You are on page 1of 10

O SOL PODE CURAR DOENÇAS

Kevin Trudeau,

No livro “Curas Naturais”, eu falo do fato do sol não provocar


câncer de pele. O sol é necessário para a vida! Se você não passar
tempo ao sol, fica doente. O sol é vital para a saúde, longevidade e
para afastar as doenças de si. Se está doente, uma das coisas que
tem de fazer é ir a correr para o sol.
Posso dizer-lhe o seguinte, o sol só por si pode curar qualquer
doença. Todos os seres vivos do planeta, salvo raras exceções, não
podem viver sem receberem a energia do sol. Praticamente todos
os seres vivos do planeta Terra precisam de sol para sobreviver.
(Claro que existem raras exceções). O corpo humano precisa da luz
do sol para funcionar em pleno e para ser saudável. Sem a luz do
sol, uma grande quantidade de distúrbios físicos e de doenças
podem ocorrer. Sem a luz do sol, as pessoas desenvolvem
doenças, incluindo depressão, falta de energia, sono com
perturbações, má digestão, excesso de peso, artrite, obstipação,
mau hálito, odor corporal, câncer, pressão alta, colesterol elevado,
diabetes, déficit de atenção, estresse, dores de cabeça,
vulnerabilidade a constipações, gripes e infecções virais, tensão
pré-menstrual, disfunção erétil, perda de desejo sexual em
mulheres, infertilidade, ansiedade e muito mais. O sol pode prevenir
todas estas doenças. O sol pode POTENCIALMENTE CURÁ-LO
DE TODAS AS DOENÇAS. Este é um exemplo de uma “cura
natural” que eles não querem que você saiba! Por que é que uma
indústria farmacêutica haveria de querer que a cura natural para a
depressão fosse só tomar um pouco de sol? Eles não querem que
você saiba desta verdade, eles só querem vender-lhe os seus
medicamentos. Pense com tempo e muito bem nisso. Di-lo-ei vezes
sem conta, as indústrias farmacêuticas só têm um objetivo,
venderem mais medicamentos. As indústrias farmacêuticas não
querem curar ou prevenir doenças porque se o fizessem iriam à
falência.
O sol faz com que a pele fique enrugada e com que você pareça
velho? NÃO. Uma das coisas que o sol faz é expulsar as toxinas
do corpo através da pele. Ele também estimula a regeneração
celular, que o faz parecer mais jovem e que deixa a sua pele livre
de rugas. Por que é, então, que as pessoas que passam muito
tempo ao sol têm tendência de ficarem com uma pele seca e
enrugada e a parecerem mais velhas? Isto acontece porque estas
pessoas estão intoxicadas. Quando o seu corpo está intoxicado, o
sol retira as toxinas do corpo e fá-los sair pela pelo, o que é bom.
Ajuda-o a a purificar e a desintoxicar o seu organismo, mantendo-o
jovem, belo e saudável.
No entanto, se você tem deficiências de nutrientes, especialmente
pelos óleos e pelas gorduras que fazem parte da sua alimentação, a
exposição excessiva e prolongada ao sol pode causar-lhe estes
problemas. A solução? Muito simples, você precisa mesmo do sol
para a sua saúde e para a longevidade. No entanto, a não ser que
esteja sem toxinas, não tenha deficiências nutricionais, esteja a
equilibrar o caos eletromagnético e esteja livre de stress, a
exposição excessiva ao sol por um longo período de tempo pode
tornar a sua pele acastanhada, seca e enrugada. Assim sendo, a
solução é, antes de mais nada, fazer as coisas indicadas no
Capítulo 6 do livro (“Curas Naturais que Eles Não Querem que Você
Saiba”). Acredito que isso fará com certeza que você fique livre de
toxinas, que não tenha deficiências nutricionais, que equilibre o
caos eletromagnético ao seu redor e que os seus níveis de estresse
sejam drasticamente reduzidos. Depois disto, pode passar o tempo
que quiser ao sol que ele lhe trará benefícios. Há um contra em
relação a isto: a pigmentação de cada pessoa é diferente e as
pessoas “queimar-se-ão” em diferentes níveis. Obviamente, terá de
usar o bom senso. Se for muito branco e não tomar sol há anos,
não se ponha ao sol a meio do dia durante quatro horas, pois
poderá apanhar uma “insolação” e isso não é bom. Aumente
gradativamente o tempo que passa ao sol.
É importante apanhar banhos de sol e apanhar sol no corpo todo.
Lembre-se: nunca, nunca use protetor solar. Não ponha nada na
sua pele que não possa comer. Os protetores solares provocam
câncer de pele. Todas as pessoas são diferentes, mas vou indicar-
lhe uma forma de começar os seus banhos de sol. Banhe o seu
corpo todo ao sol durante 15 minutos de manhã, durante as
primeiras quatro horas depois do sol nascer, ou à tarde, durante as
quatro horas que antecedem o pôr-do-sol. Quinze minutos de
barriga para cima e de costas é um bom começo. Vá aumentando o
tempo destes banhos e receba o máximo de raios solares com os
quais se sinta confortável.
Também há um benefício adicional muito importante disponível
devido à energia solar e ao sol que se chama “contemplação do sol”
(www.solarhealing.com). A contemplação do sol consiste, na
verdade, em olhar para o sol. Isto só pode ser feito após o nascer
do sol ou mesmo antes do pôr-do-sol. Em outros horários poderá
ser muito perigoso para os olhos. No entanto, os benefícios para
a saúde da “contemplação do sol” ainda são maiores que os banhos
de sol. Encorajo-o a ir a este site e encontrar mais informações
sobre a “contemplação do sol”. Vi e ouvi falar de centenas de
pessoas que se curaram praticamente de todas as doenças apenas
tomando banhos de sol e contemplando o sol. Isto pode parecer
INACREDITÁVEL para algumas pessoas. Pode parecer disparatado
e absurdo para outras. Os fatos são que você pode curar e
prevenir quase todas as doenças ao contemplar o sol e ao tomar
banhos de sol. Daí esta ser uma das coisas que menciono no
Capítulo 6 como podendo ajudar a curar e prevenir praticamente
todas as doenças. Esta é outra “cura natural” negligenciada e
simples. E a melhor parte é que se trata de uma cura natural grátis.
Não pense que lá por ser fácil e grátis, não é uma cura natural. É
uma cura natural para as doenças.
Irá curar em absoluto a doença que VOCÊ TEM? Não sei, mas sei
que irá AJUDÁ-LO A CURAR E A PREVENIR QUALQUER
DOENÇA QUE VOCê tenha. Sei e acredito que irá fazer com que o
processo de cura seja melhor, mais rápido e mais completo.

(fonte: Livro “Curas Naturais Que Eles Não Querem que Você
Saiba” – Kevin Trudeau, páginas 447 a 449 - Editora Alliance
Publishing Group, Inc., Espanha, 2007)

-------------------------------------

Sugestão de informações complementares:

COMO EVITAR A DEPRESSÃO


Prof. Nuno Cobra,
Prof de Educação Física

A depressão se tornou ícone dos tempos modernos. Tantos


desafios e envolvimentos com problemas do cotidiano acabam
distanciando as pessoas delas mesmas. O avanço tecnológico,
onde um ano quase representa um século de antigamente,
ocasiona um impacto monstruoso no organismo.
Em minhas palestras as pessoas relatam que sentem como se a
vida estivesse fugindo de suas mãos e que se tornam impotentes
no embate do dia-a-dia.

Submetidas a um ritmo alucinante de atividades, com uma


solicitação muito acima do que o organismo pode suportar. Uma
competitividade tão aterradora que elas se sentem insignificantes
criaturas diante da vida.

O organismo precisa do necessário equilíbrio entre o trabalho e o


repouso. O corpo vive num constante processo metabólico de
absorção e gasto de energia. Esse organismo tão especial tem que
fabricar sua energia, por isso use o corpo de forma moderada e
equilibrada.

A depressão e decorrência de um organismo ultrajado, vilipendiado


e agredido, de tal forma, que ele desiste da vida.

O que é a depressão

A depressão e a imagem da antivida. É quase um curto circuito nas


engrenagens que desenvolvem a vida.

Depressão é o débito com a vida - da vida. A pessoa se sente


acabada, triste, prostrada e quer até mesmo se suicidar. Para evitar
este débito com a vida é necessário estar em equilíbrio. É fácil
evitar a depressão, mas é difícil sair dela. E sair de forma natural é
mais difícil ainda.

Não queria falar aqui sobre o que fazer com a depressão, mas sim
o que fazer para evitá-la. Ela não faz parte da vida, como não fazia
há tempos atrás, quando as pessoas trabalhavam bem mais do que
hoje, mas era um trabalho com o físico e não com é hoje, com a
mente, com as emoções e o sistema nervoso, o que provoca um
enorme desgaste para o organismo.

12 dicas para evitar a depressão de forma natural

1.Traga mais equilíbrio para a sua vida. Curta mais cada momento,
como se fazia antigamente, onde o trabalho manual obrigava uma
constante atenção no que se fazia e como se fazia. Sua cabeça
deve estar, onde o seu corpo está.
2. É necessário fazer paradas durante o trabalho para respirar
profundamente e relaxar. Espreguice! Boceje! Não subtraia demais
sua energia, senão você entra em débito de vida. Correr na vida
que nem tonto traz depressão.

3. Alimente-se de forma saudável e moderada. A alimentação em


excesso ao ser metabolizada, provoca um maior gasto de energia
do que o que foi ingerido.

4. Antes de uma depressão, existe uma quantidade enorme de


avisos de que seu sistema não está agüentando o ritmo da sua
vida. A dor e o mal-estar são nossos maiores amigos, pois nos
alertam, para prestar atenção no corpo. Cansaço e estresse são
sinais para você ficar atento. Perceba os sinais que o corpo
transmite ou oferece e mude o ritmo de vida e de trabalho.

5. A sauna semanal, de preferência a úmida, é um relaxamento.

6. Caminhe ou corra. Você terá um ótimo efeito catártico. Corrida é


uma meditação ativa e, caminhar na praça, é anti-stress.

7. Mantenha um contato com a natureza, tome um banho de mar a


cada 15 dias. Ou uma vez por semana vá à piscina, pois a água e
um fator anti-stress. Tome banho, se possível, mais vezes do que o
habitual. A água tem um efeito relaxante. Banho não é para ficar
limpo, mas para relaxar.

8. Fique atento com o uso da sua energia, que não deverá baixar.
Energia baixa causa depressão. Não brigue, não fique nervoso e
agitado, pois isto consome energia.

9. Tome sol, pois é anti-stress. Vinte a quinze minutos de


sol te dará uma energia sideral. Tome sol nas costas e no
peito.

10. O sono reparador é um precioso alimento que trabalha no


caminho oposto ao da depressão.

11. Recolha-se no seu interior, busque o auto-conhecimento. Isto


evitará o desalento e a conseqüente desorganização orgânica.

12. O melhor remédio para a depressão e a prevenção feita de


forma natural, cuidando de si com qualidade de vida.
Nuno Cobra,
é formado pela Escola de Educação Física de São Carlos e pós-graduado pela
Universidade de São Paulo. Foi preparador físico de Ayrton Senna, Mika
Hakkinen, Rubens Barrichello, Abílio Diniz entre outros. Atualmente, é
professor de qualidade de vida na área de Recursos Humanos do Programa
de Educação Continuada em Administração para executivos - USP - MBA.
Exerce também, consultoria em qualidade de vida individual e em empresas.

Fonte:
http://www.uol.com.br/vyaestelar/nuno.htm

VERÃO: TOME UM BANHO TÂNTRICO DE SOL


27-12-2007

Yoga
Entenda esta filosofia de vida e de saúde

Por Nicole Witek,

Estamos em pleno verão, o sol está quente, irradiando calor...


que gostoso! Enquanto os Estados Unidos estão sofrendo
condições climáticas desastrosas, nós, desse lado do planeta,
estamos curtindo o sol.

Banho tântrico de sol: é simplesmente perceber, sentir e se


contagiar com a energia solar

Enquanto estamos curtindo esse momento especial, vale a pena


lembrar que somos descendentes do sol, nascidos de uma
explosão há milhares de anos.
O nosso sistema solar nasceu há 4.600 milhões de anos. No seu
núcleo, são transformadas 600 milhões de toneladas de hidrogênio
por segundo. A quantia de energia solar que atinge a superfície
terrestre equivale a 1,37 kw por m2 e por segundo!

Cada vida no nosso planeta é um sistema para captar a energia,


manter a vida. Somos como as plantas, sistemas orgânicos de
captação da energia solar. Infelizmente nossa vida cotidiana nos
afasta dessa fonte maravilhosa. Apenas saímos ao ar livre durante
nossas semanas corridas quando passamos de dentro da casa para
dentro do ônibus; do carro, para dentro do escritório; e o caminho
contrário quando se termina o expediente.

As plantas vivem para receber a energia do sol. Nossa vida também


depende dessa energia: isso é capital lembrar, tanto como as
plantas.

Irradiações

O sol emite constantemente radiações, como se fosse um reator


nuclear. Se nos pudéssemos ouvir a transmissão dessas radiações,
seria como ouvir o chiado do rádio entre dois programas. Essas
radiações solares podem ser divididas em três feixes:
infravermelho, luz visível e ultravioleta. Cada um desses feixes tem
efeitos específicos sobre a vida e em particular, a vida humana.

Os raios infravermelhos dão calor e aceleram os movimentos dos


átomos e moléculas propiciando um meio ambiente agradável, a
dilatação dos vasos, o relaxamento dos músculos, ativando assim a
circulação sangüínea nos deixando em ótima saúde.

A luz visível tem efeitos bioquímicos: a energia luminosa é captada


e transformada em energia estrutural. Ou seja, a energia que faz o
corpo funcionar. O corpo metabolisa a energia solar que ele recebe,
seja através da pele para a produção da vitamina D, para o
metabolismo do cálcio, ou através da retina para "modular" a
produção de hormônios.

A luz ultravioleta provoca mudanças na estrutura das moléculas.


Sabemos hoje que as células recebem e emitem sinais luminosos,
que elas se comunicam entre si por sinais de luz.
Devemos lembrar mais uma vez a equação do Albert Einstein:
energia = matéria (E=mc2).

O culto ao sol vem das origens do homem. Intuitivamente, o homem


primitivo cultuava esse vínculo com o sol. Os efeitos do sol ou sua
ausência sobre a saúde já eram constatados e sentidos.

Primitivo talvez, mas muito sensível esse homem primitivo. Ele tinha
razão: aqui estão alguns exemplos, e me parece que ao longo dos
anos vamos descobrir mais e mais efeitos do sol sobre nossa
fisiologia, já que somos "poeiras de estrela", ou seja, "filhos do sol".

Um dos efeitos mais importantes é o efeito sobre os ciclos de vigília


e sono. Até a chegada da "fada eletricidade", existiam ritmos
naturais em nossas vidas. Esses ritmos são fundamentais. A
alternância entre dia e noite estabelece o ritmo de todos os outros
ritmos do corpo. A glândula pineal, no meio do cérebro, é conectada
à retina. Ela recebe assim a informação da luz ou da escuridão e a
transmite como uma mensagem bioquímica que regula os ritmos
todos do corpo.

À noite, a produção de melatonina ajudará a ter um sono reparador.


Enquanto estamos dormindo, a melatonina circula dentro do corpo,
conserta e mantém nossas células em boa saúde.

O sol é o nosso "remédio natural" para acordar e ficar alerta. Assim


que sua luz aparece, o corpo produz a vitamina D. Essa vitamina é
produzida pela pele com a ação do sol. A vitamina D é um hormônio
que precisa da luz para ser transformada. O órgão de
transformação é a pele. Quanto mais luz recebemos (com todas as
precauções necessárias) na pele, mais vitamina D o nosso corpo
vai produzir.

A revolução industrial trancou o homem longe das radiações do sol.


Perdemos nosso vínculo direto. A falta da luz do sol diretamente
sobre nossos corpos talvez seja mais grave que a poluição, a
alimentação errada ou as conseqüências de nossa vida rápida
demais.

O yoga tem raízes profundas na filosofia tântrica, A filosofia das


primeiras civilizações que estavam intuitivamente ligadas às forças
da natureza. Vamos ver como nosso banho de sol pode se tornar
"tântrico", reativar o vinculo com nossa essência luminosa.
Enquanto estamos curtindo as ondas do mar, o calor do verão,
podemos transformar nosso descanso na cadeira de praia num
descanso tântrico.

A filosofia do tantra, há milênios, apagava as fronteiras entre o ser


humano e seu meio ambiente. Podemos perfeitamente tomar
consciência desse fenômeno maravilhoso de extrair nossa vida e
nossos ritmos fundamentais dessa luz do sol. Tomando consciência
dos aspectos cósmicos de nossa vida, cada experiência pode se
tornar tântrica.

Percebendo o quanto nossa vida depende do astro solar, acolhendo


os raios de sol na nossa pele, sentindo o contato da areia nos
nossos pés, o vento nos nossos cabelos. Assim podemos deixar a
emoção nos levar a essa sensação de ser "filho do sol".

Por mais que a saibamos, todas as informações sobre esse astro,


cuja luz vem até nós com a velocidade de 300 000 km/segundo
(oito vezes o diâmetro do planeta), podemos pensar que há oito
minutos a luz que recebo ainda estava dentro do astro solar, posso
perceber a luz como cataratas de fótons, mini projéteis que
penetram nossa pele.

Essa luz é um fluxo continuo de matéria, dentro da qual literalmente


estamos tomando banho. Tentemos visualizar as correntes
luminosas como uma chuvarada mágica. Deitados na praia, vamos
sentir essa imensidão cósmica, sentir que nossa vida, nossa saúde
dependem totalmente do sol. Nosso banho de sol profano se torna
sagrado. Ultrapassando dos limites comuns, percebemos que a vida
pode ser transmutada, ampliada para uma experiência cósmica.
Não é nada intelectual, ao contrário, se trata aqui de sentir, com os
sentidos, sim, e com a emoção. O tantra encontra magia em todos
os atos mais corriqueiros, até a grandeza em um simples banho de
sol.

Que sua contemplação tantrica lhe seja sensualmente gostosa e


inesquecível, e que suas férias na praia possa ser sentida com
outra dimensão. Ligue-se direitamente ao sol, fonte de todas as
energias e de toda vida.

Cuidados em relação à longa exposição ao sol


- Use protetor solar adequado à sua pele, consulte um
dermatologista para saber qual usar e os cuidados para aplicá-lo

- Evite o sol forte, aquele que vai das 10h00 às 16h00s

- Hidrate-se: tome água, sucos, água de coco

- Óculos: só os comprados em ótica com 100% de proteção contra


os raios

Nicole Witek
é Yoga consultant, formada em yoga dinâmica, asthanga, yoga pré
e pós natal, etc
Fonte: vya estelar

Prevenção (vitamina D)

Sol previne câncer de próstata


Homens com alto nível de vitamina D, comparados aos de
baixos índices, têm 50% menos chances de desenvolver
formas agressivas de câncer de próstata. O estudo,
publicado pelo Journal of Clinical Oncology, sugere a
importância do banho de sol, já que a vitamina D é
normalmente obtida por exposição do corpo aos raios
solares. Bastam cerca de 15 minutos por dia, de
preferência antes das 10 e depois das 16 horas e sem
uso de protetor, para que se produzam quantidades
adequadas de vitamina D. Mesmo assim, recomenda-se
a suplementação de 400 ui/dia. Como coadjuvantes,
destacam-se: ômega 3, selênio, vitamina E, sucos vegetais
diários, tomates (mesmo em molhos), vinho tinto e
vegetais ricos em fibras, que podem reduzir os riscos de
câncer em cerca de 35%

http://www.drrondo.com/js/13/prostata.htm
(site do Dr. Wilson Rondó Jr.)