You are on page 1of 56

Amplificadores Operacionais

Adrielle C. Santana

Amplificador Operacional

Amplificador Operacional
Ajuste de offset: corrigir erro de offset na saída
devido a imprecisão dos transistores e resistores
no CI.
Esse erro é percebido quando existe uma
tensão CC na saída do amp op mesmo quando
suas entradas inversora e não inversoras estão
aterradas ou sem qualquer ligação.
Idealmente essa saída deveria ser 0V.

Amplificador Operacional

Amplificador Operacional
O potenciômetro da figura anterior é ajustado de
modo que a saída CC esteja no potencial do terra
quando as entradas + e – estão não possuem
entrada.
O nível de offset pode variar de 1 a 100 mV.
Assim o circuito de anulação não interfere
quando se aplica realmente alguma tensão nos
terminais de entrada. Dependendo do offset e da
aplicação do circuito nem é necessário realizar a
anulação bastando deixar os terminais de offset
desconectados.

Amplificador Operacional A figura a seguir ilustra a forma padrão de representar um amp op num diagrama esquemático. . os terminais de alimentação e offset também são exibidos. Dependendo do diagrama.

FETs. . semicondutores óxidos metálicos complementares (CMOS).Amplificador Operacional Há uma ampla variedade de tecnologias empregadas na construção de Cis de amp ops. BICMOS (TBJ + CMOS). BIFETs (TBJ + FET). entre outras. Alguns amp op são projetados para aplicações especiais possuindo características marcantes como por exemplo. Podem ser combinados TBJs. baixo consumo de corrente para dispositivos alimentados por bateria.

: 741) .Amplificador Operacional Codificação utilizada pelos fabricantes para o amp ops (ex.

sinais: 1MHz • Slew rate: 0. tensão de saída: ± 13V • Largura de banda p/ peq. Suas características principais são: • Ganho de tensão: 200000 (106dB) • Impedância de saída: 75Ω • CMRR: 90dB • Ajuste de offset: ± 15mV • Var.Amplificador Operacional O LM741C é um amp op para aplicações gerais.5 V/ .

Para frequências menores o ganho será maior que 1 e para sinais com frequências maiores que 1MHz o ganho será menor que 1 neste amplificador e/ou haverá distorção dependendo do comportamento da fase desse amplificador no diagrama de Bode. Chamaremos essa largura de banda (dada em datasheets) pelo símbolo: á . o ganho será unitário. Isso significa que para sinais de 1MHz de frequência.Amplificador Operacional A largura de banda para pequenos sinais dada para o 741 foi de 1MHz.

Amplificador Operacional .

.Amplificador Operacional A partir desse valor. é possível calcular as demais larguras de banda para pequenos sinais ou o ganho em determinada largura de banda de pequeno sinal dada a relação: = á Onde é uma determinada largura de banda de pequeno sinal.

Amplificador Operacional Exemplo: Qual a largura de banda de pequeno sinal de um amp op cujo produto ganho-largura de banda é de 1MHz e o ganho é de 60dB? 60 = 20 × log = 1000 1 = = 1 1000 .

De acordo com as especificações do 741C. . sua variação de tensão de saída é de ± 13V dada a alimentação do amp op de 15V. Acima de 13V ocorre saturação do sinal de saída.Amplificador Operacional O fator de variação da tensão de saída diz respeito à máxima tensão de pico de saída dada a alimentação do amp op.

Amplificador Operacional .

Amplificador Operacional O slew rate de um amplificador é definido como sendo a máxima variação de tensão de saída por unidade de tempo. A saída é incapaz de produzir uma variação de tensão instantânea quando a entrada muda. . Normalmente o SR é dado em V/µs.

. o sinal de saída não segue o formato do de entrada caracterizando uma distorção. o amp op não conseguirá reproduzir esse sinal na saída antes de sua nova variação (na entrada). Quando essa incompatibilidade ocorre.Amplificador Operacional O slew rate é muito importante nas aplicações de alta frequência pois. se ele não for alto o suficiente para um dado sinal de entrada.

Amplificador Operacional .

Assim é importante considerar. na escolha de um amp op. . a frequência do sinal de entrada e a variação da tensão na saída. o slew rate.Amplificador Operacional Além da distorção o slew rate pode evitar que a saída desenvolva sua máxima variação caso o sinal de entrada seja grande.

25 = = 2.1 .Amplificador Operacional Exercício: A tensão de entrada de um amp op é um grande degrau de tensão. Qual a slew rate do amp op? 0.1 .5 / 0. A saída é uma forma de onda exponencial que varia até 0.25V em 0.

.Amplificador Operacional A equação a seguir relaciona a slew rate (SR) e a tensão máxima de pico fornecendo a máxima frequência de operação para sinais senoidais de entrada: = 2 × também é conhecida como Largura de Banda de Potência.

12 6.Amplificador Operacional Para o 741C que pode produzir uma máxima oscilação de tensão de 13V (alimentado a 15V) e possui SR de 0.5V/ tem-se: 0.28 × 13 .5 / = = 6.

. • A variação de tensão na saída será menor que 13V.Amplificador Operacional Se o sinal senoidal de entrada do exemplo anterior possuir frequência maior que 6.12 kHz e for grande o suficiente para produzir 13V na saída: • A saída apresentará distorção.

1 kHz) .O CI LF411A tem uma slew rate de 15V/ .7 kHz) 2 – Calcule a largura de banda de potência de uma amp op de alta velocidade cujo SR é de 70V/ quando a variação da tensão de saída é de 20 Vp-p. Qual a largura de banda de potência para uma tensão de pico de saída de 10V? (Resp.Amplificador Operacional Exercícios: 1 .: 1.: 238. (Resp.

Isso reduz o ganho mas. A malha aberta significa que não há realimentação da saída em uma das entradas. Em malha fechada (MF) existe a realimentação da saída em alguma entrada do amp op.Ajuste do Ganho no Amp Op Em malha aberta (MA) o ganho de tensão do 741C é dado por 200. aumenta sua largura da banda.000. Na realimentação negativa a saída é realimentada na entrada inversora (-). .

Ajuste do Ganho no Amp Op .

Assim: 10 í = = 50 ( ) = 200000 Como 50 é muito próximo de zero podemos afirmar que a afirmação anterior está correta.000 e saída com pico máximo de 10V. Suponha AV=200.Ajuste do Ganho no Amp Op No circuito anterior veja que não há diferença nas entradas do amp op. Sem diferença na entrada. não se tem amplificação e a Vsaída = Ventrada. .

Ajuste do Ganho no Amp Op A realimentação eliminou (praticamente) qualquer diferença entre os terminais de entrada. Como a saída segue o sinal de entrada esse circuito é denominado Seguidor de Tensão e o seu ganho é unitário. Esta sendo realimentada na entrada inversora faz com que a entrada diferencial seja nula. . por exemplo. a saída também será 1V. Se. Ventrada = 1V.

Para o 741 seria: ≈ 2 Ω × 200.Ajuste do Ganho no Amp Op Esse amplificador pode ser útil caso se deseje uma alta impedância de entrada e baixa impedância de saída em alguma montagem.000 ≈ 400 Ω . A Zentrada do seguidor é dada pela resistência de entrada do amp op multiplicada pelo ganho em MA.

375 Ω í 200000 Amplificadores com tais impedâncias se comportam como excelentes Buffers. Para o 741 seria: 75Ω ≈ ≈ 0.Ajuste do Ganho no Amp Op A impedância de saída do seguidor (Zsaída) é igual á impedância básica do amp op dividida pelo ganho em MA. .

Para que a entrada diferencial seja nula a interação da Vsaída com os resistores divisores de tensão dever ser igual a Ventrada. = í × + . Nele o ganho será maior que a unidade.Ajuste do Ganho no Amp Op Buffers servem para isolar fontes de sinal. dos efeitos de carga (ligadas à essas fontes). A figura a seguir ilustra um Amplificador não inversor.

para que a entrada diferencial seja nula. . a saída deve ter um valor diferente de Ventrada de modo que sua iteração com os resistores deem igual a Ventrada seguindo a fórmula do slide anterior.Ajuste do Ganho no Amp Op Dividindo-se ambos os lados por Vsaída e invertendo a expressão anterior tem-se: =1+ Ou seja. Esse valor diferente é maior que Ventrada uma vez que a relação de resistores é menor que 1.

Ajuste do Ganho no Amp Op Igual a Ventrada í − = − =0 .

Ex. . • Um sinal CC de saída terá mesma polaridade de um sinal CC de entrada. saída -11V.: Entrada -1V.Ajuste do Ganho no Amp Op Para o exemplo da figura: 100 Ω =1+ = 11 10 Ω Nesse circuito: • O sinal CA de saída estará em fase com um sinal CA de entrada.

55 22 Ω í = 555 = × = 100 × 5. Ventrada=100mVp-p. 100 Ω =1+ = 5. RF=100k Ω.55 .Ajuste do Ganho no Amp Op Exemplo: Determine o sinal de saída para um amp op não inversor se R1=22 k Ω.

Ajuste do Ganho no Amp Op A figura a seguir ilustra um Amplificador Inversor onde o sinal é alimentado na entrada inversora do amp op. a entrada inversora precisa estar no potencial do terra assim como a entrada não inversora se encontra. Como não deve existir diferença entre os sinais das duas entradas. . Dessa forma a entrada inversora é conhecida como Terra Virtual. A saída será defasada de 180⁰ da entrada.

Ajuste do Ganho no Amp Op .

Ajuste do Ganho no Amp Op Considerando o terra virtual à direita de R1 e à esquerda de RF pode-se calcular duas correntes: = = − í .

Sendo assim. podemos aproximar ambas para 0 A e fazer I1=I2. Igualando suas equações: − í = .Ajuste do Ganho no Amp Op Essas duas correntes que entram ou saem do terminal inversor do amp op são muito pequenas uma vez que a entrada inversora é um terra virtual onde a corrente deve ser 0 A.

Ajuste do Ganho no Amp Op Rearranjando a equação anterior tem-se: =− Aplicando essa equação ao exemplo da figura: 10 Ω =− = −10 1 Ω .

Ajuste do Ganho no Amp Op Ou seja. o sinal de saída possuirá amplitude 10 vezes maior que o de entrada com fase oposta. uma resistência R2 foi inserida para reduzir o erro de offset provocado pela corrente de polarização do amplificador. Ele pode ser calculado assim: × = = ∥ + . No amplificador inversor a seguir.

Ajuste do Ganho no Amp Op Para o exemplo tem-se: = × = 909Ω .

a queda de tensão na entrada não inversora devido a essa corrente é de: V=80 × 10 × 910Ω = 72.8 .Ajuste do Ganho no Amp Op Fabricantes de amp op fornecem o valor da corrente de polarização. Tomando como exemplo 80nA. . Um fabricando de 741 estabelece que essa corrente nele pode variar de 80nA a 500 nA. Esse valor é tão pequeno que podemos considerar que a entrada (+) continua estando aterrada.

Ajuste do Ganho no Amp Op A figura a seguir ilustra um amplificador não inversor com acoplamento CA. .

como existe um terra virtual na entrada (-). Na configuração inversora vista.Ajuste do Ganho no Amp Op Mais uma vez o R2 é utilizado para reduzir o erro de offset e influencia na impedância de entrada do amplificador nessa configuração. . a impedância de entrada acaba sendo somente a resistência do resistor R1. Mas. como a impedância de entrada é da ordem de megaohms R2 acaba não fazendo muita diferença.

Normalmente a saída é pelo menos 1V menor que a tensão de alimentação.Considerações finais A tensão de saída de um amp op está limitada ao valor da sua tensão de alimentação. Tem-se sinal de entrada de 500mVcc e um ganho de -50. Seja um amp op alimentado a ±15V. = 500 × −50 = −25 í Nesse caso o amplificador estará saturado. .

. aproximadamente -14Vcc. Num outro exemplo considere que a entrada é de 250mVp-p CA e a alimentação do amp op é de ±9V com ganho de 100.Considerações finais A saída será no máximo. í = 250 × 100 = 25 A saída fornecerá uma máxima oscilação de ±8V.

A frequência de quebra (ou frequência de corte) é aquela a partir da qual o ganho decresce de forma linear em relação à frequência.Considerações finais O gráfico a seguir é conhecido como Diagrama de Bode e relaciona o ganho (dB) do amp op com a frequência. A maioria dos amp ops apresentará uma redução de 20dB por década a partir dessa frequência ( ). .

Considerações finais .

por exemplo. Para se determinar o ganho em dB real (em MA) correspondente a.Considerações finais Este diagrama de bode é aproximado (normalmente são). a frequência de 10Hz. . deve-se subtrair 3dB do ganho medido nesse ponto (100dB – 3dB).

Considerações finais .

o ganho praticamente se mantém constante e só começa a cair a partir da frequência de 100kHz. o ganho cai para 20dB. Isso pode ser observado no primeiro diagrama onde ao aplicar a realimentação.Considerações finais Normalmente amp ops operam em malha fechada e essa configuração aumenta sua largura de banda. Ou seja. no entanto o a frequência de quebra só ocorre em 100kHz (largura de banda). .

.Considerações finais Veja como o diagrama de bode pode ajudar a determinar a largura de banda de um amp op.

Considerações finais O ganho nesse exemplo é: =− = −100 O ganho em dB é calculado sem levar em consideração o sinal negativo. = 20 × log 100 = 40 .

Considerações finais .

Essa é a frequência de quebra desse amp op ( ) onde acima desse valor o ganho cai a uma taxa de 20dB por década. Considerando o erro de 3dB o ganho em é na verdade dado por 40dB – 3dB = 37dB numa frequência que na realidade é um pouco maior que os 10kHz. .Considerações finais Usando o diagrama encontra-se a intersecção do 40dB na frequência de 10kHz.