You are on page 1of 2

“É NECESSÁRIO QUE ELE CRESÇA E EU DIMINUA”.

João 3.30
Certa vez um jovem chinês que morava nas montanhas foi para o norte guerrear por
seu povo. Encontrou em seu caminho um velho sábio, que lhe perguntou: Para onde vai meu
jovem? O jovem lhe respondeu, vou para o norte batalhar e vencer por meu povo. O velho
disse: como sabes que vais vencer?
O jovem respondeu, porque sou jovem, forte, rápido, saudável e me preparei durante
muitos anos para esta batalha.
O velho lhe disse você não vencerá. Retrucou o jovem como sabes?
Respondeu o velho você saberá em breve…
A única esperança de glória que podemos ter é Cristo vivendo em nós, um dos nossos
problemas é querer fazer a obra de Deus como subterfúgio para demonstração de nossas
habilidades próprias, isso nunca vai dar certo. Deus não da sua gloria para ninguém,
precisamos entender: Somos escravos de orelhas furadas que entenderam que seu Senhor é
bom e o servem de livre e espontânea vontade não são mais donos da direção de sua vida, E
dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz,
e siga-me. [Lucas 9. 23]. Ir após Jesus implica em autonegação.
Dizer não a nós mesmos é fruto de amadurecimento. Desde que nascemos somos
ensinados a querer o controle, o lucro a direção; Queremos conquistar, alcançar, ter. Em
certos aspectos temos sim que ser aguerridos determinados para vencer batalhas derrubar
gigantes… Porém nossa essência central deve ser um espírito rendido ao espírito de Deus à
vontade do Mestre não a nossa. Jesus disse a respeito de João Batista, ele é o maior nascido de
mulher. Quem não deseja ter um currículo desse dado pelo rei dos reis? O grande e eterno
Jesus Cristo. Porém esse João foi o mesmo que disse: Este é aquele que vem após mim, que é
antes de mim, do qual eu não sou digno de desatar a correia da alparca. [João 1. 27]. João
não disse essa linda frase para impressionar ninguém, ele disse por que realmente não era
digno de desatar a sandálias de Jesus, por isso foi exaltado pelo mestre, lembra-se da velha e
atual regra?
Aquele que se humilhar será exaltado, não aquele que for humilhado sim àquele que
se humilhar.
João foi forjado no deserto vivendo na escassez se alimentando de gafanhotos e mel
silvestre, uma admirável vida exemplo prático do que é honrar a Cristo. Homem que viveu
verdadeiramente com seu rosto ao chão ante ao brilho inconfundível da luz de Deus. Muitos
de nós começamos com a motivação certa querer fazer para Deus, porém nos perdemos
quando achamos que sabemos o caminho.
Ao final nos preparamos, estudamos, vivenciamos e agora podemos fazer. Jamais
poderemos fazer alguma coisa para Deus, sempre ele fará através de nós, nossa posição deve
ser diminuir sempre para que Ele cresça em nós. Enquanto não entendermos isso não passará
de um isqueiro sem gás, tendo quase tudo para gerar fogo, faltando, entretanto o principal
que é o combustível o grande responsável pela combustão. Cristo é o gás o combustível, ou
seja, tudo de bom e pertinente que há em nós.
Quer saber por que o jovem chinês não venceu a batalha?
… dias depois o jovem chinês voltou triste seu caminho e se deparou novamente com o velho
sábio e disse: Velho sábio não venci a batalha; o velho respondeu: realmente meu jovem você
foi para o norte, porém a batalha era no sul, você tinha tudo porém foi para o lugar errado.
Muitos de nós somos como o jovem chinês tem tudo, porém estão caminhando na direção
errada. Se não entregarmos a direção de nossa vida a Deus corremos o serio risco de chegar a
lugar nenhum, somente Ele o grande Eu sou pode nos conduzir na direção correta realizando
em nós e através de nós admiráveis obras como fez na vida de João Batista.
Importa Que Ele Cresça e Eu Diminua

Related Interests