You are on page 1of 2

Fotos: arquivo

INOVAÇÕES EM LOJAS

Só o que está na moda
No Japão, RanKing RanQueen muda sortimento semanalmente para apresentar apenas
os best-sellers em cada categoria
Nas grandes cidades, os consumidores vivem sobrecarregados de escolhas que precisam
fazer a todo instante. Existe uma infinidade de opções de produtos e serviços, das mais variadas
marcas, modelos e recursos. De escovas de dente a telefones celulares, as possibilidades são
imensas e o stress do processo de decisão é cada vez maior. Esse processo leva a sérias
questões, a começar pela desorientação do consumidor frente a uma gama enorme de escolhas e
ao pouco tempo disponível para tomar uma decisão.
Esse cenário abre oportunidades para negócios e empresas que tenham como foco tornar a
vida das pessoas mais simples. É o caso da rede de lojas de conveniência RanKing RanQueen,
desenvolvida pela japonesa Tokyu Corporation e atualmente com 12 lojas na região metropolitana
de Tóquio. A empresa usa um sistema de ranqueamento dos produtos para facilitar a tomada de
decisão dos clientes, apresentando apenas os melhores artigos de cada categoria e classificandoos como escolhas “nobres”, chamadas de “reis” e “rainhas”. Em inglês, “kings” e “queens”,
justificando o nome da rede.
Semanalmente, informações de vendas das principais lojas de departamentos de Tóquio
são integradas a dados de pesquisas de mercado realizadas por empresas independentes para
criar uma lista dos produtos mais “quentes” da cidade. Os mais bem colocados ganham espaço
nas lojas RanKing RanQueen. Dependendo da categoria, somente os três, cinco ou dez principais
itens são colocados nas lojas, expostos nas vitrines e nas prateleiras. No total, são apresentadas
cerca de 250 categorias de produtos e pouco mais de 1.000 SKUs, na maior parte itens de não-

modernas. um exemplo de como os produtos são expostos.Um conceito inusitado de negócios e que leva às últimas consequências as modas passageiras de produtos “quentes”: um sortimento que muda a cada semana de acordo com a resposta dos clientes. urbanas. Assim. formado por mulheres entre 20 e 30 anos.S. livros. com indicações da posição de cada item no ranking. que representa sua posição no ranking naquela semana. dinâmicas. uma das vitrines. são apresentados itens como massas. Uma visita a uma loja RanKing RanQueen oferece uma fotografia das tendências do mercado japonês. DVDs. endereços imperdíveis para jovens mulheres trendy que querem aproveitar a hora do almoço para estar a par das mais recentes novidades em todas as categorias de produtos. arroz. membro do Ebeltoft Group . sopas e chás. As lojas estão localizadas em estações do metrô de Tóquio ou nas imediações. Ao lado. nos últimos anos. o que permite alcançar seu público alvo principal. O posicionamento da empresa é oferecer às consumidoras a segurança de que estão fazendo as escolhas corretas. uma análise mais aprofundada mostra que produtos semelhantes estão sempre juntos e que cada um deles conta com um pequeno cartaz com um número. Por A. com fachada de neon e luzes indiretas nas prateleiras ressaltando revistas. doces e badulaques dos mais variados tipos. os consumidores também podem acompanhar a evolução de seus produtos favoritos e perceber qual é o novo item “quente” da lista. como sais de banho. que não têm tempo livre mas são ligadas nos produtos da moda. papelaria. Louken. Por conta da rotatividade semanal do sortimento. Embora sua aparência comum passe a ideia de uma loja de presentes convencional. também com luz indireta e grande destaque para os itens expostos alimentos. Na área de alimentos. os pontos de venda se tornaram. em que modas passageiras mal nascem. já morreram. CDs. Abaixo. itens de beleza e medicamentos. de produtos que estão na crista da onda. O que é algo bastante delicado em uma cidade como Tóquio. DVDs.