..............................................................................................................5 CONSIDERAÇÕES FINAIS...........................................................................................................10 ........................9 REFERENCIAS...................................................SUMÁRIO INTRODUÇÃO.........................................4 DESENVOLVIMENTO..........................................................................

4 INTRODUÇÃO É notória a importância da política da Saúde na vida dos seres humanos e por isso se faz necessário que o profissional de saúde tenha esclarecido em sua mente quais foram e sua importância para sociedade e como ela se rege. Desta forma este trabalho tem como principal objetivo proporcionar ao aluno um conhecimento mais apurado acerca da influencia da constituição federal na saúde juntamente com à normatização da política da saúde e os avanços e desafios do SUS na perspectiva da Conferencia Nacional da Saúde e diante de pactos pela saúde. .

artigo 4(Brasil. segurança. transporte. com a vigência do exercício da profissional e a realização . entre outros. saúde. com a participação ou não da sociedade. Artigo196(Brasil. da “DISPOSIÇÃO PRELIMINAR”. da administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo poder publico.5 DESENVOLVIMENTO Considerando as desigualdades e injustiças inerentes ao sistema capitalista. visando nada mais do que garantir os direitos previstos em lei. segundo a lei n°8. 1988). que é garantido por políticas sociais e econômicas que visem a redução dos riscos de doenças e de outros agravos e também pode-se dizer ao serviços para sua promoção.080 de 1990. proteção e recuperação. Saúde é um direito de todos e dever do Estado. no titulo II do SUS. prestados por órgãos e instituições públicas federais. Aparte do século XIX em decorrência das transformações econômicas e políticas algumas iniciativas foram tomadas no campo da saúde pública. assim como também em decorrência aos pedidos por melhores condições de trabalho feitas pelo movimento operário. as políticas publicas estão voltadas a educação. transferência de rede. habitação. segurança alimentar. Atualmente além das demandas trabalhistas. as políticas públicas de proteção social surge como forma de minimizar as distorções existentes na sociedade. constituiu o Sistema único de saúde SUS. Seção II(Da Saúde). Pode-se concluir que políticas públicas nada mais é do que o conjunto de ações realizadas pelo Estado e seus agentes. Capitulo II(Da Seguridade Social). Para a constituição Federal de 1988 no titulo VIII(Da Ordem Social). O Sistema único de saúde o SUS. municipais.1990) é o conjunto de ações e serviços de saúde.

Nos últimos anos deste século. No final dos anos 1940. No inicio do século XX surgem algumas iniciativas de organização do setor da saúde. e centralizou-se na criação de condições sanitárias mínimas para as populações urbanas e restritamente para as do campo. A política de saúde formulada nesse período era de caráter nacional. que envolvia as áreas de saúde. alimentação. A situação da saúde da população no período de 1945 a 1964 não conseguiu eliminar o quadro de doenças infecciosas e parasitárias e as elevadas taxas de morbidade e mortalidade infantil e mortalidade em geral. O subsetor de medicina previdenciária só virá superar o de saúde publica aparte de 1966. A cerca da política de saúde em 1980 e a construção do . que serão aprofundados aparte As questões sócias e as da saúde que já passaram a ser colocadas na década de XX precisavam-se serem caracterizadas como questões políticas. organizada em dois subsetores que eram os de saúde pública e o de medicina previdenciária. A política nacional de saúde quase observava desde 1930 foi consolidada no período de 1945-1950. O subsetor de saúde pública será predominante até meados de 1960.6 de campanhas limitadas. já é possível observar a questão da saúde sendo abordada por parte do movimento operário que nasce nesse período. com o Plano Salte de 1948. que se caracterizavam como sujeitos sociais importantes no cenário político nacional. A saúde foi posta como uma de suas finalidades principais. transporte e energia. com intervenções estatais e a criação de novos aparelhos que contemplassem de algum modo os assalariados urbanos.

a segurança.experimentou uma profunda e prolongada crise econômica que persiste até os dias atuais. estabelece como direitos sociais fundamentais a educação.196. que tem como objetivo o bemestar e a justiça social. . A saúde consagrada na Constituição Federal de 1988 como direito sociais fundamental recebe. Persebeu-se então a emergência e a necessidade de uma mudança na conjuntura política da saúde no Brasil e a reorientação das praticas de saúde para tanto. O Sistema Único de Saúde (SUS) foi criado pela Constituição Federal de 1988para que a população do país tenha acesso ao atendimento público de saúde. a Constituição Federal de 1988. no seu artigo 6°. podemos dizer que nos anos 80. Em seguida no Art.7 projeto de reforma sanitária. a assistência médica era responsabilidade do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS). No entanto sabe-se que anteriormente. a saúde. aqueles que podiam pagar por serviços de saúde privados. proteção judicial diferente na ordem jurídico-constitucional brasileira. o SUS em seu arcobou-so de leis. O direito a saúde só foi inserido na Constituição Federal de 1988 no titulo destinado a ordem social. e se tinha uma divisão dos brasileiros em categorias os que tinham direito á saúde pública por serem contribuintes da previdência social. a proteção à maternidade e a infância. deste modo. o lazer. garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doenças e de outros agravos. normas. a sociedade brasileira ao mesmo tempo em que vivenciou um processo de democratização política superando o regime ditatorial instaurado em 64. Nessa perspectiva. e os que não possuíam direito algum. o trabalho. a Constituição Federal de 1988 reconhece a saúde como direito de todos e dever do Estado. a previdência social.

. a redução do setor privado na prestação do serviço à saúde. A mudança do setor e das praticas institucionais foi realizada através de algumas medidas que visaram o fortalecimento do setor público e a universalização do atendimento. por determinar um caráter universal às ações e aos serviços no país.8 resoluções e diretrizes é um marco definitivo na garantia do direito a saúde dos cidadãos brasileiros. a descentralização política e administração do processo decisório da política de saúde e a execução dos serviços ao nível local. tendo equipes multiprofissionais em saúde como força insubstituível para a saúde viabilização plena. mas também com a sustentação de ações intersetoriais. curativas. centradas em doenças e atendimentos hospitalares. Temos a tarefa de avaliar com profundidade um sistema que originalmente esta pensando e legalmente estabelecido para ser viabilizado por meio de um financiamento pactuado entre três esferas do governo. Uma corresponsabilidade fundamental ao pleno êxito do modelo de atenção integral proposto. Em que medida de essas praticas se contrapõem à efetivação do principio da integridade é uma questão polemica que merece ser debatida. Na prática o SUS. Propor alternativas que optem para a superação de uma rede de serviços que equivocadamente trata somente as doenças. substituindo-a por uma rede efetivamente de Saúde. ainda esta subordinado a um modelo de atenção hegemônico que se caracteriza pelo predomínio de praticas individualisticas. o SUS que foi o passa mais avançado na reformulação do setor. em 1988. que culminou com a criação do Sistema Unificado Descentralizado de Saúde (SUDS)em 1987 e depois. assim como a maioria dos sistemas de saúde do mundo. que seja adequado e definido de acordo com as reais necessidades de cada região e população referenciadas.

9 .

assim como também com à analise das mudanças de saúde pública brasileira.porem devido a falta de fiscalização. pois só desta maneira poderá dizer que o SUS é na pratica um sistema único de saúde universal . seu funcionamento e situação atual.10 CONSIDERAÇÕES FINAIS Aparte do presente trabalho é possível entender o significado de políticas e o que o Sistema único de Saúde. Por fim espera-se que as perspectivas para um novo futuro sejam postas em praticas o mais rápido possível. corrupção governamental. o mesmo tornou-se uma entidade cheia de problemas. embates políticos. identificando-se historicamente como se deu seu surgimento e a construção das políticas públicas de saúde do Brasil. Também conclui-se que o SUS apresenta-se juridicamente como um modelo mundial no que diz respeito a universalização da saúde. embora em alguns lugares ele funcione. assim como também a falta de gestão mais técnica . principalmente aparte da criação do SUS.

wikipedia.pdf http://www.br/bvs/publicacoes/sus_az_garantindo_saude_municipios_3e d_p1.ebah.org/wiki/Sistema_%C3%9Anico_de_Sa%C3%BAde http://www.11 REFERENCIAS http://bvsms.saude.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.gov.gov.planalto.com.htm http://pt.br/content/ABAAAAsZsAC/apostila-leis-sus .