UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA

LÍNGUA PORTUGUESA
Texto I
Consumo ultrapassou capacidade de renovação que a Terra poderia oferecer
Agência Brasil

A cota de recursos naturais que a natureza poderia oferecer em 2013 se esgotou na última terça-feira (20).
A data, inclusive, assinalou o Dia da Sobrecarga da Terra, marco anual de quando o consumo humano ultrapassa
a capacidade de renovação do planeta. O cálculo foi divulgado pela Global Footprint Network (Rede Global da
Pegada Ecológica), organização não governamental (ONG) parceira da rede WWF.
O levantamento compara a demanda de recursos naturais empregados na produção de alimentos com a
capacidade da natureza de regeneração e de reciclagem dos resíduos, a chamada pegada ecológica (medida que
contabiliza o impacto ambiental do homem sobre esses recursos). Em menos de oito meses, o consumo global
exauriu tudo o que a natureza consegue repor em um ano e, entre setembro e dezembro, o planeta vai operar no
vermelho, o que causa danos ao meio ambiente.
De acordo com a Global Footprint Network, à medida que se aumenta o consumo, cresce o débito
ecológico, traduzido em redução de florestas, perda da biodiversidade, escassez de alimentos, diminuição da
produtividade do solo e o acúmulo de gás carbônico na atmosfera. Essa sobrecarga acelera as mudanças
climáticas e tem reflexos na economia.
Segundo os cálculos dessa contabilidade ambiental, a Terra está entrando “no vermelho da
conta bancária da natureza” cada vez mais cedo. No ano passado, o Dia da Sobrecarga ocorreu em 22 de agosto.
Em 2011, em 27 de setembro.
Para o diretor executivo da Conservação Internacional, André Guimarães, a humanidade vai pagar a conta
desse consumo excessivo na forma de perda de qualidade de vida, de mais pobreza e doenças, caso não mude
esse quadro. “Esse ritmo de consumo no longo prazo vai culminar na exaustão dos recursos naturais. Estamos
colocando nossa qualidade de vida e nosso futuro em risco. Se consumirmos em excesso a natureza, em algum
momento vamos ter que pagar essa conta na forma de poluição, doenças, água menos disponível para nosso
desenvolvimento e nosso uso, pobreza e falta de alimentos”, disse Guimarães.
Para o ambientalista, o desafio para as nações é achar uma maneira de se desenvolver reduzindo a
demanda pelo capital natural. “Assim conseguimos fechar a equação de meio ambiente preservado e economia
sustentável”.
Segundo pesquisas da Global Footprint Network, os atuais padrões de consumo médio da humanidade
demandam uma área de um planeta e meio para sustentá-los. As projeções indicam que se o estilo de vida
continuar no ritmo atual, o homem precisará de duas Terras antes de 2050.
Estudos da ONG internacional mostram que, no início da década de 1960, a humanidade empregou
somente cerca de dois terços dos recursos ecológicos disponíveis no planeta. Esse panorama começou a mudar
na década seguinte, quando o aumento das emissões de gás carbônico e a demanda humana por recursos
naturais passaram a exceder a capacidade de produção renovável do planeta.
Atualmente, mais de 80% da população mundial vive em países que usam mais recursos do que seus
próprios ecossistemas conseguem renovar. Os países devedores ecológicos já esgotaram seus próprios recursos
e têm de importá-los. No levantamento da Global Footprint Network, os japoneses consomem 7,1 vezes mais do
que têm e seriam necessárias quatro Itálias para abastecer os italianos.
Nesse panorama traçado pela Global Footprint Network, o Brasil aparece ao lado das nações que ainda
são credoras ambientais, com reservas naturais abundantes. Esse quadro, porém, está mudando. O presidente da
ONG, Mathis Wackernagel, lembra que o país tem uma grande riqueza natural que está sob pressão devido ao
aumento populacional e aos padrões de consumo. “O Brasil precisa reconhecer sua riqueza e saber como pode
usá-la sem gastá-la. O capital natural vai se tornar cada vez mais importante em um mundo com restrições de
recursos”, disse Mathis, que enfatiza a importância de se investir em energia solar e eólica.
Segundo o diretor executivo da Conservação Internacional, o Brasil ainda tem abundância de capital
natural e espaço para crescer. “Os países desenvolvidos já ultrapassaram o limite de consumo de matérias-primas
naturais. Se todos os habitantes da Terra tivessem o mesmo padrão de consumo dos norte-americanos, nós
íamos precisar de quase cinco planetas para dar conta das demandas da população. O padrão de consumo dos
países desenvolvidos desorganiza essa balança e o Brasil está na posição intermediária caminhando a passos
largos para ser um alto consumidor de capital natural”, declarou André Guimarães.
Para ambientalistas, a sociedade precisa repensar seu estilo de vida. Nesse contexto, dizem, a educação
e a informação são instrumentos importantes para uma mudança de valores. De acordo com a secretária-geral do
WWF-Brasil, Maria Cecília Wey de Brito, cidadãos e governos têm papel fundamental na redução dos impactos do
consumo sobre os recursos naturais. “Políticas públicas voltadas para esse fim, como a oferta de um transporte
público de qualidade e menos poluente, construção de ciclovias e o estímulo ao consumo responsável são
essenciais para reduzir a pegada ecológica”, disse Maria Cecília.

3

“É importante que as pessoas se lembrem de que qualquer desperdício de energia. o que causa danos ao meio ambiente. o planeta vai operar no vermelho. o consumo humano terá ultrapassado a capacidade de renovação dos recursos naturais do planeta. o desafio para as nações é achar uma maneira de se desenvolver reduzindo a demanda pelo capital natural. 4 . apresentam as políticas públicas já implementadas na área ambiental. releia as opiniões emitidas por especialistas: “Para o ambientalista [André Guimarães]. como a oferta de um transporte público de qualidade e menos poluente. ao gastar mais combustível fóssil. Maria Cecília Wey de Brito.com. disse Maria Cecília. está sendo feito às custas do planeta. “Assim conseguimos fechar a equação de meio ambiente preservado e economia sustentável”. o consumo de carne bovina e de alimentos altamente processados. Segundo o texto I.” “De acordo com a secretária-geral do WWF-Brasil.” Pode-se dizer que ambos os especialistas a) b) c) d) e) apontam alguns caminhos para a solução de problemas ambientais. Releia o fragmento abaixo. revelam as preocupações dos governos com os problemas ambientais. Ainda no texto I. tem nível de consumo igual ao dos países mais desenvolvidos. Podemos fazer nossas escolhas lembrando que a Terra é finita. está em situação de alerta para o aumento do consumo. nesse período: a) b) c) d) e) a humanidade precisará de quase cinco planetas para dar conta das suas demandas.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2013/08/24/consumo-ultrapassou-capacidade-de-renovacao-que-a-terra-poderia-oferecer/ 01. por menor que pareça. tem nível de consciência ambiental igual ao dos países desenvolvidos. retirado do Texto I: Em menos de oito meses. a humanidade precisará de duas Terras para sustentar os atuais padrões de consumo. construção de ciclovias e o estímulo ao consumo responsável são essenciais para reduzir a pegada ecológica”. 03. pode-se dizer que o Brasil a) b) c) d) e) está em situação confortável no que se refere aos padrões de consumo. usar mais transporte coletivo e adquirir produtos certificados são algumas das atitudes recomendadas. A gente só tem esse planeta. está em situação crítica por conta de consumo excessivo. como é a nossa conta no banco.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA Ela lembra que as pessoas podem fazer sua parte.jb. entre setembro e dezembro. por que não cuidar dele?”. ressaltou a secretária-geral do WWF-Brasil. Afirmar que o planeta vai operar no vermelho significa que. Reduzir o desperdício de água e energia. a humanidade vai pagar a conta do consumo excessivo com a reposição de recursos naturais. o consumo humano provocará um débito ecológico por promover a ocorrência de mudanças climáticas. “Políticas públicas voltadas para esse fim. tratam dos papéis dos ambientalistas nas questões ambientais. cidadãos e governos têm papel fundamental na redução dos impactos do consumo sobre os recursos naturais. 02. o consumo global exauriu tudo o que a natureza consegue repor em um ano e. criticam as dificuldades dos governos em lidar com questões ambientais. http://www.

contaminação do ar e da água. Considerando os textos I e II. costumava-se definir “desenvolvimento” como “aumento de consumo”. não há correlação entre políticas públicas e bem-estar da população. é que os atuais padrões de consumo são. 05. há uma correlação entre políticas públicas e aumento de renda. Urge. 04. afetiva e moral. da reflexão. o crescimento populacional e a urbanização acelerada. 2001. aumento da oferta quantitativa e qualitativa das vias públicas. insustentáveis por excelência. Os anos oitenta. mas como sujeição das primeiras. Os anos setenta foram os anos da percepção. injustos socialmente e depredadores do meio ambiente. UFPE Muitos pesquisadores observaram empiricamente que a correlação entre renda e bem-estar. Este é o grande desafio da humanidade. 2001. Avalia-se que esta correlação só persiste até o patamar de dezesseis mil dólares per capita (Pearce and Turner. Ao desenvolvimento técnico contrapõe-se o desenvolvimento ético.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA Texto II Mudando os padrões de produção e consumo urbanos Jacques Ribemboim Doutor em Economia. Contrapondo-se a “crescimento” surge o conceito de “desenvolvimento sustentável”. parece-nos que as pessoas começam. a Humanidade foi descobrindo paulatinamente o equívoco em que incorria. espirituais. O consumismo materialista desmedido e o individualismo imposto exclusivamente pela lógica do mercado precisam ceder espaço para uma forma de convivência mais nobre com a Natureza e com os nossos semelhantes. a perceber que a busca desenfreada por consumo material é um objetivo que está para muito aquém da nossa capacidade inventiva. passa a ser contestada em níveis de renda mais altos. Anais do IX Encontro Nacional da ANPUR. demonstram que aumento de consumo não gera desenvolvimento. A se observar a preocupação dos estudiosos e dos indivíduos mais conscientes. afinal. em que as demandas éticas. [1990]). atribuem aos governos a responsabilidade sobre os desafios ecológicos. não há uma correlação automática entre renda e bem-estar. ainda. as economias de escala e a conturbação das cidades são sentidas com a perda da qualidade de vida decorrente das externalidades negativas do crescimento sem controle. Quem sabe não sejam os anos noventa guardados para o futuro como sendo os anos da inflexão? O que se constata. é possível afirmar que: a) b) c) d) e) o aumento de consumo leva necessariamente ao desenvolvimento. às portas do século XXI. coleta de lixo seletiva e reciclagem. Mudando os padrões de produção e consumo urbanos. a eliminação de desperdícios. discutem os efeitos negativos do consumo sobre a ética das pessoas. Estas questões são acentuadas no espaço urbano. pode-se dizer que os autores: a) b) c) d) e) tratam do desenvolvimento sustentável como saída para o impasse ecológico. In: IX Encontro Nacional da ANPUR. a diminuição do consumo leva à perda de qualidade de vida. Até meados deste século. recuperação de centros urbanos e bairros degradados. contrapõe-se a moral – não como antíteses. conquanto bastante óbvia para os primeiros estágios do desenvolvimento. Jacques Alberto. RIBEMBOIM. afetivas. onde a proximidade física. porém. Rio de Janeiro. artísticas e culturais adquiram uma posição preponderante. portanto. Desde então. a identificação de ações com alto potencial para propiciar externalidades positivas. 5 . o estabelecimento de um novo paradigma de desenvolvimento. À eficiência. resultando em violência urbana. De acordo com o texto II. protestam contra a falta de consciência das populações sobre a ecologia. enfim. não apenas a redução das externalidades negativas. Políticas públicas favoráveis deveriam incentivar o uso sustentável dos recursos naturais. congestionamentos etc.

esses órgãos ficarão deformados e essa característica será passada da mãe para suas filhas. e as pessoas pertencentes a essas tribos acreditam que. No segundo filho.Seleção artificial Alfred Lamarck . a) b) c) d) e) Todos filhotes pretos 12 pretos.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA BIOLOGIA 06. 6 .tipo sanguíneo O negativo. O alelo dominante B codifica a cor preta. em busca da beleza. interfere na deposição do pigmento no pelo.Lei do transformismo Charles Darwin . Baseado nas informações acima. é chamada de: a) b) c) d) e) sucessão aberta. todavia. sucessão terciária. Até a fase do implante ocorreu apenas a fecundação. formando os folhetos embrionários. Tal hábito promove a ampliação dos lóbulos das orelhas e do lábio inferior. 3 marrons e 1 amarelo 9 pretos e 7 amarelos 9 pretos.Herança dos caracteres adquiridos Charles Darwin . 10. O exame de sangue da criança morta foi do tipo B positivo. a) b) c) d) e) Alfred Wallace .Herança das características dominantes Jean Lamarck . a primeira célula de um novo organismo. chamado E. sucessão secundária. que deu origem ao zigoto. Outro gene. o nome do seu autor e a ideia transmitida pelo texto. respectivamente. A sucessão ecológica que ocorre em locais já habitados. a criança apresentou sintomas de eritroblastose fetal e faleceu. de origem antrópica ou não. Pela primeira divisão e diferenciação morfológica das células. ficando o cão amarelo. cujo equilíbrio foi rompido por alguma mudança ambiental. e pai . Pela segmentação das células. O uso de alargadores na boca e nas orelhas é um truque que as mulheres de tribos africanas praticam. fertilizado em laboratório pelo esperma do marido. marrom ou amarela. 3 marrons e 4 amarelos Todos filhotes marrons 07. Um casal (mãe . originando inicialmente os blastômeros. Indique a proporção fenotípica esperada para o cruzamento de um duplo heterozigoto (BbEe x BbEe) nos filhotes do cruzamento indicado. Pela multiplicação celular. qual tipo sanguíneo abaixo seria o do pai? a) b) c) d) e) AB negativo B positivo A negativo AB positivo O positivo 08. enquanto que o recessivo b codifica para a cor marrom. Os cães da raça labrador apresentam três tipos de pelagem: preta.Seleção natural 09. sucessão primária. A próxima etapa do desenvolvimento embrionário caracteriza-se: a) b) c) d) e) Pelo aumento no número de células e da massa do embrião. para chamar a atenção dos seus parceiros. Pela diferenciação e organização celular em camadas periféricas. sendo que E permite a deposição da cor e e não deixa o pigmento se depositar. Assinale a alternativa que contém. Uma mulher que nasceu sem ovários recebeu o implante de óvulo doado. apesar da retirada desses acessórios. sucessão fechada.tipo sanguíneo desconhecido) teve um filho A positivo.

Uma partícula carregada com carga q=10. é CORRETO afirmar que: a) b) c) d) e) EC=EB>EA EB>EC>EA EA=EB>EC EA>EC>EB EA>EB>EC -8 12. Em uma determinada região do espaço.0x10 kg está em uma região em que existe um campo elétrico de módulo E na mesma direção.40 N/C E = 1.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA FÍSICA 2 Na solução da prova. nos pontos A. Marque a alternativa CORRETA. 11. Despreze qualquer força de atrito. respectivamente. porém com sentido oposto ao do campo gravitacional da 2 Terra. use quando necessário: g = 10 m/s .42 N/C 7 .0µC e massa m=20. nas superfícies S. a) b) c) d) e) E = 2. EB e EC. uma distribuição de cargas produziu a seguinte distribuição de linhas de força: Com relação à intensidade dos campos elétricos EA.20 N/C E = 0.12 N/C E = 0. Calcule o valor do campo elétrico que fará com que a carga possua uma aceleração resultante a=2m/s no sentido do campo elétrico.24 N/C E = 0. B e C.

então. Marque a alternativa CORRETA. IV está correta. Elas prevêm a existência de ondas eletromagnéticas que podem se propagar no vácuo. 8 . III está correta. respectivamente. Com base nessas afirmações. As partículas betas ou radiação beta são caracterizadas pela emissão de dois prótons e dois elétrons. existirá uma indução de uma força eletromotriz. a Lei de Lenz diz que o sentido da corrente induzida será positivo. mais energética é a onda. maior a energia. Todas as afirmativas estão corretas. 15. Quanto às características e propriedades de ondas eletromagnéticas. o fluxo magnético é sempre máximo e. o que diferencia uma da outra é a sua frequência. julgue as afirmativas abaixo. As partículas betas ou radiação beta são caracterizadas pela emissão de dois prótons e dois nêutrons. Se uma espira quadrada girar com velocidade angular constante na presença de um campo magnético constante. é CORRETO afirmar que: a) as ondas sonoras são exemplos de ondas eletromagnéticas. a) b) c) d) e) As partículas alfas ou radiação alfa são caracterizadas pela emissão de dois prótons e dois elétrons. O decaimento apresentado não é possível. Quanto mais alta for essa frequência. As letras gregas α e β indicam a emissão de uma partícula alfa ou beta. 14. assinale a alternativa CORRETA. c) a energia de ondas eletromagnéticas depende do comprimento de onda.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 13. pois propagam-se no vácuo. a) b) c) d) e) I e III estão corretas. nunca existirá uma indução de uma força eletromotriz. na presença de um campo magnético constante e perpendicular à sua superfície. d) são as equações de Newton que descrevem o comportamento dos campos elétrico e magnético. As partículas alfas ou radiação alfa são caracterizadas pela emissão de dois prótons e dois nêutrons. quanto maior o comprimento de onda. II e V estão corretas. infravermelho. bem como suas interações com a matéria. Se o ângulo entre um vetor campo magnético B e o vetor normal de uma superfície de uma bobina é sempre 90 graus. com massa 210 e número atômico 82. e o ângulo entre o vetor B e o vetor normal à superfície também mudar no tempo. quanto as ondas de rádios são ondas eletromagnéticas. nunca existirá uma força eletromotriz induzida. No decaimento radioativo do Chumbo (Pb). assim. e) tanto a luz visível. pois viola o princípio de conservação de energia. ocorrem as seguintes transições: β β α Pb82210  → Bi83210  → Po84210  → Pb82206 até estabilizar no isótopo Pb com massa atômica 206 e número atômico 82. Com relação à Lei de Faraday e à Lei de Lenz. Se um vetor campo magnético B variar no tempo. nunca existirá uma indução de uma força eletromotriz. I) II) III) IV) V) Quando uma espira estiver parada em uma região em que exista um campo magnético variável no tempo. b) os raios X são exemplos de ondas eletromagnéticas que necessitam de um meio material para se propagar. Enquanto uma espira quadrada estiver sendo transformada em uma espira retangular. assim.

Observe o mapa a seguir. na Argentina. Um conflito com motivação separatista ocorre: a) b) c) d) e) em Chiapas.br/butecodomax/wp-content/uploads/focos. no Afeganistão. 9 .jpg>. na Venezuela.upira. Acesso em: 12 set. 2013. Fonte: Disponível em: <http://www.com.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA GEOGRAFIA 16. na Chechênia.

a participação do setor industrial nas economias latino-americanas. o Produto Interno Bruto dos países latino-americanos. 10 . o Índice de Desenvolvimento Humano dos países latinos. é CORRETO afirmar que ele representa: a) b) c) d) e) a distribuição da população urbana nos países norte-americanos.me/gkBwK>. Observe o mapa a seguir. Acesso em: 29 set. 2013. a ocorrência de casos de dengue nas economias emergentes.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 17. Fonte: Disponível em: <http://migre. A partir da leitura e interpretação do mapa.

Num importante trabalho. Leia o texto a seguir. 2013. São Paulo: UNESP.br/wp-content/uploads/2012/03/charge-bessinha_euro_tv.jpg>. DUPAS. o suporte tecnológico da Era da Informação foi criado pelas exigências da economia.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 18. a proibição do aproveitamento dos bolsões de mão de obra barata dos países pobres. um dos fatores principais da explosão no uso da Internet é o fato de que as corporações globais viram nela a oportunidade de transformar radicalmente suas práticas de relacionamento com fornecedores e clientes. ou de mais de 24 semanas nos anos 1960.conversaafiada. unificação dos países na Nova Ordem Mundial. fragmentação do território durante a Guerra Fria. p. sua administração e sua lógica de produção. embora enraizada na tradição acadêmica da abertura com relação aos achados da pesquisa. separação dos países da ex-Cortina de Ferro.com. contra um ciclo de desenho-produção-distribuição de seis semanas na Benetton dos anos 1980. Atores e poderes na nova ordem global: assimetria. A característica da transformação provocada pela Internet na produção é: a) b) c) d) e) a abrangência e a intensidade do uso da Internet extingue o apartheid digital atual. Manuel Castells (2003) lembra que. A charge faz referência à: a) b) c) d) e) formação do bloco econômico da União Europeia. Acesso em: 30 set. divisão da Europa pós-crise econômica de 2011. A produção em rede permitiu. 2005. 200. à Zara espanhola do setor de confecções levar um novo produto às lojas do mundo todo em duas semanas. 11 . 19. Observe a charge a seguir. Gilberto. instabilidades e imperativos de legitimação. Fonte: Disponível em: <http://www. o sistema global tende a ser cada vez mais independente de lugares e pessoas. a qualificação do trabalhador é cada vez menos importante na sociedade on line. por exemplo.

I e IV. imperialismo e globalismo. A tendência do governo de apoiar. a República de Weimar foi marcada por uma sucessão de crises de caráter econômico. Leia o texto e observe o quadro a seguir. industrialismo e culturalismo. A capacidade dos socialistas e comunistas de conquistar a simpatia do povo. O sistema de governo permaneceu estável. as ideologias anti-semita e nazista. de acordo com o nível de desenvolvimento de suas forças produtivas. Acesso em: 19 set.org. sindicalismo e malthusianismo. II e V. III e IV. político e cultural. foi proclamada a República na cidade de Weimar.pcb. 2013. em consequência de uma série de fatores. 12 .UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 20. o Reichstag.br/portal/docs/modosdeproducao. Fonte: Disponível em: <http://www. A disposição dos vários setores sociais para fazer valer as exigências do Tratado de Versalhes. São CORRETAS as seguintes afirmações: a) b) c) d) e) I e II. Após a Primeira Guerra Mundial. socialismo e comunismo. No entanto. visando garantir a produção das suas necessidades materiais. respectivamente. tais como: I) II) III) IV) V) A incapacidade do governo de controlar as forças policiais e militares empenhadas em manter “paz interna”. através dos mecanismos institucionais e democráticos. até 1933. levando-os gradualmente a tomar o poder. HISTÓRIA 21. A impossibilidade do governo de controlar a dramática escalada inflacionária potencializada pela crise internacional. O poder Legislativo era formado pelo parlamento. praticamente. Instaurou-se na Alemanha o regime parlamentar e democrático. social.pdf>. e o Presidente da República nomeava o chanceler que era responsável pelo poder Executivo. ao: a) b) c) d) e) fordismo e taylorismo. IV e V. Os quadros I e II referem-se. O conceito de modo de produção foi desenvolvido por Marx e Engels para designar a maneira pela qual determinada sociedade se organiza.

d) O apoio de empresários e latifundiários às propostas do movimento revolucionário. o que facilitou a implantação do projeto socialista. e o anúncio que Cuba seguiria o rumo socialista e que as reformas seriam aprofundadas. e) A influência do governo cubano em diversos movimentos sociais latino-americanos. além de explorar a jazida petrolífera do pré-sal. criaram a Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP). A Revolução Cubana foi um movimento popular latino-americano que repercutiu no continente e culminou na adoção do socialismo. Em 1973. Iraque. 23. e) Levou os Estados Unidos. como a Petrobrás. Kuwait e Venezuela. ao mesmo tempo. Indonésia. Sobre as implicações imediatas da crise. que lutaram pela criação de novas orientações políticas para o continente. com o objetivo de aumentar a renda dos países membros. c) A aproximação de Fidel Castro com a União Soviética. em oposição ao governo de Fungêncio Batista. Kuwait. Emirados Árabes. Em setembro de 1960. a OPEP decidiu elevar os preços mundiais do petróleo e.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 22. em 1961. com o objetivo de diminuir o fenômeno do aquecimento global. EXCETO: a) O apoio da maioria da população a Fidel Castro. principalmente de países em desenvolvimento como o Brasil e a China. que passou a controlar a maioria dos postos de gasolina do mundo. com apoio da maioria dos governos do Ocidente. 13 . assinado por todos. inclusive do Brasil. d) Contribuiu para a ampliação da área de influência de distribuidoras alternativas de petróleo. subindo o preço do petróleo em mais de 50%. reduzir a quantidade de petróleo oferecida no mercado internacional. Qatar e Equador. Argélia. Nigéria. Iraque. a organização contava com 12 países membros: Arábia Saudita. Seu objetivo principal era coordenar e unificar as políticas para preservar os interesses de suas companhias petrolíferas no cenário econômico internacional. quando estes apoiaram a invasão da Baia dos Porcos pelos opositores de Castro. Venezuela. conhecido como “Protocolo de Quioto”. Irã. b) O caráter reformista do governo de Cuba que levou a crescentes atritos com os Estados Unidos. Irã. Líbia. é CORRETO afirmar: a) Obrigou os Estados Unidos a redefinir a política de apoio incondicional a Israel no Oriente Médio e comprometeu o desenvolvimento brasileiro com o aumento acelerado da dívida externa na época do “milagre econômico” da Ditadura Civil-Militar. O episódio ficou conhecido como a “crise do petróleo de 1973”. tendo o rádio como um dos difusores das propostas revolucionárias. b) Impulsionou a maioria dos países do mundo a desenvolver tecnologias alternativas na produção de automóveis e levou o Brasil a ampliar a produção de energia elétrica e nuclear. os líderes governantes da Arábia Saudita. São elementos do processo. Esses países respondiam por mais de 60% da produção mundial de petróleo líquido e por 90% das exportações para o restante do mundo. c) Levou o governo dos Estados Unidos à decisão de invadir o Iraque e capturar o ditador Sadan Hussein para retomar o controle das companhias de produção e distribuição de petróleo. Na primeira metade da década de 1970. os países da Europa Ocidental e o Brasil a elaborarem um acordo internacional.

(G1. I. No decorrer do ano de 1992. I. III. II. Trata-se do movimento que ficou conhecido como “Caras Pintadas”.11.disponível: http:g1. Somente II. III.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 24.globo. Mobilizações de 2013 III. II. Somente I.com/notícias/0. III. a maior parte dos participantes eram jovens estudantes. 14 . “Barack Obama foi eleito nesta terça-feira (04.com -05/11/08.globo. II.08) o primeiro presidente negro dos Estados Unidos. II. Todas estão incorretas. A intenção de ampliar a ajuda militar aos aliados norte-americanos. III. III. 21 anos depois. O fato está sendo considerado histórico. leia as afirmativas abaixo relacionadas. I. Sobre esse fato. III e IV estão corretas. e em seguida assinale a sequência CORRETA. I. Embora não exclusivamente. II. I. Leia as afirmativas abaixo que se referem a esses movimentos e numere a segunda coluna de acordo com a primeira. assinale a alternativa CORRETA. por conta do passado de racismo do país”. em sua campanha. I. Movimento caras pintadas II. III. as principais cidades brasileiras foram palco de uma das maiores ondas de movimentação popular já vistas no país. II e V estão corretas. Ambos os movimentos a) b) c) d) e) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) A principal consequência desse movimento foi o impeachement do então presidente. III. Sobre as assertivas acima. A principal forma de convocar as mobilizações foram as redes sociais. O que caracteriza o movimento é a indignação contra a corrupção. I) II) III) IV) V) A campanha de Obama utilizou as mídias eletrônicas e o seu uso exitoso demonstrou a importância destas ferramentas. Somente I. III. enfatizou a importância da retirada do Estado na resolução de questões sociais. I. novas mobilizações ocorridas em praticamente todas as grandes cidades do território nacional tomaram conta do país. Obama. II. II. O desgaste político do governo republicano de George Busch contribuiu para o fortalecimento da candidatura do democrata Obama. III. Caracteriza-se principalmente por reivindicações difusas sem um direcionamento único. III.MUL840074-155). 25. esteve entre as propostas de Obama que atraíram numerosos eleitores. Em meados de 2013. II e IV estão corretas. a) b) c) d) e) Todas estão corretas. II. A eleição de Obama se deu em meio a crise financeira global que se iniciou com o endividamento imobiliário e com a inadimplência das pessoas de baixa renda. I.

“lisonje”/“longe”. implícita ou explicitamente. Rio de Janeiro: Ediouro. as quais dispensam respostas. Texto I Texto II Deixas criar às portas o inimigo. a repetição do pronome “tanta” e a grafia dos nomes próprios com minúsculas. discurso humanista de quem acredita na paz e no diálogo como única solução. 28. 87) 26. Jorge de Lima (Texto II). no entanto. Os Lusíadas. Por quem se despovoe o Reino antigo. “messianismo”/“senhor”. O texto II é o fragmento de um poema modernista. a repetição “por que” no início dos versos e a derivação “cornualhas”/“cornucópias”. com larga cópia. a substituição dos nomes próprios “Reino” e “Fama” por “oceania”. Da Índia. o paralelismo entre “por tanta cópia” (texto II) e “com larga cópia” (texto I). CAMÕES. é específica. Arábia e de Etiópia? Por que tanta oceania? tanta etiópia por fogo e ferro sempre conquistadas? Por que tanta aflição por tanta cópia salvadores de terras fatigadas? Cornualhas desse mundo. Entre os elementos que evidenciam a referência de Jorge de Lima a Camões. Arábia”. p. a) b) c) d) e) a substituição da expressão “o que está longe” pelos substantivos “Índia. as comparações “Reino antigo”/“terras fatigadas”. dos destinos buscados pela navegação portuguesa. a outro texto. pode-se apontar: a) b) c) d) e) as rimas “etiópia”/“cópia”. p. Rio de Janeiro: Record. as antíteses “conquistadas”/“fatigadas”. discurso reacionário de quem encoraja o imperialismo através da expansão territorial. 27. Indique a alternativa que melhor descreve os recursos de Lima para obter esse efeito. as metáforas “fogo e ferro”. percebe-se que o eu poético dá voz ao: a) b) c) d) e) discurso progressista de quem propõe uma vida dedicada às viagens de exploração. 2005. “incerto e incógnito”. O fragmento citado no texto I compõe-se de interrogações conhecidas como “perguntas retóricas”. discurso conservador de quem recomenda ponderação ao invés de heroísmo. de Jorge de Lima. Luís de.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA LITERATURAS As questões de 26 a 28 referem-se à leitura dos textos I e II. a semelhança entre “tanta oceania”/ “tanta etiópia” e “tanta aflição”/ “tanta cópia. cornucópia de promessas jamais realizadas? Por que esse messianismo vos lisonje pretendeis encarnar o que está longe. no qual há uma relação de intertextualidade com a epopeia Os Lusíadas. Em tais perguntas. de Luís de Camões. Pérsia. pois contêm em si uma afirmação. discurso heroico de quem busca fama e glória através do sacrifício pessoal. Invenção de Orfeu. 78) (LIMA. Edição crítica de Francisco da Silveira Bueno. prefere um sentido metafórico. Se enfraqueça e se vá deitando a longe? Buscas o incerto e incógnito perigo Por que a Fama te exalte e te lisonje Chamando-te senhor. Por ires buscar outro de tão longe. 2000. 15 . Há intertextualidade quando um texto faz referência. No texto de Camões (Texto I) a designação das terras longínquas. Jorge de. Pérsia. “às portas”/ “tão longe”.

Contemos esta regra por primeira. A alternativa que melhor exemplifica uma dessas características. Já lá vão duas. Luiz de Menezes pedindo louvores ao poeta não lhe achando elle prestimo algum. 1999. Na quinta torce agora a porca o rabo: A sexta vá também desta maneira. E saio dos quartetos muito brabo. 16 . frutos de uma sociedade baseada em valores religiosos. que narra todo o processo de composição do próprio soneto. na sétima entro já com grã canseira. Um soneto começo em vosso gabo. é: a) b) c) d) e) a metalinguagem. que aos poucos se transforma em insulto. Nesta vida um soneto já ditei. A modificação deste elemento paratextual afeta qual aspecto da leitura poética satírica. a relutância do autor em tecer um elogio. que o acabei (MATOS. personificados pelo conde Luiz de Menezes. e esta é a terceira. o deboche como ferramenta de rebeldia contra a Igreja. encontram-se algumas características da sátira.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA Texto III Ao conde de Ericeyra D. a expressão da contrição do poeta contra a Monarquia. o uso de linguagem coloquial e popular da época. Agora nos tercetos que direi? Direi. Neste soneto de Gregório de Matos Guerra. Obra poética / Edição James Amado. presentes no soneto. Já este quartetinho está no cabo. a confessa e reiterada dificuldade do poeta em compor um soneto padrão. Em algumas edições. 29. a ironia em relação às práticas e crenças religiosas na última estrofe. Gabando-vos a vós. a didascália (longo título em que se apresenta o contexto de produção do poema) deste soneto gregoriano apresenta a seguinte variação: “A certa personagem desvanecida”. Se desta agora escapo. marcada pelos termos “canseira” e “brabo”. Gregório de. p. o elogio aos bons costumes. Senhor. e eu fico um Rei. nunca mais. Rio de Janeiro: Record. Louvado seja Deus. a mim me honrais. 129-130. 30. que vós. em relação à primeira versão? a) b) c) d) e) a anunciada intenção de uma homenagem. o escárnio em relação à nobreza e ao poder.

33. A probabilidade de Ana vencer é: a) b) c) d) e) 2 . 15 1 . Quatro atletas. c) 16 . 1. Ana. A probabilidade de Daniele vencer é 3 vezes a probabilidade de Carla vencer. disputarão uma corrida de 200 metros.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA MATEMÁTICA 31. 15 1 . Bruna. d) 24 . 2. Carla e Daniele. −2 . −1 . A soma dos valores de a e b para que os sistemas abaixo sejam equivalentes é: 2 x + y = 0  x + 3y = 5 a) b) c) d) e)  ax + y = 4   x + by = 1. e) 64 . 0. Dois sistemas de equações lineares são ditos equivalentes quando possuem. b) 12 . 5 32. 17 . as mesmas soluções. 5 3 . 5 2 . A probabilidade de Ana vencer é 2 vezes a probabilidade de Carla vencer. na qual se encaixa perfeitamente. exatamente. O número de formas distintas em que é possível colocar o cubo dentro dessa caixa é: a) 8 . Sabendo que: A probabilidade de Bruna vencer é 3 vezes a probabilidade de Daniele vencer. O cubo será guardado em uma caixa em forma cúbica. Um marceneiro construiu um cubo de madeira e pintou uma seta vermelha em uma de suas faces.

b) apenas II é verdadeira. A equação reduzida da reta r é dada por: ˆ = 90º e BOC AOC a) y = − x 6 + 3 . e) apenas II e III são verdadeiras. Sejam p ( x ) = a 3 x3 + a 2 x 2 + a1 x + a 0 . c) y = − x 3 + 6 . b) y = − x 6 + 6 . a 3 . a reta r intercepta os eixos coordenados nos pontos A e C . III) O resto da divisão de p ( x ) pelo binômio m ( x ) = x + 2 é um número primo. a 0 ∈ IR e −3 raiz de p ( x ) . d) apenas I e II são verdadeiras. considere a medida do segmento OB igual a 3 . c) apenas III é verdadeira. 35. 18 . No plano cartesiano.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 34. a 2 . considere as seguintes afirmações: I) O polinômio p ( x ) tem 3 raízes inteiras. d) y = − x 3 − 3 . conforme a representação gráfica a seguir: y r A B O C x Sejam O a origem dos eixos e B pertencente à reta r . Sabendo que o quociente da divisão de p ( x ) por d ( x ) = x + 3 é o polinômio q ( x ) = 2x 2 − 3x + 1. É CORRETO afirmar que: a) apenas I é verdadeira. ˆ = OBC ˆ = 30º . e) y = − x 3 + 3 . a1 . II) A soma dos coeficientes de p ( x ) é zero. a 3 ≠ 0 .

III e IV estão certas. IV) O composto representado pela estrutura química III é um dos compostos obtidos pela reação do composto II com uma mistura dos ácidos H2SO4 e HNO3. Ouro. Com base nos potenciais de redução apresentados abaixo. observa-se um alceno onde a geometria da dupla ligação é trans. assinale a alternativa que apresenta o metal mais resistente a esse tipo de ação. Quando uma joia escurece. a) b) c) d) e) Apenas as afirmações I.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA QUÍMICA 36. Apenas as afirmações II. II. III) O composto representado pela estrutura química III pode ser preparado a partir do resveratrol (I) apenas pela substituição do hidrogênio fenólico por um grupo metila. Dentre elas.34 1. 37. pode-se destacar o efeito de diminuição dos níveis de colesterol de baixa densidade (LDL) no sangue. significa que sua superfície foi oxidada.80 0. são feitas as seguintes afirmações: OH OH HO I O O O2N O O O O II III O OH O OH O IV I) Nas estruturas dos compostos I. Apenas as afirmações I e IV estão certas. II) Para a preparação do composto IV. II e III. a partir da estrutura química do composto II.95 19 .42 0. II e III estão certas. a) b) c) d) e) platina ouro cobre prata paládio Semirreações Au + 3e → Au + Ag + 1 e → Ag +2 Cu + 2e → Cu +2 Pt + 2e → Pt +2 Pd + 2e → Pd +3 E° (V) 1. Apenas as afirmações II e IV estão certas. O resveratrol (I) e seus análogos estruturais II. cobre. II e IV estão certas. Assinale a alternativa CORRETA. Sobre as estruturas e as sínteses de I.20 0. seria indicado o uso de KMnO4 como reagente. prata. III e IV. Apenas as afirmações I. platina e paládio são metais que podem ser usados para confecção de joias. III e IV são conhecidos por apresentar importantes atividades biológicas.

de acordo com a equação abaixo: NH3 (g) + H2O (l)  → NH4+ (aq) + OH. a redução do pH da solução é verificada ao término dessa etapa. necessária para a preparação dessa -5 solução. A reação de substituição eletrofílica aromática aparece como uma alternativa para a preparação de alguns intermediários na fabricação de detergentes. a) b) c) d) e) -18 5. são feitas as seguintes afirmações: C13H27Cl C13H27 AlCl3 benzeno H2SO4 HO3S I C13H27 II NaOH NaO3S C13H27 III Estrutura derivada de componentes de detergentes I) O reagente AℓCℓ3 atua como catalisador nessa reação. III e IV estão certas.(aq) ←  -1 Assinale a alternativa que apresenta a concentração de NH3.5x10 -1 5.5x10 55 -2 5. Apenas as afirmações II e III estão certas. a) b) c) d) e) Apenas as afirmações I e III estão certas. Considerando a sequência de reações abaixo. IV) Na reação de formação do composto I. Assinale a alternativa CORRETA. conduziu ao ácido derivado II. Apenas as afirmações III e IV estão certas. II) A reação da substância I.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 38. 20 . substituído na posição meta do anel aromático em relação à cadeia carbônica. Apenas as afirmações II. III) O tratamento do composto III com excesso de ácido clorídrico conduz ao composto II. em mol. III e IV estão certas.L . Por isso. Dado: Kb (NH3) = 1.5x10 39.5x10 -6 5. HCℓ é gerado como produto secundário. Sabe-se que a solução de NH4OH é obtida a partir de NH3 em água.8 x10 . Um técnico precisa preparar uma solução aquosa de hidróxido de amônio de pH = 11. em presença de ácido sulfúrico (H2SO4). Apenas as afirmações I.

D – IV A – III. C – I. D – I 21 .concentração C – Reações nos organismos vivos sofrem ação das enzimas. IV . I . B – I. B – III. Fenômenos Fatores A – Vela se apaga quando colocada num recipiente fechado.II. B – II. C – III.II A – II. Com base nas informações da tabela abaixo.superfície de contato B – Alimentos se estragam mais rápido quando são guardados fora da geladeira. assinale a alternativa que correlaciona CORRETAMENTE os fenômenos do nosso cotidiano com os fatores que podem afetar a velocidade das reações. D – III A – II.catalisador D – Palha de aço enferruja mais rápido que uma barra de aço.temperatura a) b) c) d) e) A – IV. B – III. B – IV. II . D . D – I A– I. C – IV. III . C – IV. C.UFJF – MÓDULO III DO PISM – TRIÊNIO 2011-2013 – PROVA OBJETIVA 40.