You are on page 1of 38

VITAMINAS

Prof
a
. Elaine R. Carbonero

Bioquímica II

Vitaminas
 VI TAMI NAS ÷ Compostos orgânicos, não relacionados
quimicamente, requeridas em pequenas quantidades a uma série de
funções bioquímicas e que, geralmente, não podem ser sintetizadas
pelo organismo
 CLASSIFICAÇÃO: Lipossolúveis e hidrossolúveis
 Lipossolúveis:
 Vitamina A (Retinol),
 Vitamina D (Colecalciferol),
 Vitamina E (Tocoferol)
 Vitamina K (Filoquinonas, Melaquinonas)

Hidrossolúveis:
 B1(Tiamina)
 B2 (Riboflavina)
 B6 (Piridoxina)
 B12 (Cobalamina)
 Vitamina C (Ácido Ascórbico)
 B3 (Niacina)
 Ácido Fólico
 Biotina
 Ácido Pantotênico
 Colina
 IMPORTÂNCIA BIOMÉDICA ÷ A ausência ou deficiência
relativa de vitamina na alimentação resulta em ESTADOS DE
DEFICIÊNCIA característicos, bem como DOENÇAS.

Beribéri- TIAMINA
Queilose, seborréia, glossite, fotofobia – RIBOFLAVINA
Pelagra – NIACINA
Neurite periférica – PIRIDOXINA
Anemia megaloblástica, anemia perniciosa – COBALAMINA
Escorbuto – ÁCIDO ASCÓRBICO

Vitaminas
Obs: A deficiência em uma única vitamina do COMPLEXO B é
rara ÷ ESTADOS MÚLTIPLOS DE DEFICIÊNCIA.
Vitaminas Lipossolúveis
VI TAMI NAS LI POSSOLÚVEI S

Derivados isoprênicos ·

Não podem ser sintetizadas em quantidades adequadas no
organismo
São absorvidas quando está ocorrendo uma absorção normal
de gorduras
 São transportadas no sangue ÷ Ligadas a lipoproteínas ou
Proteínas Ligadoras Específicas.
 FUNÇÕES:
¬ Vitamina A ÷ visão
¬ Vitamina D ÷ metabolismo do cálcio e fosfato
¬ Vitamina E ÷ antioxidante
¬ Vitamina K ÷ coagulação sanguínea
Vitaminas Lipossolúveis
A vitamina A, ou retinol, consiste em um composto
poliisoprenóide contendo um anel ciclohexenil
Formas ativas da vitamina A são: RETINOL, RETINAL
(RETINALDEÍDO) e ÁCIDO RETINÓICO.
VI TAMI NA A (RETI NOL)
|-caroteno dioxigenase
Vitaminas Lipossolúveis
FONTES:
Carotenóides: Vegetais verdes escuros e amarelos
 Retinol: Fígado, gema de ovo, leite integral e manteiga
FUNÇÃO:
Antioxidante ÷ Remoção de radicais livres ÷ + incidência de
doenças crônicas degenerativas (câncer), doenças cardiovasculares
etc...
 Sua principal função é participar do processo visual, embora atue
na manutenção das células da pele e das mucosas, bem como
no crescimento e diferenciação.
 Influencia o sistema imunológico ÷ essencial na manutenção de
resistência às infecções.
CARÊNCIA: DEFICIÊNCIAS LEVES de vitamina A
caracterizam-se por:
 Hiperqueratinose folicular (pele áspera queratinizada)
 Anemia
 Susceptibilidade aumentada a infecção e câncer
 Cegueira noturna
Vitaminas Lipossolúveis
DEFICIÊNCIA SEVERA da vitamina A:
 Queratinização progressiva da córnea do olho÷
XEROFTALMIA. Infecção geralmente se estabelece, resultando
em hemorragia no olho e perda permanente da visão.

 EXCESSO: Ingestão em excesso por períodos prolongados
pode ser tóxica. Os sintomas incluem:
 Dor nos ossos
 Dermatite escamosa
 Aumento do fígado e do baço
 Náusea e diarréia.

A maioria dos casos de toxicidade da vitamina A são causadas
por doses maciças de suplementos de vitamina A.
 Vitamina D3 (Colecalciferol) é um secosteróide no qual a
ligação carbono-carbono 9,10 do anel B do colesterol sofreu uma
fissão.
 Colecalciferol (D3) é produzido na pele por irradiação UV de
7-desidrocolesterol (intermediário da síntese de colesterol).
 VI TAMI NA D3 (COLECALCI FEROL)
Vitaminas Lipossolúveis
Vitaminas Lipossolúveis
LUZ SOLAR
1o, 25-di-
hidroxicolecalciferol
ou calcitriol ÷
forma
biologicamente
ativa da vitamina D
Vitaminas Lipossolúveis
Vitaminas Lipossolúveis
FUNÇÃO:
Regular a HOMEOSTASE DO CÁLCIO ÷ Formação de ossos e
dentes.
FONTES:
 Fontes dietéticas de colecalciferol (D
3
)

são: Peixes de água
salgada, fígado e gema de ovo.
 Leite, manteiga e outros alimentos são rotineiramente
enriquecidos com ergocalciferol (D
2
), preparado por irradiação de
ergosterol de levedura.
 Raquitismo ÷ caracteriza-se por formação contínua de matriz
osteóide e cartilagem que são inadequadamente mineralizadas,
resultando em ossos moles e flexíveis.
 Osteomalácia ÷ desmineralização de osso preexistente o torna
mais mole e susceptível à fratura.
DEFICIÊNCIA:
**Vitamina D possa reduzir o risco de certas doenças auto-imunes.
***Deficiências na dieta são muito raras e encontradas mais
frequentemente em:
 Grupos de baixa renda
 Idosos (devido mínima exposição ao sol)
 Vegetarianos estritos
 Alcoólatras crônicos.
A maioria dos casos de deficiência de vitamina D resulta de má
absorção de gorduras ou doença grave do rim ou do fígado. Certas
drogas (Corticosteróides) também interferem com o metabolismo da
vitamina D.
EXCESSO: Vitamina D pode ser tóxica em altas doses.
 Absorção aumentada de cálcio e reabsorção óssea causam
HIPERCALCEMIA ÷ CALCIFICAÇÃO METASTÁTICA
CÁLCIO SÉRICO alto ÷ HIPERCALCIÚRIA÷
CÁLCULOS RENAIS
Vitaminas Lipossolúveis
VI TAMI NA E (TOCOFEROL)
VITAMINA E ÷ vários compostos estreitamente relacionados,
chamados TOCOFERÓIS (alfa, beta, gama e delta) e
TOCOTRIENÓIS.
FUNÇÃO: ANTIOXIDANTES ÷ Efetivos em concentrações
elevadas de oxigênio ÷ concentrados em estruturas lipídicas expostas
a pressões parciais de oxigênio mais elevadas (membranas dos
eritrócitos, do trato respiratório e da retina)
o-tocoferol é o removedor mais potente de
espécies reativas de oxigênio
Vitaminas Lipossolúveis
FONTES:
 Germe de trigo, nozes, bem como os óleos de girassol, soja e
milho, constituem boa fonte de vitamina E.
EXCESSO: Vitamina E parece ser a menos tóxica das vitaminas
lipossolúveis
Obs: Altos níveis de vitamina podem potenciar os efeitos de
medicações que inibem coagulação do sangue, como DICUMAROL.
Vitaminas Lipossolúveis
VI TAMI NA K (MENAQUI NONA)
Vitamina K é encontrada naturalmente como K1
(fitilmenaquinona) em vegetais verdes, e K2
(multiprenilmenaquinona), que é sintetizada por bactérias
intestinais.
O corpo converte menaquinona sintética (menadiona) e vários
análogos solúveis em água em uma forma ativa de vitamina K.
FUNÇÃO:
 VITAMINA K ÷ conversão de resíduos de ÁCIDO
GLUTÂMICO em resíduos de ¸-CARBOXIGLUTÂMICO em
várias proteínas precursoras.
Grupos R carregados negativamente
Aspartato Glutamato
¸-CARBOXIGLUTAMATO
¬ PRÓ-TROMBINA
 FONTES:
Esta amplamente distribuída pela natureza, é encontrada em
abundância nas folhas verdes (espinafre, couve), repolho, ervilha,
soja, tomate e em alimentos de origem animal.
Vitaminas Lipossolúveis
DEFICIÊNCIA:
 Redução na capacidade de coagulação sanguínea, aumentando a
tendência as hemorragias

Obs: Como vitamina K é sintetizada por bactérias intestinais ÷
deficiências sejam raras

Deficiência ocorre comumente em:
Bebês recém-nascidos ÷ mães receberam terapia
anticonvulsivante.
 Pacientes com icterícia obstrutiva e doenças que levam a
severa má absorção de gordura
 Pacientes em terapia prolongada com ANTIBIÓTICOS.
Vitaminas Lipossolúveis
VI TAMI NAS HI DROSSOLÚVEI S

Raramente se acumulam em concentrações tóxicas ÷
Excesso excretados na urina ÷ Solubilidade em água

Seus depósitos são limitados (com exceção da cobalamina)

 Como vitaminas hidrossolúveis são coenzimas para muitas
reações bioquímicas comuns ÷ ensaiar o estado vitamínico
medindo-se uma ou mais atividades enzimáticas em eritrócitos
isolados

 A maior parte das vitaminas hidrossolúveis é convertida em
coenzimas, que são usadas em vias de GERAÇÃO DE
ENERGIA ou HEMATOPOIESE

Vitaminas Hidrossolúveis
Vitaminas Hidrossolúveis
 Deficiências das vitaminas que liberam energia produzem vários
sintomas sobrepostos e aparecem primeiro em tecidos de crescimento
rápido. Sintomas típicos incluem:
Dermatite
Glossite (edema e vermelhidão da língua)
Queilite (inflamação nos lábios)
Diarréia
Obs: Em muitos casos, o tecido nervoso também está envolvido
devido à sua alta demanda energética ou efeitos específicos da
vitamina. SINTOMAS NEUROLÓGICOS comuns incluem:
 Neuropatia periférica (formigamento dos nervos das
extremidades
Depressão
Confusão mental
Falta de coordenação motora
Indisposição
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
TI AMI NA (B1)
 Convertida em Tiamina Pirofosfato (TPP) e Tiamina Trifosfato
(TTP)
FUNÇÃO
 Tiamina Pirofosfato ÷ coenzima necessária para as reações
da piruvato desidrogenase e da o-cetoglutarato desidrogenase e
das enzimas TRANSCETOLASE e TRANSALDOLASE da VIA
DAS PENTOSES FOSFATO
 Tiamina Trifosfato ÷ Parece funcionar na transmissão de
impulsos nervosos
TPP (TIAMINA PIROFOSFATO)
Anel tiazólio
 FONTES:
Grãos de cereais não refinados e carnes constituem boas fontes da
vitamina.
**Café e chá contém substâncias que destroem tiamina
**Certos peixes crus contem a enzima tiaminase que destrói a
tiamina.

DEFICIÊNCIA:
 Deficiência leve: Perda de apetite, constipação, náusea,
depressão mental, neuropatia periférica, irritabilidade e fadiga.
 Deficiência moderadamente severa: Confusão mental,
ataxia (passo inseguro ao caminhar e incapacidade geral de
exercer controle fino das funções motoras) e oftalmoplegia (perda
da coordenação dos olhos) ÷ Síndrome Wernicke-Korsakoff
 Deficiência severa: BERIBERI÷ redução da função do
sistema nervoso central, que depende exclusivamente de glucose
para obtenção de energia.
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
RI BOFLAVI NA (B2)
 Riboflavina é o precursor de flavina adenina dinucleotídeo
(FAD) e flavina mononucleotídeo (FMN) ÷ Coenzimas envolvidas
em uma ampla variedade de reações redox essenciais para produção
de energia e respiração celular.
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
Anel isoaloxazina
Flavina Adenina Dinucleotídeo (FAD) e
Flavina Adenina Mononucleotídeo (FMN)
(Semiquinona) (totalmente reduzido)
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
FUNÇÃO
 FMN e FAD servem como grupamentos prostéticos de enzimas
oxidoredutases (ex: Succinato desidrogenase, acil-coA
desidrogenase, etc.), as quais são conhecidas como flavoproteínas
Riboflavina é também necessária para MOBILIZAÇÃO DE
FERRO, e deficiência de riboflavina pode contribuir para anemia
quando a ingestão de ferro é baixa
 FONTES:
Leite, carnes, ovos e produtos de cereais

DEFICIÊNCIA: bastantes raras ¬ Alcoólatras crônicos
Manifestá-se por lesões na língua, lábio, nariz e olhos, devido ao
impedimento da oxidação celular. Os sintomas incluem: Queilite
angular, fissura nos lábios (queilose), alteração na língua (glossite),
e dermatite escamosa (especialmente em torno das dobras
nasolabiais).
.
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
NI ACI NA (B3)
 Niacina é o nome genérico para ácido nicotínico e nicotinamida
Precursores das coenzimas de oxidação-redução NAD e NADP
NAD ou NADP
Adenina
NADH
(reduzido)
NADH
(Oxidado)
No NADP
+
este grupo –OH
está esterificado como fosfato
(reduzido)
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
FUNÇÃO
 NAD
+
e NADP
+
÷ Coenzimas de várias enzimas
desidrogenases (Ex: lactato desidrogenase, malato
desidrogenase). Estas coenzimas são aceptores de elétrons ou
doadores de hidrogênio em muitas reações redox e na respiração
celular.
 Ácido nicotínico ÷ é usado para baixar os níveis de LDL
colesterol e triacilgliceróis e aumentar os de HDL colesterol.
 FONTES:
Carnes, amendoins e outros legumes e cereais enriquecidos.
DEFICIÊNCIA:
PELAGRA ÷ doença causada pela falta de NIACINA ou do
aminoácido essencial TRIPTOFANO e conhecida por seus três
sintomas que começam com a letra D. São eles: DERMATITE,
DIARRÉIAS e DEMÊNCIA.
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
ÁCI DO PANTOTÊNI CO (B5)
 Ácido pantotênico é um componente da Coenzima A (CoA) e a
parte fosfopanteteína da Ácido Graxo Sintase
Grupo tiol reativo
COENZIMA A
Acetil-CoA
Ácido Pantotênico
|-Mercaptoetilamina
3´- Fosfoadenosina difosfato
Ribose 3´- Fosfato
Adenina
FUNÇÃO
 Necessário para metabolismo de gordura, proteína e
carboidrato via ciclo do ácido cítrico, e para síntese de ácidos
graxos e colesterol

FONTES:
Amplamente distribuído em alimentos naturais ÷ abundante em
tecidos de origem animal, nos grãos de cereais e em legumes

DEFICIÊNCIA:
Rara · Associada com deficiências de múltiplos nutrientes, tornando
assim difícil discernir os sintomas da deficiência de ácido pantotênico
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
BI OTI NA
 A BIOTINA constitui um derivado imidazol amplamente
distribuído nos alimentos naturais
FUNÇÃO
 Atua como coenzima de enzimas específicas que catalisam
reações de carboxilação (ex: piruvato carboxilase, acetil-CoA
carboxilase, propionil-CoA carboxilase)

FONTES:
Biotina ocorre em amendoim, chocolate e ovos e é sintetizada
por bactérias intestinais.

*** Clara de ovo contém uma proteína termolábil (avidina) que se
combina fortemente com a biotina, prevenindo sua absorção e
induzindo deficiência da vitamina (Consumo de ovos crus)
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
VI TAMI NA B
6

Vitamina B
6
÷

consiste de três derivados piridínicos
proximamente relacionados: PIRIDOXINA, PIRIDOXAMINA e
PIRIDOXAL, bem como de seus fosfatos correspondentes.
Destes, a piridoxina, piridoxal-fosfato e piridoxamina fosfato
constituem os principais representantes da vitamina na
alimentação.
Piridoxina, piridoxamina e piridoxal são eficientemente
convertidas em PIRIDOXAL FOSFATO
DEFICIÊNCIA:
Os sintomas de deficiência incluem depressão, alucinações,
dores musculares e dermatite
Vitaminas Hidrossolúveis Liberadoras de Energia
FUNÇÃO
 Piridoxal fosfato ÷ necessário para síntese, catabolismo e
interconversão de aminoácidos.
 Também é necessário para síntese de neurotransmissores
serotonina, norepinefrina, epinefrina e ¸-aminobutirato (GABA)
e para esfingolipídios, necessários para formação de mielina.
 Síntese de ácido ¸-aminolevulínico, um precursor do heme ÷
deficiência de vitamina B
6
ocasionalmente causam anemia
microcítica sideroblástica

FONTES:
Carnes, vegetais, grãos de cereais integrais, abacate, banana, e
gemas de ovo estão entre as fontes mais ricas.

DEFICIÊNCIA: Os problemas mais comuns são de pele, SNC,
além de lesões seborréicas nos olhos, nariz, boca e olhos,
acompanhada de glossite e estomatite.
Vitaminas Hidrossolúveis Hematopoiéticas
ÁCI DO FÓLI CO (FOLACI NA)
Folacina é o termo genérico para ácido fólico e substâncias
relacionadas que apresentam atividade de ácido fólico.
FUNÇÃO:
 Atua como uma coenzima no metabolismo dos aminoácidos,
na formação dos ácidos nucléicos, das hemácias e do tecido
nervoso. Ele tem uma ação específica na regeneração e na
maturidade das hemácias. É, pois, um fator indispensável do
equilíbrio na constituição do sangue e de seu bom funcionamento.
 Ácido fólico ajuda a combater o desenvolvimento do Mal de
Alzheimer.
FONTES:
Levedura, fígado, vegetais folhudos
Vitaminas Hidrossolúveis Hematopoiéticas
DEFICIÊNCIA:
A deficiência provoca a anemia megaloblástica e várias as
síndromes hemorrágicas
 Deficiência de folato parece estar associada com várias
formas de câncer, especialmente de câncer de cólon e cervical.

***Deficiência de folato é causada por ingestão inadequada,
necessidade aumentada, absorção deficiente, demanda
aumentada e metabolismo deficiente.

Anticonvulsivantes e contraceptivos orais podem interferir
com a absorção de folato, e anticonvulsivantes parecem
aumentar o catabolismo de folatos. Uso em longos prazos destas
drogas pode levar a deficiência de folato, a menos que
suplementação adequada seja oferecida.
Vitaminas Hidrossolúveis Hematopoiéticas
VI TAMI NA B
12
(Cobalamina)
A vitamina B
12
(Cobalamina) apresenta uma estrutura complexa
em anel (anel corina), similar ao anel porfirina, ao qual está
adicionado um íon cobalto em seu centro.





Vitaminas Hidrossolúveis Hematopoiéticas
FUNÇÃO: Importante sua presença na medula óssea para
produção de hemácias. Indispensáveis no metabolismo de todas as
células, principalmente as do trato intestinal e tecido nervoso,
também está relacionado com o crescimento.
FONTES:
Alimentos ricos em proteínas como, leite, ovos, peixes,
queijos, carnes, especialmente músculo. A B12 só é encontrada
em alimentos de ORIGEM ANIMAL.
DEFICIÊNCIA:
Anemia perniciosa ÷ motivo pelo qual ela é conhecida como
antianêmica. Sua carência é mais comum em pessoas idosas.

*** Como o fígado armazena um suprimento de vitamina B12
para até 6 anos, deficiências de vitamina B12 são raras, exceto
em pessoas idosas que produzem fator intrínseco e/ou HCl
insuficiente no estômago, pacientes com doenças severas de má
absorção e em vegetarianos de longo prazo.
Vitaminas Hidrossolúveis
VI TAMI NA C (Ácido Ascórbico)
 Vitamina C ou ácido ascórbico é um cofator de oxidações de
função mista envolvidas na hidroxilação de lisina e prolina,
síntese de carnitina e síntese de norepinefrina.
 FUNÇÃO:
 Necessária para manutenção do tecido conjuntivo normal e
para cicatrização.
 Também é necessária para a formação de osso, uma vez
que a matriz orgânica do tecido ósseo consiste em grande
parte de colágeno.
 Colágeno ÷ Componente da substância fundamental que
envolve as paredes capilares, de modo que deficiência de
vitamina C causa fragilidade capilar
 A absorção de ferro ÷ | presença de vitamina C.

Vitaminas Hidrossolúveis
FONTES:
Vegetais crus, acerola, caju, frutas cítricas (laranja, tangerina,
limão), pimentão, repolho.
DEFICIÊNCIA:

Os sintomas de DEFICIÊNCIA LEVE DE VITAMINA C
incluem a Flagilidade capilar ÷ facilidade de esfolar e formar
petéquias (pequenas hemorragias puntuais na pele) e diminui a
imuno-competência.
ESCORBUTO, uma forma mais SEVERA DE DEFICIÊNCIA,
está associado com:
 Cicatrização deficiente
Osteoporose
Hemorragia
Anemia ÷ resulta da extensa hemorragia acoplada a defeitos na
absorção de ferro e no metabolismo do folato.
Fumar causa níveis séricos mais baixos de vitamina C.
Aspirina parece bloquear captação de vitamina C por glóbulos
brancos.
Contraceptivos orais e corticosteróides também reduzem os
níveis séricos de vitamina C.

*** O uso de megadoses de vitamina C para evitar e curar o
resfriado comum tem geralmente considerável controvérsia.
Vitaminas
VITAMINAS
Hidrossolúveis Lipossolúveis
Não do Complexo B
Vitamina A (retinol, |-caroteno)
Vitamina D (colecalciferol)
Vitamina K (filoquinonas,
menaquinonas)
Vitamina E (tocoferóis)
Complexo B
Hematopoiéticas
Ácido fólico
Cobalamina
(Vitamina B
12
)
Outras
Vitamina B
6
(Piridoxamina, Piridoxal e Piridoxina)
Piridoxal
Piridoxamina
Metabolismo
energético
Tiamina (vitamina B
1
)
Riboflavina (vitamina B
2
)
Niacina (vitamina B
3
)
Biotina
Ácido pantotênico (vitamina B5)

Ácido ascórbico
Vitamina C
Piridoxina