CRASE

Crase é o caso onde a preposição “a” une-se ao artigo ou à vogal “a”.

Atente a isso: crase não é o nome do acento, mas sim da contração do a
(preposição) com o a (artigo ou vogal). O acento grave é o indicativo dessa
junção. Convém lembrar que essa união preserva a função exercida pela
preposição, de complemento.
Observe o exemplo na frase:
• Eu devo todo o meu respeito àquele homem.
Aqui o que ocorre é a união da preposição “a” e da vogal “a”. Sabemos
que não se trata de preposição + artigo porque o artigo “a” determina gênero
feminino, e “aquele” é um pronome demonstrativo de gênero masculino; no
feminino seria “aquela”.
Já na frase “levou-me à padaria” há preposição + artigo, dado o fato de
que padaria é um substantivo de gênero feminino, sendo precedido, pois, por
artigo feminino.

USOS DA CRASE
NÃO SE USA CRASE:
• Antes de palavras masculinas:
a) Fez um pedido a Elias.
b) O desenho foi feito a lápis.

• Antes de palavras indeterminadas ou indefinidas:
a) O anel não pertence a ninguém.
b) Dirigiu-se a todos.

• Antes de verbos:
a) Puseram-se a correr.
b) Desatou a rir.

• Antes de pronomes pessoais.
a) Traga-o a mim.
b) Dedico essa conquista a ela.

passa a existir crase se o termo for definido ou particularizado. “Onde cresci” particulariza essa casa especificamente. no singular. . por exemplo. • Antes da palavra “terra” quando esta for sinônimo de solo: a) Lançou sementes a terra. Observe isso em: Aprendi o cultivo à terra vermelha. haverá crase. b) Os náufragos retornaram a terra. b) Mandei irem a casa. for seguido de termo no plural: a) Conduziu tudo a panos quentes. • Quando o “a”. A esse caso se aplica a mesma regra anteriormente citada. É o que ocorre. Se “terra” for definida ou particularizada. b) Frente a frente com o destino. b) Ofereceu-se a uma família. em: busquei voltar à casa onde cresci. b) Levou-me a Nova York. • Antes da palavra “casa” quando esta referir-se ao lar de quem fala ou for indefinida: a) Meu olhar dirigiu-se a casa mais uma vez. prossegui. No entanto. • Antes de numerais cardinais: a) Estendeu a mão a cinco crianças dali. USA-SE CRASE: • Antes de horas: a) A aula começa às 19h. • Antes de palavras repetidas: a) Cara a cara com o medo. diferenciando-a das demais e definindo-a. b) Não é fiel a desertores.• Antes de nomes de localidades que não utilizam o artigo feminino: a) Viajou a Londres.

• Antes de nomes próprios femininos: a) Entregue o livro à Célia. modo e lugar) de gênero feminino: a) Passei a noite à espera de seu e-mail. Referências Bibliográficas . c) Reescrevi a notícia às pressas. b) Falou à Maria que a janta está servida. A CRASE É OPCIONAL: • Antes da palavra até: a) Te levarei até à esquina. • Em expressões alusivas: a) Pizza à moda da casa. b) Devolveu a luz à minha alma. b) Isso falha às vezes.b) O evento acontecerá das 14h às 18h. Te levarei até a esquina. b) Bife à milanesa (à moda de Milão) • Em expressões que indiquem proporção: a) à medida que • Em contrações de preposição a + pronomes demonstrativos: a) Propôs-se àquilo sem saber do que se tratava. • Antes de locuções prepositivas: a) Viu-se à mercê das horas. • Em locuções adverbiais (de tempo. b) Sobreviveu à custa de ilusão. b) Afeiçoou-se àquela senhora. • Antes de pronomes possessivos de gênero feminino: a) Retirou-se à sua sala.

al. 2° Grau. Editora FTD. São Paulo. . Gramática. Novas Palavras.AMARAL. Emília et. Literatura. 1997. Redação e Leitura.