You are on page 1of 2

TRABALHO: EDUCAÇÃO NA NOVA ORDEM MUNDIAL

Já tratamos da estrutura política e econômica da Nova Ordem Mundial, agora trataremos de seus
meios de implantação na sociedade.
Primeiramente cumpre um breve relato da história da Educação no Mundo:
Na idade média a educação primária era primitiva, dependente dos próprios pais ou de instrutores
particulares nos casos dos mais abastados.
A educação em instituições propriamente ditas só acontecia à partir dos 14 anos de idade àqueles já
alfabetizados.
A partir daí eram ensinadas as Artes Liberais nas universidades medievais, chamadas de Trivium,
que era voltada para o espírito em 3 disciplinas:
Gramática: arte de escrever
Lógica: arte de pensar
Retórica: arte de falar
O Trivium consistia no ensino intelectual básico, e quem o concluía se formava nas artes liberais.
Quem desejasse prosseguir no ensino intelectual fazia o Quadrivium, que era voltada para a matéria
em 4 disciplinas:
Aritmética: teoria do número
Música ou harmonia: a aplicação da teoria do número
Geometria: teoria do espaço
Astronomia: aplicação da teoria do espaço
Quem concluía o Quadrivium recebia o título de Mestre.
Após ainda existiam os estudos superiores, em número de 3: que era a medicina, o direito e a teologia
(hoje tratada por filosofia), e quem as concluía recebia o título de Doutor.
A educação liberal deu lugar à formação profissional e ao método educacional moderno através dos
Protestantes logo após a Reforma.
Entre os seus precursores estão Comenius em vários países da Europa, Lutero na Alemanha e Prússia,
na França pela Revolução Francesa, na Inglaterra e EUA no século XIX, assim por diante:
Os reformadores defenderam a educação obrigatória para todos como meio de inculcar toda população com
suas opiniões religiosas próprias, como uma ajuda indispensável na efetiva “guerra contra o diabo” e seus
agentes. Para Lutero, estes agentes constituíam uma legião numerosa: não apenas judeus, católicos e infiéis,
mas também todas as outras seitas protestantes. O ideal político de Lutero era um estado absoluto guiado pelos
princípios e ministros luteranos. O princípio fundamental era que a Bíblia, como interpretada por Lutero, era o
único guia para todas as coisas. (texto extraído do livro Educação: livre e obrigatória de Murray Rothbard).

Como mencionado o ensino puramente intelectual começa a dar espaço à doutrinas pedagógicas não
intelectuais voltadas desde a infância.

tratados e resoluções dá a receita para a esta implantação à partir da nova instrução e convencimento dos novos professores e consequentemente dos alunos. atitudes e comportamentos). É criar uma revolução ética nos jovens. a elite e o povo. a sociedade não tem necessidade de um grande número de pessoas instruídas. políticas e até espirituais. Scientific and Cultural Organization).. De outro lado a massa. uma vez que.Eis que no século XX surgem as metodologias pedagógicas de ensino não intelectual que ganharam força na metade do século e hoje são predominantes. no qual as reformas são introduzidas sem expor o que nelas está implícito e sem jamais mostrar nem sua lógica nem sua finalidade real: que é mudança social. A partir de então. a UNESCO. bem como o poder. Livro A arte de ler de Mortimer Adler Livro Educação: Livre e Obrigatória de Murray Rothbard Livro Maquiavel Pedagogo de Pascal Bernardin Livro O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota de Olavo de Carvalho . o ensino passou a ter sua prioridade nas matérias éticas (destinado a modificar os valores. e a qual se considera como elaborada cientificamente. a quem toda a formação intelectual será recusada. para eles.. Conclusão: o papel da escola está em vias de ser radicalmente redefinido por meio de processo antidemocrático.. sabe-se lá onde isto vai chegar. A UNESCO em sua obras.. sociais. Referências deste trabalho: Palestra do Professor José Monir Nasser sobre lançamento do livro Trivium. Página 150. Ou seja. principalmente com a criação e influência da psicopedagogia. pretensamente universal. A intenção da Nova Ordem Mundial com esta nova ética é a criação de uma sociedade Dual: dos dirigentes e dirigidos. (Citação documento da UNESCO página 49). será reservado a uma elite tecnocrática que terá recebido formação intelectual necessária à realização deste trabalho. A elite será recrutada pelos próprios globalistas... que hoje é tão amplamente utilizada e defendida pelos governos. culturais. através de seus escritórios de engenharia social e utilizando de técnicas de manipulação psicológica passaram a defender nas escolas o ensino não-cognitivo (não intelectual) e multidimensional. os senhores e os escravos. a Ciência e a Cultura (United Nations Educational. Os elementos da nova ética são: página 58 – documento da UNESCO Trata-se de uma nova moral. visto que nos mais velhos a ética secular já está enraizada. Tudo isto nascendo com a formação dos professores nesta nova ética. A idéia é de um aprendizado social e não mais intelectual aos jovens. Sua maior força e influência surgiu à partir das resoluções da ONU. através de seu órgão UNESCO: Organização das Nações Unidas para a Educação. Esta divisão será de que o trabalho intelectual. cívicas (cidadania).