NÚMERO

:

POS-DE-02

PADRÃO DE OPERAÇÃO
DE SEGURANÇA

ENTRADA EM VIGOR:

05/01/2004
N° REVISÃO: 02

TÍTULO:

TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA
CONTROLE DE REVISÕES

REVISÃO

DESCRIÇÃO

DATA

01
02
03

Revisão geral.
Revisão geral e adequação do formulário do procedimento.
Revisão geral.

19/07/06
01/10/09
26/01/13

REFERÊNCIA ISO:
18.001 – Item 4.4.2 Competência, treinamento e conscientização

CÓPIAS CONTROLADAS

PROCEDIMENTO CORPORATIVO

Elaboração:
Anderson Luiz Nogueira

Revisão:
Gleisiane Assis de Oliveira

Aprovação:
Rogério Araújo Abreu

Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO
INDUSTRIAL LTDA.,
LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim
não autorizado sem permissão escrita do proprietário.

TOTAL DE PÁGINAS:

13

........................................................................................................ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADE...6 5..... TRABALHO COM EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS..................................7.....................................................................................................REGISTROS.......2......................... LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário...............................10 6.............ANEXO....6.. TRANSPORTE E ARMAZENAMENTO DE MATERIAIS......EPI’s INDICADOS.......11 8...11 9.................................APLICAÇÃO....... PÁG............. EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO DE SEGURANÇA ... RISCOS DA ATIVIDADE......................................................................................................................7 5................................................................9 5.LIMPEZA..3 5...3 5.......................... RECOMENDAÇÕES GERAIS DE SEGURANÇA...... TRABALHOS DE FABRICAÇÃO E MONTAGEM DE PEÇAS METALICAS.................OBJETIVO...........................................5 5......................................5......................4..............................INTRODUÇÃO.3 4.............................................. ORGANIZAÇÃO E PRESERVAÇÃO...........................................................: 2 ...............................................3 3...RECOMENDAÇÕES......3 2......3..............................................................12 Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA..................... TRABALHO E MOVIMENTAÇÃO DE MATERIAIS EM ALTURA.................4 5.......................................................................................3 5...................................1..............PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 02 ÍNDICE 1..............................11 7.................................................TAREFA..........

PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 02 1. corte com maçarico. evitar impactos ambientais e qualquer ocorrência que possa alterar a rotina de trabalho e/ou gerar acidentes ou doenças ocupacionais.Regularizar o padrão de segurança para os serviços de fabricação. uso de capa de proteção para realização de atividade na chuva. blusão anti-chama para auxiliar a tarefa de solda e oxi-corte e cinto de segurança em ambientes com risco de queda de altura. APLICAÇÃO . manga de raspa. pré-montagem. identificando os riscos e recomendações de segurança para preservar a segurança e a saúde do empregado.Serviços de fabricação. PÁG. pré-montagem. durante todo o período de trabalho e no trajeto dentro do ambiente e horário de trabalho. estruturas metálicas.Para apoio as atividades de manutenção industrial se faz necessária a utilização de empregados e equipamentos nos serviços de fabricação.. queimadura e prensamento). telhas. pré-montagem. 4. RECOMENDAÇÕES 5.Este procedimento aplica-se a obras e/ou setores da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA. soldagem elétrica e estocagem de peças.1. estocagem e expedição de peças. óculos de segurança. 3. atividade ou local. . 5. avental de raspa. protetor auditivo (em ambientes com ruído).EPI’s INDICADOS .1. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário. perfuração. 5. Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA. INTRODUÇÃO . EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO DE SEGURANÇA . estocagem e expedição de peças. luva de raspa cano longo/curto (risco de corte. estruturas metálicas e telhas. máscara para soldador (quando na realização de solda). botina com biqueira de aço. Nota: A tonalidade da lente de proteção da máscara de solda deve ser de acordo com a corrente de solda. óculos para maçariqueiro com lentes filtrantes tonalidade 6 ou 8 e lentes incolores (quando na realização de oxi-corte).Tendo em vista aos riscos de acidentes existentes nestas atividades. bem como. respirador sem manutenção PFF2 contra fumos metálicos. .Para proteção da integridade física e saúde dos empregados é obrigatória a utilização dos seguintes EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual): Capacete c/ jugular. perneira de raspa. protetor facial (quando da utilização de esmerilhadeira e furadeira vertical de bancada). etc.1. Os empregados devem obrigatoriamente usar todos os EPI’s indicados para a função..Sistematizar a elaboração das Análises de Riscos nas principais atividades da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA . estruturas metálicas e telhas. torna-se obrigatório o cumprimento dos procedimentos descritos neste padrão de operação de segurança. 2. OBJETIVO . no pátio do canteiro de obras (oficina) para serem montados nos galpões e edificações prediais.: 3 . TAREFA .

2. esmerilhadeiras.2. cortes..1.6.    5. perfurações Transporte de ferramentas. etc.4. 5. equipamentos.7. 5. Na divulgação do padrão de operação.2.º PSE-DE-25. Para atividades com exposição ao sol.  5.1.. É expressamente proibido o empregado ficar exposto em locais de risco de queda de altura o mínimo de tempo que seja. RISCOS DA ATIVIDADE 5. 5. Queda humana de mesmo nível. Na execução dos serviços de soldagem elétrica e corte com maçarico.3. materiais e equipamentos.. Nota: O empregado deve obedecer às instruções de uso do cinto de segurança do Procedimento n. ferramentas.. Na preparação.5.1. 5.    5.1.2.1.   5.2.  5. esmerilhadeiras. etc.º PSE-DE-26. Na execução dos serviços de preparação. Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA. Na operação de equipamentos rotativos como: furadeiras.2.3. se faz necessário o uso do capuz.4..  5.: 4 . esmeril. Na operação de equipamentos rotativos como: furadeiras.. Falha na comunicação.2. soldagem e corte com maçarico nas peças/estruturas metálicas posicionadas sobre as bancadas..2. Na preparação/fabricação de peças/estruturas metálicas. montagem. É obrigatório para o empregado o uso de camisa manga longa em ambientes com poeira e céu aberto. cilindros de gases. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário..   Prensamento.2.5. Ao locomover na Oficina e Pátio do Canteiro de Obras.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 02 Nota: O empregado deve obedecer às instruções de uso do respirador no Procedimento n. Durante a realização das atividades dentro do galpão é obrigatório o empregado usar óculos de segurança com lentes incolores. se não estiver utilizando dispositivo de Segurança (EPI ou EPC) para evitar risco de queda humana. montagem e transporte de peças/estruturas metálicas. Quando da ocorrência de acidentes ou interferências no local de trabalho.2. Queda de materiais. PÁG.. 5. Torções lombares No transporte de materiais diversos. etc. Queda Humana de nível diferente Ao posicionar-se sobre as bancadas da Oficina. Corpo estranho nos olhos Durante a execução das atividades na Oficina/pátio do Canteiro de Obras. esmeril. fabricação.

Na utilização de fósforo.2.2. Os empregados devem realizar DDS (Diálogo Diário de Segurança) antes de iniciar os serviços.3.: 5 . É expressamente proibido o empregado dispersar para outras áreas sem autorização do Encarregado. No processo de corte com maçarico e soldagem elétrica. causando impacto ambiental.2.     Ao operar o aparelho de oxi-corte. Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA. 5.   Na disposição de resíduos sólidos a que venha causar impacto ambiental no solo. Na movimentação e transporte de produtos sólidos. água e ar. incêndio. PÁG. Em exposição a fumos metálicos em suspensão.3. Na utilização da porta eletrodo. Todos os empregados devem conhecer e obedecer às recomendações deste Padrão de Operação de Segurança antes da execução do serviço e mantê-lo no local de trabalho. Degradação Ambiental. 5. devendo confirmar ao encarregado ou líder perante a equipe que está em boas condições físicas e psíquicas para realizar o trabalho. 5. Queimaduras.3. água e ar. Em exposição a ruído.9.2.4.11. 5. O empregado deve concentrar-se em seu trabalho não distraindo com pensamentos vagos.    Ao operar equipamentos elétricos.14.  Na estocagem de cilindros de gases nos depósitos. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário. 5. Ao substituir os eletrodos no porta eletrodo da máquina de solda.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 5. 5.      Em exposição aos raios ultravioletas oriundos da solda elétrica.   02 Perda Auditiva. 5. Ao manusear os cabos elétricos de alimentação dos equipamentos.  5.1. em contato com fios elétricos energizados.12. líquidos e gasosos que possam entrar em contato com o solo. Falha na sinalização.8. Após divulgação o Encarregado deverá colher assinatura dos empregados no documento de termo de compromisso e responsabilidade. isqueiro comum ou chama direta para acender o maçarico. Ao manusear peças metálicas quentes.3. RECOMENDAÇÕES GERAIS DE SEGURANÇA 5.3. Choque elétrico/curto circuito.3.2.13. explosão.. Em exposição a poeiras metálicas. Ao deixar cilindros de gases em exposição a fontes de calor ou chama. Intoxicação por gases. No processo de corte com maçarico. Na montagem dos reguladores de pressão nos cilindros de gases. 5. 5.2. Inalação de aerodispersóides.10.2.2.

4. em caso de incêndio solicitar Bombeiro. 5.3.13. pois estes produtos queimam violentamente na presença de oxigênio. 5.3. redobrando a atenção olhando para ambos os lados principalmente ao transitar próximo ou cruzar a linha férrea devido à movimentação de locomotivas e suas composições. projeção de peças ou de partículas de materiais devem ser providos de proteção adequada. ou seja. As máquinas e os equipamentos que ofereçam risco de ruptura de suas partes móveis.3.4.10.11.6. 5. quando não estiverem sendo utilizadas. Nota: Havendo duvida quanto a qual PSE – Procedimento de Segurança do Equipamento utilizar.1. comunicar a supervisão e Serviço de Segurança. 5. 5.3. pois qualquer faísca pode provocar sua queima. 5. deverão ser comunicadas a supervisão para serem registrados em meios adequados conforme procedimento da empresa contratante.4. utilizando passagens e acessos seguros. As ferramentas manuais que possuam gume ou ponta devem ser protegidas com bainha de couro ou outro material de resistência e durabilidade equivalentes. Em caso de acidente e/ou qualquer interferência no local do serviço. saúde ocupacional e meio ambiente. 5.8.4. proibindo-se o emprego das defeituosas. Rota de fuga em caso emergência (acidente e/ou incêndio) o empregado deve paralisar a atividade imediatamente.. É proibido o contato de óleo ou graxa com qualquer parte do cilindro ou linhas de oxigênio. TRABALHO COM EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS 5. em caso de acidente com lesão solicitar imediatamente Ambulância e aguardar no ponto de urgência mais próximo.Procedimento de Segurança do Equipamento.6.3.3. 5. não devendo permanecer no seu posto de trabalho.. As ocorrências de não-conformidade relativas à segurança. Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA.4. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário.5. É proibido o porte de ferramentas manuais em bolsos ou locais inapropriados. danificadas ou improvisadas.9.3. A operação de máquinas e equipamentos que exponham o operador ou terceiros a riscos só pode ser feita por trabalhador qualificado. o empregado deve ter treinamento. 5. 5.12.3.5. 5.4.2. autorização da gerencia e com conhecimento do PSE .: 6 .3. 5.4.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 02 brincadeiras ou entreter com outras atividades. Os empregados devem conhecer e respeitar a sinalização na área industrial. O empregado deve inspecionar equipamentos e ferramentas diariamente antes de usá-la caso esteja danificada substituí-la imediatamente. 5.4.7. 5. É proibido soprar oxigênio sobre a roupa. as instalações ou o próprio equipamento deve-se paralisar a atividade imediatamente. quando em altura descer pela a via de acesso de forma segura e ordeira e dirigir em sentido ao ponto de urgência mantendo afastado da região de risco. As ferramentas devem ser apropriadas ao uso a que se destinam. O empregado deve transitar atentamente pelas ruas utilizando as faixas de pedestre e obedecendo à sinalização trânsito.3. Havendo detecção a qualquer momento de condição que coloquem em risco funcionários. PÁG. O reinicio da atividade somente será liberado com autorização do responsável pelo setor. No horário de almoço o empregado não pode deitar e descansar em locais de risco de acidente. 5. consultar a master-list junto ao responsável pelo serviço de segurança da obra ou setor.

Não levantar a carga com o gancho da talha.4.. Possuir trava se segurança no gancho..11. a menos que estas estejam desenergizadas e realizada o bloqueio da chave de alimentação com plaqueta de segurança conforme Procedimento Bloqueio/Liberação de Equipamento da empresa contratante.9. Se a talha está identificada com a carga limite. 5.4.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 02 5.4.. e transformadores elétricos. Partes rotativas e móveis totalmente protegidas.11.5.1. após verificar: 5.11. 5. PÁG. Manter a carga suspensa na talha. 5.11. O isolamento de emendas e derivações deve ter característica equivalente à dos condutores utilizados.4. TRABALHOS DE FABRICAÇÃO E MONTAGEM DE PEÇAS METALICAS 5. 5. 5. 5. 5.2. 5.4. As emendas e derivações dos condutores devem ser executadas de modo que assegurem a resistência mecânica e contato elétrico adequado.11. pelo menor tempo possível..4.6.4. 5.11.5. 5.11.4. ruptura ou abrasão. 5.4.4.5. Indicação da capacidade de carga máxima visível à distância. O peso correto da carga a ser içada e ou movimentada e a capacidade da talha. 5.15..4. com relação à carga.3.4.4.7. É proibido o empregado a execução de atividade próximo de redes.5.4. 5. linhas. Gancho provido de trava de segurança.3.2. Os circuitos elétricos devem ser protegidos contra impactos mecânicos.11. O operador deve se posicionar de forma segura.4.13.2.: 7 .4. Os empregados devem manter boa comunicação e sincronismo entre os envolvidos durante Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA.11.11.4.4.1. É proibida a presença de substâncias inflamáveis e/ou explosivas próximo aos cilindros de oxigênio.16.. A talha deve atender aos seguintes requisitos em perfeito estado de uso: 5. 5. deve ser utilizado estropo ou cabo apropriado ou cinta e sempre que necessário utilizar acessórios apropriados para facilitar a movimentação. É proibida a existência de partes “vivas” expostas de circuitos e equipamentos elétricos.5.17.10.4. Sempre que a fiação de um circuito provisório se tornar inoperante ou dispensável deve ser retirada pelo eletricista responsável.5..11. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário. 5.1. 5.4.4. 5.19. Não colocar gancho do equipamento diretamente na peça. As mangueiras do conjunto oxi-corte devem possuir mecanismos contra o retrocesso das chamas na saída do cilindro e chegada do maçarico.5. O operador deve ter conhecimento e somente operar e movimentar a carga. 5.4.. É proibida a utilização de ferramentas elétricas manuais sem duplo isolamento.8.4. pés ou outras partes do corpo em situações e locais onde ofereçam risco de prensamento. 5.. 5.5. 5..11. 5. umidade e agentes corrosivos.14.7.12.5. A execução e manutenção das instalações elétricas devem ser realizadas por trabalhador qualificado e a supervisão por profissional legalmente habilitado.4. nem obstruam o trânsito de trabalhadores e equipamentos. Não fazer solda nos elos das correntes.18.5. estampada na sua estrutura.. 5..4. Os condutores de alimentação das ferramentas portáteis devem ser manuseados de forma que não sofram torção.5.5.4. 5. O empregado durante todo o período de manuseio de materiais não deve posicionar as mãos..4.11.

5. para assegurar-se de que o mesmo encontra-se em condições de uso. A equipe não deve deixar os cilindros de gases armazenados abaixo da região de queda de fagulhas de corte com maçarico. deverá ser colocado sinalização de metal quente na peça para informar e manter outros empregados distantes da superfície quente até o seu resfriamento total. madeira.9.13.5. 5.5.14.5. porcas.5.5. 5. tambores de óleo.5. afim de evitar que pessoas próximas ao local fiquem expostas as radiações do arco elétrico.12. Nota: Caso seja necessário manter extintor adequado no local.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 02 a atividade de manuseio e movimentação manual de materiais.. Na utilização de Caminhão Munck para segurar peça metálica na realização de solda elétrica a mesma deve estar presa por cintas de içamento. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário. Movimentação de peças metálicas com risco de prensamento ou queda do soldador.4. 5. ferramentas e materiais onde seja necessário seu apoio em locais de possível movimentação. recipientes adequados para depositar parafusos. graxa. No momento de execução dos serviços de oxi-corte ou solda é expressamente proibido o empregado executar outras atividades paralelas no local que ponha em risco a segurança do soldador.15. 5. Manter um extintor de incêndio na área de trabalho e inspecioná-lo visualmente regularmente. em seu posto de trabalho. 5. Nos serviços a quente quando parado ou terminado. Os elementos componentes da estrutura metálica não devem possuir rebarbas cortantes.5.5.7. 5.10.5.3. 5. pano.: 8 .18. Quando o trabalho estiver terminado. arruelas. chaves ou outras). 5.5.5.5. fechar as válvulas de todos os cilindros. deve parar a atividade e reavaliar a situação de risco e em seguida reiniciar a desmontagem de uma forma segura utilizando as ferramentas adequadas (alavanca.5. Os materiais inflamáveis ou equipamentos que não puderem ser retirados deverão ser protegidos com material resistente ao fogo e ter acompanhamento de brigadista durante a execução do serviço a quente. O empregado ao realizar desmontagem ou montagem de estruturas e peças metálicas e perceberem que os mesmos não soltaram ou acomodaram totalmente ou corretamente. As áreas de soldagem elétrica devem ser protegidas com biombo.5. O empregado soldador não deve lançar eletrodo ou tocos sobre o chão e sim jogar em coletores apropriados. As peças estruturais pré-fabricadas devem ter pesos e dimensões compatíveis com o equipamento de transporte e guindar. PÁG. Deve ficar à disposição do empregado. plástico.6. inspecionar a área quanto às possíveis focos de incêndio ou material em chamas. solda e de esmerilhamento ou próximos às fontes de calor. 5. todas as possibilidades de instabilidade deverão ser bloqueadas.17.16. Na utilização de VEICULO GUINDASTE ou CAMINHÃO MUNCK para içamento e descida de materiais obedecerem às recomendações do Procedimento PSE-DE-12 ou POS-DE-01 Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA.19.) que estiverem posicionados abaixo ou próximo da região de execução dos serviços de corte com maçarico ou solda elétrica. 5. rebites e ferramentas durante a execução do serviço. 5. 5. Durante a montagem de peça metálica a mesma deverá estar amarrada ou travada de forma segura para que evite deslocamento ou giro brusco do material e atinja o empregado ao realizar a montagem final da peças.5. Ao executar atividades com equipamentos. A equipe antes de iniciar o serviço a quente deve retirar materiais inflamáveis (papel. 5.5. 5. etc.5. 5.8. sendo proibido uso de laços de cabo de aço. 5.5. Ex.11.

6. não obstruir portas ou saídas de emergência e não provocar empuxos ou sobrecargas nas paredes.5.  A coluna deve estar ereta. separados dos cilindros cheios.7. Nota: Os empregados para montar andaime devem possuir treinamento. antes de marcá-los. a granel ou embalados.5. barras.  As pernas e braços flexionados.6.6. 5. Na utilização torre de Andaime Tubular de Quadro como plataforma de trabalho para a execução dos serviços obedecerem às recomendações do Procedimento PSE-DE-16 para a montagem e utilização do equipamento. não forçando a coluna durante o transporte e manuseio de materiais. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário.9. a circulação de materiais.4.6. com espaçadores e peças de retenção. lajes ou estruturas de sustentação. 5. o acesso aos equipamentos de combate a incêndio. 5. 5. Os cilindros vazios devem ser armazenados em local próprio. não fazer força que julgar excessiva a sua capacidade e resistência. 5.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 02 respectivamente. Os cilindros de gases combustíveis devem ser armazenados em recintos diferentes.6. pranchas e outros materiais de grande comprimento ou dimensão devem ser arrumados em camadas.6.6. É proibido empilhar cilindros. 5. separados de acordo com o tipo de material e a bitola das peças. isolados com paredes de material não combustível. Tubos.8. 5. 5. 5. de forma a não prejudicar a estabilidade das pilhas. PÁG.6. 5. 5. O armazenamento deve ser feito de modo a permitir que os materiais sejam retirados obedecendo à seqüência de utilização planejada. o cinto de segurança deve ser preso em cabo de aço com uso de trava queda.6.11.: 9 . deve pedir ajuda aos colegas e/ou utilizar recursos mecânicos. As madeiras devem ser empilhadas. além do previsto em seu dimensionamento. obedecendo às seguintes orientações:  Os ombros devem ser posicionados para trás. o ponto de ancoragem do cabo de aço não pode ser no andaime e a torre não pode ultrapassar o limite de cinco metros. devem ter forma e altura que garantam a sua estabilidade e facilitem o seu manuseio.20.6. Os materiais não podem ser empilhados diretamente sobre piso instável.6. arames e fitas de amarração.2. As pilhas de materiais. O levantamento manual ou semi-mecanizado de cargas deve ser executado de forma que o esforço físico realizado pelo trabalhador seja compatível com a sua capacidade de força. vergalhões. tendo-se o cuidado de fechar as válvulas e colocar as tampas protetoras.  O pescoço alinhado com a coluna. úmido ou desnivelado. TRANSPORTE E ARMAZENAMENTO DE MATERIAIS 5.  Após levantar a carga manter a mesma o mais próximo possível do tórax (peito) durante o Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA. O empregado deve manter uma postura correta ao levantar ou baixar peso. perfis.3.6. 5.10.1.. Os materiais e ferramentas devem ser armazenados e estocados de modo a não prejudicar o trânsito de pessoas e de trabalhadores. O empregado deve posicionar-se da maneira mais segura possível. depois de retirados ou rebatidos os pregos.6.

17. ou seja. Antes de executar serviços em altura à equipe deve isolar a área no piso com risco de queda de material com tela de segurança (cerquite) e sinalizar com placas de segurança.15. Os carros manuais para transporte devem possuir protetores para mãos.7.7. Nota: O empregado deve obedecer as demais recomendações do Procedimento PSE-DE-19. 5.7. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário.6.7.13.1. 5.2. a mesma deverá ter sua extremidade superior amarrada no local de uso (estrutura resistente do galpão ou prédio) e posicionada em local sem movimentação de pessoas e portas de acesso.6.6. No transporte e descarga de elementos estruturais. 5.16. O empregado na utilização de escada portátil.6..7. 5. O empregado para utilizar a escada portátil ou marinheiro devera estar portando cinto de segurança com dois talabartes (spia) e prender os mesmos alternadamente na estrutura da escada.  Evitar movimentos bruscos com o corpo.6.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 02 transporte. É proibido o empregado movimentar em escadas portátil. principalmente durante o transporte manual de carga. peças metálicas diversas) deveram ser estocados em locais apropriados e com suas arestas cortantes e pontiagudas voltadas para baixo.19. 5.: 10 . 5.12. Os tubos que possuírem curvas não poderão ser posicionados no piso com as “bocas” voltadas para cima ou para baixo. rufo.7. PÁG. andaime e estruturas metálicas. possuir Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA. andaime e estrutura metálicas utilizando luvas que limitam o movimento e a aderência das mãos ao degrau ou peça (ex.7. transportando qualquer objeto nas mãos. Os equipamentos de transportes de materiais devem possuir dispositivos que impeçam a descarga acidental do material transportado 5. Os cabos de aço utilizados para fixação do cinto de segurança em altura devem possuir diâmetro mínimo de 8 mm (oito milímetros).7. O empregado deve utilizar sempre que possível equipamentos ou veículos para transporte e movimentação de materiais e equipamentos pesados e em longos percursos. TRABALHO E MOVIMENTAÇÃO DE MATERIAIS EM ALTURA 5.14. Para realização de atividades com tubos metálicos os mesmos deverão estar armazenados corretamente em suportes apropriados (tipo berço) ou um ao lado do outro em piso corretamente nivelado. devem ser adotadas medidas preventivas quanto à sinalização e isolamento da área. 5.4. as mãos deverão estar totalmente livres para os movimentos de pega nos degraus ou peças.7.18. É proibido o empregado movimentar em escadas portátil.6.3.5.6.6. 5. para não pisar em falso. 5. 5. luva de raspa). estar em bom estado de conservação. 5.6. Nota: Somente um empregado pôr vez pode subir ou descer a escada portátil. 5. Todos os segmentos “peças” de calha nova devem possuir alças internas nas extremidades para manuseio e ajuste da mesma durante a fase de montagem. Os materiais (calhas. 5. nesta condição devem estar calçados adequadamente para que não rolem. a não ser que estejam devidamente apoiados e calçados em suporte apropriados (cavaletes) ou parcialmente soldado de forma segura para que não haja risco de girarem. 5. Os empregados devem manter boa comunicação e sincronismo entre os envolvidos durante a atividade de manuseio e movimentação manual de materiais e equipamentos. tendo cuidado com os degraus e plataformas.

Toda plataforma de trabalho em altura deve possuir proteção contra quedas constituída de anteparos rígidos. O canteiro de obras deve apresentar-se organizado. em sistema de guarda corpo com altura de1. para que o mesmo oriente sobre correta destinação. 6. devidamente treinados e autorizados a realizar esta atividade. 6. 6. valetas e outros lugares enclausurados que existem na área.7.8. 6.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: 02 TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA suas extremidades fixadas na estrutura resistente do galpão de preferência tesouras através de suportes de aço (clipes) com quatro unidades em cada extremidade e devem ser inspecionados diariamente. É proibido manter lixo ou entulho acumulado ou exposto em locais inadequados do canteiro de obras. Nota: A equipe deve obedecer às demais recomendações de uso de Cabo de Aço Guia do Procedimento PSE-DE-22. 5.10. . 6. Estas deverão ser acatadas e praticadas por todos os empregados. 6..7.8. O empregado deve manter jardins. Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA. todas as poças d’água encontradas no local de trabalho. transportar e destinar todos os resíduos provenientes das obras e serviços conforme recomendações de Procedimento de Meio Ambiente da empresa contratante.O presente Padrão de Operação de Segurança contém orientações inerentes à execução da atividade supracitada. É proibida a queima de lixo ou qualquer outro material no interior do canteiro de obras. canteiros gramados e árvores cuidados e preservados. encarregados e lideres de grupo: cumprir e fazer cumprir este padrão de operação.6. devem ser tomados cuidados especiais. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADE . o empregado deverá comunicar ao responsável pela obra ou setor. 7.4. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário. O entulho e quaisquer sobras de materiais devem ser regularmente coletados e removidos. ORGANIZAÇÃO E PRESERVAÇÃO 6. Havendo geração de resíduos que gere dúvidas quanto à destinação. Por ocasião de sua remoção. coletar.2. Os empregados deveram selecionar.20 metro e piso com forração completa com material resistente. inclusive a terceiros (parceiros/contratados).11. O empregado deve eliminar logo que possível. O empregado deve manter a área organizada e limpa. limpo e desimpedido. 6. 6.5. 6. .É de responsabilidade do SESMT da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA manter este procedimento atualizado.70 metro para o travessão intermediário e rodapé com altura de 0. 6.1.Cabe aos supervisores. 6.9. LIMPEZA. fazer varrição sempre que possível.12.3. de forma a evitar poeira excessiva e eventuais riscos. armazenar. para que o mesmo o oriente sobre a correta destinação.20 metro para o travessão superior e 0. 6.: 11 . O empregado deve evitar transitar sobre os canteiros gramados. PÁG. Havendo dúvidas quanto à destinação de resíduos. notadamente nas vias de circulação e passagens. O empregado não pode urinar paredes. o empregado deve comunicar a setor de meio ambiente da empresa contratante.

REGISTROS IDENTIFICAÇÃO ARMAZENAMENTO PROTEÇÃO RECUPERAÇÃO Registro de presença em Treinamento Meio físico Obra/Setor Meio eletrônico Matriz Termo de compromisso e responsabilidade Meio físico Setor Pasta suspensa Backup Anexo ao procedimento Pasta catalogo Por nome e n° do procedimento Por chapa. obra e treinamento Por nome TEMPO DE RETENÇÃO DESCARTE Permanente - Permanente - Permanente - 9. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário..: 12 . ANEXO Anexo I – TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA.PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA TÍTULO: NÚMERO: POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 N° DA REVISÃO: 02 TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA 8. PÁG.

evitar impactos ambientais e qualquer ocorrência que possa alterar a rotina de trabalho e/ou gerar acidentes ou doenças ocupacionais. devidamente treinados e autorizados a realizar esta atividade . bem como.: 13 . inclusive a terceiros (parceiros/contratados). Objetiva sistematizar a elaboração das Análises de Riscos nas principais atividades da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA . PÁG. Data Nome Chapa Assinatura Este documento é de propriedade da DELTA ENGENHARIA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL LTDA.NÚMERO: PADRÃO DE OPERAÇÃO DE SEGURANÇA POS-DE-02 ENTRADA EM VIGOR: 05/01/2004 TÍTULO: N° DA REVISÃO: 02 TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRA Anexo I – TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE O presente Padrão de Operação de Segurança contém orientações inerentes à execução da atividade supracitada.. LTDA não podendo ser reproduzido ou usado para qualquer fim não autorizado sem permissão escrita do proprietário. identificando os riscos e recomendações de segurança para preservar a segurança e a saúde do empregado. Estas deverão ser acatadas e praticadas por todos os empregados.