00 DBL, R$ 80,00 TPL
-Alta Estação- R$ 90,00 DBL, R$ 100,00 TPL
26 leitos e mais 3 camas extras
Permanência Média: 2 dias
Funcionários 4 permanentes e 1 temporário
Cartão de Credito:
Endereço:. Rua da Igrejinha, s/nº
Tel.: (71) 677-1151
Cel: (71) 9131-6555
e-mail: sitiodafonte@costadoscoqueiros.com
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Piscina com serviço de bar, área de lazer com rio e
churrasqueira, estacionamento, restaurante, lavanderia, tv
no saguão, ar condicionado, frigobar e banheiro em todos os
quartos.
Pousada Villa Imbassaí - IMBASSAÍ
Nome fantasia: Pousada Villa Imbassaí
Razão Social: Micro Empresa LTDA
Proprietário: Hartmut Brune
Informante: Hartmut Brune
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Suítes 3 DBL, 2 TPL e 2 QDL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 80,00 DBL, R$ 100,00 TPL (na QDL
Acrescenta 25% e Single diminui 20%)
-Alta Estação- R$ 125,00 DBL, R$ 150,00 TPL (na QDL
Acrescenta 25% e Single diminui 20%)
20 leitos e mais 5 camas extras
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 2 permanentes e 1 temporário
Cartão de Credito: Mastercard e Diners
Endereço:. Alameda Buguenville, s/nº
Tel.: (71) 677-1212
e-mail: villa-imbassai@ig.com.br
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Restaurante e aluguel de caiaque, Estacionamento, Frigobar, ar
condicionado, tv e banheiro em todos os quartos.
Pousada Vilangelim - IMBASSAÍ
Nome fantasia: Pousada Vilangelim
Razão Social: Vilangelim Empreendimentos Turísticos LTDA
Proprietário: Rafael Viana e Marcelo Lira
Informante: Rafael Viana
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 16 DBL, 4 TPL
Café da Manhã: Meia Pensão
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 120,00 SGL, R$ 140,00 DBL, R$200,00 TPL
-Alta Estação- R$ 160,00 SGL, R$ 180,00 DBL,R$ 250,00 TPL
24 leitos
Permanência Média: 04 dias
Funcionários: 20 permanentes 3 Func. Bílingues
Cartão de Credito: Mastercard, Visa, America e Diners
Endereço:. Alameda dos Angelins – Imbassaí Pequeno, s/nº
Tel.: (71) 677-1144
Fax.: (71) 677-1144
e-mail: contatos@vilangelim.com.br
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Piscina, passeios à cavalo, massagens e estacionamento, bar,
restaurante, lavanderia, central telefônica, tv no saguão, música
ambiente, auditório para 30 pessoas, instituto de beleza, cofres
individuais, tv, ar condicionado, frigobar e banheiro em todos os
quartos.

Resort Costa dos Coqueiros
Nome fantasia: Resort Costa dos Coqueiros
Razão Social: Resort Costa dos Coqueiros
Proprietário: Constantino Gandarela
Informante: Sandra
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 52 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 190,00 DBL, R$ 260,00 TPL
-Alta Estação- R$ 210,00 DBL, R$ 300,00 TPL
104 leitos e mais 100 camas extras
Permanência Média: 03 dias
Funcionários: 32 permanentes 5 temporários
Cartão de Credito: Mastercard e Visa
Endereço:. Rua Sul da Torre, s/nº
Tel.: (71) 677-1336
Fax.: (71) 677-1336
e-mail: Costadoscoqueiros@ig.com.br
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
O resort oferece salão de jogos, piscina, parque infantil,
quadra esportiva, bares e restaurantes, salão de convenções e
programação de esporte e lazer, lavanderia, estacionamento,
central telefônica, ping-pong, tv no saguão, sauna, 2 auditórios (
um para 60 e outro para 90 pessoas), ar condicionado, frigobar,
tv e banheiro em todos os quartos.
Brilho do Mar - IMBASSAÍ
Nome fantasia: Pousada Brilho do Mar
Razão Social: Pousada Brilho do Mar
Proprietário: Bento
Informante: Bento
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Chalés 14 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 75,00 DBL (25% a mais por pessoa)
-Alta Estação- R$ 92,00 DBL (25% a mais por pessoa)
07 leitos e mais 07 camas extras
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 07 permanentes e 06 temporários
Cartão de Credito: Mastercard e Visa
Endereço:. Rua Caminho da Igreja, s/nº
Tel/Fax.: (71) 677-1043
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Restaurante, bar, estacionamento, tv no saguão, frigobar, tv,
banheiro e ar condicionado em todos os chalés.

Pousada Cuba Livre
Nome fantasia: Pousada Cuba Livre
Razão Social: Pousada Cuba Livre
Proprietário: Cristóvão
Informante: Rose
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Quartos 4 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 70,00 DBL
-Alta Estação- R$ 100,00 DBL
04 leitos
Permanência Média: 07 dias
Funcionários: 2 permanentes
Cartão de Credito: Mastercard e Visa
Endereço:. Rua Caminho da Igreja s/nº
Tel.: Fax.: 6771044
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Terreno com 4 Kitnets, com cama de casal, mesa e cadeiras,
dois kitnets com fogão e um com sofá, estacionamento, ar
condicionado, frigobar e banheiro em todos os kitnets.
Pousada Solar dos Coqueiros
Nome fantasia: Pousada Solar dos Coqueiros
Razão Social: Pousada Solar dos Coqueiros
Proprietário: Marcelo Plata
Informante: Antônia
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Chalés 16 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 20,00 SGL, R$ 40,00 DBL e R$ 60,00 TPL
-Alta Estação- R$ 40,00 SGL, R$ 80,00 DBL e R$ 120,00 TPL
40 leitos
Permanência Média: 04 dias
Funcionários: 06 permanentes 04 Bilingues
Cartão de Credito: Não aceita
Endereço:. Alameda dos Cajueiros, nº 10
Tel.: (71) 677-1021
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Piscina e estacionamento. Banheiro, frigobar e ventiladores em
todos os quartos.
Pousada Keçaba
Nome fantasia: Pousada Keçaba
Razão Social: Pousada Keçaba
Proprietário: Valdeci Antônia Lisboa Barbosa
Informante: Valdeci
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Quartos 2 SGL, 2 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 40,00 DBL
-Alta Estação- R$ 50,00 DBL
04 leitos e mais 02 camas extras
Permanência Média: 04 dias
Funcionários: 02 permanentes
Cartão de Credito: Mastercard e Visa
Endereço:. Quadra A Rua A, s/nº
Tel.: (71) 677-1001
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Ar condicionado, Tv e Frigobar em todos os aposentos.
Pousada Entre Céu e Mar
Nome fantasia: Pousada Entre Céu e Mar
Razão Social: Pousada Entre Céu e Mar
Proprietário: Roberto
Informante: Zenaide
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 05 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 40,00
-Alta Estação- R$ 70,00
15 leitos
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 02 permanentes e 01 temporários
Cartão de Credito: Não aceita
Endereço:.Quadra A rua A s/nº
Tel.:
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui bar, restaurante, lavanderia, estacionamento, tv no
saguão, piscina e loja. Ar condicionado, frigobar e banheiro em
todos os aposentos.
Pousada Adubulê
Nome fantasia: Pousada Adubulê
Razão Social:
Proprietário: Evânia
Informante: Verônica
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 06 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 60,00 DBL
-Alta Estação- R$ 80,00 DBL
06 leitos e mais 06 camas extras
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 04 permanentes
Cartão de Credito: Não aceita
Endereço:. Rua A s/nº
Tel.:
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui Ar condicionado, Tv e frigobar em todos os aposentos
Pousada Coração de Imbassaí
Nome fantasia: Pousada Coração de Imbassaí
Razão Social: Pousada Coração de Imbassaí
Proprietário: Eliene Valença
Informante: Jaíse
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Quartos 4 SGL e 2 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 30,00 DBL
-Alta Estação- R$ 50,00 DBL
06 leitos e mais 06 camas extras
Permanência média: 02 dias
Funcionários: 04 permanentes e 02 temporários
Cartão de Credito: Mastercard e Visa
Endereço:. Rua da Praça, s/nº
Tel/ Fax.: (71) 677-1270
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui bar, restaurante, lavanderia e loja. Possui ar condicionado
só em quarto DBL, Ventiladores e banheiros em todos os quartos.
(A pousada se encontra em reforma para a alta estação)
Pousada Tulipa Rosa
Nome fantasia: Pousada Tulipa Rosa
Razão Social: Pousada Tulipa Rosa Empreendimento Turístico
LTDA
Proprietário: Mathias Hendrikus E. Jungslager
Informante: Mathias
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Chalés 2 DBL e 1 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 50,00 DBL e R$ 80,00 TPL
-Alta Estação- R$ 60,00 DBL e R$ 90,00 TPL
08 leitos
Permanência Média: 03 dias
Funcionários: 03 permanentes e 1 que fala 5 idiomas
Cartão de Credito: Mastercard e Visa
Endereço:. Rua H, s/nº
Tel/Fax.: (71) 677-1269
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento e tv e frigobar em todos os aposentos.
Pousada Lagoa da Pedra
Nome fantasia: Pousada Lagoa da Pedra
Razão Social: Empreendimentos Turísticos Lagoa da Pedra
LTDA
Proprietário: José Carlos Pereira
Informante: Sales
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Chalés 2 TPL, Aptos 5 DBL e 5 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 60,00 SGL, R$ 90,00 DBL e R$ 110,00 TPL
-Alta Estação- R$ 60,00 SGL, R$ 90,00 DBL e R$ 110,00 TPL
31 leitos
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 06 permanentes (1 bilíngüe) e 4 temporários
Cartão de Credito: Mastercard, Visa e Dinners
Endereço:. Alamedas dos Ibiscos, s/nº,Praia de Imbassaí
Tel.: (71) 677-1300
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento, bar e restaurante, lavanderia, piscina, tv
no saguão, auditório, ar condicionado, tv e frigobar em todos os
aposentos.
Pousada Terra Doce
Nome fantasia: Pousada Terra Doce
Razão Social: Veralice Kalama Faina LTDA
Proprietário: Veralice Kalama Faina
Informante: Veralice
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Chalés 1 DBL e 7 TPL, Apto 2 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 67,00 SGL,R$ 75,00 DBL e R$ 97,50 TPL
-Alta Estação- R$ 85,00 SGL,R$ 95,00 DBL e R$ 123,50 TPL
29 leitos
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 06 permanentes
Cartão de Credito: Visa, Mastercard e Diners
Endereço: Alameda Bougavile, s/nº, Praia de Imbassaí
Tel.: (71) 677-1162
Fax.: (71) 677-1168
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento e garagem, bar e restaurante, piscina, tv
no saguão, ar condicionado, tv e frigobar em todos os aposentos.
Pousada Água Marinha
Nome fantasia: Pousada Água Marinha
Razão Social:
Proprietário: Girlene
Informante:
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 19 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 60,00
-Alta Estação- R$ 80.00
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 02 fixos
Cartão de Credito: Masterard e Hiper
Endereço: Rua principal s/nº
Tel.:
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento, bar e restaurante, loja, piscina, tv no
saguão, ar condicionado, tv e frigobar em todos os aposentos.
Albergue Lujimba
Nome fantasia: Lujimba
Razão Social:
Proprietário: Roberto Cláudio Paredes
Informante: Andréia
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Quartos 2 (casal); 4 (6 camas)
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 15,00
-Alta Estação- R$ 15,00
Permanência Média: 7 dias
Funcionários: 2 permanentes e 3 temporários
Cartão de Credito: Não aceita
Endereço: Loteamento Praia de Imbassaí, CS 016
Tel.: (71) 677-1056
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento e garagem, ventilador de teto em todos
os aposentos.
Pousada Thalud
Nome fantasia: Pousada Thalud
Razão Social: Thalud Empreendimentos Hoteleiros LTDA
Proprietário: Ademário Santos da Costa
Informante: Ademário
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 25 DBL
Café da manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 80,00 SGL,R$ 80,00 DBL e R$ 104,00 TPL
-Alta Estação- R$ 120,00 SGL, R$ 120,00 DBL e R$ 152,00 TPL
30 leitos
Permanência Média: 04 dias
Funcionários: 9 permanentes (1 bilíngüe) e 9 temporários
Cartão de Credito: Mastercard, Visa e American
Endereço:. Alamedas das Bromélias, s/nº, Quadra 5,6
Tel.: (71) 677-1188
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR: 4 estrelas
OBS.:
Possui estacionamento, bar e restaurante, piscina, tv no
saguão, música ambiente, ping-pong, ar condicionado, tv e
frigobar em todos os aposentos.
Pousada Cabanas Cajubá
Nome fantasia: Pousada Cabanas Cajubá
Razão Social:
Proprietário: Hélio Machado Vianna
Informante:
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Chalés 9 TPL e 1 QDP
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 75,00 SGL, R$ 75,00 DBL e R$ 97,00 TPL
-Alta Estação- R$ 85,00 SGL, R$ 85,00 DBL e R$ 110,00 TPL
41 leitos
Permanência Média: 02 à 05 dias
Funcionários: 8 permanentes (1 bilíngüe) e 3 temporários
Cartão de Credito: Mastercard e Visa
Endereço:. Alamedas das Bromélias, s/nº
Tel/Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento, bar e restaurante, central
telefônica, piscina, tv no saguão, ping-pong, ar condicionado, tv e
frigobar em todos os aposentos.
Pousada Rota do Sol
Nome fantasia: Rota do Sol Pousada
Razão Social: Peth Pousada e Turismo LTDA
Proprietário: Ismael José de Oliveira
Informante: Nilson e Ivo
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 6 DBL e 6 TPL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 35,00 SGL, R$ 45,00 DBL e R$ 55,00 TPL
-Alta Estação- R$ 60,00 SGL,R$ 80,00 DBL e R$ 90,00 TPL
30 leitos
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 2 permanentes (1 bilíngüe)
Cartão de Credito: Mastercard, Visa. Dinners
Endereço:. Alamedas dos Ibiscos, s/nº, Quadra 15
Tel.:
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento, tv e frigobar em todos os aposentos.
Pousada Cabanas Cajubá
Nome fantasia: Pousada Cabanas Cajubá
Razão Social:
Proprietário: Hélio Machado Vianna
Informante:
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Chalés 9 TPL e 1 QDP
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 75,00 SGL, R$ 75,00 DBL e R$ 97,00 TPL
-Alta Estação- R$ 85,00 SGL,R$ 85,00 DBL e R$ 110,00 TPL
41 leitos
Permanência Média: 02 a 05 dias
Funcionários: 8 permanentes (1 bilíngüe) e 3 temporários
Cartão de Credito: Mastercard e Visa
Endereço:. Alamedas das Bromélias, s/nº
Tel.:
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento, bar e restaurante, central telefônica,
piscina, tv no saguão, ping-pong, ar condicionado, tv e frigobar
em todos os aposentos.
Pousada Araçás Village
Nome fantasia: Pousada Araçás Village
Razão Social: Pousada Araçás Empreendimento
Proprietário: Ângelo Pereira de Oliveira Júnior
Informante: Valdirene
Não faz parte de Cadeia Hoteleira
Número de Unidades Habitacionais:
Aptos 6 DBL
Café da Manhã: Incluso na diária
Tarifa:
-Baixa Estação- R$ 69,00 SGL, R$ 69,00 DBL e R$ 69,00 TPL
-Alta Estação- R$ 90,00 SGL, R$ 90,00 DBL e R$ 90,00 TPL
9 leitos
Permanência Média: 02 dias
Funcionários: 5 permanentes (1 bilíngüe) e 3 temporários
Cartão de Credito: Mastercard, Maestro, Redeshop e Diners
Endereço:. Alamedas dos Ibiscos, s/nº
Tel.: (71) 677-1033
Fax.:
e-mail:
Classificação EMBRATUR:
OBS.:
Possui estacionamento, bar e restaurante, piscina, ar
condicionado, tv e frigobar em todos os aposentos.
Nota: Os dados não fornecidos encontram-se em branco.
2.3.3. Informações Turísticas
Não dispõe de posto de informação turística
2.3.4. Agências de Turismo
Agência Costa dos Coqueiros
Única agência da localidade, é composta por quatro funcionários e
seus maiores serviços são prestados à Costa do Sauípe.
Endereço: Rua da Igreja, s/n
Tel: 71-677-1060
Horário de Funcionamento: Segunda a sexta das 8hs às 20:30
Sábados e domingos das 9hs às 18hs
Não funciona nos feriados.
2.3.5. Acesso e transporte
A principal via de acesso ao distrito de Imbassaí é a BA-099, ou Linha
Verde, que liga o litoral norte da Bahia a cidade de Estância no estado de Sergipe.
Ao todo ela possui 282 quilômetros de extensão. Essa rodovia é concessionada
pela CLN e seu acesso é feito mediante pagamento de um pedágio, que durante a
semana tem o valor de R$ 3,00 e nos fins de semana R$ 5,00. A linha verde
encontra-se em perfeito estado de manutenção, devidamente sinalizada e
pavimentada.
Ao longo de seu percurso podemos encontrar pontos de apoio como: posto
de gasolina e cabines telefônicas, além de um intensivo policiamento e uma
ambulância do Anjos do Asfalto para casos de emergências e acidentes.
O acesso a Imbassaí está somente pavimentado ao longo do percurso da
Linha Verde até as imediações do entroncamento da localidade. Em Imbassaí a
realidade é totalmente diferente. Suas vias de acesso ainda são de barro batido,
e em alguns de seus trechos há existência de pedras, provenientes da própria
geografia do local, dificultando a circulação dos veículos, principalmente nos
períodos de chuva.
As ruas são estreitas, o que dificulta o acesso dos carros que transitam em
sentidos opostos, e são mal iluminadas no seu percurso. Algumas vias chegam
a ter apenas um poste de iluminação. Não existem placas com o nome das ruas
nem sinalização de transito adequada, dificultando a movimentação dos veículos.
Imbassaí também não dispõe de pontos de apoio essenciais como: ponto
de ônibus, posto de venda de passagens, rodoviárias e nem postos de gasolina.
Internamente não existe nenhum tipo de transporte de passageiros que auxilie a
comunidade local a se deslocar ao longo da vila.
Todo o deslocamento interno é feito por veículos menores como
automóveis, motos e bicicletas, além do uso de cavalos. Para se deslocarem para
as regiões ao seu entorno ou para Salvador, os moradores locais são submetidos
a respeitar os horários dos ônibus que partem de outras localidades como: Conde
e Subaúma.
Existem apenas três empresas que oferecem transporte de passageiros
para Imbassaí, são elas: Catuense, Linha Verde e a Cacique. O valor da
passagem varia entre R$ 5,50 à R$ 7,00.
A empresa Catuense funciona em dois horários, às 6:00h da manhã saindo
do Conde para Salvador, parando na estação rodoviária e as 20:00h partindo da
estação rodoviária de Salvador para o Conde. As outras duas empresas, Linha
Verde e Cacique, funcionam em horários pré-estabelecidos e partem tanto de
Subauma quanto do Conde com destino a rodoviária de Salvador.
Os horários de saída, dos ônibus dessas linhas, em Imbassaí são: 07:30h,
13:30h, 15:00hs e 20:00hs e os de chegada são: 10:00hs,12:00hs,15:45hs,
18:30hs e 19:20hs.
Fora esses horários fixos, aqueles que quiserem se deslocar para qualquer
outra localidade devem esperar pelos ônibus que passam no entroncamento de
Imbassaí, já na Linha Verde, nos intervalos que chegam a variar de uma a duas
horas.
É importante ressaltar que não existe nenhuma linha direta pra Imbassaí.
Os ônibus que transitam pela Linha Verde são destinados a outras
localidades e indiretamente atende a vila. Em função disso os moradores estão
sujeitos a alguns transtornos como: atrasos e falta do transporte em alguns
horários, pois os ônibus quando estão lotados nem se quer param para atender
aos moradores da vila.
A parada oficial dos ônibus é em frente à Escola José Seixas Filho, porém
não existe nenhuma sinalização nem um local reservado, onde as pessoas
possam aguardar o transporte.
Qualitativamente, os ônibus que oferecem serviço para Imbassaí, estão em
um regular estado de conservação. Alguns veículos são relativamente velhos e
não oferecem conforto aos seus passageiros, encontra partida podemos observar
que existem alguns ônibus novos, porém a quantidade de linhas funcionando não
é o bastante para atender a demanda.
Fora o transporte coletivo de passageiros, existe em Imbassaí um único
táxi, que geralmente atende aos turistas, fazendo o deslocamento dos mesmos
até o aeroporto.
Algumas pousadas possuem serviços de traslado, mas ele é exclusivo aos
hóspedes da própria pousada, não sendo possível nem aos moradores locais,
nem eventuais turistas usufruírem seus serviços.
2.3.6. Lazer e Entretenimento
A atividade do lazer tem um conceito muito amplo e pode ser definido sob
várias formas.
Alem de ser visto como: ócio, descanso ou folga, ele também pode ser
associado a outras atividades, principalmente com a atividade turística.
Da sua junção com o turismo podemos chamar de lazer; a contemplação de
paisagens, a pratica de esportes (inclusive caminhadas), a gastronomia, o contato
com novas culturas e a aquisição de novas experiências.
Foi partindo dessa análise que identificamos que no distrito de Imbassaí, a
atividade de lazer se divide em duas vertentes, o lazer para a comunidade local e
o lazer para os seus visitantes.
A atividade de lazer dos moradores está centralizada apenas no quesito sol
e praia.
Nas áreas públicas na vila, não existe nenhum tipo de infra-estrutura que
possa dar conforto aos moradores, como praças, parques e quadras de esportes.
Os locais chamados de praça, nada mais são do que um grande terreno
vazio onde as pessoas transitam quando querem se locomover de uma área para
outra.
O lazer dos moradores se resume aos bares e restaurantes locais, sol
e praia e ao lazer esportivo em quadras de terra improvisadas pela própria
comunidade.
Em contrapartida, para os visitantes de Imbassaí, além do atrativo sol e
praia existe também o apelo natural da região.
Para os turistas, o lazer em Imbassaí pode ser dividido da seguinte forma:
Lazer Contemplativo das áreas naturais
Caminhadas
Lagoa Jauara: saindo da Vila Imbassaí
Duração: 3 a 4 hs
Cachoeira D. Zilda: saindo da Vila Imbassaí
Duração: 2hs
Mirante de Imbassaí
Rio Imbassaí
Praia de Imbassaí
Lazer Esportivo
Passeio de caiaque: Rio Imbassaí
Duração: 1h
Valor por pessoa: R$ 5,00 em média
Canoagem: de Sauípe a Imbassaí pelo Rio Imbassaí
Duração: 3hs 30min
Valor por pessoa: R$ 65,00
Requisito: ter acima de 6 anos de idade
Cavalgada: para a Lagoa Jauara, Cachoeira Dona Zilda ou Vila
Santo Antônio
Duração: 3hs em média
Valor por pessoa: R$ 20,00 em média
Lazer Cultural
Sobretudo no período de Setembro e Outubro em função das festas
da padroeira da Vila e Cosme e Damião, que possibilitam um contato
maior entre o visitante e a cultura local.
Gastronomia
A localidade apresenta uma série de barracas de praia, bares
e restaurantes que proporcionam uma gastronomia variada.
Informações mais detalhadas, vide tópico de Alimentos e Bebidas.
Classificação dos equipamentos de lazer de Imbassaí
De acordo com as informações coletadas através do inventário da localidade de
Imbassai, os equipamentos de lazer disponíveis são classificados de acordo com
a tabela abaixo:
Classificação Tipologia Instalações
Finalidade

Equipamentos Não
Específicos
*
Residências, Bares ,
Cafés,
Ruas e Escolas
Equipamentos Específicos
*
Comerciais - Academia
**
Não comerciais
Por critério de
composição e
uso
Micro-Centro Especifico
**
Praças
*
Academias
Centros Médios Polivalentes
**
Parques
Macro- Centro Polivalentes
**
Centros Campestres e
Clube de Campo
Centros de Turismo
*
Hotéis e Pousadas
Função
Função
(continuação)

Culturais

**
Cinemas, teatros e
Centro Culturais
Social e Associativas
**
Clubes
*
Bares

Expressão Física e
Atlética
*
Casa de Massagem

Recreativa
**
Jardins, Praças e
Centros Infantis.

Esportivas
**
Clubes e
Quadras de Esportes
De Turismo *
Hotéis e Pousadas
Legenda:
** - Equipamentos não existentes na localidade
* - Equipamentos existentes na localidade
2.4. ANÁLISE DA DEMANDA
.....
Com base nas pesquisas realizadas no mês de Outubro de 2004, para a
realização desse trabalho foi detectado que 66,% dos entrevistados afirmaram
utilizar pousadas como meio de hospedagem, 6,7% preferiram se acomodar
em hotéis , enquanto 20% em casas de parentes ou de amigos. As cidades de
Salvador e as áreas no entorno exercem forte influência sobre o fluxo turístico de
Imbassaí.
Em relação a visitantes de outros estados, a liderança ficou com a região do
Sudeste, com 7% do fluxo, e em relação ao visitante de fora do país, a liderança
ficou com a Espanha com também 7%.
O fluxo turístico que se movimenta pelo vila de Imbassai tem basicamente
o mesmo perfil. Quando não são famílias em busca de férias no litoral ou em
outros pólos turísticos com um sistema receptivo melhor estruturado, como Praia
do Forte e Costa do Sauípe, geralmente o fluxo é de visitantes, que buscam na
localidade restabelecer as energias perdidas durante o dia a dia. É possível,
com essa constatação, observar que alguns números extraídos da pesquisa de
Imbassaí se adaptam à realidade de outras localidades próximas ao seu entorno.
Os visitantes de Imbassaí são, em maioria, profissionais autônomos 48%,
advogados 13%, Jornalistas e Publicitários 13% , estudantes 13% e profissionais
da área de saúde também 13%. A renda bruta mensal individual se situa em mais
de 9 salários mínimos e a idade média do viajante está entre 26 a 33 anos de
idade.
A permanência média se situa em até 2 dias por pessoa, representando
uma margem relativamente baixa para a distribuição dos gastos efetivados na
localidade, porque quanto maior o número de dias mais o turista distribui a renda
por onde passa.
Como a pesquisa foi realizada em um período considerado baixa estação
e em função disso executa um preço diferenciado da alta estação, a maior
incidência é de viajantes a passeio e lazer, pelo menos 33,4% viajam com 3 ou
4 acompanhantes. O carro particular representa o principal meio de transporte
dos turistas de Imbassaí, que gastam em média por dia, durante o período de
permanência na localidade, de R$ 50,00 a R$ 100,00 com outros tipos de gasto
fora a hospedagem.
Observa-se que o fluxo não é tão inexpressivo na vila de Imbassai,
aumentando ainda mais a responsabilidade pela oferta de uma boa estrutura
receptiva, especialmente em grandes corredores turísticos como os que ligam a
Salvador ao litoral (BR-099 e Linha Verde).
Com fortes diferenciais no turismo de natureza, gastronomia e descanso,
Imbassaí tende a despontar no cenário turístico local com grande poder de
competitividade. É necessário apenas que o planejamento ordenado da atividade
leve ao profissionalismo exigido por um mercado cada vez mais rigoroso.
2.4.1. Tabulação dos dados obtidos através da análise da demanda
Figura 1 – Quanto a Origem
Salvador
Entorno
Feira
Outros Estados
Outros Países
Figura 2 – Quanto a Faixa Etária
De 18 à 25
De 26 à 33
De 34 à 41
De 42 à 49
50 anos ou mais

Figura 3 – Quanto ao Sexo

Masculino
Feminino
Figura 4 – Quanto à profissão
Advogado
Autônomo
Jornalista e
Publicitário
Estudante
Área de Saúde
Figura 5 – Quanto ao Meio de locomoção
Carro Próprio
Carro Alugado
Ônibus
Moto
Outros
Figura 6 – Quanto aos Meios de Hospedagem
Hotel
Pousada
Albergue
Camping
Casa de
Conhecidos
Figura 7 – Quanto ao Gasto Médio

Menos de R$ 50,00
De 50,00 a 100,00
De 100,00 à 150,00
De 150,00 á 200,00
Acima de 200,00
Figura 8 – Quanto ao Tempo de Permanência
Até 2 dias
De 3 à 4 dias
De 5 à 6 dias
De 7 à 8 dias
Mais de 8 dias
Figura 9 – Quanto ao Número de Acompanhantes
Até 2 pessoas
De 3 à 4 pessoas
De 5 à 6 pessoas
De 7 à 8 pessoas
Mais de 8
Figura 10 – Quanto à Quantidade de Pessoas Inclusas nos Gastos
Até 2 pessoas
De 3 à 4 pessoas
De 5 à 6 pessoas
De 7 à 8 pessoas
Mais de 8 pessoas
Figura 11 - Quanto ao Grau de Parentesco dos Acompanhantes na Viagem
Família
Amigo
Namorado(a)/Noivo
(a)
Sozinho
Outros
Figura 12 – Quanto a Renda Média
Até 1 Salário
Mínimo
De 1 à 3 Salários
De 3 à 6 Salários
De 6 à 9 Salários
Acima de 9 Salários
Figura 13 – Quanto ao Motivo da Viagem

Lazer
Ecológico
Cultural
Saúde
Outros
Figura 14 – Quanto a Primeira Ida a Localidade
Sim
Não
Figura 15 – Quanto a Maneira que Conheceu a Localidade

Já Tinha Visitado
Antes
Amigos e Terceiros
Meios de
Comunicação
Agência de Viagem
Outros
Figura 16 – Quanto a Pretensão de Retorno a Localidade
Sim
Não
Figura 17 – Quanto a Indicação da Localidade para Outros
Não
Sim
Nota: Margem de erro de 2% para mais ou para menos
PARTE III
AVALIAÇÃO DO MUNICÍPIO
3. AVALIAÇÃO DO MUNICÍPIO
3.1. ANÁLISE DOS PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS
3.1.1. Pontos Fortes
Proximidade com o aeroporto
Beleza paisagística
Sinalização para as pousadas
Culinária artesanal
Existência de manifestações populares
Existência de eventos programados
Associação de barraqueiros
Preços competitivos com relação a Praia do Forte e Sauípe
Características rústicas preservando a originalidade da vila
Condições climáticas favoráveis
Principal via de acesso em bom estado de conservação
Oferta significante dos meios de hospedagem
Oferta de empregos na atividade turística
Hospitalidade da população local
3.1.2. Pontos Fracos
Existência de atrativos potenciais em áreas particulares
Ausência de banheiros públicos na praia
Ausência de serviços bancários
Pouca opção de espaços para lazer e entretenimento
Falta de divulgação da localidade na mídia
Dificuldade de identificação das ruas devido à duplicidade de nomes e falta
de sinalização
Poluição dos atrativos naturais
Meios de hospedagem sem registro na Embratur
Ausência de postos de informação turística
Deficiência na infra-estrutura básica
Comunicação precária/insuficiente
Vias de acesso internas precárias dificultando o deslocamento
principalmente nos períodos de chuva
Meios de transporte precário/insuficiente
Mão-de-obra pouco qualificada
Pouca diversidade no artesanato local
3.2. DIAGNÓSTICO
Apresentando-se atualmente em fase inicial da atividade turística, Imbassaí
é uma localidade que apresenta um forte apelo turístico voltado para o turismo
contemplativo de natureza, contudo são vários os aspectos a serem trabalhados
para o desenvolvimento do turismo sustentável no local.
Imbassaí está posicionado no quadro turístico da região, estando situada
numa área privilegiada, considerando a proximidade do município com a capital
do estado e admitindo que é o principal pólo emissor de turistas para Imbassaí,
e por conseguinte a proximidade com o Aeroporto Internacional Luis Eduardo
Magalhães, principal meio de acesso dos turistas internacionais e de outros
estados.
Localizada entre os grandes destinos turísticos de Praia do Forte e o
Complexo de Sauípe, Imbassaí, apesar de não ter condição competitiva no que
tange sua infra-estrutura, Imbassaí possui um diferencial em referência aos preços
aplicados.
A beleza paisagística do local destaca-se, sobretudo devido ao encontro
do rio com o mar. A localidade apresenta alguns recursos naturais que poderiam
ser explorados turisticamente, contudo, os mesmos estão localizados em áreas
particulares, o que de certo modo permite o atual estado de conservação,
contrapondo a qualidade dos recursos que já foram explorados turisticamente,
encontrando-se, na sua maioria, em estado de pouca preservação. Isso se deve a
ausência de um planejamento e monitoramento da atividade turística.
Um outro fato que muito atrai os turistas ao local é o seu bucolismo,
simplicidade e tranqüilidade, aliados a hospitalidade natural da comunidade
local, enquanto as outras regiões no seu entorno, por serem mais desenvolvidas,
apresentam ambientes mais agitados e devido ao grande fluxo de turistas não
dedicam a mesma atenção e hospitalidade tão marcante quanto em Imbassaí.
Embora existam programas e projetos turísticos que completam a
localidade, o surgimento espontâneo do turismo inibiu a atividade no local
povoando o crescimento desordenado atrelado ao turismo de massa.
Apesar da falta de infra-estrutura básica como saneamento básico e
energia elétrica, os moradores, através da Associação de Barraqueiros, em
reuniões mensais, procuram estabelecer parcerias com a iniciativa privada e os
órgãos públicos na tentativa de minimizar os problemas. Infelizmente ainda não
obtiveram sucesso em suas investidas.
Uma grande deficiência encontrada foi à ausência de sanitários público
ao longo da praia, contribuindo para que a população local e até mesmo turistas
joguem os dejetos no Rio, em conseqüência disso o nível de coliformes fecais é
muito alto no Rio Imbassaí.
Em referência aos aspectos culturais, não há uma diversidade em
manifestações turísticas locais, isso se justifica através do processo de
povoamento e ocupação de Imbassaí, que se deu com a chegada de pessoas de
outras localidades da região para residirem e trabalharem nas fazendas de cocos
ali existentes.
A significativa quantidade de meios de hospedagem em Imbassaí, sendo,
em sua maioria, pousadas, é positiva, pois apresenta uma oferta capaz de atender
sua demanda. Porém a mão – de – Obra não qualificada presente nos meios de
hospedagem, assim como nos bares e restaurantes, contribui para um cenário
desfavorável.
Embora atividade turística esteja crescendo em Imbassaí e a localidade
esteja assumindo uma posição importante no quadro turístico do estado, sua
infra-estrutura básica encontra-se muito precária, entre as áreas que necessitam
de ações emergenciais por parte da gestão pública, merecem destaque.: o
saneamento básico, conforme já comentado anteriormente, a segurança pública e
a saúde, onde a localidade conta apenas com um posto médico, que encontra-se
muitas vezes fechado e hospital mais próximo fica em Lauro de Freitas, a 55km de
distância.
A ausência de uma agência bancária, é mais uma precariedade na infra-
estrutura local, obrigando o turista a transportar dinheiro, em espécie, que é uma
transação insegura, para gastos pessoais, ou diminuir seu tempo de permanência
devido a impossibilidade de retirar dinheiro na localidade para eventuais
necessidades.
Referente a infra-estrutura turística, detectou-se a ausência de um posto
de informações turísticas, atrelada a precariedade de sinalização, deixando os
visitantes desamparados, principalmente quando os mesmos chegam a localidade
à noite onde a iluminação das ruas é insuficiente, e se os mesmos não chegarem
por veículo próprio e chegarem do ônibus coletivo que liga Salvador-Subauma que
tem uma parada em Imbassaí deixando os visitantes na estrada, obrigando-os a
andar no escuro, carregando bagagens a procurar o local onde se hospedarão.
No que tange as vias de acesso internas em Imbassaí, são irregulares
devido ao desnivelamento causado pela tipicidade do calçamento ( barro batido
), acarretam erosões em períodos de chuva, dificultando o trânsito interno com
automóveis, causando ainda alagamento em algumas áreas.
A ausência de uma escola de ensino médio, em imbassaí contribui para a
precária formação básica da comunidade, por não haver um órgão de capacitação
profissional, a atividade turística é exercida por pessoas amadoras, tornado a mão
de obra pouco qualificada.
3.3. ANÁLISE DAS OPORTUNIDADES E AMEAÇAS
3.3.1. Oportunidades
Áreas naturais ainda não exploradas turisticamente
Existência de estuário no local
Localização em área contemplada por grandes investimentos
Localização em uma APA
Geração de novos empregos em função de ser área contemplada por
investimentos
Potencial para o turismo ecológico
3.3.2. Ameaças
Atual insuficiência competitiva junto ao Complexo Sauípe e Praia do Forte
Aumento do processo de turismo de massa
Processo inflacionário
Especulação imobiliária
Atual ausência de apoio do governo local
Ausência de consciência da comunidade local e do visitante a cerca da
importância da preservação ambiental
Poluição dos atrativos naturais
3.4. PROGNÓSTICO
A localidade de Imbassaí está dentro de uma área, considerada prioritária
por fazer parte do Litoral Norte, contemplada pelos investimentos das políticas
públicas do governo do Estado da Bahia. Esse é um fator primordial que tornar-
se uma grande oportunidade para tornar o local num destino potencial que em
consonância com uma política de geração de emprego e renda poderá gerar
novos postos de trabalho para a população local. Este fato constituí-se em
fator viabilizador para o desenvolvimento do turismo do local. Além disso, os
investimentos estrangeiros em áreas próximas como a Ibero Star, em Guarajuba,
e a Retatlântica, na Praia do Forte, além daqueles que estavam hospedados no
local, deve ser considerados também os passantes/visitantes que constituíram a
demanda potencial divulgando a capacidade de hospedagem local.
Algumas ações externas à intervenção do poder público e da comunidade
local podem se tornar fatores estranguladores do destino. O primeiro deles, e
citado como mais significativo, é a atual ausência de apoio do governo local, visto
que é notório para qualquer visitante o descaso dado àquela área. Isso pode ser
percebido na precária infra-estrutura básica – necessidade primária para o
desenvolvimento de qualquer destino turístico, além da infra-estrutura turística e
da falta de apoio ao empresariado local. Esses fatores, unidos a outras vertentes,
impossibilitam o local de competir com destinos como Sauípe e Praia do Forte.
O incontrolado aumento do turismo de massa bem como a ausência de
consciência desses visitantes e da comunidade tem contribuído significativamente
para a poluição dos atrativos naturais e a degradação ambiental. Esse fator
poderá ser amenizado com a realização de oficinas e seminários na localidade
enfocando a importância da conservação do meio ambiente através dos esforços
do empresariado local e daqueles residentes que realmente se preocupam com a
questão do meio natural. Um fator grave que tem atingido a comunidade local é a
sazonalidade, determinada por um processo inflacionário nos períodos de grande
procura do destino, como no verão.
Os produtos primários têm um custo muito maior quando a presença de
turista no local é grande, atingindo os residentes que não têm salários
compatíveis, nem mesmo aqueles que atuam na atividade turística. Além disso, a
especulação imobiliária provocada pela procura incessante por possíveis
empresários que normalmente não são daquela região, tem inflacionado o valor
dos imóveis, dificultando a sua aquisição para a comunidade local e, com isso,
impossibilitando-a de investir em equipamentos turísticos. Isso torna-se facilmente
percebido durante o processo de análise local, onde significativa fatia dos
empresários não são residentes locais, sendo muitos deles até do sul ou sudeste
do país.
A localidade pode ter suas ameaças amenizadas e suas oportunidades
melhor aproveitadas se houver uma maior atuação das políticas públicas no local.
Vale reafirmar que, para isso, é necessário esse prévio estudo da localidade com
uma equipe experiente, competente e ética, que venha a identificar o que pode
ser efetivamente aproveitado e o que deve ser eliminado para tornar Imbassaí
num grande destino potencial de acordo com as necessidades da comunidade
local e da conservação natural e cultural.
3.5. DIRETRIZES
De acordo com as informações levantadas no diagnóstico e prognóstico
da vocação e potencialidade da Vila de Imbassaí, foram estabelecidas algumas
diretrizes essenciais para que se possa desenvolver a atividade turística na
localidade.
Cumpre ressaltar que as diretrizes, aqui indicadas, são ações que objetivam
minimizar os pontos negativos e maximizar os pontos fortes da localidade,
explorando de maneira sustentável os atrativos existentes.
Lazer e entretenimento
1 – Investir em equipamentos de lazer como, construção de quadras de esportes,
praças, jardins e mini-parque infantil.
• Prazo: Médio
• Responsabilidade: Prefeitura local com o apoio da iniciativa privada.
2 – Promover atividades de lazer para comunidade local através de programas e
projetos.
• Prazo: Curto
• Responsabilidade: Iniciativa Privada e Prefeitura Municipal
Cultura
3 – Estimular e incentivar a participação da iniciativa privada no desenvolvimento
cultural, através do apoio logístico e divulgação das atividades que venham a ser
realizadas no centro cultural de Imbassaí.
• Prazo: Curto e médio
• Responsabilidade: Prefeitura local e associação de moradores
4 – Valorizar a cultura local através do incentivo das festas populares da Vila e
elaboração de calendário de eventos.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura local, Governo do Estado e Iniciativa Privada e
comunidade local.
5 – Fomentar a realização de eventos.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal e Iniciativa Privada.
6 – Promover a criação do Centro Cultural de Imbassaí, onde será divulgado
o artesanato produzido no local que permitirá elevar a qualidade de vida da
comunidade.
• Prazo: Médio
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal e ONGs
7 – Identificar e cadastrar artistas do município e apoiá-los em eventos.
• Prazo: Curto
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
8 – Estimular a criação de uma cooperativa de artesãos.
• Prazo: Curto e médio
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
Comunicação
9 – Criar uma rádio comunitária para articulação com a comunidade.
• Prazo: Médio
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal e Iniciativa Privada.
Infra-estrutura turística
10 – Incentivar empresários locais para a melhoria dos equipamentos turísticos já
existentes na localidade.
• Prazo: Médio
• Responsabilidade: Administração Pública.
11 – Promover melhorias das vias de acesso e aumento da oferta de transportes
direto para a região.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura local e Governo do Estado.
12 – Promover obras públicas que permitam incrementar os atrativos e valorização
do destino, através de programas financeiros para desenvolvimento do turismo.
• Prazo: Longo
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal e Governo do Estado
13 – Implantar posto de informação e recepção no município
• Prazo: Médio
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
14 – Implantar sinalização turística em toda a área da Vila.
• Prazo: Curto
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
15 – Realizar melhorias na infra estrutura no Mirante para oferecer conforto ao
turista.
• Prazo: Curto
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal e Iniciativa Privada.
16 – Incentivar os empresários da rede hoteleira a melhorar os seus
estabelecimentos buscando o conforto do hospede.
• Prazo: Médio
• Responsabilidade: Iniciativa privada e prefeitura local cultural
17 – Implantar um ponto de ônibus com venda de passagens dentro da localidade
de Imbassaí.
• Prazo: Médio
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
18 – Implantar serviço de buggytaxi para auxílio de turistas e moradores locais.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal e Iniciativa Privada
19 – Criar cooperativa para aluguel de bicicletas.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Iniciativa Privada e Comunidade Local.
20 – Instalar uma agência de receptivo na localidade.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal e Iniciativa Privada
Serviços
21 – Incentivar e capacitar mão de obra local para o exercício das atividades de
prestações de serviços turísticos, buscando sempre a qualidade em atendimento.
• Prazo: Curto e médio
• Responsabilidade: Prefeitura local e Governo do Estado.
22 – Desenvolver programas de melhoria da qualidade no setor de serviços
turísticos.
• Prazo: Curto e médio
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal/SEBRAE/SENAC
23 – Elaborar projetos de captação de recursos visando a ampliação da
capacidade produtiva da comunidade.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura Local e Governo do Estado
Infra-estrutura básica
24 – Implantar agências dos correios e telégrafos na Vila
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
25 – Melhorar os serviços de infra estrutura básica como: energia elétrica,
telefonia, segurança e saúde.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
26 – Implantar caixas eletrônicos, com pelo menos um com a bandeira Maestro.
• Prazo: Curto
• Responsabilidade: Banco do Brasil
Meio ambiente
27 – Remanejar o lixo da área atual, para outra de modo que não comprometa a
paisagem e o meio ambiente.
• Prazo: Curto
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
28 – Criar, no município, uma campanha de conscientização ambiental atentando
para reciclagem do lixo, preservação e conservação e sustentabilidade.
• Prazo: Curto, médio e longo.
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
29 – Promover e realizar seminários sobre educação ambiental para os
professores da escola do município, com participação de órgãos como o
IBAMA, CRA, Universidades, ONG’s, etc., tornando os professores agentes
multiplicadores do processo de conscientização turística e ecológica.
• Prazo: Curto
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
Material Publicitário
30 – Produzir material publicitário sobre os atrativos naturais e culturais do
município, elaborar um slogan para a cidade, em parceria com a iniciativa privada.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
31 – Elaborar um manual de orientação e normas de preservação ambiental; para
os turistas.
• Prazo: Curto
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal
Fiscalização
32 – Fiscalizar a implantação de projetos na área da Vila.
• Prazo: Médio e longo
• Responsabilidade: Prefeitura Municipal em parceria com órgãos competentes.
3.6. PLANOS DE AÇÃO
ABRANGÊNCIA PLANO DE AÇÃO
Lazer e
entretenimento
Firmar parceria com a iniciativa privada local e estadual para
investir em equipamentos de lazer como construção de praças,
quadras de esportes, jardins e mini-parques infantil
Desenvolver programas e projetos juntamente com o governo
local e a iniciativa privada para promover atividades de lazer
para a comunidade local
Cultura
Realizar seminários de sensibilização para estimular a iniciativa
privada e os moradores locais a desenvolver a cultura local no
Centro Cultural de Imbassaí
Elaborar o calendário de festas juntamente com a associação
de moradores visando incentivar a valorização das festas
populares
Captar eventos para a comunidade através de acordos com a
iniciativa privada
Encaminhar projeto de criação do Centro Cultural para a
Prefeitura Municipal e Ong´s no intuito de viabilizá-lo
Reunir com a associação de moradores visando identificar os
artistas locais e cadastra-los através da Prefeitura Municipal
Sensibilizar artesãos locais para a necessidade de uma
criação de uma cooperativa para discutir com eles as principais
dificuldades e tentar saná-las.
Comunicação
Elaborar projeto de criação de uma Rádio Comunitária e
reunir com a iniciativa privada e Prefeitura local para discutir a
viabilidade
Infra-estrutura
turística
Discutir com a iniciativa pública a viabilidade de financiamentos
de incentivo à melhoria dos equipamentos turísticos já
existentes bem como os atrativos turísticos
Firmar acordo entre a Prefeitura Municipal e o Governo do
Estado para promover a melhoria das vias de acesso, o
aumento da oferta de transportes direto para a região
Solicitar a Bahiatursa através da Prefeitura Municipal a
implantação de um posto de informação justificando a
significativa demanda na localidade
Encaminhar projeto para a Prefeitura Municipal contemplando
a padronização da sinalização em toda a Vila
Captar recursos através da iniciativa privada para promover a
melhoria na infra-estrutura do Mirante Imbassaí
Encaminhar ao Governo do Estado projeto para a implantação
de um ponto de ônibus com venda de passagens dentro da
Vila de Imbassaí
Discutir com o governo do Estado a viabilidade de
financiamentos para pequenos empresários para a implantação
do serviço de buggy táxi para auxílio aos turistas e moradores
locais
Sensibilizar os pequenos empresário locais para a necessidade
de uma criação de cooperativa pa aluguel de bicicletas
Discutir com a iniciativa privada a necessidade de implantação
de uma agência de receptivo no local
Serviços
Encaminhar para o Governo do Estado projeto de capacitação
profissional visando a melhoria dos serviços prestados pela
mão-de-obra local
Promover através da Prefeitura Municipal programas de
sensibilização da qualidade no atendimento
Encaminhar ao Governo do Estado proposta de ampliação
das linhas de financiamento buscando aumentar a capacidade
produtiva da comunidade
Infra-estrutura
básica
Solicitar a Prefeitura Municipal a implantação de uma agência
de correios e telégrafos na Vila
Solicitar a Prefeitura Municipal a melhoria nos serviços de
energia elétrica, telefonia, segurança e saúde
Encaminhar ao Banco do Brasil proposta para implantação de
um caixa eletrônico na Vila
Meio ambiente
Solicitar à Prefeitura Municipal o remanejamento do lixo da
área natural para outra área que não comprometa o meio
ambiente
Firmar acordo com a Prefeitura Municipal para realizar, com
a comunidade local e turistas, seminário de sensibilização
ambiental enfocando a reciclagem do lixo, preservação e
conservação ambiental e sustentabilidade
Firmar acordo entre Prefeitura Municipal e o IBAMA, CRA,
Universidades e Ong´s para realizar seminários de educação
ambiental com professores do município visando torná-los
agentes multiplicadores do processo de conscientização
turística e ecológica
Material
Publicitário
Promover através da Prefeitura Municipal um concurso com os
artistas locais para elaboração de um slogan para a localidade
Firmar parceira com a iniciativa privada para produção de
material publicitário contemplando os atrativos naturais e
culturais do local
Firmar acordo entre a Prefeitura Municipal, CRA e IBAMA
para elaborar manual de orientação e normas de preservação
ambiental
Fiscalização
Firmar parceria entre a Prefeitura Municipal e órgãos
competentes para fiscalizar e acompanhar a implantação de
projetos em Imbassaí
PARTE IV
PROGRAMAS E PROPOSTAS
4. PROGRAMAS E PROPOSTAS
4.1. Lazer e entretenimento
Todas as propostas de lazer, aqui descritas, visam contribuir para o aumento
do processo de socialização e de resgate cultural da comunidade de Imbassaí.
É importante destacar que o resgate da cultura e das tradições da Vila de
Imbassaí pode ser um forte atrativo.
a) Proposta I
Implantar equipamentos de lazer para a comunidade.
Objetivo
Criar novas opções de lazer voltadas para a comunidade local, contribuindo para
o aumento da socialização da população de Imbassaí.
Ações
Construção de Praças incluindo urbanização e dotação de equipamentos
de lazer e recreação como : parque infantil, bancos, mesas de tabuleiros
fixas, Jardins;
Construção de quadras poliesportivas;
Elaboração de um campeonato esportivo mensal, ressaltando a importância
da atividade esportiva.
Nota: Para viabilizar essa proposta foi elaborado um projeto para incrementar
as atividades de lazer da localidade de Imbassaí intitulado “Um Dia Diferente”
(Projeto 1)
b) Proposta II
Criar um centro cultural em Imbassaí.
Objetivo
Estimular as manifestações culturais, preservando a identidade cultural de
Imbassaí e aumentando a auto-estima da comunidade.
Ações
Identificar e cadastrar integrantes da comunidade que tenham interesse e
potencial artístico;
Organizar grupos de apresentações culturais;
Criar agenda cultural, bimestralmente, para divulgação.
Nota: Para viabilizar essa proposta foi elaborado um projeto de planejamento do
Centro Cultural de Imbassaí (Projeto 2).
c) Proposta III
Implantar pontos de vendas para comercialização de produtos artesanais.
Objetivo
Incentivar o desenvolvimento da produção artesanal para comercialização,
aquecendo a economia local.
Ações
Identificar e cadastrar artesãos da comunidade;
Integrar a comunidade artesã para formação de uma associação dos
artesãos em prol de interesses comuns;
PROJETO "UM DIA DE DIFERENTE"


1. INTRODUÇÃO

As práticas desportivas e recreativas são muito mais do que um fim
em si mesmas, mas têm influência no processo de desenvolvimento do ser
humano, no aspecto pleno, e são importantes para preencher as horas de
lazer da população.
Por estes motivos, estamos propondo a nova gestão da prefeitura
de Mata de São João o desenvolvimento do projeto “Um dia diferente”, que
visa oferecer mais opções de lazer, entretenimento e cultura aos cidadãos
de Imbassaí e das regiões no seu entorno.
2. JUSTIFICATIVA
A pratica do lazer associada com a atividade física, é uma dos
principais veículos que contribuem para o bem-estar físico e mental, além
de promover a interação social com as pessoas residentes na localidade.
A comunidade de Imbassaí é em sua grande maioria composta
de idoso e crianças, que passam a maior parte do tempo sem praticar
nenhuma atividade.
A vila de Imbassai, ainda é carente de alguns recursos de lazer e
essa proposta vem justamente minimizar essa carência, enquanto não
for adotada uma política de lazer que possa implantar equipamentos e
promover a sociabilização da comunidade.
A importância do lazer e do momento de lazer é um dos aspectos
que caracteriza a vivência da contemporaneidade.
E este fato se aplica a toda a população, em especial aos mais
novos e idosos, tanto na sua vertente de descanso, como no processo de
aprendizagem e de relacionamento com o próximo.
As brincadeiras e outras atividades, realizadas nos momentos
de lazer permitem o desenvolvimento criativo das capacidades físicas,
intelectuais e emocionais, nas crianças e nos idosos, e contribuem para
uma melhor qualidade de vida.

3. OBJETIVOS

· Proporcionar vivencia de lazer e entretenimento às comunidades locais;
· Proporcionar entretenimento, integrando a comunidade, através do lazer e das
práticas esportivas;
· Possibilitar melhores condições de convivência social entre crianças, jovens e
adultos da comunidade;
·Sistematizar programas de lazer, de forma que através do hábito da participação,
seja percebida a importância do lazer como um indicador de qualidade de vida.
4. DESENVOLVIMENTO

O Projeto será realizado nas comunidades, inicialmente aos domingos, das 08:00h
às 12:00h.
O desenvolvimento será nas comunidades incluídas em calendário elaborado
pela prefeitura, em conformidade com os pedidos feitos pelas Associações de
Moradores da comunidade.

5. METODOLOGIA

O Projeto será realizado na comunidade no período de Agosto à Maio aos
Domingos, das 08:00h às 12:00h.
Para que a comunidade tenha conhecimento do projeto, será realizado dentro
do processo de divulgação uma reunião com a Associação dos Moradores e a
Prefeitura de Mata de São João, onde será exposto o projeto e seus objetivos.
Alem disso para estimular a participação de toda a comunidade, serão fixados
cartazes e distribuídos panfletos em todos os estabelecimentos fixados na
comunidade.
Serão oferecidas oficinas para cada atividade, onde a comunidade poderá se
inscrever, gratuitamente, de acordo com a opção preferida.
Cada oficina deverá ter um numero mínimo e um número máximo de participantes
(de acordo com a quantidade de participantes), sendo preenchido por ordem de
chegada. Uma vez preenchida a oficina o participante deverá participar de um
outro curso, se assim preferir, não podendo fazer reservas para conhecidos, e
nem reservas para outro dia.
A inscrição em uma oficina não significa a obrigatoriedade de participar da mesma
em eventos posteriores, cabe a cada participante escolher a oficina que lhe
convier. Como as oficinas serão divididas em 2 partes, os participantes poderão
se inscrever em até duas oficinas no mesmo dia, em horários diferente. Assim as
pessoas podem participar de todas as atividades.
6. CRONOGRAMA DE ATIVIDADES
ATIVIDADE HORÁRIOS FUNÇÂO EQUIPE
Atividades
esportivas
(Futebol,
Basquetebol,
Peteca, Tênis
de mesa e
Voleibol)
Todas as
atividades serão
divididas em 2
horários. O primeiro
começando
às 08:00 e
terminando às
09:45 e o segundo
começando às
10:00 e terminando
às 12:00.
Atividades
esportivas
com o intuito
de estimular
a prática e
desenvolv
imento da
atividade
física na
comunidade.
2 estagiários, 01
Médico e 01 Prof.
De Ed. Física
(podendo se
deslocar para as
outras oficinas se
necessário), 02
Func. De Apoio
Atividades
Rítmicas (Dança e
Ginástica)
Preservar a
cultura local
e estimular
a expressão
corporal e o
desenvolvime
nto emocional.
02 estagiários, 01
Grupo de Dança,
02 Func. De
Apoio
Estratégia ( Botão,
Xadrez, Totó,
Dominó e Dama)
Apresentar
noções de
pensamentos
estratégicos
e o
desenvolv
imento do
raciocínio
lógico dos
participantes
2 estagiários, 02
Func. De Apoio
Entretenimento
(Desenho Livre,
Escorrego, Cabo-
de-Guerra, Quebra
Cabeças e etc)
Entreten
imento e
diversão dos
participantes
2 estagiários,
01 Prof. De Ed.
Física, 04 Func.
De Apoio

7. RECURSOS HUMANOS

· 02 Professores de Educação Física
Função: Organizar e coordenar as atividades;
· 09 Estagiários
Função: Acompanhar e auxiliar nas atividades realizadas ao longo do dia;
· 01 Médico
Função: Prestar atendimento médico caso seja necessário;
· 01 Grupo de Dança
Função: Estimular a prática da dança e criar novos grupos na comunidade;
· 02 Funcionários de apoio
Função: Auxiliar os estagiários nas atividades.


8. RECURSOS MATERIAIS

1 – Materiais diversos:

· 20 sacos de bolas de gás;
· 20 sacos grandes de pano;
· 10 quebra-cabeças;
· 05 puxa-puxa.

2 – Materiais:

· 02 pares de balizas pequenas;
· 02 pares de balizas grandes;
· 10 cordas elásticas;
· 02 mesas de tênis de mesa;
· 10 pares de raquete de tênis de mesa;
· 20 bolas de tênis de mesa;
· 06 redes de tênis de mesa;
· 24 bambolês;
· 10 jogos de dama;
· 10 jogos de pega-varetas;
· 05 petecas pequenas;
· 05 petecas grandes;
· 04 bolas de voleibol;
· 04 redes de voleibol;
· 05 bolas de futsal;
· 05 bolas dente-de-leite;
· 05 bolas de basquetebol;
· 20 bolas de GRD;
· 05 mesas de jogo de botão;
· 10 jogos de botão;
· 10 jogos de dominó;
· 05 jogos de boliche;
· 02 dados grandes, de espuma;
· 01 mesa de totó;
· 60 coletes;
· 30 mts. de corda cizal;
· 20 cones;
· 03 kits p/marcações de voleibol;
· 03 bombas;
· 03 kits p/marcações de futebol.

3 – Materiais de Pintura:

· 100 caixas de massa de modelar;
· 40 estojos de hidrocor;
· 40 caixas de lápis de cor;
· 20 resmas de papel jornal (formato ofício);
· 100 folhas de papel pardo.

4 – Materiais especiais:

· Balão pula-pula;
· Parquinho, com gangorra, balanço, escorrego;
· Som Mecânico.
9. ALIMENTAÇÂO

Com o objetivo de contribuir para o aumento da renda e da qualidade de vida da
comunidade local, toda a alimentação será vendida.
A alimentação será feita pelas merendeiras da escola local e a renda arrecadada
será revertida para o pagamento das merendeiras e o restante será empregado
em cursos de culinária, que serão oferecidos a comunidade local dentro das
instalações da escola.

10. ATIVIDADES PROPOSTAS PARA A COMUNIDADE

Atividades Esportivas: Futebol, Futvolei, Basquetebol, Peteca, Tênis de Mesa e
Voleibol;
Atividades Rítmicas: Dança e Ginástica
Jogos de Tabuleiro: Botão, Xadrez, Totó, Dominó e Dama
Recreação: Balão, Pula Pula, Pintura, Desenho Livre, Gangorra, Escorrego,
Cabo-de-Guerra, Quebra-Cabeças e etc

11. CUSTOS DAS AÇÕES (para cada 1.000 participantes)

Nº 01 - AQUISIÇÃO DE MATERIAL

Nº MATERIAL UNITÁRIO TOTAL
01 02 PARES DE BALIZAS PEQUENAS 60,00 120,00
02 02 PARES DE BALIZAS GRANDES 350,00 700,00
03 10 CORDAS ELÁSTICAS 10,00 100,00
04 02 MESAS DE TÊNIS DE MESA 330,00 660,00
05 10 PARES DE RAQUETE DE T. DE
MESA
19,80 198,00
06 20 BOLAS DE TÊNIS DE MESA 1,50 30,00
07 06 REDES DE TÊNIS DE MESA 9,60 57,60
08 24 BAMBOLÊS 2,00 48,00
09 10 JOGOS DE DAMA 1,99 19,90
10 10 JOGOS DE PEGA-VARETAS 1,99 19,90
11 05 PETECAS PEQUENAS 5,00 25,00
12 05 PETECAS GRANDES 9,00 45,00
13 04 BOLAS DE VOLEIBOL 21,90 87,60
14 04 REDES DE VOLEIBOL 14,90 59,60
15 05 BOLAS DE FUTSAL 19,90 99,50
16 05 BOLAS DENTE-DE-LEITE 4,90 24,50
17 05 BOLAS DE BASQUETEBOL 19,90 99,50
18 20 BOLAS DE GRD 6,50 130,00
19 05 MESAS DE JOGO DE BOTÃO 180,00 900,00
20 10 JOGOS DE BOTÃO 9,00 90,00
21 10 JOGOS DE DOMINÓ 11,00 110,00
22 05 JOGOS DE BOLICHE 8,00 40,00
23 02 DADOS GRANDES DE ESPUMA 16,50 33,00
24 01 MESA DE TOTÓ 370,00 370,00
26 60 COLETES 4,90 294,00
27 30 MTS. CORDA DE CIZAL 1,30 39,00
28 20 CONES 10,80 216,00
29 03 KITS P/MARCAÇÕES DE VOLEIBOL 40,00 120,00
30 03 BOMBAS 12,90 38,70
31 03 KITS P/MARCAÇÕES DE FUTEBOL 80,00 240,00
32 20 SACOS DE BOLAS DE GÁS 7,50 150,00
33 20 SACOS GRANDES DE PANO 2,15 43,00
34 10 QUEBRA-CABEÇAS 1,99 19,90
35 05 PUXA-PUXA 15,00 75,00
36 100 CAIXAS DE MASSA DE MODELAR 2,00 200,00
37 40 ESTOJOS DE HIDROCOR 3,00 120,00
38 40 CAIXAS DE LÁPIS DE COR 1,00 40,00
39 20 RESMAS DE PAPEL 7,00 140,00
40 100 FOLHAS DE PAPEL PARDO 0,50 50,00
41 01 GANGORRA 163,90 163,90
42 01 BALANÇO 233,90 233,90
43 ESCORREGO 165,00 165,00
TOTAL GERAL 6,320,70

Nº 02 - PRÓ-LABORE DOS ESTAGIÁRIOS

Nº RECUR./HUMANOS UNIDADE UNITÁRIO QUANTIDADE TOTAL
01 EDUCAÇÃO FÍSICA 09 R$ 145,00 10 MESES 13.050,00
TOTAL GERAL 13.050,00

Nº 03 - PAGAMENTO DOS EDUCADORES/FUN. DE APOIO

Nº RECUR./HUMANOS UNIDADE UNITÁRIO QUANTIDADE TOTAL
01 PROF. DE E. FÍSICA 02 415,45 10 MESES 8.309,00
02 FUNCIONÁRIOS DE
APOIO
02 200,00 10 MESES 4.000,00
TORAL GERAL 12.309,00

Nº 04 - PAGAMENTO GRUPO DE DANÇA

Nº RECUR./HUMANOS UNIDADE UNITÁRIO QUANTIDADE TOTAL
02 GRUPO DE DANÇA 01 200,00 10 MESES 2.000,00
TORAL GERAL 2.000,00

Nº 05 - PAGAMENTO DO MÉDICO

Nº RECUR./HUMANOS UNIDADE UNITÁRIO QUANTIDADE TOTAL
01 MÉDICO 01 520,53 10 MESES 5.205,30
TOTAL GERAL 5.205,30


Nº 06 - LOCAÇÃO DE MATERIAIS ESPECIAIS

Nº LOCAÇÃO/MATERIAL UNIDADE UNITÁRIO QUANTIDADE TOTAL
01 BALÃO PULA-PULA 01 150,00 10 MESES 1.500,00
02 SOM MECÂNICO 01 500,00 10 MESES 5.000,00
TOTAL GERAL 6.500,00

12 – CUSTOS

AÇÃO ESPECIFICAÇÃO VALORES /
AÇÕES
01 AQUISIÇÃO DE MATERIAL 6.320,70
02 PRÓ-LABORE DOS ESTAGIÁRIOS 13.050,00
03 PAGAMEN. DOS EDUCADORES/FUN. DE APOIO 18.309,00
04 PAGAMENTO DO LOCUTOR/GRU. DE DANÇA 2.000,00
05 PAGAMENTO DO MÉDICO 5.205,30
06 LOCAÇÃO DE MATERIAIS ESPECIAIS 6.500,00
TOTAL 51.385,00


13 – AVALIAÇÂO DOS RESULTADOS
Para avaliação dos resultados, este projeto, será empregado a seguinte
metodologia:
- Durante o Evento: serão registrados pelos colaboradores (professores,
médicos, estagiários e auxiliares) todos os dados relativos as atividades
desenvolvidas e ao final redigido um relatório sobre a participação da comunidade.
- Após a Finalização do Projeto: será elaborado um questionário e entregue a
comunidade para levantamento de opinião sobre o projeto.
Cumpre ressaltar que o projeto: UM DIA DIFERENTE, tem a duração de 10 meses
e a análise do questionário aplicado junto a comunidade, fornecera os dados
necessários para uma avaliação positiva ou negativa do projeto em questão.
PROJETO 2: “CENTRO CULTURAL DE IMBASSAÍ”
1. INTRODUÇÃO
A construção da Casa da Cultura em Imbassaí é um importante instrumento
para o fomento e a dinamização da cultura local. O processo de aculturação da
região tem estimulado o desejo de promover um espaço que vise resgatar toda
essa riqueza cultural invadida por costumes alheios provocados pela influência do
turismo que, por hora, tem ocasionado a perda da identidade. Com esse intuito
nasce a idéia do Projeto CASA DA CULTURA IMBASSAÍ, visando atender as
expectativas da comunidade como o todo e dos turistas já que se constituirá na
expansão das opções de lazer e entretenimento da localidade.
2. JUSTIFICATIVA
A Casa da Cultura Imbassaí será um espaço aberto à comunidade visando
contemplar as atividades culturais locais e, com isso, expandir as atividades de
lazer e entretenimento. Será prioridade o fomento às diversas formas de
manifestação da cultura popular bem como o resgate daquelas manifestações que
estão perdendo espaço, como o Samba de Roda, para um contexto mais
“moderno” provocado pela aculturação.
A Casa da Cultura também será um espaço para a realização de atividades
correlatas como a realização de cursos, treinamentos, oficinas, seminários e
debates cujo enfoque seja a atividade turística ou outros temas de interesse da
comunidade local; a exposição de trabalhos artísticos como artesanato, artes
plásticas etc; e a valorização da culinária local através de feiras ou cursos de
culinária.
Deverá integrar o projeto também uma sala de leitura com acervo básico e
livros, revistas e jornais e um laboratório de informática que visem atender tanto a
população local e a classe estudantil em suas pesquisas extraclasse como
também os turistas.
3. OBJETIVOS
3.1. Objetivo Geral
A construção de uma Casa da Cultura em Imbassaí constitui-se num
alimento do processo social como um todo que visa promover o resgate e a
conservação da cultura local preparando, assim, as futuras gerações para uma
vida mais saudável e desenvolvida. Isso irá ocasionar no resgate da auto-estima
da população local e uma maior vontade de valorizar seu patrimônio cultural. A
construção do espaço também provocará um aumento da demanda local que
conseqüentemente irá consumir o artesanato e a gastronomia promovidos pela
Casa da Cultura, além de promover a essa demanda o desfrute de outros
atrativos culturais e naturais da região, ocasionando um determinado aumento da
renda local.
3.2. Objetivos Específicos
Contribuir para o resgate e a preservação da cultura local;
Resgatar sua auto-estima e maior vontade de valorizar seu patrimônio
cultural existente;
Fomentar o surgimento de novos talentos;
Viabilizar a comercialização da produção dos pequenos artesãos
Transformar a Casa da Cultura num atrativo turístico incrementando
o comércio local já que haverá exposição e venda do artesanato e da
gastronomia;
Divulgar o patrimônio cultural e gastronômico;
Gerar novos empregos e renda.
Expandir as opções de lazer e entretenimento para moradores e turistas
4. ESTRUTURA
01 (um) auditório para 250 pessoas: 400 m2
Área do palco: 45m2
02 (dois) camarins: 25m2 cada
02 (dois) sanitários sociais para o auditório: 20m2 cada
Recepção: 35 m2
Sala de administração: 42 m2
Área de circulação / varanda com bancos e mesas: 180m2
01 (uma) lanchonete na área de circulação: 35m2
02 (dois) sanitários sociais para área de circulação: 28 m2 cada
Salão de exposições: 140 m2
Sala de leitura (mini-biblioteca) com 08 (oito) mesas de 04 (quatro)
cadeiras: 80 m2
01 (uma) sala de reuniões com uma mesa de 14 (quatorze) cadeiras: 52 m2
01 (um) salão para atividades comunitárias: 140 m2
02 (dois) sanitários sociais para atender o salão de atividades comunitárias:
20 m2
01 (uma) sala para cursos e treinamentos com 50 carteiras de braço: 70 m2
02 (dois) sanitários sociais em área comum a toda estrutura montada: 28
m2 cada
01 (um) laboratório de informática com capacidade para 16 (dezesseis)
computadores: 70 m2
Área para jardim e estacionamento: 1.300 m2
5. FUNCIONAMENTO
A Casa da Cultura deverá desenvolver atividades mensais para promover
sua auto sustentabilidade. Isso se deve às despesas básicas como pagamento
de funcionários, água, luz, telefone entre outras despesas. A criação de uma
associação que busque filiar sócios direcionados aos próprios moradores e
comerciantes locais, aos grandes empresários do estado, instituições
governamentais ou não governamentais ou qualquer outro tipo de público
interessado na realização deste projeto contribuiria para composição de uma fonte
de renda através de um pagamento mensal a ser acordado com cada classe
específica para possibilitar a manutenção deste espaço. Além disso, alguns
eventos desenvolvidos no espaço poderiam contar com um pagamento simbólico
para o público que deseja ter acesso, como segue a descrição:
Peças teatrais ou outros eventos culturais realizados no auditório:
pagamento de ingresso
Laboratório de informática: pagamento pela hora de utilização visando
também conter a excessiva demanda
Sala de leitura: acesso gratuito visando estimular a leitura
Salão de exposição: exposição gratuita requisitando apenas uma pré-
inscrição por parte dos expositores visando o controle da administração;
acesso gratuito para o público visando estimular a comercialização dos
produtos
Demais espaços: gratuitos à comunidade local de acordo com as suas
necessidade
6. ORÇAMENTO
A fim de não onerar a execução deste projeto, esse orçamento não
contemplará as edificações e as instalações elétricas e telefônicas que devem ser
implantadas em algum espaço já estruturado da Prefeitura Municipal.
QUANT. DESCRIÇÃO VALOR
UNIT (R$)
TOTAL
(R$)
250 Carteiras fixas acolchoadas para o auditório 48,00 12.000,00
01 Balcão para recepção 188,00 188,00
08 Mesas com cadeira individual 75,00 600,00
12 Mesas plásticas com 04 bancos para área
de circulação
56,00 672,00
18 Stands para salão de exposição 140,00 2.520,00
10 Estantes em aço de livro para sala de
leitura
38,00 380,00
08 Mesas de madeira com 04 cadeiras para
sala de leitura
82,00 656,00
100 Cadeiras plásticas para realização de
atividades comunitárias
18,00 180,00
50 Carteiras de braço em madeira para sala de
treinamento
42,00 2.100,00
01 Lousa para sala de treinamento 2m x 0,80m 240,00 240,00
16 Computadores Pentium com CD rom para o
laboratório
1.890,00 30.240,00
03 Computadores Pentium com CD rom para
utilização da administração
1.890,00 1.890,00
01 Impressora Canon 490,00 490,00
01 Aparelho de fax Personal 275 398,00 398,00
04 Aparelhos telefônicos 39,00 156,00
Valor total 52.710,00
4.2. Transportes
A criação de propostas visa minimizar os problemas associados a
movimentação e deslocamento interno dentro da vila de Imbassaí, tanto para os
moradores locais quanto para os turistas.
Cumpre ressaltar que para a viabilização desses projetos serão necessárias
a participação em conjunto da prefeitura municipal, iniciativa privada e a
comunidade local.
Sendo que a maior responsabilidade ficaria com a prefeitura municipal, pois cabe
a ela incentivar, através de política fiscais, investidores locais a viabilidade de
novos empreendimentos na vila de Imbassaí.
Propostas
1º- Implantação de infra-estrutura de apoio aos transportes.
• Objetivo: oferecer mais conforto a comunidade local e visitantes.
• Ação: construção de parada de ônibus, dentro da vila de Imbassaí.
Implantação de um posto de venda de passagens com destinos diversos.
• Prazo: médio.
• Responsabilidade: prefeitura municipal.
2º Adoção de uma nova política de transporte
• Objetivo: criação de leis
• Ação: adoção de leis de obrigatoriedade de parada de ônibus
intermunicipais dentro da vila de Imbassaí.
• Prazo: médio.
• Responsabilidade: prefeitura municipal.
3º criação de meio de transporte interno
• Objetivo: oferecer comodidade de locação aos turistas e a comunidade.
• Ação: fomentar a investidores locais a captação de recursos através de
formação de cooperativa de transporte. Criação de serviço de buggy táxi.
Estabelecer parcerias com os meios de hospedagem para o fornecimento
do serviço de transfer dentro da vila.
• Prazo: médio à longo.
• Responsabilidade: prefeitura municipal, iniciativa e comunidade
OBS: para criação desse serviço será necessária a ação conjunta dos
empresários dos meiso de hospedagem com a comunidade local, para que se
possa oferecer maior comodidade e conforto aos turistas que se destinam a
Imbassaí.
Seriam adotadas tarifas fixas, uma vez que o serviço somente será executado
dentro da vila de Imbassaí,sendo que outros serviços de transportes serão
oferecidos mediante acerto prévio com o visitante e a cooperativa.
4º criação de meio de transporte para deslocamento interno de turistas
• Objetivo: incentivo aos investidores e comunidade local para oferta de
incentivo de aluguel de bicicleta.
• Ação: criar empresa de locação de bicicletas para facilitar o deslocamento
dos visitantes dentro da vila.
• Prazo: médio.
• Responsabilidade: prefeitura municipal.
OBS: O fornecimento desse serviço visa facilitar o deslocamento dos turistas
dentro da vila, além de proporcionar facilidade de visitação aos atrativos turísticos
da localidade bem como contribuir para a prática de esportes.
5º melhoria do serviço da balsa
• Objetivo: oferecer maior segurança e conforto aos visitantes.
• Ação: modificar as balsas atuais e criar canoas que transportem 04
passageiros.
• Prazo: curto a médio.
• Responsabilidade: prefeitura municipal.
OBS: As balsas atuais precisam ser modificadas. Para uma maior segurança
seriam adotadas balsas de madeira com cadeiras fixas para facilitar o
deslocamento de pessoas de uma margem para outra do rio.
4.5. Meio Ambiente
PROJETO 3: EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE IMBASSAI
1. INTRODUÇÃO
O Projeto de Educação Ambiental de Imbassai (PEA Imbassai) tem como
objetivo trabalhar junto à comunidade do distrito de Imbassai e com outros
municípios situados no seu entorno, construindo conhecimentos de educação
ambiental, com ênfase na correta utilização, manutenção e conservação do meio
ambiente executado pelo projeto e na melhoria da saúde e da qualidade de vida
das comunidades beneficiadas.
O projeto tem como objetivo capacitar lideranças, elevando o nível de
vivência da cidadania e de organização, com ênfase na difusão de conhecimentos
sobre a questão ambiental e nas ações de proteção do meio ambiente.
Embora o trabalho inclua dimensões concretas, de fácil mensuração, o seu
aspecto principal é o da ampliação de conhecimentos, da potencialização do
desempenho de líderes de segmentos populares, da formatação de organizações
articuladoras do conjunto das associações e comunidades de Imbassai e da área
do seu entorno.
Seu produto, a capacitação, resultará em uma sequência de atividades
educativas pautadas pela combinação de três linhas de ação: prática-estudo,
monitoramento organizativo e a difusão de técnicas para preservação, envolvendo
um processo educativo informal.
2. METODOLOGIA
A estrutura metodológica do Projeto de Educação Ambiental para
Imbassai, deve ser baseada no Modelo PEDS – Planejamento Estratégico para
Desenvolvimento Sustentável, e no Modelo MINTEGRA – Modelo Integrado de
Educação e Gestão Ambiental, desenvolvida pelo Programa Bahia Azul.
A metodologia deverá ser sócio-construtivista, por meio de três núcleos
metodológicos (sensibilização, capacitação e gerenciamento), e ter como enfoque
a construção dos conceitos de conservação e educação ambiental, de modo que a
população local, perceba a necessidade e a importância da preservação ambiental
na comunidade onde residem, identificando-se como elementos co-responsáveis
pela melhoria das condições locais e, conseqüentemente, da qualidade de vida.
Assim, a metodologia tem como fundamento a participação, a utilização
racional dos recursos naturais e a afirmação da cidadania, referências que
definem as mensagens transmitidas e as técnicas e os métodos empregados.
Dentro dos procedimentos metodológicos serão criados encontros
específicos voltados à sensibilização, objetivando a busca da conscientização
ambiental.
Apresentação local para lançamento do Projeto de Educação Ambiental
de Imbassai, com a presença do público a ser capacitado e de representantes de
possíveis instituições parceiras desse projeto.
Realização de cursos, onde serão empregadas dinâmicas participativas
e lúdicas, e recursos diversos como forma de assegurar o interesse dos
participantes: atividades em grupo, vídeos educativos, atividades com elementos
artísticos etc.
3. LINHAS DE AÇÃO
O PEA de Imbassai foi elaborado de acordo com três linhas de ação,
inseridas na educação formal e não formal.
3.1. Linha de Ação Formal
Nessa linha de ação, serão capacitados professores, diretores e
coordenadores da escola de Imbassai, habilitando-os como organizadores e
monitores para conduzirem a introdução, em todas as disciplinas, em todas as
séries, dos conteúdos de Educação Ambiental para os seus alunos, de acordo
com o PCN – Parâmetros Curriculares Nacionais, em atendimento à Lei de
Diretrizes e Bases do Ministério da Educação e Cultura.
Para essa linha de ação, recomendamos parcerias com instituições como: o
IAT - Instituto Anísio Teixeira, a Prefeitura Municipal de Mata de São João, a SEC
- Secretaria Estadual da Educação, e a SMEC - Secretaria Municipal da Educação
e Cultura de Salvador e a Faculdade Integrada da Bahia – FIB, através do curso
de Turismo.
3.2. Linha de Ação Não Formal
Essa linha de ação, seria voltada às comunidades do entorno de Imbassai,
que fazem parte da Apa Litoral Norte.
As comunidades organizariam uma cooperativa ecológica formada
por moradores interessados, que seriam capacitados para serem agentes
multiplicadores, aptos a monitorar e fiscalizar e disseminar os conceitos adquiridos
junto às suas comunidades.
Para essa linha de ação, recomendamos parcerias com: a EMBASA -
Empresa Baiana de Águas e Saneamento SA, a SESAB - Secretaria de Saúde do
Estado, as Secretarias Municipais de Saúde e a Prefeituras Municipal.
3.3. Linha de Ação para os Equipamentos Turísticos instalados
Essa linha e totalmente voltada para as empresas que contribuem para
os impactos negativos no meio ambiente e potencialmente poluidoras do Rio
Imbassai.
Sugerimos buscar, através de workshop, a sensibilização dos seus
dirigentes, sobre a importância da preservação ambiental da localidade.
Para essa linha de ação, sugerimos a parceria com: o CRA - Centro de
Recursos Ambientais e com a Embasa, que possuem uma grande quantidade de
material didático a respeito do assunto.
4. ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS:
Realização de cursos de educação ambiental para a comunidade local;
Elaboração e divulgação de material didático sobre educação ambiental
adaptado à realidade de Imbassaí;
Capacitar através de oficinas os professores da localidade para a educação
ambiental;
Introdução da Educação Ambiental no conteúdo didático nas escolas de
Imbassai;
Capacitar voluntários para monitorar e fiscalizar as atividades relacionadas
a pratica da conservação ambiental.
Cursos de reciclagem de lixo
5. METAS A SEREM ALCANÇADAS
As metas a serem alcançadas foram, divididas de acordo com cada linha de
ação.
6. EDUCAÇÃO FORMAL
A Linha de Ação Educação Formal foi concebida para capacitar monitores e
multiplicadores de acordo com as escolas da rede estadual de ensino.
Essa capacitação deveria atingir 30% dos estudantes das escolas de segundo
grau de Salvador, e 50% dos estudantes das escolas de primeiro grau do distrito
de Imbassai e seu entorno.
7. EDUCAÇÃO NÃO FORMAL
A Linha de Ação Educação nas Comunidades foi concebida para capacitar
40% das lideranças comunitárias como agente multiplicador da localidade de
Imbassai e todo o seu entorno.
8. EQUIPAMENTOS TURÍSTICOS
Realização de workshop "Importância da Preservação Ambiental“,
destacando conteúdos específicos de impacto ambiental, legislação e técnicas e
metodologias de conservação.
Objetiva-se que todas as empresas instaladas em Imbassaí, participem
desse workshop e que os conhecimentos adquiridos neles possam ser
empregados de forma positiva para que se possa minimizar os impactos gerados
pela atividade turística na região.


PARTE V
ANEXOS E REFERÊNCIAS