You are on page 1of 10

Introdução

Falaremos aqui sobre o que é psicomotricidade, qual a sua importância, onde
ela começa, definir o que é desenvolvimento psicomotor, as fases e estágios.

limite. constituindo-se assim numa cultura corporal de movimento. brincar. de memória.). Esses movimentos incorporam-se aos comportamentos. Dessa forma. interesses e possibilidades corporais humanas. Na vida intra-uterina o feto já se movimenta. estruturação espacial e temporal. etc. inibição. que favorece a passagem do período sensório-motor ao . aumentando o uso significativo de gestos e posturas corporais. constitui-se em uma linguagem que permite as crianças agirem sobre o meio físico e atuarem sobre o ambiente humano. é mais que simples deslocamento no espaço. simbólica e conceptual. A psicomotricidade relacional foi criada na França por André e Anne Lapierre. as crianças experimentam novas maneiras de usar seu corpo e seu movimento. diferentes manifestações dessa linguagem foram surgindo (dança. etc. portanto. desarmonia tônico-emocional. correr. Ao engatinhar. hiperatividade. correr. são movimentos construídos em função das necessidades. nas quais se faz uso de vários gestos. Educativa: na propedêutica das aprendizagens escolares e no afinamento das praxias coordenativas. afetividade etc. No Brasil está prática é amplamente divulgada por Leopoldo Vieira. mas em possibilidades de crescimento e de aperfeiçoamento em que o sujeito potencializa a capacidade de desenvolver globalmente sua personalidade. saltar. caminhar. fala e se comunica. resultam das interações sociais. onde o espaço aquático proporciona uma contenção natural do corpo que sente. emoções e pensamentos. jogo. agressividade. trata-se de uma ferramenta que investe não em dificuldades e sintomas. de organização perceptiva. As maneiras de andar. brincadeiras. se apropriando cada vez mais das possibilidades de interação com o mundo. mobilizando as pessoas por meio de seu teor expressivo. Cognitiva: no plano do processamento informacional: défices de atenção. pular. problemas psicossomáticos. posturas e expressões corporais com intencionalidade crescente. instabilidade postural. adquirindo aos poucos maior controle sobre seu próprio corpo. Aquática: na propedêutica das dificuldades físico-afetivas. O movimento humano. perturbações da imagem corporal. Seu estudo é relacionado ao desenvolvimento cognitivo. Ibrahim Danyalgil Junior entre outros profissionais. presentes nas diferentes culturas em diversas épocas da história. Ao movimentar-se expressam sentimentos.Psicomotricidade É o estudo do ser humano por meio do movimento corporal e suas interações com o mundo. afetivo e orgânico. Isabel Bellaguarda. Relacional: dificuldades de comunicação e de contato. Quanto à incidência      Corporal: dispraxia. mas na vida extra-uterina as crianças começam a movimentar-se. perturbações do esquema corporal e da lateralidade. A brincadeira é uma necessidade para a criança.

orientação temporal e pré-escrita) são utilizados com frequência. ideias. se conscientize sobre seu corpo. contribuindo para o conhecimento e o domínio de seu . A psicomotricidade está presente em todas as atividades que desenvolvem a motricidade das crianças. comunicação e aprendizagem. na distinção de letras. favorece a cooperação e torna a vida das crianças mais significativa. Por meio da brincadeira a criança começa de forma gradativa a operar mentalmente. na análise gramatical. A psicomotricidade está presente em todas as atividades que desenvolvem a motricidade das crianças. localizando-se no tempo e no espaço. Ao executar as mais diferentes brincadeiras. Um problema em um destes elementos poderá prejudicar a aprendizagem. os elementos básicos da psicomotricidade (esquema corporal. dando oportunidade para que por meio de jogos. na ordenação de sílabas. contribuindo para o conhecimento e o domínio de seu próprio corpo. entre outras. como também se constitui como a base fundamental para o processo de aprendizagem dos indivíduos. na direção gráfica. a partir dos símbolos e representações individuais. A partir de uma intenção como expressividade íntima. Assim. da criatividade e do pensamento operativo. formando categorias conceituais e relações lógicas. Integrando o esquema com a imagem corporal. principalmente quando a educação psicomotora for trabalhada nas séries iniciais. seu esquema corporal. Suas múltiplas habilidades motoras são utilizadas para expansão de sua imensa energia e a brincadeira é o meio natural de desenvolvimento. conceitos. É necessário que toda criança passe por todas as etapas em seu desenvolvimento. ela torna-se mais equilibrada em termos psicossomáticos. criando algumas barreiras. lateralidade. a Educação Física Infantil baseada na prática psicomotora significativa. Por isso. no pensamento abstrato e lógico. enfim adquira conhecimentos. Através dessas atividades lúdicas a criança desenvolve suas aptidões perceptivas como meio de ajustamento do comportamento psicomotor. O movimento humano é construído em função de um objetivo. na leitura. Ela além de constitui-se como um fator indispensável ao desenvolvimento global e uniforme da criança. Pois é na Educação Infantil. a criança deve ser compreendida como um ser dinâmico.A criança em que apresenta o desenvolvimento psicomotor mal constituído poderá apresentar problemas na escrita. A abordagem da psicomotricidade irá permitir a compreensão da forma como a criança toma consciência do seu corpo e das possibilidades de se expressar por meio dele. que possui potencialidades e limitações. a criança vai conhecendo seu corpo e dos demais. de atividades lúdicas. formando conceitos e organizando o esquema corporal. afetivo e psicológico. O desenvolvimento psicomotor evolui do geral para o específico. tendo por base a brincadeira. No decorrer do processo de aprendizagem. através da expressividade. que a criança busca experiências em seu próprio corpo. estruturação espacial. portanto. qual o papel da escola na prevenção desse quadro? A escola tem papel fundamental no desenvolvimento no sistema psicomotor da criança. sendo importantes para que a criança associe noções de tempo e espaço.lógico concreto. o movimento transforma-se em comportamento significante. progressivamente vai formando sua imagem corporal. Pela brincadeira a criança satisfaz suas necessidades presentes à medida que aparecem e vive seu corpo no modo simbólico em relação com o mundo e com os outros. O trabalho da educação psicomotora com as crianças deve prever a formação de base indispensável em seu desenvolvimento motor. Compreendendo que a má formação psicomotora pode acarretar dificuldades na aprendizagem. e.

o qual está relacionado com a idade. na direção gráfica. O desenvolvimento psicomotor evolui do geral para o específico. É necessário que toda criança passe por todas as etapas em seu desenvolvimento. no pensamento abstrato e lógico. e através de elementos internos. qual o papel da escola na prevenção desse quadro? A escola tem papel fundamental no desenvolvimento no sistema psicomotor da criança. Um problema em um destes elementos poderá prejudicar a aprendizagem. estruturação espacial. que a criança busca experiências em seu próprio corpo. Podemos analisar que O desenvolvimento motor é um processo de mudança no comportamento motor. A criança em que apresenta o desenvolvimento psicomotor mal constituído poderá apresentar problemas na escrita. se conscientize sobre seu corpo. criando algumas barreiras. A abordagem da psicomotricidade irá permitir a compreensão da forma como a criança toma consciência do seu corpo e das possibilidades de se expressar por meio dele. na análise gramatical. tanto na postura quanto no movimento da criança. Compreendendo que a má formação psicomotora pode acarretar dificuldades na aprendizagem. na ordenação de sílabas. O trabalho da educação psicomotora com as crianças deve prever a formação de base indispensável em seu desenvolvimento motor. Pois é na Educação Infantil. O movimento humano é construído em função de um objetivo. que são todos os . Ela além de constitui-se como um fator indispensável ao desenvolvimento global e uniforme da criança. formando conceitos e organizando o esquema corporal. os elementos básicos da psicomotricidade (esquema corporal.próprio corpo. na distinção de letras. sendo importantes para que a criança associe noções de tempo e espaço. lateralidade. principalmente quando a educação psicomotora for trabalhada nas séries iniciais. A partir de uma intenção como expressividade íntima. na leitura. com o auxílio do sistema nervoso. localizando-se no tempo e no espaço. que é o próprio movimento. ideias. o movimento transforma-se em comportamento significante. conceitos. entre outras. Como também observamos que o desenvolvimento motor apresenta características fundamentais sendo elas. a partir da interação de componentes externos. afetivo e psicológico. dando oportunidade para que por meio de jogos. Pesquisas recentes abordam que um bom desenvolvimento motor repercute na vida futura das crianças nos aspectos sociais. No decorrer do processo de aprendizagem. orientação temporal e pré-escrita) são utilizados com frequência. as possibilidades de nosso corpo agir e expressar-se de forma adequada. Através dessas atividades lúdicas a criança desenvolve suas aptidões perceptivas como meio de ajustamento do comportamento psicomotor. O termo desenvolvimento motor diz respeito a interação existente entre o pensamento consciente e inconsciente e os movimentos efetuados pelos músculos. enfim adquira conhecimentos. de atividades lúdicas. intelectuais e culturais. como também se constitui como a base fundamental para o processo de aprendizagem dos indivíduos. estudar o desenvolvimento motor implica em compreender as transformações contínuas que ocorrem por meio da interação dos indivíduos entre si e com o meio em que vivem. Dessa maneira.

locomotores e manipulativos. complexas e presentes na vida diária. o autor define como fatores de risco uma série de condições biológicas ou ambientais que aumentam a probabilidade de déficits no desenvolvimento neuropsicomotor da criança. E que existem processos causadores de alteração no comportamento motor ao longo da vida dos seres humanos. Assim. na recreação e nos objetivos esportivos. primeiro isoladamente e. Este período do desenvolvimento motor representa um estágio. esses movimentos podem ser orientados de modo combinado. “Diversos fatores podem colocar em risco o curso normal do desenvolvimento de uma criança”. respiratórios e neurológicos. mas sim o meio de auxiliar a criança a superar os obstáculos e prevenir possíveis inadaptações. distúrbios cardiovasculares. nível educacional precário dos pais e prematuridade. p. Ela necessariamente não é única solução para as dificuldades de aprendizagem. o movimento torna-se uma ferramenta que se aplica a muitas atividades motoras. conceitos. 54). essa procura proporcionar ao aluno algumas condições mínimas a um bom desempenho escolar. Nesse estágio. posteriormente. pensamentos. locomotores e manipulativos que serão usados mais tarde com controle consciente pelo indivíduo. (Gallahue. Mesmo que a psicomotricidade assuma grande importância na resolução de problemas encontrados em sala de aula. esses que parecem servir como equipamentos de teste neuromotor para mecanismos estabilizadores. locomotoras e manipulativas fundamentais são progressivamente refinadas. A segunda fase é dos movimentos rudimentares. foi considerado que cada pessoa possui habilidades motoras diferentes. psicólogos. no qual se caracteriza como o resultado da fase de movimentos fundamentais. em decorrentes períodos de tempo. no qual as crianças pequenas estão ativamente envolvidas na exploração e na experimentação das capacidades motoras de seu corpo. ideologias. fonoaudiólogos . Pretende aumentar seu potencial motor dando-lhe recursos para que o aluno obtenha progresso no âmbito escolar. baixas condições sócio-econômicas. A psicomotricidade permitir ao homem sentir-se bem com sua realidade corporal. Neuropsiquiatras. Dentre as principais causas de atraso motor encontram-se: baixo peso ao nascer. que se evoluem de acordo com as necessidade de cada um. os primeiros movimentos de um feto são reflexos. possibilitando-lhe a livre expressão de seus sentimentos. essas que estão relacionadas as suas faixas etárias. Assim. Já a terceira fase é a dos movimentos fundamentais. combinadas e elaboradas para o uso em situações crescentemente exigentes.processos neurológicos e orgânicos que executamos para agir se compreender que os indivíduos possuem estágios de desenvolvimento de suas funções psicomotoras. desnutrição. 2005. Este é um período em que as habilidades estabilizadoras. A primeira fase é conceituada como a de motora reflexa. Essa fase é propicia para descobrir como desempenhar uma variedade de movimentos estabilizadores. que são determinados pela maturação e caracterizam-se por uma sequência de aparecimento altamente previsível. que ocorrem na primeira infância e constituem-se como consequência da fase anterior do período neonatal. infecções neonatais. A última fase do desenvolvimento motor é denominada de movimentos especializados. além do que.

condições de desenvolverem capacidades básicas. ordenação e ritmo. Essas atividades além de desenvolverem as estruturas físicas. conceitos. com o ambiente físico e com as outras crianças. Para que esses objetivos sejam alcançados. que gosta e conseguem demonstrar seus sentimentos. como as intelectuais. Por exemplo. vontades. aumentar seu potencial motor. instituições de ensino buscam oportunizar. entendendo que é nesse momento que as aquisições são extremamente significativas a nível físico. tem a tendência de fechar também seu corpo. opiniões. que se mostra alegre. uma criança muito introvertida. afetiva e social Por meio do vínculo afetivo ou relacional podemos entender a relação da criança com o adulto. E isso será mais fácil de conseguir se estiverem satisfeitas suas necessidades afetivas. É muito importante que o professor demonstre carinho e aceitação integral do aluno para que este passe a confiar mais em si mesmo e consiga expandir-se e equilibrar-se. sem bloqueios e sem desequilíbrios tônico-emocionais. O bom desenvolvimento da afetividade é expresso através da postura. sequência.reforçam cada vez mais a importância do capital do desenvolvimento psicomotor durante os primeiros anos de vida. Diferentemente daquela criança extrovertida. terá maior chance de progredir em seus estudos e na vida social. da manipulação adequada e constante dos materiais que o cercam e também das oportunidades de descobrir-se. é a acuidade auditiva e visual. pode-se afirmar o cuidado especial que se deve tomar com as crianças sem seus primeiros anos de escolaridade. duração de intervalos. Uma boa orientação espacial poderá capacitá-la a orientar-se no meio com desenvoltura. mas só é possível propiciar estes estímulos se eles estiverem integrados e bem orientados. confiante. Um fator importante para a educação escolar é o desenvolvimento do sentido de espaço e tempo. afetividade e linguagem estejam interligadas. também como pré-requisito para uma boa aprendizagem. Outro elemento importante. Essas que marcam conquistas igualmente importantes no universo emocional e intelectual. comunicativa. de não expressar seus sentimentos. às crianças. Provavelmente. também auxiliam na maturação mental. Nesse sentido. acaba apresentando insegurança e falta de espontaneidade. A maneira como o educador penetra no universo da criança assume aqui um aspecto essencial. como também sanar as dificuldades apresentadas pelos alunos. . Sendo assim. a segunda criança citada. ideologias e até mesmo os seus medos. cognição. Do movimento que transcorre surgem às noções de tempo. das atividades e do comportamento. O aluno irá se sentir bem na medida em que se desenvolver integralmente através de suas próprias experiências. as escolas estão adotando metodologias que visem o desenvolvimento motor através de uma série de exercícios psicomotores. utilizando o movimento para atingir aquisições mais elaboradas. a partir de um bom conhecimento do desenvolvimento do aluno. poderá estimulá-lo de maneira que as áreas motricidade. jogos e brincadeiras. Um educador.

Conclusão Ao término deste trabalho chegamos à conclusão que. se esforça. Serve para suas expressões. reações e até mesmo as brincadeiras são importantes nessa fase de desenvolvimento. É importante ter muita atenção à criança durante o seu desenvolvimento. onde à medida que ela vai crescendo e amadurecendo suas idéias isso vai aumentando. escrever. pois em cada brincadeira ela tira um aprendizado ou ela copia alguém ou cria. psicomotricidade é o desenvolvimento intelectual e afetivo de uma criança. demonstrar o que sente ou até mesmo falar. pois um mal desenvolvimento será mais tarde uma dificuldade para ler. .

Centro de Ensino Médio 414 Samambaia Psicomotricidade Brasília. 21 de novembro de 2014 .

Ano/Turma: 2° Ano “B” Nome: Caroline de Souza Costa Nome: Vanessa de Moura Pereira N° 09 N° 40 Brasília. 21 de novembro de 2014 .

org/wiki/Psicomotricidade http://www.dicionarioinformal.cursos24horas.br/site/revistamultidisciplinar/files/2011/09/Considera%C3%A7 %C3%B5es-sobre-a-Psicomotricidade-na-Educa%C3%A7%C3%A3o-Infantil.pdf http://www.com.org/colunas/psicomotricidade-motricidade-humana-inclusao-eef/370/psicomotricidade-no-desenvolvimento-infantil/ http://www.edu.com.br/cursos/psicomotricidade/ .br/psicomotricidade/ http://www.br/SouINTA/images/pdf/regras-abnt-novas-2013-2014.pdf http://www.wikipedia.Bibliografia http://pt.inta.fiepbrasil.ufvjm.edu.