You are on page 1of 24

Empreendedores do Brasil

Acadêmicos: Ariel Albino
Beatriz Santos
Crislaine Crescêncio
Ideias
 Todos sonham em ter uma
ideia inovadora para mudar a
vida!
 O Luciano dos Santos vende
água de coco em Lagos – Rio
de Janeiro.
 Ele prioriza produto de
qualidade, bom atendimento e
uma algo que ninguém havia
pensando antes: sashimi de
coco.
 Arnaldo Barcelos começou apenas vendendo peixe na
feira em Niterói – Rio de Janeiro.
 Ele começou uma degustação de sashimi na sua barraca
da feira.
 A ideia dei tão certo, que hoje ele não faz mais
degustação e sim vende sashimi, tendo uma equipe de 12
pessoas para fazê-lo.
 O faturamento de Arnaldo após essa ideia aumentou em
80%.
 Valdir vende pipocas no Anel Central em Curitiba
 Quando Valdir conseguiu a autorização para vender
pipoca, ele fez uma pesquisa sobre o mercado de
pipoqueiros.
 Ele fez tanto sucesso que já deu mais de 100 palestras
sobre a ‘Pipoca do Valdir’.
 Em Marília, Toshio Hito
sonhava em ser um grande
publicitário.
 Ele decidiu inovar e vender
pipocas com diversas cores
misturadas.
 No início não deu certo, mas
ele melhorou o que tinha
errado.
Marcelo Freitas
Assistindo todos os dias a funcionária da padaria jogar óleo
de cozinha pelo ralo, o gerente de um supermercado,
Marcelo Freitas, achou uma solução para dar destino
correto ao óleo usado, e que ainda trouxe benefício
financeiro. “Eu já conhecia esta tecnologia há muito tempo
e um dia esta ideia veio a cabeça, então resolvi testá-la”,
recorda.
Se ia dar certo ele
ainda não sabia mas
pessoas que nascem
para fazer o diferencial,
não temem um possível
revés.
Marcelo arquitetou o projeto com uma missão: transformar o
óleo de cozinha em biodiesel. “Eu sabia que o óleo in natura
(Nunca utilizado) poderia ser transformado em diesel”, revela
Marcelo. O desafio então estava lançado, descobrir se era
possível transformar produzir diesel e dar um destino correto
ao óleo de fritura.
“Eu possuo um laboratório em casa, e com meu próprio
conhecimento, fui elaborando o projeto de reutilizar o óleo
usado”, conta. A ideia simples saiu do papel, e em casa ele
montou uma máquina capaz de separar a glicerina, um
composto orgânico, do óleo, o que resultaria no biodiesel.
Apesar de não ter inventado algo, Marcelo pode ser
considerado visionário. De uma ideia simples, a colocou em
prática e hoje economiza. A bordo de uma caminhoneta S10,
ele deixou de gastar até R$ 500,00 por mês. Desde que fez a
máquina, há dois anos, já economizou em média R$
12.000,00 em combustível.
Freitas reaproveita o óleo utilizado no supermercado dele,
transformando-o em combustível para usar numa
caminhonete. “Por onde passo todos já me conhecem,
porque o cheiro que sai do cano da descarga é de pastel”,
relata.
Adepto ao consumo
sustentável, Marcelo também
possui uma máquina para
imprensar o material reciclável
produzido pela sua empresa,
vendendo-o posteriormente.
“Faço isso porque sei da
importância da separação do
lixo. Na minha empresa só vai
para o lixo o que é rejeito e
não tem mais nada para se
fazer com ele”, destaca o
empresário.
A vendedora de Meias
A Janela da Namoradeira
Mulheres Empreendedoras