You are on page 1of 13

A INTEGRAÇÃO DO PROCESSO DE AUTO-

AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR NO


CONTEXTO DA ESCOLA / AGRUPAMENTO
O Papel e Mais Valias da Auto-
Auto-
Avaliação da BE

As bibliotecas enfrentam, no novo contexto


da sociedade de informação e na sua
relação com a escola, novos desafios que
obrigam à redefinição de práticas e à sua
integração na estratégia de ensino-
ensino-
aprendizagem da escola.
Biblioteca Escolar/Escola

 A Biblioteca Escolar é agora:


- Espaço privilegiado de conhecimento e
aprendizagem.
- Instrumento essencial ao desenvolvimento
dos currículos.
- Recurso fundamental para o
desenvolvimento das várias literacias.
- Importante contributo para o sucesso
educativo.
Avaliação e Qualidade
Diversos estudos relacionam o trabalho das bibliotecas
escolares com o currículo e com as aprendizagem.
São identificados como factores críticos de sucesso:
sucesso:
- a existência de um professor bibliotecário;
- adequação do trabalho da BE aos objectivos educativos e
ao sucesso dos alunos ;
- desenvolvimento sistemático de formação e apoio no
âmbito das literacias críticas (professores e alunos);
- Disponibilização de uma colecção rica em literatura e em
programas de leitura,
- Estrutura tecnológica integrada como suporte das
actividades de ensino-
ensino-aprendizagem;
- Um papel de liderança.
O processo de auto-
auto-avaliação no
contexto da escola/agrupamento

O processo de auto-
auto-avaliação deve enquadrar
enquadrar--se no
contexto da escola e ter em conta as diferentes
estruturas pedagógicas
A escolha do domínio a avaliar deve partir do professor
bibliotecário/equipa.
Deve resultar de uma decisão fundamentada e que deve
ser justificada junto dos órgãos executivos e de decisão
pedagógica.
Deve ser discutida com a Direcção e ser determinada pelas
prioridades e restantes processos existentes na escola.
Auto--Avaliação da BE
Auto

 Como demonstrar o contributo e o impacto da


BE nas aprendizagens e a eficiência dos seu
serviços?

Através de:
-Recolha de evidências
-Análise da informação recolhida
-Divulgação dos resultados da acção da BE

 Implementação do processo de auto-


auto-avaliação
Objectivos da Auto-
Auto-Avaliação
A auto-
auto-avaliação da BE permite:
 Contribuir para a afirmação e reconhecimento do seu
papel.
 Determinar o grau de consecução da sua missão e
objectivos.
 Aferir qualidade e eficácia dos serviços e a satisfação
dos utilizadores.
 Identificar pontos fortes e pontos fracos melhorar.
 Ajustar continuamente as práticas com vista à melhoria
dos resultados.
 Conhecer o desempenho para se poder perspectivar o
futuro ponto.
Objectivos da Auto-
Auto-Avaliação
Implicações do processo:

 Aferição da qualidade e eficiência da


Biblioteca Escolar e não do desempenho
individual do coordenador e elementos da
equipa.
 Envolvimento de toda a comunidade
escolar.
 Procura de melhoria através da acção
colectiva.
Envolvimento dos utilizadores

Toda a comunidade escolar é chamada a


participar no processo
Alunos:
- questionários, entrevistas, grelhas de observação.

Encarregados de Educação:
- questionários, entrevistas.
Envolvimento:

Toda a comunidade escolar é convidada a


participar no processo

Conselho Pedagógico
- Análise do relatório; recomendações.
Direcção
- Acompanhar e coadjuvar todo o processo.
Integração dos resultados na auto-
auto-
avaliação da escola

Avaliação da BE estabelece ligações com a avaliação


da escola:
-Uma síntese do relatório de avaliação da BE deve
integrar o relatório da escola. Deste modo, a
avaliação externa da escola pela Inspecção poderá
avaliar o impacto da BE na escola, mencionando-
mencionando-a no
relatório final de avaliação da escola.

NOTA: todo o processo requer a ética subjacente a


estes processos, nomeadamente a isenção.
Divulgação dos resultados da avaliação

-A comunicação dos resultados da avaliação


deve ser feita através dos diferentes canais
de comunicação da BE com o exterior (página
web da escola e da BE).

- O relatório de auto-
auto-avaliação deve ser
discutido e aprovado em Conselho
Pedagógico, bem como o plano de melhoria
que vier a ser delineado.
Bibliografia:

 Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares


– Modelo de Auto-
Auto-Avaliação das
Bibliotecas Escolares
 Texto da sessão, disponibilizado na
plataforma
 Johnson, Doug (2005) “Getting the most
from your school library media program”