www.beiradapraia.com.

br ANO 7 - Nº 282 25 de outubro de 2014
O prefeito Evandro e o vice Mário Guaracy, de Penha, foram acusados de usar es-
trutura da prefeitura na campanha eleitoral e podem perder o mandato. Página 03
MORADORES VÃO À
CÂMARA PEDIR PAVI-
MENTAÇÃO DE RUAS
PÁGINA 07
PREFEITURA ANTECI-
PA SALÁRIO E DIA
DOS SERVIDORES
PÚBLICOS
PÁGINA 05
PÁGINA 06
LEONEL DEFENDE
APROVAÇÃO DE PLA-
NO DE SANEAMENTO
PÁGINA 14
BEIRA-MAR VENCE
DOM BOSCO E SAI
NA FRENTE NAS
SEMI-FINAIS DA LID
EX-CAPITÃO DA SE-
LEÇÃO DE FUTSAL
ACOMPANHA SUB15
PÁGINA 07
CASSADOS PELO TRE
25 de outubro de 2014 02 OPINIÃO
EXPEDIENTE
O jornal Beira da Praia é uma publicação da editora Beira da Praia
Ltda. Rua Arthur Silvino dos Reis, 84 - Centro, Penha/SC.
Site: www.beiradapraia.com.br.
Email: contato@beiradapraia.com.br
CNPJ: 09.317.656/0001-07.
Editor-Chefe: Adriano de Souza, fone: 9220-1300.
Jornalista Responsável: Rafael Sizino Sebastião - SC-01546-JP.
Impresso na Press Alternativa. Tiragem: 2.000 exemplares.
Os textos assinados ou pagos não refetem as opiniões,
nem são de responsabilidade deste jornal.
EDITORIAL
Mais uma vez o Brasil vai
as urnas, escolher democra-
ticamente seus candidatos.
Não foi uma campanha fácil.
Nunca antes o antagonis-
mo PT X PSDB esteve tão
acirrado no Brasil. As duas
legendas acabaram aglutinan-
do a esquerda e a direita bra-
sileira, representando proje-
tos bem antagônicos de país.
Tal como os democratas e
os republicanos nos Estados
Unidos, PT e PSDB por sua
postura muito bem defnida
ideologicamente acabaram
se sobressaindo diante de
outros partidos cujos pro-
gramas não são tão claros
assim. Num país onde pala-
vras são meros adereços nos
nomes dos partidos, onde
as agremiações basicamente
são a mesma coisa apesar de
serem adversárias, faz uma
enorme diferença conseguir
representar, para a maioria
dos eleitores, uma concepção
ideológica.
Ironicamente, é o Parti-
do dos Trabalhadores que
acabou se tornando o verda-
deiro defensor da concepção
clássica de social-democracia
como modo de governo: a
defesa da intervenção do es-
tado da economia, a garantia
de segurança social para to-
dos os cidadãos, a promoção
do bem estar e do emprego
através do uso da máquina
pública, são pressupostos de
todas as sociais-democracias
do mundo, desde os tempos
em que o presidente Franklin
Delano Rossevelt (1932-
1945) foi o primeiro a aplicar
o modelo com sucesso nos
Estados Unidos.
Já o partido dito como
“social-democrata”, durante
os anos 90 adotou um recei-
tuário totalmente inverso, o
do neoliberalismo: a defesa
da liberdade de mercado sem
interferência do governo, a
redução de despesas à cus-
ta do corte de ações sociais
(incluindo aí a educação e a
saúde), a diminuição do esta-
do através de privatizações.
Tal escolha entre mode-
los antagônicos de adminis-
tração pública é igual ao que
vivem a maioria dos países
democráticos a cada eleição.
A política não é fundamen-
talmente uma luta do bem
contra o mal, mas sim de
idéias. De idéias de como a
sociedade deve se organizar
para procurar o seu bem es-
tar. Não o debate pequeno e
rasteiro baseado em calúnias
que muitos militantes ten-
tam transformar cada dispu-
ta eleitoral.
Infelizmente, grande par-
te das empresas de comuni-
cação no Brasil nos últimos
anos vem promovendo jus-
tamente essa atitude entre o
eleitorado, através da infan-
tilização e a negação da po-
lítica. O que não é surpresa,
afnal elas são os últimos her-
deiros da ditadura militar. A
concessão da exploração das
ondas de difusão de rádio e
TV foi feita, dentro das salas
trancadas da ditadura, sem a
menor transparência e sem
se preocupar com o benefí-
cio do público. Através do
esquema de apadrinhamento
as ondas de radio-difusão,
que eram um patrimônio do
povo, foram entregues para
um bando de famílias que
eram aliados do regime.
Quando a ditadura aca-
bou, em 1984, os militares
saíram de cena conscientes
que não deixavam necessa-
riamente uma democracia
para o país, mas uma “me-
diocracia”. Por anos sucate-
aram o sistema público de
ensino, eliminando matérias
que ensinavam os estudantes
a pensar, como flosofa e
sociologia, e tornando assim
a população mais suscetível
a quaisquer informações
que fossem dadas por rádio,
imprensa e televisão, sem
condições intelectuais de
questioná-las. Há décadas,
teóricos da comunicação já
escreveram estudos sobre
como a informação mani-
pulada tem mais efeito em
populações com baixa es-
colaridade ou qualidade de
ensino defcitária. Em suma,
povo bem instruído não é
manipulado pela mídia.
Tais hoje são as ameaças
ao sistema democrático: não
partido A ou partido B, mas
sim um modelo de ensino
destinado ao fracasso her-
dado da época da ditadura
aliado a um modelo de co-
municação anti-democrático
e anti-ético, sem quaisquer
controle ou fscalização da
sociedade.
Embora o atual governo
tenha avançado muito na
questão educacional, pro-
movendo a quase universali-
zação do ensino, que hoje é
de 99,7% das crianças brasi-
leiras com idade entre 6 e 12
anos na escola, agora é pre-
ciso investir na qualidade.
Nesse ponto, a aprovação
neste ano para o investimen-
to de 10% do PIB na educa-
ção a partir do ano que vem
já é uma grande conquista.
Que o vencedor do pleito
não deixe de prosseguir com
os planos em vigência, por
ranços partidários.
Um olhar mais acurado e
racional admitiria que o Bra-
sil avança, apesar de tudo.
Afnal o número de univer-
sitários triplicou nos últimos
12 anos, assim como o nú-
mero de carros, casas pró-
prias, sem falar a renda do
próprio brasileiro. Se todos
almejamos que as coisas me-
lhorem mais ainda, que esse
desejo não seja ludibriado
por atitudes que apenas tra-
gam o retrocesso. Um bom
voto para todos nós.
Brasil decide seu destino amanhã
O lugar chamado Mato
Grosso – carinhosamente ape-
lidado de Mato Seco - come-
çou pelo antigo caminho, tam-
bém conhecido como Estrada
Velha. Sim porque naquele
entroncamento, onde tem a
oficina do Celinho, foi aberta
em linha reta à estrada geral
que partia de Armação, a que
é hoje a via principal que passa
por Gravatá e segue até Nave-
gantes em dois sentidos: via
praia e via Santa Lídia. A estra-
da velha continua, porém mais
para quem usa o sentido Praia
Vermelha. Ela ficou como
uma ponte na estrada nova,
cujas extremidades tornaram-
-se marcos de divisa – norte-
-sul - da própria comunidade
Vila Olaria.
Por volta dos anos 50 do
século passado havia mais
moradores na estrada velha,
o que caracterizava o pessoal
do Mato Grosso. Partindo dali
onde hoje é a oficina do Ce-
linho, à esquerda tinha a pro-
priedade do seu Ulisses An-
tônio Pinto, conhecido como
Aliço Fausta. Subindo o mor-
ro do Chico Maria, logo vinha
a morada do Bastião Bertina
– família numerosa. Ao lado
a casa do Artur Caldeira; logo
em seguida a casa do Tarcísio
Tabalipa, a do Mané Calafa-
te e a do Antônio Marinhei-
ro. Cruzando o caminho da
Praia Vermelha, tinha de um
lado a casa do Manoel Amé-
lia e do outro a do Serafim
Flor – duas casas semelhantes
no estilo, sendo de cumeeira
Cláudio Bersi de Souza
claudiobersi@superig.com.br
MEMÓRIAS E FATOS
A Vila Olaria (II)
com varanda na frente. De-
pois a casa do Janga Mariana,
da Maria Bernarda, do Zé An-
tônio Galdino, da Inhá Bica,
do Tiago Antônio Duarte, do
Manoel da Antônia, a morada
do Inácio Albano e a do Chi-
co Passos. Já na saída para a
estrada geral, a casa da Biqui-
nha – mãe da Ana, do Janga e
do Batoca. Detalhes: - Bastião
Bertina = Sebastião João Ba-
tista, pescador, pai de Domin-
gos Sebastião Batista, o po-
pular Minga Preto – jogador
do time Beira-Mar F. C. Mané
Calafate = Manoel Nascimen-
to, casado com a Lídia, pais da
Cacilda casada com Tarcisio
e mãe do popular humorista
Tonho da Cacilda. Janga Ma-
riana, pai do Abécio, Zé An-
tônio, pai do Antônio Galdi-
no, Tiago marido da Doca a
popular cartomante da região.
Inhá Bica mãe-avó do Vida e
do João Mato Seco. Manoel
da Antônia, pai do Biele e da
Ingrácia, Inácio Albano pai do
Antônio, da Chiquinha e do
Dorvalo. O Antônio do Iná-
cio Albano casou com a Bela
do Antônio Marinheiro, e o
Dorvalo casou com a Mari-
quinha filha do Sinhozinho
e da Engerca. A maioria dos
moradores do Mato Grosso
dependia da pesca em Arma-
ção de Itapocorói.
Na próxima edição apon-
taremos os moradores da épo-
ca na estrada nova, via geral
que tem hoje o nome de Rua
Inácio Francisco de Souza.
25 de outubro de 2014 03 POLÍTICA
PREFEITO EVANDRO E VICE GUARACY
TEM MANDATOS CASSADOS PELO TRE
Os desembargadores do
Tribunal Regional Eleitoral
(TRE) de Santa Catarina de-
cidiram, na noite de segunda-
-feira, dia 20, cassar os man-
datos e os direitos políticos,
por 8 anos, do prefeito Evan-
dro Eredes dos Navegantes
(PSDB) e Mário Guaraci de
Souza (DEM). A justiça jul-
gava na segunda instância as
denúncias feitas durante a
época da campanha eleitoral
de 2012 do uso da estrutura
do poder público municipal
em benefício dos candidatos
que buscavam sua reeleição.
A coligação “Para fazer
mais e Melhor” (PMDB, PT,
PDT, PSC e PCdoB) havia
reunido as provas e encami-
nhado para a justiça eleitoral
de Balneário Piçarras, mas
apesar de todas as fotos, gra-
vações e testemunhos, o juiz
da comarca decidiu que elas
eram “inconclusivas” e deu
os diplomas de candidatos
eleitos para Evandro e Gua-
racy poderem assumir os car-
gos. A oposição não se deu
por vencida, e recorreu ao
Tribunal Regional, a segunda
instância.
Entre as denúncias, es-
tão o uso de máquinas e ca-
minhões da prefeitura para
preparar comícios, carregar
material de campanha como
bandeiras e placas, uso dos
telefones do governo munici-
pal para ações de campanha,
e uma gravação mostrando o
prefeito e o vice garantindo
cargos em troca de votos em
reunião com servidores pú-
blicos municipais.
O prefeito Evandro foi
notifcado nesta quinta-feira,
23, da decisão. Ele tem três
dias úteis para recorrer, e já
articulou com sua assessoria
jurídica a defesa. O objeti-
vo do prefeito é conseguir
manter o mandato até o jul-
gamento fnal da questão na
última instância possível, o
TSE (Tribunal Superior Elei-
toral), em Brasília.
Se a justiça negar o re-
curso, o atual presidente da
Câmara municipal de Vere-
adores, Jesuel Capela, o Juju
(PSDB), assumiria proviso-
riamente até serem organiza-
das novas eleições. Ainda não
está claro se as eleições serão
diretas (decididas pelo voto
popular) ou indiretas (através
da câmara de Vereadores),
pois a legislação determina
que haverão novas eleições
diretas se a cassação ocorrer
no máximo até dois anos. “A
dúvida é se é dois anos após
a eleição ou após a diploma-
ção”, explica a advogada Sa-
mantha Andrade.
Se a eleição for feita pela
câmara, mesmo assim qual-
quer pessoa poderá ser candi-
data, e não apenas os verea-
dores, mediante sua inscrição
pelos partidos ou coligações
que apresentem chapas de
prefeito e vice. O novo eleito
concluiria o atual mandato do
prefeito até 2016, quando se
realizariam eleições normais.
ADRIANO de SOUZA
► A condenação do prefeito
Evandro Eredes dos Navegan-
tes (PSDB) e do vice Mário
Guaracy de Souza (DEM)
pelo tribunal regional eleitoral
(TRE) caiu como uma bomba.
As denúncias de uso da estru-
trura da prefeitura na reeleição
do prefeito não haviam dado em
nada na justiça local, mas o ple-
nário do TRE não teve dúvidas,
e julgou as denúncias procedentes
por unanimidade.
► Claro que a batalha jurídica
está longe de acabar. O prefeito
vai entrar com recurso para fcar
no cargo pelo menos até o julga-
mento ser decidido na instância
fnal, o Tribunal Superior Elei-
toral (TSE), em Brasília. O
que pode levar meses. Uns citam
Forquilinha pra dizer que a
decisão foi revertida, outros lem-
bram de Itapema onde o prefeito
perdeu de fato o mandato.
► Seja como for o fm dessa no-
vela, é inegável que se trata de
um fato negativo para o governo,
afnal sete desembargadores do
TRE não admitiram o uso da
máquina pública por nada. Só
não houve unanimidade sobre a
cassação, já que dois desembar-
gadores achavam que apenas
uma multa bastava pela infra-
ção. Como será que pensarão os
juízes do TSE?
► Caso Evandro venha de fato
a perder o mandato, há mui-
to boato e desinformação nas
ruas. Inclusive erros da própria
imprensa local. O presidente
da câmara assume no lugar,
mas apenas PROVISORIA-
MENTE até ter eleições.
► Que devido ao prazo, pro-
valmente serão indiretas, ou
seja, serão feitas pela câmara
de vereadores. Mas nem só os
vereadores podem concorrer:
qualquer partido ou coligação
poderá inscrever seus candidatos
junto a câmara. Com o destino
da prefeitur anas mãos, o voto de
cada vereador de repente passa
a valer muito. Os partidos com
certeza aproveitarão para am-
pliar seu espaço no governo. Em
suma, para o PSDB se manter,
não vai sair “barato”. Afnal o
PMDB pode fazer uma oferta
melhor.
► Partidos como PSD e
DEM podem se pretender como
“terceiras vias”, se aproveitando
da divisão interna dos próprios
tucanos. Certos vereadores ja-
mais votariam nos colegas se es-
tes fossem os candidatos. Já pro
PMDB não compensa apoiar
qualquer um que não sejam eles
mesmos, afnal teoricamente seu
pré-candidato Aquiles José Sch-
neider da Costa estaria na frente
da corrida devido a boa votação
em 2012, e o partido que hoje
se destaca como oposição e tem
simpatia de qualquer eleitor que
não esteja satisfeito com o atu-
al governo, não se “queimaria”
apoiando outro partido que vá
ocupar a prefeitura e com certeza
tentaria a reeleição em 2016.
► Segundo turno das eleições
pra presidente, e uma movimen-
tação como nunca se viu com
esse tipo de eleição em Penha.
O PSDB nacional teria de-
terminado que cada prefeito e
governador colocasse seus comis-
sionados “na parede”. Assim
não importa se PSD, PR, PRB
e PP estejam na chapa de Dil-
ma Roussef (PT) e Michel Te-
mer (PMDB). Eles tem cargos
na prefeitura comandada pelo
PSDB.
► Nesse sentido ajuda muito
que PMDB e PT sejam par-
tidos de oposição ao governo
Evandro na Penha, e vistos
como adversários por toda a co-
ligação na prefeitura. Se a vota-
ção de Dilma for alta na Penha
mostraria fortalecimento dos ad-
versários. Por isso a decisão de
fazer boa votação para Aécio,
a fm de mostrar “quem ainda
manda no município”.
►Por conta disso, o PT local
cogita que não fará aliança nas
eleições de 2016 com quaisquer
partido que tenha traído a coli-
gação nacional.
POLÍTICA
Evandro disse que “prometer em reunião política é normal”
EVANDRO E VEREADORES GOVERNISTAS
DECLARAM APOIO PARA AÉCIO NEVES
Nove vereadores dos 11
de Penha decidiram decla-
rar apoio ao candidato do
PSDB, Aécio Neves. Todos
eles fazem parte da bancada
de apoio ao prefeito Evan-
dro Eredes de Navegantes
(PSDB), que articulou o
apoio. Apenas os dois verea-
dores de oposição, a profes-
sora Maria Juraci e Sérgio de
Mello, do PMDB, declararam
voto para Dilma Roussef,
cujo vice é o peemedebista
Michael Temer.
Agora, na reta fnal do
segundo turno, os cinco ve-
readores tucanos, Tibeco,
Juju, Célio, Claudinei e Már-
cia estão nas ruas fazendo
campanha, contando com o
apoio dos democratas, Cló-
vis e Toninho que também
declaram voto ao tucano. O
pessedista, Isac da Costa de-
clarou voto ao tucano, mas
não está fazendo campanha
nas ruas. Já o vereador Feli-
pe Schimidt (PSD) explica
que o seu voto está defnido,
mas preferiu não divulgar. O
apoio do PSD foi surpresa,
já que o partido nacionalme-
ne é coligado com o PT na
chapa de Dilma, e o gover-
nador Raimundo Colombo
tem feito campanha para que
os fliados e eleitores do PSD
votem em Dilma.
A reação inicial do PT de
Penha foi avisar de que não
haverá qualquer possibilidade
de coligação para 2016 com
quem trair a coligação nacio-
nal, o que caberia também aos
partidos sem vereadores, mas
que por estarem dentro da
prefeitura, como PRB, PP e
PR declararam apoio a Aécio.
Os militantes do PMDB e PT
consideraram positivo o ali-
nhamento da prefeitura com
a campanha de Aécio, pois
“não há propaganda mais ne-
gativa do que essa”. “O voto
na Dilma é uma excelente
oportunidade do povo de Pe-
nha protestar contra a prefei-
tura”, disse o presidente do
PT de Penha, Betão.
25 de outubro de 2014
VEREADOR FELIPE INICIA ARTICULA-
ÇÃO PARA SINAL DE TV DIGITAL
O requerimento do vere-
ador Felipe Rebello Schmidt
(PSD), aprovado na sessão
de segunda-feira, 13, será en-
viado ao Ministério das Co-
municações solicitando que
seja priorizada a cidade de
Penha, nas próximas etapas
de implementação do sistema
brasileiro de televisão digital
terrestre (SBTVD-T), que
hoje já contempla 41 cidades
catarinenses.
Para o vereador, Penha re-
úne características determi-
nantes para que não fque
de fora deste grande avanço
para o acesso à informação.
“Nossos mais de 28 mil ha-
bitantes, conhecem as quali-
dades da nossa cidade, o seu
potencial turístico, as belezas
naturais, o parque Beto Car-
rero, e como parlamentar,
tenho o desafo de levar esta
condição ao conhecimento
do Ministério das Comuni-
cações, para não fcarmos de
fora do desenvolvimento tec-
nológico da região.”, comen-
ta Felipe.
O vereador apresentou os
números que apontam a ne-
cessidade de maior atenção
do Governo Federal com os
investimentos em tecnolo-
gia de transmissão do sinal
digital em Santa Catarina.
“Nosso Estado está atrás dos
outros dois estados do Sul
no percentual de cobertura,
tendo o Paraná 66% de co-
bertura e o Rio Grande do
Sul mais de 70%. Precisamos
reequilibrar esta condição.”,
enfatizou Felipe.
Em seu requerimento o
vereador apontou que com
a baixa qualidade do sinal
local padrão, a maioria dos
moradores se vêm obrigados
a instalarem antenas parabó-
licas, que não pegam o sinal
das emissoras locais de TV,
difcultando muito o acesso
à informação do município,
das cidades vizinhas e da re-
gião.
Outro problema levanta-
do pelo parlamentar na dis-
cussão da proposta foram
os prejuízos causados pelo
cerceamento de informação
local, acarretando problemas
sociais, culturais, políticos e
econômicos. “Deixamos de
saber sobre as oportunidades
de emprego na região, sobre
a condição do trânsito nas ci-
dades, as atividades culturais
e artísticas promovidas, não
conseguimos acompanhar
melhor o trabalho dos nos-
sos representantes públicos,
a promoção turística é preju-
dicada e por aí vai.” debateu
o vereador.
No requerimento enca-
minhado ao Ministério das
Comunicações, o vereador
cobra informações e orienta-
ções a respeito de quais me-
didas ou atitudes podemos
tomar, para ajudar o Gover-
no Federal a implementar
o sinal digital em Penha o
quanto antes.
Também foi questionada
qual a previsão para que o
serviço esteja disponível para
os lares de Penha e quais são
os critérios objetivos adota-
dos para a eleição das cida-
des que primeiro receberão
tal serviço.
“Assim que começar a dis-
ponibilização do sinal digi-
tal para as cidades de médio
porte, como a nossa, não
queremos fcar para trás
como já aconteceu em outras
ocasiões” fnalizou
25 de outubro de 2014 04 POLÍTICA
VEREADORES PEDEM CONTRA-
TAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS
A comissão de Meio Am-
biente e Turismo da Câmara,
representada pelos Vereadores
Clovis Bergamaschi (DEM),
Sergio Mello (PMDB) e Isac
da Costa (PSD), reuniu-se
no dia 10 de outubro com a
equipe da Secretaria de De-
senvolvimento Econômico
(Semde) cumprindo agenda
de trabalho. Na oportunidade
foi constatada a falta de pro-
fissionais para dar continui-
dade nos projetos ambientais
desenvolvidos pela secretaria.
“O secretário nos infor-
mou de que para implan-
tarmos a cooperativa de
reciclagem depende do ca-
dastramento dos catadores e
para que isso aconteça depen-
demos da Secretaria de Assis-
tência Social, sendo que para
ser validado o cadastramento
é necessário que este serviço
seja feito por um profissional
da área da Assistência social, e
como há falta deste profissio-
nal, não está sendo realizado
o cadastramento”, explicou
Clóvis Bergamaschi.
A Diretora de Meio Am-
biente esclareceu que a Se-
cretario do Desenvolvimento
Econômico necessita de um
Fiscal Ambiental para acom-
panhar o desenvolvimento
dos programas desenvolvido
pela Secretaria, bem como
fiscalizar as demandas das de-
núncias feitas pela população
devido à degradação do meio
ambiente.
Na sessão do legislativo,
dia 20, a comissão apresentou
um requerimento solicitando
qual a possibilidade de dis-
ponibilizar um Profissional
Assistente Social, para que se
faça cadastramento dos cata-
dores o mais rápido possível.
Outro questionamento apre-
sentado é se existe a possibili-
dade de disponibilizar um Fis-
cal Ambiental para que fique a
disposição na Semde a fim de
atender as demandas de de-
núncias de degradação contra
o meio ambiente.
Na reunião foram tratadas
sobre pedidos de informa-
ções sobre a Coleta Seletiva
do lixo reciclável, bem como
do Projeto coleta de óleo
de cozinha residencial. “Na
Coleta Seletiva, foi esclare-
cido que a Semde é respon-
sável pelo gerenciamento do
Programa sendo executado
pela Secretaria de Obras”,
comenta Sergio Mello ao en-
fatizar que há deficiência no
recolhimento, pois hora falta
motorista, hora falta funcio-
nários.
O vereador Isac também
defendeu que devido tais co-
locações a Comissão agenda-
rá reunião com a Secretaria
de Obras a fim de buscar
maiores informações.
25 de outubro de 2014 05 POLÍTICA
LEONEL VAI À CÂMARA FALAR SOBRE PLANO DE SANEAMENTO
O prefeito Leonel José
Martins (PSDB) esteve na
última terça-feira, 21 de ou-
tubro, na Câmara Municipal
para explanar sobre a discus-
são que está ocorrendo refe-
rente às alterações sugeridas
pelo executivo, no Plano Mu-
nicipal de Saneamento Bási-
co.
As alterações ao plano fo-
ram propostas através de um
estudo minucioso feito pela
AR Engenharia, empresa es-
pecializada em saneamento, e
aprovada em audiências pú-
blicas realizadas neste ano.
O novo plano prevê um in-
vestimento no valor de 114
milhões que a concessionária
responsável pelas águas do
município deverá investir nos
próximos anos, contemplan-
do tanto a instalação de um
sistema de esgoto em todo
o perímetro urbano, quanto
à ampliação da capacitação,
tratamento e distribuição de
água.
Atualmente a empresa
que presta este tipo de ser-
viços para o município, é a
CASAN, que afirma que as
obras de saneamento ainda
não começaram por que o
município ainda não assinou
o contrato, que contem nele,
a readmissão da Casan como
única administradora de
águas no município e um in-
vestimento de R$ 43 milhões,
voltados apenas à parte cen-
tral de Balneário Piçarras.
Na sessão da Câmara, o
prefeito deixou claro que sua
preocupação é com o futu-
ro e o desenvolvimento do
município “O que me preo-
cupa é a participação ativa de
uma prestadora de serviços,
na aprovação do plano que
irá definir as diretrizes que a
própria prestadora deverá se-
guir nos próximos anos”.
“O plano vem com um in-
tuito de defender o interesse
comum da cidade e da popu-
lação. Não devemos deixar
que a prestadora de serviços
imponha condições ao que
pretende fazer em nosso mu-
nicípio” explica.
De acordo com o prefeito,
a elaboração do documento
foi feita de forma transpa-
rente por engenheiros e téc-
nicos da área de Saneamento
Básico. “O plano demonstra
uma projeção de crescimento
da cidade, sendo um projeto
extremamente técnico que a
concessionária deve seguir,
pois com ele, podemos efe-
tivamente cobrar ações da
prestadora de serviços de
água e esgoto”.
Leonel está disposto a as-
sinar o contrato cedendo a
água e o saneamento para a
empresa, mas mediante que a
Casan cumpra o plano de sa-
neamento que quer aprovar
nas próximas semanas. “O
projeto da Casan, reajustado
para 43 milhões, contempla
apenas o centro, e nós que-
remos a universalidade do
sistema de água e esgoto em
toda a cidade, que pelo me-
nos a população urbana seja
atendida”, afirmou o prefei-
to. Leonel salientou ainda
que a Casan também não tem
projeto para ampliar a cap-
tação e tratamento de água,
uma necessidade urgente da
cidade, haja vista que faltou
água nos verões passados.
Para finalizar, Leonel pe-
diu aos parlamentares que
tenham cautela na votação
do projeto “O plano será a
garantia de direitos para o
município. Não tenham pres-
sa para a votação, peço ape-
nas uma análise profunda do
projeto e que ouçam a em-
presa que elaborou o plano,
ouçam empresas do ramo do
Saneamento Básico e agên-
cias estatais reguladoras de
saneamento, ARIS ou AGE-
SAN”.
25 de outubro de 2014 06 POLÍTICA
O vereador Felipe Re-
bello Schmidt (PSD) apre-
sentou na segunda-feira, 20,
um abaixo assinado coletado
pelos moradores da Rua Ave-
lino Manoel Ferreira (Centro
de Penha), juntamente com
o requerimento que solicita a
execução das obras necessá-
rias para o devido escoamen-
to das águas e esgoto, bem
como a sua posterior pavi-
mentação.
Na semana passada os
moradores da Rua Avelino
Manoel Ferreira procuraram
o vereador Felipe para repre-
sentá-los no legislativo com a
reclamação de que “após as
pavimentações das ruas Fe-
lício João Adriano e Manoel
Bernardino Ferreira e Hen-
rique Pita, as condições de
escoamento de água e esgo-
to foram bastante agravadas,
sendo recorrente o retorno
do esgoto e águas, pelas tu-
bulações das residências”.
Diante das informações
o vereador salienta que os
moradores daquela rua lutam
há anos para que tal proble-
ma seja sanado. “A demanda
supera o mero desejo de não
precisar mais sofrer com a
lama e com o pó, adentra à
evidente afição que os mo-
radores passam a cada chuva
intensa, vendo suas casas se-
rem invadidas dejetos pútri-
dos que voltam pela tubula-
ção, destruindo seus móveis
ou os inutilizando pela con-
taminação”, enfatiza Felipe.
No requerimento o legis-
lador questiona ainda se a
Rua Avelino Manoel Ferrei-
ra já consta do cronograma
de obras a serem executadas
ainda no transcorrer desta
gestão. Felipe também afr-
mou que está à disposição da
prefeitura, para colaborar na
captação dos recursos neces-
sários à execução das provi-
dências mencionadas.
“Eu me comprometi, jun-
tamente com os moradores, a
tentar buscar a possível cap-
tação de recursos Estaduais e
Federais, caso não possa ser
executada através de recursos
do município”, comentou ao
mencionar que o abaixo as-
sinado, elaborado pelos mo-
radores, recebeu o apoio de
cerca de 100 moradores.
MORADORES DA RUA AVELINO MA-
NOEL ENTREGAM ABAIXO ASSINADO
PREFEITURA INAUGURA
NOVA PRAÇA NA
SANTA LÍDIA
A comunidade de Santa
Lídia já pode desfrutar de um
dos mais aprazíveis espaços
públicos de lazer e integração
comunitária. Foi inaugurada
nesta quarta-feira, 22 de ou-
tubro, a Praça Cleusa Bento
da Silva, nova obra da Pre-
feitura de Penha em parceria
com o Governo do Estado.
A inauguração foi feita
pelo prefeito Evandro Ere-
des dos Navegantes (PSDB)
e pelo vereador Jefferson
Custódio (PSDB). O suplen-
te de deputado Johnny Euri-
co Coelho (PP), também foi
chamado ao palanque. Se-
gundo o governo municipal,
foi ele que articulou os recur-
sos para a obra, juntamente
com os familiares da home-
nageada, que foi importante
líder comunitária no bairro.
Antes do descerramento
da fta, foi lida uma mensa-
gem escrita por Kelly Cristi-
na, flha da saudosa Cleusa,
que estava na homenagem
ao lado do marido João Ole-
gário da Silva e do irmão Jú-
nior, entre outros familiares.
Segundo Kelly, todos que
gostavam de dona Cleusa e
dos serviços por ela presta-
dos certamente fcaram mui-
to contentes com a obra. No
próximo dia 8 de dezembro,
completa o quarto aniversá-
rio da morte da líder comu-
nitária, que era servidora pú-
blica. A urbanização de impor-
tante região central de Penha
começou a ser articulada en-
tre moradores e Prefeitura.
Em reunião na quarta-feira,
dia 15 de outubro, uma co-
missão de moradores for-
mada por Tarcisio Tomio,
Senador Tomio, Maike Maier
Germano e Amanda Caroli-
ne Germano, além de João
Fambomel, vice-presidente
da Associação de Morado-
res do Centro (Amacentro),
repassou ao prefeito Evan-
dro Eredes dos Navegantes
(PSDB) um abaixo-assinado
com 175 assinaturas da co-
munidade das ruas Calixto
Luis Honório, Otávio Ber-
nardino, Ana Assis Cardoso,
Luiz José Nori, Professora
Eli da Silva e José Manoel
Vieira.
A reunião foi articulada
pelo vereador Felipe Schmidt
(PSD), que há quatro meses
vem dando orientações atra-
vés do Legislativo visando
estas pavimentações. A no-
tícia por parte do prefeito
foi boa: Evandro confrmou
que ainda em 2014, será fei-
to o levantamento de custos
destas vias, e os projetos de-
verão ser desenvolvidos pela
Secretaria de Planejamento
(Seplan) ou pela Associação
de Municípios da Foz do Rio
Itajaí-açu (AMFRI).
Segundo Felipe, a rei-
vindicação nasceu de uma
manifestação legítima da
comunidade. “Das 175 as-
sinaturas, 100% é formada
por moradores que carecem
de pavimentação numa área
central próxima ao Hospital
Nossa Senhora da Penha,
Instito Adhoniram, Pronto
Atendimento 24h e à Esco-
la Rubens João de Souza”,
comenta o parlamentar, que
lista reuniões comunitárias
ocorridas em 26 de junho e 3
de julho, entre os moradores
das seis vias.
O prefeito Evandro listou
aos moradores a ação de seu
primeiro mandato, quando
pelo menos 30 ruas foram
pavimentadas na região cen-
tral. “Nós iniciamos no cen-
tro, e em seguida, pavimenta-
mos várias ruas dos bairros.
Ainda recentemente, inaugu-
ramos a Elói Adriano e a Rei-
naldo Amaro de Castro”. De
acordo com o prefeito, agora
é hora de voltar e priorizar
ruas centrais.
A proposta de Evandro é,
a partir de projetos e custos,
levantar os recursos, que po-
dem ser próprios (contrapar-
tida municipal), do Estado
ou Governo Federal. O ve-
reador Felipe também se des-
tacou que o deputado esta-
dual reeleito Jean Kuhlmann
(PSD) está à disposição para
eventual liberação de ementa
parlamentar.
Felipe já tem requerimen-
to aprovado por unanimida-
de no Poder Legislativo soli-
citando as pavimentações.
ABAIXO-ASSINADO EM PENHA REIVIN-
DICA PAVIMENTAÇÕES PARA SEIS RUAS
JUJU PEDE PROVIDÊN-
CIAS DE LIMPEZA PARA
CEMITÉRIOS DE PENHA
Preocupado com a che-
gada do dia de fnados, quan-
do os cemitérios da cidade
recebem um grande número
de pessoas, o presidente do
legislativo de Penha, Jesuel
Capela - Juju (PSDB), pediu
através de requerimento à Se-
cretaria Municipal de Obras
que efetue força tarefa reali-
zando as benfeitorias neces-
sárias em todos os cemitérios
do Município de Penha.
No seu pedido o vereador
salientou a necessidade de
serviços de limpeza, pintura,
capinação e retirada de entu-
lhos acumulados. “A intenção
é proporcionar um ambiente
mais agradável aos familiares
que visitam seus entes que-
ridos especialmente nesta
data”, explica Juju.
Jesuel enfatizou ainda a si-
tuação de abandono em que
se encontram alguns túmulos
particulares. Segundo ele al-
gumas famílias não aparecem
nos cemitérios para realizar
a limpeza, o que causa um
aspecto de abandono. “É ne-
cessário a participação de to-
dos na conservação do local
após a força tarefa que estou
pedindo para que os cemité-
rios possam continuar limpo
o ano todo”, comenta.
25 de outubro de 2014 25 de outubro de 2014
07 GERAL
O Projeto de Lei Nº
33/2014 de autoria da ve-
readora Professora Juraci
(PMDB), foi aprovado por
unanimidade dos parlamen-
tares presentes na sessão da
Câmara de vereadores desta
segunda-feira, 20, ao qual ins-
titui no Município de Penha
a “Semana do Aleitamento
Materno”.
De acordo com o projeto, a
semana deverá incentivar ao
aleitamento materno e será
comemorada anualmente na
segunda semana do mês de
maio, ficando autorizado o
município a integrar a data
no Calendário Oficial de
Eventos da cidade e autoriza
o governo a celebrar convê-
nios e parcerias com a União,
Estado e entidades da socie-
dade civil. Segundo a vere-
adora, Professora Juraci, o
objetivo principal é conscien-
tizar a população através de
procedimentos informativos
e educativos sobre a impor-
tância da amamentação para
o desenvolvimento do bebê.
“O leite materno é completo.
Isso significa que até os seis
meses de idade o bebê não
precisa de nenhum outro ali-
mento”, comenta Juraci.
Para a vereadora é impor-
tante, durante esta semana,
estimular o interesse da so-
ciedade na promoção, pro-
teção e apoio ao aleitamento
materno e à mãe lactante,
principalmente nos primei-
ros meses de vida da criança.
“É muito importante, con-
tudo, que a mãe tenha cons-
ciência de que a amamenta-
ção é uma das experiências
mais gratificantes e, portanto
devem-se fazer todas as ten-
tativas para que ela seja for-
necida a criança durante o
máximo de tempo possível”,
enfatiza a vereadora. Durante
a discussão do projeto os ve-
readores também ressaltaram
a importância de se dissemi-
nar informações, por parte
do governo, sobre os benefí-
cios do aleitamento materno
para as mães e as crianças,
sensibilizar os diversos seg-
mentos da sociedade para
que compreendam e apoiem
a mulher que amamenta.
APROVADO PROJETO QUE INSTITUI A
SEMANA DO ALEITAMENTO MATERNO
Um importante ponto tu-
rístico de Penha foi irregular-
mente bloqueado neste fnal
de semana - provavelmente.
Fiscais da Secretaria de Pla-
nejamento estiveram na Praia
do São Roque na manhã de
hoje, 13, e encontram a aber-
tura de uma enorme “vala”
proibindo o acesso de ba-
nhistas e visitantes. A Pre-
feitura já acionou a Polícia
Ambiental e vai formalizar
denúncia junto ao Ministério
Público Estadual (MP/SC).
“Já desconfamos de
quem tenha cometido esse
ato irregular. Já acionamos a
Polícia Ambiental e iremos
manifestar o Ministério Pú-
blico para promover uma
investigação sobre o caso”,
explica assessor, Evaldo Ere-
des. Provavelmente as valas
de bloqueio tenham sido
abertas neste fnal de semana
e por uma máquina de gran-
de porte. “Vamos fechar os
buracos assim que a Polícia
Ambiental verifcar o caso e
liberar esse ponto turístico
para as pessoas”, acrescen-
tou.
A Praia do São Roque
fca em uma região bastan-
te preservada, entre a Praia
Grande e a morraria da Praia
Vermelha. O local é bastan-
te visitado por pessoas que
buscam um contato maior
com a natureza, geralmente
praticantes de esportes radi-
cais e caminhadas. “É um re-
canto e que alguém pensa ser
o dono. Não vamos permitir
essa posse e proibição de uso
ilegal”, completou Evaldo.
Outros dois casos foram
constatados na manhã des-
sa segunda-feira. Na Praia
Grande os fscais encontram
a construção de um deck e
na Praia do Quilombo um
morador fez a retirada de
restinga para construção de
calçada. Ambos os casos são
irregularidades e os responsá-
veis estão sendo localizados
para notifcação ofcial de ato
infrator em consonância com
as legislações ambientais.
PREFEITURA VAI ACIONAR POLÍCIA
AMBIENTAL POR BLOQUEIO DE PRAIA
A Secretaria de Saúde de
Penha entregou no fnal da
tarde de ontem, quinta-feira,
23, trinta bicicletas aos agen-
tes do programa Estratégia
Saúde da Família (ESF). Di-
vididos em sete grupos de
atendimentos que percorrem
87%, as bicicletas irão auxi-
liar o trabalho das agentes
que realizam visitas familiares
em microrregiões.
De acordo com o secretá-
rio da pasta, Cleiby Darossi,
o trabalho das agentes de
saúde é fundamental para
controle da saúde pública de
Penha. “É um trabalho de
suma importância e que dita
como está a saúde de Penha.
Peço para que continuem
com o tradicional empenho
em suas atividades”, classi-
fcou. Além das bicicletas, a
Secretaria da Saúde está ad-
quirindo uniforme completo
e protetor solar para todos
os agentes.
SAÚDE ENTREGA 30 BI-
CICLETAS AOS AGENTES
DO ESTRATÉGIA SAÚDE
PREFEITURA ANTECIPA
DIA DO SERVIDOR E LE-
ONEL ADIANTA SALÁRIO
Em comemoração ao Dia
do Servidor Público, o pre-
feito Leonel José Martins
(PSDB) irá antecipar o paga-
mento do salário aos servido-
res municipais. O pagamen-
to, feito tradicionalmente no
último dia de cada mês, será
agora depositado na segun-
da-feira, 27 de outubro.
Em alusão a data, a pre-
feitura irá também antecipar
o dia do servidor, que é se-
gundo o Calendário Ofcial,
na próxima terça, 28 de ou-
tubro, porém prezando pela
continuidade e essencialida-
de dos sérvios públicos, tal
data foi antecipada para a
segunda-feira em uma ação
conjunta com os servidores.
Os serviços essenciais irão
continuar a ser prestados
normalmente.
25 de outubro de 2014 08 SAÚDE
SAÚDE CONCENTRA ATENDIMENTOS DE
PUERICULTURA NAS UBSS DE PENHA
A Secretaria de Saúde da
Prefeitura de Penha (SMS)
está concentrando todo o
atendimento de puericultura
nas suas seis Unidades Bási-
cas de Saúde (UBSs), instala-
das nos bairros Santa Lídia,
Armação do Itapocorói, São
Cristóvão, Mariscal Gravatá
e também no centro da cida-
de. A puericultura é a ciência
de oferecer cuidados fsioló-
gicos e de higiene e saúde às
crianças, uma especialidade
da pediatria.
Com as novas estratégias
da SM, o objetivo é oferecer
o procedimento diretamente
nos bairros e mais próximo
de crianças e mães. A infor-
mação é do secretário de
Saúde, Cleiby Darossi, que
desde o início do mês, co-
ordena estas ações, e expli-
ca que a partir de agora, as
mães são orientadas a pro-
curar e concentrar os atendi-
mentos à criança diretamente
nas UBSs, conhecidas como
“os postinhos de saúde” dos
bairros.
Atualmente, a Prefeitura
de Penha mantém um clíni-
co geral em cada um dos seis
postos, e um pediatra visita
mensalmente cada uma des-
tas unidades. Há ainda uma
equipe de Saúde trabalhando
diretamente na comunida-
de da Cohab, que está com
sua UBS em construção. A
ação acaba por desafogar a
demanda hoje atendida no
Núcleo de Atenção à Mulher
e à Criança (NAM), segun-
do detalha Regiane Cristina
Francez, coordenadora da
Atenção Básica em Penha.
“Nós estávamos com o
atendimento de puericultura
concentrado no NAM, que
fca no centro de Penha, e
isso aumentou demais a de-
manda”, detalha ela, “o que
ocasionou a demora no aten-
dimento de emergências re-
ais em relação às crianças”,
completa. Com os exames
de puericultura concentrados
nos bairros, o NAM segue
sua missão original: atender
mulheres e crianças com do-
enças crônicas ou casos que
exijam atendimento mais re-
forçado no setor da pediatria.
Desde o início de outubro,
cada UBS promove a tria-
gem das crianças e inicia ali
mesmo a puericultura, com
os médicos dos bairros –
incluindo profssionais do
Programa Mais Médicos, do
Governo Federal. “O agen-
damento é feito diretamente
nos postos, e só casos graves
são repassados ao NAM”,
detalha Cleiby.
Através da puericultura,
a criança é atendida desde
a gestação até cinco anos
de idade, e o médico pode
acompanhar todo o desen-
volvimento infantil. Esta
ação, segundo lembra Regia-
ne, previne enfermidades e
anormalidades e abrange as
áreas de crescimento, nutri-
ção e desenvolvimento neu-
ropsicomotor. Se faz com as
consultas de rotina, desde o
pré-natal, passando pelo lac-
tente (de zero a dois anos),
o pré-escolar, de três a cinco
anos e o escolar, de seis a 12,
até o adolescente.
O NAM segue à disposição
da comunidade, oferecendo
serviços de fonoaudiologia,
psicologia, psiquiatria e pe-
diatria, entre outros, para
mães e crianças. Já emergên-
cias são atendidas em Penha
diretamente no Pronto Aten-
dimento 24h.
Segundo a SMS, pelo me-
nos 336 gestantes estão dan-
do à luz entre esse segundo
semestre de 2014 e o início
de 2015.
LUANA GIRARDINI
Farmacêutica Industrial
Pós graduada em Atenção Farmacêutica
Avenida Eugênio
Krause, 538 Centro,
Penha/SC
Fone (47) 33458327
farmaciagirardini@ hot-
mail.com
PERCA MEDIDAS E GANHE SAÚDE COM A LIN-
HA DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS OR-GAN-
IC
A linha Or-ganic foi desenvolvida com a mais alta tec-
nologia importada dos EUA para auxiliar na queima das
calorias, além de proporcionar maior bem-estar e saúde.
Ideal para quem quer perder as gordurinhas localiza-
das e ainda regular o metabolismo dos carboidratos. È
composto por picolinato de cromo e óleo de coco.

Benefícios do cromo:
> Reduz a resistência à insulina
> Melhora o metabolismo de carboidratos, lipídeos e
proteínas
> Reduz a gordura corporal

Benefícios do óleo de coco:
> Auxilia no aumento dos níveis de energia
> Reduz a gordura abdominal
> Aumenta o colesterol “bom” (HDL)
OR-GANIC
25 de outubro de 2014 09 SAÚDE
MÁRCIA PROPÕE FIXAÇÃO DE
INFORMAÇÕES SOBRE ATENDIMENTOS
Na sessão da Câmara de
Vereadores de Penha da úl-
tima segunda-feira, 20, foi
discutido e aprovado o re-
querimento de autoria da
Vereadora Áurea Márcia
Pinheiro (PSDB) sobre a
implantação, através de um
projeto de lei, para que as
unidades de saúde do muni-
cípio sejam obrigadas a fxar
informações com o nome
dos médicos, especialidade,
dias e horários de atendi-
mento e número de fchas
disponíveis por dia e o nome
do coordenador do estabele-
cimento público de saúde.
A lei sugerida pela ve-
readora é de iniciativa do
governo municipal, desta
forma a vereadora encami-
nhou juntamente com seu
requerimento um modelo
como sugestão. Na defesa da
sua proposição a vereadora
destacou a preocupação em
atender as necessidades da
população, citando alguns
escândalos veiculados na mí-
dia em várias cidades do país.
“Atualmente, temos visto
diversas reportagens veicu-
ladas na imprensa, sobre es-
cândalos nos hospitais públi-
cos e pronto-atendimento.
Muitas das vezes, médicos
pertencentes ao quadro de
servidores do município des-
cumprem a sua carga horária,
colocam acadêmicos para
prestar atendimento e tratam
com total desleixo os muní-
cipes que necessitam da uti-
lização do serviço público de
saúde”, comenta ela.
Mais uma vez a vereadora
enfatiza o direito à informa-
ção, à divulgação ofcial das
atividades prestadas, dos atos
e das decisões da Adminis-
tração Pública. “Precisamos
de maior transparência nas
atividades da saúde publica.
Esta proposição visa maior
comodidade para nossa po-
pulação que vive esse drama
de incertezas”, conclui Már-
cia.
JURACI PEDE REPASSE DE GRATIFICA-
ÇÃO AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE
No intuito de contribuir
com a melhoria da qualida-
de e do acesso aos serviços
de saúde do município de
Penha, em especial, na qua-
lifcação do atendimento na
atenção básica, a vereadora
Professora Juraci (PMDB)
apresentou o requerimento
na sessão de segunda-feira,
13, pedindo para que o go-
verno municipal repasse gra-
tifcação de incentivo ao de-
sempenho aos profssionais
de saúde que estão atuando
nas Unidades Básicas de Saú-
de (UBS) através do progra-
ma de melhoria do acesso
e da qualidade da Atenção
Básica – (PMAQ- AB) pelo
comprometimento e motiva-
ção desses profssionais.
A vereadora Juraci afr-
mou em seu discurso que o
município poderá, conforme
o comprimento de metas e
de acordo com avaliações
periódicas do Ministério
da Saúde receber até o do-
bro do recurso de repasse
como forma de gratifcação
aos profssionais através do
PMAQ- AB.
“Pensando nesse direito,
ela questiona através do seu
requerimento: Por que não
foi feito o repasse de grati-
fcação, aos profssionais de
saúde que estão atuando nas
Unidades Básicas de Saúde?
“Uma vez que através do pro-
grama de melhoria do acesso
e da qualidade da Atenção
Básica (PMAQ-AB,) o re-
curso para o repasse para a
gratifcação de incentivo por
desempenho é de R$189mil
e duzentos reais, de janeiro
a julho de 2014 deste ano,
conforme informa o site do
Ministério da Saúde”.
Juraci questiona também,
por que estes profssionais
ainda não foram contempla-
dos com a gratifcação e em
que período se dará o incen-
tivo, uma vez que o programa
prevê bonifcação fnanceira
para os profssionais que atu-
am nas Unidades Básicas de
Saúde após cumprimento de
metas.
Na mesma proposição, a
vereadora também cobrou
da administração, a urgência
na elaboração do projeto de
Lei para criação deste com-
ponente municipal aderindo
ao programa na forma de in-
centivo fnanceiro de desem-
penho aos profssionais da
saúde. “Lembrando que este
projeto deverá ser elaborado
pelo prefeito, e encaminha-
do à Câmara de Vereadores
para aprovação. Ao pedir a
aprovação do requerimento,
Juraci Lembrou que muitos
municípios já incorporaram
esta prática.
25 de outubro de 2014 10 EDUCAÇÃO
O 15 de outubro foi bas-
tante comemorado pelos
professores em Balneário
Piçarras. Uma confraterni-
zação entre os profissionais
da classe marcou a data, tra-
zendo lazer, bate-papo, troca
de experiências, reflexões,
sorteio de brindes e bastante
descontração.
Um grande café colonial
foi preparado especialmente
para os professores, direto-
res, secretários e servidores
da secretaria de Educação,
que receberam também uma
camiseta do município.
“Não queremos apenas
uma educação qualidade no
papel, com números e índi-
ces. Queremos investir na
qualificação daquela pessoa
que irá formar o nosso ci-
dadão no futuro, e esta pes-
soa é o Professor” salienta o
prefeito Leonel José Martins
(PSDB) em seu discurso.
O prefeito falou ainda dos
investimentos já efetuados
pelo governo municipal em
educação “Os professores
são a estrela da nossa admi-
nistração. Estamos investin-
do em cursos de capacitação,
pós-graduação gratuita, revi-
são do plano de carreira, pa-
lestras e encontros, mas sa-
bemos que não é o que basta,
por isto, trabalhamos ainda
mais para melhorar a vida
de quem nos espelhávamos
quando éramos pequenos”.
Em um momento de des-
contração e reflexão, os
professores puderam acom-
panhar uma palestra com
Nelson Alves Júnior, que é
Consultor de Empresas na
área de qualidade, gestão e
desenvolvimento de pessoas.
Os músicos do projeto nave-
gantino “Musicando na Es-
cola” também participaram
do encontro, alegrando o
pessoal com a parte musical.
A secretária de Educação,
Professora Laureci Bernade-
te Schneider Pereira salien-
tou sobre o comprometi-
mento do poder público com
as ações de valorização do
professor. “O prefeito tem
nos apoiado em tudo que é
reivindicado para a educa-
ção” frisa.
“Estamos trabalhando na
aguardada reformulação do
Plano de Carreira do Magis-
tério, aonde iremos nos reu-
nir novamente com todos
os professores para discutir
a norma e aprova-la ainda
neste ano de 2014” finaliza
Laureci.
DIA DO PROFESSOR É COMEMORADO
COM ENCONTRO EM BALN. PIÇARRAS
A EEB Manoel Henrique
de Assis/Penha recebeu
na sexta-feira passada, 17,
a Presidente da Fundação
Catarinense de Cultura, Ma-
ria Teresinha Debatin. Na
ocasião foi lhe entregue lis-
tas de abaixo assinado com
cerca de 500 assinaturas de
alunos, professores e pesso-
as da comunidade penhen-
se, cópia do projeto “Um
Abraço na Capela – traba-
lho realizado pelos alunos
do 1º ano do Curso Técnico
em Turismo e Hospedagem.
Maria Teresinha assistiu os
documentos e reportagens
sobre o assunto Capela de
São João Batista, e falou so-
bre o grande envolvimento
feito em torno do tema, res-
saltando a importância da
mobilização de estudantes
em prol de uma causa histó-
rica: a restauração da capela.
A presidente da FCC ficou
encantada com o que viu e
ao levar para Florianópolis
a documentação solicitando
a restauração, garantiu que
cuidará com carinho do seu
encaminhamento ao IPHAN
- Instituto Patrimônio His-
tórico e Artístico Nacional,
setor Santa Catarina.
A equipe gestora da esco-
la acompanhou a Presidente
Maria Teresinha em uma vi-
sita a Capela, quando cons-
tatou que o trabalho de res-
tauro não é tão difícil (maior
parte por problemas de in-
filtração) e merece ser feito
com urgência.
Depois aconteceu um al-
moço no restaurante Pirão
D’Água, com as delicias da
cozinha açoriana elaboradas
pela anfitriã Sarita Santos, a
qual proporcionou a todos
momentos de cultura de base
açoriana em Penha, decla-
mando poesias que enalte-
cem o bairro de Armação de
Itapocorói, onde situa-se a
capela.
PRESIDENTE DA FUNDA-
ÇÃO CATARINENSE DE
CULTURA VISITA PENHA
A Casa de Passagem Abri-
go Anjo Gabriel recebeu no
final de sexta-feira, 10, uma
importante visita. O juiz
de Direito da Comarca de
Balneário Piçarras, Marcelo
Trevisan Tambosi, esteve na
unidade para acompanhar os
trabalhos e fazer a doação de
um aparelho de ar condicio-
nado split.
O aparelho foi adquirido,
segundo o juiz, com recur-
sos financeiros de “medidas
de transações penais do Mi-
nistério Público”. O sistema
de refrigeração será instalado
por mão de obra qualificada
e paga pela Prefeitura, dentro
de prazo máximo de trinta
dias.
Na ocasião da visita, além
das coordenadoras do abrigo,
Lucimar Tibuski e Jaiane Ca-
pela, o prefeito Evandro Ere-
des dos Navegantes (PSDB),
o secretário de Governo Re-
ginaldo Waltrick e a secre-
tária de Assistência Social,
Oraci Maria de Souza, recep-
cionaram o magistrado.
Atualmente apenas uma
criança está no Abrigo. A
residência fica na região de
Armação, em um imóvel lo-
cado pela Prefeitura. No ano
primeiro semestre deste ano
o abrigo foi incendiado e
precisou ser transferido para
o atual local.
JUIZ DE DIREITO DA COMARCA VISITA
CASA DE PASSAGEM ANJO GABRIEL
ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO
Comarca - Balneário Piçarras / 2ª Vara
Rua Eulálio da Trindade, 26, Centro - CEP 88380-000, Fone: (47) 3347-4016, Balneário Piçarras-SC - E-
mail: balpicarras.vara2@tjsc.jus.br
Juíza de Direito: Milena Souza de Almeida
Chefe de Cartório: Simone Reimer
EDITAL DE CITAÇÃO - USUCAPIÃO - RÉUS INSCRITOS E EVENTUAIS - COM PRAZO DE 30 DIAS
Usucapião nº 0001418-92.2014.8.24.0048
Autor: Soon Beum Kwon e outro
Requerido: Edinai Aparecida Alves
Citando(a)(s):Réus em local incerto e terceiros interessados.
Descrição do(s) Bem(ns): "Um terreno urbano, de forma regular, sem benfeitorias, dituado no Bairro
Nossa Senhora de Fátima, nesta cidade de Penha, Comarca de Balneário Piçarras – SC, com área de
3.854,97 metros quadrados, com as seguintes medidas e confrontações: Frente ao Oeste, confrontando
com a Rua João Ludgero Santos, onde mede em quatro linhas no sentido Norte para o Sul. Em 6,45
metros, 17,79 metros, 33 metros e 48,84 metros, totalizando 105,81 metros; Fundos a Leste, estrema
com terras de Alírio Salvador onde mede 49,26 metros: Ao Norte extrema com o Rio Iriri, onde mede
70,91 metros; Ao Sul, confrontando com terras de Dicésar Empreendimentos Ltda, onde mede 48,40
metros. Prazo Fixado para a Resposta: 15 dias. Por intermédio do presente, a(s) pessoa(s) acima
identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, bem como seu(s) cônjuge(s), se casada(o)(s)
for(em), confrontante(s) e aos eventuais interessados que, fica(m) ciente(s) de que, neste Juízo de
Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, bem como CITADA(S) para responder(em) à ação,
querendo, no lapso de tempo supra mencionado, contado do transcurso do prazo deste edital.
ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado, presumir-se-ão aceitos como
verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. 285, c/c art. 319 do CPC). E, para que
chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado
no local de costume e publicado 2 vez(es), com intervalo de 0 dias na forma da lei.
Balneário Piçarras (SC), 29 de setembro de 2014.
S
e

i
m
p
r
e
s
s
o
,

p
a
r
a

c
o
n
f
e
r
ê
n
c
i
a

a
c
e
s
s
e

o

s
i
t
e

h
t
t
p
:
/
/
e
s
a
j
.
t
j
s
c
.
j
u
s
.
b
r
/
e
s
a
j
,

i
n
f
o
r
m
e

o

p
r
o
c
e
s
s
o

0
0
0
1
4
1
8
-
9
2
.
2
0
1
4
.
8
.
2
4
.
0
0
4
8

e

o

c
ó
d
i
g
o

1
8
E
5
C
4
7
.
E
s
t
e

d
o
c
u
m
e
n
t
o

f
o
i

a
s
s
i
n
a
d
o

d
i
g
i
t
a
l
m
e
n
t
e

p
o
r

S
I
M
O
N
E

R
E
I
M
E
R
.
fls. 43
25 de outubro de 2014 11
COMUNIDADE
Após a realização dos dois
seminários de apresentação
do Projeto Orla de Penha, a
Prefeitura de Penha inicia os
preparativos para realização
das oficinas que irão - teo-
ricamente - formar o Plano.
Para participar dos even-
tos - previstos para o mês
de novembro - é necessário
se inscrever na Secretaria de
Desenvolvimento Econômi-
co (na Rua Nilo Anastácio
Vieira, 27, Centro) até o dia 7
de novembro.
De acordo com a enge-
nheira ambiental da Prefei-
tura, Ana Paula dos Santos,
as vagas são limitadas e aber-
tas a toda comunidade, mas,
principalmente, para associa-
ções. “Para atingir uma par-
cela maior da comunidade,
estamos frisando a participa-
ção das associações para que
seus representantes levem as
informações do Projeto para
o todo o grupo”, explica. In-
formações adicionais podem
ser solicitadas pelo telefone
3345.4878.
O primeiro ciclo de oficinas
deve acontecer de 20 a 22 de
novembro, e o segundo, de
27 a 29. Os locais e horários
ainda será divulgados pelo
Governo, assim como as da-
tas também serão confirma-
das. “Com o fim do período
das inscrições iremos definir
oficialmente as datas com
os participantes. Queremos
que os períodos estipulados
sejam de comum acordo”,
salienta Ana Paula. Após o
término das oficinas um Co-
mitê Gestor será criado para
acompanhar a evolução.
Nos seminários - realiza-
dos no começo deste mês
- cerca de trezentas pessoas
participaram das apresenta-
ções realizadas pelo corpo
técnico do Orla. “Agora par-
timos para a realização das
oficinas. Nelas as propostas
serão apresentadas e discu-
tidas com a população. Não
será a palavra do prefeito, de
um vereador ou de um secre-
tário que vai decidir o que é
melhor para o Plano. Será a
palavra do povo”, afirmou o
prefeito Evandro Eredes dos
Navegantes (PSDB).
“Esse Plano vai ser um di-
visor de águas para o nosso
município. Através das ofici-
nas o tema será aprofundado
e o Plano será formado. O
que for decidido pela maioria
vai formar o plano que será
encaminhado para Câmara
de Vereadores”, reforçou o
prefeito, salientando a im-
portância da participação so-
cial nas oficinas.
SEMDE ABRE INSCRIÇÕES PARA OFI-
CINAS DO PROJETO ORLA DE PENHA
Mais uma vez a Câmara de
Vereadores de penha discutiu
segurança pública através do
requerimento do vereador
Isac da Costa (PSD) que so-
licita informações a cerca das
intenções do governo muni-
cipal sobre a sede do prédio
do antigo BESC (Banco do
Brasil) que segundo informa-
ções deverá ser desocupado
em breve o qual poderia ser
implantado um posto policial,
segundo sugere o legislador.
Para explicar o seu reque-
rimento, Isac afirma que o
Banco do Brasil já tem novo
prédio para sua instalação,
deixando atual prédio vago.
Ele alega ainda que o prédio
do antigo BESC foi doado
pelo município ao Estado de
Santa Catarina através da Lei
nº641/82, alterada pela lei nº
686/83.
Diante das informações
o vereador defende o uso
do espaço como sugestão
de um posto policial. “Con-
siderando que o prédio em
questão fica situado no co-
ração do Centro, em frente a
Prefeitura Municipal, Igreja,
colégio estadual e outros, eu
considerando a necessida-
de de promover a segurança
no município, instalando um
posto policial neste local”,
enfatiza isac. Na proposição,
que será encaminhada ao ga-
binete do prefeito, o vereador
questiona ainda se este prédio
já é alvo de interesse da Ad-
ministração e se existe a pos-
sibilidade do governo inter-
ceder junto ao Estado, para
que este prédio seja utilizado
para implantação de um Pos-
to Policial da Polícia Militar,
contribuindo para promover
a segurança no Município.
ISAC SOLICITA IMPLANTAÇÃO DE UM
POSTO POLICIAL NO BANCO DO BRASIL
Após a decisão dos jura-
dos, os vinte retratos finalistas
do Revela Piçarras 2014 estão
em exposição no Centro Cul-
tural Luiz Telles, até o dia 28
de novembro, para apreciação
e votação do público.
O concurso está em sua
segunda edição neste ano e
tem como objetivo estreitar
a relação da população com
os elementos do cotidiano lo-
cal através da “arte de parar
o tempo”, ou seja, através de
fotografias que registrem pai-
sagens, sejam elas de animais,
árvores, jardins, praças, flores,
pessoas, etc.
O corpo de jurados que
escolheram as vinte imagens,
das 60 inscritas, foi forma-
do por profissionais da área,
entre eles o Professor Ricar-
do Gallaza, Coordenador do
curso de Fotografia na Uni-
versidade do Vale do Itajaí,
a design gráfico e fotógrafa
Sarah Zewe Uriarte e o con-
sagrado fotógrafo Roberto
Boccino.
As imagens seleciona-
das são de autoria de diver-
sos fotógrafos amadores do
município, como o João Al-
fredo Renner, que teve suas
obras “Estrelas do Mar” e
“Pescador”, o Aldo Muller,
com as obras “Na Sombra”
e “Furado”, a Nanci Claris-
se Renner com “Conchas” e
“Amanhecer Dramático”, a
Maria Neucioli Borba Medei-
ros com as obras “Caminho”
e “Acolhida”, o Jornalista Fe-
lipe Franco Bieging, com as
obras “Aquarela Artesanal” e
“Pescando a Nossa História”,
a Cleide Cenira Gadotti com
as obras “Descanso dos Bar-
cos” e “Encanto Noturno”, o
Welinton Panicio com a obra
“Por do Sol”, a Marileia Min-
cikiewicz com as obras “Na-
moro” e “Ilha Linda”, o Ivan
Costin com a obra “Árvo-
re”, a Vera Lucia Pereira das
Neves com as obras “Beleza
em sua Plenitude” e “Che-
gada Paradisíaca”, e Marcos
Vinicius Alves com as obras
“Conjunto de Belezas Natu-
rais” e “Molhe Praia Central”.
As três melhores fotos, de
acordo com os jurados, rece-
berão prêmio em dinheiro,
sendo: 1º lugar R$ 1.000,00,
2º lugar R$ 700,00 e 3º lugar
300,00. A foto mais votada
pelo público receberá um kit
fotográfico. O resultado será
divulgado no dia 09 de de-
zembro, junto à cerimônia de
premiação.
RETRATOS FINALISTAS
DO REVELA PIÇARRAS
ESTÃO EXPOSTOS
25 de outubro de 2014 12 VARIEDADES
O último fim de semana
foi de manobras radicais e
muito pneu queimado em Pe-
nha (SC). Durante os dias 11
e 12 de outubro, foi realizado
o primeiro “Desafio de Drift”
do Estado, no Kartódromo
Internacional Beto Carrero.
O evento contou com pilotos
de peso, entre eles o japonês
Masashi Yokoi, vencedor da
maior competição mundial
do esporte a “D1 GrandPrix
Series”. Masashi fez parte
da comissão de juízes junto
de pilotos renomados como,
Tiago Romano e o diretor
de prova, Didi Nambei. Na
ocasião, o campeão dividiu as
curvas do Kartódromo com
o piloto oficial do Velozes e
Furiosos Show, do Beto Car-
rero World, Márcio Cabeça.
“O objetivo deste evento
é fortalecer o esporte no Bra-
sil. Os organizadores e gran-
des empresas uniram forças
para poder proporcionar um
dia de Drift muito especial”,
explica Cabeça. Devido ao
grande número de pilotos, o
Desafio foi dividido em duas
categorias: A e B. O piloto
Diego Shimazaki conquistou
o primeiro lugar no grupo A,
seguido de Jonathas Neves e
Rodrigo Meireles, pilotos de
Brasília. Já no grupo B, Már-
cio Cabeça subiu no lugar
mais alto do pódio depois de
enfrentar problemas em seu
carro na prova classificatória.
Em segundo e terceiro fica-
ram Pinguim e Ricardo Koi-
ke, respectivamente.
Além do espetáculo de
Drift, o evento promoveu
uma exposição de carros de
arrancada, carros personali-
zados, de Rally e sorteio de
brindes para crianças e adul-
tos. Com uma atitude bene-
ficente dos organizadores, o
ingresso custou um quilo de
alimento ou um brinquedo, e
através desta iniciativa social
da Drift Race junto ao Ro-
taract Club de Penha, foram
arrecadados 300 brinquedos
e 800 quilos de alimentos que
serão direcionados à comuni-
dade local e ao Instituto Beto
Carrero.
Sobre o Drift (Drifting)
Drift é um estilo de con-
dução de carros que consiste
em utilizar várias técnicas de
derrapagem nas curvas, fa-
zendo com que o carro desli-
ze de lado, geralmente em alta
velocidade. Essencialmente,
a manobra consiste em um
equilíbrio entre velocidade,
ângulo e tempo. A modalida-
de nasceu no Japão na década
de 70, mas se tornou popu-
lar no Brasil através do filme
“Velozes e Furiosos – Desa-
fio em Tokyo” que mostra
corridas de derrapagem em
competições de rua.
No caso de desafios como
este realizado em Penha, os
juízes avaliam a precisão nos
obstáculos determinados, ha-
bilidade e estilo de pilotagem.
Todos os pontos demarcados
precisam de técnicas avança-
das do esporte, que é padrão
no mundo inteiro.
Os exercícios chineses
implantados neste ano pela
secretaria de Saúde, ainda é
tida como uma novidade en-
tre a população e agora du-
rante a temporada de verão
a atividade acontece na Praia
Central, próximo à descida
da Getúlio Vargas, todas as
quartas-feiras, a partir das
08h.
Formado por uma série
de 18 exercícios, feitos em
sequência, o Lian Gong é
uma técnica criada nos anos
70 pelo Dr. Zhuang Yuan
Ming, médico ortopedista e
traumatologista da Medici-
na Tradicional Chinesa, com
objetivo de prevenir e tratar
dores no corpo, harmonizan-
do os órgãos.
A série de exercícios mes-
cla conhecimentos da Me-
dicina Tradicional Chinesa
com a moderna medicina
ocidental, as artes guerrei-
ras e os antigos exercícios
terapêuticos. Começa pela
cabeça, segue pela cervical,
ombro, coluna, lombar, qua-
dril, joelho até o pé. “É pre-
ciso estar concentrado, senão
perde a sequência”, destaca a
Naturóloga Priscilla Cardoso
Jorge.
A cada livro infantil ou ju-
venil, novo ou usado, doado à
biblioteca, o doador participa
de sorteio de um ingresso ao
Parque Beto Carrero World.
A Biblioteca Pública Mu-
nicipal José Ferreira da Silva,
de Balneário Piçarras, lançou
no início deste mês, em alu-
são ao dia das crianças, uma
nova campanha para arreca-
dar livros infanto-juvenis. A
cada livro doado nesta cate-
goria, o doador receberá um
número para concorrer a um
ingresso para o Parque Beto
Carrero World.
A Campanha “Diversão
em Dobro” é destinada para
crianças e jovens, ou seus
responsáveis, que podem
doar um livro para divertir
um leitor da biblioteca e ga-
nhar mais diversão num dos
O tempo estimado para a
atividade é de apenas 30 mi-
nutos, mas segundo Priscila,
já é o suficiente para ver-se as
melhoras no corpo e também
na mente, com exercícios
simples que trabalham todas
as partes de forma integrada.
Dentre as pessoas que estão
fazendo os exercícios, vários
já relataram as melhorias em
dores lombares, musculares
e na disposição. “Ele mexe
tudo, então a pessoas sentem
melhorar, de uma semana
para outra, mas é preciso res-
peitar os limites de cada um”,
orienta a naturóloga.
O Lian Gong promove
diversos benefícios, ajuda na
circulação do sangue, dissol-
maiores parques de lazer da
América Latina.
A responsável pela Biblio-
teca Municipal, Marli Marley
Czelusniaki fala que “A ideia
é conseguir mais livros para
o público infantil e jovem, e
também premiar nossos cola-
boradores com outro tipo de
diversão. Temos muitos lei-
tores jovens e queremos ter
PRAIA CENTRAL RECEBE LIAN GONG
TODAS AS QUARTAS, ÀS 08H
CAMPANHA DO MÊS DAS CRIANÇAS
NA BIBLIOTECA ESTÁ NA RETA FINAL
CAMPEÃO MUNDIAL DE
DRIFT PARTICIPA DE EVENTO
NO BETO CARRERO WORLD
ve aderências e inflamações
dos tendões, restaura a mo-
vimentação natural do corpo,
melhora a resistência e a vi-
talidade do organismo. Além
disso, previne e trata dores no
corpo, problemas em ossos,
músculos, articulações, dis-
funções dos órgãos internos
e problemas respiratórios.
De acordo com o Dr.
Zhuang Yuan Ming, criador
da prática, o Lian Gong tem
resultados excelentes, nas
dores de pescoço, nos om-
bros, na região lombar, nas
pernas e nas articulações das
extremidades. Seu efeito é:
“Quando existe doença, trata
a doença: quando não existe
doença, fortalece o corpo”.
mais livros para esta faixa de
idade”, destacou Marley.
A Biblioteca Municipal
José Ferreira da Silva fica
situada na Avenida Getú-
lio Vargas, 1.113, junto ao
Centro Cultural Luiz Telles
e telefone de contato é (47)
3347-1839. O horário de
funcionamento é das 08h às
12h e das 13h30min.
25 de outubro de 2014 13 VARIEDADES
A cartilha de nome “His-
tórias e Saberes de Balneá-
rio Piçarras” foi editada pe-
las professoras Carla Aline
Kryszczun e Claudia Santos
Ribeiro Corrêa, objetivando a
Educação Patrimonial, escla-
recendo os conceitos patri-
moniais de uma forma clara,
simples e curiosa, além dos
dados históricos do municí-
pio de Balneário Piçarras e
relatos de nativos de Balneá-
rio Piçarras.
O evento acontece a partir
das 19h da próxima quarta-
-feira, 29 de outubro, no
Centro Cultural Luiz Telles
e tratará da apresentação da
cartilha à comunidade e aos
professores, junto de um bate
papo cultural.
De acordo com a diretora
da Fundação Cultural, Luciel-
lem dos Santos, a cartilha traz
um conteúdo cultural muito
rico “A cartilha, produzida
minuciosamente pelas pro-
fessoras, contem um conteú-
do cultural piçarrense muito
rico, resgatando tradições,
brincadeiras, pratos típicos,
lendas, entrevistas, histórias e
muita coisa boa” frisa.
Autoras
Carla Aline Kryszczun é
formada em ciências sociais
e pós graduada em História e
Região na Unioeste, do Para-
ná, e sociologia pela Faculda-
de Integrada de Jacarepaguá,
sendo membro do conselho
de patrimônio histórico, ar-
tístico e natural de Balneário
Piçarras.
Cláudia Santos Ribeiro
Corrêa é graduada em histó-
ria pela Univali e professora
da rede privada de ensino no
município, coordenando a
Oficina de Patrimônio Histó-
rico, Cultural e Ambiental.
Apoio à cultura local
Em 2013, o projeto foi
inscrito pelo Governo Mu-
nicipal, no Edital Elisabete
Anderle de estímulo à cultura,
da Fundação Catarinense de
CARTILHA DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL DA
CIDADE SERÁ ENTREGUE EM EVENTO DIA 29
Cultura e foi premiado com
R$ 10.000,00 para a elabora-
ção da cartilha, que terá sua
distribuição em todas as es-
colas e bibliotecas do municí-
pio, como sendo um material
didático para professores e
alunos. A prefeitura oferece
também, desde o ano passa-
do, o Edital Ivone Pires, que
destina verba específica para
patrocínio a projetos culturais
do município.
Imagem: Balneário Piçar-
ras em meados de 1970. Ima-
gem do acervo da Fundação
Municipal de Cultura.
O Departamento de Cul-
tura de Penha já está orga-
nizando a quinta edição da
Feira de Natal do Município
– a “Natáli 2014”, uma pro-
moção criada em 2009 pelo
prefeito Evandro Eredes dos
Navegantes (PSDB) para re-
forçar o clima natalino e le-
var a todos uma mensagem
de paz e esperança, abrindo a
programação de festas de fi-
nal de ano. Programada para
acontecer na quinzena que
antecede o Natal deste ano, a
feira novamente está confir-
mada para a Praça Expedicio-
nário Ignácio Ferreira Cris-
pin, em frente à Matriz Nossa
Senhora da Penha, segundo
informa a diretora de Cultura
Cida Correia.
O nome “Natáli”, segun-
do Cida, veio da expressão
típica dos pescadores e des-
cendentes de açorianos que
povoaram a cidade de Penha,
“com sotaque e tudo”, como
lembra o servidor Marcos
Henrique Wagner, do setor
cultural. A princípio, a edi-
ção 2014 novamente terá a
presença das barracas de ar-
tesanato, montagem da Casa
do Papai Noel, Fanfarra Mu-
nicipal de Penha (Famupe), e
a chegada do bom velhinho.
Cida também quer confir-
mar apresentações de corais –
entre eles, o Coral Laci Simão
Correia, de Penha, as apre-
sentações artísticas do Proje-
to Musicar, da Secretaria Mu-
nicipal de Educação – a qual
o Departamento de Cultura é
vinculado – e ainda possivel-
mente uma apresentação de
conjunto de terno de reis da
região. A primeira reunião de
organização da feira será dia
21 de outubro, na Secretaria
da Educação.
Ano passado, a abertura
da quarta edição reuniu re-
corde de público, com mais
de 2.000 pessoas na praça,
dia 19 de dezembro. Além da
chegada de Papai Noel, hou-
ve uma novidade: o “Desfile
de Natal” com a presença de
José e Maria, do Menino Je-
sus e dos Três Reis Magos,
além dos “anjinhos” prepara-
dos pela Secretaria de Educa-
ção, e dos corais da Univali e
de Balneário Piçarras.
Na ocasião, integrantes do
Projeto Musicar e motoquei-
ros finalizaram o desfile, para
em seguida, abrir espaço ao
Papai Noel, que foi recepcio-
nado com fogos de artifício
pelo prefeito Evandro Eredes
dos Navegantes (PSDB).
Na Praça da Matriz, o
ponto da criançada foi mes-
mo a Casa do Papai Noel,
montada em parceria entre
as Secretarias de Turismo e
Educação. Na casa, o Bom
Velhinho recebeu a criançada
com guloseimas e recreação
infantil gratuita. A intenção
de Cida e do prefeito Evan-
dro é reforçar estar progra-
mação em 2014.
CULTURA INICIA ORGANIZA-
ÇÃO DA “5ª FEIRA NATÁLI”
EM PENHA
25 de outubro de 2014
14 ESPORTES
EX-CAPITÃO DA SELEÇÃO
BRASILEIRA DE FUTSAL
ACOMPANHA JOGOS DO
SUB-15 EM BAL PIÇARRAS
O ex-capitão e atual co-
ordenador de base da Seleção
Brasileira de Futsal, André
Siqueira, esteve neste final de
semana em Balneário Piçar-
ras, acompanhando o amis-
toso entre as equipes da es-
colinha municipal e a rodada
do Campeonato Estadual de
Futsal.
O amistoso ocorreu entre
as duas equipes da escolinha
de futsal sub-15, dividida por
turnos, matutino e vesperti-
no. Os treinos são gratuita-
mente oferecidos pela prefei-
tura municipal aos mais de 30
atletas no total e acontecem
todas as segunda e quartas-
-feiras, às 08h e às 14h no
Ginásio Figuerão e na sexta-
-feira no Ginásio Aurélio às
08h e às 14h.
André acompanhou o
jogo, observando o compor-
tamento de cada atleta e com
um discurso otimista, incen-
tivou a todos, que continuas-
sem treinando e se dedican-
do, pois o esporte, junto da
educação, é o melhor cami-
nho ao crescimento pessoal.
Os atletas Lucas Macha-
do e Emanuel Gonçalves, 14
e 15 anos respectivamente,
já se despontaram nas es-
colinhas municipais e estão
atualmente, disputando o
campeonato catarinense, pela
equipe Tipso/Itajaí.
Para o treinador da esco-
linha, Alê Correa, a presença
de um ex-jogador profissio-
nal e atual coordenador de
base, se torna um incentivo
aos adolescentes “A presença
do André foi uma grata sa-
tisfação, pois ele incentivou
a molecada e também já deu
uma olhada nos aletas que
melhor se comportam em
quadra” frisa.
A chave Z da quarta fase
do Campeonato Catarinense
de Futsal sub-15, também
teve sua rodada sediada na
cidade. O ginásio municipal
Aurélio Solano de Macedo
recebeu as equipes Krona
Futsal, Tipso/Itajaí, Marista/
Chapecó, Morro da Fumaça/
Criciúma entre a sexta-feira e
o sábado.
André Siqueira
André Santos Siqueira foi
vice-campeão do Mundo em
2000 pela seleção e partici-
pou de um dos elencos mais
vitoriosos da equipe de Join-
ville, conquistando o tricam-
peonato catarinense (2009,
2010 e 2012), a Taça Brasil
de Clubes (2011) e os Jogos
Abertos de Santa Catarina
(2012).
Resultados
Chave Z, 4ª Fase
Campeonato Estadual
de Futsal Sub-15:
Krona Futsal 6 x 0 Mor-
ro da Fumaça/Criciúma
Tipso/Itajaí 3 x 6 Maris-
ta/Chapecó;
Marista/Chapecó 0 x 4
Krona Futsal;
Tipso/Itajaí 1 x 3 Mor-
ro da Fumaça/Criciúma;
Marista/Chapeco 3 x 2
Morro da Fumaça/Criciúma
Tipso/Itajaí 3 x 6 Krona
Futsal.
BEIRA-MAR SAI NA FRENTE NA
DISPUTA PELA VAGA NA FINAL DA LID
O Dom Bosco foi a pri-
meira equipe a se classificar
para as semi-finais do cam-
peonato de futebol Amador
da Liga Itajaiense de Despor-
tos (LID), a maior competi-
ção da categoria na região
da Amfri. Com 5 vitórias e 3
empates na primeira fase, o
único time até então invicto
era franco favorito ao títu-
lo. Já o Beira-Mar teve uma
campanha bem mais dramá-
tica na primeira fase: 4 vitó-
rias, 2 empates e 2 derrotas,
conseguindo assim a segun-
da colocação no grupo B.
Mas o time de Armação
não se apequenou diante do
desafio de vencer a primeira
partida na disputa da semi-
-final com o Dom Bosco, no
último domingo, dia 19, e as-
sim aproveitar a vantagem do
mando de campo. A torcida
respondeu a convocação e
não se decepcionou.
Os ventos eram mais que
auspiciosos: o Beira-Mar
vem crescendo muito na reta
final, não perdendo há qua-
tro partidas. O time estava
quase completo, tendo como
único desfalque Amarildo, de
molho por causa de contu-
são.
Confiante, o Beira entrou
no campo disposto a mandar
no jogo, e não deu chances
aos adversários, com marca-
ção forte e rápidos contra-
-ataques. O artilheiro da par-
tida foi Valério, que marcou
o primeiro aos 20 minutos
do primeiro tempo. O Dom
Bosco, líder de um grupo de
nível técnico mais fácil na pri-
meira fase, não estava pronto
para enfrentar um time cale-
jado por uma primeira fase
de equipes equilibradas e
grandes desafios. Aos 15 do
segundo tempo, Valério fez
o segundo e sacramentou a
vitória de 2 a 0 do Beira-Mar.
E isso porque, para variar, a
equipe perdeu várias oportu-
nidades de gols.
Agora o desafio é pelo
menos empatar na casa do
adversário, em Itajaí, no pró-
ximo dia 02 de novembro. A
diretoria ainda está vendo se
consegue viabilizar um ôni-
bus para levar a torcida man-
cha azul para tentar compen-
sar o fator extra-campo. Se
conseguir o transporte, não
vai ser difícil lotá-lo, pois
após tantos anos de decep-
ções, os recentes resultados
têm feito até o mais desiludi-
do torcedor voltar a acreditar
e gritar em campo: “Agora
vai, Beira-Mar!”.
GOVERNO FEDERAL REPASSA KITS PARA
PROJETO DE VOLEIBOL EM PENHA
O Governo Federal, atra-
vés do Ministério do Esporte
repassou à Fundação Muni-
cipal de Esportes - através da
Associação Lageana de Volei-
bol - sessenta kits completos
para prática de modalidade
em caráter social. Composto
por bermuda, camiseta, tênis
e joelheira, além de 20 bolas
profissionais - todas as crian-
ças foram contempladas com
um kit.
A entrega oficial aconte-
ceu no final da tarde desta
quinta-feira, 11, no ginásio
da Cohab, Anibal de Lara
Cardoso, com a presença dos
alunos daquele núcleo. O
outro núcleo é o ginásio do
Serviço Social do Comércio
de Santa Catarina (Sesc/SC),
onde as crianças também re-
ceberão os materiais esporti-
vos.
“É um kit de extrema qua-
lidade para o desenvolvimen-
to das atividades sociais do
vôlei nessas duas comunida-
des”, reforça o superintende
da FME, Luizinho Américo.
No ato de entrega participa-
ram os vereadores Jefferson
Ademir Custódio e Adriano
Tibeco - ambos do PSDB.
Eles aproveitaram para refor-
çar a importância do projeto
para as crianças.
25 de outubro de 2014 15 ESPORTES
FINAIS DO MUNICIPAL DE
BOCHA COMEÇAM NESTA
SEMANA
O Campeonato Munici-
pal de Bocha caminha para
seu desfecho. Com as finais
previstas começarem na noi-
te de quinta-feira, 23 - entre
Acerb e Calito - amanhã, dia
21, Domingos e Marilu bri-
gam pelo bronze.
O primeiro jogo da final
começa às 19h30 de quinta-
-feira na cancha da Acerb.
No dia, 30, o segundo jogo
entre Calito - atual campeão
- e Acerb será realizado. O
campeão fatura R$ 1.200 e
o vice R$ 800, além disso, há
troféu e medalhas.
Já a disputa pelo terceiro
lugar inicia nesta terça, na
Cancha do Domingos. O
confronto decisivo está mar-
cado para o dia 28. O vencer
fica com R$ 400.
De acordo com o superin-
tendente da Fundação Mu-
nicipal de Esportes (FME)
- que organiza a competição
- Luizinho Américo, não há
favoritos para vencerem os
jogos. “O equilíbrio será pre-
dominante nos quatro con-
frontos”, acredita.
SAIDEIRA CONQUISTA O BICAMPEONA-
TO NA QUARTA EDIÇÃO DO DOMINÓ
Aconteceu na noite de
sábado, 11, as finais do 4º
do Campeonato Municipal
de Dominó. Vencendo o
Bar do Lourenço, o Saideira
conquistou o bicampeona-
to e faturou o prêmio de R$
1.200,00.
Na disputa pelo terceiro
lugar, o Bar do Calito derro-
tou o Beira Mar. Como prê-
mio ficou com R$ 400,00 já
o Lourenço levou R$ 800,00.
Os campeões também con-
quistaram troféu e medalhas.
A competição foi organi-
zada pela Fundação Muni-
cipal de Esportes de Penha
(FME) e segundo o supe-
rintende, Luizinho Américo,
contou com o apoio de to-
doa as equipes envolvidas.
CORREDORES DE PENHA PAR-
TICIPAM DE PROVA DA BRF
EM ITAJAÍ
Seis atletas corredores da
Fundação Municipal de Es-
portes de Penha (FME) par-
ticiparam neste domingo, 19,
da Caminhada e Corrida da
BRF, em Itajaí. Na categoria
Livre, Cristiano Alexandrino,
completou a prova em 17 mi-
nutos e ficou com a 11ª po-
sição.
Ainda participaram da
prova Claudenir Lourenço
(22º), Alexsandro de Novais
(62º), Miltom da Costa (63º)
e Avelino Soares (64º). Na
categoria Master - para atle-
tas acima dos 50 anos - o cor-
redor Inácia Mafra ficou com
a 10ª posição.
PROJETO DE VOLEIBOL NA BASE RECEBE
VISITA DE GRUPO INVESTIDOR
A Associação Lageana de
Voleibol (ALV) e o Instituo
Equipav estiveram em Penha
no último sábado, 18, para
acompanhar o andamento
do projeto de voleibol “Pas-
se Certo”. Financiado pelo
Ministério do Esporte e in-
termediado pela Associação
através da captação de recur-
sos do Instituto, o projeto
atende 120 crianças em dois
polos e contam com o apoio
direto da Fundação Munici-
pal de Esportes (FME).
“Os núcleos estão acon-
tecendo de forma perfeita.
Seguindo as regras do convê-
nio firmado entre a ALV e a
Prefeitura de Penha, através
da Fundação Municipal de
Esportes: atendendo crian-
ças e promovendo a inclusão
do esporte em seu cotidia-
no”, disse o coordenador da
ALV, Pablo Costa. O convê-
nio prevê o patrocínio direto
com equipamentos para 60
crianças e a FME comple-
menta o auxílio para outras
60.
Os núcleos são no Giná-
sio Anibal de Lara Cardoso,
na Cohab, e no Ginásio do
Sesc, no bairro Nossa Se-
nhora de Fátima. Todos os
alunos ganharam bermuda,
camiseta, tênis e joelheira,
além de alimentação no trei-
no. As aulas são ministradas
pelo educador físico Wagner
Cordeiro, que elogiou a dedi-
cação das crianças.
Além do núcleo de Penha,
a ALV e o Instituto mantém
um núcleo em Lages, com
mais 160 crianças. Contu-
do, o Instituto mantém ou-
tros 25 núcleos no Brasil e
segundo o superintendente
da FME, Luizinho Américo,
o polo de Penha foi um dos
mais elogiados.
“Aqui todas as crianças re-
almente praticam o voleibol.
Não há falta e a dedicação e
compromisso são verdadei-
ros exemplos a serem segui-
dos”, definiu.
25 de outubro de 2014 16 SOCIAL