You are on page 1of 42

Prof.

: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Sistemas de Freios
Dimensionamento de um sistema de freio.
Para veiculo passageiros (M1)
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Sistemas de Freios
Dimensionamento de um sistema de freio – veiculo passageiro (M1)
Parâmetros para determinação do sistema de freios
Folha de dados do veiculo (Data Sheet)
Considerações iniciais do sistema de freios
Tabela do requisitos de dados
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Sistemas de Freios
1 - Determinação da Necessidade da Vál vula de Corte
2 – Cálcul o do Balanceamento Ideal
3 – Torque de Frenagem requeri do por Frei o
Estudo do pior caso
Característi cas do frei o di anteiro
Característi cas do frei o traseiro
Característi cas do frei o estaci onamento
Característi cas do servo frei o
Característi cas do cili ndro mestre
4 - Cál cul o da Frenagem Di anteira Ideal
5 - Cál cul o da Frenagem Traseira Ideal
6 - Cál cul o da Força de Retardamento Dianteiro
7 - Cál cul o da Força de Retardamento Traseiro
8 - Cál cul o da Pressão de Linha Efeti va na Dianteira
9 - Cál cul o da Pressão de Linha Efeti va na Traseira
10 - Cálculo do Torque Requerido na Dianteira
11 - Cálculo do Torque Requerido na Traseira
12 - Cálculo da Frenagem Real Dianteira
13 - Cálculo da Frenagem Real Traseira
14 - Cálculo da Carga na Pastil ha Dianteira
15 - Cálculo da Carga na Pastil ha Traseira
16 - Cálculo da Potência Dissi pada na Pastilha Dianteira
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Sistemas de Freios
17 - Cálculo da Potência Dissi pada na Pastilha Traseira
18 - Cálculo do Crescimento da temperatura na Pasti lha Dianteira
19 - Cálculo do Crescimento da temperatura na Pasti lha Traseira
20 - Análi se da di stri buição das forças de frenagem
- Traseiro(carregado)
–Descarregado
- Dianteiro (carregado)
- Descarregado
21 - Pri nci pais características do pedal de frei o
22- Característi cas do sistema de corte em superfíci e de coefici ente de atrito 0,87
23 - Frenagem à 0,87g, Vel ocidade Máxima e Veícul o Carregado
parâmetros
24 - Frenagem à 0,87g, Vel ocidade Máxima e Veícul o Carregado
distanci a de parada
25 - Vál vula de Corte
26 - Resumo da performance dos freios
27 - Gráficos utili zados no dimensionamento
28 - Curva com a relação entre a pressão de l inha no frei o dianteiro e o traseiro
29 - Curva de utili zação de aderência
30 - Gráfico EEC 75/524 Veículo Descarregado
31 - Gráfico EEC 75/524 Veículo Carregado
32 - Gráfico Esforço no Pedal x Desaceleração
33 - Gráfico Pressão na linha diantei ra pel a desaceleração
34 - Gráfico Pressão na Linha Dianteira x Curso do Pedal
35 - Gráfico Esforço x Curso no Pedal
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Parâmetros para determinação do sistema de freios
Dimensionamento de um sistema de freio – veiculo passageiro (M1)
Folha de dados do veiculo (Data Sheet)
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Parâmetros para determinação do sistema de freios
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
Considerações iniciais do sistema de freios
Verifica-se a necessidade de um sistema de freios eficiente, com rápida dissipação de
calor, devido a sua severa solicitação e com um certo nível de conforto. Com base nesses
dados, a escolha dos freios é feita conforme regulamentos da “EEC”71/320, caracterizando
o veículo da seguinte maneira:
• Categoria: M1
• Veículo tendo pelo menos 4 rodas e utilizado para até 8 passageiros além do motorista
Limites de desaceleração e esforço no pedal:
• Desaceleração de serviço: 0,87g
• Desaceleração secundária: 0,30g
• Máximo esforço no pedal: 489 N (para desaceleração de 0,87g)
• Esforço máximo para o freio de estacionamento: 391 N (acionamento manual)
Baseado nestes valores exigidos concluímos que a seguinte configuração seria ideal:
• Freio à disco tipo ventilado com cáliper tipo flutuante (Dianteira)
• Freio à disco tipo sólidos com cáliper tipo flutuante (Traseira)
• Cilindro Mestre duplo
• Servo assistido
• Válvula reguladora de pressão para os freios traseiros
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Parâmetros para determinação do sistema de freios
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
1 - Determinação da Necessidade da Válvula de Corte
Veículo Carregado:
( )












− − = ) 80 * * 3115 , 1 100 %
WB
H
WT BD Min
CGL
RL L
( )












− − = ) 80 *
2600
616
47 * 3115 , 1 100 %
L
BD Min
% 31 , 57 % =
L
BD Min
( ) 40 * * 4545 , 1 %






+ =
WB
H
WT BD Max
CGL
FL L
( ) 40 *
2600
616
53 * 4545 , 1 %






+ =
L
BD Max % 56 , 86 % =
L
BD Max
=
=
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
1 - Determinação da Necessidade da Válvula de Corte
Veículo Vazio:
( )












− − = ) 80 * * 3115 , 1 100 %
WB
H
WT BD Min
CGDO
RDO DO
( )












− − = ) 80 *
2600
586
38 * 3115 , 1 100 %
DO
BD Min
% 06 , 68 % =
L
BD Min
( ) 40 * * 4545 , 1 %






+ =
WB
H
WT BD Max
CGDO
FDO DO
( ) 40 *
2600
586
62 * 4545 , 1 %






+ =
DO
BD Max
% 19 , 99 % =
L
BD Max
=
=
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
1 - Determinação da Necessidade da Válvula de Corte
Mínimo e máximo balanceamento dianteiro
Como o menor máximo é maior que o maior mínimo, o sistema de freios não necessitaria
da utilização de uma válvula de corte, no entanto, para melhor eficiência do sistema, por
opção decidiu-se por adotar uma válvula.
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
2 – Cálculo do Balanceamento Ideal
Veículo Carregado:












− = 100 * * % µ
WB
H
WTR BRI
CGL
L L












− = 100 * 5 , 0 *
2600
616
47 %
L
BRI
% 15 , 35 % =
L
BRI
L L
BRI BFI % 100 % − =
15 , 35 100 % − =
L
BFI
% 85 , 64 % =
L
BFI
Veículo Carregado:












− = 100 * * % µ
WB
H
WTR BRI
CGDO
DO DO












− = 100 * 5 , 0 *
2600
586
38 %
DO
BRI
% 73 , 26 % =
DO
BRI
DO DO
BRI BFI % 100 % − =
73 , 26 100 % − =
DO
BFI
% 27 , 73 % =
DO
BFI
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
3 – Torque de Frenagem requerido por Freio
Veículo Carregado:
Balanceamentos Dianteiros Possíveis
Máximo 0,81% 99,19 %
Mínimo 31,94 % 68,06 %
Traseira Dianteira
Veícul o Descarregado
Máximo 13,44 % 86,56 %
Mínimo 42,69 % 57,31 %
Traseira Dianteira
Veícul o Carregado
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
Estudo do pior caso
Dianteiro:
Cálculo dos Torques de frenagem possíveis nos eixos
1000 /
2
* * 87 , 0 *






=
RF MinBD WT
TFMin
L L
L
1000 /
2
334 * 5731 , 0 * 87 , 0 * 1900






=
L
TFMin
m kgf TFMin
L
* 40 , 316 ⋅ =
m N TFMin
L
* 3164⋅ =
1000 /
2
* * 87 , 0 *






=
RF MaxBD WT
TFMax
L L
L
1000 /
2
334 * 8656 , 0 * 87 , 0 * 1900






=
L
TFMax
m N TFMax
L
* 49 , 2389 =
1000 /
2
* * 87 , 0 *






=
RF MinBD WT
TFMin
DO DO
DO
1000 /
2
334 * 6806 , 0 * 87 , 0 * 1450






=
DO
TFMin
m Kgf TFMin
DO
* 4 , 143 =
m N TFMin
DO
* 1434 =
1000 /
2
* * 87 , 0 *






=
RF MaxBD WT
TFMax
DO DO
DO
1000 /
2
334 * 9919 , 0 * 87 , 0 * 1450






=
DO
TFMax
m Kgf TFMax
DO
* 94 , 208 =
m N TFMax
DO
* 4 , 2089 = Pior caso 3164 N*m.
m kgf TFMax
L
* 949 , 238 ⋅ =
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
Estudo do pior caso
Traseiro:
Cálculo dos Torques de frenagem possíveis nos eixos
Pior caso 1178,4N*m.
1000 /
2
* ) 1 ( * 87 , 0 *





⎛ −
=
RR MinBD WT
TRMin
L L
L
1000 /
2
334 * ) 5731 , 0 1 ( * 87 , 0 * 1900





⎛ −
=
L
TRMin
m Kgf TRMin
L
* 84 , 117 =
m N TRMin
L
* 4 , 1178 =
1000 /
2
* ) 1 ( * 87 , 0 *





⎛ −
=
RR MaxBD WT
TRMax
L L
L
1000 /
2
334 * ) 8656 , 0 1 ( * 87 , 0 * 1900





⎛ −
=
L
TRMax
m Kgf TRMax
L
* 09 , 37 =
m N TRMax
L
* 9 , 370 =
1000 /
2
* ) 1 ( * 87 , 0 *





⎛ −
=
RR MinBD WT
TRMin
DO DO
DO
1000 /
2
334 * ) 6806 , 0 1 ( * 87 , 0 * 1450





⎛ −
=
DO
TRMin
m Kgf TRMin
DO
* 00 , 67 =
m N TRMin
DO
* 0 , 670 =
1000 /
2
* ) 1 ( * 87 , 0 *





⎛ −
=
RR MaxBD WT
TRMax
DO DO
DO
1000 /
2
334 * ) 9919 , 0 1 ( * 87 , 0 * 1450





⎛ −
=
DO
TRMax
m Kgf TRMax
DO
* 696 , 1 =
m N TRMax
DO
* 96 , 16 =
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
Freio Dianteiro
Características do freio dianteiro
0,428.10
-6
Volume de Fluído das Mangueiras (m³):
3,62.10
-6
Volume de Fluído da Pinça (m³):
0,030 Espessura do Disco (m):
0,053 Largura da Pastilha (m):
0,4 µda pastilha
0,058 Diâmetro do Cilindro de Acionamento (m):
0,113
Raio Efetivo (m):
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
Freio Traseiro
Características do freio traseiro
0,360.10
-6
Volume de Fluído das Mangueiras (m³):
1,246.10
-6
Volume de Fluído da Pinça (m³):
0,030 Espessura do Disco (m):
0,053 Largura da Pastilha (m):
0,4 µda pastilha
0,035 Diâmetro do Cilindro de Acionamento (m):
0,113
Raio Efetivo (m):
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
Características do freio
estacionamento
0,35 µda pastilha
4,20:1 Vantagem mecânica
6,00:1
Relação da Alavanca
Características do cilindro mestre
0.95 Eficiência Carga/Pressão
35,10.10
-3
Máximo deslocamento da haste (m):
18.10
-3
Cut-Off Principal na câmara secundária (m):
16.10
-3
Cut-Off Principal na câmara primária (m):
1.10
-3
Cut-Off Principal (m):
49,6 – 50,4 Divisão do C.M.
8,06.10
-6
Fluído Mínimo Disponível (câmara secundária) (m³):
7,95.10
-6
Fluído Mínimo Disponível (câmara primária) (m³):
35,1.10
-3
Curso Nominal (m):
23,81.10
-3
Diâmetro (m):
AS/AS
Tipo:
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
Características do servo freio
0,10.10
-3
Entrada extra acima do Knee Point (m):
4260 N Carga de Saída no Knee-point:
1150 N Carga de Entrada no Knee-point:
150 N Limite de carga falhado
1,00:1 Relação de Carga depois do Knee-point
1.10
-3
Cut-off (m):
190 N J ump-in
100 N Cut-in
3,9:1 Relação de Carga Nominal
250.10
-3
Diâmetro (m):
LSC 10”
Tipo:
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
4 - Cálculo da Frenagem Dianteira Ideal
( )






+ + ⎟




⎛ +
=
DO L
FDO FL
HCG HCG
WB
WT WT
FI *
35
2
( )






+ +





⎛ +
= 586 616 *
2600
35
2
62 53
FI
% 68 , 73 = FI
5 - Cálculo da Frenagem Traseira Ideal
( )






+ − ⎟




⎛ +
=
DO L
RDO RL
HCG HCG
WB
WT WT
RI *
35
2
( )






+ −





⎛ +
= 586 616 *
2600
35
2
38 47
RI
% 32 , 26 = RI
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
6 - Cálculo da Força de Retardamento Dianteiro
7 - Cálculo da Força de Retardamento Traseiro
100
* * 87 , 0 FI WT
FRF
L
=
100
68 , 73 * 1900 * 87 , 0
= FRF
Kgf FRF 9 , 1217 =
N FRF 12179 =
( )







=
100
100 * * 87 , 0 FI WT
RRF
L
( )







=
100
68 , 73 100 * 1900 * 87 , 0
RRF
Kgf RRF 07 , 435 =
N RRF 7 , 4350 =
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
8 - Cálculo da Pressão de Linha Efetiva na Dianteira
9 - Cálculo da Pressão de Linha Efetiva na Traseira
RED Ac
FR R
ELP
F R
F
* * 2 * * 2
*
µ
=
113 * 40 , 0 * 2 * 2641 * 2
9 , 1217 * 334
=
F
ELP
2
/ 851 , 0 mm Kgf ELP
F
=
MPa ELP
F
51 , 8 =
RED Ac
R RR
ELP
F F
R
* * 2 * * 2
*
µ
=
113 * 4 , 0 * 2 * 962 * 2
334 * 07 , 435
=
R
ELP
2
/ 835 , 0 mm Kgf ELP
R
=
MPa ELP
R
35 , 8 =
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
10 - Cálculo do Torque Requerido na Dianteira
11 - Cálculo do Torque Requerido na Traseira
2
* RF FRF
TR
F
=
2
334 * 9 , 1217
=
F
TR
mm Kgf TR
F
* 3 , 203389 =
m N TR
F
* 89 , 2033 =
2
*RR RRF
TR
R
=
2
334 * 07 , 435
=
R
TR
mm Kgf TR
R
* 7 , 72656 =
m N TR
R
* 57 , 726 =
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
12 - Cálculo da Frenagem Real Dianteira
13 - Cálculo da Frenagem Real Traseira






+












=
RR
RET D Act
RF
RED D Acd
RF
RED D Acd
AF
* * * 2 * * * 2
100 * * * * 2
µ µ
µ






+












=
334
113 * 40 , 0 * 962 * 2
334
113 * 40 , 0 * 2641 * 2
334
100 * 113 * 40 , 0 * 2641 * 2
AF
% 31 , 73 = AF






+












=
RF
RED D Acd
RR
RET D Act
RR
RET D Act
AR
* * * 2 * * * 2
100 * * * * 2
µ µ
µ






+












=
334
113 * 40 , 0 * 2641 * 2
334
100 * 113 * 40 , 0 * 962 * 2
334
100 * 113 * 40 , 0 * 962 * 2
AR
% 69 , 26 = AR
Os balanceamentos de frenagem real são bem próximos do ideal, portanto, indica
atingimento dos limites prescritos pelo regulamento da EEC75/324
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
14 - Cálculo da Carga na Pastilha Dianteira
15 - Cálculo da Carga na Pastilha Traseira
RED AP
RF FRF
FFL
* * 2
*
=
113 * 15600 * 2
334 * 9 , 1217
= FFL
2
/ 1154 , 0 mm Kgf FFL =
KPa FFL 78 , 1153 =
RET AP
RR RRF
RFL
* * 2
*
=
113 * 15600 * 2
334 * 07 , 435
= RFL
2
/ 0412 , 0 mm Kgf RFL =
KPa RFL 15 , 412 =
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
16 - Cálculo da Potência Dissipada na Pastilha Dianteira
17 - Cálculo da Potência Dissipada na Pastilha Traseira
AP
V FRF
FHPA
MAX
* 1080
*
=
15600 * 1080
1 , 195 * 9 , 1217
= FHPA
2
/ 410 , 1 cm HP FHPA =
2
/ 52 , 10 mm W
AP
V RRF
RHPA
MAX
* 1080
*
=
15600 * 1080
1 , 195 * 07 , 435
= RHPA
2
/ 504 , 0 cm HP RHPA =
2
/ 76 , 3 mm W ou
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
18 - Cálculo do Crescimento da temperatura na Pastilha Dianteira
19 - Cálculo do Crescimento da temperatura na Pastilha Traseira








=
ED PP RED
V FRF
FTR
* * * 15487
max *
2








=
75 , 0 * ) 4 , 25 / 30 ( * ) 4 , 25 / 53 ( * ) 4 , 25 / 113 ( * 15487
1 , 195 * 9 , 1217
2
FTR
C FTR º 364 =








=
ED PP RET
V RRF
RTR
* * * 15487
max *
2








=
75 , 0 * ) 4 , 25 / 30 ( * ) 4 , 25 / 53 ( * ) 4 , 25 / 113 ( * 15487
1 , 195 * 07 , 435
2
RTR
C RTR º 129 =
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
20 - Análise da distribuição das forças de frenagem
- Descarregado
Carga estática no eixo:
Traseiro (carregado):
W
FzR
tc = ψ
L
h
c = χ
19000
8930
= tc ψ
2600
616
= c χ
470 , 0 = tc ψ
237 , 0 = c χ
W
FzR
td = ψ
L
h
d = χ
14500
5510
= td ψ
2600
586
= d χ
380 , 0 = td ψ
225 , 0 = d χ
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
- Dianteiro (carregado) ) 1 ( tc dc ψ ψ − = ) 470 , 0 1 ( − = dc ψ
530 , 0 = dc ψ
- Descarregado
) 1 ( td dd ψ ψ − = ) 380 , 0 1 ( − = dd ψ 620 , 0 = dd ψ
Parâmetros para gerar a curva de frenagens ótimas
0,1 Delta 0,1 Delta
-0,686 1-PSI/X -0,984 1-PSI/X
1,686 PSI/X 1,984 PSI/X
N 5510 Fzr N 8930 Fzr
N 14500 W N 19000 W
m 0,586 H m 0,616 H
m 2,600 L M 2,600 L
0,225 X 0,237 X
0,380 PSI 0,470 PSI
Descarregado Carregado
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
21 - Principais características do pedal de freio
0,23 Curso do pedal (m):
90 Constante da mola de retorno do pedal(N/m):
4,5 Pré-carga da mola de retorno do pedal (N):
3,29:1 Vantagem mecânica do pedal
3,68:1 Relação de velocidade do pedal:
3,50:1 Relação nominal:
Pedal do Frei o
22- Características do sistema de corte em superfície de coeficiente de atrito 0,87
72,7 0,0827 343 0,30 Descarregado
Traseira
31,4 0,0818 143 0,30 Descarregado
Dianteira
110,4 0,0875 640 0,30 Carregado Traseira
40,9 0,0842 178 0,30 Carregado Dianteira
Tras. Diant.
Pressão (x10
5
Pa) Curso no Pedal (m) Esforço no Pedal (N) Desaceleração (g)
Sistema de Corte em Superfície de Coeficiente de atrito 0,87
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
23 - Frenagem à 0,87g, Velocidade Máxima e Veículo Carregado
Parâmetros de desempenho de frenagem
1,538.10
-3
0,517.10
-3
Meio sistema (0,30 g) (m)
1,648.10
-3
0,380.10
-3
Sistema completo (0,87 g) (m)
Reserva de fluído:
0,360.10
-6
0,428.10
-6
Volume de Fluído das Mangueiras (m³):
1,246.10
-6
3,62.10
-6
Volume de fluído (m³):
129 363 Ganho de Temperatura (ºC)
3,51 10,57 Energia Dissipada (W/mm²):
0,395 Ñ-1,192 Pressão da Linha (MPa):
688 2073 Toque de Frenagem (N.m):
Tras. Diant. Parâmetros
1,07/1,07 máx
2388,9 /869,75 máx
12,9 /12,9 máx
550 /550 máx
NA
NA
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
24 - Frenagem à 0,87g, Velocidade Máxima e Veículo Carregado
- Distância até a parada de 80 km/h até 0 km/h
92 0,3 Frenagem Falhado
37 0,87 Frenagem Média
37 0,87 Desaceleração Padrão
Distância (m) Desaceleração (g)
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
25 - Válvula de Corte
Características da válvula de corte
1215,6 Força configurada (N)
6,08 Taxa de instalação (N/mm)
10296 Peso configurado do eixo traseiro (N)
46,2.10
-6
Área do eixo da válvula (m
2
)
2,75 Taxa eixo traseiro (mm/N)
46,2 Força mínima no eixo (N)
2,00:1 Relação de válvula
8,01 Pressão de Cut-in carregado (MPa)
3,55 Pressão de Cut-in descarregado (MPa)
LCRV Tipo de válvula
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
26 - Resumo da performance dos freios
3,02 3,02 73,3 34,2.10
-3
588 0,30 Falha do Servo
3,02 3,02 73,3 33,8.10
-3
134 0,30 Frenagem Teste
8,01 8,78 75,1 54,4.10
-3
347 0,87 Frenagem EEC
8,01 8,01 73,3 52,4.10
-3
319 0,81 Cut-in Válvula
8,01 9,09 75,7 55,2.10
-3
359 0,89 Knee Point Servo
8,01 8,78 75,1 54,4.10
-3
347 0,87 Adesão 0,89 g
P. Tras.
[MPa]
P. Diant.
[MPa]
% Diant. Desl. Pedal
[m]
F.Pedal
[N]
Desac
el.
[g]
Performance Carregado
2,33 2,33 73,3 31,6.10
-3
489 0,30 Fal ha do Servo
2,33 2,33 73,3 31,2.10
-3
108 0,30 Frenagem Teste
4,21 7,42 83,0 46,5.10
-3
297 0,87 Frenagem EEC
3,55 3,55 73,3 35,8.10
-3
154 0,46 Cut-in Válvul a
5,04 9,09 83,3 51,8.10
-3
359 1,06 Knee Poi nt Servo
4,21 7,42 83,0 46,5.10
-3
297 0,87 Adesão 0,88 g
P. Tras. [MPa] P. Di ant. [MPa] % Di ant. Desl . Pedal [m] F.Pedal
[N]
Desacel.[g]
Performance Descarregado
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
27 - Gráficos utilizados no dimensionamento
No quadrante superior direito, estão as curvas ótimas de frenagem para o veiculo carregado e
descarregado, no quadrante inferior esquerdo estão as desacelerações. Sendo abscissas a porcentagem
de carga no eixo traseiro e ordenadas a porcentagem de carga no eixo dianteiro. Com este gráfico busca-
se uma aproximação entre o projeto e as forças de frenagem definidas pela característica do sistema de
freios selecionado, com o propósito de definir o projeto do sistema.
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
28 - Curva com a relação entre a pressão de linha no freio dianteiro e o traseiro
No gráfico temos as curvas de pressão durante a frenagem. Em azul temos a curva ideal para veiculo carregado
e em vermelho temos a curva ideal para veiculo apenas com o motorista, as linhas verde e roxa indicam a
situação real, já com atuação da válvula de corte. Podemos observar que a configuração do sistema de frenagem
está muito próximo das curvas ideais e a ação da válvula de corte evita o travamento do sistema, aliviando a
pressão do sistema e assim mantendo a curva de frenagem próxima da ideal, evitando uma sobre-pressão
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
29 - Curva de utilização de aderência
No gráfico podemos analisar a utilização do sistema de frenagem para diferentes tipos e
condições de pistas. Vamos analisar a condição que fica entre 0,4 (lama) e 0,8 (asfalto seco)
que é o exigido pela norma: podemos notar que nesta faixa que será a de maior utilização para
o nosso veiculo, temos uma utilização media de 90%, sempre mantendo-se acima dos 80%
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
30 - Gráfico EEC 75/524 Veículo Descarregado
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
31 - Gráfico EEC 75/524 Veículo Carregado
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
32 - Gráfico Esforço no Pedal x Desaceleração
Este gráfico mostra a progressividade do sistema de acionamento do freio.
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
33 - Gráfico Pressão na linha dianteira pela desaceleração
Este gráfico mostra a progressividade da aceleração versus o crescimento da
pressão no sistema de acionamento do freio.
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
34 - Gráfico Pressão na Linha Dianteira x Curso do Pedal
Prof.: GuilhermeRaszl
Freios
Para veiculo passageiros
(M1)
Dimensionamento de um sistema de freio – veículo passageiro (M1)
35 - Gráfico Esforço x Curso no Pedal