ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO

INTRODUÇÃO

O nosso Projeto de classes de Ensino Especial com Educadoras, Professores e
Técnicos especializados para crianças com NEES, é um projecto de integração dessas
crianças no dia-a-dia da comunidade do ensino regular e na vida da comunidade
circundante.

Este projecto tem vindo a ser realizado ao longo de 30 anos com sucesso. O nosso
Alvará permite 30 alunos com NEES, num universo escolar de 400 alunos do Ensino
Regular.
Os alunos estão divididos por 3 classes com:

- Professoras e Educadoras Especializadas;
- Auxiliares de Ação Educativa.

Estas crianças são igualmente reeducadas por:
- Terapeuta da Fala;
- Técnico de Psicomotricidade;
- Técnica de Musicoterapia.

A Equipe é chefiada pela Coordenadora do Externato e por uma Psicóloga.
Os alunos têm como Projetos de Currículo Alternativo:

- Expressão Dramática;
- Culinária;
- Drama, Arte e Movimento;
- Natação;
- Hipoterapia;
- Judo.

[Externato Grão Vasco]

Página 1

 Protocolos com empresas do ramo de restauração. lojas. Sensorial  Festas.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO DESENVOLVIMENTO DO PLANO PEDAGÓGICO DAS CLASSES DE ENSINO ESPECIAL OBJETIVOS GERAIS Educar e Reeducar através da relação afetiva Afetivo Estimular o desenvolvimento Cognitivo Motor Linguagem: 1º. etc.  Recreios. Promover a relação ESCOLA /PAIS/ESCOLA PAIS ALUNO ESCOLA ESCOLA PAIS [Externato Grão Vasco] Página 2 .  Visitas de Estudo.  Refeitórios. Comunicação Pré-Verbal 2º Comunicação Verbal Integrar na comunidade escolar e circundante através de:  Atividades específicas do Ensino Regular. pastelaria. carpintaria/recuperação de móveis.

ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO OBJETIVOS ESPECÍFICOS Temos como objetivos específicos para estes alunos:  A sua inserção / integração / inclusão na vida comunitária escolar com toda a população do Ensino Regular. [Externato Grão Vasco] Página 3 . através da sua inserção social e no mercado de trabalho. através não só do Ensino Especializado como das várias intervenções terapêuticas especializadas e / ou tratamentos adequados que possam permitir à criança ou adolescente a sua inclusão: a) Se possível ainda no Ensino Regular. b) Ou apenas na vida comunitária.  A possível reeducação / reabilitação de cada aluno.

 A Interdisciplinaridade. Não esquecendo:  O Relacionamento Humano e Afetivo. A avaliação é contínua. será acompanhada de visitas de estudo ou ações que contribuam para uma melhor compreensão e consolidação dessas matérias. da liberdade e sociabilidade. ao longo do ano letivo. trabalharemos para: Atingir para cada nível de ensino os objectivos propostos nos Programas Educativos Individuais com currículo alternativo para cada aluno. assim como a iniciação à escolaridade ou continuação da estimulação da escolaridade. [Externato Grão Vasco] Página 4 . Insistiremos sempre nas AVD (atividades da vida diária).  A Motivação para a Participação através da atividade.  A ligação constante com a Família e sua estimulação à participação ativa.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO FINALIDADE DESTAS CLASSES Em cada Ano Letivo. Numa personalização de atendimento a cada Criança e respetiva Família. A aquisição dos conhecimentos. da criatividade.

tentar a aquisição de maior independência com a respetiva supervisão por parte do adulto. bem como controlo de esfíncteres. [Externato Grão Vasco] Página 5 . Através da estimulação da autonomia no vestuário.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO PLANO EDUCATIVO GERAL CLASSE SENSORIAL No início de cada Ano Letivo. tendo como principal objetivo estabelecer uma relação segurizante e afetiva com cada criança. Objectivos: I – Desenvolvimento Pessoal e Social  Relação afetiva com o adulto. de acordo com as normas do Ministério da Educação.  Comportamento Emocional.  Contacto com a comunidade exterior.  Relação com as outras crianças. alimentação e higiene. assim como um desenvolvimento harmonioso respeitando as dificuldades de cada um. procedemos à avaliação do aluno através de um modelo de avaliação para elaboração do Plano Educativo Individual.  Autonomia nos hábitos diários e independência social.  Contacto com as crianças do ensino regular em espaços comuns. Nesta área.

postura e coordenação.  Motricidade Fina. [Externato Grão Vasco] Página 6 .  Movimentos de pressão e coordenação em forma de pinça.  Sessões de Psicomotricidade bi-semanais e em pequenos grupos. visuais e auditivas III – Desenvolvimento Psico-Motor  Motricidade Global. Motricidade fina:  Estimulação de movimentos precisos e concisos. em ginásio com material e aparelhagem específica com Professores Especializadas. Desenvolvimento dos itens trabalhados em sala de aula. Motricidade global:  Estimulação e exploração de movimentos globais de equilíbrio.  Aquisição de noções espacio-temporais.  Coordenação óculo-manual.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO II – Desenvolvimento Sensorial  Estimulação e exploração de sensações tácteis.

 Estimulação de ritmo. V – Desenvolvimento cognitivo  Estimulação e sensibilização de conceitos. organização da frase e reconhecimento de ordens. [Externato Grão Vasco] Página 7 .ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO IV – Desenvolvimento da comunicação e linguagem  Estimulação da comunicação recetiva e expressiva. Reeducação de alterações da articulação na palavra.  Vivências proporcionadas na sala de aula e no exterior.  Utilização de software específico para a linguagem oral. compreensão.  Capacidades de atenção.  Sessões individuais de Terapia da Fala com Terapeuta da Fala.  Conhecimento de pequenas canções.  Diferenciação de sons.  Enriquecimento de vocabulário.  Coordenação motora.  Movimento e música.  Sessões de Musicoterapia em grupo com Prof.  Estimulação da oralidade.  Utilização de métodos alternativos de linguagem e comunicação. Especializada  Estimulação da linguagem e da motricidade. memorização e raciocínio.  Estimulação individual de todos os itens atrás descritos.

Expressão Dramática. As crianças integrarão. . [Externato Grão Vasco] Página 8 . . .Judo. conforme as suas capacidades. Utilização do computador com programas específicos em todas as áreas de desenvolvimento Para além deste Programa Geral.Natação. .Hipoterapia.  Participação em Festas e dias comemorativos. .Drama.  Realização de trabalhos temáticos subordinados ao Tema Anual do Projecto de Escola. os Projetos de Currículo Alternativo: .  Visitas de Estudo Educativas.Culinária. Arte e Movimento.  A família.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO VI – Estudo e Conhecimento do Meio  Conhecimento do meio circundante através de saídas a Instituições e espaços comerciais.  Conhecimento de regras de higiene pessoal. cada criança terá o seu PEI com Currículo Específico Individual elaborado após avaliação contínua das suas capacidades.

 Sessões de Psicomotricidade bi-semanais e em pequenos grupos (Continuação da reeducação atrás descrita.  Coordenação óculo-manual.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO PLANO EDUCATIVO GERAL CLASSE PRÉ-PRIMÁRIA E INICIAÇÃO AO 1º ANO DO 1º CICLO Continuação do:  Desenvolvimento Pessoal e Social  Desenvolvimento Sensório – motor  Exploração de sensações tácteis.) Esta área de desenvolvimento é de extrema importância na aquisição e maturação de diversos conceitos básicos inerentes ao desenvolvimento de requisitos anteriores à iniciação da escrita e ao cálculo matemático.  Estimulação de noções espaço-temporais.  Sessões de Terapia da Fala com Terapeuta da Fala  Continuação do desenvolvimento da comunicação e linguagem. visuais e auditivas.  Sessões de Musicoterapia com Professora Especializada  Continuação da reeducação atrás descrita. já iniciando a linguagem lida e escrita.  Utilização de software específico e meios de comunicação alternativa. [Externato Grão Vasco] Página 9 .

 Jogos de computador.  Recurso a métodos alternativos de comunicação. jogos e trabalhos para a estimulação e desenvolvimento intelectual Iniciação à leitura e escrita  Interiorização de noções de espaço/tempo. recorte).  Exploração da forma das vogais através de técnicas plásticas (plasticina. massa.  Iniciação de operações simples de adição e subtracção.  Representação de histórias e ideias mediante desenhos e sinais.  Utilização de software específico para a linguagem oral e escrita. colagens.  Iniciação ao conhecimento de ditongos.  Interiorização da noção de conjunto.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO Desenvolvimento Cognitivo  Continuação de todas as tarefas.  Interiorização da noção de quantidade.  Exploração de vários jogos e teclado do computador.  Interiorização do número.  Iniciação ao conhecimento das consoantes. pintura.  Associação do número à quantidade.  Aprendizagem dos fonemas lidos e escritos. sua forma e som.  Iniciação ao conhecimento das vogais. Iniciação à Matemática  Exploração de sons (batimentos).  Exploração de jogos e material concretizador.  Passagem do concreto ao símbolo.  Estimulação grafo-motora. Utilização do computador com programas específicos em todas as áreas de desenvolvimento [Externato Grão Vasco] Página 10 .

ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO Estudo e Conhecimento do Mundo São abordados alguns dos temas como:  Estações do ano. E ainda:  Conhecimento do meio circundante através de saídas ao Exterior: Jardins. Serviços. cada criança terá o seu PEI com Currículo Específico Individual elaborado após avaliação contínua das suas capacidades. Para além deste Programa Geral.  Participação em Festas e dias comemorativas. Continuação da participação nos Projetos de Currículo Alternativo: . Arte e Movimento. Comércio.Judo.Drama.  Vestuário.  Realização de trabalhos temáticos subordinados ao Tema Anual do Projeto de Escola.  Higiene. etc.  Visitas de Estudo Educativas.Expressão Dramática.  Prevenção rodoviária.Hipoterapia.  Regras básicas da vida em sociedade. . [Externato Grão Vasco] Página 11 .  Meios de transporte. .  Família.  Habitação. .Natação. .  Alimentação.Culinária. .

lida e escrita com software específico e meios alternativos de leitura. 3º e 4º ANOS Continuação do: Desenvolvimento Pessoal e Social Desenvolvimento Sensório – Motor  Sessões de Psicomotricidade bi-semanais e em pequenos grupos Continuação da reeducação das outras classes. Actividades para a preparação da escrita.  Sessões de Musicoterapia com Professora Especializada Continuação da reeducação atrás descrita.  Sessões de Terapia da Fala com Terapeuta da Fala Reeducação da linguagem oral.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO PLANO EDUCATIVO GERAL CLASSE DE INICIACÃO AO 2º. Desenvolvimento Cognitivo  Aprendizagem escolar [Externato Grão Vasco] Página 12 .

 Continuação da aplicação das noções espacio-temporais para a escrita de grafismos. Área da Matemática  Continuação da Interiorização das competências espacio-temporais.  Escrever frases simples e mais complexas conforme o Ano de Escolaridade. etc.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO Área da Língua Materna: Oralidade  Expressar-se espontaneamente. pesado/leve).  Iniciação à contagem do Euro. menos.  Efetuar operações. pintura. fazer contagens crescentes e decrescentes. Comparar segundo propriedades (cor.  Reconhecer pelo método global ou analítico sintético.  Relacionar a expressão oral com outras formas de expressão (desenho.  Escrita de pequenos textos.  Compreender mensagens.  Relação de grandeza (largo/estreito. escrita). observadas ou imaginadas.  Linhas abertas/linhas fechadas.  Comunicar situações vividas.). [Externato Grão Vasco] Página 13 .  Conhecimento do dinheiro.  Continuação do desenvolvimento da Leitura e Escrita.  Propriedade dos objectos.  Formar conjuntos. forma.  Analisar gráfica e foneticamente palavras.  Iniciação à resolução de pequenas situações problemáticas. palavras e frases. mais.

Drama. sempre que os alunos tenham condições.Judo. . iniciaremos programas funcionais e ocupacionais com atividades individualizadas que poderão ter carácter pré-profissionalizante. . .Culinária.Hipoterapia. A partir dos 16 anos. As Educadoras e os Professores trabalharão individualmente com os alunos.Natação. Arte e Movimento. tendo em conta o nível de desenvolvimento de cada criança. . . [Externato Grão Vasco] Página 14 .Expressão Dramática.ENSINO ESPECIAL – PLANO PEDAGÓGICO Continuação do Estudo Meio e Conhecimento do Mundo Utilização do computador com programas específicos em todas as áreas de desenvolvimento Continuação:  Terapia da Fala  Musicoterapia  Psicomotricidade  Projectos de Currículo Alternativo: .