5 Fase de projetos

5.1 Projeto arquitetônico
5.1.1 Estudo preliminar
5.1.2 Anteprojeto
5.1.3 Projeto para aprovação nas repartições públicas
Competentes
Plantas, cortes e elevações, de acordo com as exigências legais.
5.1.4 Projeto definitivo
5.1.4.1 Plantas, cortes e elevações
5.1.4.2 Detalhes
5.1.4.3 Memorial descritivo
Memorial descritivo das especificações de materiais a serem empregados na execução do projeto.
5.1.4.4 Elementos urbanísticos (inclusive paisagismo)
5.1.4.5 Elementos relativos à recreação infantil (playground)
5.1.4.6 Complementação artística
5.1.4.7 Perspectiva
5.1.4.8 Maquetes
5.1.4.9 Fotografias (plantas, perspectivas e maquetes),
5.1.4.10 Plantas para execução

5. sistemas de rebaixamento de lençol. drenagem superficial e profunda. mostrando as camadas do subsolo interessadas por aquelas obras. e) memória justificativa. f) memória de cálculo (no caso de problemas excepcionalmente complexos ou a pedido dos interessados).4 O projeto geotécnico consta de: a) plantas de localização das obras de terra. d) esquemas de orientação da execução do projeto. arrimos e fundações projetadas. sistemas de rebaixamento de lençol. drenagem superficial e profunda.2 Projeto geotécnico 5. arrimos. fundações e injeções. c) detalhes de projeto das diversas obras de terra. .2. b) cortes e seções do terreno.

5. etc. NBR 7197.1. NBR 7211. NBR 6122. devem ser usadas todas as outras que vierem a estabelecer quaisquer outras prescrições para estruturas (. etc.qualquer outra indicação que torne mais claro o projeto estrutural e as limitações de uso.3 O projeto estrutural deve compreender o descrito em 5.3.2.. primeira subalínea.3.3 Projeto estrutural 5.3. c) plantas de formas de todo o projeto estrutural.1 e 5. de acordo com a NBR 7191.3.tipos de acabamentos especiais constantes do projeto arquitetônico (concreto aparente. .3. devem constar as seguintes indicações: .3.3.3.1 O projeto estrutural obedece às prescrições das seguintes normas: NBR 5732. NBR 5733.2 No caso de estrutura de aço. NBR 6119.3.). 5. e) detalhes em escalas adequadas.3. NBR 7191. NBR 7190. para a correta interpretação do projeto estrutural. NBR 7480 e NBR 8800. NBR 6118.qualidade de concreto (R).) 5.) 5. elementos análogos aos citados em 5. d) desenhos de armação de todos os elementos do projeto estrutural.. (.. b) características dos materiais empregados. . . . madeira.3. e qualidade dos aços empregados. alínea f.5 A memória de cálculo não faz parte integrante do projeto estrutural. liso ou aplicado. f) das plantas de formas.5.1 No caso de se tratar de concreto armado: a) locação e carga nos pilares da fundação.. NBR 6120. NBR 7187..contraflecha e sobrecargas especiais.3. Nota: Além das normas citadas anteriormente.3.

.prumadas dos alimentadores gerais.5. . g) especificações. NBR 5410. em seu conjunto.2 O projeto das instalações elétricas deve atender a todas as indicações do projeto arquitetônico e deve se entrosar perfeitamente com o projeto estrutural. . . bem como com as prescrições das seguintes normas: NBR 5354. 5. com as seguintes indicações: .quadros e centros de distribuição.4.dimensionamento dos condutos.quadro indicativo da divisão dos circuitos. c) planta de situação.1 Projeto das instalações elétricas de baixa tensão 5. condutores e caixas de passagem.carga diversificada.4 Projetos de instalações 5.legenda.4.1 O projeto das instalações elétricas deve ser executado de acordo com as normas e padrões exigidos pelas empresas concessionárias ou repartições públicas competentes.3 Os projetos das instalações elétricas devem constar de: a) plantas e detalhes do local dos medidores (PC).1. . com o traçado esquemático das prumadas dos alimentadores gerais até os respectivos quadros de distribuição e as seguintes indicações: . campainha. com os símbolos adotados.tomadas para rádio e TV. com seus dispositivos de comando e proteção. telefone.carga total instalada em cada quadro ou centro de distribuição. . b) plantas de todos os pavimentos. . Deve compreender. os seguintes projetos parciais: luz. com os respectivos dimensionamentos e identificaçãodos circuitos. realizados em institutos oficiais do país ou entidades particulares reconhecidamente idôneas e por aqueles assistidas. . f) diagrama unifilar dos centros de distribuição ou quadros de distribuição com mais de seis circuitos parciais. Nota: O emprego de material e equipamento não normalizados deve ser previamente justificado por exposição técnica e ensaios tecnológicos complementares. intercomunicação. . pára-raios. quando for o caso. força. com seus dispositivos de comando e proteção. e) diagrama unifilar dos alimentadores gerais. com as características técnicas de todos os materiais a serem empregados. 5. NBR 5355. quando se tratar de obra de vulto e para perfeita compreensão do sistema projetado. .4. NBR 5411 e NBR 5413.descida de pára-raios.1.pontos de consumo e equipamentos com os seus dispositivos de comando e potência.qualquer outra indicação que se tornar necessária ao completo entendimento do projeto e perfeita execução da instalação.previsão de carga e alimentação para instalações especiais. . d) esquemas verticais. radiotelevisão (antenas coletivas).4. sinalização.1. .traçado dos condutos e condutores.

assim como toda assistência técnica necessária à realização do projeto. Notas: a) O autor do projeto das instalações elétricas deve prestar toda colaboração técnica que se fizer necessária para a sua aprovação nas empresas concessionárias ou nas repartições públicas competentes. j) modificações e acréscimos de carga. b) Os desenhos devem obedecer às normas de desenho listadas no Capítulo 2 e ser apresentados em papel copiativo.h) relação detalhada de todos os materiais e suas quantidades. a tinta ou a lápis. com a descrição sumária dos sistemas e critérios adotados no cálculo de cargas e quedas de tensão. i) memória justificativa. em .

medidores ou limitadores.rede horizontal de distribuição.2 Projeto das instalações hidráulicas e de gás 5.3 O projeto deve constar de: a) plantas de todos os pavimentos com as seguintes indicações: .colunas de recalque. .localização dos aparelhos de consumo e equipamento. . as empresas concessionárias e as seguintes normas: NBR 5626.colunas de distribuição.qualquer outra indicação ou detalhe que se fizerem necessários ao completo entendimento do projeto e perfeita execução da instalação.2. com seus dispositivos de alimentação. . NBR 7198. com todas as indicações.previsão das alimentações dos equipamentos das instalações especiais. c) detalhes dos banheiros (plantas e isométricos). .2. d) especificação de todos os materiais empregados. . . com suas características técnicas e dispositivo de comando e manobra.equipamento de recalque. na escala mínima de 1:20. do projeto das instalações hidráulica e de gás.4. realizados em institutos oficiais do país ou entidades particulares reconhecidamente idôneas e por aqueles assistidos. .registro e válvulas.barrilete. etc. . . . . .5.reservatórios. .registro de manobra. com as seguintes indicações: .4.2 O projeto das instalações hidráulicas e de gás deve atender a todas indicações do projeto arquitetônico e deve se entrosar perfeitamente com o projeto estrutural. .qualquer outra indicação ou detalhe que se fizerem necessários ao completo entendimento do projeto e perfeita execução da instalação.Debarrilete. b) esquema vertical. .1 O projeto das instalações hidráulicas e de gás deve ser executado de acordo com as normas e padrões exigidos pelas repartições públicas competentes.outros equipamentos empregados.colunas de distribuição.4. .colunas de incêndio. Nota: O emprego de material e equipamento não normalizados deve ser previamente justificado por exposição técnica e ensaios tecnológicos complementares. . . 5.dimensionamento das tubulações. claras e precisas. .4. . manobra e limpeza.colunas de incêndio.reservatórios. . manobra e limpeza. .colunas de recalque.dimensionamento das tubulações. 5. com seus dispositivos de alimentação.2.bombas de recalque.

e) relação detalhada de todos os materiais e suas quantidades. f) memória justificativa do sistema projetado com a indicação resumida do critério de cálculo adotado. de acordo com as normas de desenho listadas no Capítulo 2. assim como toda assistência técnica necessária à realização do projeto. b) Os desenhos devem ser executados de acordo com as prescrições vigentes das empresas concessionárias ou repartições públicas competentes. . Notas: a) O autor do projeto das instalações hidráulicas e de gás deve prestar toda colaboração técnica indispensável à sua aprovação nas empresas concessionárias ou nas repartições públicas competentes. e devem ser apresentados em papel copiativo e em escalas adequadas à sua perfeita interpretação. ou ainda.

.tubulação de recalque. assim como suas características técnicas.localização de desconectores em pavimentos superpostos.condutores de águas pluviais. NBR 8160 e NBR 9814.tubos de queda.4.condutores de águas pluviais. c) esquema vertical com o traçado esquemático e indicação dos seguintes elementos: . Nota: O emprego de material e equipamento não normalizados deve ser previamente justificado por exposição técnica e ensaios tecnológicos complementares. . .traçado dos subcoletores e coletores prediais com suas declividades. . com suas dimensões e declividades.1 O projeto das instalações de esgoto sanitário e águas pluviais deve ser executado de acordo com as normas e padrões exigidos pelas repartições públicas competentes.localização dos equipamentos de recalques com seus dispositivos de manobra.4. .5. .localização de caixas.4. . .tubulação de recalque. . . . .dimensionamento das tubulações com indicação do material com que são fabricadas. bem como a indicação do material com que são fabricadas. .3 Projeto das instalações sanitárias e pluviais 5. .equipamento de recalque com seus dispositivos de manobra e características técnicas.tubo de queda.traçado dos ramais de ventilação.qualquer outra indicação que se fizer necessária ao completo entendimento do projeto e perfeita execução das instalações.traçado dos ramais de descarga e de esgoto. .localização dos aparelhos sanitários. bem como com as prescrições das seguintes normas: NBR 7229. .localização das peças de inspeção.2 O projeto deve atender a todas as indicações do projeto arquitetônico e deve se entrosar perfeitamente com o projeto estrutural.4.calhas. .localização de ralos e desconectores.dimensionamento de todas as tubulações.3. .colunas de ventilação e tubos ventiladores. . realizados em institutos oficiais do país ou entidades particulares reconhecidamente idôneas e por aqueles assistidas.3 O projeto deve constar de: a) plantas de todos os pavimentos com as seguintes indicações: .ramais de ventilação. . b) planta de situação. 5. . . 5.peças de inspeção em ramais de esgotos.ramais de esgoto primário. . subcoletorese coletores prediais.legenda com os símbolos adotados. . .3.colunas de ventilação e tubos ventiladores.3. poços de visitas e tanques flexíveis.

ou ainda. e) especificação de todos os materiais empregados.d) detalhes dos banheiros. g) memória justificativa sumária dos sistemas e critérios de cálculo adotados. e devem ser apresentados em papel copiativo e em escalas adequadas à sua perfeita interpretação. com todas as indicações. Notas: a) O autor do projeto das instalações sanitárias e pluviais deve prestar toda colaboração técnica indispensável à sua aprovação nas empresas concessionárias ou nas repartições públicas competentes. claras e precisas. de acordo com as normas de desenho listadas no Capítulo 2. do projeto das instalações de esgotos primários e secundários. . f) relação detalhada de todos os materiais e suas quantidades. em escala mínima de 1:20. assim como toda assistência técnica necessária à realização do projeto. b) Os desenhos devem ser executados de acordo com as prescrições das empresas concessionárias ou repartições públicas competentes.

c) torre de arrefecimento: .abreviaturas adotadas.1.descrição da instalação.condensador de ar (no caso de instalação sem torre de arrefecimento e água).sistema de controle das condições ambientais.refrigerante a óleo. .4 Instalações especiais 5.dados gerais. . .1 Projeto das instalações de ar-condicionado e ventilação mecânica 5. . .todos os detalhes e cortes que se fizerem necessários ao completo esclarecimento do projeto e perfeita execução da instalação. e) características dos seguintes elementos: . qualquer outro dado básico para o cálculo de instalação. com as seguintes indicações: .localização das unidades condicionadoras.distribuição das grelhas e respectivas dimensões. . com as seguintes indicações: .dados básicos de cálculo:        condições ambientais exteriores.torre de arrefecimento. .qualquer outra indicação necessária ao perfeito esclarecimento do projeto. . . .1 O projeto de ar-condicionado deve obedecer às prescrições da NBR 6401 e deve compreender: a) plantas de todos os pavimentos condicionados. b) esquema vertical da tubulação de condensação. condições ambientais interiores.4. .bocas de distribuição de ar.bombas centrífugas. ocupação.torre de arrefecimento. d) memorial descritivo da instalação.5.compressores. .4.4.instrumentos de medida.seções das tubulações.detalhe e todas as indicações necessárias à sua perfeita execução. . .tubulação hidráulica. isolamentos. . . . .localização das bombas. .posição das bombas.dutos de distribuição de ar. .tubulações hidráulicas.condicionadores empregados.chaves e ligações elétricas. proteção dos vãos que abrem para o exterior.4. . .4.sistema de retorno.sistemas de dutos e respectivas seções. com as seguintes indicações: . . fechamento dos vãos de comunicação com dependências não-condicionadas.objetivo da instalação . .

com as seguintes indicações. .exaustores ou ventiladores. . . . 5. . . . . com as seguintes indicações: .ocupação.resistência dos dutos. b) memorial descritivo da instalação.4. . d) qualquer outro elemento necessário ao completo esclarecimento do projeto e perfeita execução da instalação. .dutos. .sistema de captação do ar exterior.1.quantidade de ar total.4.chave e ligações elétricas. para cada compartimento condicionado: .2 O projeto de ventilação mecânica (exaustão e insuflação) deve compreender: a) plantas de todas as dependências a serem ventiladas.posição. dimensões e capacidade de exaustão ou insuflação das grelhas.rede dos dutos com as respectivas seções. c) características dos seguintes elementos.f) tabela.carga latente total. . .posição e capacidade dos exaustores ou ventiladores.grelhas.carga sensível total.quantidade de ar exterior.

4.4. c) especificação de todos os materiais e equipamentos empregados. j) ar comprimido. tanque d’água.4.2 Outras instalações especiais São as seguintes: a) calefação.4.4. f) abastecimento d’água. ou repartições públicas competentes.4. b) comunicações internas c) sistema de proteção contra incêndio. . i) alarme e segurança. d) memória justificativa do sistema projetado. 5. gás industrial. 5. e) grupos geradores. h) lixo. g) tratamento de esgotos e resíduos industriais. em escalas adequadas à sua perfeita interpretação e em papel copiativo. assim como toda assistência técnica necessária ao construtor. d) sistema elétrico de alta tensão (acima de 600 V). Notas: a) Os autores dos projetos de instalações especiais devem prestar toda colaboração técnica que se tornar indispensável para a sua aprovação nas empresas concessionárias ou nas repartições públicas competentes. b) detalhes da instalação. l) diversos.2.5. bem como com as prescrições das respectivas normas brasileiras.1 Os projetos de instalações especiais devem ser executados de acordo com as normas e padrões exigidos pelas empresas concessionárias. b) Os desenhos devem ser executados de acordo com as prescrições das normas de desenho listadas no Capítulo 2. oxigênio.2 Os projetos de instalações especiais devem compreender: a) anteprojeto para apreciação preliminar.2.