You are on page 1of 5

O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas

Escolares: metodologias de operacionalização (parte


I)

PLANO DE AVALIAÇÃO
Tendo por base a realidade da Biblioteca Escolar da escola sede do

Agrupamento de Escolas de Cantanhede

Domínio: Em reunião de conselho pedagógico foi


apresentado o Modelo de Auto Avaliação das Bibliotecas
Domínio Escolares. Ficando determinado um ciclo de quatro
A. Apoio ao anos começando pela avaliação do Domínio A.
Desenvolviment
o Curricular Para a concretização deste trabalho seleccionei o
subdomínio A.2. Promoção das Literacias da
Informação, Tecnológica e Digital.
Instrumentos de
Dimensões Evidências e Fontes Recolha de
Informação
Grelha de registo da
análise documental.
Plano de Actividades da BE.
Indicador de Grelha de registo de
Processo Referências à BE no PE e reuniões, contactos e
A2.2 Promoção do PCA. projectos.
ensino em Referências à BE nos PCT.
contexto de Listagem de
competências de Registos de reuniões/ documentos/materiais de
informação da contactos. apoio produzidos e
escola editados.
/agrupamento. Materiais de apoio
produzidos e editado.
Levantamento estatístico –
Professores e turmas
envolvidas.
A BE propõe um modelo de pesquisa de informação a ser
usado por toda a escola (proposta feita em reunião
professores de A.P.).
Factores A BE produz materiais informativos de apoio à formação
críticos de dos utilizadores (folhetos sobre pesquisa, referências
sucesso bibliográficas, apresentação de trabalho de pesquisa).
A BE propõe trabalho colaborativo com os professores de
A.P. sempre que estes solicitam, dando formação
“Aprender a Pesquisar Net”.
Professores bibliotecários
Membros da Equipa
Intervenientes Professores de Área de Projecto e/ou de Estudo
Acompanhado
Alunos
Instrumentos de
Dimensões Evidências e Fontes Recolha de
Informação
Indicador de
Observação de utilização da Grelha de observação da
Processo
BE BE em contexto lectivo
A 2.4 Impacto da
Trabalhos escolares dos Grelha de análise de
BE nas alunos trabalhos escolares dos
competências Estatísticas de utilização da alunos
tecnológicas, BE Questionário aos
digitais e de Questionário aos professores professores
informação dos Questionário aos alunos Questionário aos alunos
alunos na Análise diacrónica das Estatísticas de utilização
escola/agrupame avaliações dos alunos da BE
nto.
Factores Os alunos revelam em cada ano e ao longo de cada ciclo
de escolaridade, progressos no uso de competências
críticos de
tecnológicas, digitais e de informação nas diferentes
sucesso disciplinas e áreas curriculares.

Professores bibliotecários
Membros da Equipa

Intervenientes Professores de Área de Projecto e/ou de Estudo


Acompanhado

Alunos
Calendarização
1º Período
Formação da equipa de avaliação.
Elaboração do plano de auto-avaliação. Selecção do
público-alvo e amostra.
Definição/elaboração dos instrumentos e material de
apoio à recolha de evidências.
Apresentação do projecto de auto-avaliação em CP.
Levantamento e tratamento de dados estatísticos
relativos ao 1ºperíodo – actividades realizadas,
utilização da BE, participação dos alunos em
actividades/projectos.
2ºPeríodo/3ºPeríodo
Análise de conteúdo das planificações e
relatórios/registo da BE referentes aos três períodos.
Análise de conteúdo dos documentos/ materiais
produzidos pela BE referentes aos três períodos.
Análise de conteúdo dos PE, PCA, Projecto PNL, PAA e
de actas de reuniões.
Primeira aplicação do questionário e respectivos
tratamento, análise e interpretação dos dados.
Análise dos trabalhos realizados pelos alunos.
Levantamento das avaliações dos alunos relativas aos
2º e 3º períodos e análise diacrónica.
Realização das entrevistas aos professores e
respectivas análises de conteúdo.
Segunda aplicação do questionário e respectivo
tratamento, análise e interpretação dos dados.
Observações a realizar de forma regular ao longo do
ano e tratamento imediato dos dados recolhidos.
Final do ano
Análise e interpretação dos resultados na sua
globalidade.
Elaboração do relatório.
Elaboração do plano de melhoria.
Apresentação do relatório e plano de melhoria em CP.
Integração do relatório no relatório do agrupamento
Divulgação dos resultados.

Comunicação aos diferentes órgãos da


escola/agrupamento:

Comunicar Conselho Geral

Resultados Director(a)
Conselho Pedagógico
Departamentos curriculares

GABINETE DA REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES (2009). Modelo de


Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares. Disponível em:
http://www.rbe.min-edu.pt/

MCNAMARA, Cárter (1997-2008). Basic Guide to Program


Evaluation. Disponível em: http://www.managementhelp.org/evaluatn/fnl

Texto da Sessão
Formanda – Florinda Carvalho