You are on page 1of 32

IMPACTO DA ESPÉCIE

HUMANA SOBRE A
NATUREZA
“O homem estraga tudo em que põe a mão”…
Derrama óleo e mata…
 Afundamento do petroleiro Prestige (2002):
• despejando sua carga de 77 mil toneladas de
óleo;
• A mancha de óleo cobriu mais de 295 quilômetros
da costa espanhola;
• mancha negra atingiu pelo menos 90 praias da
costa espanhola.
Poluição por óleo
Qual é o limite do desenvolvimento
tecnológico e econômico ?
 Efeito do óleo no organismo:
• Incorporação de substâncias carcinogênicas Morte direta
por intoxicação;
• Redução na taxa de fertilização Morte direta por
recobrimento e asfixia;
Desmata…
2004 2007
 O impacto ambiental é um desequilíbrio provocado pelo
choque da relação do homem com o meio ambiente (Sánchez,
2006).
Impactos Ambientais
Impacto Ambiental – um tema atua
Reações em cadeia...
A influência do homem...
Crescimento
urbano
Atividades
antrópicas
Recursos
naturais
Os ecossistemas naturais sofrem influência direta
e/ou indireta do homem
 Contaminação de ambientes aquáticos
 Desmatamentos
 Contaminação do lençol freático
 Introdução de espécies exóticas
REDUÇÃO DA DIVERSIDADE DE
HÁBITATS E BIODIVERSIDADE!
 A erosão é um processo que faz com que as partículas do solo
sejam desprendidas e transportadas pela água, vento ou
pelas atividades do homem.
Impactos Ambientais
 Poluição dos solos:
Impactos Ambientais
Lixão:
• Poluição dos solos, ar e lençóis
freáticos;
• Disseminador de doenças.
Cultivo de cana-de-açúcar:
• Esgotamento de minerais;
• Uso intensivo de agrotóxicos;
• Produção de vinhoto ou vinhaça.
 Desmatamento:
Impactos Ambientais
Causas:
• Uso da madeira (cosumo interno
e exportação);
• Para uso agropecuário;
• Para extração mineral.
Consequências:
•Destruição de fauna e flora;
•Perda de Biodiversidade;
• Impactos no ciclo hidrológico;
• Assoreamento dos rios;
• Impactos na atmosfera..
 Atualmente o desflorestamento ocorre em “passos largos”
podendo ser medido, pois anualmente são devastadas cerca
de 170.000 km2.
Fonte: http://www.brasilescola.com/geografia/o-desmatamento.htm
Impactos Ambientais
 As queimadas em áreas naturais, bosques e lugares com
abundante vegetação são incontroláveis. Podem ser
produzidas por relâmpagos, descuidos humanos e em muitas
ocasiões são intencionadas.
Impactos Ambientais
 O desenvolvimento industrial e urbano tem originado em todo
o mundo um aumento crescente da emissão de poluentes
atmosféricos. O acréscimo das concentrações destas
substâncias no planeta Terra é responsável por desequilíbrios
no ecossistema, prejudicando a saúde da população.
Impactos Ambientais
 Para se agir adequadamente contra a poluição atmosférica é
necessário:
• Medir e conhecer a concentração dos poluentes no ar;
• Definir as fontes poluentes;
• Definir a qualidade do ar;
• Analisar os valores limite;
• Definir a qualidade do ar;
• Observar a evolução da qualidade
do ar.
Impactos Ambientais
 Poluição Atmosférica (consequências):
Impactos Ambientais
Efeito Estufa
Causas:
• Emissão de gases poluentes;
• lançamento de metais pesados
na atmosfera.
Consequências:
• Aquecimento Global;
• Derretimento das calotas
polares e geleiras;
• Aumento do nível dos oceanos;
• Alagamento de cidades
litorâneas, terras agrícolas.
• Alterações climáticas.
 Aquecimento Global é um fenômeno climático que causa o
aumento da temperatura média da superfície terrestre.
Impactos Ambientais
 Poluição Hídrica:
Impactos Ambientais
Rios
Causas:
• Lançamento de esgoto
industrial e doméstico in
natura nos rios;
•Atividades de garimpo;
• Desmatamento das margens
dos rios e lagoas.
Consequências:
• Poluição das águas;
• Destruição de fauna e flora;
• Perda de Biodiversidade;
• Comprometimento do
abastecimento de água.
Rio Tietê – estado de S.P.
Contaminação por produtos
químicos
Impactos Ambientais
Características do Perfil Sócioeconômico
Brasileiro
 Devastação ambiental crescente e desenfreada;
 Consciência ambiental limitada (empresários e
consumidores);
 Legislação ambiental muito ampla e fiscalização
pouco efetiva;
 Medidas mitigadoras pouco efetivas;
 Distribuição de renda extremamente desigual.
Fonte: De Almeida et al. (1983)
É barato poluir!...
“... Percebeu que não é possível entrar 2 vezes no
mesmo rio; na segunda vez as águas serão outras,
o primeiro rio já não existirá.
Tudo é água que flui: as montanhas, as casas, as
pedras, as árvores, os animais, os filhos, o corpo...
Assim é tudo, assim é a vida: tempo que flui sem
parar.”
-Heráclito, filósofo grego que se deixou fascinar pelo tempo.
-Ele era fascinado pelo rio. Contemplava o rio e via que tudo é rio.
In: Rubem Alves. 1999. O amor que acende a lua. Ed. Papirus.
ASPECTOS DRAMÁTICOS DO QUADRO
SÓCIO-AMBIENTAL BRASILEIRO
Legislação Ambiental - síntese
 Proibido: poluir, degradar;
 Obrigatório: licenciar, atender às condicionantes da licença
obtida;
 Meio Ambiente: bem de interesse público, bem da coletividade;
 Consequências do descumprimento:
– Processos administrativos: multas, suspensão de
atividades
– Ação civil pública (pessoas jurídicas): multa, reparação
dos danos
– Processo judicial por crime ambiental (penal)
Fonte: www.iusnatura.com.br
Para a Legislação: poluição ambiental
 Alteração adversa de características químicas, físicas ou
biológicas do meio ambiente;
 A alteração adversa é:
– a emissão, lançamento ou disposição contrarie os limites
da norma
– causa danos à saúde
– prejudica atividades sociais e econômicas
– prejudica os recursos ambientais
– prejudica o acervo histórico, cultural e paisagístico
Então, impacto ambiental é...
 Qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e
biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de
matéria ou energia, resultante das atividades humanas que,
direta ou indiretamente afetam:
1- a saúde, a segurança e o bem estar da população;
2- as atividades sociais e econômicas;
3- a biota;
4- as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente;
5- a quantidade dos recursos ambientais.
Atividades consideradas modificadoras do
meio ambiente
 Estradas de rodagem com duas ou mais faixas de rolamento;
 Ferrovias;
 Portos e terminais de minério, petróleo e produtos químicos;
 Aeroportos;
 Oleodutos, gasodutos, minerodutos, troncos coletores e emissários de esgotos
sanitários;
 Linhas de transmissão de energia elétrica, acima de 230KV;
 Obras hidráulicas para exploração de recursos hídricos, tais como:
barragem para fins hidrelétricos, acima de 10MW, de saneamento ou de
irrigação, abertura de canais para navegação, drenagem e irrigação,
retificação de cursos d'água, abertura de barras e embocaduras,
transposição de bacias, diques;
Atividades consideradas modificadoras do
meio ambiente
 Extração de combustível fóssil (petróleo, xisto, carvão);
 Extração de minério;
 Aterros sanitários, processamento e destino final de resíduos tóxicos ou
perigosos;
 Usinas de geração de eletricidade, qualquer que seja a fonte de energia
primária, acima de 10MW;
 Complexo e unidades industriais e agroindustriais (petroquímicos,
siderúrgicos, cloroquímicos, destilarias de álcool, hulha, extração e cultivo de
recursos hídricos);
 Distritos industriais e zonas estritamente industriais - ZEI;
 Exploração econômica de madeira ou de lenha, em áreas acima de 100
hectares ou menores, quando atingir áreas significativas em termos
percentuais ou de importância do ponto de vista ambiental;
Atividades consideradas modificadoras do
meio ambiente
 Projetos urbanísticos, acima de 100ha. ou em áreas consideradas de
relevante interesse ambiental;
 Qualquer atividade que utilize carvão vegetal, em quantidade superior a
dez toneladas por dia.
CONCLUÍNDO...