ANAIS DO 49º CONGRESSO BRASILEIRO DO CONCRETO - CBC2007 – 49CBC0106 1

PRINCIPAIS PATOLOGIAS COM ÊNFASE A SUGESTÕES DE MELHORIA DA
QUALIDADE DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO DA CIDADE DE BELÉM

MAIN PATHOLOGIES WITH EMPHASIS THE SUGGESTIONS OF IMPROVEMENT OF
THE QUALITY OF THE CONCRETE STRUCTURES IN THE CITY OF BELÉM

Lucinei Tavares de Assunção(1); Geraldo Ferreira de Carvalho(2); J hennyffer Gleicy
Santos Furtado(3); J osé Raimundo Serra Pacha(4).

(1) Engenheira Civil pela Faculdade Ideal (FACI). E-mail: lucaengenharia@hotmail.com
(2) Engenheiro Civil pela Faculdade Ideal (FACI).E-mail: geraldo@linkbel.com.br
(3) Aluna de Engenharia Civil da Faculdade Ideal (FACI). Email jhenyferfurtado@ig.com.br
(4) Eng°. Civil, Prof. MSc.do Curso de Engª Civil da Faculdade Ideal (FACI). E-mail: jpacha@yahoo.com.br

Faculdade Ideal-FACI - Departamento de Engenharia Civil
Rua dos Mundurucus, 1316 – CEP: 66035-360. Belém-PA. Tel.: (91) 3242-2400

Resumo

O trabalho tem como objetivo citar as principais patologias em estruturas de concreto da
cidade de Belém, bem como relacionar medidas preventivas que abrangem as fases de
planejamento e projeto, materiais e execução e o uso e manutenção visando estruturas
com melhor qualidade. Através profissionais autônomos e de empresas de construção e
recuperação de estruturas de concreto foram coletados dados que indicam que a
corrosão é a patologia mais freqüente em Belém e foi constatado através dos dados que a
baixa qualidade de mão-de-obra, a falta de fiscalização e os vícios de execução, também
influenciam para o aparecimento de patologias. Desta forma, conclui-se que se deve
priorizar a manutenção preventiva ao invés da manutenção corretiva, como enfatizam as
normas Brasileiras, principalmente a NBR - 6118/2003 (Projeto de Estruturas de
Concreto). Assim, pode prever, detectar ou corrigir manifestações de patologias visando
evitar ou minimizar o aparecimento das mesmas.
Palavra-Chave: concreto, patologia, qualidade

Abstract
The work has as objective to cite the main pathologies in structures of concrete of the city
of Belém, as well as relating writ of prevention that enclose the phases of planning/project,
materials/execution and use/maintenance aiming at structures with better quality. Through
companies of construction and recovery they had been collected given that they indicate
that the corrosion is the pathology most frequent in Belém, and was evidenced through the
raised data that low the quality of man power, the lack of fiscalization and the vices of
execution, also influence for the appearance of pathologies. Of this form one concludes
that the preventive maintenance instead of the corrective maintenance must be prioritized
mainly, as they emphasize the Brazilian norms, NBR - 6118/2003 (Project of Structures of
Concrete). Of this form, it can foresee, detect or correct manifestations of pathologies
aiming at to prevent or to minimize the appearance of the same ones.

Keywords: concrete, pathologie, quality

ANAIS DO 49º CONGRESSO BRASILEIRO DO CONCRETO - CBC2007 – 49CBC0106 2

1 Introdução

Com a implantação da NBR - 6118/2003 (Projeto de Estruturas de Concreto), o panorama
da qualidade das estruturas de concretos passou a ser um fator importante nas obras de
Construção Civil. Assim, a indústria da Construção Civil da cidade de Belém, também
entra neste panorama e começa a analisar a qualidade das estruturas de concreto.
Destacando que Belém é localizada na Região Amazônica e possui um clima tropical,
caracterizado por um tempo quente e úmido com grande intensidade de chuvas, possui
uma grande variação de temperatura e clima, o que influencia diretamente as construções
de um modo geral, tornando vulneráveis principalmente as Estruturas de concreto. Desta
forma, o objetivo deste trabalho consiste em caracterizar as principais patologias nas
estruturas de concreto na cidade de Belém, e citar sugestões de melhorias da qualidade
das estruturas de concreto, bem como relacionar medidas preventivas que abrangem as
fases de planejamento/projeto, materiais/execução e uso/manutenção das estruturas de
concreto visando à produção de estruturas com melhor qualidade. Faz-se necessário o
conceito de Patologia, entre tantas cita-se conforme Helene: “a patologia pode se
entendida como a parte da engenharia que estuda os sintomas, os mecanismos, as
causas e origens dos defeitos das construções civis, ou seja, é o estudo das partes que
compõem o diagnóstico do problema”. (op. Cit p.19).


2 Metodologia e Materiais

A metodologia utilizada neste trabalho enfatizou uma pesquisa com profissionais
autônomos e de empresas de construção e de recuperação de estruturas de concreto
onde foram coletados dados de manifestações de patologias ocorridas nas estruturas de
concreto no período dos anos de 2000 a 2006 na Cidade de Belém. Neste trabalho foram
considerados os casos nas obras convencionais, a qual abrange as obras residências,
comerciais/serviço e instituições. Desta maneira, a pesquisa foi realizada através de um
questionário onde os profissionais entrevistados tinham 10(dez) opções de manifestações
patológicas, como mostra a tabela 1, bem como um item de sugestão. A pesquisa
realizada obteve uma grande aceitação por parte dos profissionais que vivem o dia a dia
de obras na nossa região. Também pesquisamos através de bibliografias especializadas
dados fundamentais para esta pesquisa, como por exemplo, as causas que tornam a
Corrosão a manifestação mais em existente na estruturas de concreto.










ANAIS DO 49º CONGRESSO BRASILEIRO DO CONCRETO - CBC2007 – 49CBC0106 3
Tabela 1 – Modelo da Entrevista com os profissionais
ENTREVISTA
TIPO DE OBRA
TIPO DE PATOLOGIA OBRA /ANO
1 -CORROSÃO
2- ELETRODUTO
3- SOBRECARGA ( PROJ ETO OU EXECUÇÃO)
4- MOMENTO VOLVENTE
5 - SEGREGAÇÃO DO CONCRETO
6 - MOV. TÉRMICA (INTERNA/EXTERNA)
7 - FISS. RETRAÇÃO (ASSENT. PLÁSTICO/SUPERFICIAL)
8 - RECALQUE DIFERENCIAL
9 -INFILTRAÇÃO
10 - OUTRAS MANIFESTAÇÕES
11- PROVAVÉIS MOTIVO DAS MANIFESTAÇÕES
OBS: CITE ALGUMA SUGESTÃO PARA MELHORIA DA QUALIDADE NAS ESTRUTURAS DE
CONCRETO.


3 Análise dos resultados

Na análise dos resultados foi verificado que a corrosão é a patologia mais freqüente na
cidade de Belém com 16% dos casos. As manifestações ligadas no estado fresco –
segregação do concreto com 3% e fissuras devidas à retração com 9% e no concreto
endurecido, as fissuras provocadas por sobrecargas com 10%, fissuras provocadas por
movimentação térmica (interna/externa) com 10%. Destacou-se as patologias provocadas
pelo Recalque diferencial e as fissuras devido o momento volvente, ambas com 14% e as
demais patologias podem se observadas na Figura 1.
16%
10%
10%
14%
3%
10%
9%
14%
10%
4%
1 Corrosão
2 Eletrodutos
3 Sobrecargas (Projeto ou
Execução)
4 Fissuras dev. Momento
Volvente
5 Segregação do Concreto
6 Mov Térmica (Interna/Externo)
7 Fiss. Retração (Assent.
Plástico/Superficial)
8 Recalque diferencial
9 Infiltração
10 outras manifestações

Figura 1 – Principais Patologias em obras convencionais

ANAIS DO 49º CONGRESSO BRASILEIRO DO CONCRETO - CBC2007 – 49CBC0106 4

Verificou-se também que o cobrimento insuficiente e concreto de baixa resistência
contribui para essas patologias. Ainda foi constatado através dos dados que a baixa
qualidade de mão-de-obra, a falta de fiscalização e os vícios de execução (dosagem
inadequada, material de baixa qualidade, entre outros.) também influenciam para o
aparecimento de patologias. Esta pesquisa comparada com outras já realizadas em
estudos antes da implantação da NBR 6118/2003 teve uma diminuição de casos, mas
ainda possui na nossa região a Corrosão como sendo a principal patologia nas estruturas
de concreto.


4 Sugestões de diretrizes gerais para estruturas de concreto com
melhor qualidade

Através de pesquisas em outros artigos, dissertações e sugestões de profissionais que
passaram por alguma experiência de casos de patologias em estruturas de concreto em
Belém. Chegou-se a essas sugestões, ressaltando que são algumas sugestões dentre
tantas, mas que proporcionariam de forma significativa uma melhor qualidade nas
estruturas. Desta forma as sugestões foram subdivididas em:

4.1.1 Fase de Planejamento/projeto:
- Participação do calculista estrutural desde o inicio dos estudos de
viabilidade ou a partir da execução do anteprojeto arquitetônico;
- Definição dos métodos construtivos, voltado à produção e adoção de um
procedimento iterativo de revisão do projeto estrutural, onde os Bureauxs de
consultoria pudessem exercer um papel importante;
- Padronização do sistema de fôrmas e execução do projeto de detalhamento;
- Definição dos limites de deformações, prevendo contra-flechas somente
para as deformações prováveis;
- Definição das ações dinâmicas na estrutura e fundações;
- Definição dos procedimentos executivos e de manutenção da construção;
- Indicação em projeto dos prazos para a retirada do escoramento e das
fôrmas.

4.1.2 Fase Execução/materiais:
- Providenciar o recebimento dos projetos, conforme a NR-6118/2003;
- Controlar os materiais utilizados para execução nas estruturas, realizando
os ensaios necessários de acordo com as normas técnicas brasileiras;
- Seguir rigorosamente os prazos determinados em projeto para a retirada
das fôrmas e escoramentos;
- Controle e verificação dos cobrimentos mínimos exigidos no projeto e nas
normas técnicas brasileiras;

ANAIS DO 49º CONGRESSO BRASILEIRO DO CONCRETO - CBC2007 – 49CBC0106 5
- Executar o adensamento e a cura dos elementos estruturais conforme
especificados em projeto, além de verificar as juntas de retração, dilatação e
de concretagem, quando for o caso;
- Controlar as alturas máximas de lançamento do concreto e armação correta
das fôrmas.



4.1.3 Fase de uso e manutenção:
- Somente alterar ou modificar qualquer elemento estrutural, após parecer e
aprovação do projetista;
- Verificação e controle de fissuras e trincas.


































ANAIS DO 49º CONGRESSO BRASILEIRO DO CONCRETO - CBC2007 – 49CBC0106 6
5 Conclusão


Este trabalho enfatizou a pesquisa das principais patologias existentes na nossa região
que se manifestam nas estruturas de concreto na nossa região e também enfatizou as
sugestões dos profissionais que de forma geral é adeptos que se deve priorizar a
manutenção preventiva ao invés da manutenção corretiva, como enfatiza as normas
Brasileiras, principalmente a NBR – 6118/2003 (Projeto de Estruturas de concreto). Dessa
forma, pode prever, detectar e corrigir defeitos visando evitar e minimizar o aparecimento
de falhas. Um melhor desempenho das estruturas nos seus aspectos de comportamento
mecânico e durabilidade exigem novas posturas técnicas e gerenciais para os diversos
agentes e fatores que fazem parte do elo de produção das estruturas de concreto. De
certa forma com a NBR 6118 houve um grande avanço para a qualidade das estruturas
de concreto, principalmente na nossa região que possui um grande potencial de umidade,
assim os profissionais procuram cada vez mais a busca de melhorias.


ANAIS DO 49º CONGRESSO BRASILEIRO DO CONCRETO - CBC2007 – 49CBC0106 7
6 Referências Bibliográficas

ARANHA, P.M.S.. Contribuição ao Estudo das manifestações patológicas em
Estruturas de concreto armado na Região Amazônica. UFRS, Rio Grande do Sul,
1994

HELENE, P.R.L.. Corrosão em armaduras para concreto armado. São Paulo: PINI:
Instituto de Pesquisas Tecnológicas, 1988

INSTITUTO BRASILEIRO DO CONCRETO, ANAIS DO 43° Congresso: A abordagem
LEAN e a implantação da NBR 6118/2000: Impacto sobre o gerenciamento e a
execução de estruturas de concreto. 2001

LIMA, J .M.. Patologias das Estruturas de concreto armado com ênfase a Execução.
UFPA, Pará, 2000

NBR – 6118/2003 - Projeto de Estruturas de concreto. Associação Brasileira de
Normas Técnicas.

PACHA, J .R.S.. Avaliação Experimental comparativo da Corrosão em concreto
Estruturais. Universidade Federal de Fluminense, Niterói, RJ , 1997


http://www.unb.br/fau/pos_graduacao/plancurso/1-2006/est_esp_tec1_patologia.pdf