You are on page 1of 3

Psicrometria e secagem

1- Introdução
Em geral a secagem remove a água em quantidade relativamente pequena de certo
material. A evaporação tem o mesmo principio de eliminação de água, no entanto a
quantidade retirada de água é muito maior que o processo de secagem. Durante o processo de
evaporação a água é eliminada em forma de vapor no seu ponto de ebulição enquanto na
secagem se elimina a água na forma de vapor com ar.
Em alguns casos a água pode ser eliminada dos materiais sólidos por meio mecânicos,
utilizando prensas, centrífugas e outros métodos. Isto resulta um meio mais econômico que
secagem por meios térmicos. O conteúdo de umidade do produto seco final varia e, depende
do tipo de produto. Por exemplo, o conteúdo de umidade do sal seco é de 0,5% de água, 4%
para o carvão e aproximadamente 5% para maioria dos produtos alimentícios.
O processo de secagem ou desidratação usada em produtos alimentícios e
especialmente em produtos farmacêuticos tem como objetivo a preservar, com a ausência de
água o crescimento de microrganismos capazes de provocar a decomposição é minimizada
nestes produtos.
Existem vários tipos de secadores e entre eles há um tipo que utiliza um ambiente frio
sobre vácuo. Esse processo conhecido como liofilização é empregado em produtos
farmacêuticos e alimentícios com objetivo de manter suas características de qualidade, sabor e
aroma.
2- Métodos e processos de secagem
Os métodos e processos de secagem se classificam em diferentes maneiras; divide se
em processo batelada, quando o produto é colocado dentro do equipamento de secagem e
aguarda certo período de secagem; e processo contínuo, quando o material é adicionado no
equipamento de secagem sem interrupção e o material seco é obtido em regime contínuo.
Os processos de secagens se classificam de acordo com as condições físicas usadas
para adicionar calor e retirar vapor d’água que podem ser:
 Quando o calor é adicionado diretamente com ar quente a pressão atmosférica
e o vapor d’água formado é eliminado no mesmo meio de ar;
 Quando a evaporação ocorre por meio do abaixamento da pressão e o calor é
adicionado de maneira indireta, ou seja, por contato com parede metálica ou
por radiação (também pode se usar baixas temperaturas com vácuo para certos
materiais que perdem suas características a elevadas temperaturas);
3- Equipamentos de secagem
3.1 – Secador de bandejas

Este tipo de secador é muito usado com materiais de elevado valor e sensíveis a temperatura por causa da fácil oxidação. de modo que ele pode operar sob vácuo. Um secados de bandeja típico é ilustrado na Figura 3. de gabinete ou de compartimento pode ser utilizado para materiais sólidos em forma de grumos ou pasta que são espalhado dentro de bandejas com 10 a 100 mm de profundidade. é útil na secagem de materiais com partículas muito tóxicas finas e valiosas. .1.1 – Secador de bandejas 3. Figura 3. Este tipo de secador é composto por um gabinete construído de ferro fundido ou de aço com portas hermeticamente fechadas.2 – Secador de vácuo indireto com bandejas Os secadores de vácuo indireto com bandejas recebem calor indiretamente e trabalham em batelada o qual apresenta uma similaridade com o secador de bandeja.O secado de bandeja. Nas prateleiras contêm orifícios e o calor é conduzido através das paredes metálicas e por radiação entre as prateleiras. Além disso. que também se chama secador de prateleiras.

3 – Secadores rotativos O secador rotativo . Este secador conta com diversas seções em séries.3 – secador de túnel contínuo: a) secador de carrinho com fluxo de ar em contracorrente. O fluxo de ar quente pode do tipo em contracorrente.2 – Secadores contínuos de túnel Os secadores contínuos de túnel possuem compartimentos ou carrinhos que funcionam em série. 3.3. tal como mostrado na Figura 3. 3. cada uma com ventilador e serpentinas aquecidas.3(b). 3. Quando se deseja secar partículas sólidas granulares. em paralelo ou a combinação de ambos. b) secador de esteira transportadora com circulação cruzada.4 – Diagrama esquemático de um secador rotatório com aquecimento direto. pode se usar os secadores com esteiras perfuradas transportadoras como ilustra a Figura 3.3(a). Os sólidos são colocados sobre carrinhos de bandejas que deslizam continuamente por um túnel com gases quente que passam sobre cada superfície da bandeja.