Manutenção mecânica

Ferramentas e acessórios

MÓDULO 02
Ferramentas
A história da ferramenta
Regras Gerais
Chaves de aperto
Alicates
Chaves de fenda
Soquetes
Extratores ou saca polias
Saca parafusos / prisioneiros
Torquímetros
A importância do aperto em parafusos
Ferramentas de roscar
Brocas
Limas
Furadeiras mecânicas

Antenor Vicente da Silva Carmélio
CET – 2006

-1-

Havia o endireitador de flechas. até se tornarem microlâminas (os Micrólitos. As ferramentas do longo período que se chama Paleolítico (Idade da Pedra) eram feitas de sílex. martelos e machados específicos para funções diversas. já usada para a depilação. que é o ancestral da da nossa chave-inglesa e do alicate. Os blocos de pedra retirados eram talhados através da percussão até a formação de um núcleo. já usavam contrapesos para controlar o impacto e a direção dos golpes e usavam espécies de amortecedores para aproveitar os estilhaços da pedra. ou quebrar pedras duríssimas. buris e raspadores. era feita com conchas de mexilhão. São martelos e choppers (instrumento de corte) que comprovam a existência de uma técnica já em desenvolvimento. Num período de tempo que chega a quinhentos mil anos. Havia o endireitador de flechas. A forma e as técnicas básicas da utilização de vários instrumentos que usamos até hoje já eram conhecidas desde os primórdios da evolução humana. através de picaretas feitas com chifre de veado. Nossos ancestrais já sabiam de diversas relações entre o tamanho do cabo e o peso do percutor para que um martelo pudesse. Podemos observar. A forma e as técnicas básicas da utilização de vários instrumentos que usamos até hoje já eram conhecidas desde os primórdios da evolução humana. durante todo o período da Idade da Pedra. a base da futura ferramenta. martelos e machados específicos para funções diversas. No ano de 1959 foram encontrados na África ferramentas de um milhão e setecentos mil anos atrás. os intrumentos de corte vão se reduzindo de tamanho. um tipo de pedra que era retirado de grandes bancos rochosos. já usada para a depilação. por exemplo. -2- . uma evolução importante na história da ferramenta.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios HISTÓRIA DA FERRAMENTA A ferramenta é uma das provas de que o homem iniciou a sua evolução há pelo menos dois milhões de anos. que não chegavam a 2 cm) que eram encabados com madeira ou osso. era feita com conchas de mexilhão. ou talhar uma colher de madeira. furadores que eram usados através de rotação. que é o ancestral da nossa chave-inglesa e do alicate. furadores que eram usados através de rotação. As primeiras ferramentas de corte tinham um tamanho que variava de 40 cm até um metro. buris e raspadores. por exemplo. A pinça. A pinça.

Caso tenha que empurrar. Em ferramentas rotativas. use os EPI’s recomendados.000 anos atrás. a chave está dimensionada de acordo com o serviço. Não utilizar canos ou qualquer outro recurso para extensão. Tente sempre puxar a chave e não empurra-la. Regras gerais: Procure a ferramenta adequada para cada operação. Nele surge. Chaves de aperto: -3- . a domesticação de animais e a cerâmica. bem como o tamanho correto da ferramenta. faça o com a mão espalmada. a agricultura. Desenvolve-se assim. há 8.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios Foi no período chamado Neolítico que se conheceu uma das maiores revoluções na história da humanidade. a fabricação de ferramentas específicas para estes trabalhos. Cuidado em operações onde seus dedos ficarão entre a chave e uma estrutura.

.chave de boca fixa de encaixe. plástico. cilíndrica. chave combinada (boca e estria). chave de fenda. chave allem. chave corrente ou cinta."universal" . Todas estas maneiras de utilização do Alicate Universal são incorretas. quadrada. usar como chave para soltar parafusos. pois podem causar acidentes pessoais ou danificar equipamentos. bronze. aço temperado com diâmetro máximo de 2mm (tipo corda de piano) com a região do corte do alicate. Classificação: As chaves de aperto se classificam em: Chave de boca fixa simples. São elas: . ou como pé-de-cabra para arrancar pregos. chave radial ou de pinos. chave de impacto. chave de boca regulável.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios São ferramentas geralmente de aço vanádio ou aço cromo extrudados que utilizam o princípio da alavanca para apertar ou desapertar parafusos e porcas. oval. sextavada. oitavada ou poligonal através das suas mandíbulas planas e ovaladas. Caracterizam por seus tipos e formas. batendo-o em alguma peça.Cortar fios e arames: é possível cortar materiais como cobre. latão. Os usuários associam seu nome . Alicates: O Alicate Universal é o mais conhecido e popular entre os alicates fabricados no mercado. apresentando em tamanhos diversos e tendo o cabo (ou braço) proporcional a boca.Prensar terminais utilizando as partes internas do cabo (região retificada próxima da -4- . chave soquete. . aço. como utilizar como martelo.Segurar com firmeza superfícies de forma chata. alumínio.à execução de qualquer tipo de tarefa. O Alicate Universal tem finalidades específicas de uso.

para cada tipo de atividade. entre outras. 963 e 8245. 2. soltar parafusos ou arrancar pregos. além da possibilidade de que ocorram acidentes. Normalmente. 5. conforme normas Din 964. • Espessura da fenda. • Comprimento total (comprimento do cabo e da haste). 7996 e 7997. Guardar o alicate em ambientes secos e longe de objetos ou ferramentas pontiagudas e cortantes. conforme a norma NBR 9699. 7995. Dessa forma. os usuários costumam utilizar a chave de fenda de maneira incorreta como. Não segurar peças próximas da região que for soldada. • Diâmetro do parafuso: no caso da chave de fenda simples. pois este procedimento pode aquecer demasiadamente a mandíbula e danificar de forma irreversível o tratamento térmico aplicado no alicate. 965. existe uma ferramenta adequada. Isto evitará qualquer perfuração na sua isolação. 7985. pois isto pode danificar sua isolação. Portanto. Quem nunca utilizou uma chave de fenda na vida? Como o próprio nome já diz. Esta marcação deve estar obrigatoriamente gravada no cabo do alicate. esta ferramenta foi desenvolvida especificamente para apertar ou desapertar parafusos que possuem fenda na cabeça. conforme normas Din 7983. • Comprimento da haste. é necessário verificar algumas informações importantes: • Tipo da fenda. 966. . Na chave de fenda cruzada ou Phillips. Evitar a queda do alicate. Cuidados básicos para aumentar a vida útil do alicate universal 1. 4. Tipos de chaves de fenda: • Chave de fenda simples. Antes de especificar a chave de fenda correta para cada aplicação. 3. Não utilizar o alicate para bater. • Chave de fenda cruzada (mais conhecida como chave Phillips). para fazer alavancas ou como talhadeira. por exemplo.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios articulação do alicate). Aplicar periodicamente uma fina película de óleo lubrificante nas partes metálicas do alicate para proteger sua superfície. -5- . há uma diminuição da vida útil da ferramenta.Executar tarefas em linhas energizadas utilizando o alicate de cabo isolado para 1000V. é necessário conscientizar os usuários sobre a função específica da chave de fenda e mostrar que. Chaves de fenda: A chave de fenda é uma das ferramentas mais conhecidas no mercado.

proporcionando uma redução no esforço físico do usuário. não há concentração de tensões em um único ponto. Esse problema ocorre devido ao uso incorreto da ferramenta. principalmente em locais de difícil acesso. catraca e extensão. 4. melhor aproveitamento do trabalho realizado. pois isto pode provocar a perda de suas características técnicas como dureza e resistência. Cuidados básicos para aumentar a vida útil dos soquetes: 1 – Utilizar o soquete de acordo com a força necessária de aperto ou desaperto. Dessa forma. Utilizar a chave de fenda somente para apertar ou desapertar parafusos. usados em máquinas de parafusar (pneumáticas e elétricas). manivela. substituir a ferramenta por uma nova. Os soquetes têm finalidades específicas de uso para aperto e desaperto de porcas e parafusos. Sempre verificar se a ferramenta está em condições de uso. 5. é necessário utilizar acessórios. como torquímetros. 3. escolhendo o encaixe quadrado. Aplicar periodicamente uma fina película de óleo lubrificante na chave para proteger sua superfície. 2. Guardar a chave de fenda em ambientes secos. 2 – Utilizar somente acessórios adequados e recomendados. carrinhos e armários.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios Cuidados básicos para aumentar a vida útil das chaves de fenda: 1. Se classificam em dois grandes grupos: • Soquetes de utilização manual. tais como. 3 – Não retrabalhar e nem usinar as dimensões externas do soquete a fim de facilitar e -6- . garantindo uma aplicação uniforme da força necessária. com alojamento para pino e anel de segurança. são utilizados em ferramentas para medição de torque. • Soquetes de impacto. Caso isto ocorra. não adaptando (não emendando) extensões nem prolongadores ao soquete. Soquetes ou chave “cachimbo” Para trabalhar com os soquetes. podendo ocasionar a quebra da chave ou um acidente com o usuário. conforme o torque a ser aplicado. pois podem existir trincas no cabo ou o arredondamento das arestas na ponta da chave. junta universal. cabo T. provocado por impactos e/ou utilização em parafusos de diâmetro diferente do especificado para a chave. como caixas de ferramentas. Não reaproveitar a ferramenta afiando-a no esmeril. bem como sua distribuição nos pontos de contato entre ferramenta e peça. Também.

Saca rolamentos (fuso e porca): Indicado para extrair rolamentos que se encontram simultaneamente fixado no anel externo e interno. Extratores ou Saca Polias: É comum assistirmos em oficinas de manutenção montagens e desmontagens de polias. As garras a serem usadas são introduzidas no anel externo de acordo com a quantidade de esferas distribuídas de forma uniforme no retentor. fragilizando o soquete e retirando sua camada de proteção superficial contra corrosão. 7. Esse cenário desastroso assusta qualquer técnico.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios permitir encaixes. -7- . Cuidados básicos para aumentar a vida útil dos Extratores ou Saca-Polias: 1. Armazenar em armários ou locais livres de poeira e umidade. rolamentos e buchas usando como ferramentas martelos. engrenagens. também pode causar um grave acidente. talhadeiras e/ou chaves de fenda. Utilizar somente componentes originais na manutenção dos mesmos. pois isto reduz a espessura das paredes do mesmo. portanto. 6. 3. principalmente no fuso rosqueado. deve-se evitar bater sobre ela. 4. utilizar extratores de três garras para maior segurança. 2. Proteger a ferramenta periodicamente com óleo. Não ultrapassar os limites de força especificado. Esta ferramenta trabalha sempre tensionada (com pressão). 5. Sempre que possível. pois sabe-se as conseqüências que esta prática provoca. Evitar batidas. pois além de danificar a ferramenta. Não improvisar o extrator para trabalhos não indicados.

Lbs. E o torquímetro é a ferramenta que nos fornece uma medida precisa deste torque. em empresas de todo o Brasil. a necessidade da utilização de torquímetros para controle e aplicação de torque em elementos de fixação em todos os segmentos produtivos. Para uso do saca prisioneiro. Os cuidados começam a partir do momento da aquisição do equipamento. Um torquímetro que está sendo utilizado sem um mínimo de cuidados básicos passa a não ter o efeito desejado. Juntamente com a utilização. A seleção correta do torquímetro de acordo com o torque especificado. tem se difundido muito. em relação à não derrubar o equipamento. Lbs. principalmente em pontos sensíveis. onde o aperto inadequado pode causar danos ao equipamento ou ao produto final.m. Se o equipamento for derrubado. ou seja. deve-se avaliar se não ocorreu nenhuma avaria grave externa ou se nenhuma peça interna se soltou. em N. guardá-lo em local adequado. longe de umidade ou junto com as demais ferramentas. com uma orientação adequada às pessoas que irão utilizá-lo. Pés. -8- . sendo. para que seja efetuada a penetração do mesmo. Cuidados com torquímetros Nos últimos anos. é muito importante cuidar deste equipamento. Kgf. deve-se efetuar um furo com uma broca cilíndrica. Pol. evita torques incorretos e danos a ferramenta. Deve se usar o saca prisioneiro maior possível. Torquímetro é um instrumento de aplicação e verificação de torque e deve ser tratado com o mesmo cuidado que dispensamos aos micrômetros e paquímetros. Torquímetros: O torque é definido pela força x a distância.cm. não irá garantir o aperto adequado ao elemento de fixação que se pretenda fixar.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios Saca prisioneiros e parafusos: Indicado para extrair parafusos e prisioneiros que se encontram quebrado na parte interna do furo ou com restos externos.

Exemplo: têmpera.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios A importância de controlar o aperto aplicado a parafusos: O que é torque? De uma forma bem simplificada. pondo em risco vidas humanas e patrimônio. aço carbono. 5. 3. o que provoca o vazamento de gases e líquidos entre componentes de máquinas. Onde se aplica o torque? Em parafusos e prisioneiros que fixam peças. 2 – quebrar o parafuso. Classes de Qualidade Conforme DIN 267 Nominal Sextavado *para maiores informações. componentes. Como determinar o tamanho do parafuso a ser utilizado? O tamanho do parafuso deve ser determinado pelo total de tensão necessária para fixar o conjunto de peças. 3 – comprometer o desempenho da máquina ou equipamento em função da falta de alinhamento e suporte dos seus componentes entre si. 3 – empenar um conjunto fixado por parafusos. alumínio. 2 – alterar a vedação (junta). São eles: 1. provocando assim vazamento de gases e líquidos. conforme especificação do projeto. A que tensão podemos sujeitar um parafuso? Vários fatores são levados em consideração na fabricação de um parafuso. tratamento térmico aplicado no parafuso. um alongamento do mesmo (deformação elástica). Veja abaixo o exemplo para um parafuso sextavado M10 conforme DIN 267. revenimento. etc. T = torque. A elasticidade do material do parafuso faz com que esse pretenda voltar a sua forma original fixado. Todos estes fatores irão determinar a classificação de resistência a que pretence o parafuso. aço inoxidável. o conjunto. veja a página 292 do catálogo 2002. matéria prima (latão.). coeficiente de atrito. impedindo seu funcionamento normal. etc. F = força e L = comprimento da alavanca. 4 – esmagar juntas ou gaxetas. 4. aço ligado. etc. Que efeito produz o torque num parafuso? A aplicação de torque no parafuso produz uma tensão linear (esticamento) e. conforme normas internacionais. 5 – trincar o parafuso. conjuntos. fazendo-o falhar mais tarde. 2. conseqüentemente. 4 – causar acidentes e danos ao patrimônio -9- . torque é a resultante de uma força aplicada em um determinado braço de alavanca. Porque devemos controlar o torque a ser aplicado num parafuso? O torque quando excessivo pode: 1 – espanar os fios de rosca do parafuso. O torque quando insuficiente pode: 1 – fazer cair o parafuso devido a vibrações da máquina ou do equipamento. Sua fórmula é: (T = F X L) sendo. assim. dentro dos limites seguros de tensão para dado parafuso. tipo e passo da rosca. acabamento superficial.

torquímetro pneumático. torquímetro de relógio. O macho sem conicidade tem o chanfro curto (cerca de 1 filete) sendo usado em furos cegos para terminar a rosca até o fundo do furo. torquímetro com cabeça intercambiável. torquímetro digital. torquímetro tipo “T”. O macho pouco cônico deve ser usado primeiro. O macho pouco cônico tem o chanfro mais curto (cerca de 5 filetes) e com cuidado pode-se iniciar com sucesso. torquímetro de vareta. torquímetros para tampas de embalagens. O macho cônico tem o chanfro longo (cerca de 10 filetes) que permite iniciar com facilidade. torquímetro de escape ou giro livre. . torquímetro de relógio com ponteiro de arraste. não podendo todavia ser usadao para furo cego onde a rosca deve ir quase até o fundo. transdutores de torque estáticos e rotativos Ferramentas de roscar: Macho manual perfil completo: Existem muitos tipos de machos. torquímetro axial. torquímetros especiais para áreas médicas (esterelizáveis).Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios Tipos de torquímetros: Torquímetro de estalo com escala / sem escala. sem conicidade e para tubos atendem plenamente.10 - . mas em geral. os tipos cônicos.

BSW). com duas peças.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios D1=D2=D3 Machos seriados: São utilizados para se obter a redução do torque. são fornecidos em três peças eos com rosca fina(MF. Isso significa que para obter a rosca dentro da tolerância é necessário a utilização dos três machos.11 - . BSP ou G). UNF. D1<D2<D3 . melhor calibração e excelente acabamento na rosca. UNC. pois o 1º e o 2º do jogo tem a função de desbastar e pré acabar a rosca. Os três machos possuem diâmetros diferentes. Os machos com rosca grossa (M.

200. A broca penetra no metal ou outro material deixando um furo redondo e de dimensões precisas. denticulado e temperada. são as formas. Assegure que uma boa quantidade de lubrificante esteja sendo direcionada para a área do corte. chata. Antes de iniciar a operação. bastardinhas e murças (tamanho do picado). Certifique-se que o cossinete esteja esquadrejado em relação ao eixo. faça um chanfro de 45 graus. Broca: A ferramenta chamada broca é uma haste metálica confeccionada em [[metal duro]] muitas vezes produzido pelo processo de [[sinterização]] composto de canais helicoidais que facilitam a saída de material erodido ou usinado do gume de corte para fora do furo. 2.12 - . triangular. Classificam-se pela forma. para eliminar as rebarbas. Os picados podem ser: simples ou cruzado. Paralela. Os tamanhos são: 100. . enquanto que o rosqueamento com máquina é utilizado para tarefas simples.150. E ainda em bastardas. Dicas gerais para uso de cossinetes: 1. Limas: É uma ferramenta manual de aço carbono.250 e 300 mm (corpo). meia cana. O rosqueamento manual é o método mais utilizado. semelhante à uma [[bomba de arquimedes]]. faca. redonda.Cossinetes: Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios Cossinetes são usados para rosqueamento externo. picado e tamanho. quadrada.

A furadeira é uma máquina especializada composta em geral de um cabeçote. Atualmente possuem velocidades variáveis eletronicamente além de sentido de rotação. É semelhante à furadeira industrial. a única diferença são os recursos e tamanho do equipamento. estas máquinas estão montadas horizontalmente paralelas ao [[solo]] e fazem furos longitudinais [[paralelo]]s ao solo também. Em geral estas máquinas trabalham em três eixos. chamado fuso que põe em rotação uma ferramenta chamada broca. Furadeiras verticais São as furadeiras mais comuns encontradas em geral em qualquer estabelecimento metalúrgico. marteletes.13 - . Portanto. além de serem mesas coordenadas. as furadeiras são máquinas operatrizes especializadas em fazer furos. esta pode ou não ter uma morsa e uma mesa de coordenadas de deslocamento e inclinação das peças à serem furadas em três eixos. Servem como furadeiras. são compostas de uma base de fixação das peças à serem furadas. Tipos de furadeiras: Existem diversos tipos de furadeiras. Furadeira manual São furadeiras como a nomenclatura indica portáteis que se prestam aos mais diversos usos na indústria e no lar. Estas máquinas juntamente ao torno mecânico deram origem à outras máquinas operatrizes como as fresadoras e retíficas de cilindros. São máquinas extremamente versáteis e leves. podendo fazer furos em quaisquer ângulos e posições. daí a necessidade de se utilizá-la no sentido horizontal. entre estas destacam-se: Furadeiras horizontais A nomenclatura é auto explicativa. em geral possuem mesas de fixação de peças que se incinam em diversos [[ângulo]]s. Em geral são equipamentos de grandes dimensões que fazem furos de grande diâmetros em peças pesadas e de difícil manuseio. Furadeiras Industriais São máquinas de grande porte e com muitos recursos. esmeratrizes. aparafusadeiras além de outros usos que dependem da criatividade do usuário.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios Furadeira mecânica: É uma máquina operatriz derivada dos antigos tornos mecânicos. .

b) ( ) combinada. b) ( ) uma das mãos. c) ( ) elevados. . c) ( ) um prolongador. c) ( ) chave de bater. e) ( ) torquímetro. c) ( ) fixa. recomenda-se o uso da seguinte ferramenta: a) ( ) alicate de pressão. recomenda-se usar a chave tipo: a) ( ) estrela. Os soquetes e seus acessórios ajudam a retirada de parafusos localizados em pontos de difícil acesso ou em espaços: a) ( ) muito grandes.Assinale a alternativa correta: As medidas das porcas. Devemos segurar a extremidade do cabo da chave de aperto com: a) ( ) as duas mãos. c) ( ) moldadas. b) ( ) conferidas. e) ( ) nulos.14 - . e) ( ) uma porca. d) ( ) muito pequenos. e) ( ) estriadas. e) ( ) fenda simples.Manutenção mecânica Ferramentas e acessórios 1 . d) ( ) chave para tubos. b) ( ) alicate universal. com diâmetro nominal de até 16 mm. Para retirar ou fixar parafusos com sextavado interno. b) ( ) rebaixados. d) ( ) allem. d) ( ) um esticador. Para travar um parafuso ou porca. d) ( ) formatadas. Para medir o aperto de parafusos e porcas. parafusos e chaves apresentam sempre uma compatibilidade porque são peças: a) ( ) padronizadas.