The 5 C's of Learning Piano Technique

One of the most difficult things for any piano teacher to impart is the necessity of learning
technique properly and incorporating it into a daily practice routine. I have found that talking
about how to practice technique, why it is important, and what it can instill in an individual's
playing are essential to a piano student's continued development.
Here are five C-words that can help with this task.

1. Command. Scales, triads, chords, and arpeggios are not stand-alone exercises--they
are building blocks for creating music, as any composer will tell you. Knowing how to play
these musical building blocks will simplify the process of learning and understanding music
you encounter. In addition, technique contains the seeds of piano playing's physicality such
as finger strength, good fingering habits, finger crossing, arm weight, hand and arm
stability, and the integration of these over time into an efficient playing setup. That scale
passage in a Beethoven Sonata will be much easier to incorporate into your performance if
you know you've already learned and mastered the relevant scale and its fingering.
The Brown Scale Book For Piano. Scales, Chords and Arpeggios for Piano.
Technique. Elementary-Advanced. Level: Grades 1-10. Book. 46 pages.
Published by The Frederick Harris Music Company. (HS1)
See more info...

2. Clarity. Have you heard a perfectly executed 4-octave arpeggio lately? They are
becoming rarer and rarer these days, to the chagrin of many an RCM examiner. Spending
time on these technical exercises can teach you to listen to the details of playing necessary
for developing an acute sense of awareness that can allow you to be in the moment in all
your playing.
3. Comfort. Technique isn't just about the accuracy game, but about incorporating a large
number of physical concepts into a whole. Are you comfortable when you play? Where is
the tension? Does anything hurt? Working with your teacher in solving these problems
through technique can create a basis for a stable and workable playing setup when playing
repertoire.
4. Creativity. A common myth about technique is that is is boring. Part of a teacher's job is
to make the daily dose into a fun and rewarding part of a student's practice day. Why not
bundle basic technical exercises with the learning of musical concepts? Here are just a few
ideas:

Vary dynamics, pp to ff, play with crescendo and diminuendo

Vary articulations--try playing scales with different articulations and combinations of
articulations.

Vary the order--Arrange the order of exercises by type (ie. octave scales, triads,
etc.), key, play them all and note the problems, work only on problem patterns. Warm up
with technique or cool down with it. Creating a new experience all the time can eliminate
the boredom.
5. Confidence. It's performance night and you've waiting backstage. Have you done your
work? If you haven't, you may experience the genuine fear associated with performance
anxiety and it ain't fun. How to deal with performance anxiety? Do your preparation, both
with the specific piece you're performing and the relevant technical requirements, so you
can feel the deep confidence of both being able to play both musical works and your
instrument with command, clarity, comfort, creativity, and confidence.
Piano Adventures Technique & Artistry Book, Level 1 By Randall Faber,

se você sabe que você já aprendeu e dominou a tabela em vigor.. 1. Level: Grade 1. Sente-se confortável quando você joga?Onde é a tensão? Alguma coisa dói? Trabalhando com o seu professor na solução desses problemas através da técnica pode criar uma base para uma configuração de jogo estável e viável quando se joga repertório. Já ouviu perfeitamente executado arpejo 4 oitavas ultimamente?Eles estão se tornando cada vez mais raras nos dias de hoje. Por que não agregar exercícios técnicos básicos com a aprendizagem de conceitos musicais?Aqui estão apenas algumas idéias: .. tríades.Nancy Faber. Piano Adventures. para o desgosto de muitos um examinador RCM. For Piano. Aqui estão cinco palavras-C que podem ajudar nesta tarefa. Passar o tempo nesses exercícios técnicos pode ensiná-lo a ouvir os detalhes de brincar necessário para o desenvolvimento de um agudo senso de consciência que pode permitir-lhe estar no momento em todo o seu jogo. O Brown Escala Livro Para Piano. 2. por isso que é importante. (HS1) Veja mais informações . (FF1097) See more info. Nível: Grades 1-10. Eu descobri que falar sobre como praticar a técnica. Fundamental-Advanced. Um mito comum sobre a técnica é que é chato. como a resistência dedo. Escalas. 46 páginas. 3. técnica não é apenas sobre o jogo de precisão. mão e braço estabilidade.Criatividade. cruzamento dedo. Clarity. bons hábitos de dedilhado. braço de peso. Book. Publicado por A Frederick Harris Music Company. . como qualquer compositor irá dizerlhe. Published by The FJH Music Company. e seu dedilhado. Saber jogar esses blocos de construção musical vai simplificar o processo de aprendizagem e entender a música que você encontrar. Parte do trabalho de um professor é fazer com que a dose diária em uma parte divertida e gratificante do dia da prática do aluno. acordes e arpejos não são stand-alone exercícios .Book. Os 5 Cs de Aprendizagem Técnica Piano Uma das coisas mais difíceis para qualquer professor de piano para dar é a necessidade de aprender a técnica adequada e incorporá-lo em uma rotina de prática diária. Técnica.eles são blocos de construção para a criação de música. mas sobre a incorporação de um grande número de conceitos físicos em um todo. Comando Scales. Inc. eo que pode incutir em jogo de um indivíduo são essenciais para a continuação do desenvolvimento de um estudante de piano.. Além disso. bem como a integração destes ao longo do tempo em uma configuração de jogo eficiente. Essa passagem de escala em um Beethoven Sonata será muito mais fácil de incorporar em seu desempenho.. acordes e arpejos para Piano. a técnica contém as sementes de fisicalidade piano de jogo. 4. Comfort.

5. etc).Organizar a ordem dos exercícios por tipo (. trabalhar apenas em padrões de problemas. criatividade e confiança. .Criando uma nova experiência o tempo todo pode eliminar o tédio. Seu desempenho noite e você esperando nos bastidores. pp para ff . tríades. clareza. confiança. tanto com a parte específica que você está executando e os requisitos técnicos aplicáveis.Como lidar com a ansiedade de desempenho? Faça a sua preparação. Varie a dinâmica. chave.tente tocar escalas com diferentes articulações e combinações de articulações.  Varie a ordem . conforto. jogá-los todos e observe os problemas. para que você possa sentir a profunda confiança de ambos serem capazes de jogar tanto obras musicais e seu instrumento com comando. Ou seja. você pode experimentar o medo genuíno associado com ansiedade de desempenho e não é divertido. brincar com crescendo e diminuendo  Varie articulações . escalas de oitava. Aqueça-se com a técnica ou se refrescar com ele.Você já fez o seu trabalho? Se você não tem.