NR 32 - SEGURANÇA E SAÚDE NO

TRABALHO EM SERVIÇOS DE
SAÚDE

Noeli Martins
Médica do Trabalho
Auditora Fiscal do Trabalho da SRTE/PR

METODOLOGIA DE ELABORAÇÃO / REVISÃO DAS
NORMAS REGULAMENTADORAS
Portaria MTE nº 1.127/2003

I – Definição de temas a serem discutidos
II – Elaboração de texto técnico básico
III – Publicação do texto básico no DOU
IV – Instalação do GTT
V - Aprovação e publicação no DOU

NR 32 – SST EM SERVIÇOS DE SAÚDE

Comissão Tripartite Permanente Nacional – CTPN

¾ Guia Técnico de Riscos Biológicos
¾ Ata deliberativa sobre capacitação
¾ Portaria MTE n.º 939/2008
¾ Elaboração Guia Técnico Riscos Químicos

NR 32 – OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO

DIRETRIZES BÁSICAS

MEDIDAS DE PROTEÇÃO À SEGURANÇA E SAÚDE
DOS TRABALHADORES

SERVIÇOS DE SAÚDE

ATIVIDADES DE PROMOÇÃO
E ASSISTÊNCIA À SAÚDE

SERVIÇO DE SAÚDE: Qualquer edificação
destinada à prestação de assistência à
saúde da população e à todas as ações de
promoção,

recuperação,

assistência,

pesquisa e docência em saúde em qualquer
nível de complexidade.

IMPLEMENTAÇÃO PPRA .NR 32 – IMPLANTAÇÃO .PCMSO CAPACITAÇÃO MEDIDAS DE PROTEÇÃO .

PCMSO .PPRA .

reconhecimento. avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais ƒ Participação dos trabalhadores .NR 09 – PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA ƒ Antecipação.

PPRA REGISTRO DE DADOS HISTÓRICO TÉCNICO ADMINISTRATIVO MANTIDO POR 20 ANOS DISPONÍVEL TRABALHADORES AFT .

Identificação dos riscos biológicos mais prováveis 9 Localização geográfica 9 Característica do serviço .NR 32 – PPRA – RISCOS BIOLÓGICOS I .

AGENTES BIOLÓGICOS Via de transmissão ƒ Direta: sem intermediação de veículos ou vetores ƒ Indireta: Medidas de proteção Vias de entrada: tecidos ou órgãos por onde um agente penetra no organismo Transmissibilidade: período de transmissibilidade Patogenicidade: capacidade de causar doença Virulência: grau de agressividade Persistência no meio ambiente Prioridade das medidas .

NR 32 – PPRA – RISCOS BIOLÓGICOS II – Avaliação do local de trabalho e do trabalhador 9 Finalidade e descrição 9 Organização e procedimentos 9 Possibilidade de exposição 9 Descrição de atividades e funções 9 Medidas preventivas .

NR 32 – PPRA – RISCOS QUÍMICOS INVENTÁRIO DOS PRODUTOS QUÍMICOS RISCOS À SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR FICHA DESCRITIVA .

NR 32 – PPRA – RISCOS QUÍMICOS Medicamentos e drogas de risco: descrição dos riscos inerentes ao: 9 recebimento 9 armazenamento 9 preparo 9 distribuição .

NR 32 – RADIAÇÕES IONIZANTES PLANO DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA PPR PPRA .

rastreamento e diagnóstico precoce dos agravos à saúde relacionados ao trabalho • Planejado e implantado com base nos riscos .NR 07 – PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL .PCMSO • Prevenção.

NR 32 – PCMSO – RISCOS BIOLÓGICOS a) reconhecimento e avaliação dos riscos biológicos b) localização das áreas de risco c) identificação nominal dos trabalhadores 9 função 9 local das atividades 9 riscos d) vigilância médica e) programa de vacinação .

acompanhamento e prevenção b) medidas de descontaminação c) tratamento médico de emergência d) identificação dos responsáveis e) relação dos estabelecimentos de saúde 9 assistência e depositários f) formas de remoção .NR 32 – PCMSO – RISCOS BIOLÓGICOS Exposição acidental a) procedimentos: 9 diagnóstico.

NR 32 – PCMSO – RISCOS QUÍMICOS Considerar as informações das fichas descritivas .

Capacitação .

NR 32 – SST EM SERVIÇOS DE SAÚDE 9 Antes do início das atividades e de forma continuada 9 Durante a jornada 9 Conteúdo mínimo – de acordo com o risco 9 Documento comprobatório 9 Por profissionais de saúde (riscos biológicos e quimioterápicos) .

Medidas de Proteção .

NR 32 – RISCOS BIOLÓGICOS MEDIDAS DE PROTEÇÃO 9 Laboratórios – Diretrizes Gerais p/ trabalho em Contenção com Material Biológico 9 Lavatórios exclusivo 9 Trabalhadores com lesão – avaliação médica 9 Vedado: 9 Adornos 9 Consumo de alimentos e bebidas 9 Calçados abertos .

NR 32 – RISCOS BIOLÓGICOS MEDIDAS DE PROTEÇÃO Vestimentas 9 adequada e condição de conforto 9 não deixar o local de trabalho 9 higienização Vacinação: 9 tétano / Difteria 9 hepatite B 9 outras (PCMSO) 9 controle de eficácia (MS) 9 registrada no prontuário (NR 07) .

2.16. capacitação sobre a correta utilização do dispositivo de segurança. a capacitação prevista no subitem 32.° 939 .4.dezoito meses após o prazo concedido no inciso I para implementação e adaptação de mercado. aos trabalhadores dos serviços de saúde.PORTARIA N.2.4.1 . e II .16.16. para os trabalhadores dos serviços de saúde. DE 18 DE NOVEMBRO DE 2008 Publicada no DOU – Seção 1 – Nº 225. 19/11/2008 Publicar o cronograma previsto no item 32.4.4. 32.2. 32.2 O empregador deve assegurar.2.1 As empresas que produzem ou comercializam materiais perfurocortantes devem disponibilizar.seis meses para divulgação e treinamento.16 da NR 32: I .

8 A 10% 3:100 Fonte: Cristiane Rapparini www.ACIDENTES DE TRABALHO COM MATERIAL BIOLÓGICO RISCO APÓS EXPOSIÇÃO PERCUTÂNEA (SANGUE) HIV 0.3% 3:1000 Hepatite B 6 A 40% 3:10 Hepatite C 1.org .riscobiologico.

RISCOS BIOLÓGICOS – PROFISSIONAIS DE SAÚDE HIV Evolução para AIDS Hepatite B Hepatite fulminante. hepatocarcinoma Fonte: Cristiane Rapparini www. cronicidade (15%).riscobiologico. hepatocarcinoma Hepatite C Hepatite fulminante.org . cirrose. cronicidade (85%). cirrose.

riscobiologico.org .ACIDENTES DE TRABALHO COM MATERIAL BIOLÓGICO MEDIDAS ESPECÍFICAS APÓS EXPOSIÇÃO HIV medicamentos antiretrovirais Hepatite B gamaglobulina hiperimune (HBIG) vacina Hepatite C nenhuma medida especifica disponível Fonte: Cristiane Rapparini www.

et al.CUSTO DO ACIDENTE COM PERFUROCORTANTE ¾ Custo do tratamento • US $71 a ~ $5. Infect Control Hosp Epidemiol 2007 .000 por exposição* ¾ Redução do tempo de trabalho ¾ Impacto emocional ¾ Custo a longo prazo * O’Malley EM.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

NR 32 – RISCOS QUÍMICOS MEDIDAS DE PROTEÇÃO 9 Recipiente c/ produto manipulado ou fracionado identificado de forma legível 9 Local apropriado p/ a manipulação ou o fracionamento 9 Gases medicinais: movimentação. manuseio e utilização . armazenamento.

NR 32 – RISCOS QUÍMICOS MEDIDAS DE PROTEÇÃO MEDICAMENTOS E DROGAS DE RISCO GASES E VAPORES ANESTÉSICOS QUIMIOTERÁPICOS ANTINEOPLÁSICOS .

NR 32 – RISCOS QUÍMICOS MEDIDAS DE PROTEÇÃO Gases e vapores anestésicos: 9 Equipamentos – manutenção corretiva e preventiva 9 Locais – sistemas de ventilação e exaustão 9 Trabalhadoras gestantes – liberação pelo médico responsável pelo PCMSO .

NR 32 – RISCOS QUÍMICOS MEDIDAS DE PROTEÇÃO Quimioterápicos antineoplásicos: 9 Área exclusiva e de acesso restrito 9 Cabine de Segurança Biológica Classe II B2 9 Afastar gestantes e nutrizes 9 Normas e procedimentos em acidentes 9 “Kit” de derramamento .

NR 32 – RADIAÇÕES IONIZANTES MEDIDAS DE PROTEÇÃO 9 Trabalhadora gestante – atividade compatível 9 Monitoração individual – ciência do resultado ao trabalhador e médico do trabalho 9 Prontuário médico mantido por 30 anos .

NR 32 – RADIAÇÕES IONIZANTES MEDIDAS DE PROTEÇÃO 9 Serviços de Medicina Nuclear 9 Serviços de Radioterapia ¾ Braquiterapia 9 Serviços de Radiodiagnóstico Médico 9 Serviços de Radiodiagnóstico Odontológico .

NR 32 – RESÍDUOS 9 Sacos plásticos 9 Segregação no local de geração 9 Recipientes adequados e próximos da fonte 9 Transporte dos recipientes de segregação 9 Sala de armazenamento temporário 9 Sala de armazenamento externo .

NR 32 – RESÍDUOS Recipiente para perfurocortantes: 9 Enchimento até 5cm abaixo do bocal 9 Suporte exclusivo 9 Visualização da abertura .

arejado e bem iluminado 9 Mesas e assentos 9 Lavatórios no local ou próximo 9 Água potável 9 Equipamento para aquecimento das refeições .NR 32 – CONDIÇÕES DE CONFORTO POR OCASIÃO DAS REFEIÇÕES 9 Fora do posto de trabalho 9 Piso lavável 9 Limpo.

NR 32 – LAVANDERIAS 9 Área suja e limpa 9 Máquinas de lavar com porta dupla 9 Calandras: • Termômetro para cada câmara • Termostato • Dispositivo de segurança 9 Dispositivos de segurança para máquinas .

NR 32 – LIMPEZA E CONSERVAÇÃO 9 Carro funcional 9 Materiais e utensílios de limpeza 9 Uso de adornos .

NR 32 – MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS 9 Descontaminação prévia 9 Sistemas de rodízio em perfeito estado de funcionamento 9 Dispositivos de ajuste dos leitos – operação sem sobrecarga .

dispensem o contato com as mãos .português e disponíveis 9 Controle de animais sinantrópicos 9 Cozinhas com sistema de exaustão 9 Torneiras .NR 32 – DISPOSIÇÕES GERAIS 9 Manuais do fabricantes .

NR 32 – DISPOSIÇÕES FINAIS 9 Atos normativos citados 9 CTPN da NR 32 9 CTPR da NR 32 9 Responsabilidade solidária entre contratantes e contratados .

saude.gov.insht.br www.org www.anvisa.anamt.asp www.riscobiologico.org.br www.mte.br www.bvs.ministerio.gov.br www.br/seguranca/normas.es .NR 32 – SITES RELACIONADOS www.gov www.osha.gov/niosh/saudeocupacional www.gov.cdc.cnen.

noeli.com .m@globo.