FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Introduzindo o SQL Server Management Studio
O SQL Server 2005 Management Studio (SSMS) é uma ferramenta necessária para o desenvolvimento e administração de banco de dados no SQL Server 2005. É uma ferramenta que utiliza o pacote do Microsoft Visual Studio como base para propiciar ao usuário uma interface gráfica de administração de bancos relacionais do SQL Server 2005 e de outros serviços disponibilizados com as diferentes versões deste produto. O SSMS substitui o SQL Server 200 Enterprise Manager, o SQL Server 2000 Query Analyser, SQL Server 2000 Profiler, SQL Server 2000 Analysis Manager, SQL Server 2000 MDX Sample Application além de disponibilizar novas características tais como possibilidade de criação e execução de consultas XML/A (XML for Analysis Specification) e outros comandos XML. Este primeiro módulo irá auxiliar no entendimento do uso do SSMS e do uso das suas novas características. O módulo evitará ao máximo a comparação entre esta nova ferramenta e a utilizada na versão anterior do SQL Server 2005.

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

4

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Inicializando o SQL Server Management Studio
1. Clicar em Iniciar e depois em Programas, Microsoft SQL Server 2005 e finalmente em SQL Server Management Studio (ver figura 1.1).

(Figura 1.1)

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

5

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

O SSMS irá inicializar e um formulário com opções de conexão irá se abrir possibilitando a escolha do serviço a que se deseja conectar e as formas disponíveis de autenticação.

(Figura 1.2)

Server Type.

Observe os tipos de servidores disponíveis para conexão com o SSMS na caixa de seleção

Os servidores disponíveis são os do tipo: • • • • • Database Engine Analysis Services 2005 Reporting Services SQL Server Compact Edition Integration Services (antigo DTS)

Conectando a um servidor de banco de dados SQL Server 2005
1. No formulário de conexão selecione o Server Type do tipo Database Engine 2. Selecione ou digite o Server Name. 3. Selecione o modo de autenticação de acordo com o definido pelo seu administrador de banco de dados. 3.1. Authentication do tipo Windows Authentication significa que a conexão será feita através do uso das suas credenciais de logon no Windows. 3.2. Authentication do tipo SQL Server Authentication significa que a conexão será feita através do uso de um usuário e senha específicos do banco de dados. 4. Selecione a opção que melhor convier e clique em Connect para acessar o banco relacional.

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

6

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

O SSMS depois de conectado a um servidor apresenta uma interface análoga ao do Windows Explorer. A navegação é realizada através de uma árvore de objetos apresentada no Object Explorer e o detalhamento dos mesmos na área denominada por Object Explorer Details.

(Figura 1.3) O Object Explorer apresenta os componentes pertencentes ao serviço ao qual se está conectado. A figura 1.3 mostra os componentes pertencentes ao serviço do SQL Server 2005. A figura 1.4 mostra outros servidores do SQL Server 2005 e as diferenças entre os componentes de cada serviço dentro de uma única instância do SSMS. Essa unificação possibilita o desenvolvimento e administração de diferentes projetos e produtos dentro de uma interface única.

(Figura 1.4)

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

7

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Registrando servidores
O SSMS possibilita a conexão a diferentes servidores e serviços como visto no tópico anterior. É possível registrar diversos servidores de diferentes serviços para que não seja necessário que a todo o momento o administrador ou desenvolvedor tenha de lembrar o nome correta de servidor A ou B. Através do registro de servidores é possível organizar os mesmos em diferentes contextos, como por exemplo, servidores de Desenvolvimento, Homologação e Produção. Visualizando os servidores registrados no SSMS. 1. No SSMS clique em View na barra de ferramentas. 2. Clique em Registered Server. Uma nova janela se abrirá no ambiente do SSMS mostrando os servidores registrados. Normalmente aparece o servidor local quando conectado direto no mesmo conforme mostra a figura 1.5.

(Figura 1.5)

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

8

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

O registro de um novo servidor é feito conforme os seguintes passos. 1. Em Registered Server clique com o botão direito sobre Database Engine, selecione New e Server Registration. 2. Na janela New Server Registration informe o nome do servidor, o tipo de autenticação e opcionalmente modifique o nome de servidor que irá aparecer na janela de servidores registrados e coloque uma descrição do mesmo. Isso serve mais para efeitos de documentação.

(Figura 1.6)

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

9

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

É possível alterar algumas propriedades de conexão clicando na aba Connection Properties. Nesta aba é possível indicar em qual database a conexão irá abrir, o tipo de protocolo de rede o tamanho do pacote de rede, tempo de timeout da conexão e de comandos e uma opção de encriptação da conexão. A figura 1.7 mostra essa tela.

(Figura 1.7) 3. Clique em Test para validar a conexão. 4. Clique em Save para finalizar o registro do servidor. Observe que o servidor pode estar registrado mais de uma vez, porém para bases diferentes.

(Figura 1.8)

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

10

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Explorando os Objetos
O SSMS permite que sejam explorados os objetos de um servidor clicando sobre os mesmos e observando seus detalhes. A figura 1.9 apresenta os objetos existentes no SQL Server 2005.

(Figura 1.9) Os objetos disponíveis para visualização estão descritos a seguir. •

Databases: Pasta onde estão todas as bases relacionais do servidor. Nesta pasta ainda é

possível visualizar outras duas pastas que armazenam as bases de dados do sistema SQL Server 2005 (System Databases) e os Snapshots dos banco do servidor (Database Snapshots).

• •

Security: Pasta onde são encontrados os Logins, as Roles e as Credentials. Server Objects: Pasta onde são encontrados as configurações de Backup Devices, Endpoints (onde se pode visualizar o espelhamento de bancos, o Service Broker, configurações SOAP e TSQL), Linked Server e Triggers de servidor.
Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

11

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

• •

Replication: Pasta onde estão armazenadas as informações de replicação de bancos. Management: Pasta onde podem ser encontrados os Logs de atividade do servidor, configurações de email, DTC, Full Text Search e informações de versões anteriores do
SQL Server (DTS e SQL Mail). o

Legacy: através desta característica é possível acessar e importar pacotes DTS de
servidores SQL Server 2000.

Notification Services: Informações sobre instâncias e versões do serviço Notification Services do SQL Server 2005.

Observe que o nível de acesso é diferente para os tipos de objetos que se deseja acessar. Por exemplo, um usuário que não tem direitos administrativos conseguirá acessar e visualizar alguns Logins de usuários no servidor, mas não poderá alterar nenhum deles. Usuários que não tenham acesso à base MSDB não poderão visualizar os pacotes DTS do SQL Server 2000 na pasta Legacy apresentada anteriormente.

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

12

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Alterando as Opções do Ambiente
As alterações das configurações do ambiente são feitas através do seguinte procedimento. 1. No SSMS clicar em Tools 2. Clicar em Options. A tela de configurações será aberta conforme mostra a figura 1.10.

(Figura 1.10) As configurações que podem ser alteradas estão descritas a seguir. •

Environment: apresenta as configurações de ambiente do SSMS.
o o

General: idem ao item pai. Fonts and Colors: possibilita a modificação do estilo de fontes e cores para as diferentes programações que podem ser realizadas no SSMS. Keyboard: possibilita a configuração de teclas de atalhos para diferentes
procedimentos.

o

o

Help: Possibilita a configuração de como o Help será usado. Interno ou externo ao ambiente e também se deve ser usado o Help local ou se deve ser acessado o Help Online através da web.

• •

Source Control: Possibilita a integração com um servidor do tipo SourceSafe. Text Editor: Possibilita a configuração do editor de scripts do SSMS
Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

13

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

o

File Extension: Possibilita a configuração de como o SSMS deve agir quando um arquivo com determinada extensão é aberto. Permite definir qual o editor que deve ser usado quando um arquivo com uma extensão não definida é aberto. All Languages: Define as configurações padrão para todas as linguagens de scripts que serão abertas no SSMS. Plain Text: Define as configurações para scripts de texto. XML: Define as configurações para arquivos e scripts XML.

o

o o •

Query Execution: Possibilita alterar as configurações de execução de script para o SQL Server e para o Analysis Services. Algumas configurações são novas, por exemplo, o tempo máximo de execução de consultas no servidor OLAP definido em Execution Timeout clicando em Analysis Services. Query Results: Possibilita a configuração de visualização dos resultados das consultas
realizadas contra o SQL Server e contra o Analysis Services. Neste ponto o SSMS é muito parecido com o SQL Server 2000 Query Analyser. A novidade é que consultas contra o servidor OLAP agora são realizadas pelo SSMS.

Scripting: Possibilita a alteração de configuração para a geração de scripts de objetos dos serviços que estão sendo acessados. É possível, por exemplo, gerar scripts de bancos SQL Server 2005 para versões do SQL Server 2000 através da mudança do parâmetro Script for server version nas opções General Scripting Options.

(Figura 1.11) •

Designers: Possibilita alterar as configurações padrão dos ambientes de desenvolvimento, tais como Timeout, valores nulos em campos em chaves primárias, diferenças e tabelas afetadas durante alguma alteração. Alterar a forma de apresentação de planos de manutenção.
Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

14

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

o

Analysis Services Designers: Esta nova configuração possibilita a mudança de configurações de Timeout e também a mudança no esquema de cores de visualização de modelos de mineração de dados, conforme mostra a figura 1.12.

(Figura 1.12)

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

15

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Configurando Teclas de Atalho
É possível configurar uma série de atalhos para procedimentos através da utilização de uma combinação de teclas. As mais conhecidas são: •

ALT + F1 = SP_HELP: dependendo do objeto selecionado ele mostra uma série de
informações de ajuda do objeto. Exemplo: Visualizando o help sobre uma tabela utilizando uma tecla de atalho.

1. 2. 3. 4. 5. 6.

No SSMS no Object Explorer expanda o servidor registrado (________________). Expanda a pasta Databases (______________________). Expanda a pasta Tables. Clique com o botão direito do mouse sobre a tabela (__________) que deseja ver o help. No menu suspenso selecione Script Table as, e SELECT to e New Query Window. Na área de edição será aberto comando SELECT da tabela. Selecione todo o nome da tabela. 7. Aperte as teclas ALT + F1 e aguarde o resultado do comando SP_HELP. 8. Serão apresentados todas as informações da tabela selecionada no item quatro. Configurando novas teclas de atalho.

1. No SSMS clique em Tools e depois em Options. 2. Selecione Environment e depois Keyboard. 3. Na tela de configuração no Shortcuts para a combinação de teclas CTRL + F1 digite SP_WHO2 ‘ACTIVE’ na caixa de texto das Stored Procedures. 4. Clique em OK. 5. Na tela principal do SSMS clique em New Query. 6. Clique na área de edição. 7. Aperte as teclas CTRL + F1. Serão mostrados os processos ATIVOS que estão rodando no servidor.

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

16

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

A figura 1.13 mostra a tela de configuração com o atalho já especificado.

(Figura 1.13) Outras combinações que são interessantes de configurar com teclas de atalho são: • • • DBCC SQLPERF(LOGSPACE): Mostra o quanto de espaço está sendo usado dos logs de transação das bases no servidor. SP_HELPDB <base> (nome da base opcional): Mostra informações da todas as bases do servidor ou uma específica. Outras Stored Procedures criadas pelo próprio administrador do servidor.

Ainda é possível especificar diferentes esquemas de teclas para versões do SQL Server 2005 e SQL Server 2000.

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

17

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Configurando as opções de inicialização
As opções de inicialização podem facilitar algumas tarefas diárias do administrador do banco ou desenvolvedor. Essas opções são alteradas clicando em Tools e depois em Options. SSMS. 1. 2. 3. 4. O administrador ou desenvolvedor pode escolher entre quatro opções de inicialização do Open Open Open Open Object Explorer New Query Window Object Explorer and New Query Empty Environment

A figura 1.14 mostra a tela de configuração.

(Figura 1.14) É possível alterar as opções de visualizar, ou não visualizar, os objetos (tabelas, stored procedures, views,...) de sistema. Definir se o layout deve ser com abas de tabulação ou o padrão do Visual Studio, o tipo de comportamento para as janelas e número de arquivos recentemente utilizados.

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

18

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Visualizando Relatórios
O SSMS apresenta um aprimoramento dos relatórios que podem ser feitos sobre bancos, tabelas, stored procedures e processos rodando no servidor. O SSMS habilita uma série de relatórios padronizados que fornecem diversas informações úteis ao administrador de banco de dados ou desenvolvedor. Alguns deles são descritos a seguir. Logo em seguida serão descritos os passos para visualizar os mesmos. Esses relatórios só funcionam para versões do SQL Server 2005. Relatórios padrão do Servidor

(Figura 1.15)

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

19

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Relatórios padrão sobre um Banco de Dados:

(Figura 1.16) Relatórios padrão para a área de gerenciamento do servidor:

(Figura 1.17) Existem outros relatórios padronizados que podem ser usados para o Notification Services e ainda é possível criar relatórios customizados utilizando o Visual Studio e o Reporting Services. A Microsoft disponibiliza outros relatórios para download e uso, alguns deles estão nos links apresentados a seguir: Microsoft SQL Server 2005 Tools and Utilities http://technet.microsoft.com/en-us/sqlserver/bb331716.aspx Microsoft SQL Server 2005 Performance Dashboard http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?familyid=1d3a4a0d-7e0c-4730-8204e419218c1efc&displaylang=en

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

20

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Visualizando o relatório do servidor. 1. No SSMS, clique com o botão direito do mouse sobre o nome do servidor. 2. No menu suspenso navegue até Reports, Standard Reports, e selecione Server Dashboard. 3. A janela com o relatório abrirá ao lado do Object Explorer. Exemplo: Relatório padrão para visualização de Consumo de Memória. Observe que se o usuário não tiver direito de execução de algum comando administrativo, alguma parte do relatório não será apresentado como mostra o texto em vermelho.

(Figura 1.18)

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

21

FACTDATA - Business Intelligence & Data Warehouse

Anotações e Dúvidas

Todos os direitos reservados a FACTDATA – Business Intelligence & Data Warehouse

22