You are on page 1of 17

ESCOLA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

MECÂNICA DOS SÓLIDOS

TURMA 2014.1
Prof. Dr. Rodrigo Barros
©2004 by Pearson Education

1-1

MECÂNICA DOS SÓLIDOS AULA 09 MOMENTO DE INÉRCIA ©2004 by Pearson Education 1-2 .

Sua unidade é “comprimento a quarta potência”. como sendo a integral ao longo da área do quadrado da dimensão perpendicular ao referido eixo.MECÂNICA DOS SÓLIDOS MOMENTO DE INÉRCIA OU MOMENTO DE 2ª ORDEM: Definição: Define-se momento de Inércia de uma área plana em relação a um eixo contido no seu plano. 2 I x   y dA 2 I y   x dA obs1: O momento de Inércia apresenta um significado físico. 1-3 ©2004 by Pearson Education . que representa a dificuldade que uma área apresenta de girar em torno de um eixo.

MECÂNICA DOS SÓLIDOS EXEMPLO 01 Calcular os momentos de Inércia em relação ao eixo que passa pela base e pela altura do retangulo abaixo. ©2004 by Pearson Education 1-4 .

MECÂNICA DOS SÓLIDOS EXEMPLO 02 Calcular os momentos de Inércia em relação aos eixos que passam pelo CG do retângulo ©2004 by Pearson Education 1-5 .

. ©2004 by Pearson Education 1-6 ..MECÂNICA DOS SÓLIDOS Momentos de Inércia de Figuras Conhecidas.

. ©2004 by Pearson Education 1-7 .MECÂNICA DOS SÓLIDOS Momentos de Inércia de Figuras Conhecidas..

MECÂNICA DOS SÓLIDOS TEOREMA DOS EIXOS PARALELOS-TEOREMA PARALELOS DE STEINER Determinar a Posição do CG da figura (medidas em cm): Y  Y ' d 2 I x   y dA A 2 I x    y ' d  dA A  2 2  I x   y ' 2 y ' d  d dA A ©2004 by Pearson Education 1-8 .

ZERO ZERO.MECÂNICA DOS SÓLIDOS TEOREMA DOS EIXOS PARALELOS Determinar a Posição do CG da figura (medidas em cm):   I x   y ' dA  2d   y 'dA  d  dA 2 A 2 A A Área Momento estático da figura em relação ao seu CG. Momento de Inércia em relação a um eixo que passa pelo CG da figura ©2004 by Pearson Education . ou seja.

MECÂNICA DOS SÓLIDOS TEOREMA DOS EIXOS PARALELOS De acordo com esse teorema. 2 x' CG I I  A. e se conheça a distância perpendicular entre os eixos.d obs1: Obrigatoriamente. é preciso que um dos eixos esteja passando pelo CG da figura. conhecendo o Momento de Inércia de uma figura em relação a um eixo que passa pelo seu CG. é possível calcular o Momento de Inércia em relação a quaquer outro eixo. desde que esse eixo seja paralelo ao primeiro. ©2004 by Pearson Education .

©2004 by Pearson Education 1-11 .MECÂNICA DOS SÓLIDOS EXEMPLO 03 Verificar por meio do Teorema dos eixos paralelos. o momento de inércia do retangulo em relação ao eixo x.

abaixo I x  3139.2 cm 4 ©2004 by Pearson Education 1-12 .6 cm 4 I y  288.MECÂNICA DOS SÓLIDOS EXEMPLO 04 Determinar o valor dos Momentos de Inércia em relação ao Centro geométrico da seção abaixo.

I x .cg  2.991 in 4 I y . posicionados na figura.cg  0.9354 in 4 ©2004 by Pearson Education 1-13 .MECÂNICA DOS SÓLIDOS EXEMPLO 05 Determinar os momentos de Inércia em relação aos eixos baricêntricos.

cg  111 10 6 cm 4 93. 6 4 y 80 y 93.cg . determine o momento de inércia em relação aos eixos que passam pelo centróide (unidades em cm).MECÂNICA DOS SÓLIDOS EXEMPLO 06 Sabendo que o centróide da área composta encontra-se nas coordenadas x = 130cm e y = 93.9 cm y 130 cm 150 60 C x 50 150 60 50 260 I x .9cm .cg  192  10 cm y 80 I y .9 cm 130 cm 2 3 4 x 1 x 260 ©2004 by Pearson Education x 1-14 .

cg  95 .MECÂNICA DOS SÓLIDOS EXEMPLO 07 Determine o momento de inércia em relação ao eixo x que passa pelo ponto c. Desprezar as soldas na ligação dos elementos. 8  10 mm .cg ©2004 by Pearson Education 1-15 . cuja distância y = 154mm. elementos 6 4 I x .

MECÂNICA DOS SÓLIDOS EXEMPLO 08 Determine o momento de inércia para a área sombreada mostrada em torno do eixo x ©2004 by Pearson Education 1-16 .

MECÂNICA DOS SÓLIDOS ©2004 by Pearson Education 1-17 .