JN - Imprimir Artigo

1 de 2

http://jn.sapo.pt/2008/03/17/opiniao/os_piercings_ps.html

Os piercings do PS!

Honório, Novo, Deputado , do PCP Renato Sampaio conseguiu uma façanha com a proposta de proibir a colocação de piercings fora das orelhas, isto é, fora do local politicamente correcto para pendurar brincos!... O PS/Porto deu assim mostras de estar vivo e atento aos problemas do distrito e do país, fez finalmente prova de vida política e até chegou imagine-se ao que já chegámos a merecer primeiras páginas e pormenorizadas peças noticiosas! Honra, pois, à proposta dos piercings do PS, iniciativa que nem sequer o ultraconservador Partido de Mariano Rajoy se lembraria de propor em Espanha? Só que esta proposta é só uma mais das sucessivas e acarinhadas tentativas para distrair a opinião pública dos "bons resultados" de três anos de Governo! À falta de razões para mobilizar massivamente para o encontro nacional comemorativo da posse do Governo, Renato e Sócrates inventaram alguns outros piercings, por exemplo o de fazerem constar que os comunistas estariam (de novo) por trás de uma convocatória SMS para uma manifestação à porta do local onde teria lugar aquela triste efeméride partidária! A indigência de uma tal sugestão foi demasiado óbvia, visou apenas criar um factor adicional, todavia irracional, para tentar fazer sair do sofá mais algumas dezenas de apoiantes da maioria absoluta que há muito perdeu a esperança e, agora, cumpre penitência pelo voto erradamente confiado em 2005?

http://jn.sapo.pt/tools/imprimir.html?file=/2008/03/17/opiniao/os_piercings_ps.html

JN - Imprimir Artigo

2 de 2

Esta espécie de adorno socialista visou também provocar a vitimização artificial do PS, convocar gregos e troianos em defesa do Governo, reclamar para Sócrates um estatuto especial de não responsabilidade nesta "chatice" criada pelo ultraje governamental a quase 150 mil professores em Portugal. A mediatização adicional provocada por esta autêntica inventona socialista serviu também às mil maravilhas para que o comício do Académico não passasse completamente desapercebido... Com os piercings à moda do PS/Porto, o Governo também queria que não se desse conta do grotesco político do PS comemorar três anos de Governo no região mais fustigada do País com os "resultados" da tal governação. Pertencendo à que agora é a região mais pobre do País, o distrito do Porto tem a maior taxa de desemprego, o maior número de beneficiários do rendimento social de inserção, níveis verdadeiramente preocupantes de precariedade laboral, de pobreza e de exclusão social que exigem uma acção concertada de emergência social. Por isso não é só irónico, é quase ofensivo o PS ter decidido deitar estes foguetes no Porto. Honório Novo escreve no JN, semanalmente, às segundas-feiras honorio.novo@sapo.pt

http://jn.sapo.pt/tools/imprimir.html?file=/2008/03/17/opiniao/os_piercings_ps.html