You are on page 1of 5

AVALIAÇÃO FINAL – GRUPO MOTOPROPULSOR

1. A finalidade de sistema de sincronismo de hélice é:
a) evitar disparo de hélice
b) reduzir vibrações
c) equalizar atração entre as hélices
d) evitar a formação de gelo nas hélices
2. O plano de rotação do rotor principal é a variação através do acionamento do(s):
a) pedais
b) cíclico
c) cíclico e dos pedais
d) coletivo e dos pedais
3. Durante um vôo pairado de um helicóptero, o(a):
a) peso e a tração agem para baixo
b) tração e o arrasto agem para baixo
c) tração e o arrasto agem para cima
d) tração e a sustentação agem para cima
4.

Em um helicóptero o rotor principal sendo um conjunto rotativo apresenta a particularidade de reagir aos
comandos a 90 graus. Este fenômeno é conhecido como efeito de:
a) cone
b) solo
c) pendular
d) giroscópio
5. Nos vôos de helicópteros em deslocamento para frente, a dissimetria de sustentação acontece:
a) somente no rotor de cauda
b) somente no rotor principal
c) em ambos os rotores simultaneamente
d) ora no rotor de cauda ora no rotor principal
6. Na regulagem de trajetória da PA, convencionou-se usar como referência a PA de cor:
a) azul
b) verde
c) amarela
d) vermelha
7. Em um motor convencional o tempo de uso entre duas revisões consecutivas denomina-se:
a) leveza
b) capacidade
c) eficiência
d) rusticidade
8. Em um motor a quatro tempos, a fase de ignição acontece antes da:
a) expansão
b) repulsão
c) combustão
d) compressão
9. Nos motores convencionais, atualmente, o tipo de cilindro mais utilizado é o:
a) I
b) L
c) R
d) T
10. Em um motor convencional, o anel de segmento conhecido como raspador, tem a função de:
a) controlar o óleo
b) eliminar o excesso de óleo
c) ajudar a compressão, evitando a fuga dos gases
d) evitar a formação de martelo hidráulico na câmara de combustão
11. Em um motor radial o conjunto de cilindros é denominado:
a) raio
b) círculo
c) estrela
d) cilindrada
12. Em um motor convencional, a peça responsável pela expulsão de gases queimados é:
a) o pistão
b) o cilindro
c) o defletor
d) o tubo de descarga
13. A principal finalidade do sistema de lubrificação é:
a) reduzir o atrito
b) eliminar o atrito
c) compensar os desgastes internos
d) eliminar a folga entre as peças móveis
14. Em alguns tanques de óleo, de motores convencionais, são instalados hooper-tank com finalidade principal :
a) coletar limalhas
b) separar a formação de espuma
c) reduzir a formação de espuma
d) aquecer, rapidamente o óleo
15. Nas bronzinas e eixos de manivelas, o tipo de lubrificação mais utilizadas é o de:

o ar no carburador é insuficiente para dosar a mistura. Em um sistema de ignição de motor convencional. são confeccionados em ligas de: a) latão b) bronze c) aço-cromo-níquel-molibidênio d) alumínio-cromo-níquel 25. o tempo de vida das velas é determinado. Para combater a formação de gelo. Quando o motor estiver funcionando em marcha lenta.a) gotas c) imersão b) pressão d) salpique 16. geralmente. Uma mistura combustível identificada por 11:1 é formada de: a) 10 kg de ar e 1 kg de ar b) 10kg de combustível e 1 kg de ar c) 11 kg de ar e 1 de combustível d) 11 kg de combustível e 1 kg de ar 28. Para o funcionamento normal. a peça responsável pela seqüência de queima é o(a): a) vela b) platinado c) condensador d) distribuidor 23. Nos motores convencionais. Nos motores convencionais. o sistema de super-alimentação mais utilizados é do tipo: a) hidropneumático b) turbocompressor c) acoplamento direto d) acoplamento diferencial 22. normalmente. os bicos injetores são instalados: a) próximo a entrada de admissão b) próximo a saída do escapamentos c) diretamente na cabeça do êmbolo d) no interior da caixa dos balancins 29. O instrumento no qual o mecânico verifica a rotação do eixo de manivelas é o: a) manômetro b) tacomêtro c) fluxômetro d) torquímetro 27. A bomba de aceleração rápida é usada em: a) testes no solo c) partidas do motor b) altas potências d) bruscas aberturas da borboleta 19. Em um sistema de carburação a finalidade do conjunto bóia estilete é: a) auxiliar a pulverização da mistura ar-combustível b) manter o nível de gasolina constante dentro da cuba c) permitir a passagem de gasolina pelo gigleur principal d) sangrar o ar para atomização da mistura ar combustível 18. geralmente. Em um carburador. o manômetro de admissão de pressão deverá marcar a pressão: a) zerada b) diferencial c) atmosférica d) de antes do corte do motor 26. As chapas utilizadas para direcionar o ar para os cilindros são denominadas: a) alhetas b) cowl-flap c) radiadores d) defletores 17. em função dos(as): a) anos b) meses c) partidas d) horas de vôo 24. a região de maior sucção ou depressão fica localizada no(a): a) câmara b) tubo de pressão c) tubo de impacto d) garganta do venturi 20. através dos tubos de admissão 30. o ar é completado pelo(a): a) gigleur de aspiragem b) gigleur de compressão c) tubulação de ar de impacto adicional d) sucção dos pistões. Em motores convencionais. Quando um motor convencional estiver parado. atualmente. Para se cortar um motor. Os berços dos motores convencionais. os fabricantes de carburadores utilizam um método prático que se resume no(a): a) admissão de ar quente b) enriquecimento da mistura c) empobrecimento da mistura d) colocação de resistência elétrica 21. a maneira mais correta é através da manete de: a) freio b) hélice c) mistura d) potência .

o que oferece menor resistência ao avanço é o que utiliza compressor: a) axial b) misto c) a pista d) centrífugo 39. O ajuste da rotação de marcha lenta é feito no(a): a) borboleta b) câmara A c) câmara B d) gigleur de marcha lenta 32. Quando os gases queimados saem da câmara de combustão. seguem para o(a): a) turbina b) descarga c) radiador d) compressor 41. a finalidade básica do compressor é: a) girar a turbina b) refrigerar a câmara c) aumentar a temperatura do ar d) fornecer ar comprimido para câmara 37. ocasionado pelas turbulências ocorridas no dorso da pá é chamado de ângulo de: a) estol b) ataque c) reverso d) incidência 44. A elaboração de boletins técnicos é de responsabilidade do: a) mecânico b) fabricante c) chefe de manutenção d) engenheiro de bordo 42. cria-se um: a) gerador b) condutor c) solenóide d) alternador . a decalagem de manivelas é de: a) 90 graus b) 120 graus c) 150 graus d) 180 graus 33. No motor turbojato a tração negativa aparece devido a: a) pressão atmosférica b) velocidade do ar de admissão c) pressão dos gases de escapamento d) velocidade dos gases de escapamento 38. tipo turbojato. Em um motor convencional de 14 cilindros. é utilizado apenas um percentual de: a) 20% b) 35% c) 65% d) 80% 36. Quando um avião aumenta sua altitude.31. quanto maior for a voltagem: a) maior será a corrente b) menor será a potência c) menor será a amperagem d) maior será a resistência 45. o fluxo das linhas magnéticas de um imã vai do polo: a) sul para o polo norte b) norte para o polo sul c) leste para o polo oeste d) oeste para o polo leste 46. Dos motores a reação. No motor a reação. normalmente: a) aumenta a pressão e diminui a temperatura b) aumenta a temperatura e aumenta a pressão c) diminui a pressão e aumenta a temperatura d) diminui a pressão e diminui a temperatura 43. Se o motor estiver funcionando normalmente e a bateria sair do circuito. No motor a reação. Usando-se um eletro-imã com uma mola que mantém o núcleo fora da bobina. o motor: a) para imediatamente b) funciona normalmente c) apresenta trepidações d) funciona precariamente 34. Externamente. No circuito resistivo em série. Nos motores a reação equipados com compressores axiais. a temperatura do ar de saída é: a) igual a de entrada b) maior que a de entrada c) menor que a de entrada d) proporcional a de entrada 40. De toda energia produzida para acionar o compressor de um motor turbojato. O ângulo em que a tração da hélice cai a zero. mantendo-se a mesma resistência. a relação entre a pressão de ar de entrada e a saída do compressor é denominada taxa de: a) tração b) difusão c) produção d) compressão 35.

o conjugado de reação é transmitido a fuselagem do helicóptero tendendo a: a) causar vibrações b) contrariar o rotor de cauda c) girá-la no mesmo sentido de rotação das pás d) girá-la no sentido contrário ao da rotação do rotor principal 57. através de: a) fusão b) estrussão c) laminação d) forjamento 48. Para melhor formar e mais rápido a formação da mistura combustível. Nunca deve-se usar rebites de alumínio em peças onde o mesmo tenha de suportar cargas de: a) tração b) flexão c) torção d) compressão 50. As hélices de alma oca são confeccionadas em: a) madeira b) liga de aço c) liga de alumínio d) lida de alumínio e liga de aço 59. Nos sistemas de alimentação por pressão. Devido ao baixo custo de suas inúmeras aplicações. A verificação da contaminação pela água do sistema de combustível. Em conseqüência da terceira lei de Newton. Na construção da uma pá de hélice. a bomba principal é acionada: a) por motor elétrico b) por sistema manual c) pelo próprio motor d) pelo motor do avião 55. A fundição é um processo de obtenção de peças. esta deverá ser ajustada no ângulo: a) mínimo b) máximo c) de incidência d) de embandeiramento 60. Estando as pás de uma hélice na mesma direção do vento relativo. A capacidade que a gasolina tem de resistir a detonação. geralmente. a hélice estará no: a) passo mínimo b) passo reverso c) passo bandeira d) passo geométrico . A função básica de uma hélice é: a) produzir tração b) produzir sustentação c) eliminar resistência ao avanço da aeronave d) converter a potência do motor em força de tração 58.47. O trabalho de abrir rosca deve ser iniciado utilizando-se um macho do tipo: a) cônico b) paralelo c) semi cônico d) semi paralelo 49. o tipo de engrenagem mais comum é a: a) interna b) cremalheira c) de corrente d) cilíndrica reta 51. é denominada como poder: a) detonante b) calorífico c) anti-detonante d) anti-calorífico 54. deve ser feita: a) diariamente b) mensalmente c) semanalmente d) quinzenalmente 56. Na temperatura de volatização de um determinado combustível tem-se uma: a) explosão b) auto-ignição c) combustão normal d) formação de vapores 52. é necessário que a gasolina tenha: a) alta volatilidade b) baixa volatilidade c) alto poder anti-detonante d) baixo poder anti-detonante 53.