Bassani

Quinta-feira, 24 de Maio de 2007

Invasão chinesa ameaça postos de trabalhos de brasileiros!
O título pode parecer um tanto forte porém é realmente isso que está acontecendo. O estreitamento das relações comerciais entre Brasil e China (que não sei por que foi reconhecida como uma economia de mercado se o governo é dono de tudo). O que tenho acompanhado no mercado em que atuo é uma forte invasão de produtos chineses em nas prateleiras do varejo. Na última feira do setor os stands da China já ocupavam um espaço considerável e não foi maior porque os fabricantes nacionais reclamaram. Uma classe do empresariado nacional, aqueles cujo lucro está acima de tudo, já está de olho e começaram a importar material de qualidade duvidosa, fabricado à base de trabalho quase que escravo de uma população amansada à base da força bruta dos tanques do governo e que não podem reclamar de nada, afinal, tudo que eles possuem e recebem provém do estado. Obtive relatos de pessoas que já estiveram visitando a China e o que viram os deixaram alarmados. Existem grandes empresas sim, na sua maioria em parceria com as grandes empresas mundiais que até mantém um certo padrão, porém a maior parte não é assim. Estamos diante das seguintes hipóteses:

Devido ao baixo custo operacional, cada vez mais empresas nacionais e multinacionais desviarão suas áreas produtivas para a China a fim de obter lucros fantásticos com uma pseudo redução de custos, otimização dos processos e a tal competitividade internacional;

Com o êxodo das indústrias ocorrerá uma queda busca de postos de trabalho no país aumentando consideravelmente o nível de desemprego.

Com o aumento das exportações de aço para a China, o que não é pouco pois eles tem a capacidade de consumir a maior parte de nossa produção, aumentam os preços dos produtos no mercado interno. Lembro da última vez que as mineradoras nacionais iniciaram movimento para vender aqui no Brasil o aço para as indústrias com cotação de dólar. Foi pegar ou largar, quem não comprou não produziu e não vendeu.

As indústrias sem matéria prima para trabalhar vão buscar no mercado internacional produtos para compor seu portifólio e evitar perda de vendas. Estes produtos geralmente são adquiridos de países como a China e a Coréia e são vendidos embalados com a marca da indústria nacional, porém com qualidade bem inferior. Estas são apenas algumas hipóteses porém o processo já iniciou. Várias empresas já estão instalando plantas na China. Com mão de obra semi-escrava, incentivos fiscais fantásticos, a indústria nacional será esmagada, não com tanques, mas com o poder do capital e da ganância do empresariado nacional. Dinheiro é bom mas a que custo. Será que as 30 moedas de prata que Judas recebeu valeram tanto assim?? Vimos acima apenas alguns cenários porém hoje o processo já está em andamento:

Invasão de produtos chineses, principalmente eletro-eletrônicos nas prateleiras do comércio, com preços arrasadores, o mesmo que ocorreu com o setor de confecções e sapatos.

No Carrefour, por exemplo, camisas sociais foram vendidas a R$ 5,99, Houve a invasão das lojas de R$ 1,99 em que 99,9% dos produtos são importados da China Invasão de produtos eletrônicos chineses, vendidos nos camelódromos e importados não se sabe de que forma, a preços ridículos, concorrendo com o comércio local. A maior parte são produtos falsificados.

Queda nas vendas do comércio formal em função do aumento de "revendas informais". Está prevista para este ano a entrada no mercado de veículos importados da china (lá se vão mais postos de trabalho), com preços bem mais competitivos que os produzidos no Brasil.

Convido a todos a iniciar uma campanha de conscientização do consumidor Brasileiro em defesa pacífica do interesse do pais. Esta aliás deveria ser uma das preocupações de nossa classe política, porém eles, com algumas exceções, estão bem mais interessados em suas próprias barrigas e cuecas . A estes estão reservadas vagas nas profundezas do inferno por enganarem, prejudicarem e matarem tantos brasileiros com suas falcatruas que impedem a construção de hospitais mas isto é outra história. Deixa para outro dia....

Não compre produtos chineses. Você vai ser um dos responsáveis pela vida de mais um desempregado!

às 15:42 Postado por Maurício Bassani Marcadores: chineses

0 comentários:
Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Início Assinar: Postar comentários (Atom)

Arquivo do blog
• • • Jul 27 (1) Mai 24 (1) Mai 03 (1)

Meu Perfil
Maurício Bassani Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil Administrador de Empresas,Pós Graduação em Gestão Estratégica de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas, Gerente de vendas de distribuidor de autopeças. Visualizar meu perfil completo