You are on page 1of 8

03/04/2014

Universidade Federal da Bahia
Instituto de Química
Departamento de Química Analítica
QUI B35 – Química Analítica IA

O mol...
Os químicos descreveram o número de átomos, íons e
moléculas em termos de uma unidade chamada “mol”.
• Átomos
• Íons

1 mol = 6,022X 1023

Cálculos estequiométricos

• Moléculas
• Espécies......

Número de Avogadro

Soluções
O mol é a unidade utilizada para medir a propriedade física
Profª Daniele Muniz

chamada de quantidade de matéria (n).

O mol...
Como determinar a quantidade de matéria (n) de uma

O mol...
No SI

substância presente em uma amostra, já que não é possível
contar diretamente os átomos?
• Massa da amostra (m) (g)

• Massa molar (MM) (g mol-1)

n

m( g )
MM ( g / mol)

Mol

Prefixo

Símbolo

Fator

mili

m

10-3

micro

μ

10-6

milimol (mmol)= 1/1.000 do mol = 10 -3 mol
micromol (µmol) = 1/1.000 000 = 10 -6 mol

MM é a soma das massas molares dos elementos que
constituem a molécula.
Os químicos encontraram essa quantidade pequena quando

• É preciso levar em conta o número de vezes que cada átomo
ou íon aparece na fórmula.

Massa molar

utilizaram produtos naturais e fármacos

Reações químicas

1) Calcular a massa em gramas em 1 mol de Al2(SO4)3 (MMAl =
26,98 g mol-1; MMS = 32,06 g mol-1; MMO = 16,00 g mol-1)
R= 324,14 g mol-1

2) Calcular a massa em gramas em 1,5 mols de CaSO4.7H2O
(MMCa = 40 g mol-1; MMS = 32 g mol-1; MMO = 16 g mol-1; H = 1
g mol-1)

Definição – é a transformação da matéria a qual
ocorrem mudanças qualitativas na composição
química ou aspecto visual de um ou mais substâncias
(reagentes) resultando em um ou mais produtos.
Aspecto importante: durante o processo de reação
química existe a conservação da massa e o número
de espécies presentes antes e depois da reação.

3) Quantos mols e quantos milimols de ácido benzóico estão
contidos em 2,00g de ácido puro?
MMC = 12,01 g mol-1
MMH = 1,01 g mol-1
MMO = 16,00 g mol-1

1

• Equações químicas: descrições de reações químicas. 2º hidrogênio e por final.03/04/2014 Equações químicas Tipos de reações Ácido-base NaOH( aq)  HCl( aq)  NaCl( aq)  H 2O(l ) Precipitação AgNO3( aq)  NaCl( aq)  NaNO3( aq)  AgCl( s ) Combustão C2 H 6O(l )  O2 ( g )  CO2 ( g )  H 2O( g ) Oxirredução Cu 2 ( aq)  Zn( s )  Zn2 ( aq)  Cu( s ) • Lavoisier: a massa é conservada em uma reação química. de oxigênio para formar duas moléculas de água: 2H2 + O2  2H2O • Coeficientes estequiométricos: são os números na frente das fórmulas químicas. 2 . fornecem a proporção de reagentes produtos. reagentes e produtos. O e Equação química balanceada Balanceamento Balanceamento • Considerar o balanceamento em dois processo: • 1º passo: Escrever a equação química não • Na2CO3 + HCl NaCl + H2O + CO2 balanceada: fórmulas. • 2º passo: Balancear a equação ajustando os • C8H8 + O2 CO2 + H2O coeficientes na seguinte ordem: 1º elementos comuns. • Duas partes de uma equação: reagentes e produtos: Complexação HY 2 ( aq)  Ca 2 ( aq)  CaY 2 ( aq)  2H  ( aq) Equações químicas 2H2 + O2  2H2O Equações químicas • A equação química para a formação da água pode ser visualizada • Lei da conservação da massa: a matéria não pode ser perdida em como duas moléculas de hidrogênio reagindo com uma molécula nenhuma reação química. o oxigênio presente no processo.

03/04/2014 Passos básicos para a resolução dos exercícios de cálculo estequiométrico Cálculos Estequiométricos  Estuda as relações que ocorrem entre as quantidades de substâncias que participam de uma transformação química. precisamos atacá-lo com ácido sulfúrico. 4. S = 32. quanto de gesso precisamos produzir? b) Se precisarmos produzir 0. segundo a reação: H2SO4 + CaCO3 → CaSO4 + CO2 + H2O a) Para 200g de mármore. C = 12. Equação:1 H2SO4 + 1 CaCO3 → 1 CaSO4 + 1 CO2 + 1 H2O a) 100g de CaCO3 -----------------136g de CaSO4 200g de CaCO3 -----------------x x = 272 g de CaSO4 Usar a relação estequiométrica b) 100g de CaCO3 -----------------136g de CaCO4 Só que agora temos 0. A pureza da substância também é levada em conta. O = 16) H2SO4 = 98 g/mol e CaCO3 = 100 g/mol 1. 2.  No cálculo estequiométrico são comparados valores de mol. Identificar de que substâncias são fornecidos dados e de quais se deseja obter valores. Relacionar o(s) dado(s) fornecido(s) (substância conhecida) com o que se quer obter da(s) substância(s) desconhecida(s).64 g de CaCO3 Soluções Soluções • Solução: – Uma SOLUÇÃO é uma mistura homogênea de duas ou mais substâncias • Soluto (s): – Componente (s) em menor quantidade • Solvente: – o componente em maior quantidade 3 .5 kg de CaSO4 e queremos saber a quantidade de CaCO3 que reage. Cálculos Estequiométricos • Para transformar mármore (CaCO3) em gesso (CaSO4). Escrever as proporções molares de cada uma das substâncias envolvidas na reação. qual a massa de mármore inicial? Dados: (Ca = 40. massa ou volume. Escrever a equação devidamente balanceada. 3.5Kg de gesso. 100g de CaCO3 ----------136g de CaSO4 x ------------500g de CaSO4 x = 367.

– Solução saturada: solução cujo solvente já dissolveu toda a quantidade possível de soluto e qualquer quantidade adicionada não será dissolvida (corpo de fundo). a uma determinada temperatura. as quantidades relativas dos vários componentes. ou seja.… +H2O. ou seja. – Se água é o solvente. – o NaCl se dissocia em Na+ e Cl-. – Dizemos que os íons são solvatados pela água. O processo de dissolução Soluções • Coeficiente de solubilidade: é a máxima quantidade de soluto que é possível dissolver de uma quantidade fixa de solvente. a quantidade adicionada é muito inferior ao coeficiente de solubilidade.03/04/2014 O processo de dissolução O processo de dissolução • Considere o NaCl (soluto) dissolvendo-se em água (solvente): – as ligações de H da água têm que ser quebradas. – formam-se forças íon-dipolo: Na+ … -OH2 e Cl. Sistema Internacional de Unidades (SI) Quantidade Física Nome da unidade Abreviatura Massa Quilograma Kg Volume Litro L Quantidade de matéria Mol mol Concentração das Soluções • Concentração mássica • Molalidade • Concetração molar • Fração Molar • Concentração mássica percentual • Densidade Prefixo Símbolo Fator giga G 109 mega M 106 kilo K 103 mili m 10-3 micro μ 10-6 nano n 10-9 pico p 10-12 femto f 10-15 Massas Volumes 1kg = 103g 1L = 103mL 1g = 103mg 1mL = 103µL 1g = 106µg 1L = 106µL 1mg = 103µg 1L = 109nL 4 . – Solução concentrada: solução cuja quantidade de soluto próxima ao limite de solubilidade. Unidades de medida Soluções Quando se trata de soluções é necessário especificar suas composições. a quantidade adicionada é próxima ao coeficiente de solubilidade. • Classificação – Solução diluída (insaturada): solução cuja quantidade de soluto não atinge o limite de solubilidade. ou seja. dizemos que os íons são hidratados.

C m C  soluto Vsolução msoluto Vsolução msoluto  50 msoluto  C.5g L Relações: 1 g. H = 1 C msoluto M MM soluto.15L  7.mol-1.mol-1.L-1 = 1000 mg.L-1 = 1000 g.0.Vsolução g .5 litros? C = 12.L-1 = 10-9 g.mL-1 1 ng. Calcule: M msoluto MM soluto.L-1 26 Concentração Molar ou Molaridade (M) Concentração Molar ou Molaridade (M)  Relações: É o quociente entre o número de mols do soluto e o volume da solução em litros (M = mol L-1) M nsoluto Vsolução (litros) como n ◦ 1 molar = 1 mol da substância / 1L de solução ◦ 1 mmolar = 1 mmol da substância / 1 L de solução m MM  Exemplo: Uma solução é preparada pela dissolução de 126g de AgNO3 com água destilada em um balão volumétrico de 250mL.: Qual a massa de cloreto de alumínio (AlCl 3) necessária para preparar É o quociente entre a massa (em gramas) do soluto e o volume da solução (em litros) 150 mL de uma solução aquosa de concentração igual a 50 g/L. MMN = 14 g.mol-1) 27 Relação entre C e M Ex. O = 16.Vsolução(litros ) msoluto Vsolução M msoluto MM soluto.03/04/2014 Concentração Mássica(C) Ex. (MMAg = 108 g.: Qual a concentração molar de uma solução aquosa que contém 2.MM soluto 29 30 5 .Vsolução(litros ) ◦ quantos milimols foram dissolvidos em 250mL de água destilada ◦ a concentração molar da solução de AgNO3.MM soluto.Vsolução(litros ) Igualando msoluto  C.Vsolução(litros ) C  M .L-1 = 10-6 mg.30 g de álcool etílico (C2H5OH) em 3.L-1 = 10-3 g.Vsolução msoluto  M . MMO = 16 g.

AgNO3 é necessária para preparar 500 mL de uma solução a 0. Massa por cento (m/m) = gramas de soluto x 100 % gramas de solução X g do soluto  100 mL da solução EXEMPLO: Uma solução de ácido nítrico a 70 % (m/m) contém 70 g de HNO3 em cada 100 g de solução. Porcentagem em volume a volume (v/v) = mililitros de soluto x 100 % mililitros de solução X mL de soluto  100 mL da solução EXEMPLO: Uma solução de álcool etílico a 70 % (v/v) usada como antisséptica e desinfetante consiste de 70 mL de álcool etílico cujo volume total é de 100 mL.03/04/2014 Concentração mássica percentual Porcentual em massa por volume: é geralmente empregado para indicar a composição de soluções aquosas diluídas de reagentes sólidos.0 g de H3PO4? • Partes por bilhão (ppb) 6 . uma maneira conveniente de expressar a concentração é em partes por milhão: • Partes por milhão (ppm) Que massa de uma solução aquosa de ácido fosfórico a 85% (m/m) contém 20. Dextrose a 5 % (m/v) = Porcentual em massa: é frequentemente empregado para expressar a concentração de reagentes aquosos comerciais. HNO 3 a 70 % (m/m) = 70 g de HNO 3 x 100 % 100 g de solução Que massa de nitrato de prata. Álcool a 70 % (v/v) = 70 mL de álcool x 100 % 100 mL de solução Concentração mássica percentual Para soluções muito diluídas.40 % (m/v)? 5 g de dextrose x 100 % 100 mL de solução Porcentual em volume: é comumente usado para especificar a concentração de um soluto preparado pela diluição de um composto líquido puro em outro líquido. • Percentual massa/massa %(m/m) Porcentagem em massa por volume (m/v) = gramas de soluto mililitros de solução x 100 % • Percentual massa/volume %(m/v) X g do soluto  100 g de solução • Percentual volume/volume %(v/v) EXEMPLO: uma solução a 5 % (m/v) de dextrose usada para alimentação endovenosa contém 5 g de dextrose (glicose) para 100 mL.

37% x -------. Qual a concentração dessa solução e quantos mililitros desse solução são necessárias para preparar uma solução de 100 mL de HNO3 6.00 m de cloreto de sódio contém 5.5g 0.36. Soluções dadas em molaridade: n1 = n2 M1 x V1 = M2 x V2 7 . • Densidade e densidade relativa g/mL ou Kg/L no SI Prepar de 350 ml de solução  0. Se os componentes da solução forem denominados A.03/04/2014 Densidade Exercício: É a massa de uma substância por unidade de volume. B.0 mol L-1? V = 2. pode-se escrever:  Cálculos de diluição estão baseados no fato que o número de moles do soluto retirados da solução original e o número de moles da solução diluída são os mesmos.00 moles de NaCl por quilograma de água.278 g -------.90 mL de HCl Molalidade A molalidade de uma solução (não confundir com molaridade) é calculada como o quociente entre a quantidade de matéria do soluto (nsoluto..0. expressa em mol) e a massa total do solvente (expressa em quilogramas. kg) molalidade ( m ) = moles de soluto quilogramas de solvente  Uma solução 5..41 kg/L.453g de HCL • O acido nítrico concentrado (HNO3.19 g/cm3 1º Passo 0.453 / V x = 3. C.1 m de HCl DADOS DA SOLUÇÃO CONCENTRADA ): • PUREZA EM PESO = 37% p/p .035 mols de HCL 3º Passo 1. MM = 63.35 mL 2º Passo 1 mol -------.0 g/mol) tem título (ζ) igual a 65% mm-1 e densidade de 1. DENSIDADE =1. Fração Molar A fração em mol (X) de um componente A em solução (previamente Diluição DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES denominada “fração molar”).278g de HCL 4º Passo d = m/V 1.1L x -------. etc.x x = 0.1 mol -------. é a razão da quantidade de matéria do componente (ncomponente) pela quantidade de matéria total de todas as substâncias presentes na solução (ntotal).19 = 3.035 mols -------.100% x = 1.

V2 V1 FD  ou f. FD  Se 25.50 mL de solução 0. em um balão volumétrico de 250mL. que é disponível sob forma de uma solução aquosa 12 mol L-1.50 mol L-1.  V2 C ou 1 V1 C2 C2 C1 Exercício • Uma amostra de um analgésico – acido monoprótico.1000 mol/L de NaOH. HCl.d.L-1 foi diluída.03/04/2014 Considere a diluição de ácido clorídrico.60 mol L-1 são diluídos a 1. Um amostra de 0. Que percentagem (em massa) da droga era aspirina.0 mL de NaH2PO4 3.5000g da droga consumiu 21. com água destilada.00 L de HCl 0.00 L. Fator de diluição (FD) • Fator de correção da concentração da solução após a sua diluição. qual é a molaridade da nova solução? 10mL de uma solução padrão de Fe(III) 50mg. HC9H7O4 – foi analisada como aspirina por titulação uma base. Calcule o fator de diluição e a concentração final da solução de Fe(III) diluída. 8 . Ache o volume desta solução original necessário para preparar 2.