You are on page 1of 4

17/3/2014

Liberdade e Punição - Cadernos Colaborativos

Personal tools

Projeto e gestão: Pablo de Camargo Cerdeira
Entrar

Views

Artigo
Discussão
Editar
Histórico
Navigation

Página principal
Mudanças Recentes
Página randômica
Ajuda
Busca
vai

Buscar

Toolbox

Artigos Relacionado
Páginas relacionadas
Carregar arquivo
Páginas especiais

Liberdade e Punição
Origem: Cadernos Colaborativos, a enciclopédia livre.
Metodologia adotada pelo professor
Acesso
Auto-avaliação do professor
Verificação e correção do conteúdo
Avaliação positiva dos alunos
Avaliação negativa dos alunos
Obs: o professor se auto-avaliará, não corrigirá o conteúdo e
avaliará apenas positivamente os alunos.

Sim
X
X

Não

X
X
X

Conteúdo
1 Proposta da disciplina
http://academico.direito-rio.fgv.br/wiki/Liberdade_e_Puni%C3%A7%C3%A3o

1/4

processar e punir. justiça e coerência legislativa (a partir de uma discussão sobre a anterioridade das leis penais incriminadora e permissiva).fgv.br/wiki/Liberdade_e_Puni%C3%A7%C3%A3o 2/4 . justiça e coerência legislativa . o uso de ponderação e razoabilidade em matéria penal.17/3/2014 Liberdade e Punição . Trabalha-se durante todo o curso com a proposta de entender como opera (ou deve operar) o sistema punitivo em um Estado Democrático de Direito e quais os limites à atuação do Estado na imposição do seu poder de criminalizar. modelos ideais de sistema punitivo. justiça e coerência legislativa . a construção de decisões com argumentos de “emergência” e “exceção” remetem os alunos para um aprendizado interdisciplinar com o Direito Constitucional.Direito Penal 3.Direito Processual Penal 4 Material de apoio 5 Bibliografia obrigatória 6 Avaliação 7 Interação e integração Proposta da disciplina Pretende-se apresentar ao aluno os fundamentos do Direito Penal e Processual Penal. Atividades Os temas são abordados a partir de casos concretos (que podem ser apresentados pelos alunos) e contam com uma bibliografia complementar sobre o assunto. a “lógica” do sistema punitivo e permitir que o aluno compreenda seu funcionamento prático a partir da análise de casos paradigmáticos.sistema acusatório.direito-rio. As discussões geradas a partir das situações concretas retiradas dos cases são enriquecidas com os fundamentos doutrinários fornecidos pelos textos de apoio e pela exposição do professor. Aula 01: Segurança jurídica.Direito Processual Penal Na seara do Direito Processual Penal. com a teoria da constituição e com a teoria da democracia. vedação de autohttp://academico. de Cortes Supremas de outros países e de Cortes Internacionais.Interface com "Direito no Cinema 2" 3. Novos paradigmas de sistema punitivo.3 Bloco III . os temas trabalhados são: devido processo legal.Interface com "Direito no Cinema 2" Aula 04: Exibição e Debate sobre o filme "Em minha terra" Aula 05: A busca da verdade no processo penal Bloco III .2 Bloco II .Direito Penal No âmbito do Direito Penal. Temas como a filtragem constitucional no Direito Penal e Processual Penal.Cadernos Colaborativos 2 Atividades 3 Estrutura do Curso 3.Anterioridade da lei penal permissiva Aula 03: Modelos ideais de sistema punitivo. Os casos verídicos são julgamentos do Supremo Tribunal Federal.1 Bloco I . são estudados temas como segurança jurídica.Anterioridade da lei penal incriminadora Aula 02: Segurança jurídica. novos paradigmas de sistema punitivo. Estrutura do Curso Bloco I . Bloco II .

direito-rio. seja a partir de sua aplicação (como punir). participação nos debates orais. consideradas positivamente na avaliação (acréscimo de até 2 pontos na nota. a punição de policiais pelo crime de tortura. Theodomiro Dias Neto (EDESP). elaboração dos Cadernos Colaborativos. seja a partir de sua fundamentação (por quê punir). Aula 06: Vedação de auto-incriminação e presunção de inocência Aula 07: Sistema acusatório e devido processo legal Material de apoio Dentre os casos trabalhados. Interação e integração No segundo semestre de 2006 foram planejadas duas aulas em conjunto com os alunos inscritos na atividade complementar Direito no Cinema 2. Simone Schreiber (UNIRIO) e Luiz Flavio Gomes (USP). presunção de inocência. "talvez a angústia vital do jurista . Retirado de "http://academico.17/3/2014 Liberdade e Punição . Bibliografia obrigatória Leitura obrigatória do livro O caso dos denunciantes invejosos.br/wiki/Liberdade_e_Puni%C3%A7%C3%A3o" http://academico. Erhard Denninger (Frankfurt).fgv. A maior riqueza desses trabalhos é. a diversidade de percepções do problema e das conseqüências de cada solução. 2. como Owen Fiss (Yale).fgv. ao longo de todas as sessões. como se pode ver no link abaixo: O caso dos denunciantes invejosos: propostas de soluções Avaliação 1. 2.direito-rio.Cadernos Colaborativos incriminação. traduzido para o português por Dimitri Dimoulis (São Paulo: RT. O aproveitamento será satisfatório se obtidos no mínimo 6 pontos no total. STF). para cada atividade extra): 1. aplicação da pena de morte em crimes políticos (Corte Interamericana de Direitos Humanos) etc. Além das atividades obrigatórias os alunos poderão realizar atividades facultativas. São dois modos de abordar o mesmo tema que é. Alan Dershowitz (Harvard). Geraldo Prado (UFRJ). Gabriel Lacerda. apresentação de textos doutrinários ou de casos concretos. O sinergismo e complementariedade entre as duas atividades é muito interessante. Também a questão das penas é objeto de estudo. de Lon Fuller. com valor entre 0 e 4 pontos.br/wiki/Liberdade_e_Puni%C3%A7%C3%A3o 3/4 . desenvolvida pelo Professor Gabriel Lacerda. o uso de tortura como meio de investigação (Corte Suprema de Israel). sem dúvida. nas palavras do Prof. a busca da verdade no processo penal. 2005). Klaus Günther (Frankfurt). com valor entre 0 e 6 pontos. a punição dos guardas do Muro de Berlim (Tribunal Constitucional Alemão). Robert Alexy (Kiel).como definir e organizar a repressão ao comportamento anti-social". STF). Os textos de apoio são escritos por autores reconhecidos no meio acadêmico. destacam-se: a prisão do acusado antes da condenação final (caso do Juiz Nicolau. e. a partir do qual todos elaboraram pareceres sobre qual as medidas jurídicas que deveriam ser aplicadas à hipótese fictícia construída por Fuller. embora a lei seja posterior ao fato (caso Favela Naval. trabalho escrito baseado no livro de leitura obrigatória entregue na terceira sessão para ser discutido durante a aula.

17/3/2014 Liberdade e Punição .br/wiki/Liberdade_e_Puni%C3%A7%C3%A3o 4/4 .direito-rio. http://academico. 23 Março 2008 by Thiago Bottino do Amaral.fgv.Cadernos Colaborativos Page categories: Atividades Complementares | Graduação [2 watching user/s] This page was last modified 22:56.