Os três reis Magos

Nas terras do Oriente viviam três reis que eram muito sábios e por isso lhe chamavam Magos. Os seus nomes eram Belchior, Baltazar e Gaspar e dedicavam-se a estudar os astros do céu. Certa noite enquanto observam as estrelas descobriram uma estrela que nunca tinham visto antes. Era uma estrelinha pequenina mas o seu brilho iluminava todo o céu. Souberam logo que aquela era a estrela que vinha anunciar o nascimento de um menino que haveria de salvar o mundo. Decidem então ir a Jerusalém, a terra onde segundo os livros antigos haveria de nascer o menino. Montados nos seus camelos, atravessam o deserto, seguindo o caminho indicado pela estrela.

Ao chegar a Jerusalém dirigem-se ao palácio onde vivia o rei Heródes e perguntam-lhe se sabe onde nasceu o menino que havia de se tornar o rei dos Judeus. O rei Heródes ficou muito irritado, temendo que esse menino pudesse um dia vir a ocupar o seu trono mas, perante os reis Magos fingiu ficar contente com o nascimento do menino e pediu aos reis que o avisassem, assim que soubessem onde estava o menino. Os reis magos seguiram a estrela até à pequena gruta onde tinha nascido o menino e ao vê-lo, adoraram-no, oferecendo-lhe os presentes que traziam em três cofres: ouro que era um presente digno de um verdadeiro rei; incenso que era uma planta aromática que queimavam nas cerimónias religiosas e mirra que era uma planta preciosa usada como medicamento. Na noite em que se preparavam para regressar para a sua terra, um anjo avisou-os em sonhos para não contarem ao Rei Heródes onde estava o menino e os três Reis Magos regressam ao Oriente por um caminho diferente. Enquanto atravessavam o deserto os três reis sentiram-se mais felizes do que nunca porque tinham conhecido e adorado, com os seus preciosos presentes, aquele menino tão especial que um dia haveria de ser rei e salvar o mundo.

Angela Martins, Janeiro de 2007