You are on page 1of 4

CURSO BRASIL DATA: ____/____/____

ALUNO (A): ________________________________TURNO: _____________
EQUAÇÕES 1º GRAU
01)DEFINIÇÃO: São sentenças matemáticas abertas que apresentam o sinal
de igualdade.
EX: x – 3 = 12 a variável (ou incógnita) é X
3y + 7 = 15 a variável (ou incógnita) é Y.
A expressão esquerda do sinal = c!ama"se 1 !"!#$%.
A expressão direita do sinal = c!ama"se 2 !"!#$%.
EX: 2x – 1 = x + 7
1 &e&'ro 2 &e&'ro
OBS: Suas variáveis se apresentam com o expoente 1.
!e&'ro = Parte de um todo reunida com ele.
"(ua)*o = Afirmação da igualdade de duas expressões ligadas pelo
sinal =, que s se verifica para determinados valores das incgnitas nelas
contidas. As equações são c!amadas do 1"#, $"#, %"#, &"# etc. graus, de acordo
com o expoente da maior pot'ncia da incgnita.
"(ua)*o = ()o lat. +e(uatione = igualar*.
,enten)a = Palavra ou frase que encerra uma resolução.
-ncógnita = Aquilo que + descon!ecido e que se procura sa,er.
.ariável = Su-eito a variações. constante, mudável.
"x/re00*o = /epresentação alg+,rica do valor de uma quantidade.
0#)LINGUAGENS DAS EXPRESSÕES:
#.1)Li!"#!$% &'(($)$: $ a linguagem escrita por extenso.
EX: 1r20 &ai0 oito é igual a on3e.
#.#)Li!"#!$% %#)$%*)i&#: $ a linguagem escrita na %orma de n&meros.
EX: 3 + 4 = 11
0')LINGUAGE+ DAS SENTENÇAS:
(ma sentença matemática pode ser: verdadeira ou falsa.
EX: a) ,enten)a ver5a5eira6
15 + 17 = 25 2 x 5 = 17
'),enten)a 8al0a6
17 + 3 = 14 3 x 7 = 27
1
'.1)SENTENÇA ABERTA: São aquelas que possuem elementos
descon!ecidos. Esses elementos descon!ecidos. São c!amados variáveis ou
incgnitos.
EX: a) x + 9 = : (variável é x).
') x + Y = 27 (variável é x e y.
'.#)SENTENÇA FEC,ADA: são aqueles que não possuem variáveis ou
incgnitas.
EX: a)15 – 5 = 17 (ver5a5eira)
')4 + 1 = 12 (8al0a)
OBS: ;inguage& = 0on-unto de sinais falados, escritos ou gesticulados de
que se serve o !omem para exprimir suas id+ias e sentimentos.
"x/re00*o = /epresentação alg+,rica do valor de uma quantidade.
<orrente = 1ue corre, que não encontra em,araço. fluente.
.er5a5eiro = 0onformidade do con!ecimento com o real
=al0o = 2posto 3 verdade.
,enten)a = Palavra ou frase que encerra uma resolução.
.ariável = Su-eito a variações. constante, mudável.
-ncógnita = Aquilo que + descon!ecido e que se procura sa,er.
))CON-UNTO UNI.ERSO E CON-UNTO .ERDADE:
Se*a a sentença aberta:
4 + a estação do ano que começa por P.
Então:
,on*unto (ni-erso: > / 0/ri&avera? ver*o? outono? inverno1
,on*unto .erdade: . / 0/ri&avera1
Se*a a sentença aberta/
X + 7 = :
,on*unto (ni-erso: > / @ / 07? 1? 2? 3? 9?...1
,on*unto .erdade: . / 021
0uma sentença aberta + indicado o con*unto de todos os -alores que a
-ariá-el pode assumir. Esse con*unto + c!amado con-unto universo. 1 con*unto
dos -alores da -ariá-el para os quais a sentença + -erdadeira + c!amado:
con-unto verdade.
OBS: <onAunto = /eunião das partes que constitui um todo.
>niver0o = 5niversal, geral, todo, inteiro. 0on-unto de todas as
realidades criadas. mundo.
.er5a5e = /ealidade, exatidão. Sinceridade, ,oa f+. Princ6pio certo.
,enten)a = Palavra ou frase que encerra uma resolução.
.ariável = Su-eito a variações. inconstante, mudável.
+'erto = Acess6vel, livre, transpon6vel.
2
02)TIPOS DE EQUAÇÕES:
2.1)EQUAÇÕES EQUI.ALENTES: Aquilo que tem -alor igual. 3em o mesmo
con*unto -erdade.
EX: a)x + 2 = 7 ')x = 7 – 2
x = 7 – 2 x = 5
x = 5 . = B5C
. = B5C
1 con*unto -erdade + o mesmo4 por isso são equivalentes.
2.#)EQUAÇÕES I+POSS3.EIS: São equaç5es que não podem ser %eitas4 isto
+4 não tem solução.
EX: a)2x + 3 = 2x + 17
2x – 2x = 17 – 3
7x = 7
x = 7D74 não !á n&mero que4 multiplicado por (7* 8ero4 resulte 9. 6i7emos
que + uma equação imposs6vel (1ue não pode ser feito. impraticável*
. = BEC
2.')EQUAÇÕES IDENTIDADES: São equaç5es cu*os membros são
identicamente os mesmos.
EX: a)3x + 5 = 3x + 5
3x – 3x = 5 – 5
7x = 74 qualquer n&mero racional4 multiplicado por (7* 8ero + igual a (7*
8ero. 6i7emos que + uma equação identidade (:sp+cie de equação cu-os
mem,ros são identicamente os mesmos*.
08)RA34ES DE U+A EQUAÇÃO:
6i7emos que um n&mero + rai8 (,ase* de uma equação quando e
somente quando ao ser colocado no lugar da inc9gnita torna essa equação
uma igualdade num+rica.
,ada -alor do con*unto"-erdade . de uma sentença + c!amada de rai3
dessa sentença no uni-erso dado.
EX: 1)x
2
= :? /ara x = + 3 e x = F3
a)x
2
= : ')x
2
= :
(+3)
2
= : (F3)
2
= :
3
8.1)CO+O RECON,ECER SE U+ N5+ERO DADO 6 RAI4 DE U+A
EQUAÇÃO:
1. #a0ta 0u'0tituir a variável (letra) /elo nG&ero 5a5o.
2. ,e a 0enten)a o'ti5a 8or ver5a5eira? o nG&ero 5a5o é rai3.
3. ,e a 0enten)a o'ti5a 8or 8al0a? o nG&ero 5a5o n*o é rai3.
EX: a)x + 3 = 5? /ara o nG&ero6 2
2 + 3 = 5
5 = 5 ? ver5a5eiro? logo 2 é rai3 5a e(ua)*o.
')xD2 + 3 = x ? /ara o nG&ero 4.
4D2 + 3 = 4
9 + 3 = 4
7 = 4? 8al0o? logo 4 n*o é rai3 5a e(ua)*o.
OBS: $ai3 = 2rigem, princ6pio.
0:)RESOLUÇÃO DAS EQUAÇÕES DO 1º GRAU:
EX: 1)x – 3 = 5
x = 5 + 3
x = 4
2)x + 2 = 7
x = 7 – 2
x = 5
3)3x = 12
x = 12D3
x= 9
9)xD5 = 2
x = 2 . 5
x = 17
5)3x – 9 = 2x + 4
3x – 2x = 4 + 9
x = 12
H)7x – 2 + 9 = 17 + 5x
7x – 5x = 17 + 2 – 9
2x = 4
x = 4D2
x = 9
7)9(x + 3) = 1
9x + 12 = 1
9x = 1 –12
9x = F11
x = F11D9
4)x – 1D9 – x –3DH = 3
&&c (H.9) = 12
3(x – 1)D12 – 2(x – 3)D12 =
3HD12
3x – 3 – 2x + H = 3H
3x – 2x = 3H + 3 – H
x = 33
4