You are on page 1of 35

SISTEMA DE ÓLEO LUBRIFICANTE

Propulsão e sistemas auxiliares

Sistema de lubrificação
• O sistema de lubrificação do motor
garante que todas as suas peças móveis especialmente pistões, virabrequins, eixo
do comando de válvulas, bielas e tuchos funcionem sem que as superfícies de
contato entre eles e demais componentes
realizem muito atrito entre si, diminuindo
assim os desgaste elevado e
superaquecimento.

Sistema de lubrificação

• A solução mais comum na tentativa de
evitar ou amenizar a fricção entre as
superfícies de contato (reduzindo as
perdas de material e energia) envolve a
aplicação de uma fina camada de óleo de
lubrificação.

controlam a pressão do mesmo e fazem a sua filtragem de maneira que ocorra uma lubrificação adequada em todas as áreas de atrito. . sob todas as condições de funcionamento.Sistema de lubrificação • O sistema de lubrificação típico de um motor é composto por diversos componentes que fazem circular óleo no sistema.

O sistema de lubrificação é constituído pelos seguintes componentes: .

• Os sistemas de lubrificação acabam agindo como agentes de dissipação de parte do calor provocado devido ao funcionamento do equipamento. • Fazendo com que o sistema de lubrificação exerça também a função de arrefecimento.Característica • A caracteristica mais importante do óleo lubrificante é a viscosidade. . • Evitar ou reduzir o atrito entre os elementos de contato.

Circulação do óleo no motor .

A lubrificação se divide em: • • • • • Sistema de lubrificação por salpico Sistema de lubrificação por pressão Sistema de lubrificação por projeção Sistema de lubrificação por mistura Sistema de lubrificação por cárter seco .

• As bielas recolhem parte do óleo durante seu movimento de vai e vem.4bar).Sistema de lubrificação por salpico • Neste sistema a bomba de óleo mantém algumas cubas cheias de óleo. próximas a passagem de cada biela. • O óleo ao penetrar nas bielas lubrifica seu respectivo moente. . • Este sistema requer canais de lubrificações maiores devido sua baixa pressão de funcionamento (0.1 a 0.

• Canalizações de óleo também dirigem o óleo até as peças do cabeçote .Sistema de lubrificação por pressão • Utiliza a pressão da bomba (1 a 3 bar) para alcançar as diversas canalizações de óleo do motor.

enquanto que as bielas são lubrificadas por projeção de um jato de óleo. . • A pressão de trabalho nesse sistema varia de 1 a 3 bar.Sistema de lubrificação por projeção • Os mancais e vira brequim são lubrificados por pressão.

• Utiliza o óleo lubrificante proporcionalmente misturado ao combustível. e foi largamente utilizado em motores dois tempos.Sistema de lubrificação por mistura • Pouco eficiente e obsoleto. . pois prejudica o desempenho da combustão além de contaminar câmara de combustão e a janela de escape. • A proporção de óleo não pode ser exagerada.

e outra enviando o óleo desse reservatório para o motor.Sistema de lubrificação por cárter seco Este é o mais bem sucedido e eficiente sistema de lubrificação. . uma retirando o óleo do cárter e enviando para um reservatório externo. Possui duas bombas de óleo que trabalham.

Partes do motor .

• Todo o óleo do motor fica retido no cárter • Também ajuda na refrigeração do óleo ao receber o contato com o ar externo durante o movimento do motor. .Cárter • É o reservatório de óleo do motor.

Pescador de óleo • Este componente consiste de um tubo de material metálico ou plástico. . evitando que impurezas macroscópicas atinjam canais importantes de lubrificação. causando desgaste ou entupimento. com uma extremidade aparafusada no bloco do motor. • Esta extremidade possui uma pequena rede metálica que age como filtro.

. e retorna ao cárter por gravidade. • O óleo é sugado do cárter pela bomba através do pescador de óleo. e então é enviado para os canais de lubrificação do motor.Bomba de óleo • Acionada pelo virabrequim.

. utiliza-se o filtro de óleo.Filtro de óleo • Para evitar que essas impurezas venham a entupir ou ocasionar desgaste prematuro em componentes nos quais o óleo trabalha sobre pressão.

Filtro de óleo (corte) .

o radiador de óleo objetiva normalizar essa temperatura. • Como o óleo possui uma temperatura ideal de trabalho. . e evitar que o mesmo atinja temperaturas que excedam o seu limite de trabalho (150ºC).Radiador de óleo • Promover o rápido aquecimento do óleo em funcionamento a frio.

Trocador de calor • O trocador de calor ( radiador de óleo) tem a finalidade de transferir o calor do óleo lubrificante (130ºC) para o meio refrigerante utilizado no motor.100Kcal/CVh .motores refrigerados a ar .50Kcal/CVh . • Nos motores refrigerado a ar o trocador de calor é instalado na corrente de ar. • Transferencia de calor: .motores refrigerados a água .

já que seu acionamento é feito pelo vira brequim ou pelo comando.Funcionamento • A pressão gerada pela bomba de óleo. Vira brequim . justamente quando aumenta a exigência de lubrificação. geralmente varia bastante durante os diversos regimes de funcionamento de um motor. condicionando maiores pressões apenas quando são mais elevadas as rotações do motor.

• Atrito seco: O filme de óleo foi completamente retirado da parede do cilindro. deixando o motor exposto ao prejudicial contato pistão-cilindro. • Atrito úmido: O filme de óleo começa a se desgastar e em alguns pontos há contato entre a saia do pistão e a parede do cilindro.Tipos de atrito • Atrito líquido: O filme de óleo entre as peças se mantem íntegro impedindo o contato entre as peças durante o funcionamento do motor. .

• Quando negligenciada acaba prejudicando a vida útil do motor. matérias betuminosas e partículas metálicas. • Um óleo usado apresenta um grande nível de impurezas e instabilidade de seus aditivos ( carbono. . combustível. • Manutenção preventiva.Manutenção do sistema de lubrificação • A principal manutenção do sistema de lubrificação é a troca de óleo. além da acidez).

por pressão força o lubrificante através do filtro de óleo .A bomba.

dois tempos) .Gráfico de pressão ( motor a diesel .

Termodinâmica Ciclo de potência .

Ciclo de Carnot .

Troca de calor .

Bomba de água .

Troca de calor .

Sistema de lubrificação naval .

d) o motor consome combustíveis com teores de enxofre relativamente superiores aos utilizados nos motores de explosão. b) as pressões exercidas pelo ar comprimido no final da compressão são muito elevadas.Sistema de lubrificação naval a) motor desenvolve elevadas temperaturas durante a combustão. c) não há como evitar-se a formação de fuligem e outras matérias carbonáceas oriundas da combustão. .

. • É claro que isso acontece porque procura-se obter os melhores resultados possíveis utilizando-se lubrificantes com propriedades específicas para cada tipo de trabalho.Sistema de lubrificação naval • Obtem-se de lubrificantes com propriedades adequadas para cada tipo de aplicação.

.Regulador de velocidade . podendo ser um armazenado no : . utiliza vários tipos de óleos lubrificantes.Sistema de lubrificação principal. por exemplo.Eixo de cames. .Sistema de lubrificação naval • Um motor marítimo de grande porte.Turbocompressor .Camisas dos cilindros. .