Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica

DISCIPLINA
DE
TRANSMISSÃO DE CALOR

Enunciados de problemas

Monte de Caparica, Setembro de 2014

Transmissão de Calor - Enunciados

Índice
Enunciados de problemas

(*)-Tabelas e gráficos

…………………….………………….

…………………………………………

Propriedades do ar e da água ……………………………
Propriedades de metais
………………..…………………
Propriedades de não metais
……………….……………
Cartas de Heisler
……………….…………………….…
Sólido semi-infinito com convecção no contorno
.……..
Eficiência de alhetas
……….……………………………
Convecção forçada (relações empíricas)
………………
Convecção natural (relações empíricas)
………….……
Radiação – funções de radiação
……………………..…
Radiação – factores de forma
………………………..…
Factores de conversão
………………………..…………

(*) - Disponíveis, em papel, na reprografia da FCT.

1

2
20
21
22
23
24
27
27
28
29
31
32
34

Transmissão de Calor .Enunciados Enunciados de problemas 2 .

R: ∆T = –375°C Problema 2 Uma parede plana está exposta a uma temperatura ambiente de 38°C.2 W/m.5 cm de espessura cuja condutividade térmica é 1.°C Problema 3 Considere uma parede constituída por um material de condutividade térmica k. com 2.51 kW 3 .°C). h.0 cm de altura é construído em alumínio puro (k400 K = 240 W/m.Enunciados Problema 1 Através de uma camada plana. A parede é coberta com uma camada de isolante de 2. com uma espessura ∆x e área A. k800 K = 218 W/m.°C é conduzido um fluxo de calor de 3 kW/m2.°C. mantida constante. A parede perde calor para o ambiente por convecção. Te. não excede 41°C. Considerando o fluxo de calor unidimensional.5 cm e o diâmetro da base é 12. e a temperatura da parede na face em contacto com este isolante é mantida a Ti = 315°C. O diâmetro do topo é 7. Mostre que a taxa de transferência de calor através da parede é dada por: q= T1 − T2 1 1 ∆x + + h1 A kA h 2 A Problema 4 Um cone truncado de 30. Sejam T1 e T2 as temperaturas dos ambientes que a parede separa e h1 e h2 os correspondentes coeficientes de transferência de calor por convecção.5 cm de espessura. R: q = –2.4 W/m. aquecida por convecção de um lado e arrefecida também por convecção do outro. de material isolante de condutividade térmica 0. Comente o resultado e proponha soluções alternativas. R: h = 5115 W/m2 . a face superior a 540°C. Calcule o valor do respectivo coeficiente de transferência de calor.5 cm. A outra superfície é isolada.Transmissão de Calor . calcule a taxa de transferência de calor em Watts.°C. que deve ser mantido para garantir que a temperatura da superfície externa do isolante. A superfície inferior é mantida a 93°C. Calcule a diferença de temperatura entre as faces do isolante.

6 W/m.92. k2 = 0.N2 = 38 g N2 / hora Problema 6 Calcule o calor trocado durante um dia entre dois planos negros. cada um com área igual à da superfície de uma esfera de 0. R: Q = 42.4 mm espessura de um certo material superisolante de condutividade térmica 2×10–4 W/m°C. Considere o problema unidimensional e calcule: a) O calor perdido por unidade de tempo e de área bem como o calor total perdido ao fim de 20 minutos.60 kcal/h. As temperaturas das superfícies interior e exterior são. Estime a quantidade de azoto vaporizado por hora para uma temperatura da superfície externa do isolamento de 21°C. O azoto é mantido a –196°C sendo necessários 198.21 e k3 = 0. Os planos são mantidos a –196°C e +21°C. respectivamente. sendo k1 = 0. b) O valor da temperatura num ponto no interior da parede a 15 cm da superfície externa. Calcule o calor transferido através da parede.°C. enquanto o outro está exposto a um ambiente onde T = 10°C e h = 10 W/m2.4 kJ para vaporizar cada kilograma massa de azoto a esta temperatura.Transmissão de Calor . respectivamente.5x106 J Problema 7 Um dos lados de uma parede plana é mantido a 100°C.6 m. de 40 cm de espessura.°C.m2 Q = 774 kcal b) T = 463°C 4 .°C. A parede. R: a) q’’ = 774 kcal/h.6 m de diâmetro. Ti = 1000°C e a Te = 150°C. é isolado com uma camada de 25. R: q” = 257 W/m2 Problema 8 Uma parede de um forno industrial tem 3 m2 de área sendo constituída por 20 cm de tijolo refractário.Enunciados Problema 5 Um tanque de azoto líquido. tem condutividade térmica k = 1. 15 cm de outro tijolo isolante e uma camada exterior de 10 cm de tijolo vulgar.m. esférico com diâmetro interno de 0. R: QM.

5 cm 5. A e B.0 cm e ∆xD = 2.°C AB = AD q T=370°C AC=0. diga como procederia para manter o fluxo da alínea a) recorrendo apenas ao material D.m2 c) TBC = 23.m2.0 cm.6 kcal/h.°C kC = 60 W/m.1 m2 B C A D 2. Os respectivos coeficientes de transmissão de calor por convecção são hint=9. são: kA = 1.504 kcal/h. Comente a validade desta hipótese.°C kB = 35 W/m.m.20 kcal/h.6 kcal/h. kA = 175 W/m. B. As temperaturas médias do ar a cerca de 1 m de distância das paredes interior e exterior são respectivamente 5°C e 40°C. ∆xC = 2.Enunciados Problema 9 Considere a parede de um armazém frigorífico constituída inicialmente por duas camadas de materiais diferentes.042 kcal/h.°C e hext=6. Considere o fluxo de calor unidimensional.°C kD = 80 W/m. As condições exigidas pelo material armazenado conduziram a um estudo.1°C d) ∆xD = 15 cm Problema 10 Estime o fluxo de calor através da parede composta esquematizada abaixo.276 kcal/h. C. As camadas dispõem-se do exterior para o interior pela ordem A.5 cm 7. sendo proposto a alteração da parede inicial através da adição de duas outras camadas C e D.m.°C. R: a) qf’’ = 27.°C kB = 0. Faça um esboço qualitativamente correcto do perfil de temperaturas desde o exterior ao interior do armazém.m. ∆xB = 18 cm.3 kW / 0. As condutividades térmicas dos materiais. c) O valor da temperatura na interface BC.2 kcal/hm2.5 kcal/h.0cm R: q’’ = 13.m.m2 b) qi’’ = 48.°C kD = 0. d) No caso do stock do material C estar esgotado (e sem alterar as posições de A e B).Transmissão de Calor .°C Calcule: a) O calor que atravessa a parede final por unidade de tempo e de área.1 m2 = 133 kW/m2 5 T=66°C .°C kC = 0. b) Idem para a parede inicial. D e têm as espessuras: ∆xA = 12 cm.

°C.7 kcal/h.m2.°C) de 5. Te = 18°C e hi = he = 10 kcal/h.°C a = b = 50 mm c = d = 100 mm c a l = 500 mm H = 300 mm l b a d a R: a) q’’ = 7.1 kcal/h.°C kar. b) O fluxo de calor que a atravessaria se os blocos de betão fossem maciços. respectivamente. O tubo transporta vapor sobreaquecido a 400°C e a superfície exterior do isolante encontra-se exposta ao ar a 25°C.5 mm de espessura. em relação à área total. 300K = 0.60 kcal/h.7°C .m2 Problema 12 Considere uma fachada de um edifício.66 kcal/h.5 mm.°C kestuque = 0.08 kcal/hm2ºC .m2 b) q’’ = 11.m. b a H kbetão = 0.30°C Trev = 67. na transmissão de calor na fachada do edifício? R: Av/ At=0 → U=1.0 mm de espessura. R: q’ = q/L = 230.m.m.35°C 6 Text = 399.Transmissão de Calor .m.m2.m Tint = 399.m. At. Av/ At=100% → U=4. Determine: a) O fluxo de calor que atravessa a parede. Supondo que os coeficientes de película são 1200 e 9.°C). Qual a influência da área do vidro. Os ambientes interior e exterior são caracterizados por: Ti = 25°C.81 kcal/hm2ºC Problema 13 Um tubo normalizado com diâmetro exterior d = 102 mm e espessura s = 3.023 kcal/h.5 kcal/h.m. é revestido com um isolante à base de magnésio a 85% (k = 0. constituída por uma parede do tipo da considerada no problema anterior e com janelas de vidro (kvidro = 0.°C) com 37.6 kcal/h.°C. em ferro forjado (k400°C = 39 kcal/h.061 kcal/h. Av.Enunciados Problema 11 Considere uma parede constituída por blocos de betão do tipo representado na figura e revestida de ambos os lados por estuque com uma espessura de 20 mm.42 kcal/h. calcule o calor perdido por metro de tubo na unidade de tempo e as temperaturas nas superfícies exterior e interior do tubo e na superfície exterior do revestimento.

Transmissão de Calor . Esta espessura tem um valor aceitável do ponto de vista económico? E se o tubo nu tivesse um diâmetro externo de 102 mm? Justifique as duas últimas questões. b1) Para reduzir para 75% do calor transferido pelo fio descarnado. a2) Calcule a temperatura na superfície exposta do isolante eléctrico. R: a1) k = 0. a espessura deste isolante eléctrico deverá ser inferior ou superior aos 0. Pretende-se revestir o fio com um material isolante eléctrico (capaz de suportar aquelas temperaturas) de 0. 2º caso: eisol = 0. Pretende-se reduzir a perda de calor a 50% mediante a colocação de um isolante de plástico com k = 0.°C.Enunciados Problema 14 Um fio (resistência eléctrica) com 1 mm de diâmetro é mantido a 400°C num ambiente a 40°C com h = 150 W/m2. R: h . Considere que a temperatura do fio e o coeficiente de convecção permanecem invariáveis ao introduzir o isolante eléctrico.°C. No tubo circula vapor sendo a temperatura da superfície externa Tp = 175°C. h1 e h2.°C a2) T = 309°C b1) Superior b2) e = 1.2 mm de espessura. R: 1º caso: eisol = 1.(T − T2 ) q = 2 1  h L L .m.°C.076 m Problema 16 A placa plana (infinita) da figura separa dois meios às temperaMeio 1 T1 h1 turas T1 e T2 (T1>T2) com coeficientes de transmissão de calor . Obtenha a expressão que permite calcular o valor de q que corresponde à ausência de trocas de calor entre o meio 1 e a parede.25 kcal/h. b2) Calcule essa espessura.  1 + 2  2k   7 .9 mm Problema 15 Um tubo nu normalizado de 25 mm de diâmetro externo e espessura s = 2mm é colocado em contacto com ar a 30°C. q Meio 2 k h2 L T2 por convecção. Calcule a espessura de isolante necessária.105 W/m.27 m ( rcri = 29 mm ) . que resulta num coeficiente de película de 10 W/m2.2 mm propostos? Justifique. conhecidos. desprezando a radiação e considerando que a temperatura superficial do tubo e o coeficiente de película permanecerem invariáveis ao introduzir o isolante. a1) Calcule a condutividade térmica que o material deverá ter para que seja maximizada a perda de calor.

A resistividade do material da resistência é ρ = 7×10-3 Ω. nas condições da alínea a1) (hlv = 2258 kJ/kg)? R: a1) Tsup = 102°C. R: Tmáx.°C e que a temperatura ambiente é 25°C). = 186°C 8 . com 5. a2) Tsup = 1171°C.°C. Teixo = 1173°C.5 W/m°C (à temperatura média do problema).m e a sua condutividade térmica é k = 22.0 mm de diâmetro e um comprimento total de 50 cm. 400K = 386 W/m °C kplástico = 0. b) Quanto tempo leva a cafeteira para evaporar 300 ml de água. Comente o resultado.5 cm de espessura e condutividade térmica kmédio = 21 W/m°C gera calor interiormente na razão de 0.287 mm Problema 18 Uma cafeteira eléctrica (funcionando a 220 V) tem uma resistência eléctrica helicoidal para aquecer água. Temperatura máxima que o cobre pode atingir = 200°C R eléctrica = Temperatura máxima que o plástico pode atingir = 90°C Intensidade máxima da corrente eléctrica = 20 A Considere os seguintes dados: L σ A Peléctrica (W) = R eléctrica . a) Calcule as temperaturas no eixo da resistência e à sua superfície quando: a1) a água está a ferver.Enunciados Problema 17 Determine o raio mínimo admissível de um fio de cobre isolado electricamente com um material plástico de 1 mm de espessura. de modo a cumprir os seguintes requisitos:. situação em que h = 2×104 W/m2. b) t = 39’56”. Um dos lados da parede é isolado e o outro está exposto a um ambiente mantido a 93°C. a2) a resistência está totalmente exposta ao ar (considere h = 30 W/m2. Teixo = 103. Calcule a temperatura máxima na parede.1×107 Ω-1m-1 kcobre. Problema 19 Uma parede plana com 7.I2 Condutividade eléctrica do cobre: σcobre = 5.35 MW/m3.°C.4 W/m2 °C R: rmín ≈ 0.6°C.342 W/m °C Tambiente = 25°C h = 85. O coeficiente de transmissão de calor por convecção entre a parede e o ambiente é 570 W/m2.Transmissão de Calor .

m. A temperatura de ebulição do óleo é Tebul. Dimensões das alhetas: t = 0. a) Se a secção da pega for circular com 1 cm de diâmetro. 9 . alhetado. resolvendo como se se tratasse de um tubo de eixo rectilíneo. b) Se a secção da pega for rectangular com 1.5 cm2.m2. que consiste num tubo em espiral.K). Qual a perda líquida de calor.°C) de 30 cm de comprimento e 12.5 mm Temperatura média da parede exterior do tubo: Tb = 40°C Temperatura ambiente (inicial): Tamb = 20°C Coeficiente de convecção: h = 1×102 W/(m2. por convecção.9 kW t = 16' 19''. 700 r. de geometria circunferencial e perfil rectangular.5 mm. As alhetas. para o ar? R: q = 19. Os restantes dados do problema são: Diâmetro exterior do tubo: d = 2cm.°C) R: q = 14. L = 1 cm. comprimento total da espiral: Ltubo = 13. Comente a validade das hipóteses simplificativas subjacentes ao cálculo.48 m Problema 22 Para aquecer uma estufa utiliza-se o sistema que a fotografia mostra. A outra extremidade está fixa a uma parede a 93°C. 250°C = 50 kcal/h.Transmissão de Calor .p.5 mm de diâmetro está fixa a uma parede mantida a 200°C.54 m Determine a potência térmica convectada pela espiral. percorrido por água quente e sobre a qual sopra um ventilador (160 W.°C. e estime o tempo que levaria a aquecer os 2000 m3 de ar dentro da estufa até aos 26°C. = 285°C.6 m (7 voltas completas desde rint = 9 cm até rext = 53 cm). são em alumínio (kAl. Hortus Botanicus.320 K = 230 W/m.°C. Leiden.7 W Problema 21 Se for 10 cm o comprimento necessário para agarrar na pega em aço carbono (kaço. b) L = 0.). Passo da distribuição das alhetas: S = 3.m.Enunciados Problema 20 A extremidade de uma barra de cobre (k150°C = 386 W/m. The Netherlands R: a) L = 0. Pela barra passa uma corrente de ar a 38°C que mantém um coeficiente de convecção de 17 W/m2.°C) de uma frigideira qual deverá ser o comprimento total da pega para que na zona de contacto com a mão a temperatura não ultrapasse 45°C? Considere o ambiente a 25°C e h = 5 kcal/h.5×0.

°C número total de alhetas. As superfícies internas e externas estão a 540°C e 90°C.°C.1×10-4Ω/m calcule a corrente máxima admissível se a temperatura superficial do cabo não puder exceder 110°C.3 cm a = 4 mm t = 1 mm l re R: Te k ∆T1 ∆T2 a) U = 77.Enunciados Problema 23 A figura representa um tubo cilíndrico revestido exteriormente por alhetas.8 kW Problema 26 Em certos locais a transmissão de potência eléctrica é feita através de cabos subterrâneos. Ti hint = 20×102 kcal/h.Transmissão de Calor .°C hext = 5 kcal/h.8 W/m°C).5 m Problema 25 Um forno de dimensões internas 0. A espessura das paredes é 15 cm.3 kcal/h. = 1181 Amp 10 .6×0. Nestas circunstâncias constata-se ser excessivo o calor perdido pelo tubo. A temperatura à superfície do solo é 25°C e ksolo = 1.m.°C kmédio = 37 kcal/h. De acordo com os dados da figura calcule: a) O valor do coeficiente global de transmissão de calor.6 cm he a 2y tb l = 2 cm ri = 1. Calcule a perda de calor pelas paredes do forno.3×0. A temperatura do ar exterior é mantida a 25°C.5 kcal/h Problema 24 Um tubo horizontal de 20 cm de diâmetro e 5 m de comprimento está enterrado no solo a uma profundidade de 25 cm (ksolo = 0. R: q = 6. n = L / (t + a) L hi ri L=1m ∆T3 re = 1.9 m3 é constituído por um material de condutividade térmica média de 0.2 W/m°C.m2. R: Imáx.m2.°C b) q = 347. A que profundidade deve ser instalado o referido tubo para que a perda de calor seja reduzida em 60%? R: z = 2. U. quando no interior do tubo se escoa água à temperatura média de 80°C.m2.3 m e de resistência eléctrica 1.87 W/m. A temperatura da parede exterior do tubo é 75°C e a temperatura da superfície do solo 5°C. Para um cabo de 8 cm de diâmetro enterrado a uma profundidade de 1. b) a taxa de transferência de calor (kcal/h).

Considere regime permanente e atendendo às condições de contorno determine a distribuição de temperaturas e a taxa de transferência de calor.81°C T5 = 19.5°C T4 = 312.5°C T2 = 412.5°C T3 = 337. 30 cm×30 cm.°C.04 W/m.5 W/m.5°C q’ = 23125 W/m T=100°C Problema 29 Na figura está ilustrada a secção. Usando métodos numéricos. Calcule o calor transferido através das paredes.°C.59 kW Problema 28 Considere a placa plana quadrada representada na figura constituída por um material de condutividade térmica constante k = 50 W/m.°C) com paredes de 10 cm de espessura.77°C 11 . O coeficiente de transmissão de calor por convecção na superfície 1-2-3 é 28 W/m2. através da placa.71°C T2 = 9. 4 e 5. R: q = 8.°C 1 4 7 2 5 8 3 6 9 T7 = T8 = T9 = 38°C T3 = T6 = 10°C T1 = 9. calcule as temperaturas nos pontos nodais 1. 2. de uma barra feita de um material de condutividade térmica constante k = 3. T=500°C T=500°C 1 2 3 4 R: T=400°C T1 = 437. As temperaturas da parede interna e externa são 500°C e 50°C.°C. A superfície 1-4-7 é isolada.26°C T4 = 21. Isolado R: T∞ = 0°C h = 28 W/m2.Enunciados Problema 27 Um forno cúbico de dimensões internas 50×50×50 cm3 é constituído por tijolo refractário (kmédio = 1.Transmissão de Calor .

°C.Enunciados Problema 30 . ρAço = 7800 kg/m3) de 50 mm de diâmetro e inicialmente à temperatura de 450°C é subitamente colocada num ambiente controlado onde a temperatura é mantida a 100°C e o coeficiente de transmissão de calor por convecção é 10 W/m2. analise a influência desta potência no balanço energético.°C T0 = 1°C T ∞ = 30°C h2 h. Al ρ = 2787 kg/m3 c = 883 J/kg.5 kg e inicialmente a 290°C é imersa num fluído a 15°C. Qual a influência do reservatório em comparação com um sistema simples só de água? 30 cm T H2 O L = 40 cm 1 h1 = 100 W/m2.46 kJ/kg. a uma temperatura inicial de 1°C.°C.°C 5 = 10 mm 2 Al R: t = 1h 54m Problema 31 Uma esfera de alumínio puro (ρ = 2702 kg/m3.2 kJ/kg.Transmissão de Calor . calcule o tempo necessário para arrefecer o alumínio até 90°C.°C. O coeficiente de transmissão de calor por convecção é 58 W/m2.°C. k200°C = 237 W/m. c200°C = 980 J/kg.°C H2O ρ = 103 kg/m3 Tfinal = 5°C → t = ? c = 4.°C h2 = 5 W/m2.temporariamente fora de programa) Quanto tempo pode o sistema representado na figura. Calcule o tempo necessário para que a esfera atinja a temperatura de 150°C.(sistema duplo . R: t = 97 minutos 12 . estar exposto a uma temperatura ambiente de 30°C sem que o líquido ultrapasse 5°C? Admitindo que o sistema concentrado interior (líquido) e o próprio h1 são o resultado da acção de um agitador que dissipa 10 W para o líquido.°C.K) pesando 5. R: T = 26 minutos Problema 32 Uma esfera de aço (c = 0. k550K = 35 W/m. Usando o método da análise concentrada.

°C.m.6 W/m2. considerando que as propriedades físicas não variam muito durante o processo. usando-se então os valores médios das propriedades).1 kcal/kg. Calcule esse tempo.0349 m2/h) com 5 cm de espessura está inicialmente a T0 = 450°C e é mergulhada num banho de tempera a T∞ = 80°C. Calcule: a) A temperatura no centro do sólido após 2 minutos. Ti = +15°C Temperatura ambiente do túnel.°C). T∞ = –35°C h = 7. sendo h = 280 W/m2.°C. Considere os seguintes dados: Temperatura inicial do pescado.Enunciados Problema 33 Uma parede grossa de cimento (k = 1.°C Diâmetro médio das postas.m2.46 kJ/kg. O cilindro é imerso num banho de óleo mantido a 30°C.5 cm R: t = 19 min. l = 2.°C). Ø = 10 cm Altura média das postas.37 W/m.°C. R: a) = 179 °C b) = 161 °C Problema 35 Uma placa de aço (kaço = 31 kcal/(h.Transmissão de Calor . Calcule a temperatura a uma profundidade de 7 cm depois de 30 minutos. sendo h = 350 kcal/(h. 5 e 10 minutos.°C. ρ = 1020 kg/m3.m2.25 kcal/h. b) A temperatura no centro de uma das faces após 2 minutos. k550K = 35 W/m. O coeficiente de transferência de calor é 2. Determine a distribuição de temperatura ao fim de ½. 13 . R: T = 53.73°C Problema 34 Um cilindro de aço (c = 0.5 * V 0.°C. α = 7x10-7m2/s) à temperatura uniforme de 54°C é repentinamente submetida a uma corrente de ar a 10°C. Problema 36 A fim de estudar o processo de congelamento de peixe cortado em postas de tamanho médio é necessário conhecer o tempo gasto para se atingir uma temperatura de -15°C na espinha. α = 0. ρAço = 7800 kg/m3) de 10 cm de diâmetro e 10 cm de comprimento está inicialmente a 250°C.8 (kcal/h.°C. (Note que como há mudança de fase isto não é verdade.°C) (V em m/s) com V = 7 m/s k = 1. c = 1.m.

°C ρbetão = 2000 kg. sabendo que se trata de uma liga de alumínio e admitindo que a temperatura dos gases no interior do cilindro tem a variação representada na figura. Determine a potência máxima e a hora do dia a que essa potência é utilizada se toda a área da parede for: a) em betão.2618 t – 1. Problema 39 Estude a resposta térmica da cabeça de um cilindro de um motor de combustão interna a quatro tempos. às 14:08.Transmissão de Calor .m. a uma flutuação térmica diária da temperatura ambiente em que o valor médio é T1 = 20°C e ∆T = 5°C.78 W/m. com o período correspondente ao ciclo termodinâmico e com valores máximo e mínimo iguais a 1500°C e 100°C respectivamente. Admita que no instante inicial a temperatura ambiente é a média diurna (ϕ = 0) e que a temperatura da água é igual à ambiente.88 kJ/kg.1 . gerando cada um 120 W. sen (0.) 14 . t em horas.Enunciados Problema 37 Determine a resposta térmica da água que se encontra (em repouso) no interior de um bidon metálico. b) em vidro com espessura ∆x = 1 cm.°C.m. R: T(t) = 20 + 2.°C T2=22ºC T h2 = 5 W/m2 ºC T∞ = T1+ ∆T.41) . com espessura ∆x = 10 cm. cilíndrico com L = 2 m e ∅ = 0.°C ρvidro = 2700 kg/m-3 cvidro = 0.p.145) + 1.84 kJ/kg.sen(ωt+ϕ) h1 = 40 W/m2 ºC ∆x R: a) q = 1527 W.913 . caracterizadas por um h = 10 W/m2.3 m.37 W/m. e –(t / 8. através de uma parede com área 2.p. e a temperatura interior deverá ser mantida constante (pelo ar condicionado) a T2 = 22°C. às 15:03 b) q = 1533 W. Estude a resposta para as situações: a) Ralenti (800 r. se fazem pela superfície lateral e pelo topo (a base está isolada). sendo a temperatura máxima atingida às 14:00 horas. onde a temperatura média é T1 = 27°C e a oscilação diária é de 10°C.°C kvidro = 0. Considere que as trocas com o ambiente. A sala está em contacto com o exterior. Problema 38 Considere uma sala onde se pretende instalar um sistema de ar condicionado. Dados: kbetão = 1. Nessa sala estão no máximo 10 adultos.5 × 3 m2.) b) Regime de potência máxima (5500 r.m-3 cbetão = 0.

04°C Problema 41 (escoamento interior) Água a 60°C e à velocidade média de 2 cm/s flui num tubo de 1 polegada de diâmetro.05 m2 hext = 120 W/m2.88°C Problema 42 (escoamento interior) Um caudal de 6. Se o tubo tiver 9 m de comprimento e for mantido a 65 °C. R: Ts = 71.8×103 kg.°C s = 7 mm espessura do bloco superior 2 ∅cil.5 °C q = 438 kW Problema 43 (escoamento exterior) Ar atmosférico a 20°C escoa-se sobre uma barra de secção quadrada de 50 mm de lado. R: q’ = 0. sendo a temperatura na parede 20°C acima da temperatura do ar.93 kW/m 15 .Transmissão de Calor . A velocidade do escoamento é perpendicular a uma das faces da barra e U∞ = 15 m/s. = 80 mm hint = 580 W/m . Qual será o aumento da temperatura de mistura em 3 m de comprimento do tubo? R: q’ = 104 W/m ∆Tm = 40. R: Tm.0 kg/s de água a 38°C entra numa tubagem de 5 cm de diâmetro interno e rugosidade relativa 0. Calcule a taxa de transferência de calor por unidade de comprimento da barra para uma temperatura superficial de 90°C.m-3 Text = 20°C Aalhetas = 0. Calcule a temperatura de saída da água se o tubo tiver 3 m de comprimento e a temperatura da parede for constante e igual a 80°C.Enunciados ρAl = 2.°C Problema 40 (escoamento interior) Ar a 2 atm e 200°C e à velocidade média <V> = 10 m/s é aquecido ao passar através de um tubo de 1 polegada. ao longo de todo o comprimento do tubo. Calcule o calor transferido por unidade de comprimento do tubo se for mantida uma condição de fluxo de calor constante na parede.s = 55.002. calcule a temperatura de saída da água e a potência térmica total transferida.°C cAl = 880 J/kg.

sendo toda a radiação incidente perdida por convecção natural para o ambiente a 30°C. Os tubos estão dispostos em linha tal que o espaçamento nas direcções normal e paralela ao escoamento é 1. um fluxo de energia radiante de 800 W/m2 incide sobre uma superfície metálica vertical de 3.0 m/s (medida no escoamento antes de entrar no feixe de tubos).5 m de altura e 2.5 mm de comprimento. Calcule a taxa de transferência de calor. As superfícies dos tubos são mantidas a 65°C. O fio é aquecido electricamente e tem 12. Qual a temperatura média atingida pela placa? (sugestão: comece por indicar um valor típico de convecção natural). O diâmetro dos tubos é 1 pol.Enunciados Problema 44 (escoamento exterior) Um fio de 0..27 W Problema 45 (escoamento exterior) Água escoa-se sobre uma esfera de 3 mm de diâmetro a 6 m/s.5 pol. A temperatura da corrente livre é de 38°C e a esfera é mantida a 93°C. Aproximadamente igual..0 m de largura.Transmissão de Calor . Se a superfície estivesse rodada de 90° seria de esperar uma temperatura média diferente? R: Tmédia = 185 °C.13 mm de diâmetro é exposto a uma corrente de ar a –30°C e à pressão de 54 kN/m2. A velocidade do escoamento é 230 m/s. R: P = 3. 16 . R: q’ = 44 kW/m Ts = 19 °C Problema 47 Nas imediações de uma fornalha de uma instalação industrial. O metal é isolado na sua parte posterior e pintado de preto. R: q ≈ 80 W Problema 46 (escoamento exterior – feixe tubos) Ar a 1 atm e 10°C escoa-se através de um feixe de tubos com 15 fileiras longitudinais e 5 fileiras transversais com a velocidade de 7. Calcule o calor total transferido pelo feixe de tubos por unidade de comprimento e a temperatura de saída do ar. Calcule a potência necessária para manter a temperatura da superfície do fio a 175°C.

média = 15°C.5×2. Calcule a taxa de transferência de calor considerando que as 6 faces estão expostas ao ar. d) O comprimento de onda em que o poder emissivo espectral (ou monocromático) é máximo e o respectivo valor (do poder emissivo espectral). 17 .09 m2. Calcule o calor perdido na unidade de tempo pela placa (não considere a radiação). R: q/L = 41 W/m Problema 50 Um pequeno bloco de cobre com base quadrada de 2. b) A potência radiante térmica (em W/m2). R: q = 5. que atravessa um recinto. determine: a) A potência radiante total (em W/m2).75 µm) (em W/m2). Se a placa estivesse ao alto seria de esperar alguma variação? R: q ≈ 1×104 W Problema 49 Considere uma tubagem horizontal de ar condicionado com uma secção de 0. isotérmico a 93°C. Se a temperatura do ar no recinto for de 27°C.µm.6 W Problema 51 Considere um corpo negro sujeito a um processo de aquecimento.5 cm2 e 5 cm de altura. Diga qual a temperatura desse corpo a partir da qual o olho humano detecta a emissão de energia radiante sabendo que tal acontece quando o poder emissivo espectral correspondente ao limite superior da faixa visível (0.Transmissão de Calor . calcule o calor ganho na unidade de tempo pela conduta por metro de comprimento.35 µm < λ < 0.75 µm) atinge 4 W/m2. A temperatura média da parede externa do tubo é Tp. é colocado num ambiente onde o ar está a 20°C (pressão atmosférica).Enunciados Problema 48 Uma grande placa vertical de 4 m de altura por 10 m de largura é mantida a 60°C e exposta ao ar atmosférico a 10°C. c) A potência radiante visível (0. R: T = 969 K (696°C) Problema 52 Considerando o Sol como um corpo negro (radiador ideal) emitindo energia radiante e à temperatura de 6000°C.

E = 1.212 qabs= 1.9 acima deste valor.73 Problema 56 Considere duas superfícies pintadas com tinta referida no problema 55. e) 7.5 µm.Enunciados e) Comente os valores do poder emissivo espectral a 0.36×107 W/m2 18 α500 = 0. b) ≅ a).8 para comprimentos de onda maiores.Transmissão de Calor .75 µm e a 100 µm.2 < λ < 3. Determine a emissividade total de uma superfície pintada com essa tinta a 23°C e 500°C.5 m. R: αSol = 0.6 W/m2.8 ε500 = 0.2495×108 W/m2. excepto na região 0.µm e 1.3 até λ = 3. A emissividade pode ser considerada 0.724 q500 = 1.46 µm. Admitindo que o forno se comporta como um corpo negro a 2000°C. uma exposta à radiação solar e a outra exposta à radiação de uma superfície negra a 500°C. R: qabs = 52 kW qtrans = 58 kW Problema 54 Duas placas negras paralelas com 0. R: ε23 = 0. onde vale 0. calcule a energia absorvida e a energia transmitida pelo vidro.78×107 W/m2.5 µm e 0. Uma placa é mantida a 1000°C e a outra a 500°C.5×1m2 estão separadas por uma distância L = 0.495×8.2 abaixo de λ = 3 µm e 0. A transmissividade do vidro é zero. Determine o coeficiente global de absorção em ambas as situações bem como a energia radiante absorvida. R: a) 8. c) 0.µm.3 kW Problema 55 A emissividade de uma tinta de alumínio é aproximadamente 0.µm Problema 53 Uma placa de vidro quadrada de 30 cm de lado é utilizada para observação da radiação no interior de um forno.78×107 W/m2.78x107 W/m2 d) λmáx=0.46×104 W/m2 .5. Qual a transferência líquida de energia radiante entre as placas? R: q = 19.

O cilindro interno (superfície 1) tem 8 cm de diâmetro.28 Problema 59 Numa chapa de aço de 10 cm de espessura e à temperatura de 450°C.5 cm de diâmetro. 0. Calcule o factor de forma do topo para a superfície lateral e desta para ela mesma. 0.9 cm Problema 61 Um cone truncado de 10 cm de altura tem diâmetros do topo e da base iguais a 10 e 20 cm.40 19 . existe um furo cilíndrico de 7.03. Considerando a parede do furo como negra e o ambiente a 30°C.8. 0.115 F(chão-tecto) = 0.Transmissão de Calor .245 F(chão-lat menores)= 0.105. R: FT→L = 0. respectivamente. R: F(chão-lat maiores) = 0. Qual deve ser o diâmetro do cilindro externo (superfície 2) para que seja F1→2 = 0. Determine o factor de forma do chão (4×8) para cada uma das paredes e para o tecto.01.06 Problema 58 Considere uma sala de 4×8×4 m3.Enunciados Problema 57 Calcule o factor de forma F1→2 para as configurações ilustradas abaixo: R: 0. R: ∅ = 24. Confirme que o factor de forma do chão para todas as superfícies que o envolvem vale a unidade. R: q = 118W Problema 60 Dois cilindros concêntricos têm 30 cm de comprimento.52 FL→L = 0. calcule a perda de calor por radiação do furo para o ambiente.

Transmissão de Calor .Enunciados Tabelas e gráficos (Disponíveis. em papel. na reprografia da FCT) 20 .