4.

Uma importante aplicação das energias de dissolução são as compressas instantâneas tér-
micas quentes ou frias, usadas como primeiro-socorro em lesões sofridas, por exemplo,
durante práticas desportivas.
As compressas instantâneas consistem, geralmente, em dois invólucros selados e separa-
dos. Num deles está armazenada água, no outro uma substância no estado sólido. Quando
a camada que separa os dois invólucros é rompida, as substâncias neles contidas mistu-
ram-se, ocorrendo a dissolução acompanhada de aquecimento ou arrefecimento.
Exemplos de substâncias que podem ser utilizadas são CaCl
2
(s) e NH
4
NO
3
(s), cujas disso-
luções em água são representadas, respetivamente, pelas equações:
CaCl
2
(s)
H
2
O
" CaCl
2
(aq) ˚H = -82,7 kJ/mol
NH
4
NO
3
(s)
H
2
O
" NH
4
NO
3
(aq) ˚H = +26,3 kJ/mol
Com base nas informações anteriores, é correto afirmar que…
(A) … a compressa de CaCl
2
é a fria, pois a reação ocorre com absorção de calor.
(B) … a compressa de NH
4
NO
3
é a quente, uma vez que a reação ocorre com libertação de
calor.
(C) … a compressa de CaCl
2
é a quente, já que a reação é exotérmica.
(D) … a compressa de NH
4
NO
3
é a fria, visto que a reação é exotérmica.
5. A dissolução de um sal em água pode ocorrer com libertação de energia, absorção de ener-
gia ou praticamente sem efeito térmico. Conhecidas as energias envolvidas nas transfor-
mações, apresentadas esquematicamente na figura, é possível determinar a variação da
entalpia da dissolução de cloreto de sódio sólido em água, produzindo-se os iões Na
+
(aq)
e Cl
-
(aq).
Selecione a única alternativa que permite obter uma afirmação correta.
Tendo em conta os dados fornecidos, pode afirmar-se que a dissolução de uma mol de clo-
reto de sódio é…
(A) … acentuadamente exotérmica, envolvendo cerca de 10
3
kJ.
(B) … acentuadamente endotérmica, envolvendo cerca de 10
3
kJ.
(D) … fracamente exotérmica, envolvendo menos de 10 kJ.
(C) … fracamente endotérmica, envolvendo menos de 10 kJ.
Química | Unidade 1 | Química e indústria: equilíbrios e desequilíbrios
QUESTÕES PROPOSTAS
167A
Na
+
(g) + Cl
-
(g)
Na
+
(aq) + Cl
-
(aq)
Dissolução
+ 766 kJ/mol
-760 kJ/mol
NaCl
Variação de entalpia na dissolução do clo-
reto de sódio.
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:28 Page 167A
Química | Unidade 1 | Química e indústria: equilíbrios e desequilíbrios
QUESTÕES PROPOSTAS
167B
6. A nível mundial, vários combustíveis alternativos têm sido testados no sentido de reduzir
o consumo de combustíveis fósseis, cuja combustão, entre outros problemas, prejudica o
meio ambiente devido à produção de dióxido de carbono.
Três dos mais promissores combustíveis alternativos são o hidrogénio, o etanol e o gás na-
tural. A energia libertada por combustão de uma mol de cada um desses combustíveis é
apresentada na tabela.
Para averiguar qual o combustível mais económico (aquele que necessita de menos massa
para libertar a mesma quantidade de energia) e qual o mais poluente (aquele que produz
maior massa de CO
2
para a mesma quantidade de energia libertada) foi realizada a com-
bustão de cada um desses combustíveis de forma a que a energia libertada fosse 5400 kJ.
6.1. Escreva a equação química que traduz a reação de combustão de cada um dos combustíveis
referidos.
6.2. Determine, apresentando todas as etapas de resolução:
6.2.1. O combustível mais económico.
6.2.2. O combustível mais poluente.
Substância
Energia libertada na
combustão/kJ mol
-1
CH
4
900
H
2
270
C
2
H
5
OH 1350
Energias libertadas
por mol de
combustível.
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:28 Page 167B
Química | Unidade 1 | Química e indústria: equilíbrios e desequilíbrios
QUESTÕES PROPOSTAS
179A
2. Os maiores problemas de poluição do ar são os decorrentes do lançamento de gases tóxicos
na atmosfera pelas indústrias ou pelos veículos movidos a derivados de petróleo.
2.1. Os gases poluentes do ar, N
2
O
4
e NO
2
, encontram-se em equilíbrio, como indicado pela equa-
ção química:
N
2
O
4
(g)
"
@
2 NO
2
(g)
Na tabela encontram-se os valores de K
c
para diferentes temperaturas.
2.1.1. Indique o nome dos compostos N
2
O
4
e NO
2
.
2.1.2. Numa experiência realiza à temperatura de 50 °C, introduziu-se uma determinada quanti-
dade de N
2
O
4
(g) num reator de 2,0 dm
3
. Estabelecido o equilíbrio, a concentração do com-
posto NO
2
(g) foi de 0,050 mol dm
-3
.
Determine, apresentando todas as etapas de resolução, a massa de N
2
O
4
, quando se atinge
o equilíbrio.
2.1.3. Comente a seguinte afirmação:
Sabendo que num reator de 500 mL se encontram em equilíbrio, 0,46 g de NO
2
e 1,84 g de
N
2
O
4
, podemos admitir que a temperatura é 323,15 K.
2.1.4. Em laboratório realizaram-se três experiências misturando NO
2
e N
2
O
4
, a uma temperatura
para a qual a constante de equilíbrio assume o valor 0,50.
Na tabela seguinte caracteriza-se a composição inicial do sistema em cada uma dessas ex-
periências.
Nos itens 2.1.4.1 e 2.1.4.2, selecione a única alternativa que contém os termos que preen-
chem, sequencialmente, os espaços seguintes, de modo a obter afirmações corretas.
2.1.4.1. Na experiência __________, o sistema encontra-se em equilíbrio. Na experiência
__________ o sistema atinge o equilíbrio evoluindo no sentido direto. Na experiên-
cia __________ o sistema atinge o equilíbrio evoluindo no sentido inverso.
(A) ... 3… 1… 2 (B) … 2… 3… 1
(C) … 1… 2… 3 (D) … 2… 1… 3
2.1.4.2. Na experiência ______________, o sistema atinge o equilíbrio quando as concen-
trações de NO
2
e N
2
O
4
são respetivamente ____________ e _____________.
(A) … 1… 1,2 mol dm
-3
… 2,9 mol dm
-3
(B) … 3… 5,2 mol dm
-3
… 1,6 mol dm
-3
(C) … 2… 1,2 mol dm
-3
… 8,4 mol dm
-3
(D) ... 1… 1,6 mol dm
-3
… 5,2 mol dm
-3
Temperatura/ °C 50 100 150 200 250
K
C
0,020 0,36 3,2 19 78
Experiência 1 2 3
[NO
2
]/mol dm
-3
1,0 2,0 4,0
[N
2
O
4
]/ mol dm
-3
3,0 8,0 4,0
Valores da constante de
equilíbrio a diferentes
temperaturas.
Composição inicial
do sistema em três
experiências
diferentes.
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:28 Page 179A
Química | Unidade 1 | Química e indústria: equilíbrios e desequilíbrios
QUESTÕES PROPOSTAS
179B
2.2. O monóxido de carbono é um outro gás poluente do ar, tóxico e perigoso, emitido, por exem-
plo, pelo tubo de escape dos automóveis e por chamas de gás reguladas com carência de
oxigénio.
Porém, o monóxido de carbono também pode ser uma matéria-prima importante para a in-
dústria química, contribuindo para a produção de importantes compostos orgânicos e na
obtenção de hidrogénio, como evidencia a equação química:
CO (g) + H
2
O (g)
"
@
CO
2
(g) + H
2
(g)
Admita os valores da constante de equilíbrio, K
c
, referidos na tabela apresentada a seguir:
2.2.1. Num reator de 1,0 dm
3
, mantido a 450 °C, foram misturados 1,0 mol de CO (g), 1,0 mol de
H
2
O (g), 3,0 mol de CO
2
(g) e 3,0 mol de H
2
(g). Aguardou-se até o equilíbrio ser atingido.
2.2.1.1. Antes de se atingir o equilíbrio, em qual dos sentidos a reação se processa com
maior rapidez? Justifique.
2.2.1.2. Determine as concentrações de equilíbrio, de cada uma das espécies envolvidas.
Apresente todas as etapas de resolução.
2.2.2. Selecione a única alternativa que permite obter uma afirmação correta.
Partindo-se de uma mistura com igual concentração em CO
2
(g) e em H
2
O (g) …
(A) … os compostos que predominam no equilíbrio a 250 °C, são o CO
2
(g) e o H
2
(g).
(B) … os compostos que predominam no equilíbrio a 950 °C, são o CO (g) e o H
2
O (g).
(C) … à temperatura de 850 °C, concentrações de reagentes e de produtos no equilíbrio são
iguais.
(D) … prevê-se que com o aumento de temperatura, a constante de equilíbrio, K
c
, diminua.
2.3. Comente a seguinte afirmação:
A dissociação do N
2
O
4
(ver primeira tabela da página anterior) é um processo endotérmico,
enquanto que a produção de hidrogénio gasoso a partir de monóxido de carbono, CO (ver
tabela), é um processo exotérmico.
Chama decorrente da combustão
de propano em ambiente com
deficiência de oxigénio.
Escape de um automóvel a libertar
gases tóxicos, em particular
monóxido de carbono.
Temperatura/ °C 250 450 650 850 950
K
C
0,080 0,100 0,500 1,00 1,80
Valores da constante de
equilíbrio a diferentes
temperaturas.
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:29 Page 179B
Química | Unidade 1 | Química e indústria: equilíbrios e desequilíbrios
QUESTÕES PROPOSTAS
184A
4. O ferro é o metal de transição mais abundante da crosta terrestre, podendo ser obtido a
partir dos respetivos óxidos com maior ou menor teor de impurezas. A maioria dos minerais
de ferro são óxidos.
Considere um sistema em equilíbrio, a 25 °C e 1 atm, representado pela equação:
FeO (s) + CO (g)
"
@
CO
2
(g) + Fe (s) ˚H = -19 kJ/mol
4.1. Sendo K
c
a constante de equilíbrio, qual das seguintes alterações poderá aumentar seu
valor numérico?
Selecione a única alternativa que permite dar resposta à questão.
(A) Aumentar a pressão.
(B) Diminuir a temperatura.
(C) Aumentar a concentração do CO.
(D) Utilizar um catalisador.
4.2. Comente a seguinte afirmação:
Os fatores de que depende o estado de equilíbrio da reação de obtenção do Fe (s) são a
pressão, a temperatura e a concentração.
5. Em determinado processo industrial, ocorre uma transformação química que pode ser re-
presentada pela equação genérica:
a X (g) + b Y (g)
"
@
c Z (g)
em que a, b e c são, respetivamente, os coeficientes estequiométricos das substâncias X,
Y e Z.
O gráfico seguinte traduz a percentagem de Z na amostra, para diferentes condições de
pressão e de temperatura.
Sabendo que a percentagem de Z é %Z = * 100, com base na informação fornecida,
selecione a única opção que completa corretamente a frase.
A reação traduzida pela equação química é…
(A) … exotérmica, sendo a + b < c.
(B) … endotérmica, sendo a + b < c.
(C) … exotérmica, sendo a + b > c.
(D) … endotérmica, sendo a + b = c.
n(Z)
n(total)
350 °C
450 °C
500 °C
70
60
50
40
30
20
10
0
0 100 200 300 400
P/atm
%

d
e

Z

n
a

a
m
o
s
t
r
a
Representação da
percentagem de Z na
mistura, sob diferentes
condições de pressão
e temperatura.
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:29 Page 184A
6. Num reator com o volume de 10 litros, foram colocados uma mole de hidrogénio gasoso e
uma mole de iodo gasoso. Os gases reagiram entre si e, ao fim de algum tempo, o sistema
atinge o equilíbrio traduzido pela seguinte equação química:
H
2
(g) + I
2
(g)
"
@
2 HI (g)
Desde o instante em que os
gases foram misturados
até ao instante a que cor-
responde t
5
, foi mantida a
temperatura de 400 °C. No
instante a que corresponde
t
5
, a temperatura foi ele-
vada para 940 °C.
O gráfico traduz a concen-
tração de HI e I
2
em fun-
ção do tempo.
6.1. Indique se a reação de formação de HI é endotérmica ou exotérmica.
Justifique a sua resposta, sem recurso a cálculos.
6.2. Tendo em conta a informação fornecida pelo gráfico, selecione a alternativa que completa
corretamente a frase seguinte:
Os instantes que correspondem ao estabelecimento do primeiro estado de equilíbrio, à
igualdade de concentrações de reagentes e produto da reação, estabelecimento do segundo
estado de equilíbrio e ao efetuar de uma perturbação, são, respetivamente…
(A) … t
4
, t
1
, t
6
e t
3
(B) … t
4
, t
1
, t
3
e t
5
(C) … t
4
, t
1
, t
5
e t
6
(D) … t
4
, t
1
, t
6
e t
5
6.3. Determine, apresentando todas as etapas de resolução, a constante de equilíbrio a 400 °C.
6.4. Considere o instante t
2
e selecione a única alternativa que contém os termos que preen-
chem sequencialmente os espaços seguintes, de modo a obter uma afirmação correta.
Nas condições referidas, o quociente da reação é igual a __________, o que permite concluir
que o sistema se irá deslocar no sentido __________, até se atingir um estado de equilíbrio.
(A) … 21,8… inverso… (B) … 4,67… inverso… (C) … 4,67… direto… (D) … 21,8… direto…
6.5. Indique se a constante de equilíbrio dessa reação, à temperatura de 940 °C, é menor, igual
ou maior que a constante de equilíbrio a 400 °C.
Justifique a sua resposta, sem recorrer a cálculos.
6.6. Uma mistura constituída por 0,50 moles de hidrogénio e 0,50 moles de iodo é introduzida
no reator e aquecida até determinada temperatura θ
x
.
6.6.1. Determine, apresentando todas as etapas de resolução, as concentrações de todos os com-
ponentes do sistema depois de atingido o equilíbrio, sabendo que à referida temperatura a
constante K
c
tem o valor de 54,3.
6.6.2. Selecione a única opção que relaciona corretamente a temperatura θ
x
com as temperaturas
400 °C e 940 °C.
(A) 940 °C > θ
x
> 400 °C (B) 940 °C < θ
x
> 400 °C
(C) 940 °C > θ
x
< 400 °C (D) 940 °C < θ
x
< 400 °C
Química | Unidade 1 | Química e indústria: equilíbrios e desequilíbrios
QUESTÕES PROPOSTAS
184B
0,18
0,14
0,10
0,06
0,02
0
t
1
t
2
t
3
t
4
t
5
t
6
t/s
c
/
m
o
l

d
m
-
3
θ = 400 °C
θ = 940 °C
Representação da concentração de I
2
e HI em função do tempo.
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:29 Page 184B
225
Química | Unidade 2 | Da atmosfera ao oceano: soluções na Terra e para a Terra
QUESTÕES PROPOSTAS
6. O grau de ionização do ácido fórmico, a 25 °C, em soluções 1,0 mol dm
-3
é de 0,013.
6.1. Determine a constante de acidez do ácido fórmico.
Apresente todas as etapas de resolução.
6.2. Dispõe-se de uma solução aquosa de ácido fórmico 0,30 mol dm
-3
. Num dado instante, adi-
ciona-se formato de sódio (NaHCOO), sólido, numa quantidade tal, que nesse instante, a
concentração em ião formato (HCOO

) é 0,10 mol dm
-3
.
Determine o pH da solução antes e depois da adição de formato de sódio.
Apresente todas as etapas de resolução.
6.3. O volume de 25,0 cm
3
de uma solução aquosa de ácido fórmico (HCOOH) de concentração
0,100 mol dm
-3
, contendo indicador universal, foi titulado com solução de hidróxido de sódio
de concentração 0,100 mol dm
-3
.
O gráfico seguinte mostra a variação de pH no decorrer da titulação, a 25 °C.
6.3.1. Justifique se, no ponto de equivalência, a solução apresenta características ácidas, básicas
ou neutras.
6.3.2. Num dado instante, durante a titulação, as quantidades de ácido fórmico e de hidróxido de
sódio igualam-se.
Atendendo à informação da tabela seguinte, indique, nesse instante, a cor da solução.
Justifique a sua resposta.
Cores apresentadas pelo indicador universal para diferentes intervalos de pH.
12
10
8
6
4
2
0 5 10 15 20 25 30 35 40
pH
V (NaOH) / cm
3
Indicador universal
Intervalo de pH 0-3 3-6 7 8-11 11-14
Cor da solução Vermelho Laranja Verde Azul Púrpura
Curva de
titulação.
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:29 Page 225
232A
Química | Unidade 2 | Da atmosfera ao oceano: soluções na Terra e para a Terra
QUESTÕES PROPOSTAS
6. Um dos métodos utilizados para remover a cor escura da superfície de objetos de prata
consiste em envolvê-los em folha de alumínio e, de seguida, mergulhá-los em “água” fer-
vente com pH alcalino.
A equação que representa a reação é:
2 Al(s) + 3 Ag
2
S(s)
H
2
O
" 2 Al
+3
(aq) + 3 S
-2
(aq) + 6 Ag(s)
Em relação à transformação ocorrida, assinale a única opção correta.
(A) O alumínio sofre oxidação e, portanto, é o agente oxidante.
(B) O composto Ag
2
S é o agente redutor, pois contém o elemento prata (Ag) que provoca a
redução.
(C) O número de oxidação do alumínio varia de 0 para +3.
(D) A prata cede eletrões e o seu número de oxidação passa de +1 para 0.
7. O manganês é um metal de transição com elevada importância na indústria siderúrgica, sendo
utilizado na composição de ligas metálicas, como por exemplo para a produção de aço.
Na natureza, a sua principal fonte é o minério pirolusita (óxido de manganês (MnO
2
) impuro),
que é utilizado para a obtenção da liga metálica ferromanganês, de acordo com a reação
química traduzida pela seguinte equação:
MnO
2
(s) + Fe
2
O
3
(s) + 5 C (s)
"
@
Mn (s) + 2 Fe (s) + 5 CO (g)
Ferromanganês
7.1. Selecione a única alternativa correta, relativamente à reação de formação de ferromanganês.
(A) A espécie oxidante é o C (s) e o elemento que se reduz é o carbono.
(B) A espécie redutora é o C (s) e o elemento que se oxida é o carbono.
(C) A espécie redutora é o Fe
2
O
3
e o elemento que se reduz é o ferro.
(D) A espécie oxidante é o MnO
2
e o elemento que se reduz é o oxigénio.
7.2. Indique o número de eletrões envolvidos na reação.
7.3. Numa reação com 70,0% de rendimento, qual é a massa (em gramas) de ferro que é obtida
a partir de 173,8 g de pirolusita com 20,0% de impurezas?
Apresente todas as etapas de resolução.
8. Um método de obtenção de H
2
(g), em laboratório, baseia-se na reação de alumínio metálico
com solução aquosa de hidróxido de sódio, de acordo com a equação:
Al(s) + NaOH (aq) + 3 H
2
O (l) "Al(OH)
4
-
(aq) + Na
+
(aq) + H
2
(g)
8.1. Selecione a única alternativa que contém os termos que preenchem, sequencialmente, os
espaços seguintes, de modo a obter uma afirmação correta.
O átomo de alumínio, ao _______________ três eletrões, _______________, sendo o alumínio
a espécie _______________.
(A) … ceder… reduz-se… oxidante. (B) … ceder… oxida-se… redutora.
(C) … ganhar… reduz-se… oxidante. (D) … ganhar… oxida-se… redutora.
8.2. Para a obtenção do H
2
foram usados 0,30 mol de alumínio e 100 cm
3
de uma solução aquosa
de NaOH, de densidade 1,08 g/ml e percentagem em massa 8,0%.
Qual dos reagentes, Al ou NaOH, é o reagente limitante na obtenção do H
2
?
3
2
twwuwwv
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:29 Page 232A
9. Considere uma solução aquosa diluída de dicromato de potássio, a 25 °C.
De entre os equilíbrios que estão presentes nessa solução, destacam-se:
Constantes de equilíbrio a 25 °C
Cr
2
O
7
2–
(aq) + H
2
O (l)
"
@
2 HCrO
4
-
(aq) K
1
= 2,0 * 10
-2
H
2
O (l) + HCrO
4
-
(aq)
"
@
H
3
O
+
(aq) + CrO
4
2-
(aq) K
2
= 7,1 * 10
-7
Cr
2
O
7
2–
(aq) + 3 H
2
O (l)
"
@
2 H
3
O
+
(aq) + 2 CrO
4
2-
(aq) K
3
= ?
2 H
2
O(l)
"
@
H
3
O
+
(aq) + OH
-
(aq) K
w
= 1,0 * 10
-14
9.1. Determine, apresentando todas as etapas de resolução, o valor K
3
.
9.2. Determine, apresentando todas as etapas de resolução, qual é o valor da relação:
quando a solução apresenta pH neutro, a 25 °C.
9.3. Comente a seguinte afirmação:
A transformação de iões dicromato em iões cromato, em solução aquosa, é uma reação de
oxidação-redução.
10. A dismutação é uma reação redox onde um elemento é ao mesmo tempo oxidado e reduzido.
10.1. Considere as equações químicas seguintes e selecione a única que traduz uma reação de
dismutação.
(A) H
2
O
2
(aq) " 2 H
2
O (l) + O
2
(g)
(B) HCl (aq) + NaOH (aq) " H
2
O (l) + NaCl (aq)
(C) 2 H
2
(g) + O
2
(g) " 2 H
2
O (g)
(D) Mg (s) + 2 HCl (aq) " MgCl
2
(aq) + H
2
(g)
10.2. Tendo em conta a informação traduzida pela reação química representada pela equação (D):
10.2.1. Determine, a variação do número de oxidação do magnésio.
10.2.2. Selecione a única alternativa correta
(A) O hidrogénio presente no ácido sofre oxidação.
(B) O magnésio atua como agente oxidante.
(C) O ácido clorídrico é o agente redutor.
(D) O magnésio sofreu oxidação e é o agente redutor.
11. A combustão do metano é traduzida pela equação química:
CH
4
(g) + 2 O
2
(g)
"
@
CO
2
(g) + 2 H
2
O (g)  ᭝H = –890 kJ/mol de metano
11.1. Mostre que a combustão do metano é uma reação de oxidação-redução.
11.2. Refira a variação do número de oxidação dos átomos de oxigénio, nesta reação.
11.3. Identifique um par conjugado oxidante-redutor.
11.4. Determine a energia libertada quando átomos de carbono perdem 1,20 * 10
25
eletrões.
[CrO
4
2-
]
2
[Cr
2
O
7
2–
]
232B
Química | Unidade 2 | Da atmosfera ao oceano: soluções na Terra e para a Terra
QUESTÕES PROPOSTAS
PEFQ11_Qimica_Final_Q!mica_Tema1 22/12/11 15:30 Page 232B